Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 11.07.17 19:41

Doses do passado

- Birmingham sempre foi calma assim ou foi apenas impressão minha?

- Na verdade não. Sempre que há alguns eventos grandes o pessoal tende a se animar. Mas é porque ainda é terça então... lá pela quarta todos começam a se preparar.

- É um pub bem legal esse. Já ouvi falar dele antes.

- É um dos pubs que o povo mais frequenta porque é aqui no centro.

- Certo, certo. Por onde você andou?

- Apenas fui seguindo com a vida, caro Devon. Já faz um certo tempo que não volto a lutar.

- Então você parou?

- Apenas não sei dizer.

- Eu também estava pensando em parar.

- Me diga uma coisa antes que querer prosseguir esse assunto. Qual a sua idade agora?

- Eu tenho vinte e oito.

- Você tem vinte e oito anos, tem chão pela frente e tá pensando em parar Devon? Que história é essa?

- Você já deve saber.

- Volto a repetir: ninguém precisa de um cinto para continuar bom. Isso é psicológico meu amigo.

- Fácil é para você cara. Olha para você, você é uma lenda viva, Grand Slam Champion e os caralho a quatro. O que eu tenho?

Eis que o garçom serve mais um copo de Jack Daniel's para mim.

- Cara, eu ainda nessa merda lutando por algo que talvez eu não vou conseguir. Essas semanas foram muito boas, sabe? Eu senti que melhorei muito. Agora é voltar a treinar duro e tudo mais.

- Rapaz, eu me lembro de quando você iniciou na E-Fed. O rapaz que se achava "um herói" e tudo mais. Lembro até mesmo do "The Awesome Is Reality", você não lembra?

- Sim, sim. Era engraçado até.

- Lembra de um torneio na E-Fed no qual eu te enfrentei?

- Acredito que sim. Eu perdi aquela luta.

- Tanto faz, mas eu sei que quando você perdeu, você não ficou tão "emo" quanto você está hoje.

- Que mané porra de emo rapaz.

Valugi deu sua característica risada. O inglês realmente sabia ser engraçado.

- Enfim, lembro que você não desanimou e continou lutando, ainda que pelo Cursed. Você ganhou o Absolute cara, o último campeão da E-Fed.

- Ok ok. O que você quer dizer?

- Eu sei que todo o mundo viu o rapaz de Nova Orleãns conquistar um título tão importante quanto o Absolute. Da mesma forma que você venceu a Revolution.

Na minha cabeça passavam os flashbacks de lutas do passado.

- Vá direto ao ponto.

- Você não precisa de um título para mostrar que você é grande ou o melhor. Houve muitos lutadores que se construiram seu legado através de seus atos fora e dentro do ringue, que vale mais do que os títulos conquistados.

Nisso eu bebia mais um pouco de whiskey.

- É claro que os títulos contam. Você não pode desistir de lutar porque você não levantou um título. Te digo que se eu tivesse desistido de lutar na primeira chance que tive eu jamais teria feito o que fiz.

Chocado com as palavras ditas eu mal pude formular uma resposta. Com um pouco mais de calma eu digo.

- Muito fácil para você falar cara.

- Mas o que te impede de vencer? Se eu consegui você também pode. Um título é só um título. Não se deve abater tão fácilmente, ainda mais alguém como você.

- Devo te ouvir mais Valugi.

- Relaxe rapaz. O show ainda é sexta-feira. Beba mais um pouco.

E assim foi a noite.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Tretas ♥

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 11.07.17 20:54

Noite de terça-feira.


Narkissa estava caminhando pelo saguão do hotel, já estava de noite e não tinham muitas pessoas por ali, ela tinha acabado de voltar depois de passar o dia treinando então estava bem cansada, queria apenas subir tomar outro banho, comer alguma coisa e aproveitar  noite em seu quarto com sua irmã, o PPV se aproximava e com ele um combate infeliz dentro de uma jaula eletrificada, e ainda mais contra Havoc aquilo só podia ser uma praga dos Deuses, quem mandou duvidar deles, enquanto ela andava distraída e perdida em sua cabeça, alguém a segurou pelo a tirando de seus pensamentos.

Havoc: - Precisamos conversar Kissa.

Narkissa: - Não, eu não tenho nada pra falar com você.

Ela respondeu de forma fria e puxou o braço da mão dele.

Havoc: - Ta de brincadeira né? Você só pode estar tirando com a minha cara Narkissa.

Narkissa: - Não, eu não quero falar com você.

Ela voltou a andar e Havoc se pôs na frente dela.

Havoc: - Está brava por causa dessa merda de titulo?

O homem claramente se mostrou irritado com a forma que a Russa estava o tratando.

Narkissa: - Sai da minha frente ou dessa vez quem vai levar um chute será você.

Havoc: - Adoraria ver você tentar.

Narkissa: - To falando serio, sai da minha frente!

Havoc: - Narkissa para de palhaçada ou um chute será fichinha perto do que irei fazer.

Narkissa: - Ahh vai me bater? Nossa que medo, seu merda desgraçado tenho novidades pra você EU NÃO DOU A MINIMA!

Havoc deu risada do jeito que a mulher falou e arrumou o titulo em seu ombro, ele apontou o dedo para ela e falou.

Havoc: - Olha aqui caralho eu não quero essa merda de cinturão! Eu já pedi desculpas por ter chutado seu rosto, eu não sou obrigado a ter você me tratando assim!

Narkissa: - Pediu desculpas? Você chutou meu rosto seu imbecil, por SUA causa eu vou ter que lutar com você no Clash ao invés do King, você estragou tudo sendo o que sabe ser de melhor um babaca!

Havoc: - Olha aqui....Eu já pedi desculpas, eu falei que era porque você estava me ignorando.

Narkissa: - Eu não vou te desculpar pelo simples fato de: Você não sente muito por ter feito aquilo. Você é um babaca dito, e com certeza ter chutado meu rosto não é o bastante para você sentir muito.

Havoc: - É sim!

Narkissa: - Faz-me rir Havoc!

Havoc: - Kissa, eu realmente não queria ter chutado seu rosto valeu? Foi um equivoco, um engano, foi uma MERDA eu só queria saber porque você estava me evitando foi só....Isso.

Narkissa: - Não! Você só está chateado porque ganhou o titulo e agora é "relevante" esse é o único motivo de você estar triste, o único.

O homem estendeu os braços como se fosse pegar no pescoço da loira mas, ele foi para trás e fechou as mãos em um punho e bateu na parede. Havoc jogou o titulo no chão aos pés da loira, ela estava ficando mais irritado.

Havoc: - VOCÊ QUER ESSA MERDA? PEGA PORRA! Eu já falei isso 300 vezes! EU NÃO QUERO ESSE LIXO DE TITULO! E você fica me acusando caralho, eu não sou o King que vai ficar atrás de você se humilhando não! Eu não preciso dessa porra não Narkissa.

Narkissa: - Antes fosse.

Havoc: - Como é?

Ele a olhou confuso e virou a cabeça para a ouvir, ele tinha escutado na primeira vez mas queria que ela repetisse.

Narkissa: - Antes fosse como ele. Ele ao menos admitiu gostar de mim, ele ao menos quis ficar comigo, agora você? Você só se preocupa com si mesmo, você não gosta de mim e eu realmente espero que não goste pois a "Kissa" que você conhecia não existe mais, eu gostei de você e olha o que recebi em troca, um chute na cara!

Havoc: - Ahhh vai se foder na moral.

Narkissa: - Na realidade vocês são iguais você e o King, eu era linda ai feri seu ego e levei um chute na cara, com o King foi a mesma coisa, só que ao invés de chutar meu rosto ele me chamou de puta e de leitoa e agora quer o titulo dele de volta.

Havoc: - Eu não gosto de você?? Ta me tirando? Quer dizer que você me compara com o seu "ex" e quer que eu ache legal? Eu juro que to me segurando para não quebrar seu pescoço agora mesmo.

Narkissa: - Tipico seu.

Havoc: - Eu gosto de você caralho, porque está me dizendo essas coisas? Quer me irritar? Me magoar? Qual o seu problema hein, você sabe muito bem que não foi por causa do titulo e mesmo assim fica me acusando disso, você realmente quer acreditar que eu iria te machucar por causa dessa porcaria? Essas merdas pra mim não servem de nada, e você sabe muito bem disso.

Narkissa: - Você queria minha atenção então? Você entra lá, responde ao meu desafio e não quer o titulo? Quer que eu acredite mesmo que entrou lá porque você simplesmente queria saber porque não estava respondendo suas mensagens? Ah Havoc me conte outra ok.

Havoc: - Ahh puta que pariu! Você é dura de entender né. Sim, eu entrei lá para saber isso, eu não quero titulo eu estava feliz na minha jobber division, tirando sarro com o Bruno, e agora o fundador da jobber division voltou e adivinha? Eu não to lá pra tirar sarro dele! Eu to aqui no rio Inter com uma popota e com uma girafa com demência, enquanto uma psicopata com síndrome do abandono está na minha divisão.

Narkissa: - Girafa com demência? Vai se foder.

Ela voltou a andar irritada e chamou o elevador.

Havoc: - Qual é porra, porque agora deu de levar os apelidos a serio?? Eu já te chamei de coisa bem pior. Narkissa meu, dá um tempo, abaixe a guarda por um minuto eu não vou chutar sua cara de novo e eu não quero essa porcaria de cinturão.

Narkissa: - Cara eu não sou obrigada a ser legal com você, não sou obrigada a responder suas mensagens, e com certeza não sou obrigada a ficar na sua presença! Eu quero distância de você, o chute na cara foi um aviso pra mim, chega de relacionamento abusivo, e você com certeza é abusivo ok? Agora enfia esse titulo na boca e me deixe em paz!

Havoc: - Não consegue falar cu? "Enfia esse titulo no cu, Havoc"

Ele falou imitando a loira que claramente se mostrou incomodada com a presença dele ali, ela estava irritada e ele fazendo piada besta não mudaria em nada o fato dela ainda estar irritada com ele. Narkissa balançou a cabeça em negativo enquanto esperava o elevador.

Havoc: - Kissa, pega o titulo se isso vai te fazer feliz, eu não quero....Kissa....Pega o titulo, vai, pega.

Enquanto ela estava de costas esperando o elevador o homem ficava cutucando ela com o titulo e falando de forma fofa, tentando quebrar a seriedade dela de algum jeito, mas não dava certo.

Narkissa: - Você ganhou, agora faça bom proveito.

Havoc: - Mas já disse que não quero esse caralho. Ai seus Deuses será que você não limpou o ouvido hoje não?

Narkissa: - Para de com isso! Eu to de saco cheio de você e dos seus fãs me enchendo o saco por causa dessa merda de titulo, EU não ligo se você está com ele, ELA não liga se você está com ele, e muitos ELES não ligam se você está com essa merda! Agora sai de perto de mim!

Ela gritou irritada com o homem que se afastou a olhando serio.

Havoc: - O que você quer então?

Narkissa: - A cabeça do King em uma bandeja, pode me dar isso? Não você não pode.

Havoc: - Mas você pode lutar com ele com ou sem o titulo.

Narkissa: - Posso, mas seria bem mais humilhante ele perder valendo o titulo e no maior evento da empresa, mas graças a você eu não vou poder fazer isso, como sempre você só pensando em si mesmo.

Havoc: - O que foi? Levou um pé na bunda e agora quer matar o cara? E ainda por cima desconta o fato de você ser uma jobber em mim? Eu não tive culpa que você foi fraca e não aguentou um chute.

A loira virou e deu um soco na cara de Havoc, ela estava claramente irritada com ele. O homem foi para trás e colocou a mão na boca vendo o sangue, ele deu risada jogou o titulo no chão e pegou a loira pelo pescoço, Havoc a bateu contra a parede e a levantou sufocando a loira.

Havoc: - Ninguém mé da um soco....E sai. Eu disse que iria quebrar seu pescoço sua desgraçada.

A loira sorriu enquanto Havoc a enforcava, até ela dar um chute na cara dele, o homem a soltou e uma briga entre os dois começou no saguão do hotel, ela deu vários socos na cara dele e o homem revidou a puxando pelo cabelo e a jogando contra a parede, quando ele foi dar um soco nela a loira se abaixou e ele acertou a parede fazendo um buraco. Narkissa olhou chocada para o buraco e depois para ele, e se afastou com a mão no pescoço, ele a olhou com um mortal.

Havoc: -  Agora está fugindo? NÃO ERA ISSO QUE QUERIA? Não queria brigar sua vadia do inferno, agora para de correr e vem me bater Narkissa.

Narkissa: - Pode vir seu maldito, eu não tenho medo de quebrar sua cara aqui mesmo.

A briga começou a ficar feia os dois se batendo feito dois animais famintos, tinha sangue e roupas rasgadas por todo o lado, os seguranças do hotel vieram separar os dois mas eles puxavam os homens para se bater novamente, Havoc estava segurando a loira pelo cabelo enquanto ela puxava deixando um tufo nas mãos dele.

Narkissa: - EU VOU ACABAR COM VOCÊ HAVOC!

Havoc: - PODE VIR SUA MALDITA!

Narkissa: - EU TE ODEIO! EU PREFIRO MORRER A TER QUE FICAR COM VOCÊ!

Havoc: - HAHAHAHAHA OLHA QUE COINCIDÊNCIA EU TAMBÉM!

Eles queriam porque queriam se bater, enquanto os homens os afastavam e as pessoas em volta filmavam tudo ou tiravam fotos dos dois ali, a loira estava com a cara sangrando toda desarrumada, Havoc também estava cheio de arranhados pelo corpo e um corte feio no rosto das unhas da loira. Enquanto Narkissa estava sendo segurada Havoc conseguiu se soltar e foi para cima dela, a sorte da loira foi que quando a porta do elevador se abriu Violetty estava dentro dele e viu a treta toda. A Russa viu a irmã a gritou antes de Havoc acertar um spear nela a batendo na parede com força.

Narkissa: - VIOLETTY!

A bruxa se virou se viu a irmã no chão enquanto Havoc a enchia de socos e foi para cima dele o puxando pelos cabelos e batendo a cara dele no chão machucando seu nariz e boca, a Bruxa voltou a bater nele com força sem dar chances dele revidar e mais uma vez os seguranças seguraram a morena afastando do homem que se levantava.

Violetty: - EU VOU TE ENSINAR A BATER NA MINHA IRMÃ SEU CORNO!

Agora eles tinham duas Gardeas furiosas querendo brigar, e um homem querendo matar as duas pelo olhar que estava dando para elas, ele parecia um bárbaro furioso e implacável querendo o sangue delas para se banhar.

Havoc: - Eu vou matar vocês duas!

Eles se puxavam para se soltar dos seguranças parecendo três animais, Violetty bateu nos seguranças e se soltou partindo para cima de Havoc e a briga continuou com os dois se batendo no saguão do hotel, ele bateu com o extintor de incêndio na morena varias vezes a machucando pra valer, Narkissa veio correndo e deu na nuca de Havoc com um pedaço de madeira que ela tirou da mesa, ela correu ver a irmã caída no chão com a cara toda ensanguentada também enquanto Havoc estava do outro lado com a mão na cabeça.

Narkissa: - Vy, você está bem? Irmãzinha.

Violetty: - Eu to legal, e você está bem?

Narkissa: - Eu bem mel....Ai! ME SOLTA!

Ela nem terminou de falar quando Havoc e pegou pelos cabelos e a arrastou pelo saguão enquanto la se debatia para se soltar, o homem tinha muita força e irritado era muito perigoso a loira sabia muito bem disso, mas mesmo assim o provocou o irritando, ele a levou pelos cabelos e a jogou em cima da mesa a quebrando e machucando a loira ainda mais. Havoc se abaixou perto dela que estava cuspindo sangue ali.

Havoc: - Você nunca mais me irrite Narkissa, eu disse a verdade e você veio e me bateu agora eu vou matar você.

Narkissa: - Pode tentar seu desgraçado....Eu quebro seu pescoço antes....

Ela falou com certa dificuldade o olhando e Violetty veio ao socorro da irmã acertando o homem com sua clave, por sorte Violetty tinha a deixado na recepção para pegar mais tarde, Havoc estava sentindo muitas dores enquanto Violatty batia com a clave nele espirrando sangue por todo o lado. Narkissa estava bem machucada enquanto tentava se levantar dos destroços, Havoc e Violetty estavam ali se batendo e Havoc estava conseguindo dar conta das duas irmãs, ele bateu Violetty contra a parede tantas vezes que a Bruxa chegou a apagar e depois não contente ele deu vários chutes nela mas Narkissa pulou nas costas de Havoc e o derrubou no chão, ela rapidamente conseguiu prender o homem em um gogoplata um de seus golpes de submissão, forçando a garganta de Havoc contra sua canela.

Narkissa: - VAMOS SEU FILHA DA PUTA! APAGA SEU DESGRAÇADO! EU VOU MATAR VOCÊ.

Ele resistia ao golpe mas não conseguia sair, os seguranças vieram e soltaram a loira dele e afastaram eles, os três estavam exaustos e feridos demais para continuar brigando daquele jeito. Elas duas foram para o elevador uma se apoiando na outra enquanto os seguranças iam para perto delas.

Violetty: - SAIAM DA PORRA DO NOSSO CAMINHO!

A bruxa gritou irritada e os homens se afastaram, as luzes do saguão piscavam até acabar queimando, elas entraram no elevador e foram para o quarto. Havoc foi ajudado pelos seguranças e alguns médicos que o hotel tinha, as pessoas continuavam filmando até o homem também ir para o elevador para poder chegar a seu quarto.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
im_awesome

Mensagens : 15
Pontos : 17
Reputação : 10
Data de inscrição : 18/05/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por im_awesome em 12.07.17 4:32

*Um homem(muito bonito, tipo, muito bonito mesmo) sai de um carro preto que parecia ser um Über que havia parado em frente a um hotel.Ele carrega um mala. Ele veste uma jaqueta branca com uma camisa preta por baixo, calças socias brancas(pra combinar com a jaqueta né), sapatos sociais pretos e um óculos escuro na cara.*

Eric: Aah! Inglaterra! A terra da rainha! Ou como eu gosto de chamar, a terra do grande Eric Morgan, o patrimônio mais valioso que esse país já teve.

*Ele começa a andar em direção ao hotel quando do nada(do nada mesmo) aparece o saudoso Johnny Waterfall.*

Johnny: Eric, uma palavrinha rapidinho.

*Eric, que estava com fones de ouvido escutando músicas de rock e metal acaba tomando um susto.*

Eric: AAAAH! Você é louco!? Como que você chega assim numa pessoa?

Johnny: Desculpa, só queria uma palavrinha.

Eric: Não mano, sai daqui, não quero falar com NWR, nem ninguém não, entendeu? Falou maluco!? Eu gosto da câmera, o microfone pra mim é tudo mas pra você eu não quero falar com você, ah morre diabo!(sim, isso foi uma referência ao morre diabo)

*Eric caminha puto até o check-in, faz o check-in no hotel e vai direto pra quarto. Chegando no quarto, ele coloca a maleta num canto e deita na cama e dorme. No outro dia, ele acorda e vai tomar café. Depois de tomar o café, ele volta para o quarto e liga o computador*

Eric: Ah, nada como tomar um velho e bom café inglês. Eu queria muito dizer que estou no meu lar doce lar mas não estou em casa.

*Quando o computador terminou de ligar, Eric vai direto ao site da NWR e vê as outra pessoas falando sobre seu combate então ele decide fazer um vídeo também.*

*Vídeo postado em NWR.com*

Eric: BOM DIA, BOA TARDE E BOA NOITE UNIVERSO NWR!

Eric: Sou eu, Eric, mas obviamente vocês já sabiam disso só de olhar pra minha cara.

Eric: Então, eu vi várias pessoas falando do combate pelo Elite então eu decidi comentar também. Primeiro eu quero falar do competidores.

Eric: primeiro, quero falar da Ashley. Ela já "interrompeu" um combate meu quando sua música tocou. Avisei para não acontecer novamente e realmente não aconteceu. Não a conheço muito mas acredito que não será um incômodo muito grande para mim, já que sou um dos mais experientes nesse combate. Me falaram que ela tem um espírito de batalha muito grande e que é promissora. Não sei quanto ao espírito mas com certeza é promissora. Outra coisa que posso afirmar é que é bonitinha rs. Pena que beleza não irá lhe ajudar no combate.

Eric: Próxima da lista é a Daniela Ribeiro. Outra que não conheço muito bem mas devo admitir que fiquei impressionado quando ganhou o beat the clock challenge. Uma pena não ter conseguido o título pelo qual ela escolheu enfrentar.

Eric: Temos também nesse combate a Marjorie, ou Jojo como muito a chamam. Já vi ela algumas vezes por aqui. É ex-campeã Cursed, um título que eu mesmo já segurei. Respeito isso. Tem bastante potencial nesse combate. Tenho que ficar atento nela pois qualquer deslize e ela pode acabar passando despercebida e ganhar.

Eric: Esse eu conheço bem. King Armstrong é seu nome. Já batalhamos pelo mesmo Cursed championship que mencionei a alguns minutos atrás. Me deu provávelmente um dos, senão o melhor combate da minha carreira. Tenho um respeito enorme por ele e por tudo o que já fez e já conquistou aqui dentro. Definitivamente um dos meus lutadores preferidos aqui dentro. Apesar da grande diferença de tamanho, nossos combates foram sempre bem equilibrados. Como ele mesmo disse, não espero que irá facilitar as coisas mas saiba que eu também não vou facilitar pra você. A única coisa que eu espero é que seja um combate bom para os fãs, independente de quem ganhe.

Eric: E por último mas não menos importante(talvez um pouquinho menos importante) Bruno Jackson. Eu sinceramente não sei de onde você tirou que já me derrotou alguma vez. Sério mesmo. Talvez precise checar sua cabeça depois de tanta porrada que já tomou. Já disse o motivo de ter te atacado, foi por pura diversão. É legal bater em você. Agora você se aliou ao Juan Pedro, outro que também sempre foi um saco de pancadas aqui na NWR. HAHAHHAHA! Às vezes parece que a piada já vem pronta. Mas vocês se pertencem, afinal dois sacos de pancadas é melhor que um. Você disse que ia me derrotar no ringue, eu acho isso muito improvável já que eu sou mais rápido que você, mais forte que você e mais experiente também. Mas te desejo boa sorte em tentar me derrotar. Apesar disso tudo, não tenho só coisas ruins pra falar de você. Admito que admiro uma coisa em você, sua perseverança e sua motivação. As pessoas pisam em você, quase igual eu pisei no meu retorno, e você tá sempre querendo mostrar que vai ser melhor do que eles um dia, não importa o quanto demore. Isso quase me faz te respeitar mas infelizmente não é o suficiente pra conquistar o meu respeito. Quer dizer, você até tem um pouquinho do meu respeito mas leva muito mais que apenas perseverança pra conquistar ele todo.

Eric: Enfim, e para todos que deram suas opiniões em quem iria ganhar, posso dizer que estão errados pois quem vai vencer sou eu! Boa noite.

*O vídeo termina.*
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

13

Mensagem por ★ Bé ★ em 12.07.17 13:11










 

 


Nwr/DaniModeOn.com


Um video se inicia com Daniela, ela estava em seu estudio. Com seus cenários bem vivos, com muitas e muitas flores e mariposas voando de um lado para o outro. Ela ficava em frente da câmara. Parecia mais quieta do que o custume. Ela ficava ajeitando e remechendo no cabelo enquanto tinha brilhantes por ali flutuando no ar.


Ela estava linda e fabulosa como sempre, ela ficava brincando com brilhantes enquanto se preparava para falar. Ela ficava olhando para a câmara para dar inicio ao video. Ela fazia uma pequena pose e mostrava um pequeno sorriso.





Daniela: Olá meus queridos fãs da Nwr. Como é bom finalmente puder falar com vocês. Aqui no meu estudio, com as minhas coisinhas... Tudo finalmente direitinho.


Daniela: E bem... As coisas realmente estão complicadas... Tanta coisa que surgiu comigo no meio e sim eu realmente estou confusa. Nossa amiguinha Mari voltará em breve não se preocupem... Ela foi viajar e parece ocupada com outras coisas...


Daniela: Mas futuramente teremos a nossa querida manager preferida de volta. Por agora temos muitas outras coisas para falar. E primeiro seria sobre toda a controversa do meu pequeno grupo de amigas e as Gardeas... Então... Ahrr... Vamos ver.


Daniela coloca as mãos no rosto e mostra um ar pensativo.


Daniela: Eu tirei os ultimos dias para pensar bem sobre tudo isso. E achei o video do meu primo meio exagerad nas palavras que ele usou. Eu não quero trocar ninguém por ninguém. E eu estive a pensar melhor sobre todas essas coisas.


Daniela: Eu não quero todo esse foco e todas essas coisas, e acho que essa controversa realmente foi algo exagerado e antes de ir longe demais, eu vou falar aqui para todo o mundo. Eu pensei bem e tudo, e eu acho que realmente não preciso de combater as Gardeas.


Daniela: Afinal, eu sei que pode incomodar minhas queridas amigas mas eu vou falar de qualquer jeito. Eu gostava de ser declarada uma Bé de verdade. E eu gostava também de ser declara também uma Gardea de verdade.


Ela permanecia com as mãos nas bochechas fazendo uma cara bem fofa.


Daniela: Mas eu não preciso, ambas as familias me abraçaram e eu já me sinto parte delas.


Daniela: Eu adoro minhas novas amigas. Lady sempre foi uma lutadora que eu admirei muito. E Jojo eu me identifico muito com ela. Mas pelo jeito que terminou a primeira reunião... Mas eu tive a pensar, e não sei se eu quero combater ao lado delas.


Daniela: Eu não preciso de combater ao lado delas, ou de Bés, ou das Gardeas. Eu luto meus próprios combates. Eu luto minhas lutas. E como o tio Bé me disse, eu nunca devo esquecer quem eu sou...


Ela tirava as mãos da cara, e apontava com o polegar da mão direita, para si mesma enquanto falava com alguma convicção para a câmara.


Daniela: Eu sou eu. Eu sou Daniela. E eu sou a futura "sensação" da Nwr.


Ele levantava as mãos e as movimentava uma para cada lado ao falar "Sensação", enquanto mostrava um enorme sorriso e se ria um pouco de um modo bem silencioso.


Daniela: Enfim. Mas sem perder tempo nessas conversas paralelas. Eu vou falar do meu priminho Jiggly... Não gasta seu tempo falando em mim desse jeito. Muito menos preciso que fique me defendendo de King. Ou das minhas próprias amigas...


Daniela: Ninguém me está a usar, apenas formamos um clube, só isso. No que toca ao teu combate contra Lady, é entre ti e ela. Nem eu, nem Jojo temos algo a ver com isso. Lady escolheu a estipulação e te vai combater nela. Eu... Eu que não me vou meter por ninguém... Seja lá o que for acontecer.


Ela passa com a mão pelo braço esquerdo enquanto desviava o olhar da câmara e parecia meia envergonhada para falar no próximo tópico.


Daniela: E sim, é verdade que ser campeã é um dos meus sonhos. Eu preferia que não tive-sem falado disso. Eu sei que um dia isso vai chegar. Só tenho que continuar a lutar. E isso um dia vai vir.


Daniela: Talvez tenha deixado isso me subir um pouco a cabeça nos ultimos tempos... E mesmo sabendo que eles não se preocupam creio que o meu comportamento perante Bé e Narkissa realmente não foi o melhor... E eu acho que lhes devo um pedido de desculpas...


Daniela: Eu não deveria sair por ai querendo desafiar eles só por terem um titulo e eu não.. Eu creio que meu comportamento foi meio egoísta.


Ela continuava a passar com a mão até pelo ombro enquanto colocava o pé direito em bico de pé, e movimentava o corpo um pouco para o lado.


Daniela: E realmente o foco seria falar também sobre o meu próximo combate e meus próximos oponentes. E eu realmente quero vence ele. E me tornar na na nova campeã de Elite. E eu vou realmente dar o meu melhor para que isso aconteça, embora eu tive-se preferido que fosse um contra um...


Daniela: Mas estou em um combate bem complexo. Championship Scramble. Dificil prever o que vai acontecer por ali. Mas eu realmente preciso de ganhar. Eu quero ganhar essa. Sempre é dificil conseguir uma segunda chance... Essa é a minha.


Daniela: E eu duvido que me possam dar outra... Afinal no ultimo Ppv...


Ela se colocava na sua pose inicial para falar sobre o sucedido.


Daniela: Eu fui colocada no combate mais irrelevante da historia da Nwr... Em uma luta de bikinis contra uma advogada... Ter ganho ou perdido aquilo é completamente irrelevante, não tem outra palavra. Creio que minha oponente se foi embora com a vergonha de lutar em uma Pillow Fight num ppv hardcore...


Daniela: Afinal. Enquanto Narkissa enfrentava Lady em um Hell in a Cell epico. Enquanto Violetty batia de frente com os Main Eventers na Elemination Chamber... Eu estive lá. Batendo com almofadas... Almofadas!


Ela se mostrava muito triste enquanto levantava as mãos e falava a palavra "almofadas" deste jeito.


Daniela: Eu fui desvalorizada pela empresa. Só por ser um rostinho bonito e me encaixar perfeitamente nesse tipo de combate só para ficar agradando a fãs... Isso foi triste... Mas não vai acontecer novamente.


Daniela: Eu agora tenho um combate de verdade pela frente. Com oponentes de verdade. Em uma segunda chance para realizar um sonho pequeno e bobo... Mas afinal...


Daniela: O do tio Bé também não passava disso. Um pequeno sonho bobo e ele conseguiu. Ele lutou, ele deu tudo de si, e ele conseguiu...


Daniela: Eu vou conseguir também, eu tenho confiança em mim. E nas minhas capacidades. E eu sempre vou procurar treinar ainda mais e melhorar sempre.


Ela mostrava um ar mais satisfeito e ficava penteando o cabelo. Ela se prepara para falar novamente.


Daniela: Mas agora, vamos falar um pouco sobre os meus oponentes. Visto que eles fizeram o mesmo... Porque não né? Vejamos.


Daniela: Ashley Thompson. Todo o mundo elogiou ela só por ser uma novata. Isso não deveria acontecer. Ficam falando que ela é promissora e blá blá... Eu não vou discordar disso.. Mas creio que é meio exagerado. Ela ainda precisava de crescer muito antes de conseguir uma chance destas.


Daniela: O final do meu combate contra o meu tio Bé, foi compreensível me darem uma segunda chance. Afinal, Maverick me fez perder por Dq. No que toca a chance que Ashley teve pelo Cursed, ela simplesmente perdeu, e embora seja triste a realidade é que ela não merece uma chance pelo Elite.


Daniela: Não já. E não mais que nós. Se é promissora tem que crescer na Jobberdivission, tal como eu mesma fiz. E não pular direto para aqui.


Ela se mostrava bastante pensativa e mostrava algum cuidado naquilo que falava.


Daniela: Enfim. Agora quanto a King Armstrong. É compreensível me ter chamado Jobber, afinal foi na Jobberdivission que eu competi. Todo o mundo sabe disso. Havoc me ajudou e fez de mim uma rainha da Jobbice.


Ela ficava jogando brilhantes e sorrindo de novo ao falar aquilo.


Daniela: Eu sempre soube o meu lugar. Mas as coisas estão a mudar. Eu fico muito feliz por Havoc ter ficado orgulhoso em mim. Eu fiz tudo o que me competia por lá. Eu fiz perfeitamente o trabalho de Jobber. Melhor do que qualquer outro. E eu cresci. Mas agora acabou. Eu não irei fazer mais esse papel. Eu, eu quero ser relevante!


Daniela: É até um pouco triste, abandonando assim aquela divisão. Mas sim, adeus JobLand, está na hora de eu avançar com minha carreira. Eu era uma Jobber que vai virar campeã. King era um campeão que vai virar Jobber. Essa é a verdade.


Ela ficava mostrando o seu sorriso de uma forma bem serena. E fala no próximo oponente.


Daniela: Eric "Pato" Morgan. Este é um nome, que não é estranho a ninguém. Ele já foi campeão, não só na Nwr, mas sim por outras federações por ai. E é o lutador mais experiente que está ali, acreditem ou não. Eu sei, ele foi em tempos melhor amigo de... Do papa Bé...


Daniela: Eu conheço o passado dele. Feitos históricos dele são contados na minha família, o quanto grande ele foi um dia. Eu o conheço, mas ele não me conhece a mim. Eu não vou dizer que é uma vantagem, mas contra ele eu sei que estou mais apta do que qualquer um.


Ela levantava o dedo e levantava a sobrancelha tentando parecer mais intelectual.


Daniela: Outro oponente. Que tem sido espezinhado por... Bem... Por todo o mundo. Ele tem talento, afinal chegou a me derrotar em minha debut. Não cometo o erro comum de subestimar meus oponentes. Embora eu tenha a certeza que actualmente eu era mais do que capaz de lhe fazer frente.


Daniela: Eu sempre respeitei e continuo a respeitar Bruno pelo oponente que ele é e sempre foi. Mas eu não vou pegar leve não. Eu vou para cima com tudo... E quem sabe eu não substituía o nosso babaquinha e fique surrando Bruno no ppv?


Ela ria um pouco, claramente num tom de brincadeira.


Daniela: Alias é exatamente isso que eu vou fazer. Eu vou entrar para bater em geral e eu realmente quero sair do Clash como a nova campeã brilhante da Nwr. Eu vou dar o meu melhor para isso. E Bruno tem que fazer melhor dessa vez. Melhor do que tem feito...


Daniela: Porque a prestação dele não tem sido boa. Como campeão Cursed foi pior ainda. Isso é inegável. Lamento dizer vos... Mas ele claramente não merece outro reinado. Não tanto quanto os outros, ele é de longe o menos merecedor de ser chamado de "Campeão de Elite"...


Ela ficava segurando a cara com o dedo indicativo enquanto não se mostrava muito confortável em falar aquilo.


Daniela: Por ultimo mas não menos importante... Minha amiguinha Jojo. Pois é. As vezes acontece de enfrentarmos amigas ou pessoas muito próximas. Mas enfim. Claramente isso é um problema. E eu não sei porque está feliz em lutar contra mim num evento tão importante, em um Scramble?


Daniela: Eu não entendi, porque falou que está feliz com isso? É suposto a gente se matar para ter uma conquista tão... Tão importante, e Jojo fala estar feliz com isso? E ainda proclama que vai vencer e se tornar na proxima campeã de Elite?


Daniela: Poxa Jojo, era suposto tu me apoiar... Não me querer ferrar na minha única chance que eu tenho de... De brilhar.


Ela mostrava-se um pouco triste com isso.


Daniela: Afinal é a minha chance, a minha oportunidade. Que eu espero faz tanto tempo, algo que eu tenho trabalhado minha carreira inteira para conquistar. E sim, eu também sou mais que um rosto bonito e eu também quero provar isso. E mesmo sendo também novata já teve um reinado e eu não...


Daniela: Não demonstro inveja, mas não acha beem chatinho vir no mesmo campeonato que eu e ainda falar que me vai vencer? Poxa... Acho que realmente parte do que o Jiggly disse teve algum sentido...


Ela mostrava um ar meio desapontado enquanto mexia com os dedos pelo cabelo.


Daniela: Prefere ganhar esse cinto? De qualquer jeito? Sem se preocupar com aquilo que eu também quero e preciso? Afinal... Se está disposta a bater em uma amiga para isso... É a minha carreira. Como algo mais que uma simples Jobber. É uma carreira de campeã em jogo.


Daniela: Não pense que lhe vou deixar levar essa, ou te apoiar a ti para venceres. Não faz sentido afinal eu tenho a certeza que quero mais isso. E se tu mesma, quer tanto lutar contra mim, então a gente luta. Não tem mal não.


Daniela: Boa sorte para tentar destruir minha vida, se é isso que quer. Anjinha.


Ela jogava os cabelos para lá enquanto mostrava uma expressão meio indiferente quanto ao assunto.


Daniela: Enfim. Quanto aos outros. Espero que Chris e Juan tenham uma otima prestação no lugar onde eu cresci, nos Open Match. São realmente importantes para construir uma carreira. E embora Juan já tenha uma, ela nunca foi muito considerada não... Só devo relembrar que é indiferente que quem ganha esse combate. Porque infelizmente é um pouco insignificante... Mas pelo menos tem uma boa estipulação.


Daniela: Temos o Last One Standing... Esse o termo correcto é? Tanto faz... Claramente eu não vou ficar contra a minha amiga nessa, nem contra o meu primo. Eu só espero que tudo termine bem, e que o combate seja justo entre ambos. E espero que não haja interferências ou controversas ou qualquer coisa assim...


Ela não se mostrava muito satisfeita quanto a ideia do Jiggly Vs Lady, porem ela continuava a falar.


Daniela: Sobre a Violetty contra a Katrina... Meio curioso agora todo o mundo odiar Violetty mas desejar que ela ganhe? Falando em injustiças e essas coisas... Como se fossem pessoas muito justas. Claramente a minha torcida vai para a minha mamã também. Mas a minha é por eu gostar dela. Não por pura hipocrisia ou coisa do tipo...


Daniela: E sobre a nossa Nakin... Narkissa contra Havoc. Meio chato ver eles os dois assim lutando, especialmente de um modo bem brutal como esse combate... Eu espero que isso não fique tãoo pessoal... Afinal, eu pensei que o Havoc gosta-se dela...


Ela colocava as mãos na cara e mostra-se bem menos animada ao falar.


Daniela: Eu só queria ver eles felizes... Só isso... E me deixa triste saber que eles vão entrar para se matar ou assim. Afinal Havoc não deveria ter adentrado no desafio de Narkissa... Mas é compreensível, ele só... Só queria chamar a atenção dela.


Daniela: E eu achei lindo Havoc sair de sua propria divisão e pisar em outra só por causa da tia... Isso teria sido meio romantico até... Se Havoc não tive-se chutado a cara dela...


Ela continuava com as mãos na cara não sabendo muito bem sequer o que dizer naquela situação.


Daniela: Talvez haja esperança de eles fazerem as pazes? Havoc jobbar para ela e voltar para meter ordem na sua casa? Eu não sei... Eu só não queria que se machucassem... Muito menos de um modo emocional.


Daniela: E sobre o main event... O I quit tão proclamado, eu sei o quanto intenso as coisas ficaram entre Bé e Devon. Eu estive lá no meio. Sobrou um pouco disso para mim e para Marianne... Eu mesma me inrritei afinal, como o tio Bé diz, ninguém é de ferro.


Daniela: Devon quer o titulo do meu tio, e ele está querendo defender isso com unhas e dentes. Eu sei que vão achar que estou a dar lhe algum apoio só por ser meu tio... Mas ele está somente a defender o cinto que ele venceu... Eu o compreendo.


Ela cruzava um pouco os braços, não parecia gostar do Hatte que os fãs davam no seu "tio".


Daniela: Eu quanto a Devon não sei. Mas pelos vistos do modo como Bé falou, ele realmente está a espera que Devon o mate para lhe tirar o cinto... Eu conheço ele. Bé não desiste, nenhum Bé faz isso. Para lhe tirar aquilo certamente terá que resultar em lesão ou Ko.


Daniela: O que significa que isso vai dar... Dar.. Arr...


Ela ficava puxando os cabelos após quase dizer um palavrão.


Daniela: Isso só é capaz de acabar muito mal para um dos dois, e isso me dá agonia. Eu espero que o derrotado consiga admitir isso, para evitar danos muito maiores. Afinal, não faz sentido ficar lessionado só por não desistir. Perde de qualquer jeito e pode perder a carreira também...


Ela suspirava um pouco e volta a falar para a câmara.


Daniela: Bem... Acho que por agora é só isso. Minha opnião e ponto de vista sobre as coisas. Eu espero que gostem. Meus vídeos sempre dão trabalho de produzir, e são feitos com muito carinho e amor.


Dani jogava brilhantes pelo ar quando falava "Carinho e amor" enquanto depois acenava para terminar o video.


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 12.07.17 23:00

The Statement

Era mais um dia comum, treinando como um condenado. O meu semblante estava mais sério do que o comum. A cada gota de suor que escorria pelo meu rosto eu sentia a explosão dos movimentos, as veias do meu braço saltando em cada peso levantando, o esforço de cada dia dado em todo esse tempo de carreira e vida. Socos e pontapés no saco de pancada, algumas movimentos mais acrobáticos aqui e ali e mais um pouco. A frequência da academia era de dois vezes, todos os dias. Era uma doença. Ficava estressado por errar um movimento, reclamava, queria fazer tudo e mais um pouco. Apesar do excesso eu sentia que eu precisava fazer tudo e melhor sempre, em todos os dias, fazer de novo e fazer bem feito. Ou eu ia morrer na praia mais uma vez, como já me aconteceu antes. Ao término, surgiu um sorriso no meu rosto que demonstrava toda a sensação de vingança junto com a confiança que eu tanto queria e guardava no fundo meu peito. Porém, na minha mente, eu comecei a pensar numa coisa a meu respeito, em caso de vitória ou derrota: legado. O que eu deixaria ao mundo deste esporte? O que tirariam dessa história? Me esqueceriam? Tudo é incerto. Terminando meu treino, eu voltei para o meu quarto, tomei um banho, fiz a barba e depois eu sentei na minha cama e comecei a pensar.

Fui pensar nas palavras de Valugi. Um legado pode sim ser construído de várias maneiras. E cada lutador que está dentro dessa modalidade precisa buscar construir um legado importante; se não o fizer, não precisa entrar mais no squared-circle. Em oito anos, eu fui montando uma base daquilo que eu possa chamar de "legado": um quase nada que se decepcionou na vida por não ganhar um título mundial. A minha história sendo Devon Maverick, o homem que era reconhecido nesse esporte como ninguém e que andou ao redor do mundo como um louco para conquistar seu sonho. Eu fiz coisas incríveis, superei situações totalmente adversas e hoje estou aqui, a um passo de ser NWR World Heavyweight Champion.

Muitas pessoas podem achar que o ódio em meu peito me corrompe devido ao meu adversário. Talvez sim, porque o respeito que havia no início se perdeu devido a sua personalidade cretina e seu envolvimento com as Gardeas. Eu não vou deixar de ser o lobo solitário apenas porque comecei a dar atenção aos outros um pouco que seja. Tudo que eu vi nessa empresa até agora foram muitos relacionamentos para pouca luta. O elenco aqui parece estar mais preocupado no seu par do que o seu adversário. Poucos são exemplos que fogem à esse câncer: Lady, eu, Morgan... King? Não quero deixar de forma alguma essa peste se espalhar. Não, não deixarei isso acontecer. A minha carreira, minha vida e wrestling puro, de raiz depende disso. É estranho isso, você não acha?

Quando dois lutadores de verdade, vindos de dois locais completamente diferentes, mas com a mesma paixão pelo pro-wrestling tornaram-se relevantes o suficiente para serem o assunto mais comentado dentro da indústria, aconteceu o conflito. E a história conta que, no dia do tal confronto, os dois lutadores colocarão as suas carreiras em jogo por um título, nesta mesma federação. Isso quer dizer muito! E como eu prometi durante toda a minha estadia na NWR, eu darei sangue, suor e lágrimas para vencer aquilo que é meu por dignidade, por merecimento. Pois bem... É hora de garantir o que eu disse, senão eu cairei na desgraça, no fracasso, no desdenho.

E é com isso em mente que eu construi meu objetivo: vencer esse cinturão, a todo custo, no o Clash Of Revolution. O evento mais importante dessa federação, o evento de pro-wrestling mais importante da atualidade. É a sinopse perfeita de um épico, não é mesmo? Mas é a realidade. Esse é o meu objetivo de vida, sempre foi. Eu quero acabar com todas as críticas, matar todas as minhas incertezas e apagar cada memória triste que eu tive. Isso depende de mim. Filipe vem falando demais, quer se fazer grande que nunca foi.

Eu quero e preciso vencer esse cinturão no maior evento de todos para poder acabar com esse purgatório venho sofrendo durante essa fase da minha carreira. Aquele que uma vez fora a maior sensação do wrestling, colocará tudo a prova, provará que não vive do passado ou que sempre foi pequeno, que não é apenas um dos melhores lutadores da atualidade, que não é um fracasso! Entrarei no Clash of Revolution e sairei como o NWR World Heavyweight Champion, que o meu legado pode ser maior e que continue a se expandir.

Nessa próxima sexta-feira, todos os olhos do mundo estarão virados para Birmingham, no Main Event do Clash of Revolution. Nada mais justo, já que é o momento do tudo ou nada. Mas o meu grande aviso para todos os fãs, para todos os lutadores, para todos os funcionários dessa federação é que, quando o PPV chegar e passar e eu for o seu NWR World Heavyweight Champion, acreditem: Este será o maior momento da história da New Wrestling Revolution.

E quando o novo dia raiar, a NWR e o mundo nunca mais será o mesmo.


Última edição por OrionStar em 15.07.17 22:12, editado 1 vez(es)




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 71
Pontos : 80
Reputação : 11
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 13.07.17 3:09

A Luchadora estava perto de gravar o seu programa no cenário de sempre

- Olá a todos que acompanham o Lady show, estou fazendo esse programa especialmente para responder o meu adversário no PPV e a sacanagem que estão querendo fazer com o nosso grupo, principalmente com a Dani, sabe quando vi o vídeo daquele pokemon uma raiva passou pela minha cabeça de acabar com ele devido as mentiras que ele contou, a mau caratice dele de tentar desestabilizar a própria prima, para tentar acabar com o grupo, sinceramente se quer me afetar de algum jeito procure outra pessoa.

Lady estava aparentando bem nervosa ao falar aquelas palavras

- Primeiro, a Dani tem total liberdade, ninguém vai obrigar ela a lutar com ninguém, mas será que é erro em ela ou alguém de nos querer enfrentar as Gardeas, sinceramente eu não acho, até porque tanto Violetty, quanto Narkissa, são 2 lutadoras top aqui da NWR, eu sei porque enfrentei as duas, e geralmente estão segurando algum cinturão, será que e mal um dia Dani ou qualquer uma de nos 3 querer enfrentar elas, eu por sinal não gosto inclusive do que elas representam, mas em nenhum momento Dani precisa se meter nisso, ela tem liberdade de fazer o que quiser, e sabe que terão 2 amigas que apoiarão ela, quando precisar, assim como ela me apoiou quando lhe enfrentou Jigglypuff para conseguir minha máscara de volta, sim ela não lutou com você, mas teve a coragem de lhe pedir a máscara e me devolveu ela, como um pedido de desculpa, essa menina tem muito amor no coração, inclusive pensou em você na hora de devolver a máscara, mas você vem ser o canalha e vem fazer jogo psicológico com ela, imagine o que você não faz com os outros não é? Nunca usarei minha amigas para atingir algum objetivo, não tem quem me faça fazer isso.

Ela explicava um pouco mais calmo

- O Sweet Heroines Club, surgiu como uma reunião de 3 amigas, que tem objetivos e pensamentos semelhantes, claro que todas tem suas aspirações individuais, mas queremos ficar juntas, dar a força uma a outra, e um clube de amigas, fico feliz que Dani não caiu em seu jogo de ameaças, nem acreditaria que um primo poderia fazer isso com ela, o mínimo que você tem a fazer Jiggly é pedir desculpa para Dani, eu sou bem grandinha para me cuidar, eu sei o desafio que tenho, e você continua a me subestimar, na luta você pode acabar sendo surpreendido em um terreno que você conhece muito bem, e no final poderei ter minha mão levantada.

Lady fazia uma pose de vitória, como se imaginasse na luta.

- Sim não é legal, que logo após fundamos o clube Dani e Jojo se enfrentem, mas em uma empresa de wrestling e normal que isso aconteça, Bé e Violetty, também não fizeram isso no último PPV, inclusive se enfrentaram em 1x1 antes, mas como disse para as duas, estarei torcendo para que elas deem o melhor na luta, e que Dani ou Jojo levante esse título, as duas são merecedoras, Dani vem um crescimento surpreendente, vocês viram o que ela fez no último show enfrentando Bé de igual para igual, lembremos que a estreia dela foi uma derrota contra o Bruno e no último PPV ela enfrentou um advogada em uma luta de travesseiros e agora ela está na luta por um dos principais títulos da companhia, uma demonstração que com muita força de vontade e treinamento podemos caminhar passos importantes na empresa, Jo jo surgiu em uma ascensão meteórica, em sua estreia venceu o Cursed, defendeu ele e perdeu depois de ser atacado pela Bruxa, mas ainda assim deu trabalho para ela, e agora também disputa o mesmo título que Dani, essas duas merecem está onde estão e como disse que elas façam o melhor e consigam levantar esse cinturão, estarei no apoio das duas, não ache que você acabar com o nosso grupo com tanta facilidade Jigglypuff, o nosso grupo e feito de uma amizade verdadeira!!!

A luchadora afirmava com enfase e confiança

- Como disse Dani não é obrigado a seguir nada do que falamos, mas e natural que em algum momento ela enfrente as Gardeas ou mesmo você, porque como você revelou ela tem objetivos, novamente sendo baixo, e revelando um segredo pessoal de uma pessoa, saiba que tudo isso está servindo de incentivo para minha luta, eu acho que todos temos segredo e ver um familiar entregando desse jeito, e sinceramente muito triste, você pode não ser um vilão, mas está agindo como um, esteja preparado para o Clash, onde iremos ter um embate somente eu e você.

O programa se encerrava com a vinheta tradicional.

avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 13.07.17 9:00

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa em uma sala escura a iluminação era apenas uma luz no teto que ficava balançando de um lado para o outro a luz era amarelada e piscava algumas vezes parecia que ia apagar a qualquer momento um barulho tomava conta do lugar até aparecer a bruxa arrastando uma cadeira ela batia com aquilo no chão com violência o estrando ecoava pela grande sala a mulher sentava na cadeira e encarava a câmera ela mordia a língua com raiva o olhar dela era de puro ódio a bruxa mexia os dedos e balançava a perna até que ela respirou fundo buscando alguma coisa para manter a calma

– Então os filhos da puta querem se meter na minha vida? Eu quero que todos vocês vão se foder

A mulher mostrava o dedo do meio ela abaixava levando as mãos a cabeça enquanto se balançava para frente e para trás gritando com raiva ela voltava a posição normal mexendo o pescoço

– Quem eu sou? Vocês sabem que eu sou?...caso não saibam eu vou mostrar quem eu sou para cada desgraçado que não lavar a boca pra falar meu nome eu sou a bruxa eu sou a parte dominante nessa empresa e quem não gosta disso que vá tomar no cu a saída é a serventia da casa...ou entra no ringue comigo

A mulher não aguentou ela se levantou e chutou a cadeira que caiu ela batia no peito e apontava para a câmera

– Eu sou Violetty Gardea a mulher que colocou boa parte de seus lutadores favoritos com o ombro na lona a mulher que levantou o titulo impact com menos de um mês aqui a PRIMIEIRA campeã elite eu derrotei cada um eu sozinha não precisei chorar não precisei implorar não precisei mudar ameaçar dar o fora para tentar ter alguma relevância nessa merda de lugar VÃO TER QUE ME ENGOLIR vão ter que ver meus vídeos vão ter que me ver lutando vão ter que ver a minha cara porque diferente de uns que sumiram e voltaram com chance por título principal  eu estou aqui todos os dias mostrando o poder e a força dos meus deuses eu falo na cara o que eu penso não me escondo atrás de cortinas com medinho de levar um pau

Ela arranhava o couro cabeludo com força enquanto gritava em outras línguas a mulher batia o pé com força no chão tentando conter a raiva que estava dentro dela

– Deixa eu informar para os “haters” religiosos e imbecis....eu durmi com Krauser Daniels eu durmi com Jigglypuff eu durmi com Filipe Bé e nenhum desses nomes ganhou meus combates nenhum desses nomes me deu títulos nenhum deles estava lá então querem mandar com quem eu transo? Vão a puta que pariu a porra da buceta é minha e eu dou pra quem eu quiser eu luto todos os dias até mais que muitos por ai que gritam serem os melhores quem quiser brigar comigo que venha mas só sabem falar e falar mandar mensagens nas redes sociais não vai me fazer fechar as pernas e se eu quiser eu durmo com o roster inteiro e depois subo naquele ringue e quebro os ossos de cada um porque eu sou mulher o bastante pra isso eu não preciso de nada disso meus deuses sabem do que eu sou capaz eu tenho títulos secundários mais valorizados que principais e não é porque eu durmi com homens com talento porque todos sabemos talento não é sexualmente transmissível...então chupem meu título

A mulher abaixou a levantou o cursed que estava no chão em algum canto escuro ela batia no título e depois lambia mordendo o couro ela deu um soco na cabeça e jogou o título longe

– O respeito de vocês é menos que nada pra mim o que importa é como eu luto da forma que eu luto acham mesmo que ligam se eu estou dando pro campeão mundial? Claro que não eles querem saber se eu luto bem se eu tenho capacidade para levantar o título e segurar ele e foi o que eu fiz segurei o impact por meses fui campeã elite por merecimento e eu não perdi em combate me roubaram tiraram meu filho de mim porque eu machucava os bonecas....diziam as más línguas que eu nunca soube brincar

Ela fazia uma cara fofa com o dedo perto da boca ela mexia o corpo e subia a mão pelo rosto a bruxa rosnava em ódio mudando o humor de uma hora para outra

– Eu reino eu sou a grande bruxa eu sou tão superior a vocês que até mesmo sua heroína reconhece isso ela mesma falou que as Gardeas estão no topo e sabem da melhor? Nós subimos usando o corpo de seus amados lutadores e isso não vai acabar por ai tem muito mais de onde vem isso somos Gardeas somos indestrutíveis somos imparáveis e inabaláveis e não foi pelos nossos homens que nós nos tornamos assim somos assim por que nascemos assim as pessoas não compreendem meus deuses não compreendem o poder mesmo quando está na cara deles nós dominamos a NWR não foram nossos machos que fizeram isso foi apenas eu e minha irmã então chega de falatório querem cuidar da minha vida? Por que não fazem isso mandando seus amados lutadores pararem de serem bichas e lutarem comigo que tal assim eu provo que estou mais focada do que qualquer viado nesse lugar um bando de merdinhas se achando grande coisa mas na hora que vem o desafio correm feitos gazelas prenhas então sugiro que troquem de favoritos para falarem de mim

Ela caminhava com a mão na cintura a mulher gritou socando o chão ela batia com tanta força que parecia querer rachar o chão o corpo estava cheio de machucados pela briga que teve com Havoc ainda haviam faixas e hematomas espalhados pelo corpo da bruxa

– Quando eu coloquei os pés aqui fui ignorada e quem lutava comigo virava piada eu não tive holofotes em mim eu não tive grande entrada com chance a título principal não eu não tive e não me importo com isso podem se matar achando que vão ter alguma relevância com esse título porque não vão não são capazes disso...voltando ao foco...hoje em dia nada mudou apenas que não me ignoram porque eu sou mulher ou “pequena” me ignoram porque não podem comigo seus heróis todos caídos e abatidos pela bruxa e dessa vez quem perde pra mim não é piada é apenas mais um é assim que eu mostro que meu poder não está entre as minhas pernas mas sim na força que eu tenho em dar um soco na boca de quem fala que sou resumida a isso ou resumida aos homens que visitam a floresta e gostam de ficar na casa da bruxa

Ela arqueou uma das sobrancelhas a mulher passava as unhas pelo corpo estava se machucando em uma tentativa de conter a raiva que a consumia

– Meu talento vai além do que podem combater meus deuses não brincam eu quero cada alma cada pessoa é um alvo ninguém está livre das minhas garras grandes nomes já caíram na frente da bruxa e isso vai continuar cada dia mais todos podem negar as sombras podem negar o que se esconde nela mas não podem evitar de serem vistos pelo o que habita ali..eu provo como estão errados quando coloquei a modelo abaixo meramente por prazer para mostrar que sou a mulher mais hardcore desse lugar que eu tenho mais bolas que todos juntos na verdade a Lady e a Jojo tem mais bolas que todos os homens daqui porque elas fizeram um clubinho para derrotar eu e minha musa loira coisa que nenhum outro bostinha teve sequer coragem de o fazer ameaçar queimar as bruxas é uma coisa ter colhões para o fazer é outra

Ela deu de ombros andando pela sala ela sumia nas sombras enquanto caminhava ela falava baixo como se resmungasse com alguém

– Minha filha não pode desobedecer a mamãe eu estou sempre de olho em você e sugiro que saia da aba dessas meninas antes que se machuque junto com elas eu e a Narkissa estamos no topo que um dia você vai chegar minha filha os deuses sabem disso você tem potencial mas não vai ser por cima de mim ou de sua tia eu poderia falar mais sobre isso porém você já se manifestou e meus deuses falaram que está tudo bem nós perdoamos tal mãe tal filha sempre buscando o poder e a destruição mas nesse caso vai ser a destruição nossa que seu grupo quer...podem tentar eu vou amar colocar a heroína e a modelo numa cruz e pendurar no meio do ringue para todos esses lixos verem que eu não estou brincando seu clubinho Lady vai ser massacrado pelas trevas das Gardeas nós vamos as destruir até não sobrar nada quem fica no caminho de uma bruxa acaba queimado mas sempre gostei de competição e você sabe que nós não fugimos de uma boa briga então vamos esperar para esse confronto

Ela gargalhou enquanto voltava a aparecer na filmagem ao menos a silhueta dela que estava em pé no escuro

– Caiam aos meus pés e beijem a lama porque eu vim para ficar e dominar espalhar o caos quem me odeia vai odiar muito mais quando eu derrubar uma das GM o que me torna melhor ainda quando eu bati na modelo ou quando fazer essa luchadora conhecer meus deuses de perto ter os pais torrados vai ser o menor dos problemas dela quando a bruxa querer brincar eu sempre falo que todos são meus alvos mas esquecem disso e cismam em falar de mim eu sou sempre o foco porque sou o real perigo por aqui o real mal a dor de cabeça a sombra emissária dos homens com chifres dona do destino de cada um eu decido quando vão sair com vida ou em partes reconhecendo isso a heroína buscou reforços...Jojo e Dani minha filha tem uma pitada de escuridão no coração dela ela não pode negar as sombras filha de bruxa bruxinha é e ela sabe disso enquanto a modelo só está buscando por atenção usando a mascarada que como sempre ressaltei desde quando ela chegou tem muito talento chamem isso de Clube dos interesses cada uma usando a outra para conseguir algo minha filha é ingênua mas acho que os deuses abriram os olhos dela assim como eu pedi...as lições deles costumam ser dolorosas minha filha fique esperta

A bruxa se mexia sem sair das sombras ela estava com os braços para trás quando começou a rir baixo ela caminhou novamente para a luz que piscava bastante

– Para os que duvidam da minha capacidade vou a provar no Clash fazendo novamente um combate sem regras assim como deve ser enquanto os grandes machões ficam falando dos homens que eu saio ou se preocupando com eles por mim eu vou estar no maior evento da empresa batendo na cara de uma puta ruiva que foi grande no passado então continuem se preocupando com a minha vida amorosa ou sexual porque assim eu vou poder socar cada um fazer cair de joelhos ouvir os ossos quebrando e depois levantar o braço enquanto os fãs choram incrédulos que novamente a bruxa vadia sai vitoriosa a mulherzinha insignificante detona os grandes e constrói a floresta maldita...fiquem do lado da bruxa ou sofram com a queda de seus ídolos eu sou a destruidora de nomes eu enterro todos os colocando como brindes nomes sujos não importa quantas vitórias tenham sempre serão lembrados por perderem pra mim porque eu sou grande e maior que todos os seus heróis juntos meu nome que eu SOZINHA construí lutei por ele e eu não irei admitir ser difamada sou mulher sou a campeã cursed e meu reinado nunca acaba..Lady me chamou de rainha agradeço o elogio mas não sou rainha eu sou bruxa algo além de uma mortal com nome ou com título ganhado de marido ou família...eu sou mãe das bruxas ganhei títulos pela minha força montei minha floresta aos poucos fiz todos que riram de mim apostarem ao meu favor como puderam ver que tantos nomes estão torcendo e muitos não gostaram do que fizeram comigo vê? Uma rainha tem que ser boa para ficarem ao lado dela agora uma bruxa faz todos verem que ela pode ela é a melhor sem nem mesmo pedir ou gostarem dela pra isso

Ela abriu os braços estava com o cursed na mão que ela pegou nas sombras a mulher mostrava ele para a câmera e alisava

– Foda-se cada um de vocês eu não preciso de seu apoio eu não preciso de redenção nem aprovação de ninguém muito menos provar algo eu irei provar porque quero ver suas carinhas deprimidas quero ver reinos caírem e vou levar os nomes comigo para o fim da linha mandem baterem de frente comigo façam eles provar que estou errada e não sou a melhor que não faço se esconderam ao ouvir meu nome nunca fugi de uma briga sequer não importa se venço ou não almas fracas caem e eu tenho o poder para as tirar....Katrina vai sentir isso ela vai entender porque preferem falar que sou uma puta do que falarem de meus combates podem me chamar de qualquer coisa exceto perdedora ou chorona medrosa...no final todos vão queimar na ira dos meus deuses

Ela prendia o título na roupa enquanto secava as lentes da câmera ela passou a língua nós lábios

– Bode....meu amado bode acabe com essa vergonha que chamam de lutador queime o inquisidor o faça sofrer você confiou em mim você soube assim que bateu os olhos em mim que eu ia além de uma mulher fraca e eu vi o seu potencial te mostrei minha fé você foi o escolhido o homem que eu amo vamos queimar esses filhos da puta mostre sua força não deixe ele vivo eu quero que ele sofra eu quero que ele sinta na pele o quão fracassado ele é o quão pequeno é o poder mental dele não níveis de inteligência estou falando da força mental...você tem isso ele não facilmente abalado sempre mostrando melancolia um homem infeliz ele merece morrer na dor ser consumido por ela e devorado pelos nossos deuses os gritos dele faram esses lixos verem que as trevas não podem cair estarei sempre do seu lado se for para queimarmos que seja juntos a dor nunca incomodou nenhum de nós não é mesmo meu bode?

Ela sorriu com amor para a câmera e esticou a mão como se quisesse pegar no homem havia confiança no olhar da bruxa

– Cada vez mais forte cada vez incomodando mais ainda é isso que eu sou essa sou eu Violetty Gardea amem ou odeiem pouco importa ainda serei a melhor no final do dia

Ela sorria com crueldade e ia se aproximando da câmera andando rápido

– Corram o mais rápido que puderem a bruxa está solta e ela quer almas a divisão cursed vai ser banhada com o sangue de todos que pisarem aqui...ninguém vai sair inteiro

Ela segurou a câmera como se fosse o rosto de uma pessoa

– Se curvem ou morram

Ela dava um soco com força na câmera que caiu no chão a lente rachou e ficou manchada de sangue a filmagem distorcia até ficar escura e acabar a transmissão


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 13.07.17 10:20

Vídeo postado no site Oficial da NWR


Quando a gravação a loira está sentada em um ambiente parcialmente escuro, o chão parecia ser feito de areia ou terra pois, a mulher enfiava suas unhas na areia, ela tinha um sorriso nos lábios enquanto mexia a cabeça para os lados ela estava negando algo com sua cabeça, tinham pedaços de manequins, bonecas quebradas dentre outros objetos no chão, o lugar tinha uma luz que estava um pouco fraca mas ainda iluminava o ambiente, ao menos um pouco, não parecia ser uma sala ou um lugar pequeno. Narkissa olhou para a câmera que chiou e depois para o alto dando risada de alguma coisa, ela tinha algumas bandagens pelo corpo, a loira mordeu o lábio inferior e respirou fundo.


- Falar, Falar, falar, e FALAR! É só isso que sabem fazer??? FALAR? Calem a porra da boca seus pedaços de lixo! Isso está me dando dores de cabeça!

Ela colocou uma das mãos na cabeça representando como se estivesse com dor mesmo, depois voltou a bater com a mão no chão fazendo certa poeira se erguer.

- Seus anjos não podem nos derrotar! Seus heróis caíram perante nós, porque continua tentando nos derrubar? NÃO VAI CONSEGUIR! Desista de uma vez. A luz deles é fraca demais para sequer nos fazer cocegas e sua melhor pedida foi corrompida pela minha irmãzinha a grande Bruxa. Nada pode nos parar agora....Desista de sua uma vez  aceite logo a destruição....

A loira falava olhando para cima, estava falando com alguém ou algo, ela em seguidas deu risada e mexeu a cabeça para os lados de forma brusca antes de parar repentinamente.

- Nós incomodamos vocês? Nos irritamos vocês? Vocês querem que nós vamos embora? Que tudo volte a ser como antes? É isso que querem?

A loira falava com duvida em sua voz, fazendo varias perguntas ao vento, ninguém a responderia ali. Até ela olhar diretamente para a câmera e sorrir.

- Não vai acontecer! Viemos para ficar, quer queiram ou não! Se estão incomodados cairão fora da NOSSA federação! Vocês são pedaços de merda descartáveis, nós mandamos aqui agora, decidimos quem ganha ou perde, esse lugar é governado pelas Bruxas, aceitem logo esse fato ou vazem daqui! Falta não vai fazer lixo de merda.

Ela terminou de falar e desviou seu olhar da câmera.

-  Nada vai nos fazer ir embora daqui, então vão se foder. Nós lutamos e vencemos, te incomoda? Foda-se! A gente não dá a minima para cuzões covardes que gostam de falar, e falar, mas não fazem porra nenhuma nessa merda de lugar! Então cale essa boca antes que você seja jogado fora como o lixo que é! Aceite a realidade, vocês não tem mais poder aqui, as coisas mudaram e vocês detestam esse fato não? Odeiam a gente porque sabem que somos melhores, que somos superiores, que NENHUM de vocês filhos da puta tem culhão o bastante para nos enfrentar frente a frente! Então preferem reclamar baixinho, mas os Deuses nos contam seus merdas e adivinhem só??? Vocês irritaram as Bruxas! Irritaram aquelas que mandam nos seus destinos ridículos! Seus passados não servem de porra nenhum pra gente, suas palavras são merdas de pessoas patéticas que foram mimadas demais e agora que a mamadeira acabou querem mais! Mas deixa eu te contar uma coisinha: ISSO ACABOU!

Ela falava com raiva em sua voz, sua respiração estava acelerada, ela apertava a mandíbula.

-  Nossos relacionamentos te incomodam? Pau no seu cu. EU DOU PARA QUEM EU QUISER! Sim eu dei para o King e deixa eu te contar ele fode bem pra caralho! Eu dei para o Sudz mesmo e foda-se, e eu dei pro Havoc também, e dou de novo e de novo quantas vezes eu quiser! Se não gosta vai embora, a porta da rua é serventia da casa. Hipócritas escrotos, vocês vão desejar nunca terem pisado nesse lugar de novo, nós vamos fazer vocês voltarem correndo para sua mamãezinha seus merdas! E sabe porque? PORQUE PODEMOS! Vocês não mandam em porra nenhuma mais aqui, porque apenas não fecham essas bocas e vão lutar? Ou vão para a puta que pariu vocês.

Raiva podia ser percebida na forma como ela falava, a loira estava inquieta, ela não parava de se mexer ou passar a mão no cabelo de forma brusca e rápida. Seus olhos ficavam olhando em volta procurando algo na escuridão.

- As Bruxas vão ficar! As Bruxas mandam! Aceitem queridinhos, pois a NWR está em uma era escura e sombria e quem manda nessa merda somos nós! As Rainhas das trevas! As noivas do Diabo! Aquelas que vocês desprezam e odeiam! A SABE DE UMA COISA? Não damos a minima para seu ódio, pois estamos aqui para incomodar mesmo, irritar mesmo e mostrar para os lixos que nunca vão ser melhores que nós, que não vão ganhar da gente, que a época de vocês acabou a muito tempo atrás e agora vocês querem o controle novamente e não vão ter, e digo novamente, não gostou? VAI EMBORA! Saia pela porta da frente dessa federação como os covardes que são ou parem de chorar e reclamar e vem brigar conosco! Só que perai.....Ah, é verdade, vocês preferem falar pelas costas e se acovardar.

Ela deu risada ao terminar de falar e deu de ombros.

- Mas tem duas coisas em ser odiada, ou você é boa demais naquilo que faz e as pessoas sentem inveja e com isso acabam te odiando, ou elas não gostam do que você e acham no direito de julgar, em qual dessas duas será que estamos? Nas duas provavelmente, pois sabemos que vocês nos odeiam porque somos melhores que vocês, e é por isso que vocês não falam na nossa cara o que pensam e preferem falar pelas coisas, ou sussurrar para o vento, porque gente fracassada como vocês, tem medo, isso mesmo medo. Medo de porem a cara a tapa e a gente devolver com um soco, vocês nos odeiam porque mudamos as coisas, pobrezinhos.

Narkissa estava falando e era difícil saber qual das personalidades estava ali, quem falava cada coisa, as três estavam falando e isso deixava a loira ainda mais louca.

-  As coisas mudam, se é para melhor ou pior depende vocês! Acabou os privilégios, acabou o favoritismo, acabou tudo daquilo que vocês mais gostavam, agora quem é bom vai ter! Eu e a minha irmã NÃO precisamos chorar para ter títulos, não precisamos implorar para ter essas coisas inúteis, não precisamos disso para sermos boas, diferentes de vocês pelo visto. Sim, eu perdi meu titulo para meu ex namorado e tou pouco me lixando porque na merda do Clash eu vou recuperar meu titulo e esfregar na cara de vocês com todo o prazer do mundo, se não gostar pode vir tentar ele de mim, mas como já disse, vocês preferem reclamar escondido ao invés de falar na nossa cara, covardes.....Vão todos ser sacrificados.

A Russa se levantou devagar de foi andando em direção da câmera com um sorriso macabro em seus lábios, ela caiu de joelhos na areia e olhou para cima, procurando as palavras em sua cabeça.

- Estou cansada de fingir ser legal, estou cansada de chilique, cansada de homens patéticos que preferem se esconder a lutar, nós subimos ao topo usando seus egos como escada, nós estamos pisando em cada um de vocês, então....Podem reclamar, chorar, cochichar, falar pelas costas pois é nisso que dá ser boa! É isso o que acontece quando você faz algo melhor que os outros, você é difamada, é julgada, é exposta, é ofendida e adivinha? Não ligamos, quer falar que sou melhor na cama que no ringue? Fale, porque sou mesmo! Eu fodo melhor que qualquer mulher por ai, ao menos King teve coragem de falar a verdade na minha cara ao invés de ficar quietinho, e eu admiro isso de verdade. Nós não ligamos para a opinião de terceiros, nunca ligamos e não vai ser agora que vamos começar a se importar.

Ela estava ofegante e sua boca um pouco seca de tanto falar, mas sua insatisfação e raiva estavam ali presentes, ela estava realmente furiosa.

- Duas fracassadas formaram um grupo para nos derrubar HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAA Vão ser massacradas feito vermes! Chega de ser boazinha, chega de ser a vilã de quadrinhos. Vamos destruir TODOS que se oporem as nós duas, as Gardeas chegaram no topo e não vai ser uma modelo fracassada e uma falsa heroína que vão tirar isso da gente! Vocês duas já padeceram em nossos pés e vão fazer de novo, podem pedir apoio dos fãs, apoio de onde quiserem porque ainda não vai ser o bastante.

Ela abriu os braços mostrando em volta, mas.....Não tinha nada em volta, apenas poeira e escuridão. Narkissa se aproximou mais da câmera e olhou em volta, ela estava perdida.

-  Vamos destruir carreiras.....Destruir sonhos.....DESTRUIR VOCÊS! E não tem nada que podem fazer para mudar esse fato, nada que digam ou que façam, pois a realidade é que as Gardeas são fortes demais para os anjos fracos que essa federação tem, os heróis fracassados, pessoas que não tem um pingo de talento mas cismam em falar que tem. Engraçado é ser julgada por pessoas que são mais perdidas do que você, pessoas que precisam de apoio psicológico para ter o que fazer, ou que ficam reclamando da vida ao invés de ir lutar......Mas gostam de julgar a mim e a minha irmã! Julgar o que devemos fazer com nossas vidas.....Patéticos e irrelevantes.....

A loira parou de falar do nada a colocou a mão na cabeça, ela apertou seus cabelos e rangiu os dentes, seu nariz começou a sangrar talvez tantas vozes fossem demais para seu cérebro suportar.

- Cuidem de suas vidas medíocres e nos deixem em paz!...... Argh! CALA A BOCA! Minha cabeça dói tanto.....

Novamente a loira punhas as mãos na cabeça, sua respiração estava acelerada sua risada ecoava pelo lugar enquanto ela dava uns socos na cabeça para fazer as outras ficarem quietas.

-  Acham que ser chamada de puta é uma ofensa? Acham que ser chamada de coisas baixas vai me ofender? Eu sou mesmo, e sou a puta que vocês odeiam mas mesmo assim é melhor que todos aqui. Sua luz não incomoda pois ela é fraca comparada com a escuridão que represento, suas palavras não vão fazer que a ERA DAS GARDEAS ACABE! Seu choro apenas vai nos fazer querer destruir cada parte de vocês, suas palavras só vão fazer nosso ódio crescer, enquanto nos odeiam por sermos más, sermos promiscuas, sermos Bruxas, sermos seja lá o caralho que vocês dizem ainda estamos lá em cima, pisando em seus orgulhosos, destruindo seus sonhos, e aqueles que batem de frente conosco são merecedores de algo, aqueles que viram a mudança e aceitarem merecem algo, agora a covardes babacas?

Ela fez uma pergunta escuridão com a voz repleta de sarcasmo, ela riu, alguém respondeu a pergunta dela pois a mulher balançava a cabeça afirmando e concordando com algo.

- O que deveriam ter ganho desde o princípio. Nada. Agora querem chances ou melhor....Exigem chances como se fosse direito eles terem isso, e não é, tem chance aquele que se prove bom, prove que merece não pessoas patéticas. É tão desgastante ser a melhor, pois temos de lidar com gentinha querendo atenção mas sempre da forma errada, uma coisa interessante que os Deuses nos ensinam é: Vingança é um prato que se come frio. E pode ter certeza que vamos nos vingar, então....Feche a boca e aceite ou vá embora, ninguém vai te pedir para ficar, ninguém vai te impedir. Pare de reclamar e vai atrás de quem se importe com sua opinião pois eu e a minha irmã não ligamos, vai ter Bédea para sempre, vai ter tudo o que quisermos que tenha pois as Bruxas estão no comando, os Deuses estão no poder, e ninguém aqui tem mais poder que Eles, agora pare de falar e faça algo, pois as Bruxas que vocês julgam estão esperando vocês tirarem a cabeças de suas bundas e do passado de merda de vocês e virem enfrentar o futuro da NWR.

A loira pareceu bem calma em suas palavras subitamente. Ela se pôs em pé e colocou as mãos para trás e andava de um lado para o outro, sua mudança de humor era bem evidente, antes um animal cheio de ódio e agora uma mulher calma e com palavras duras.

- Se gostam tanto assim do passado, ou do que as carreiras de vocês eram nele, façam o seguinte: Voltem para ele. Voltem para os outros lugares, pois o passado não vale de nada, o que vale é o presente e no presente vocês são ruins então......AH melhor ainda, vocês só não querer perder para "divas"? Por isso ignoram e evitam eu e a minha irmã? Agora entendi, além de ruins são viados também? Graças a Lilith ainda tem uns homens de verdade nessa empresa, eu podia citar nomes como King, Robert, Valugi, Lady....Ah não pera essa é mulher, mas mesmo sendo mulher ou não, ela não tem medo de enfrentar eu e a minha irmã e ainda tem coragem de dizer na nossa cara o que pensa, mesmo sendo suicídio fazer isso.

Ela deu de ombros quando terminou de falar, ai ela parou de andar e colocou a mão no queixo fazendo uma cara pensativa.

-  Ela formou um grupinho para tentar, repito TENTAR, derrubar a ditadura Gardea. Ela e a modelo querem nos enfrentar, pois elas levaram a serio demais os apelidos de anjos, culpa nossa, mas elas ainda não entenderam que elas são o sacrifício. O Deus delas mandou as duas para serem sacrificadas por nós, assim como ele mandou o filho dele para a morte mais sofrida por esse mundo podre e imundo, os cordeiros do ritual acham mesmo que vão ter alguma chance, e ainda por cima tentam jogar família contra família belas heroínas vocês são.

Narkissa falava de forma sarcástica e depois bateu palmas para as mulheres.

- Vocês não vão vencer, pois nossa doença está bem enraizada e cresce a cada dia. Os Deuses mandam e nós obedecemos, é simples. O seu Deus gosta de fazer sacrifícios para o "bem maior" a história deixa essa parte bem clara quando ele afoga milhões de pessoas, ou manda seus arcanjos massacrarem uma cidade inteira, e vocês estão ai para isso, serem derrotadas para o "bem maior" serem destruídas para conter a sede de sangue crescente em nossas almas mergulhadas em pecado. Tudo faz parte do plano, saiam dessa antes que vocês se machuquem de verdade, pois agora as Bruxas não querem maios brincar de casinha, elas querem mesmo é o sangue e a almas dos adversários para entregar de sacrifício para nossos Deuses. Com ou sem o titulo ainda somos as melhores aqui, quer queiram ou não.

A Russa passou a mão pelo cabelo e se afastou da câmera, entrando na escuridão aonde a luz não alcançava, apenas sua voz era ouvida enquanto a lampada piscava as vezes.

- Havoc.....Havoc.......Havoc........VAMOS BRINCAR?

A imagem começa a tremer e chiar, a lampada acaba explodindo e seus pedaços caem na areia deixando tudo escuro e sons da loira pisando nos cacos são ouvidos, ele sabe muito bem estava falando.

- Eu vi seu lado negro! HAHAHAHA Pare de se esconder de mim pois eu conheço aquilo que rasteja na sua mente, eu sei de toda essa raiva contida dentro de você! Sei seus segredos......Cada.....Um......Deles.

Narkissa pisava nos cacos conforme falava, ainda estava escuro mas os pisões mostravam a aonde ela estava e era na frente da câmera mesmo não podendo vê-la.

- Vai ajudar se eu falar que você fez a vadia chorar? Ela chorou por cima do sangue que você fez derramar quando socou a cara dela tantas vezes que quase quebrou seu nariz, ela chorou mas não foi de dor, e olha que era muita dor, mas ela chorei porque....Não queria que vocês dois terminassem assim, mas EU quero! Eu quero sua raiva, eu vou fazer você matar ela se não se soltar e mostrar que você não é só um babaca.

Quando a luz volta a loira está bem perto da câmera, filmando seu rosto todo sujo de areia e sangue misturados com a maquiagem borrada.

- Você sabe muito bem que posso te obrigar a fazer isso, apertar o pescoço dela não te fez bem? Não te fez querer quebrar ele só para a ver morta? Ou apertar tanto e assistir ela sufocar em suas mãos enquanto os olhos dela imploram para a soltar? ADMITA! Você gostou do sangue, gostou da dor que causou, gostou de a ver indefesa, você é um predador e nas suas mãos ela vira sua caça, indefesa e ridícula. Veja só.

Ela se afastou um pouco da câmera e abriu a blusa da loira tirando algumas bandagens  e mostrando as marcas da mão de Havoc que ficaram marcadas no pescoço da loira, marcas vermelhas das mãos DELE.

- Foi divertido não foi? É isso que você quer. Eu vou te forçar a machucar ela até ela ver que você é um monstro e se afastar de você, eu vou te fazer torturar ela até ela ter medo de você, pois aquilo que você esconde é pior do que eu, por isso Eles gostam de você, por isso a boneca quebrada não foi punida por perder o titulo, porque VOCÊ é pior que eu e a Violetty juntas. QUE DIVERTIDO.

Ela deitou a cabeça para o lado e pegou a câmera, mostrando os machucados que Havoc fez na mulher enquanto ela ria, para seu lado oculto não parecia ser um problema ela querer incitar o homem a destruir a loira, era como se fosse um jogo doentio para Ela.

- O tempo passa enquanto eu espero aqui....Nas sombras vendo você tentar reprimir seu lado oculto com piadinhas, brincadeiras ou a coisa mais imbecil do mundo, Amor.

Ela diz com desdém e fazendo como se fosse vomitar a palavra "amor".

- Você não pode se esconder de mim Havoc.....Eu vou te pegar, pois estou com as chaves da sua jaula e você querendo ou não eu vou abri-la. Até o Clash.

A mulher beijou a lente da câmera a sujando com sangue que estava escorrendo de seu nariz, fazendo a marca do lábio da Russa. Narkissa soltou a câmera que caiu de suas mãos e a imagem mostrada era o sorriso da loira junto da escuridão, logo a câmera bate forte contra o chão destruindo sua lente a risada da loira era ouvida até a tela ficar toda escura e a gravação ser interrompida.


Vídeo encerrado.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
ShadowEnigma

Mensagens : 13
Pontos : 17
Reputação : 4
Data de inscrição : 10/02/2017
Idade : 12
Localização : portugal/aveiro

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ShadowEnigma em 13.07.17 10:50

jonhy falando- eu li remores que kevin, o gordo que tem estado a fazer melissa- ira returnar.

melissa falando para jonhy-mesmo que ele voltasse nao fará falta a ninguem.

jonhy-eu penso que ele fez muita falta.

melissa- deixame procurar...

jonhy-procurar onde?

melissa- onde pedi a tua opiniao wooohhhhohohohohwohwohoh Cool

de repente luzes se apagao.
e comessa atucar "no céu tem pao"
e todos ficao impressionados por que temos de volta o kevin.

kevin-desta ves eu vim para lutar (cumer) esta na hora de fazer gordices.

e assim o kevin acaba a dizer que ira ser campiao.
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 65 - ENTREVISTA COLETIVA EM BIRMIGHAM

Mensagem por King em 13.07.17 11:06

Birmingham, Inglaterra – Quarta-Feira

Tinha terminado de fazer meu treinamento na academia do hotel Hilton Garden, por volta das 17 horas, estava realmente exausto, mas animado para meu PPV. Peguei o elevador social e fui direto para meu quarto no décimo andar, antes de um compromisso comercial da NWR. Ao entrar no quarto, bebo um pouco de água e pego meu tablete para saber das notícias sobre o PPV. Percebi que havia um e-mail não aberto no Outlook e minimizou o navegador do tablete para ler o e-mail. Ao ler o nome do remetente, fiquei muito feliz e li a mensagem com prazer:

Caro King, como está campeão? Eu acabo de receber a passagem aérea e o ingresso do PPV! Cara, eu nem acreditei que poderia estar neste PPV e foi muita surpresa para mim, muito obrigado. Hoje de madrugada estarei pegando o voo para a Inglaterra e nos veremos no hotel, ok? Desejo muitas alegrias para você, que esteja focado na luta e que consiga sua redenção. Vou terminar de arrumar as malas e em breve estarei aí para torcer por ti, forte abraço.
Luiz Paulo, Brasil


Bebi um pouco mais de água, sorri ao ler o e-mail e voltei minhas atenções para o site da NWR. Duas coisas me chamaram a atenção, Dani Ribeiro e Erick Morgan! Li com atenções as atualizações e depois fui tomar meu banho para esclarecer as ideias e me preparar o evento promocional que será realizado daqui algumas horas. Pensei bastante nas palavras ditas por Morgan e principalmente na arrogância demonstrada por Dani Ribeiro em me comparar a um Jobber, enfim, apenas palavras. Termino meu banho e com a toalha enrolada na cintura, abro o guarda roupa e escolho a roupa que será usada logo mais: calça e camisa social preta, paletó escuro e um relógio da Guess dourado. Faço um pequeno lanche com frutas e queijo branco, antes de me dirigir a coletiva de imprensa.

Leio novamente as atualizações do site da NWR e ouço o telefone do quarto tocar. Atendo e ouço o recepcionista me informar que a coletiva de imprensa será realizada em 30 minutos, agradeço pelas palavras, desligo o telefone e me preparo para coletiva de imprensa.

Pego o elevador e sigo para a coletiva de imprensa, encontro-me no elevador com Melissa que também estava hospedada por lá, no caso, no sétimo andar. Ela me cumprimenta e conversamos um pouco, de forma bem amistosa:


Melissa – Boa noite, King, está muito elegante.

King – Boa noite, Melissa, obrigado; como está?

Melissa – Vou muito bem, meu pescoço está totalmente recuperado.

King – Fico feliz por isso.

Melissa – Obrigado e pelo visto, tem encontrado a paz interior né? Parou de agredir as pessoas!

Melissa sorri ao falar tais palavras, algo que nunca a vi fazer, porém, me mantive sereno e disse:

King – Estou procurando diariamente por esta paz.

Melissa – Que a encontre, nos vemos na entrevista de daqui a pouco.

O elevador abre e ela caminha para o lado direito, enquanto sigo o caminho oposto. Um dos funcionários da NWR me conduz ao salão onde será concedida a entrevista. Entro e percebo um quadro branco todo colorido na parede, atrás da mesa de madeira em que responderei as perguntas e questionamentos dos jornalistas. O salão tem um piso de madeira, com detalhes em roxo, todas as cadeiras do local são roxas e suas paredes todas brancas. Sento-me na mesa e ouço as instruções do funcionário da NWR a respeito da entrevista, o tempo de duração e demais detalhes sobre este compromisso comercial. Exatamente as oito horas da noite, tem início a coletiva de imprensa. O local estava lotado de jornalistas da crônica esportiva e afins. Vejo o rosto de Melissa na segunda fileira, duas cadeiras a direita estava Johnny Waterfall, Matt Striker e Vampiro.

A sala está bem agitada e percebo conversas paralelas entre os jornalistas e cinegrafistas presentes. Haviam câmeras espalhadas por vários lugares e nas laterais da mesa, dois grandes tapumes com a logo da NWR e enfatizando o PPV do dia 14 de julho. Antes do início da entrevista, aparece do lado direito, pela porta em que entrei, o embaixador da NWR na Inglaterra, Sr. Valugi Barros. Ao entrar, ele é aplaudido por todos que ali estavam, inclusive eu, me levanto e o aplaudo e o mesmo vem em minha direção, nos cumprimentamos brevemente e ele com um gesto pede que as pessoas se sentem e o escutem, passados alguns segundos, todos já estavam sentados e em silencio esperando suas palavras iniciais:

Valugi Barros – Boa noite, senhores. É um prazer ser o embaixador da NWR na minha terra natal. Dando continuidade aos eventos promocionais da NWR, será realizada a entrevista com o lutador King Armstrong. Peço aos senhores que sejam objetivos em suas perguntas, para que todos os que solicitaram espaço para perguntas sejam atendidos. Obrigado King, por permitir esta entrevista e boa sorte em sua luta no PPV, que comecem as perguntas na ordem em que foram pré-estipuladas hoje à tarde.

As pessoas voltam a aplaudir Valugi, novamente fico de pé e o cumprimento. Tão logo me coloco sentado, se iniciam as perguntas, a primeira pessoa que se levanta é um homem com traços indianos, sentado no meio do salão. Um dos funcionários da NWR, leva o microfone sem fio até o homem e ele faz a primeira pergunta da entrevista coletiva:

- Boa noite, sou Aston Marjara da ESPN e gostaria de saber de você, como se sente em relação a sua luta no PPV? Está totalmente preparado para ela?

King – Boa noite, Aston. Me sinto totalmente motivado para o combate, aliás, estou totalmente focado e preparado para minha luta no PPV e pretendo ser o primeiro Elite Champion da NWR.

Na fileira da frente, levanta-se um jovem loiro, com bigode, vestindo um paletó verde e camisa laranja. Ele sorri ao segurar o microfone, lê o pedaço de papel que estava em sua mão esquerda e diz:

- Sou Alfred Miller, do jornal Dublin Post. King, nos últimos dois shows você obteve vitórias, porém, a última foi em razão da ausência do seu oponente, acredita que isso passa uma falsa impressão sobre a sua superioridade?

King – Bem Alfred, não tenho culpa sobre o incidente ocorrido com Robert, em razão de não ser um dos mascarados que o atacou sem motivo. As vitórias são importantes, mas não representam garantia de nada. Sobre a questão da superioridade, bem, deixo a critério daqueles que irão comentar minha luta.

Um simpático Matt Striker se levanta, bem a minha frente, ele com um aceno de cabeça me cumprimenta e ao pegar o microfone diz:

- Boa noite, sou Matt Striker e trabalho na El Rey Network. É visível em você, uma serenidade que não existia anteriormente. De máquina da morte, transformou-se em um lutador justo e forte, a que se refere esta mudança de personalidade e aonde pretende chegar com isso?

Sorrio para Matt, antes de responder sua pergunta:

King – Boa noite, Matt. Fico feliz em revê-lo e ao lado de um ícone do pró-wrestling como o Vampiro. Eu continuo uma ameaça letal aos meus adversários, porém, hoje tenho paz anterior e não preciso me camuflar na imagem do eterno Power House que destrói tudo e sai ileso. Sou um irlandês melhor do que antes e pretendo alcançar as metas que tracei para a NWR, o Elite Championship é uma delas.

Ouço alguns aplausos após minha resposta, porém, me mantenho calmo e aproveito para tomar água enquanto aguardo outra pergunta.
Aproximadamente quatro fileiras atrás de Striker, levanta-se uma loira de olhos verdes, com um vestido preto, justo e com um semblante sério. Ao receber o microfone, ele diz:


- Sou Jennifer Garner do London Post, boa noite. Ontem a lutadora Daniela Ribeiro postou em sua página pessoal, um vídeo, e entre os trechos que ela mencionou quero destacar o seguinte: Eu era uma Jobber que vai virar campeã. King era um campeão que vai virar Jobber. Essa é a verdade. Estas palavras te ofendem?

Algumas pessoas vaiam a pergunta, enquanto outras pedem silencio. Dou um leve sorriso, peço silencio aos presentes de digo:

King – Ela tem o direito de falar o que pensa, já fiz isso no passado. O que foi dito por Daniela não me machucou, logo, não me ofendeu; dentro do ringue saberemos quem falou a verdade, agora ser Jobber eu nunca fui e nunca serei, podem ter certeza disso. Eu perdi o cinturão, mas não vou me deixar abater por isso e vou lutar para conquistar o Elite Championship!


Após minhas palavras, fico sério e observo a maioria dos presentes. Melissa se levanta, pega o microfone e diz serenamente:

- King, boa noite. Você teve um romance com Narkissa Gardea, que deu o que falar na NWR, mas hoje vocês estão separados e pelo visto se tornaram inimigos mortais. Acredita que Narkissa e você poderão estar juntos novamente? E aproveito para perguntar seu palpite sobre a luta dela no PPV, obrigada.

King – Vou responder por partes e calmamente para não ser mal interpretado. Tive dois encontros com a Narkissa, foram muito interessantes e intensos, porém, por termos personalidades tão fortes não deu certo. Graças a minha incompetência, perdi o Intercontinental e ela conseguiu ser a campeã, mas perdeu o cinturão para o Havoc e acredito que os dois estejam em pé de guerra. Para que possamos ser um casal, ela vai ter que mudar radicalmente sua personalidade, algo que não irá acontecer pelo que conheço dela, então, viveremos separados. Sobre a luta, acredito que Havoc tem plenas condições de permanecer como campeão, caso queira, mas Narkissa tem meios para recuperar o cinturão.

Johnny Waterfall levanta-se e Melissa passa o microfone para ele, ambos trocam olhares de forma pouco amistosa. Waterfall pega o microfone, olha para mim e diz de forma descontraída:

- Aproveitando a pergunta da minha colega de NWR, quero saber tua opinião sobre as lutas do PPV e o que dizer da declaração que Erick Morgan fez ao teu respeito?

King – Olá, Waterfall, obrigado pelos questionamentos. Sobre o PPV, acredito que poderemos ter dois novos campeões, minha análise das lutas será breve e objetiva. Juan Pedro está de volta, mas conseguirá segurar o ímpeto de Brezinski? Acho bem difícil. Lady tem uma luta bem indigesta e que exigirá muito dela, Jigglypuff está em evidencia e acredito em sua vitória, apesar de torcer pela luchadora. Na Cursed Division, Violetty permanecerá com o cinturão, salvo alguma interferência inesperada a favor de Katrina. Na Intercontinental Division, uma luta bem interessante e que não favorece os envolvidos, se o Havoc estiver inspirado, conseguirá segurar o cinturão. No Main Event, a estipulação torna a luta completamente imprevisível, acho que esta luta será um divisor de águas: se o Bé vencer, se tornará insuportável como campeão, caso Maverick vença, mudará a história da NWR, a sorte está lançada. Na luta pelo Elite, acredito que os favoritos são Marjorie, Bruno e Erick Morgan por já terem sido campeões, eu corro por fora e as outras duas lutadoras poderão ser a pedra de tropeço dos demais. Serão vinte minutos de extrema intensidade e que será resolvida no detalhe.

King – Por falar em Morgan, li as declarações dele e só posso agradecer. Tivemos uma intensa rivalidade na Cursed Division e foi incrível! Fico feliz em seu retorno a NWR e iremos proporcionar um grande show para os fãs da NWR no PPV, pode acreditar; abraços para você.

Ouço os aplausos dos jornalistas e passados alguns segundos, um homem barbudo, gordo, usando óculos se levanta aproximadamente no meio do salão.

Ele recebe o microfone e diz com uma voz rouca:


- Sou Gregory Helms da British Magazine e minha pergunta é relacionada ao PPV. Caso Narkissa vença e você perca o Elite Championship, existe a possibilidade voltar a Intercontinental Division? E caso Bé mantenha o cinturão, você seria o homem que poderia derrota-lo?

King – Pergunta bem polemica, gostei da tua coragem. Bem, hoje estou na Elite Division, então não penso mais na Intercontinental Division neste momento. Trocamos muitas ofensas nas últimas semanas, então, existe uma possibilidade remota de nos enfrentarmos, mas não é minha prioridade neste momento. Sobre a NWR Division, Filipe Bé é o atual campeão e tem o maior desafio de sua carreira no momento, caso ele consiga superar Devon Maverick, alguém deverá surgir para desafiá-lo, não sou este homem no momento em razão das metas pessoais que estipulei nas últimas semanas, não interpretem como medo e sim questão de prioridades de vida.


Ouço os aplausos dos jornalistas, que duram alguns segundos. Valugi Barros aparece com o cinturão da Elite Division, do meu lado direito e senta-se ao meu lado. Ele coloca o cinturão sobre a mesa e vários flashes são vistos, bem como o som de câmeras fotográficas. O cinturão é muito bonito e faz jus ao nome que recebeu, belíssimo. Valugi pega o microfone e diz:

- Senhores, apresento a vocês o cinturão da Elite Division. Na noite de Sexta-Feira, dia 14, teremos o primeiro Elite Champion! Marjorie, Daniela, Ashley, Erick, Bruno e King disputam esta honra e que vença o melhor!

Valugi fica de pé e com um gesto da mão esquerda, pede que eu me coloque de pé:

- A todos os presentes, agradeço pela presença nesta coletiva de imprensa. Agradeço também, ao postulante ao Elite Champion, King Armstrong que em outra época foi um inimigo temível, mas que hoje em solo britânico tem meu respeito e mesmo fora dele.

Risadas dos presentes, ao perceber que Valugi foi irônico.

- Enfim, obrigado a todos e nos vemos no PPV, boa noite.

Valugi me cumprimenta e fazemos algumas poses para fotos, enfatizando o cinturão que ali estava sobre a mesa. Fiquei na sala de entrevistas por uns 30 minutos, enquanto serviam champagne e salgadinhos aos jornalistas. Conversei com alguns jornalistas, em especial, Matt Striker, Vampiro e Waterfall. Por volta das onze horas, estava no meu quarto. Tomei um banho, coloquei uma roupa bem confortável, liguei o som do meu Ipod e fui me deitar pensando no último dia antes do PPV.

avatar
ShadowEnigma

Mensagens : 13
Pontos : 17
Reputação : 4
Data de inscrição : 10/02/2017
Idade : 12
Localização : portugal/aveiro

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ShadowEnigma em 13.07.17 12:02

kevin-violetty nao esperes ser cursed championchip muito mais tempo acho que um certo gordo te vai tirar o titulo
mas nao fiques triste tu vais poder dizer que perdeste para o kevin shadow (um gordo qualquer) quando menos esperares
o gordo vai te...

kevin- esta na hora de fazer gordiceeeeees.
avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 13.07.17 12:08

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começava no que parecia ser um corredor com várias celas o lugar estava cheia de lixo e pichações Havoc estava de costas e sem camisa estava cheio de machucados pelos braços e bandagens nos costas ele mexia a mão e a respiração do homem estava pesada ele ficava se mexendo e bagunçando os cabelos até ele virar de frente para a filmagem estava todo machucado o homem apertava as mãos em um punho enquanto a voz da Narkissa em seu último vídeo ficava ecoando pela filmagem aquilo parecia irritar demais o homem

– SUA PUTA DESGRAÇADA!

Ele começou a gargalhar estava rindo muito ele batia a mão numa das celas e começou a socar várias vezes enquanto falava vários palavrões o homem estava fora de si

– A piranha quer brincar comigo? Eu vou te fazer sofrer tanto mas tanto que seus deuses vão me colocar no lugar deles a dor que eu vou causar em você vai ser maior que a dor que deve ter sido ganhar i título e ficar sozinha pois ninguém gosta de você eu apenas te fiz um favor afinal quem segurava o título não era a verdadeira campeã

Ele respirava fundo tentando controlar o ódio mas algo estava errado as palavras da loira continuavam altas chamando pelo pior dele a cabeça dele estava doendo era como ter ela na cabeça dele

– Eu vou aniquilar você farei o que a vaca mascarada não conseguiu arrancar você da cabeça dela na base da porrada rasgar seus braços eu..eu...eu....VOU ESTRIPAR VOCÊ SUA DESGRAÇADA VABAGUNDA!

Ele segurou a câmera mas depois se afastou ele começava a socar as coisas na volta dele claramente descontrolado a raiva havia dominado ele o homem não conseguia se concentrar

– Você não é nada sua puta não é porra nenhuma além de uma sombra da grande mulher que a Narkissa é você é só mais uma que serve pra ficar presa feito um animal nojento tudo mundo sabe que se acha a personalidade mais forte mas sabe que não é ela te usa quando precisa e depois te descarta porque é pra isso que você serve Hyde pra ser usada descartável mais inútil que a Bonequinha...devo agradecer a ela? Ou a minha grande succubus? Qual delas deu seu título pra mim?

Ele mostrava o inter que estava amarrado em uma das celas o homem dava risada empurrando a câmera com violência ele coçava a barba

– Não fale dela porque o animal aqui é você minha Kissa está infectada com você e eu vou te quebrar inteira me deu prazer imaginar o seu pescoço sendo quebrado por minhas mãos eu a machuquei e você vai pagar por isso a vadia descartável que você sempre foi e sempre vai ser um item Hyde isso resume você “Senhora Oculta” se fosse tão boa não seria oculta você não me conhece e não sabe nada sobre mim...eu e a Kissa temos assuntos para conversar mas isso só vai acontecer quando eu MATAR VOCÊ!

Ele abaixava as mãos do homem estavam tremendo ele estava segurando ele lutava contra a própria raiva o desejo por sangue ela estava fazendo isso com ele

– Você não tem força pra isso não quero mais saber de nada vindo de você e por isso eu decidi que vou te derrotar o chute vai ser apenas um aperitivo eu vou te arruinar na frente de todos fazer você passar vergonha a mulher mais fraca que habita na Narkissa sem ela você não é nada mas é incapaz de a destruir sozinha e quer que eu faça o trabalho sujo por você...entendo sua prostituta barata eu não trabalho de graça ainda mais para putas que não tem nada para oferecer

Ele olhava com ódio para a câmera o homem nunca havia ficado assim antes tão instável tão diferente ele começava a puxar a porta da cela e bater ela várias e várias vezes até quebrar e a grade cair então ele começou a chutar e pisar

– Está provocando algo que eu me recuso a fazer sua cópia barata saco de pancadas eu sei quem você é e eu não vou cair nos seus jogos você acha que foder minha cabeça vai me fazer acabar com a Kissa mas isso não vai acontecer porque quando eu perder o controle o alvo vai ser você e tudo o que você representa nem que eu tenha que cair nas sombras e me rastejar em vermes eu vou te pegar e quando isso acontecer você será esquecida será morta pelas mãos do bárbaro sua escrota imunda...vadia..puta...desgraçada! pedaço de lixo eu vou acabar com cada parte do seu corpo bater sua cara na cela até sair sangue no seu ouvido

Ele abaixou com a mão na cabeça gritando com raiva os cabelos do homem estava bagunçados enquanto ele estava tendo o surto ele puxava alguns fios mas sem arrancar ele levantava ofegante o homem começava a arrancar as bandagens mostrando os machucados

– Eu não preciso dessas merdas

Ele reclamou rasgando com os dentes e cuspindo no chão o corpo estava repleto de hematomas e cortes alguns profundos outros nem tanto ele apertava com tanta força a mão e as veias soltavam de seus braços a raiva era incontrolável

– Você quer que eu vire um animal igual a você porque está cansada de ser sozinha cansada de ser a única que não sabe a hora de parar está com medo de morrer sozinha e esquecida eu sou um perigo pra sua patética existência  porque a Kissa perto de mim ela não precisa de você eu vou fazer ela ver que você é inútil fazer ela jogar sua carinha linda na parte mais escura da cabeça dela e te largar lá mais presa do que nunca..medo porque o amor que ela sente por mim te faz ser esquecida....admita que é medo ADMITA!

Ele gritava em meio a raiva o homem tentava manter a calma mas a voz tremia e ele mexia os dedos e o corpo andando de um lado para o outro rindo passando a mão pelo rosto indo até os cabelos

– Surrar você vai ser o maior prazer que eu terei te fazer lembrar quem é o homem aqui quer tanto isso e quando conseguir vai sumir de novo igual fez com a Lady você é a coadjuvante nessa história nem é vilã tu presta par ser aparece e some quando convém a “Eles” uma boneca controlada por algo que você acha que conhece nada além de um castigo você não é nada Hyde NADA! Existe para fazer a Kissa se auto destruir mas percebeu que não pode não é? Ela tem força para te trancar “elas” tem força pra isso e agora quer que eu vá acabar destruir ela hahahahahaha a vagabunda precisa de mim e ainda se acha no direito de falar pra mim me esconder? Quem tem que correr nessa merda toda é você se esconda de mim volte para o seu buraco de minhoca e suma de uma vez por todas Hyde...eu prometo aniquilar você aquela cela vai ser seu funeral

Era ódio as palavras estavam sendo cuspidas por Havoc não era mais senso de humor ele estava bem sério em cada coisa que dizia queria acabar com a mulher

– Me fez machucar ela duas vezes porque eu não esperava você surgir mas agora eu sei o que você quer veio rastejando aos pés do bárbaro buscando a salvação da mente dela querendo sair das sombras me usando de pretexto..novidades para a putinha eu não vou fazer o SEU trabalho é mais divertido te ver se contorcendo para aparecer buscando seu holofote e eu vou te dar isso não é? A Lady conseguiu te animar mas eu vou te levar ao extremo um de nós vai sair morto Hyde e eu vou com certeza fazer ser você seus gritos vão ecoar seu braço vai ser quebrado cada parte sua...EU VOU MATAR SUA EXISTENCIA!

Foi quando novamente ele gritou o homem apertava a mandíbula rangendo os dentes enquanto falava a voz saia baixa mas transparecia a raiva dele  ele engoliu em seco olhando para cima

– Seu lugar é numa cela..junto com....isso

Ele falava de si mesmo estava com desprezo e nojo na voz era uma mistura de sentimentos ruins

– Está pronta para ser mesmo levada ao limite? Quer mesmo brincar comigo? Eu te avisei uma vez e vou avisar de novo a única que vai sofrer nessa história é você e não pense que é porque a Kissa ainda está ai que terei peninha ela vai entender quando você desaparecer eu mesmo vou te exorcizar na base da porrada na base do sofrimento e da dor fazer você entrar na minha raiva algo mais perigoso como você mesma teve a felicidade em concordar..eu não quero o título eu não preciso dele mas sua cabeça numa bandeja me parece uma boa ideia e será exatamente isso que eu farei a Kissa pode me perdoar um dia eu não queria machucar ela eu não podia e eu não tinha o direito...mas agora não tem volta vai ser eu e você numa cela na qual somente um vai sair com vida e eu tenho certeza que serei eu você nunca mais vai voltar

O homem dava risada mostrando a grande animação ao falar sobre isso ele estava perdido parecia animado com a ideia de a machucar ele renegava e depois mostrava animação era um conflito

– Muitos desses lixos aqui de cima querem fazer o melhor combate para reter títulos ou ganhar e eu só quero uma coisa te machucar muito tem razão eu gostei do sangue gostei da dor me sentir vivo de novo em algo sangrento...mas era porque eu sabia que a dor passaria pra você cada soco foi pensando em você amozinho eu sei que gosta quando bato com vontade

Ele levou a mão até o rosto e respirava rápido buscando ar ele pegava o título e mostrava para a câmera

– Esse é o seu passe só de ida para o meu inferno depois não vai ter volta para a Miss Hyde...espero que esteja pronta para o real sofrimento Puta Oculta

Ele falava e logo em seguida batia com o título na câmera a derrubando no chão os pés do homem estavam sendo filmados ele virava indo embora com o cinturão no ombro a imagem acabava apagando dando fim a transmissão


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 13.07.17 16:14



Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia em uma espécie de corredor, bem estreito. As cores são branco e preto, 50% de cada. A imagem está meio escura, sendo assim, não dá para ver direito o local. A câmera se aproxima mais e mostra o homem sentado em uma cadeira de madeira. Ele traja uma calça jeans, uma blusa regata branca, um chapéu preto, e um tenis preto. Ele está com um semblante sério, dando risada de algo. Ele passa sua mão direita na barba e diz:

Juan- Olá nobres fãs do Pró Wrestling! Como vão ? Depois de muito tempo eu reaparecei, salvando meu amigo, daqueles três idiotas, e ironicamente um deles terá o azar de me enfrentar no Clash Of Revolution! Em uma Hardcore Match. Essa estipulação é muito divertida, pois ela permite que você leve seu adversário ao limite! Mas no caso eu farei Christer ultrapassar o limite dele! Farei ele se arrepender de ter me dado aquela cadeirada!

A voz do homem sai com um tom de fúria. O homem abre um sorriso maldoso, enquanto abre e fecha sua mão direita repetidamente.

Juan- Sabe Christer, você me surpreendeu. Teve um ato de coragem, isso é bem legal, para dizer a verdade, mas nesse caso, foi o maior erro que você poderia cometer em sua miserenta vida!

O homem tira o chapéu, enquanto dar gargalhada, o som é encoado pelo local, a imagem fica trêmula, mas ao mesmo tempo se clareia um pouco.

Juan- Sendo sincero, vejamos, acha mesmo que é capaz contra mim? O terror de PPV! Infelizmente obtive minha primeira derrota em PPV no Royal Rumble, mas ela foi a primeira e será a última! Então Christer fique atento pois eu posso te supreender!

O homem coloca o chapéu, enquanto passa suavemente sua mão esquerda em sua barba a balançando para os lados lentamente.

Juan- O que pretende fazer comigo? Dar cadeiras até você se cansar? Ou talvez me tacar na mesa dos comentaristas? Não! Mesmo que você tente algo, você não irá conseguir! Mas que tal, eu deixo você me dar um soco. O que acha?

O homem abre um sorriso sarcástico, enquanto mostra um ar pensativo.

Juan- Se pelo menos, você conseguir me dar um soco, já será algo para se lembra, ou discorda? Hahahaha, eu morro de rir, só de olhar nessa sua cara feia! Sempre sério, tentando colocar marra... Hilário... Eu quando for te pinar, vou ficar de olhos fechados, ok? Ou têm algum problema? Se ter problema é seu!

A imagem fica mais escura, a cada segundo que passa. O homem fica batendo com seu pé direito no chão, fazendo um grande barulho, que é encoado pelo local, fazendo o homem coloca suas mãos em seus ouvidos.

Juan- Mas me diga, o que te fez pensar, que aquela cadeira iria ficar impune? Ou por acaso, já sabia que teria um castigo? Uma consequência, que com essa sua capacidade mental é impossível, descubri qual é!

O homem aponta para câmera com seu dedo indicador direito, em seguida o homem abre um sorriso.

Juan- Você Christer cometeu um grande erro! E irá pagar caro, por isso! Mas serei bonzinho contigo. Que tal, te darei a oportunidade de escolher três castigos, o que acha? O primeiro é um grande sofrimento! Uma dor que você nunca sentiu, que garanto que irá sentir! Ela será tão, mais tão forte, que você irá implorar pela morte! A segunda é a morte! Uma morte lenta. Obviamente. A terceira é a mistura das duas anteriores, sendo dobrado o castigo e sofrimento! A dor será maior, insuportável, impossível de controlar ou de aguentar!

O homem se levanta da cadeira, e se encosta na parede a sua esquerda.

Juan- Um final lamentável você terá, mas nem fará diferença para a humanidade! Ninguém irá se lembrar de você, ou se sobreviver, entrará no esquecimento, no fundo de sua vergonha, na cova que você mesmo cavou!

O homem desencosta da parede e começa a caminhar pelo local, com suas mãos dadas para trás, mostrando um ar pensativo.

Juan- Mas, é isso. Seu castigo foi escolhido, selecionado por mim mesmo, e espero que você suporte a pior dor que alguém possa ter, e se você sobreviver, entrará para a história! Só que de uma maneira ruim... Hahahaha, mas afinal, de qual a outra maneira que você poderia entrar?... Não existe! Essa outra maneira.

O homem se senta novamente na cadeira, ele cruza suas pernas, abre um sorriso maldoso, e em seguida diz:

Juan- Isso é tudo, então se prepare Christer para a dor infinita!

A imagem começa a ficar desfocada, em seguida ela se escurece ainda mais, mas ainda dá para ver o homem sorrindo, com uma cara de psicopata, encerrando assim o vídeo, com a palavra morte, feita de sangue no fundo.

avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 13.07.17 17:40

– Quinta – Feira – Inglaterra! –

Algumas luzes eram acessas as câmeras eram ligas e vários repórteres de varias emissoras que transmitiam os shows da NWR estavam sentados nas cadeiras segurando os microfones, a câmera passava pela platéia mostrando a quantidade de repórteres que tinha e logo virava para o palco mostrando uma grande parede com o nome do PPV e da NWR, a frente da parede havia uma mesa com três microfones embutidos nela com copos de água e umas plaquinhas com o nome dos entrevistados! Logo aparecia Valugi Barros o embaixador do PPV! Marjorie entrava logo em seguida e sentada na cadeira do maio, e uma terceira pessoa entrava representando alguém importante da empresa!

Valugi – Olá a todos! Sejam bem vindos a mais uma coletiva de imprensa hoje estamos com Marjorie Beliviery para responder as perguntas de vocês! –

A modelo faz um aceno com a mão direita enquanto um repórter de estatura média cabelos bem arrumado vestido com uma blusa social e calça Jeans se levanta para fazer a primeira pergunta!

André – Boa Noite Marjorie, eu sou André Kfouri do ESPN Brasil, antes de tudo de você se tornar Wrestling você já foi atriz e ainda é modelo, vimos que seus fãs admitiram não serem fãs de luta livre, e passaram a assistir após você anunciar a sua nova carreira. E passaram a gostar, e te elogiam muito! O que você acha dessa influencia que sua carreira vem tendo para os novos fãs da NWR! –

A mulher ficou calada por alguns minutos colocou sua mão esquerda no microfone e o arruma antes de falar.

– Boa noite! Eu não diria influencia e sim sorte não? –

Todos os presentes riem um pouco junto com a modelo e volta a falar calmamente enquanto sorri.

– Primeiramente um grande beijo para todos os Brasileiros, bom André eu acho que tive sorte, essa minha influencia como você disse foi algo positivo que eu esperava que acontecesse, e aconteceu! Mas não vamos esquecer que o sucesso da NWR não vem de mim ok? O publico já era muito grande quando vim para cá, então chegando mais fãs só foi uma conseqüência da minha vinda para cá! –

A minha pegava um copo d’água enquanto outro Repórter se levantava vestido da mesma forma que o anterior.

Bruno – Olá Marjorie eu sou Bruno Lourenço do canal Fox Sport ultimamente a fundação Sweet Heroines Club tem causando muito incomodo! Principalmente com uma das integrantes que faz parte da família das Gardeas! Da qual vocês deixaram claro que vão enfrentá-las, alguns disseram que você e Lady vão forçá-la a lutar contra elas, qual é a sua posição quanto a isso? –

– Olá Bruno! Interessante a sua pergunta bom, claro que a formação do club deve um rumo bem diferente, o que foi dito ali que não foi muito claro, não é combater as Gardeas em sim! Este não foi o foco da conversa, claro que eu e a Lady não temos amizade com elas como a Dani tem! E de maneira nenhuma eu irei forçá-la a lutar contra elas isso caberá a Dani escolher, não a nós! Cada uma tem liberdade para fazer suas escolhas e acredito que Dani sabe disso, eu não vou forçá-la a enfrentar as Gardeas! –

A mulher entrelaçava os dedos enquanto repousava-os na mesa.

Bruno – Uma delas a aconselhou sair do grupo para não ser destruída isso atinge você? –

– De forma alguma! A escolha é da Dani! No final é a Dani que irá escolher, não somos nós! Como disse o foco do grupo é uma apoiar a outra. Se Dani esta confusa quanto a isso, ela tem que fazer a escolha dela e seja qual for e eu não irei contestar, como disse não sou eu que devo escolher e muito menos a Gardeas e sim ela! Ela tem que saber o que quer, não é eu e nem as Gardeas! –

Alguns aplausos surgiam no local e o repórter se sentava logo uma mulher e vestia uma blusa de manga longa braça social e uma saia justa preta com apenas dois dedos acima do joelho levantou-se e começou a fazer a sua pergunta.

Gabriela – Olá Marjorie como vai? Sou Gabriela Rockenbach do canal Esporte Interativo, falando das Gardeas sua rivalidade com elas está crescendo, como você está reagindo ao ser recebido de forma tão agressiva por elas? –

A modelo sorri e olha para Valugi que estava ao seu lado e volta a olhar para a morena que lhe fez a pergunta!

– Olá Gabriela eu vou bem obrigada! E você como está? Bom eu estou normal eu vejo que minha presença incomoda elas de certa forma. Eu não esperava por isso, mas de qualquer forma isso é um pouco irrelevante no momento não quero enfrentá-las por agora, devo crescer muito para poder enfrentar elas. –

A mulher sentou-se e parecia satisfeita com a resposta que a modelo havia dado algumas fotos eram tiradas dos três indivíduos que estavam no palco.

Renata – Olá, sou Renata Constantino do canal SPORTV, Marjorie como você se sente sobre o seu combate pela Elite Championship?Acha que pode vencê-lo?  –

A modelo tomou mais um gole de água antes de responder e passou a mostrar animação.

– Oi Renata, obrigada por perguntar, estou bastante animada com este combate e estou muito focada, acredito que posso vencer, mas sei que meus adversários não vão facilitar eu estou me preparando muito para isto! –

Renata – Aproveitando sobre este assunto vamos falar dos seus adversários? Começando por Ashley Thompson onde você a enfrentou e venceu! O que você acha dela? –

A modelo mexe um pouco os ombros e sorri pegando no microfone e começava a falar.

– Ashley ela é realmente muito promissora, ela me deu muito trabalho no show anterior como já havia dito, e sei que ela não vai facilitar em nada, eu sei como é difícil enfrentar ela, e sei que vai ser difícil ainda mais com mais cinco pessoas dentro do ringue, vai ser mais trabalhoso ainda! –

Renata – Muito bem, Enquanto ao Bruno vocês trocaram algumas palavras de ofensas podemos dizer, o que tem a dizer sobre enfrentá-lo novamente? Finalmente irá aceitar o pedido de perdão dele? –

– Bruno tem um grande talento, mesmo as pessoas pisando nele o ofendendo querendo bater nele e fazer dele um verdadeiro saco de pancadas ele continua insistindo, eu não o ofendi eu o chamei de covarde por que ele foi covarde naquela época! Isso foi um fato verdadeiro e não foi um pretexto para que eu fosse lá e batesse nele como alguns fazem por achá-lo fraco! Muito pelo contrário eu lutei contra ele e o respeitei como o respeito agora, ele tem mostrado alguma mudança, mas isso não é o suficiente para que eu possa perdoá-lo! –

Renata – Compreendemos, enquanto ao King, ele vem procurando pela redenção e por sua paz interior você acha que ele possa encontrar esta paz, que ele possa vencer a Elite Championship? –

– Como eu disse todos ali têm chances de vencer, até mesmo o King. Se ele encontrou uma forma de ter a sua redenção então ele irá fazer uma boa luta, como disse no meu ultimo vídeo ele precisa se livrar do passado e tirar da cabeça o que está ou estava destruindo ele. Feito isso será um competidor muito perigoso e trabalhoso de se vencer. –

Ouviam-se aplausos logo após sua resposta que duraram alguns minutos e logo após cessaram.

Renata – Eric Morgan disse que precisa ter muito cuidado contigo e que te respeita muito! O que você tem a dizer sobre isso? –

A modelo sorriu de forma tímida e olhou para baixo por alguns segundos voltando a encara a repórter.

– Bom, Renata, eu respeito muito ele é um dos mais experientes sei que ele dará muito trabalho e tem grandes chances de vencer! Eu fico feliz por ele mostrar respeito e querer tomar cuidado comigo, eu também irei tomar muito cuidado com ele e o respeito muito! –

A mulher se senta e mais um homem se levanta.

André – Sou eu o André novamente, e sobre Daniela Ribeiro? Ela aparentou estar muito triste com você, disse que você vai tentar destruir a vida dela, que você deveria apoiá-la ao invés de querer lutar! Enfim o que você tem a dizer sobre isto? Você está realmente usando ela para ter o que quer? –

– Bom André, eu vi este vídeo e fiquei pensando por que lutar? Eu poderia desistir deste combate e ela se sentiria feliz! Mas em momentos de reflexões eu cheguei à conclusão que não posso desistir! Não posso largar um combate por que alguém não interpretou direito o que eu disse! –

A modelo tomava o ultimo gole de água que havia dentro do copo de plástico transparente fazendo com que os trabalhadores tocassem o copo vazio pelo que estava cheio deixando no local onde estava se retirando dali rapidamente.

André  – Está insinuando que ela fez chantagem emocional para que você desista do combate? –

– Ela não fez nenhuma chantagem, ela está confusa! Ela está tendo muita pressão muita cobrança e isso pode estar atrapalhando a forma dela entender as coisas! Eu estou feliz de estar disputando o titulo ao lado dela, por que acho que ela é super competente está aqui há mais tempo que eu, pelo que ela é! –

André – E sobre ela dizer que você quer acabar com o momento dela de brilhar? –

– Um titulo não mostra isso! Ele brilhou contra o Bé, ela pode brilhar mesmo se não vencer o titulo! O que eu quero dizer é que o titulo não é tudo, temos o Valugi como exemplo disso! Ele mesmo sem ganhar o titulo ele brilhou na NWR de tal forma e é tão respeitado por nós! Tem exemplo maior que isto? –

André – Compreendo a sua forma de pensar! E se você ganhar acha que ela ficará feliz? E se ela ganhar como você se sentirá? –

– Olha, eu quero dar o meu melhor dentro daquele ringue, e se o meu Deus achar que devo ser a merecedora de tal prêmio eu irei ganhar, mesmo contra Dani! Sabe não sabemos dos planos do senhor só sabemos do que devemos fazer que fosse lutar! Eu tenho que lutar e não posso facilitar se eu ganhar eu espera que ela fique feliz por mim! Da mesma forma como ficarei feliz se ela ganhar, eu estou feliz por que vou enfrentar alguém que admiro muito, como amiga e como pessoa ela é forte! Se for para que eu vença tudo bem eu venci por fui a melhor! Se for para ela vencer, ele venceu por foi a melhor. Mas eu sei, EU SEI que ela fará o melhor dela para vencer este combate! –

As pessoas aplaudiram novamente por alguns minutos e logo outro repórter se levantou!

Mariano – Sou Mariano González do Fox Sport dois, vimos que você está bastante focada em vencer o titulo e deseja que a sua amiga também esteja focada. Você está sempre dizendo que precisa provar que não é mais um rostinho bonito, acha que você sempre terá que provar isto? –

– Olá Mariano, eu acredito que sim todos falam que eu não passo de um rosto bonito que não vou durar muito na NWR, que eu não vou agüentar, o fato de ser modelo e ex-atriz faz com que as pessoas tenham esta visão e eu terei que lutar se eu quero que as pessoas acreditem que eu sou realmente capaz! Assim como a Dani eu também tenho que provar que não sou apenas um rosto bonito! Isso tem que ser provado então eu tenho que provar de alguma forma! –

Mariano – Mais uma pergunta Marjorie, quem acha que vencerá Narkissa ou Havoc? –

– Eu acredito que Narkissa vencerá, ela está muito focada em pegar o titulo de volta, Havoc não queria o titulo apenas a atenção dela, então eu acredito que Narkissa vença! Será um combate muito interessante! –

Mariano  – E enquanto a Lady e Jigglypuff? –

– Estarei torcendo por Lady, e acredito na vitória dela. Jiggly é muito bom eu admito e acredito que ele dará muito trabalho para ela, mas acredito que ela vencerá, pois ela é muito focada e muito determinada, eu espero que ela vença! –

Mariano – Ultima pergunta Marjorie!  Qual seu palpite para o combate principal? Filipe Bé e Devon? –

– Sinceramente acredito que Bé irá reter o titulo novamente, e se isso acontecer quem será capaz de deter ele? Devon tem grandes chances de vencer, será uma luta complicada e esperada por todos afinal eles vem se atacando a um bom tempo. Devon vem merecendo ganhar este combate há um tempo, mas eu ainda acredito que Bé irá reter o titulo! –

Então Valugi pega o microfone e da um sorriso.

Valugi – Bom obrigado a todos pela presença deseja uma boa sorte a Marjorie no PPV! Vemos-nos no PPV. –

– Obrigada Valugi! Obrigada todos e nos vemos no show! –

Logo após os dois se despedirem os repórteres se levantam enquanto Marjorie, Valugi e o outro presente faziam o mesmo e se retiravam enquanto a gravação era encerrada.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
Lord of Darkness

Mensagens : 8
Pontos : 10
Reputação : 2
Data de inscrição : 22/06/2017
Idade : 27
Localização : Veneza - Itália

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lord of Darkness em 13.07.17 20:42

– Vingança por causa de uma cadeirada! –

O vídeo se inicia em um ambiente calmo, cheio de gramas, moitas e arvores era visto as folhas das arvores balançando juntamente com as das moitas e algumas folhas soltas voando logo o suíço aparecia usando uma calça justa preta com um moletom cinza e uma toca preta e seus cabelos estavam presos e de baixo da toca do homem. Ele olhava serio para a câmera e ficava a encarando enquanto pensava.

– Olá como vão? –

O homem parecia calmo estava diferente dos outros vídeos não parecia estar agressivo e nem estar mal humorado ele sorria o que era difícil parecia estar sendo gentil!

– O que eu acho engraçado? É ser chamado de idiota por um cara que agiu como um a carreira inteira! Acho que falta alguma concordância neste seu relato, eu me atrevo dizer que você é um cara limitado! –

O homem andava de um lado para o outro tirando o foco de seu olhar da câmera e gesticulava apenas com uma mão!

– Limitado de caráter, limitado nas suas ações, limitado até no que você pensa! Você esta muito enganada do que pensa sobre mim, e de como acha que será fácil de mais a sua vitória! Vai se vingar por causa de uma cadeirada? Pelo amor de deus achei que você fosse um homem de honra! –

O suíço dava uma risada curta e baixa mal dava para se ouvir ele desta vez caminhava pelo local ele desta vez estava procurando por palavras talvez menos ofensivas.

– Outro fato que você disse que me chamou atenção foi o fato de eu ter errado talvez você tenha razão eu errei deveria ter te acertado a cadeira com mais força. É de uma coisa na sua vida fracassada de Wrestling. –

O homem estava tranqüilo e demonstrava seriedade em tudo o que falava.

– Bom Juan já que foi sincero comigo! Vou ser sincero com você também! Diga-me aonde está a palavra importância nos meus olhos? Onde está o terror dos PPV? Serio que você se lembra da sua carreira cheia de vergonhas? Olha se eu fosse você além de mudar de visual mudava a vida... Mas infelizmente não se muda o passado não é? E nada do que você faça irá me surpreender a não ser que você bata no juiz de novo ai sim eu irei ser surpreendido... –

O homem O homem parecia não se importar com o que falava, e muito menos com o que pensava.

– O que pretendo fazer com você não serão dito neste vídeo, a quer fazer um trato? Desculpe mas você não tem cérebro o suficiente para me propor algo que me interesse mais do que lhe bater! –

O homem parou de andar e encostou-se em uma arvore. E dava uma risada baixa novamente.

– Sabe qual é a diferença entre mim e você? A diferença é que eu sou realmente serio e digo verdades, ao contrário de você que tenta me rebaixar dizendo que não vai olhar para minha cara como se isso fosse algo que eu me importasse para se sentir superior... Olha Bichinho virtual. Olha bem para minha cara e vê se estou ligando se você me acha bonito ou feio! A não ser que você curta homens ai sim eu terei de me preocupar! –

Ele passava a mão pelo rosto, e se senta.

– Realmente achava que você fosse falar algo útil como, por exemplo, a covardia de três caras batendo em uma tripa ambulante! Mas não você vem querer me castigar por conta de um cadeirada... É muita demência! –

O homem balançava a cabeça em negativo... E logo dava outra risada desta vez alta para que pudesse ser ouvida.

– Meu castigo? Meu castigo é ter que ouvir uma barata tamanho gigante falar que vai me castigar por conta de uma cadeirada, só pra ser igual a você eu irei fazer você sofrer! Ai você saberá o significado de sofrimento! Então economize essa sua saliva infectada dos piores vermes que existe e se mate sozinho! –

– Você só sabe falar, falar e falar! Quem é você para dizer que eu não farei falta a humanidade? Você nem fez falta para ninguém aqui, acho que alguém aqui sentia sua falta bichinho virtual? Achou errada evolução do desespero, e olha a minha cara de preocupado por supostamente não fazer falta a humanidade! –

O homem permanecia serio e sua expressão estava mostrando um pouco de irritação!

– Só espero que você bata no juiz, ou que de repente não digievolua para um Devimon! Por que ninguém aqui quer ser infectado pelo poder do monstro maligno e agir como um servo sem cérebro. –

O homem se levantou e passou a caminhar novamente enquanto a câmera focava a sua face.

– É bom se preparar por que você vai saber o que é sofrimento de verdade! E vai saber que vai precisar de mais que uma cadeira para tentar se vingar, ou ter algum assunto para falar do por que vai se vingar! Prepara-se Devimon... Para a sua total destruição... E assim o digimundo será salvo... –

A imagem ia se escurecendo enquanto o homem caminhava lentamente. Encerrando o vídeo.
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 71
Pontos : 80
Reputação : 11
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 13.07.17 22:26

Dessa vez estavam sozinhas, sem câmeras, Lady, Dani e Jojo, as 3 estavam em uma sala, quem havia convocado a reunião tinha sido a luchadora, ela estava preocupada com a repercussão que causou a formação do grupo

- Meninas vocês sabem que gosto muito de vocês duas, mas chamei essa reunião para desfazer tipo de mal entendido que tenha ficado no ar e claro prestar todo o apoio a Dani em relação a pressão que ela está sofrendo por parte de familiares e amigos.

Jojo e Dani observavam enquanto Lady falava

- Dani, me desculpe se lhe ofendi em meu vídeo, não era e nunca foi minha intenção, só que também lutarei por esse título, mas nunca falaria mal de você ou jogaria sujo para ganhar o título, que a uma de nos duas vença esse título

- Tudo bem Jojo estava um pouco afetada com tudo que haviam falado e posso ter entendido errado, mas sinto que agora é o meu momento

- Meninas claro que é chato vocês estarem em uma disputa, mas não podemos fazer que isso estrague nosso relacionamento pessoal, esse grupo diferente dos que estão dizendo por ai não foi criado para derrubar as Gardeas, eu falei que era natural que algum dia, alguma de nos enfrentemos ela, mas nunca que o grupo surgiu exclusivamente para isso e Dani, saiba que no dia que você não se sentir a vontade não vamos lhe obrigar a fazer nada, a lutar contra quem você não quer, esse grupo não tem uma lider, são simplesmente 3 amigas que se juntaram em um clube

- E verdade, Dani não iremos lhe obrigar a enfrentar ninguém, seja Gardeas ou mesmo algum familiar, mas saiba que você tem duas amigas para lhe apoiar, não acredite na palavra de outras, você está aqui por vontade própria

Dani observou as duas e abraçou elas

- Obrigado Lady e Jojo, também via ali como uma reunião entre amigas. não como um grupo anti gardea, ou mesmo que vocês estavam me usando.

As 3 se abraçaram e foram gravar um vídeo, Lady fazia um vídeo segurando a câmera, atrás dela aparecia Dani e Jojo

- Muito se falou do Sweet Heroines Club nos últimos dias, dizendo que eramos um grupo anti gardea, não é nada disso, são simplesmente 3 amigas com pensamentos parecidos, o que sempre disse é que naturalmente em algum momento iremos enfrentar elas, por estarem sempre andando pelo topo da federação e todos nos queremos crescer não é?

- E para deixar claro que Dani e nossa amiga e nunca obrigaria ela a enfrentar algo que ela não quer.

- Inclusive enfrentarei o primo dela e nenhum momento ela disse que se meteria na nossa luta, pelo contrário a escolha foi minha e sei lidar bem com essas escolhas

- Sim, era isso que tava querendo dizer a minha família e as Gardeas, o Sweet Heroines Club e uma reunião de amigas e agradeço pelo apoio que venho recebendo das duas, e que todas nos tenhamos grande desempenho no PPV.

As 3 juntos gritaram

- SWEET HEROINES CLUB!!!!!


Vermelho= Jo Jo
Azul = Dani
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO #66 - Encontrando o amigo Luiz

Mensagem por King em 13.07.17 23:15

Birmingham, Quinta-Feira

O ar estava bastante frio, o céu nublado caracterizava o Reino Unido, talvez uma prévia do que aconteceria no dia seguinte. O carro da equipe de filmagens chegou ao local escolhido para gravação do meu vídeo promocional do PPV. O casaco de couro, sempre fechado, poupava meu corpo menos meu rosto, daquele vento gelado que acertava meu rosto. O cinegrafista Zé, tão logo o carro para, desce com os equipamentos acompanhado de dois outros funcionários da NWR. Por fora o lugar era belíssimo e de uma magnitude única. O lugar é espelhado por fora, com vários tijolos claros lembrando uma torre de castelo medieval. Recebi a informação de que teria tempo suficiente para a gravação, antes do lugar ser ocupado pela filarmônica de Londres. Ao ouvir tais palavras, acelero o passo e adentro o Symphony Hall.

Piso de carpete, lugar muito iluminado com lustres imponentes. Cores vermelhas e prateadas adornavam o ambiente. Um dos funcionários do local, nos mostra o caminho em que deveríamos seguir para alcançar o local da gravação. Subimos uma escada de corrimões prateados até alcançar o grande salão de apresentações. Várias poltronas vermelhas, com detalhes amadeirados em suas laterais, três galerias de cadeiras ao redor na parte de cima, dando a impressão de que estávamos em uma redoma, altas caixas de som espalhadas. Caminhei pelo corredor até chegar no local da gravação. Zé, o cinegrafista, começou a posicionar seus equipamentos com a ajuda dos funcionários da NWR, sendo observados por dois funcionários do Symphony Hall.

Retiro meu casaco de couro, desligo meu celular para não ser interrompido e aguardo sentado em uma poltrona da primeira fileira, as instruções finais para gravação do vídeo promocional. Passados alguns minutos, recebo sinal de ok e o vídeo é iniciado.


Vídeo postado na noite de Quinta-Feira em NWR.COM/KING

Trilha sonora do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-kcOpyM9cBg

Surge a imagem de um grande salão prateado e vermelho, no rodapé do vídeo surge o nome de: Symphony Hall – Birmingham . E lentamente a câmera vai se movendo pelo corredor central, até chegar na primeira fileira. Tão logo a câmera se posiciona na lateral da fileira, a imagem se amplia e mostra King Armstrong de pé. Camisa branca, calça de couro escura e usando botas pretas. O irlandês começa a caminha em direção a câmera, de forma sorridente e descontraída. Ele passa pela câmera e a mesma se afasta revelando para onde o irlandês está se dirigindo. King sobe ao palco que está repleto de instrumentos, a música diminui de volume e caminhando o irlandês diz em alto e bom som:

- Meus súditos e admiradores, o dia chegou! Será na noite de Sexta-Feira, aqui em Birmingham, a cerca de 2 horas de avião de Cork, minha terra natal, foi o local escolhido para que King Armstrong volte a reinar na NWR. Sim, do fracasso em manter meu cinturão na Intercontinental Division, tenho a oportunidade de alcançar a redenção nesta cidade, que assim o seja. Alegria, combina perfeitamente com este local, um templo dedicado a boa música e em proporcionar momentos inesquecíveis aos que possuem este privilégio. Posso respirar este ar inspirador, deixado por cada músico que pisou nesta sala e que há de pisar, sei que sentimento passa em meu ser e por isso confio em um final feliz para mim na NWR.

- Cada um dos meus oponentes de amanhã traçou um caminho diferente, alguns se uniram, outros se perderam, outros retornaram, outros simplesmente agarraram sua chance, mas independente do caminho escolhido, todos terão o mesmo destino final: Clash of Revolution. Diante dos meus olhos, homens e mulheres dispostos a alcançar a glória, prontos para abandonarem suas almas naquele ringue, cientes de que serão os vinte minutos mais intensos de suas carreiras e tendo eu como um de seus maiores problemas. Mesmo respeitando vocês, amanhã serão meus inimigos e usarei todo meu conhecimento para superá-los e ser o primeiro Elite Champion da NWR.


King para de falar e caminho sobre aquele palco, seu sorriso é contagiante e não demonstra medo em suas palavras. O irlandês caminha na direção da beira do ringue, senta-se ali e diz olhando para o teto:

- Que os céus me defendam de meus oponentes, que a bondade divina brilhe sobre mim e que o único representante da Irlanda na NWR, alcance a remissão! Jojo, Erick Morgan, Dani, Thompson e Bruno, será uma guerra entre nós e espero que estejam totalmente dispostos a me enfrentar na noite de amanhã, porque anseio muito este duelo; me entendem? Não entrarei naquele ringue para ser mais um, entrarei no ringue para trazer respeito e credibilidade para a Elite Division, respeitando a habilidade de cada um de vocês. Por falar em respeito...

King abaixa sua cabeça e olha para a câmera, seu semblante é sério:

- Narkissa Gardea, parece que o seu reino está desmoronando e um raio celestial será o golpe final. O Havoc, pelo que estou compreendendo, não será um coadjuvante em teu reino e assistirei de camarote este desfecho, no seu caso, bem infeliz. Sinto muito por este final, porém, irá colher aquilo que plantou, cara boneca russa. Dito isto, mantenho meu foco absolutamente na Elite Division e quem sabe um dia podemos tomar um chá das cinco, não é verdade?

King sorri após estas palavras, mas retorna rapidamente a falar:

- Não é verdade, salvo permissão dos seus deuses que pelo visto, estão te punindo por alguma razão que foge a lógica humana, enfim, aguardarei a distância este desfecho.

- Voltando o foco ao que me interessa, que meus fãs da Irlanda, bem como os irlandeses que moram na Inglaterra, possam invadir a arena amanhã e trazer todo o barulho que somos capazes de fazer, mesmo sendo a minoria. Amanhã será uma festa irlandesa, em plena cidade de Birmingham e nenhum dos cinco envolvidos irá me deter, boa sorte à vocês!

Por trás de King, surge a bandeira da Irlanda e o vídeo se encerra com esta imagem.

Após o término do vídeo, a equipe de produção ficou responsável pela edição do vídeo e posterior postagem no site da NWR. Por volta das 12 horas saímos do local e me dirigi imediatamente para o hotel, onde meu convidado estaria esperando por mim, com o transito relativamente movimentado, demoramos uns trinta minutos para chegar no hotel. Ao chegar, sou informado que meu convidado estaria no restaurante e me encaminho para lá, no caminho vejo a distância Marjorie, mas como ela estava concedendo uma entrevista eu resolvi não incomodar.

Chegando no restaurante do hotel, vejo ao fundo Luiz Paulo. Ele estava vestindo um casaco da NWR preto, calça jeans clara e um sapato social preto. Ao me ver, ele acena com a mão direita e acelero o passo ao encontro dele, o mesmo me abraça e diz:


- Como vai King Armstrong? É um prazer estar aqui na Inglaterra, minha primeira viagem internacional e ainda mais em uma noite tão histórica como a de amanhã.

King – Imagina, o prazer foi todo meu em agradar um dos meus grandes admiradores, sente-se amigo.


Caminhamos de volta a mesa em que Luiz estava e peço ao garçom um jarro de suco de laranja e dois pratos de salmão grelhado, tendo como entrada uma Cesar Salada. Enquanto a comida não chegava, conversamos um pouco e era nítida a alegria no olhar do brasileiro, parecia uma criança em um parque de diversões com tudo pago.

King – Fez boa viagem?

- Fiz sim, obrigado por perguntar.

King – Percebo a alegria nítida em seu rosto.

- Estou muito empolgado para amanhã e torço para que vença.

King – Isso só saberemos amanhã, meu caro.

- Narkissa perdeu o cinturão, hein?

King – Verdade, mas não lhe desejo mal, apenas que encontre um caminho de paz como estou encontrando no momento.

- Acho difícil, ela demonstrou muita agressividade em seu último vídeo e quer tornar a Intercontinental Division um verdadeiro inferno.

King – Ela vai ter que combinar isso com o Havoc, não acha?

Sorrimos após minhas palavras e Luiz observa da janela o céu cinzento da Inglaterra. Waterfall acena para mim, bem como cinegrafista Zé, mas ficam sentados à distância conversando. Luiz observa todos que ali estavam, parecia respirar euforicamente o clima da NWR. Nossa salada chega e voltamos a conversar entre uma garfada e outra:

- King, por que voltou a ser face?

King – Porque precisava de uma mudança, urgente. Estava muito confuso com isso e resolvi tomar o caminho mais dolorido, porém, o que me traz paz.

- Entendo. E está preparado para amanhã?

King – Eu procurei por este recomeço, não posso recuar, então estou totalmente focado em ser o primeiro Elite Champion.

- Dos adversários, qual mais te preocupa?

King – Marjorie, Erick Morgan e Bruno são os que mais temo. Foram campeões e possuem habilidades admiráveis, mas Marjorie vem se solidificando como uma lutadora diferenciada, além de bonita, e preciso manter meus olhos atentos todo tempo, porque se eu vacilar ela será capaz de me surpreender sem nenhuma excitação. Erick Mogan já lutei contra e mesmo tendo uma diferença considerável de peso e altura, ele se mostrou habilidoso e perseverante. Já Bruno é uma grata surpresa e tem condições de ser campeão amanhã, já foi uma vez e demonstrou não se arrepender se precisar tomar uma atitude surpreendente em seu favor, mas vamos comer porque estou faminto e ainda tenho um treino á fazer no período da tarde.

- Tudo bem!

Após nosso período de almoço, fui para o quarto arrumar algumas coisas para levar a academia e aproveitei e tirei um cochilo antes do meu treino vespertino. Avisei ao Luiz que ele iria comigo ao treino e que depois iriamos a um evento social da NWR, para crianças carentes e idosos. Luiz concordou prontamente e após o treino, que durou aproximadamente duas horas, fomos a casa beneficente distribuir alegria, camisas e agasalhos para aquelas crianças.
avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 13.07.17 23:52



Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia mostrando mostrando o homem, trajando um terno preto, com sapatos sociais da mesma tonalidade. Ele está bem sorridente, e carismático. O homem caminha até uma sala grande, onde assim que ele entra, vai começa a ser ovacionado. Ele abre um sorriso e acena com sua mão direita para todos que ali estavam. Ele olha para um painel, que estava atrás da mesa, onde ele iria sentar. O painel têm seu fundo preto, ele fica o admirando, pois ali estava pendurado o Elite Championship. Ele em seguida cumprimenta todos que estavam na mesa, em seguida se senta em seu lugar. Ele observa as paredes brancas, e as luminárias que ilumivam o local. As câmeras que estavam em todo local, em volta dos repórteres e até mesmo da mesa, começa a tirar fotos do homem, e do painel. O homem se ajeita na cadeira, abre novamente um sorriso e aguarda a primeira pergunta.

Renato- Olá Bruno, e boa noite a todos! Eu sou Renato Muller da ESPN. Minha primeira pergunta é o que têm a dizer aos seus adversários, que ultimamente vem te elogiando bastante devido a sua perseverança?

- Olá Renato, e boa noite senhores! Eu sempre tive perseverança, com uma das minhas principais virtudes, trato isso como algo de valor, uma essência que espero realmente nunca perder!

Jéssica- Olá Bruno! Meu nome é Jéssica Harper, sou do Esporte Interativo. O que têm a dizer, sobre o fato de ultimamente você vem tendo muitas derrotas, e vem sendo atacado por várias pessoas! Isso te abala?

O homem mostra um ar pensativo, em seguida bebe um copo de água que estava em cima da mesa a sua esquerda. Ao terminar de beber coloca novamente onde estava.

- Olá Jéssica! Eu não devo me abalar em relação a isso, pelo contrário, devo apenas me concentrar em meus objetivos, e lutar por eles! Todos temos sonhos, e todos somos capaz de conquista-los, basta se dedicar, e lutar por ele! Coisa que estou fazendo e futuramente posso conseguir!

O homem abre um sorriso demonstrando confiança e determinação, enquanto os repórteres presentes aplaudem as palavras do homem.

Melissa- Olá Bruno! Hoje sua realidade é bem ruim, mas também motivadora! Acha que conseguirá exatamente o que caso se torne o novo Elite Champion?

- Eu busca provar para todos, que duvidam de mim, que eu sou capaz! Que eu posso sim ser campeão! Coisa que muitos duvidam, principalmente o Havoc!

O homem está com um semblante sério. Ele passa sua mão esquerda pelo cabelo, enquanto os repórteres discutem algo entre si.

- Sendo sincero, sabemos que Havoc têm motivo para dizer tudo isso sobre mim! Mas ele não tem o direito de falar tudo que ele fala, como ele sempre faz, e creio que continuará fazendo! Ele é um wrestler muito talentoso, coisa que ninguém discorda, pelo contrário, concorda completamente! Mas, o que eu quero dizer, é que Havoc irá engolir todas suas palavras, quando eu erguer o Elite Championship! Provando para todos, até para mim mesmo, que eu sou capaz!

O homem fica admirado ao ouvir as palmas de todos presentes na sala, ele abre um pequeno sorriso, meio sem graça, e espera a próxima pergunta.

Oliver- Olá Bruno! Meu nome é Oliver Espinoza, sou da Sport Spanish. King disse que você é um dos favoritos a vencer o combate. O que têm a dizer, sobre isso?

- Interessante. Obrigado por está palavra, nobre King! Como eu já disse, você é um dos meus lutadores favoritos, e um elogio seu, é sem dúvida bem motivador! Mas creio que não será amanhã que poderemos finalmente nos enfrentar, pois teremos mais adversários! Mas espero que você lute, como sempre lutou, honrando sua terra natal! Como espero também lutar!

Katarina- Olá Bruno! Meu nome é Katarina Rossi, eu sou da Italy Sport. Minha pergunta é na sua opinião quem será mais difícil de ser batido?

O homem fica surpreso com a pergunta, em seguida passa sua mão direita no cabelo, o ajeitando para trás, em seguida abre um sorriso e diz:

- Sinceramente, não sei te dizer! Todos são bons! E se forem subestimados, podem facilmente lhe vencer! Nesse caso, não tenho um adversário foco, por ser o melhor! Me focarei em todos!

Os repórteres vaiam a pergunta da mulher, enquanto outros pedem silêncio e erguem seus microfones para ouvirem minha resposta da próxima pergunta que virá.

Michael- Olá Bruno! Meu nome é Michael Santos, sou da Sport TV. Minha pergunta é se caso você perca, qual será seu próximo passo?

- Bom. Sinceramente ainda não sei! Se eu perder, o que é provável, devo ficar um tempo sem ir atrás de algum de título! Talvez eu saí por um tempo, ainda não pensei em nada, espero que eu não tenha que pensar.

O homem olha para um relógio branco que estava pendurado na parade no fundo da sala, vendo que estava já bem tarde, ele abre um sorriso sem graça e pede que os repórteres sejam mais rápidos nas perguntas.

Trevor- Olá Bruno! Meu nome é Trevor Williams, sou da Global Wrestling. Minha pergunta é caso se torne campeão, está preparado para defender contra os maiores nomes da empresa?

- Sim! E prometo, se eu me torna campeão serei um dos maiores que essa incrível empresa já teve! Agora com licença senhores, o tempo já se foi, precioso dormir, até amanhã no Clash Of Revolution!

O homem se levanta e acena para todos que estavam no local, em seguida cumprimenta os que estavam na mesa com ele, e se retira sendo perturbado por mais alguns repórteres.

Vídeo encerrado.

avatar
im_awesome

Mensagens : 15
Pontos : 17
Reputação : 10
Data de inscrição : 18/05/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por im_awesome em 14.07.17 4:48

*Interior da casa de Eric, 09:00 da manhã. Eric toma seu café enquanto lê o jornal. Uma notícia chama sua atenção. A machete diz "Um dos maiores eventos de wrestling no mundo vai acontecer hoje." A matéria fala sobre o tão aguardado Clash of Revolution.

Eric: Bom ver que eles estão dando mais espaço para o wrestling.

*Eric termina de tomar seu café e acaba recebendo uma ligação desconhecida.*

Eric: Alô?

Pessoa misteriosa: Olá Eric, lembra de mim?

*Eric fica surpreso por um momento*

Eric: MITCH!

Mitch: Eu mesmo hahaha

Eric: Caramba, quanto tempo!

Mitch: Verdade, como vai meu antigo aluno?

Eric: To muito bem e você?

Mitch: Também estou bem. Não tanto quanto você haha.

Mitch: Enfim, só liguei pra te desejar boa sorte na sua luta hoje. Espero que você ganhe. Sabe que tem potencial para isso.

Eric: Obrigado Mitch, tem que aparecer qualquer hora dessas. Vamos colocar o papo em dia e tomar umas cervejas.

Mitch: Quando der eu passo aí velho amigo. Até lá, adeus.

Eric: Adeus.

*Eric desliga o telefone.*

Eric: Que cara legal.

*Após isso, Eric vai a sua mala pegar uma roupa para ir a academia. Enquanto ele pega suas roupas, ele começa a pensar sobre seu combate.*

Eric: É isso. Hoje não existem amizades. Apenas existe um homem e o seu objetivo. Existe apenas eu e o Elite championship. Os outros são apenas coadjuvantes para o ator principal roubar a cena. Hoje nada pode me parar de conquistar esse título. Esse título já tem o meu nome escrito nele, é só uma questão de tempo até ele estar em minhas mãos.

*Após mudar de roupa, Eric vai até a academia. Chegando lá, ele cumprimenta seus amigos de infância mas uma cara peculiarmente familiar lhe chama mais atenção. Era Marjorie Believery. Quem diria né? Quais eram as chances disso acontecer? Poucas mas aconteceu. Eric se aproxima de uma máquina próxima a dela, não puxa conversa mas também não consegue tirar os olhos da bela moça. Eric pensa em dizer nada mas sua boca já contrariava seu cérebro.*

Eric: NOSSA, QUE MULHER MAIS GATA!

*Nesse tom gritante, não só Marjorie iria virar para Eric mas a academia inteira faria isso enquanto olhava para outra direção fingindo não ser ele.*

Eric: Ótimo, idiota.

*Enquanto a academia voltava para os seus respectivos exercícios, Marjorie ainda encarava Eric por mais alguns segundos e voltava a fazer seus exercícios rindo do que tinha acabado de acontecer.*

Eric: hehe, acho que ela gostou.

*Passado algum tempo, todos terminam suas respectivas atividades e vão embora. Quando chega em casa, Eric toma um banho e se troca enquanto liga seu computador para postar um vídeo.*

*Vídeo postado em NWR.com*

Eric: Oi galera, sou eu, Eric, mas é claro que vocês já sabiam disso. Como várias pessoas deram suas opiniões nos outros combates, pensei em dar as minhas opiniões também então vamos lá.

Eric: A primeira luta é Chris Brezinski vs Juan Pedro numa hardcore match. Num retorno inesperado de Juan Pedro, ele vai encarar o durão Chris Brezinski, que vinha atacando o Bruno Jackson, amigo de Juan. Pessoalmente acho que vai ser uma luta boa de ver por causa de estipulação. Acho que vai ser um combate equilibrado mas no final acredito que Chris sairá vencedor.

Eric: A segunda luta é Jigglypuff vs Lady num Last man/woman standing match. Também acho que irá ser uma luta muito boa, por causa da estipulação que agrega a luta mas também por causa dos competidores que são incríveis. Apesar de serem bem equilibrados, acredito que Lady saia vencedora.

Eric: A terceira luta é a Championship Scramble pelo Elite championship. Já falei dessa luta mas falo de novo. Acho que além de mim, os que tem mais chances de ganhar são o King, a Marjorie e o Bruno. King porque ele é ex-campeão do Cursed, é um competidor explêndido, muito habilidoso e muito ágil para uma pessoa do seu tamanho. Marjorie porque também já foi ex-campeã do Cursed, também é uma competidora incrível, é bonita(opa rs), muito habilidosa e forte e tem muita força de vontade. E o Bruno porque tem muita garra e coragem, também é bem forte e não tem medo de nada. Não devemos subestimar as outras duas. A Daniela ganhou o beat the clock, um feito impressionante. E a Ashley, apesar de ser a mais fraca entre nós, pode surpreender a todos.

Eric: Próxima luta - Violetty Gardea vs Katerina Voigh num dog collar match. Não tenho muita o que comentar. Violetty ganha com certeza.

Eric: Agora é a luta pelo titulo intercontinental - Narkissa Gardea vs Havoc Michaels num electrified cage match. Essa é bem difícil. São dois competidores absurdamente bons. Vai ser uma luta bem equilibrada onde qualquer um tem a mesma chance de vitória. Definitivamente vou esperar muito por esse combate. Acho que embora o Havoc tenha as mesmas chances de ganhar, a Narkissa ainda retém.

Eric: E agora é o main event, a luta mais esperada - Filipe Bé vs Devon Maverick numa I quit match pelo NWR World Championship. De um lado temos o legado de Filipe Bé, que pode se solidificar como um dos campeões mais dominantes caso ganhe essa luta. Do outro lado, a hora da mudança representada por Devon Maverick, um competidor que tem muita perseverança, força, garra e não vai parar até conquistar aquilo que ele quer. Honestamente não vou apontar um vencedor porque os dois são muito bons e apenas quero ver o combate, não como um lutador e possível concorrente pelo título mas sim como um fã dessa bela arte que é o pro-wrestling. Porém, devo admitir que minha torcida é pelo Devon.

Eric: Bem, essas foram minha opiniões. Vejo vocês uma outra hora. Fiquem na paz.

*O vídeos termina.*
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 14.07.17 21:37

– Após o For Victory –

O combate foi intenso e cansativos todos deram o seu melhor e King foi o melhor e ganhou o cinturão, bom não devo culpá-lo ele se dedicou tanto quanto qualquer um de nós! Caminhei lentamente até a porta de meu camarim quando alguém põe as mãos em meus ombros chamando a minha atenção! Ao virar para trás vejo Melissa com um microfone nas mãos e uma câmera man com sua câmera virada para mim se arrumando para pegar a jornalista! Nessas horas eu adoraria que fosse Johnny a vir me entrevistar ao invés de Melissa!
Olhei para baixo um pouco e depois a encarei sem nenhum sorriso cruzei meus braços e fiquei a espera que terminasse de falar, torcendo para que isso fosse logo e eu pudesse entrar para ter um pouco de descanso e colocar as minhas idéias em ordem!

– Parabéns pelo combate, como você se sente ao perder esta única oportunidade? –

Não pude deixar de rir ao ouvir isso! Melissa conseguia ser tão engraçada.

– Serio que você acha que foi a única oportunidade que eu tive? –

Como imaginava Melissa me olhou estranho depois da minha resposta, porém não liguei muito para a sua expressão...

– Desculpe me expressei de forma errada, como se sente ao perder a Elite? –

Dei um pequeno suspiro, eu falhei nessa missão de ganhar o Elite mas não me afetou, não ao ponto de me fazer ficar tão pensativa, talvez outros planos sejam traçados para mim, devo confiar no meu Senhor e tudo ficará bem! Ele sabe do que é melhor para mim neste exato momento. E não irei desistir da Elite.

– Eu não perdi a Elite Championship. King teve uma resistência maior foi o sortudo por conquistar o titulo foi o melhor de todos os cinco que estavam ali presentes dentro daquele ringue. Mas isso não quer dizer que eu vá desistir de ter uma oportunidade ao titulo! –

Resposta errada ou certa no momento eu quero descansar e Melissa não para de fazer perguntas!

– O que te faz achar que levou a Dani te atacar daquele jeito? Você realmente a usou para ter o que queria? –

Uma pergunta que eu adoraria responder depois de alguns dias! Porém não tive esta sorte tudo que sinto dela é uma mistura de pena, raiva tristeza e desprezo, eu não posso responder a está pergunta agora, mas teria de responder pelo menos dizer um pouco do que estou pensando nisso tudo! E torcer para não falar demais.

– De forma alguma eu pensei em usá-la e de forma alguma queria que ela pensasse desta forma! Se eu fosse este tipo de pessoa que jogasse sujo eu falaria e fazia coisas absurdas como os outros falam por ai! Ao invés de querer trazer um pouco de luz para um lugar cheio de escuridão eu estavam plantando mais escuridão! Ela preferiu acreditar-nos outros, acreditar que um titulo vale mais que as próprias ações. –

Hora de parar de falar e deixar tudo isso para depois! Caso o contrario darei mais perguntas a Melissa e não estou afim de responde-las agora.

– Entendo, mas por que acha que ela a atacou? Por que ela achou que você estava a usar? –

Por que não muda seu foco Melissa? Olhei para cima e não queria estar respondendo, não mesmo queria estar descansando ao invés de estar conversando com Melissa que procura por escândalos e causar mais problemas...

– Certamente por que não tem opinião própria! –

Melissa ficou incrédula com o que eu falei agora já e tarde demais.

– Não é a verdade? Infelizmente terei que acreditar que ela fez chantagem emocional para que eu desistisse da luta? Se eu desistisse ela sentiria aliviada e teria mais chances? Isso não é profissionalismo... –

Melissa conseguia me estressar e eu não estou a fim de conversar, porém tenho que me conter tenho que pelo menos tentar me manter calma se eu não quero falar besteiras. Por que não era o Johnny vir atrás de mim?

– Acha que ela esta tendo muita pressão por conta do grupo ante Gardeas? –

Dei um sorriso falso dando a entender que eu não estava afim daquela conversa e estava apenas prolongando, minha cabeça estava começando a doer e eu estou começando a perder o controle de minhas ações enfim, ainda estou alterada e Melissa não ajuda!

– Pelo amor de Deus não seja burra Melissa, o grupo não foi feito para ser ante Gardeas, é verdade que pretendo enfrentar uma delas futuramente, mas não agora! É só um grupo com algumas amigas que tem o mesmo objetivo, apoiar uma a outra apenas isso! –

Fora de controle? Estava irritada isso era claro e era algo que nunca tinha me acontecido enfrente a uma câmera, e Melissa estava conseguindo me irritar!

– Então isso não tem nada haver com as Gardeas? Está muito magoada com a Dani? –

Dei um sorriso como se estivesse feliz olhei para os lados mexi nos meus longos cabelos louros que estavam olhei para Melissa da cabeça aos pés e desta vez já a olhava com ódio, queria dizer para que ela saísse da minha frente antes que eu acabasse com ela de vez, algo que king não vez minha cabeça esta latejando eu quero sossego.

– Melissa querida escuta bem! O grupo não foi formado para ser ante Gardeas... Você tem capacidade de compreender isso ou é apenas uma repórter bonita que usa apenas 10% do cérebro que possui? –
Parabéns Melissa você conseguiu me irritar, muito obrigado Melissa OBRIGADO!

– Compreendo Jojo! Mas e sobre Dani? –

Péssimo dia para me entrevistar Melissa. Porém eu não sei o que dizer sobre Dani, ela era minha melhor amiga. E agiu daquela forma...

– Minha melhor amiga me agride quando eu vou saber se ela esta bem, e você acha que eu estou como? Se você é inteligente sabe a minha resposta! E mas se quer que eu fale então eu irei falar. Raiva, tristeza, desprezo é o que eu estou sentindo neste exato momento por ela... Está feliz Melissa? –

Quando Melissa ia falar algo alguém chega a atrapalhando me fazendo soltar um grande alivio! Era Eric Morgan ele demonstrou preocupações comigo naquele momento me fazendo ficar calada enquanto o mesmo falava.

Eric – Olá Melissa, Marjorie podemos conversar? Sobre aquilo que falamos mais cedo! –

Eu fiquei sem entender até ele piscar para mim, estava me ajudando a me livrar de Melissa e suas perguntas inusitadas o que explica o assunto anterior que nunca teve entre nós! Eu aceito de imediato e o puxei pela mão entrando no camarim, olho para Melissa da cabeça aos pés novamente e dou um sorriso provocador.

– Da próxima vez que vier me entrevistar queridinha se vista adequadamente, afinal não mereço dar entrevista a pessoas mal arrumadas, isso cansa a minha beleza! –

Fechei a porta com tudo e olho para Morgan sentado na cadeira.

– Obrigado por me ajudar! –

– Não vou demorar muito, você precisa conversar e eu gostaria de conhecer você melhor! –

Peguei um copo e o enchi de água até a borda e o tomei de uma vez.

– Eu pretendo descansar um pouco antes de ir para o hotel! Então aquele elogio era para mim? –

O homem deu uma leve corada não podia negar que estava bonito envergonhado. Porém parecia animado.

– Foi sim! Fui muito discreto não? –

Respondi com a cabeça em sinal de positivo dando um sorriso tímido e quase sem graça, ainda não estava bem para ter este tipo de conversa por agora!

– Mas enfim, não quero enrolar, eu queria saber se você estava bem, mas pelo jeito não! Mas me atrevo a te chamar para irmos ao shopping amanhã ou depois de amanhã o que acha? –

Isso é um, encontro? Não sei se seria uma boa idéia com tudo o que está acontecendo!

– Não sei se é uma boa idéia... –

– Jojo, você vai precisar se distrair e eu quero te conhecer melhor! E quem sabe eu não possa te ajudar a colocar a cabeça no lugar talvez. Vai ser legal... –

Talvez ele tenha razão coloquei o copo na mesa e o encarei. Já estávamos longe das câmeras eu precisa falar com alguém, precisava entender por que Dani agiu assim, por que ela não consegue entender... Talvez se eu sair e relaxar um pouco mais possa me ajudar a colocar todos estes pensamentos no lugar.

– Está bem, talvez você tenha razão Eric! Preciso relaxar um pouco talvez saindo eu relaxe mais e coloque meus pensamentos no lugar! Depois de amanhã às 16 horas! –

O homem sorri e se dirigi a porta, ele para antes de abri-la e me olha com um grande sorriso como se tivesse ganhado o maior premio de todos.


– Então te pego as 16 horas! Vou deixar você descansar! –

Me aproximei do homem e lhe dei um beijo na bochecha o deixando ir embora o homem ao abrir a porta ele olha para os lados e caminha em direção ao seu camarim enquanto eu fecho a porta e me sento na cadeira.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

1

Mensagem por ★ Bé ★ em 14.07.17 22:29









 

 


*Promo Off / Uma noite qualquer antes do Ppv*


Está Violetty caminhando em um balneario. Ela estava a mexer no telemovel enquanto, surgia alguém por trás, ele tira o telemovel das mãos e se afasta um pouco. Violetty se mostra inrritada e se volta para trás, porem se acalma ao ver que era apenas Stryker brincando.


          


Stryker: Ora, trocando mensagens hein? Já aranjou outro Bé qualquer e ainda não disse nada.


Violetty: Ei. Me devolva isso! Palhaço.


Stryker: Me deixa ler primeiro. Ora...


Violetty: Não me dá!


Ele ficava mexendo nele, enquanto Violetty tentava recuperar o mobile. Ele ficava empurrando ela com o braço direito enquanto a afastava e lia com a outra mão.


Violetty: Ei, é meu, não roube minhas coisas!


Stryker: "Eu também te amo minha sereia, assinado Bodinho" Owwwwnnnn...


Violetty: ME DÁ!!


Violetty pulava em cima dele que segurava nela com o braço, porem se tentava afastar mesmo a mantendo em seu colo. Ela começa a apertar ele, e lhe dá uma dentada com força no pescoço, foi quando ambos cairam pelo chão de um modo bem atrapalhado, e Vio fica em cima dele.


Stryker: Ei... Morder não vale.


Violetty: Bruxas jogam sujo.


Ela ficava sorrindo enquanto estava deitada também em cima dele. Nem dando muita atenção para o objecto.


Stryker: Engordou?


Violetty: Eu? Não...


Stryker: Então sai de cima de mim porque está pesada para caralho.


Ele fica rindo, enquanto ela se senta ao lado e cruza os braços tentando mostrar um ar ofendido.


Stryker: Qé isso? Tu está ficando que nem um Kevin e a culpa é minha?


Violetty: Eu não sou pesada. Você que é fraco.


Stryker: Ei, eu não sou fraco. Só meio destreinado. Mas eu ainda sei uns movimentos. E não tenho medo de os usar hein?


Violetty: Não me consegue impressionar.


Stryker: Ai não? E se fizer isto.


Stryker prende ela com o braço esquerdo em um Sleeper Hold bem simples e começa a apertar. Foi quando Vio deu nele outra dentada no braço fazendo ele a soltar.


Stryker: Puts, cansou e agora quer ser tu a comer um Bé é? Mas tu é bruxa ou canival?


Ele se virava um pouco de lado e Vio prende nele um Sleeper Hold, porem bem no pescoço dele com o braço esquerdo e com o direito prende na nuca dele. Ela o puxa e entrelaça as pernas no corpo dele o deixando de costas em cima dela, imóvel.


Violetty: Agora vai ter que me pedir desculpas.


Stryker: Hahaha. Nope.


Ela apertava o pescoço dele. Ele mesmo rindo não consegue escapar por ali e começa a bater com a mão dando o tap out.


Stryker: Tudo bem, não volto a mexer nas suas coisas.


Violetty: Sério?


Stryker: Não.


Ela não apertava mais, ambos ficavam sentados enquanto a bruxa só ficava atrás dele o abraçando.


Violetty: Cadê meu celular?


Stryker: Quê? Sei lá. Acho que caiu naquele balde por ali.


Ela o soltava e ia apressava ver o balde. Ela tirava o telemovel de lá que já não trabalhava.


Violetty: Obrigado... Agora como vou falar com a minha irmã?


Stryker: Ué? Tu fala com deuses por telepatia e não consegue falar assim com a irmã?


Aparecia um fachineiro com uma esfregona, ele passava com ela no balde e continuava a lavar o chão.


Violetty: O que faz aqui um balde no meio do nada?


Stryker: Mas é filha da puta mesmo. O mobile da minha Letty se afogou culpa tua, desgraçado.


Ele se vira para eles e mostra ser Giverlok.


Violetty: Mas eu conheço ele...


Stryker: É mesmo, eu já bati nele.


Violetty: Eu também.


Giverlok fica somente a olhar para os dois com um ar pensativo, ele olha para o chão mostrando um ar triste. Aqueles dois juntos, ali iriam sujar muita coisa e causar muito caos, então ele fala.


Giverlok: Ei... Vocês já ouviram falar no.. Ahm... No novo parque de diversões da Nwr?


Stryker: Parque de quem?


Violetty: Obaa, parque de diversões? Me leva lá Tyke, vá lá. Bodinho sempre me levava nesses lugares divertidos.


Violetty ficava agarrando Stryker pelo braço o incentivando a ir.


Stryker: Tudo bem... Me diz onde fica essa shit.


Giverlok fica dando indicações a Stryker, falando em algumas estradas e locais, ele tira do bolso e lhe dá uma chaves.


Giverlok: Carro do seu irmão está na garagem. Ele deixou a chaves comigo, por favor, peguem nele e desapareçam... Quer dizer, se divertam.


Violetty: Porque tem as chaves do carro do Jiggy?


Stryker: Algo relacionado com as limpezas... Eii, sério que ele me deixa conduzir?


Giverlok: Tu tem carta de condução não tem?...


Stryker: Claro que tenho. Comprei ela ali na loja dos chineses.


Giverlok: Então podem ir embora...


Vio se mostrava bem animada sabendo que ambos iriam para um parque de diversões juntos, ela felizmente tinha avisado a irmã que iria chegar tarde ao hotel. Ela ficava segurando no braço dele enquanto saiam do lugar a saltitar, e Giverlok suspirava de alivio.


Eles chegavam na garagem, a porta dela abria. E estava lá o carro do Jiggly, novinho em folha e a brilhar devido ao trabalho do fachineiro. Eles ficavam admirando o carro, Stryker passava com os dedos da mão na lateral dele de um modo rápido.


Stryker: Mas que coisa linda, o ordenado do meu mano deve ser beem alto...


Violetty: Você já conduziu não já?


Stryker: Claro que já. Mas o Jiggy não gosta de me deixar conduzir as coisas dele não.


Violetty: Porque será.


Stryker: Não importa, vamos lá dar uma volta.


Stryker abria o carro enquanto Violetty ficava quieta e meio pensativa.


Stryker: Não vai dizer que tem medo de entrar no carro com um palhaço ao volante?


Violetty: Não é isso... Não deveria perguntar para ele antes?


Stryker: Para que? Para ele não deixar? Melhor perguntar depois. Assim ele não diz que não. Vamos. Eu te compro um balão.


Violetty: Tá bom.


Eles entravam no carro. E Stryker colocava prego a fundo, forçando pelo carro daquele modo bem irresponsável. Ele arancava dali para fora e começava a conduzir pelas estradas feito um doido. Violetty parecia gostar da velocidade.


Stryker: Gosta do jeito que eu conduzo? Isso é admirável. Sempre que alguém vem comigo acabo sendo xingado de louco.


Violetty: Eu adoro suas loucuras. E conduz de um modo mais divertido que seu irmão.


Stryker: Uhh, meu irmão te levava a vários lugares?


Violetty: Algumas vezes...


Stryker: Ele me fala pouco sobre isso. Porque não me conta?


Quando Violetty começa a contar algo, Stryker coloca uma musica beeem alta de modo a não se ouvir a voz dela. Ela olhava de lado para ele enquanto ficava rindo da situação. Ela depois mudou a estação de radio para uma musica Rock.


Stryker: Muito barulhento!


Violetty: Nãoo... Eu gosto dessa, me deixa ouvir.


Stryker mudava a estação de radio para outra estação qualquer, e os dois ficavam mudando ela a vez de cada um, até chegar ao momento que Stryker começou a mudar com tapas no radio, até que chegou ao ponto que começaram a socar ele e a ateimar.

Até que começaram a bater bem com força, e com um soco de Violetty o Radio avariou e deixou de trabalhar. Stryker ficava mexendo no radio do carro que não trabalhava com um ar preocupado.


Stryker: Boa, se Jiggly me matar por causa disto. Eu não te quero no meu funeral.


Violetty: A culpa foi sua... Eu só queria ouvir minha musica.


Stryker: Era uma musica horrivel.


Violetty: Eu gostava dela... Agora vamos os dois sem ouvir nada, culpa sua.


Stryker: Se quiser eu posso ir a cantar.


Violetty: Deixa para... Não deveria se concentrar, e manter os olhos na estrada?


Stryker: Não dá para manter os olhos na estrada contigo ai.


Stryker ficava olhando para ela de um modo meio perverso rindo e acenando, e também para um pouco de todos os lados e se distraindo com tudo, dando varias guinadas e xingando todos aqueles que "estavam no caminho". Até que chegaram num lugar com muitas curvas e com ribanceiras, um lugar bem deserto.


Violetty: Sim... Mas melhor para de olhar para os meus peitos e começar a olhar para essas curvas. Não queremos estragar o carro do seu irmão...


Stryker: Tá brincando, este carro se conduz sozinho.


Violetty: Só me diz... Onde estamos?


Algum silencio é feito.


Violetty: Você não me vai dizer que estamos perdidos pois não?


Stryker: Estranho... Eu segui as indicações que aquele palerma deu. E eu não vejo nada para além de... Nada.


Violetty inrritada pelo parque de diversões ter sido uma mentira, bate com força no tabelier do carro.


Violetty: Aquele filha da puta nos enganou. Quando chegarmos vou sujar a Nwr inteira com o sangue dele.


Stryker: Puts, e agora a gente está aqui no caralho mais velho, perdidos, e sem ninguém para perguntar indicações...


Violetty: Tu não tem celular não? Podia pedir ajuda.


Stryker: Claro que tenho, deve estar ai nesse rabelier inocente que acabas-te de agredir.


Ela o abre e começa a procurar, mas não encontra nada.


Violetty: Certeza?


Stryker: Eu acho que o guardei ai. Procura melhor!


Violetty: Mas eu não acho merda nenhuma para além de papeis.


Stryker: Segura aqui.


Ele puxava ela para o lugar do condutor que ficava segurando no volante bem aflita.


Violetty: E... Eu... Eu não sei conduzir.


Stryker: Só virar esse volante de um lado para o outro e deu. Deixa ver... Eu se fosse um telemovel de um palhaço assasino, onde me escondia.


O carro andava aos ZigZags, enquanto Stryker ficava gritando e jogando papeis pelo ar, desconcentrando bastante a condução dela. Alguns papeis iam contra a cara dela lhe tapando a visão.


Stryker: Mas tu tá doida? Nunca conduziu e agora quer tentar de olhos fechados?


Violetty: Mas tu me atirou com isso. Tira isso da minha cara!


Stryker: CUIDADO!!


Ela parecia bem aflita e tira os papeis da cara mas vê que ainda estavam em um caminho recto.


Violetty: Engraçadinho...


Stryker: Hahaha... Assustei a bruxa não foi? Vai vai? Admita!


Violetty: Claro que não...


Stryker: Tu pensou que a gente ia morrer. Deveria ter visto a sua cara.


Violetty: Dá para vir aqui encostar o carro para ligarmos para o seu irmão ou alguém?


Stryker: Pera, eu ainda não achei. Segura nesses aqui.


Stryker joga com mais papeis na cara dela e fica procurando algo, ele depois volta a gritar.


Stryker: CUIDADO!


Violetty: Haha... Engraçadinho.


No entando eles estavam em uma curva. Stryker salta e tenta rodar o volante e apertando o travão, o que foi pior ainda, pois o carro derrapou na curva, e o carro começou a cair pela ribanceira abaixo, capotando o carro varias vezes enquanto caia. Demorou algum tempo o acidente devido a estarem num local bem alto, como um monte.

Felizmente não iam numa velocidade alta o sucificiente para algo catastrofico, porem quando o carro fica parado lá no meio do mato virado ao contrario, completamente partido e sem trabalhar. Stryker sai pela janela, enquanto do outro lado Violetty chuta a porta destruindo ela e saindo.


Stryker: Agora que me lembrei, eu acho que deixei o mobile no hotel.


Violetty dá uma facepalm.


Violetty: Então... Estamos perdidos por aqui no meio do nada. Não podemos contactar ninguém, e o carro do seu irmão foi completamente destruído.


Stryker: Poxa, porque tu tem que ser tão pessimista? Olha o lado positivo.


Violetty: Que é?...


Ele coçava a parte de trás na cabeça olhando a redor ele ficava olhando para o céu.


Stryker: Está uma linda noite estrelada. Porque não ficamos aqui apreciando ela?


Violetty: E o carro?


Stryker: Sou palhaço, não sou mecânico.


Stryker puxava ela pela mão, ele ficava praticamente a correr com ela por ali adentro, ambos ficavam rindo e saltando por entre os arbustos, até que ele encontrou um lugar perfeito com uma vista perfeita e ambos se deitavam ao lado um do outro olhando para o céu.


Violetty: Realmente, está uma linda noite.


Stryker: Viu? Lado positivo, sempre.


Violetty: Mas o que vai dizer ao seu irmão.


Stryker: Eu? Mas quem quebrou aquilo foi tu. Tu fala com ele.


Violetty: Quê?? Não me pode jogar assim as culpas. Foi tu que me fez fazer aquilo.


Stryker: Tu que ias a conduzir, dessa vez não fui eu que fiz asneira não. Tu estava descontrolada. Eu tentei te impedir.


Violetty: Não está a falar sério pois não?


Stryker começava rindo.


Stryker: Eu nunca falo sério. Vida é curta demais para não rir e não curtir ela. Porque não descontrai? Eu pego numas pokebolas e resolvo o assunto.


Violetty: Eu gostaria de ter ido em um parque de diversões... Mas ter a sua companhia é o que importa.


Stryker segurava a mão dela enquanto ficavam a olhar para as estrelas e para a lua. Ele mostrava um sorriso diferente dos comuns. Um inteiramente sincero.


The End.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 28

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 15.07.17 5:34

 
Essa promo acontece logo depois do Show  de despedida do Valugi Barros


Ele estava deitado na cama com alguns ferimentos apos ter sido atacado por Robert, ele pensava e como tinha sido tornado sua carreira desde daquele momento, era um dos nomes mais aplaudidos, mas não pelos feitos dentro da NWR e sim pelo seu passado na e-fed e agora era o fim de tudo, sua carreira tinha acabado e o assassino da sua namorada tomava o seu posto dentro da empresa, tinha como tudo ser pior, a mente de Valugi estava uma confusão, sempre bastante calmo, antigos demônios o perturbavam

- Você Sabe que não é o fim não é?

- Você estava morto, eu enterrei você para sempre a vários anos, nunca mais você voltará  a dominar a minha mente ou mesmo ser parte de minha personalidade

- Será e porque estou falando com você agora? Você quer que eu retorne, quer que eu reconstrua sua vida, quer que eu acabe com aquele sujeito que matou sua namorada

- NÃO, NÃO, NÃO!!!!!!

O lutador Inglês gritava segurando a cabeça, uma das enfermeiras veio e percebendo a agitação dele aplicou um sedativo, dessa vez o Valugi Barros flutuava em sua própria mente, mas parecia diferente, ele foi para um local, onde parecia um deserto, e uma entrada para uma tumba.

- Eu me lembro desse local, mas não posso entrar naquela tumba

- Está com medo Valugi, onde está o grande herói inglês

- Cale a boca você é só um pequeno sussurro.

- Tem certeza?

Valugi Barros entrou na tumba tinha 2 caixões, um deles estava aberto e outro fechado, de repente uma zoada e um dos caixões começa a se abrir, uma luz negra sai dele, o inglês sai da tumba, mas o cenário tinha mudado era tudo escuro, da tumba sai uma versão de Valugi com asas negras e uma foice, a roupa também era preta com um sorriso, de como se dissesse que tinha avisado, quando a versão do Valugi barros tentava fugir correntes saiam de vários ângulos, das partes negras do local

- O que esta havendo? Eu não consigo me mexer

- Sabe o que está havendo nobre Inglês, eu estou tomando conta do seu corpo de volta, na verdade nunca desapareci, mas você pensou que eu não existia mais, que era só uma sombra, mas não sempre estive aqui, mas dessa vez você vai desaparecer e eu tomarei conta de novo de você, e seu desejo sendo realizado.

O Valugi Negro sorria alto, quando via o atual Valugi preso pelas correntes sendo jogado no caixão, antes de fechar o novo valugi falava

- O Angelripper está de volta, veremos como será o caminho de sangue agora

O caixão ia se fechando com um olhar desesperador de Valugi barros, enquanto o Anjo Ceifador sorria, o caixão e tudo mais somia, agora era tudo negro, inclusive meio infernal, destacando um cemitério onde tinha uma lapide escrita Valugi Barros e a data de hoje marcada, enquanto as asas de um novo anjo surgia e Valugi Angelripper estava despertado

O cenário agora mudava o Mr.Smart abria os olhos, ele olhava para o corpo, sentia os movimentos, se levantava e fazia alguns golpes básicos, quando a enfermeira entrou e perguntou

- Está se sentido bem senhor Valugi?

O Inglês sorria e respondia

- Nunca estive melhor

Ele se levantava, pegava seu jaleco e iria embora do hospital.
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 15.07.17 13:54

No backsatge após o PPV

A mulher estava fugindo dos médicos ela queria achar a irmã para poder a ajudar com os ferimentos ela saltitava pelos corredores buscando pela Naki ou Bé até mesmo Jiggy que ela queria conversar afinal estava preocupada com eles ela ia pulando as pessoas fugiam dela foi quando ela achou Stryker ele estava discutindo com um cara foi quando o rapaz viu a bruxa cheia de sangue seco e a ferida ainda estava aberta uma cena perturbadora o homem saiu

Stryker: - Ohhh filho da puta volta aqui sabia que deixar pessoas falando sozinhas no meio de uma briga é falta de bolas?

Violetty: - Ele não tinha cara de ter muitas bolas não

Ele se virou ao ouvir a voz e foi quando deu de cara com a bruxa o homem sorriu

Stryker: - Olha só está linda e ainda saiu vitoriosa parabéns apesar de ser gostosa aquela GM lá merecia

Violetty: - Ela ainda não viu nada...me fala sabe do seu irmão ou do bodinho? Eu quero falar com eles

Stryker: - Meu tio não parecia muito afim de conversar quando saiu e o meu irmão estava tendo um ataque de hormônios lá na ala médica eu queria ficar e ver o barraco mais me expulsaram

Ele deu de ombro e cutucava a ferida na testa da bruxa que ainda sangrava um pouco

Stryker: - Você descobre quando uma luta é boa quando sai sangrando dela o resto é coisa de viado

Violetty: - Eu concordo meus deuses queriam o sangue daquela puta e foi isso que eu fiz

A mulher dava o cursed para o palhaço o título estava sujo de sangue ele pegava e ficava olhando

Stryker: - Até ficou mais bonito essa merda não dá tanta vergonha de segurar mas acho que o sangue deixa ele mais bonito

Ele riu cutucando os ferimentos da bruxa que mesmo sentindo dor ela sorria

Violetty: - Você faz o tipo que me faria gostar de lutar pelo visto

Ela sorriu com crueldade e se aproximou dele mostrando um certo interesse em lutar com alguém como ele

Stryker: - Eu tenho capacidade de fazer você gostar de muitas coisas e todas envolvem dor

Ele sorriu malicioso e ficava seguindo a bruxa com a olhar a mulher andava em volta dele ele jogava o título no ombro e arqueava uma dos sobrancelhas como se desafiasse a bruxa mostrando o cursed que ela havia dado pra ele

Violetty: - Qual seria a graça se não doesse?

A bruxa estava pilhada pelo combate que teve e aquele olhar dele apenas piorava a bruxa rosnou para o homem que retribuiu fingindo que ia a morder o homem a puxou pelo braço e a bateu na parede com força ele apoiava a mão na parede perto do rosto dela

Stryker: - Não deveria ficar me provocando dessa forma bruxa

Ele aproximou o rosto do dela e a mulher sorriu ela se aproximou dele ela apenas pegava o titulo e encostava na parede o olhando nos olhos

Violetty: - Eu estou provocando o Creepy Clown? Não sabia

Ela se fazia de inocente mudando a expressão para algo infantil o homem deu risada uma risada sarcástica até a bruxa voltar para perto dele e o segurar passando a língua no rosto dele e na boca depois ela se afastava dele dando risada o palhaço cerrou os olhos

Stryker: - Eu tentei....mas foda-se

Foi a última coisa que ele falou antes de prensar a mulher contra a parede e a beijar ele parecia não ligar muito para o sangue isso até fazia os dois gostarem mais ainda a mulher agarrou ele enfiando as unhas na jaqueta dele enquanto o homem apertava a cintura dela o beijo ia ficando mais intenso nenhum dos dois parecia querer soltar ela pulou prendendo as pernas na cintura dele que a segurava ela mordia os lábios dele tirando sangue enquanto ele arranhava as coxas dela o homem foi descendo pelo pescoço dela e passava a língua no sangue que estava no corpo da bruxa foi quando a morena o puxou de volta para um beijo tendo que se separar para poder respirar

Eles pararam quando uma mulher se aproximou e tossiu ambos não estavam dando muita bola e continuavam se agarrando até a mulher que tinha achado Narkissa a bruxa parou de dar os amassos com o palhaço para a ouvir  

Stryker: - Merda...mas tinha mesmo que vir agora?

Violetty: - Onde ela está?

A moça dizia meio sem jeito vendo o palhaço a olhando com certa raiva a bruxa se afastava e pegava o título que tinha caído no chão o homem bufava irritado cruzando os braços ele olhou para a moça

Stryker: - Empata foda...como você consegue dormir a noite hein?

Ele dizia com certa raiva até a bruxa sair puxando ele junto com ela

Violetty: - Não achou que eu ia te deixar ali né?

Stryker: - Já deixou “na mão” mesmo...

O homem fazia uma expressão de incomodo até a bruxa o abraçar pela cintura e começar a cutucar ele que acabava rindo

Violetty: - Temos tempo eu preciso ver a minha irmã e de quebra você vô o seu

Stryker: - Nãoooo ele vai acabar fazendo perguntas que eu não quero responder

Os dois chegavam perto da enfermaria quando a bruxa entrou na frente dele o palhaço acabou por dar um tapa forte na bunda dela que a fazia pular

Violetty: - Ei!

Stryker: - Não me culpe sua bunda praticamente pediu por isso

Ela colocou as mãos na cintura e deu risada sabia que ia ficar marcada pela força que ele usou a bruxa tentou entrar mas foi começou a ver muitos médicos e o ambiente estava claramente incomodando ela sem falar que quando viram o estado dela quiseram a tratar a bruxa se afastou e puxou o palhaço dali

Stryker: - Muito sem educação sair correndo assim sabia? Devia ao menos ter um ataque de pânico tenho certeza que seria engraçado

A mulher acabava dando um leve tapa na cabeça dele que obviamente ele retribuiu pegando na bunda dela novamente

Stryker: - Cada um bate onde quer nem faça essa cara

Violetty: - Ahh é?

Ela batia com o título nele

Stryker: - Ai caralho...essa merda dói

Ela voltava a bater nele enquanto ria estava brincando com o palhaço o homem tentava desviar dos ataques

Violetty: - Tá fugindo porque? Hein? Vem cá

Stryker: - Para de me bater com essa porra olha eu vou revidar

Ele correu e a bruxa seguiu ele pareciam duas crianças correndo pelos corredores do lugar até que ele conseguiu tirar o título das mãos dela

Stryker: - Olha só o que eu tenho aqui....que bela arma deve doer apanhar com isso não é?

Violetty: - Fodeu.....

O sorriso dele era sádico batendo o título nas mãos dessa vez a bruxa saiu correndo rindo e ele a perseguia os dois estavam mais afastados dos demais até ele conseguir a alcançar bateu nela algumas vezes de leve o palhaço jogava o título no chão e agarrava a mulher por trás a levantando do chão eles estavam rindo até aquilo virar um abraço ele apertou ela

Violetty: - Ooohh olha só o Creepy Clown está carente

Stryker: - Cala a boca sua insuportável

Foi quando ele começou a apertar o abraço a bruxa reclamava da dor ela não sabia se reclamava ou ria da reação que ele teve

Violetty: - Que foi não quer admitir que dorme abraçado a ursinhos de pelúcia?

Stryker: - Tem razão eu durmo mesmo e hoje vou dormir com a minha de bruxa

Violetty: - Que? Eeiiii isso é sequestro

Stryker: - Ninguém liga se não faz falta

Violetty: - Minha irmã sente falta

Stryker: - Ela supera

Ele ia levando ela para for a dali as pessoas ficavam estranhando aquela cena ele tirava ela da arena enquanto a bruxa não continha as risadas

Violetty: - Pra onde vai me levar hein?

Stryker: - Não importa você é minha bruxa de pelúcia vai ficar comigo todos os dias principalmente na hora de dormir

Foi nesse momento em que ele mordeu o pescoço dela dando um chupão enquanto a levava embora dali sem se importar com as pessoas vendo os dois ali a bruxa estava sem celular já que o dela foi nadar mas esperava que avisem Naki que ela havia sido sequestrada os dois estavam rindo bastante enquanto a bruxa pentelhava ele gostava de ficar perto do homem era diferente ele entendia ela como ninguém



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 66 A VITÓRIA IRLANDESA EM BIRMINGHAM

Mensagem por King em 15.07.17 14:51

Eu estava realmente exausto e não suportava mais aquelas cadeiradas de Joe Draven sobre meu corpo. Ouvia os gritos de incentivo dos fãs e ao mesmo tempo, várias vaias para ele, porém, seu olhar era de um homem obcecado e disposto a causar o máximo de dor possível em mim, sem demonstrar remorso. Cai no chão e o ataque covarde só acabou quando não havia mais utilidade a cadeira. Meu braço arde em dor, não consigo mexê-lo e olho para Draven tentando entender aquela atitude, mas o mesmo se vai bocejando que aquilo era apenas o começo. Deitado no ringue, percebo que estava sozinho, mas sem forças para me defender, olhei aos céus como se estivesse pedindo uma força extra ou que aquilo acabasse logo, então ouço o gongo tocar sem ninguém fazendo o pinfall sobre minha pessoa.

Acabou!

Este era o som da minha alma gritando ao ouvir meu nome como primeiro Elite Champion, eu alcancei minha remissão dos pecados, eu consegui recuperar minha carreira, eu consegui o perdão dos meus súditos, eu tenho um reino para chamar de meu, de forma limpa. Rolei meu corpo para o lado esquerdo, evitando tocar meu outro braço do ringue e sentir mais dores naquele local. O juiz se aproxima de mim e pergunta como estava me sentido, digo a ele que sentia algumas dores no braço, mas nada de anormal. Ele me ajuda a ficar de pé e ao encostar em um dos corners, vejo os fãs gritando meu nome, eu realmente tinha conseguido meu título e colocado meu nome na história da NWR.

Vejo no telão, os melhores momentos da luta e percebo que tanto Dani como Marjorie tinham chances nítidas de vitória, mas a intromissão de Draven estragou os planos das duas e após as imagens, surge Valugi Barros com o cinturão, ele estava na mesa de comentaristas. Percebo o corpo de Erick Morgan, Bruno e de Ashley caídos ao longo da área externa do ringue e a câmera mostra o olhar frustrante de Marjorie e Dani em minha direção e isso ficou mais evidente, quando Valugi sobe ao ringue com o cinturão. O britânico se aproxima de mim, que estava encostado em um corner e diz:

- Está pronto para ser coroado, King?

Ofegante e cansado, apenas balanço a cabeça positivamente e vou ao encontro dele, de forma discreta ele aperta minha mão e me entrega o belíssimo cinturão. O agarro com as duas mãos, olho para os fãs, em especial para Luiz Paulo e o ergo aos céus para receber uma chuva de papéis picados e fogos de artifícios, Valugi aplaude e sai do ringue me deixando só para ouvir os aplausos e felicitações dos fãs, deixo algumas lágrimas caírem do meu rosto, ainda mais ao reparar que Dani Ribeiro tinha discutido com Marjorie, sendo que a loira levou a pior na situação. Saio do ringue, lentamente e vou ao encontro de Luiz Paulo para comemorar junto com ele, sua recepção bem como aqueles que estavam próximos foi apaixonante. Mesmo suado, ele me abraçou e outros fãs fizeram o mesmo, demonstrando felicidade pelo meu triunfo, algo que alegrou muito meu coração. Quando um dos cinegrafistas se aproxima, digo em alto e bom som para lente:

King – Eu consegui! Eu consegui! Hoje entro para a história como primeiro Elite Champion e isso permanecerá sobre meus domínios por um longo tempo, hoje tenho um reino para ser chamado de meu!!! Longa vida ao Imortal, King Armstrong!

Caminho em direção ao backstage e coloco o cinturão sobre meu ombro esquerdo e cumprimento no caminho o máximo de fãs que consigo alcançar, o cansaço era nítido e me fazia andar cada vez mais devagar. Um fã que estava encostado na grade, joga uma bandeira a Irlanda que para sobre meu pé esquerdo, me agacho, pego a bandeira, a beijo e ergo-a aos céus, levando ao delírio os fãs irlandeses que ali estavam presentes na parte superior da Arena. Entrego a bandeira para um dos seguranças que ali estavam e entro no backstage.

Tão logo entro no local, um dos médicos da NWR se aproxima e verifica o estado do meu braço direito. Consigo perceber algumas escoriações e vermelhidão causada pelas cadeiradas de Draven, mas nada que me impedisse de lutar na próxima semana, palavras do médico. Ele pede que o acompanhe para o posto médico e o sigo prontamente. Caminhando pelo backstage, sou recebido com aplausos por alguns funcionários, enquanto vejo Violetty fazendo aquecimento para seu combate, extremamente concentrada.

Waterfall se aproxima de mim, acompanhado do cinegrafista Zé e digo à ele que a entrevista será no posto médico da Arena, por ordem médica, Johnny concorda e me acompanha e no caminho me dá felicitações pelo título. Consegui ver, a distância, Marjorie sendo atendido por um dos médicos em um caminho contrário ao do posto médico. Ao chegar lá, deixo meu cinturão de lado, deito na maca e recebo alguns medicamentos para amenizar os ferimentos sofridos no braço direito. Passados uns dez minutos, aproximadamente, concedo a entrevista à Waterfall.


Waterfall – Senhoras e senhores, fãs da NWR, estou ao vivo com o primeiro Elite Champion, King Imortal Armstrong! King, primeiramente, parabéns pela conquista e digo mais, que luta incrível.

King – Obrigado Johnny, pelas palavras. Consegui cumprir uma das metas que buscava a tanto tempo e hoje não sou apenas Elite Champion, como sou Triple Crown Champion!

Johnny faz cara de espanto ao ouvir minhas palavras, olha por alguns segundos as anotações em seu tablet e diz na sequência:

Waterfall – É verdade, King! Cursed Champion, Intercontinental Champion e agora Elite Champion, parabéns por mais esta conquista! Dupla vitória hoje hein?

King – Sem dúvida, foi uma longa jornada para alcançar esta glória.

Waterfall – Agora, falando da luta, esperava tanto dificuldade? E o que falar do desempenho de Dani Ribeiro e de Marjorie?

King – Não posso deixar de mencionar as participações de Ashley, Bruno e Erick Morgan foram sensacionais, cada um teve seu momento de destaque na luta, mas no fim Dani e Marjorie deram um show a parte e merecem todo meu respeito, infelizmente a intromissão de Joe Draven deixou uma mancha sobre este combate, porém, não apaga a brilhante atuação das duas e espero que tenham novas oportunidades de título na NWR.

Waterfall – Você ficou chateado com Dani Ribeiro e sua declaração a respeito de você se tornar um Jobber e ela a campeã?

King – Ela disse aquilo que pensava, nada além disso; dentro do ringue provei que ela estava equivocada a meu respeito, assim como me precipitei ao trata-la como carta fora do baralho na noite de hoje, ambos se enganaram em suas declarações, ponto final.

Waterfall – E agora King, o que pretende agora em diante? Tem como meta um novo cinturão na NWR?

King – Johnny, acredito que Ashley, Bruno, Erick Morgan, Marjorie e Dani Ribeiro pretendem tirar este cinturão de mim, então, estarei bem ocupado de agora em diante, não acha? Só quero passar na Irlanda e comemorar com meu povo este triunfo, antes de iniciar as defesas de cinturão.

Waterfall – King, sei que está cansado, então vou encerrar esta entrevista exclusiva e mais uma vez, parabéns pela vitória histórica na noite de hoje, tenha uma boa recuperação campeão.

King – Obrigado Johnny, nos vemos em breve para celebrar esta conquista da maneira irlandesa!

Deitado ali na cama, observo a luta de Violetty Gardea e fico impressionado com o ritmo frenético da luta. O médico coloca uma tipoia no meu braço, apenas para precaução, já que não tive nenhum tipo de lesão. Assim que a luta pelo Cursed termina, saio do posto médico e vou em direção ao meu Locker Room para tomar banho e beber uma cerveja bem gelada para relaxar. Passados uns vinte minutos, após meu banho, de roupa trocada e bebendo cerveja, acompanho a luta pelo Intercontinental Championship, não havia em meu coração qualquer tipo de torcida, mas apenas o sentimento de expectador. Mesmo descabelada, a loira era belíssima, enfim, acompanhei o combate e vi Havoc ser derrotado, dando a Narkissa a vitória e o título de campeã da Intercontinental Division.

Terminei minha cerveja e sai do Locker Room com meu cinturão preso a cintura. Conversei com um dos funcionários que estava no corredor e pedi para ele me indicar um caminho rápido para chegar na Área Vip, local aonde Luiz Paulo estava sentado. Vi de relance, Devon Maverick se alongando para a luta e acelerei o passo para chegar na arena e ver de perto o Main Event ao lado do meu fã.


Willospreay

Mensagens : 1
Pontos : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 14/07/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Willospreay em 15.07.17 22:29

*Derrepente veriamos Will Ospreay nos corredores encostado na parede, o mesmo dá uma gargalhada e começa seu discurso*



-Tá bem caras muitos aqui dentro vão me chamar de psicopata,  mas eu realmente não ligo para esse tipo de coisa eu acabei de chegar nesta empresa e muitos já vão querer me julgar sem mesmo nem me conhecer,  mas eu realmente não estou nem aí para vocês cara eu faço o que eu tenho que fazer estou pouco me fodendo para vocês, Algo que me intriga bastante é a formalidade destas pessoas parecem que nunca ouviram palavrão na sua vida, As coisas nem sempre funciona da maneira que você quer Às vezes você tem que aceitar o que a vida te dá e às vezes você tem que aceitar o que a vida não te dá,  e às vezes você tem que fazer as pessoas sofrerem para ganhar as coisas que a vida não te deu, Eu poderia passar horas e horas torturando Esses idiotas daqui de dentro mas eu não vou perder meu tempo com pessoas tão fúteis como vocês, Enquanto o máximo que eu consigo ver aqui dentro são pessoas babando ovo um dos outros,  eu vejo que eu mal cheguei nesta empresa e o cenário disto aqui já está mais bosta do que tudo que eu já vi,  eu não sei se eu deveria avisar que é conter palavrão estou aqui mas eu estou pouco me lixando pra isso,  Se vocês esperavam me ver como um grande mocinho que teria medo de falar a verdade na cara dos outros Vocês acabaram de se enganar,  as coisas não funcionam assim cara vocês tem que aturar a verdade sendo ela boa ou  ruim, Eu poderia entrar aqui dentro e apontar uma arma para a cara de todo o mundo e acabar com tudo isso de uma vez por todas mas eu estou tomando meus remédios controlado a mente

*Will sentaria em uma cadeira ali perto*

-Às vezes é necessário você sair de uma grande merda para conseguir entrar em outra grande merda para conseguir as coisas que você quer,  eu realmente às vezes fico com muita raiva porque as pessoas fazem para mim mas eu não me preocupo muito com isso,  pois eu tenho certeza que uma hora ou outra eu vou encontrar essa pessoa na rua e ela vai ter um belo encontro com minha moto-serra,  eu realmente já perdi a conta de quantas pessoas eu decapitei só nesse último ano, Mas vocês não precisam ficar com medo de mim pois eu não vou fazer nada para você a menos que você xingue minha mãe ou alguma coisa do tipo,  mas se você fizer alguma coisa não muito grave para mim eu só vou arrancar alguns dentes seus, nada demais, Mas agora vamos fazer a brincadeira ficar um pouco mais séria se vocês tanto queriam ver a minha loucura saindo pelas minhas orelhas

*Will entra em uma sala, pega um taco de golf*

Então vamos causar a primeira polêmica aqui dentro vou começar  destruindo toda esta bosta aqui pois eu já estou com raiva disso

*Will destruiria tudo dentro da sala*

-então é apenas isso que eu tenho para dizer como apresentação e eu realmente não ligo se você não gostou de mim mas eu tenho apenas um recado para as pessoas que não gostaram de mim...FUCK YOU

*Após isso Will bota a mão na camera e acaba a transmissão*



Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.11.17 5:07