Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 56 - UM IRLANDÊS NA TERRA DO SOL NASCENTE

Mensagem por King em 16.06.17 11:16

VÍDEO POSTAO EM NWR.COM/KING

Mostra-se a imagem de King Armstrong, sentado em frente a uma mesa de madeira, comendo sushi e sashimi. Um barco de madeira cheio de sushi e sashimi estava quase pela metade e o irlandês demonstrava alegria em cada mordida dava. Aproxima-se dele uma japonesa vestindo um quimono branco, cabelo amarrado, com uma garrafa de saquê, o irlandês para de comer e diz:


- Arigatôgozaimashita

A moça sorri timidamente, abre a garrafa de saquê, coloca um pouco em um copo de vidro que estava ao lado do barco, fecha a garrafa e sai rapidamente. O irlandês segura o copo, olha para a câmera e diz:


- Olá meus súditos, como tem passado os dias sem me verem na NWR? Eu imagino que estejam completamente entediados, certo? Porém, trago boas novidades para vocês, no próximo For Victory estarei de volta a ação e com a oportunidade de recuperar o cinturão que era meu por direito e não por usurpação, enfim, vamos conversar a respeito da minha próxima luta. Antes, quero dizer que estive no Japão representante a NWR, sendo um dos comentaristas do NJPW Dominion 2017, então eu fiquei absolutamente ausente das redes sociais, focado apenas nesta oportunidade gloriosa enquanto as férias não terminavam na NWR.

King toma um pouco do saquê, limpa a barba com guardanapo e olha fixamente para a câmera de forma séria e começa a dizer em alto e bom tom:

- Intercontinental Championship, fatal 4 Way! De duas uma, ou a NWR quer um representante de verdade para engrandecer esta divisão, ou querem um novo período de férias por que enviarei 3 corpos para os cuidados do doutor Pelé!

O irlandês sorri para a câmera por alguns instantes, até que retorna a falar de forma descontraída:

- Vamos aos meus adversários, quer dizer, vítimas a começar a da menos relevante. O fato de ser queridinho das Gardeas e por fazer parte da trupe do Bé, não te qualifica a estar na disputa deste cinturão, além do que, isso não é lugar para você Jigglypuff; vá para a Cursed Division que lá o teu talento, se é que realmente possui algum, seja mais evidente.

- A segunda participante teve a honra de ganhar meu cinturão, graças a minha doce arrogância, faz parte do amadurecimento não é verdade?
King olha para a câmera e faz uma cara pensativa ao falar tais palavras. Come dois sushis e volta sua atenção para a câmera:

- Enfim, Lady terá a oportunidade de ganhar o título de campeã da Intercontinental Championship, por duas vezes! Algo que me excita a entrar nesta luta, mas será que a heroína irá conseguir sem a ajuda de uma escada? Só lembrando que você não me derrotou e dessa vez vai ter que fazer pinfall para me tirar de cena; acha que consegue esta proeza sem ajuda dos outros envolvidos? Lembre-se do que aconteceu no Royal Rumble, senhorita.

- E por falar em senhorita, olha quem voltou do Hades! Minha ex rainha da submissão, puta favorita de boa parte do Roster da NWR, a irmã da bruxa: Narkissa Gardea. Seja bem-vinda e espero que tenha gostado do presente que deixei em seu leito no hospital e que teus demônios tenham lhe soprado aos ouvidos minhas atuais intenções, aliás isso não é segredo para ninguém: quero tudo o que posso ter e este cinturão está a disposição deste que vos fala. Já tivemos uma luta de verdade e a derrotei, pena que desta vez haverão empecilhos em nosso caminho, o que pode ser uma vantagem para ti já que sou obrigado a sujar minhas mãos com lutadores desqualificados, que graças aos teus deuses, ganham chances inexplicáveis de sucesso que nem o Stephen Hawking é capaz de compreender.


Armstrong pega mais alguns sushis do barco de madeira, põe um pouco de molho shoyu em uma pequena vasilha de cerâmica, umedece os pedaços de sushi, come alguns, bebe saque e olha para a câmera:

- Percebem minha tranquilidade? Aproveitem bem porque na hora que o gongo tocar, vou para cima de cada um de vocês como se não houvesse amanhã. Meu machado já está afiado para decapitar três cabeças e voltar a ser o campeão que a NWR necessita para colocar as coisas em seus devidos lugares; não vou permitir enquanto respirar que a anarquia reine no piso em que caminho.

King se aproxima da câmera, cruza os braços sobre a mesa afastando o prato que estava em sua frente, fica com o rosto totalmente sério e diz lentamente:

- Posso não ter um cinturão, mas continuo com minha coroa sobre minha cabeça e isso me dá autoridade suficiente para passar por cima de deuses, heróis e lunáticos. Passar bem atual campeã e cuide tão bem do cinturão como Lady fez no passado. Podem considerar minhas palavras mentirosas, tolas, presunçosas, caluniadores, pífias e quaisquer outros adjetivos que possam encontrar, mas nenhum dos três foi capaz de me destruir! Eu me reinvento, eu sou um rei e não vou parar até conseguir tudo o que desejo na NWR, pensem bem antes de entrarem em rota de colisão com uma máquina de matar de 175 quilos e sem nenhum interesse em seguir as regras impostos; bons sonhos aos três.

A câmera se afasta lentamente, mostrando que King estava em um restaurante, porém, não haviam clientes por lá, apenas algumas garçonetes olhando atentamente para o irlandês, aguardando seu pedido.


Fim do Vídeo
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 16.06.17 13:41

Tarde de sexta-feira

A bruxa estava treinando na academia correndo na esteira a mulher não estava prestando muita atenção ao redor dela enquanto ouvia musica ela ficava num canto longe dos outros buscando o isolamento e as pessoas evitavam ficar perto dela a bruxa estava falando sozinha e batia algumas vezes na cabeça xingando alguém ela parou de correr quando alguém tocou no ombro dela a bruxa se virou e abriu um grande sorriso

Jigglypuff: - Não sabia que treinava essa hora sempre imaginei que vinha aqui mais a noite

Violetty: - Eu gosto de treinar durante o dia a noite prefiro fazer outras coisas normalmente saio para correr ou venho aqui

A mulher olhava pra ele podia ver que o homem também estava treinando ela ficava um pouco sem graça olhando ele todo suado ela olhava para baixo e ficava mexendo os pés

Jigglypuff: - Então tivemos a mesma ideia eu ia correr também mas achei melhor ficar por aqui mas não tinha te visto até agora

Violetty: - É que eu gosto de ficar mais afastada

A mulher não conseguia olhar pra ele direito estava com muita vergonha mas sentiu o corpo ser empurrado para frente a bruxa batia no lutador e quase caia até ser segurada por ele que dava risada

Narkissa: - Dá uma cheirada nessa testosterona irmãzinha fica ai catando Lady´s e não aproveita....ola Jiggly

A loira sorria com as mãos na cintura vendo a irmã virar uma pimenta vermelha de tanta vergonha

Jigglypuff: - Oi Naki tudo bom? Não sabia que estava aqui

Narkissa: - Devia estar ocupado olhando os peitos da irmã pulando pra prestar atenção em outra coisa

A mulher deu risada ao deixar os dois sem graça

Narkissa: - Ai relaxem peitos são feitos para serem olhados se não a gente tampava eles

Violetty: - E tampamos

A mulher dizia se afastando do lutador e ficando ao lado da irmã

Narkissa: - Tampamos?

Ela olhava para a bruxa como se não tivesse entendido nada

Violetty: - Ai meus deuses ninguém merece

A morena batia coma  mão na testa balançando a cabeça em negativo

Narkissa: - Cadê seu irmão Jiggly?

Quando o lutador ia responder ele viu a bruxa fazendo pra ele ficar quieto

Jigglypuff: - Eu não sei dele não Naki foi mal

Ele estava rindo demais quando a loira olhou para a bruxa e deu um tapa com força no ombro da irmã a xingando em russo a bruxa revidou os xingamentos o homem bateu as mãos para elas pararem

Jigglypuff: - Ei ei que tal ligarem o sap? Eu quero entender a briga

Narkissa: - Ela é uma sem graça eu não ia fazer nada demais só brincar um pouco

Ela fazia uma expressão inocente e uma cara chocada pela forma como a irmã agiu

Violetty: - Eu não sou sem graça você que não tem auto controle

Narkissa: - Ahh poupe-me eu sou Narkissa Gardea a encarnação da luxuria eu não preciso de auto controle eu preciso de homens lindos...falando em homens lindos me fala do Bézinho Jiggly faz um tempo que não vemos ele

As duas mulheres encararam o lutador sorrindo esperando a resposta

Jigglypuff: - Bem ele anda ocupado com o lance do título e tals eu treino com ele as vezes quando ele tem um tempo mas não diria que o vejo com frequência

Violetty: - Ahh que pena eu só falo com ele por mensagens tenho saudades do meu bodinho

A bruxa fazia um biquinho chorosa olhava para o celular estava bem triste longe do bodinho dela

Narkissa: - Tem razão precisamos sair com o Bézinho ele não vai se livrar de nós assim...se não eu não me chamo Deusa do sexo

A loira jogava os cabelos para trás e abria um sorriso animada

Jigglypuff: - Ah ele sempre pergunta de vocês e também fala estar com saudades essas coisas

Narkissa: - E você não tem ciúmes?

A loira se aproximou dele com um sorriso maldoso nos lábios até levar um leve tapa da irmã

Violetty: - Calada

Narkissa: - Ai eu só queria saber sua fresca

Jigglypuff: - Ciúmes? Não que isso ele é meu tio..sei lá

O homem coçava a cabeça ele não parecia ter parado para pensar nisso

Violetty: - Ignora ela finge que ela é um manequim sexy

Ao ouvir isso a loira fez uma pose e ficou parada a bruxa não aguentou e deu risada junto de Jiggly a morena respirou fundo quando a irmã a empurrou um pouco para frente de forma discreta

Narkissa: - Minha irmã quer saber se você quer sair com ela

Violetty: - QUE? Deixa eu falar

O homem dava risada vendo que as duas iam brigar de novo

Jigglypuff: - Eu aceito só preciso de um banho antes ai a gente sai

Ele sorriu para as mulheres vendo a bruxa ficar sem graça e a loira sorrir como se estivesse muito feliz

Violetty: - Eu vou tomar um banho no vestiário daqui e já volto para sairmos

Ela saiu sem falar com ele estava muito envergonhada o lutador ia fazer o mesmo mas a loira o puxou e começou a conversar com ele alguns assuntos avulsos andando com o homem que a seguia eles pararam a loira sorriu com crueldade

Narkissa: - Você vai me agradecer

Jigglypuff: - Que?

Foi quando a loira empurrou o homem para dentro do vestiário feminino e trancou a porta a loira começou a gargalhar o homem quando virou se deparou com a bruxa de toalha a mulher gritou e ouviu a voz da irmã

Narkissa: - Os deuses não te avisaram dessa né hahahah quem é queridinha agora?

Ela saia andando o lutador arregalou os olhos e virou de costas enquanto a bruxa se escondia

Jigglypuff: - Beemm…ajuda se eu falar que não vi nada?

Violetty: - NÃO!

Ela ficava olhando ele de costas e começava a xingar a russa foi quando a cabeça doeu a bruxa se abaixou levando as mãos a batendo o corpo na parede

Violetty: PAREM DE RIR!

Ela bateu a cabeça com raiva algumas vezes na parede a mulher parou quando sentiu ser segurada pegarem a cabeça dela com força e a prenderam contra a parede a bruxa olhou para o lutador

Jigglypuff: - Chega! Não precisa se machucar assim...para

Violetty: - Mas..mas...eles ..eles...ficam falando e rindo

Ela dizia com muita raiva e queria se soltar o que fazia o homem apenas a segurar com mais força não queria que ela se machucasse bem mais do que já havia batendo a cabeça daquele jeito

Jigglypuff: - Deixa rirem não importa isso agora eu não quero que se machuque

A mulher parou e o olhou foi quando sentiu a vergonha queria bater na irmã queria fazer as vozes pararem o homem a olhava nos olhos queria ela calma para poder a soltar

Violetty: - Isso não é nada demais

Ela falava sem entender mostrando estar mais calma a mudança era repentina

Jigglypuff: - Ei essa frase é minha

Ele sorriu e a bruxa riu o homem parecia não querer soltar ela apenas ficava a olhando estava focado no rosto dela como se quisesse falar algo no fundo ele começou a xingar Narkissa ele apertou ela mais um pouco a mulher o olhou mas parecia sem graça para o encarar

Violetty: - Eles estão falando que ela vai voltar mais tarde...eles não...ele está falando não parece feliz

Jigglypuff: - “Ele”? pelo visto vamos ter que esperar então...

Violetty: - Vai conhecer ele um dia não se preocupe....ele gosta de você assim como gosta do meu bodinho

Jigglypuff: - Isso parece bom...

A mulher apenas balançou a cabeça já que os pulsos estavam sendo agarrados ela parecia distante alguma coisa falava com ela e a mulher tentava não olhar para o lutador que parecia estar meio constrangido mas não soltava ela sentia a respiração dele perto a bruxa o olhou depois de muito tempo aqueles olhos dele estavam a deixando sem jeito mas ao mesmo tempo ela não conseguia mais desviar não sabia quanto tempo ia ficar ali mas com certeza a situação parecia que ia sair do controle



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

7

Mensagem por ★ Bé ★ em 17.06.17 2:17









 

 


Tarde de sexta-feira (2) - [Off/ Crianças, não leiam. Estou a avisar.]


   


Ambos estavam no balneário trancados pela Naki. Violetty não parecia muito bem, enquando Jigglypuff segura lhe pelos pulsos, depois ele foi soltar devagar e foi segurando a bruxa pelas mãos. Ambos olham de certa forma um pouco fixamente um para o outro, Jiggly mostrava um sorriso para ela enquanto se aproximava.


Jigglypuff: Eu também gostaria de conhecer seus deuses um dia. Quem sabe eu não te ajude a fazer uns sacrifícios?


Ela sorriu para o lutador, ele solta as mãos dela que parecia mais calma, Jiggly passa gentilmente com as costas das mãos pelo rosto dela, de um modo bem lento e carinhoso.


Violetty: Está a falar sério?


Ela segura na toalha com ambas as mãos perto do pescoço, enquanto Jiggly lhe coloca as suas atrás dos seus ombros como se a fosse abraçar, porem apenas se aproxima mais dela.


Jigglypuff: Eu adoro derramar sangue desses palermas por ai. Será otimo se estiver alguém a dar um bom uso dele. Afinal a bruxinha não quer desperdiçar sangue pois não?


Ela acena que não com a cabeça de um modo meio tímido. Olhando um pouco para baixo. Ele se aproximava ainda mais o corpo, enquanto desce com os braços para as costas dela e a puxa um pouco para um pequeno abraço. Ela levanta um pouco a cara, e Jiggly lhe olhava com bastante ternura em seu olhar, com grande admiração por ela. Ela lhe coloca a mão direita no rosto enquanto olha para ele também.


Violetty: Eu... Eu. Gostei muito de ti sabes?


Ela continuava a encarar o lutador, quando ele aproximou a cara dele para o lado. O lutador lhe sussurrou algo no ouvido. Algo que deixou ela sem qualquer tipo de reacção, ela ficou sem jeito, sem saber o que falar, ou dizer como se tive-se em choque após ouvir algo que realmente não estava ah espera. Após alguns segundos dela recuperar o fôlego. Ela coloca a sua outra mão no rosto dele também e Jiggly aproxima o seu rosto mais perto do dela.


Jigglypuff: Como tu é linda.


Ambos de um modo bem devagar se começam a beijar. Inicialmente de uma forma bem calma e timida, e param após pouco tempo eles sorriem e riem um para o outro. Jiggly tira a sua camisa e joga para longe foi quando Violetty volta a beijar ele de modo mais agressivo, e Jiggly agarra nela de modo robusta e com força, e encosta ela na parede enquanto se beijam de uma forma mais calorenta.


Jiggly segura os braços dela para o alto pelos pulsos contra a parede a deixando imóvel enquanto fica beijando ela pelo pescoço, e ela ficava com seus olhos fechados e um sorriso leve no rosto. Ele desce as mãos, e tira a toalha dela de um modo rapido e joga para trás dele deixando ela completamente nua. Que fica envergonhada na situação.


Violetty: ...


Jigglypuff: Ups. Foi sem querer. Eu juro.


Violetty: Eles... Eles tão rindo de mim agora.


Jiggly sorri e ele volta a agarrar ela, com suas mãos por trás das coxas dela e aperta com força, enquanto se voltam a beijar. Ele com a ajuda dos braços, eleva ela para o ar e a atira de novo com força contra a parede. Enquanto ela cede e se segurava nele com os braços, e entrelaça as pernas por volta da cintura dele e continuam trocando muitos beijos.


Ele a tira de perto da parede enquanto ainda a agarra se deixa cair com ela para o lado rodando com ela e ficando em cima da bruxa. Ele tenta desgrudar dela enquanto tira o resto de sua roupa, porem ela continua a o agarrar e não o quer largar de jeito nenhum. Por fim ele fica também sem roupa (Avisei crianças, isto só vai ficar pior) e se agarra novamente ah bruxa e volta para cima dela.


Violetty: Ainn... Jiggyy...


Jigglypuff: Vem cá bruxa.


Ambos se esfregam ali no chão, ele puxa e segura a perna direita dela enquanto Jiggly se movimenta em cima dela com força, Vio crava suas unhas nas costas dele com força enquanto solta alguns gritos e gargalhadas com uma voz realmente maléfica e até perturbante, mas não para ele. Ela continua a passar com as unhas "rasgando" a pele dele pelas costas do lutador, o deixando bem arranhado ao ponto de sangrar, porem ele nem liga para isso de tantas cicatrizes que tinha no corpo, aquilo era o menos.


Muito tempo depois, estão eles ainda lá no chão enquanto ela se segurava com força nele, literalmente com unhas e dentes. Ela acaba com um impulso rebolar com ele ficando em cima. Ela fala varias vezes o diminutivo dele, enquanto coloca as mãos em cima dos ombros de Jiggly, ele se levanta um pouco enquanto ela abraça, ele passa com a cara perto do peito, a lambe desde lá, pelo pescoço até a cara, que ela ri de forma meio insana.


Ainda mais tempo depois, já está Jiggly bem marcado cheio de dentadas e arranhões pelo corpo enquanto ela estava em cima e parecia não abrandar muito, pelo contrario, ambos estavam bem descontrolados naquele momento bem felizes e o maximo animados possivel naquela situação já sem vergonha. Foi quando Violetty olhou para os chuveiros e se levantou puxando Jiggly pela mão para lá.


Jigglypuff: Ei, porque aqui?


Violetty: Com agua é melhor.


Ela solta a mão, ele fecha e tranca a porta dos banheiros também, ela corre rindo e saltitando e começa a ligar todos os chuveiros ao mesmo tempo, ele começa a seguir ela e a agarra bem pelas costas, e se atira com ela contra a parede. Eles tão já todos molhados com agua escorrendo por eles, ele enrola os cabelos dela pela mão esquerda e puxa. Enquanto com o braço direito fica por devolta da cintura dela. Ele se cola nela e aperta com força, com ela de costas, que solta alguns gritos e risos meio histéricos.


Violetty: Assim vai acabar me machucando.


Jigglypuff: Não, a gente vai com jeitinho.


Ainda mais tempo passam ali, Jiggly foi com tudo, menos com "jeitinho", mostra bastante violência e brutalidade naquela situação, agradando imenso a ela, que continuava gemendo imenso, e com a mão na cabeça dele, que estava com a sua cara em cima do pescoço dela, retribuindo uma mordida com força. Sendo puxada pelo cabelo, presa na cintura e sendo presa com os dentes também, ela estava quase imóvel, tudo o que conseguia fazer era se remexer.


Mais tempo se passa e a bruxa parece bem acelerada, até que Jiggly acaba escorregando e ainda segurado nela pelos cabelos e cintura ambos caiem pelo chão rindo devido a isso. Ela se vira de frente e começa a engatinhar para cima dele, e lhe sussurra no ouvido.


Violetty: Já está cansadinho?


Jigglypuff: Me provocando? É?


Ele sorri com a pergunta e de imediato volta a se agarrar a ela e a atira para o lado, segurando nas pernas dela e as abrindo, ele se joga direto para cima dela com força e ambos continuam ali mesmo, e se beijam novamente de um modo descontrolado, com ambos completamente molhados e com ela a começar a morder os lábios inferiores dele com tanta força que também escorre algum sangue deles, que o mesmo continua sem ligar para isso.


No entretanto durante isto tudo já se passou horas. E na altura que eles mais começaram a acelerar lá no chão, ela gritava bem mais alto que das outras vezes, sem sequer se preocupar daquilo que iriam ouvir ou do que as pessoas das outras salas do treino iriam pensar. Afinal, nenhum dos dois ligava para isso. Ou para as consequências de seus atos, eles apenas queriam ficar ali a se divertirem e a curtir o momento. No final ele acaba por caindo ali em cima dela, com uma respiração profunda e ela um pouco sem fôlego. Ela a abraça por cima dos ombros e fecha os olhos, mostrando um ar de bruxinha feliz. Enquanto ele está todo machucado e cansado. E acabam por adormecer ali.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 17.06.17 14:27

Vídeo postado no site oficial da NWR


A gravação se inicia em uma sala toda preta, queimada, com as paredes descascadas, haviam correntes presas nas paredes, elas iam até o chão, a luz acima piscava de forma lenta  escurecendo em seguida a iluminando novamente aquela pequena sala de torturas, em um momento quando a luz acendia novamente Narkissa estava em um dos cantos da sala, com as correntes presas em seus pulsos, ela se mexia para frente e para trás até a luz se apagar novamente, e ao acender a Russa não estava mais ali. A câmera chia e sofre um corte repentino, ao voltar ao normal havia uma gaiola quadrada feita de metal no centro da sala e a mulher estava dentro dela.


- Ora, ora, ora......É hora de caçar......

Ela falou sentada dentro da cela com um sorriso nos lábios, ela usava uma roupa branca que estava toda rasgada e suja de preto, ela tinha rasgado a roupa com as unhas.

- Aqueles que blasfemam meus Deuses caíram perante mim, isso mesmo porquinha, faça sátiras, tire sarro, pois foram esses mesmos Deuses que te derrotaram na cela, e "quase" não me define, sou completamente o oposto de você, em TODOS os sentidos. Eu sangrei pelos meus Deuses! Eu sangrei a porca! HAHAHAAHAHHAHA E FAREI DE NOVO!

Ela bateu as costas nas grades da cela, e levantou a cabeça sorrindo para a câmera, até em sua face tinham marcas pretas em todo seu rosto, como se fossem pinturas em sua pele.

- Não se pode mudar.....As raízes da maldade já adentraram em minha pele, sua luzinha nunca me mudaria em nada, e eu provei isso oferecendo você como sacrifício! Tirei aquilo que lutou para conseguir, mostrei para seus fãs que você também pode ser como eu....Um demônio, nada mais que um anjo caído e presos em seus próprios pecados.......Banhadas em sangue.......Os Deuses querem mais......Eu darei isso a Eles!

Ela segurou das barras de metal da cela e se levantou devagar, ainda com as costas raspando na cela. Ela deitou a cabeça para o lado e deu risada em seguida.

- Um combate, três oponentes, dois sacrifícios, o Rei caído e a porquinha teimosa, entram em meu caminho por aquilo....

Ela apontou de dentro da cela para o lado, e ali estava o titulo dela, caído entre as correntes no chão, ela o olhava com certa ternura para o titulo e depois seu rosto ficou serio.

- Assim como na cela infernal, não terei piedade daqueles que entram em meu caminho, mesmo que um deles seja o novo queridinha da minha Bruxa, Jigglypuff entrou no caminho e agora vamos lutar pela primeira vez, mas como você é da Bruxa, não irei te machucar contanto que não tente pegar o que é meu.

Ela sorriu de forma inocente até se jogar contra as grades da cela do seu lado esquerdo, e ir descendo até o chão novamente, seus cabelos estavam no rosto não deixando o ver direito.

- King.....Novamente nos vemos dentro do ringue, e novamente pelo mesmo objetivo, só que agora em circunstancias diferentes. Engraçado você me chamar de puta, pelo simples fato de eu ser isso mesmo! Ex-Rainha, combina bem comigo não acha? Porque ser algo simples como uma mera Rainha, se posso ser algo mais....Simbólico? Eu já tenho meus apelidos.

Ela falou rindo e mexendo no cabelo bagunçado olhando para frente, até se virar para a câmera e engatinhar naquele pequeno espaço até as grades da frente da cela.

- Voltei do Hades? HAhahaha, eu nunca sai de lá Rei, ainda estou lá com Eles, meus Deuses sempre me mostram as coisas, e eles mostraram o que você deseja, e não vai ter é simples.

Ela esticou a mão por entre as grades tentando alcançar algo, e depois bateu novamente as costas na parte de trás da cela, dando risada. Sua mente andava bem perturbada ultimamente, mais que o comum.

- Eu vou transformar seu reino em cinzas! Destruir seu legado, nada mais de Rei Imortal, pois agora esse reino me pertence, e reinarei nele soberana! Trazendo comigo a anarquia, o caos, a destruição, eu disse que transformaria seu Reino em Sodoma, e farei isso. Aceite King, o cinto fica bem melhor na minha cintura que em seu ombro.

A luz começou a piscar de forma mais rápida, e apagou ficando assim por alguns minutos e quando retornou, tinham dois manequins na frente na cela, a porta estava aberta e a Russa ainda estava dentro dela, com a cabeça baixa.

- Você ganhou da última vez......Mas agora eu que irei vencer, e mesmo quando venceu eu resisti a seus ataques. Então traga seu tamanho todo, porque ele não será o bastante, quanto maior a altura maior é a queda......

Ela levantou a cabeça devagar e riu. Narkissa saiu engatinhando da cela até as luzes apagarem novamente e um grito ser ouvido, quando a luz se acendo a rastros de sangue por todo o chão, marcas nas paredes de mãos, parecia que tinha havido uma luta ali, a imagem treme e quando volta Narkissa esta sentada no chão acorrentada com marcas de sangue na roupa.

- Adorei o presente.....Ele está sempre comigo, cobras sempre atraíram, algumas peçonhentas, outras apenas sufocam suas vitimas até o suspiro final, apertando cada vez mais que a vitima respira.....Até ela apagar por completo e depois ter seus ossos esmagados, e ao final ser devorada....Encantador....

Sua voz saia um pouco baixa, uma voz que parecia perdida. A Russa se deitava no chão escuro com um sorriso no rosto, algo louco, só sujando ainda mais as roupas e as destruindo mais.

- Maquina de matar hahahahahahaha essa é boa! Continue brincando de dar entrevistas, ou ficar fazendo ameaças vazias e deixe a luta para aqueles que realmente querem isso, quer....Tudo.....? VAI FICAR QUERENDO! Eu não sou uma tola iludida como Lady, você vai ter que me matar para tirar o titulo de mim Reizinho.....Será que vai conseguir fazer isso? Adoraria ver.

Ela olhou para a câmera desafiando King com o olhar, ela com certeza estava perdida em suas personalidades, nem sabia mais quem estava ali falando ou não, algo estava bem errado com a mente da mulher.

- Agora meu Doutor.....Assim como meu Rei, parece querer me destruir, o que eu fiz de errado para os Deuses fazerem aqueles a quem me interesso me odiarem? Não importa na verdade, pois Robert.....Eu posso me concentrar em varias coisas ao mesmo tempo, e você está em meus alvos....Então cuidado você.

Ela se levantou devagar, jogou os cabelos para trás e esticou a mão para frente, tentando alcançar a câmera, ela caminhava como se estivesse machucada, talvez aquele sangue fosse dela, ou fosse de outra coisa.

- Robert, quando se ameaça uma pessoa você tem que estar ciente que ela pode revidar, não adianta querer me distrair fazendo uma carinha triste, ou desviar minha atenção de você. O que foi doutor? Tem medo que eu queira invadir seu manicômio e bater em você antes da minha irmãzinha? Ou tem medo de nós duas te quebrarmos da forma mais lente e docemente dolorosa possível?

Narkissa deu risada e passou a mão pelo rosto o sujando com um pouco de sangue e borrando aquela pintura estranha em seu rosto.

- Seus pesadelos não são fortes o bastante para lidar com nós duas? Ou você não consegue lidar com duas loucas ao mesmo tempo? Que decepção. Eu gosto de homens com mais fibra que isso, pare de fugir de mim......E aceite logo.

Ela abriu os braços, esperando o Doutor vir até ela. Narkissa tinha um sorriso de lado em seus lábios e uma olhar malicioso ao mesmo tempo, até a câmera chiar e a imagem tremer e quando volta ela estava cercada por seus manequins, sua cobra se arrastava por entre os bonecos enquanto ela estava com os braços apoiados em dois dos bonecos.

- Se você continuar fugindo vou ter que te perseguir, igual fiz com a porquinha já que parece gostar de comentar sobre isso. Eu gosto do joguinho de gato e rato, e você parece ser bom nesse joguinho, então seja um bom médico e venha me procurar, eu te deixo ser o caçador, pois se eu for te caçar você não vai gostar.

Ela tirou os braços de cima dos manequins e quando foi para a porta de saída, um dos manequins agarrou em seu braço a segurando, ela olhou para trás com raiva.

- MEU TITULO! MINHA DEFESA! Essa vadia não vai lutar por mim! Quer dizer....Eu eu vou lutar pelo meu titulo.....Contra meu Rei Viking, desse jeito ele também vai ficar de mal de mim.....

A Russa levou a mão que estava solta a cabeça e caiu de joelhos no chão, seu nariz começou a sangrar novamente, ela levou a mão nele e limpou o sangue.

- Então que me odeie.....Me deteste, venha me destruir como disse que faria....Não, arg! Sai da minha cabeça! Elas não ficam quietas nem por um segundo sequer! Isso está me deixando.....Louca? HAHAHAAHAHAH Já dizem que sou assim.

O manequim a soltou e ela caiu no chão novamente, ficou ali por alguns segundos antes de se livrar e olhar para cima, "admirando" o teto escuro e em seguida dando risada.

- Novamente provarei aos Deuses que mereço esse presente. E novamente derramei sangue naquela lona, mais um sacrifício para MEUS DEUSES!

A imagem começa a trepidar e a pular sofrendo um corte e quando retorna a loira está novamente dentro de sua cela, mas dessa vez um liquido preto parece escorrer nas paredes e pingar no teto, a cela estava com um cadeado para a prender lá dentro, um liquido grosso, viscoso, e pegajoso caiam devagar sobre a Russa.

- Podem tentar vir pegar a coroa do Rei, mas estarei esperando vocês virem a pegar, virem tentar a tirar de mim! Seja Imortal, seja uma heroína cega por sua fé, ou seja um seguidor da Bruxa, eu estou com ele aqui, apenas observando o caos crescer e vocês quererem disputar feitos animais por isso.

Ela ergueu o titulo que também estava sujo com aquele liquido que pingava, ela soltou o cinturão no chão e foi para perto das grades, por elas escorriam aquele liquido negro, ela segurou nas grades e aproximou o rosto delas.

- Somos todos animais em jaulas esperando a próxima luta começar de qualquer forma mesmo....

Narkissa passou a língua por uma das barras lambendo aquele liquido e depois se afastou rindo, ela já estava toda suja e preta. Aquela gosma preta começa a cobrir a lente da câmera até não conseguir se ver mais nada. Quando a imagem é "limpa" a câmera mostra uma imagem de cima, ela estava fora da cela em pé cercada por manequins a sua volta todos pretos, queimados.

- Animalzinhos......Sedentos por algo......Querendo vingança......Querendo algo......Rastejando por algo.......Todos perdidos no jogo doentio das Bruxas demoníacas......Todos fadados a cair aos pés das Bruxas....HAHAHAHAHAHAHAHA!

Ela começou a dar risada e esticou o braço para alcançar a câmera, a imagem estava ruim de ver por causa da sujeira na lente, mas os manequins pareciam se mexer e agarrem a mulher a puxando para baixo, ela tentava se soltar deles mas eles continuavam a puxando abafando sua risada, aquelas coisas a seguravam, como se tentassem a sufocar ali, abafando sua voz que falava coisas em Russo e Latim, a imagem volta ficar escura, como se alguém estivesse pondo a mão sobre a lente e a gravação é cortada.


Fim da gravação.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 17.06.17 14:52

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa com a bruxa sentada no meio de uma floresta estava noite a mulher estava imóvel e tinha vários bichos mortos na volta dela fazendo um símbolo não era um pentagrama era um outro tipo de símbolo haviam várias mariposas negras na bruxa elas estavam pousadas na morena que nem se mexia a câmera estava ruim a imagem era escura e ficava chiando a imagem dava zoom as moscas nos bichos batiam nas lentes após alguns minutos imóvel a bruxa mexeu apenas os olhos encarando a gravação foi quando ela levou a mão rapidamente nas lentes deixando tudo escuro quando voltou a bruxa estava em pé apenas mostrava a silhueta escura dela passando entre as árvores

– Doutor achei que via as fichas de seu pacientes eu não estou aqui para brincar e antes de ser um dos mais temidos está atrás da grande bruxa que assusta todos aqui dentro tanto é que não tenho adversários..fracos e medrosos todos estão fadados ao fracasso quando se encontram com a bruxa meus deuses os fazem enlouquecer os fazem correr e se esconderem na luz onde acham que estão a salvo de mim

Ela ia passando e acabava por acertar a câmera a fazendo cair no chão a bruxa estava com o impact na mão a arma que ela usou para derrubar o objeto a mulher jogava os cabelos para trás o corpo estava todo machucado mas isso não parecia a incomodar

– Você não dá medo você é apenas uma criança que teve problemas assim como eu mas eu encontrei meus deuses e você se enterrou no chão buscando salvação usando pesadelos querendo se vingar das pessoas usando outras pessoas achando que o mundo te deve algo meu caro médico

Ela pisou na câmera como se fosse a cabeça tem alguém e começou a gargalhar a puxar tremia as mãos e subia pela cabeça arrancando alguns fios de cabelos

– Traga seus eletrochoques traga suas pinças todos os equipamentos médicos porque eu vou te massacrar vou te fazer gritar em agonia suas ameaças não me excitam eu quero dor e está difícil conseguir isso por aqui com esse bando de viados então o médico resolveu aparecer mas ao invés de brincar de paciente comigo ele foi brincar de sequestro? Hahahahahaha precisa de muito mais que isso para fazer meus deuses esquentarem os chifres deles meu lindo médico que em breve vai ser enterrado

Ela chutou a câmera e a imagem distorceu aparecendo uma pessoa no chão no qual a bruxa “pisava” a imagem borrava e depois voltava ao normal mostrando a mulher que pisava na câmera rachando a lente

– Quando está ameaçando meus amigos e pessoas próximas você se mostra muito seguro e fala muito mas na hora que não tem ninguém mal consegue me assustar e eu te quero fora de si eu te quero desejando minha alma doutor porque eu vou acabar com cada rastro da sua existência quando subir naquele ringue e estiver na minha casa as coisas vão ficar complicadas para o seu lado sem pessoas para ameaçar sem argumentos dentro do ringue é assim também? Se for vou acabar decepcionada o homem que enfrentei no passado que me fez tremer de dor e prazer não é esse fracote que eu vejo agora..ficou com medo da bruxa? Hein? Ela te assustou?

Ela se inclinou pra frente abaixando e encarando a câmera como se esperasse uma resposta a mulher começou a bater os dedos no queixo e olhou para o céu o tempo estava fechando

– Você achou mesmo que ia fazer tudo isso e eu iria cair? Eu ia chorar? Acho que não viu quem eu ataquei dentro da cela ninguém fica no meu caminho Robert NINGUÉM! Meus deuses estão bravos eles querem sangue eles querem sua alma eu preciso terminar o trabalho não tenho tempo para um sequestrador de quinta eu quero o homem que você diz ser ou de todos os mentirosos que quer desmascarar você é o pior deles? Eu vou ser sua queda eu vou ser seu pior pesadelo aquela que vai arranhar sua pele e entrar no seus ossos perfurar sua cabeça como uma furadeira começar arrancar cada parte sua e cuspir no que sobrar se é que vou deixar algo sobrar

Ela  enrolou os cabelos nos dedos ouvindo trovejar ela começou a rir olhando para os lados a mulher estava cheia de sangue dos bichos mortos ela gargalhou pegando um rato morto o sangue escorreu pela mão da bruxa

– Você é isso eu irei te reduzir a menos entendeu? Eu não jogo eu ataco então é bom ficar atento porque não serão ameaças são promessas e atitudes e o farei sofrer tanto que vai conhecer cada pessoa que julgou subjugar sua vez chegou Robert e eu não tenho medo de o destruir por completo você é esse rato apenas uma peça do meu grande ritual apenas mais um que vai cair e se jogado no símbolo dos meus deuses só mais um homem só mais uma alma nada especial até achei que fosse mas....você é só uma criança que gosta de brincar uma pessoa com passado perturbado que precisa ser preenchido com o que você julga caos mas são apenas medos nada além do seu medo de fracassar nada além o seu medo de ficar esquecido precisa ser grandioso e lembrado e eu o farei ser lembrado como minha maior vitima EU estarei nos jornais como a sua julgadora a sua assassina não fisicamente mas mentalmente espiritualmente caia nas trevas caia na verdadeira trevas Robert e ai sim poderá ser digno dos meus deuses digno do meu desespero enquanto não houver sangue em suas mãos eu apenas irei sentar e aplaudir a esse teatro macabro que estamos fazendo para pessoas podres e inúteis todos são recipientes dos meus deuses...incluindo você

A mulher mexia a cabeça e estalava o pescoço parecia tensa e inquieta ela mordeu o lábio com força mexendo a perna fazendo a imagem tremer com os movimentos

- Você queria se envolver comigo por que o brilho do combate te daria alguma atenção não é mesmo seu psicopata de merda? e isso provavelmente preencheria um buraco enorme sua vida insignificante e sem sentido você não se importou com os riscos não se importou com quem estava lidando achou que eu era uma garotinha medrosa e chorona uma fraca repleta de pontos cegos mas entrou na chuva mesmo assim mesmo os raios os relâmpagos nada te fez desistir de me enfrentar entrou nessa chuva e se molhou e eu não tenho remorso algum de você ou do que vou fazer com você apenas caia como todos os outros filhos da puta que entraram no meu caminho eu massacrei tantos que agora os que sobraram nem sequer ousam citar a porra do meu nome

Começava a chover molhando a bruxa e ficava falando coisas baixas e resmungando ela não falava com a gravação e sim com outras pessoas a imagem ficou distorcida e parecia uma chuva de sangue na mulher

- Agora que chegou no fundo do poço sem argumentos ou meios de me fazer cair a pergunta é até onde é capaz de ir para sair dessa com dignidade? Me fale doutor vai fazer o que? Porque eu sei exatamente o que farei com você nós queremos tudo seu nós queremos sua alma sua vida e devorar essas pesadelos infantis que o consumiram eu não quero ser sua cura quero ser sua destruição

Ela cerrou os olhos e voltou a pisar na câmera com força e mais força rachando a lente inteira a bruxa gritava a cada raio que caia era como uma resposta de seus deuses as ameaças da bruxa

– Eu não sou tão fácil eu sou doente eu sou a pior coisa que você podia querer o que você quer? A cabeça do meu adorado Pokémon? Meu bode? Minha irmã? Hahahaha se for para alguém acabar com eles esse alguém serei EU não um menino com síndrome de médico....ME MACHQUE! ME MACHUQUE! VAMOS SEU FILHO DA PUTA DESGRALADO EU QUERO SENTIR A DOR!

Pisoteava a câmera enquanto gritava de forma histérica e descontrolada a mulher arranhava a cabeça com ambas as mãos dando socos e puxando os cabelos alguns fios caiam na lente que já estava quebrada e com pingos de chuva

– Você não é capaz disso nunca foi e nem nunca vai ser quando está sozinho preso com seus pensamentos não consegue ir contra mim sem peões você não joga apenas querendo manipular as pessoas para fazerem o que querem...como se sente tão impotente doutor? Se quer uma cabeça seja homem e a pegue por si mesmo porque eu quero a sua e eu vou pegar eu vou levantar ela e gritar para todos ouviram QUE A PORRA DA BRUXA NÃO VAI SER QUIEMADA QUE NENHUM DESGRAÇADO VAI TIRAR A BRUXA DA IMPACT...e quem quiser pode tentar VENHAM TENTAR você vai cair vai ser derrotado e acabado por mim eu vou usar você para manter o bom exemplo de campeã que eu sou quem quer meu titulo acaba machucado...aprenda com os covardes ou seja homem e me ataque diretamente meus deuses querem isso mas até agora nada isso está ficando bem chato terei que o machucar para levar nosso jogo a sério?

Ela dizia mostrando frustração e irritação na voz a mulher andava de um lado para o outro apenas os pés dela eram vistas já que a câmera se encontrava no chão bem perto dos animais mortos

– Entre no ringue como se fosse lutar por sua vida eu não pretendo fazer jogos eu não pretendo ser sua boneca e você vai ser o meu quando eu bater sua cabeça no chão tantas vezes mas tantas que o sangue vai se espalhar e então eu passarei seu sangue no meu corpo e terminarei de o mandar a sete palmos abaixo do chão

Ela jogava o impact no chão ela ficava mirando a câmera enquanto a bruxa observava de longe ela caminhou lentamente pisando novamente na imagem até se abaixar e pegar a câmera

– Nem você nem ninguém irá parar a bruxa eu sou soberana nessa floresta eu sou a mulher que eles odeiam e eu quero que continuem odiando porque não gosto de nenhum deles e esses menininhos perdidos em breve um a um vai...sumir...então se prepare para conhecer a verdadeira maldade a verdadeira destruição aproveite seus dias enquanto pode

A mulher levantava o braço e jogava a câmera que batia em uma pedra e caia no chão a imagem chiou e tremeu mostrando o que pareciam ser cascos ao invés de pés a imagem estava escura e tremida não se via nada direito a mulher dizia ao longe

– Ele quer você....espero que se divirta doutor

A bruxa saiu saltitando ao longe enquanto a imagem ia lentamente apagando com a bruxa sumindo entre as arvores e a “entidade” em pé se virava seguindo ela a imagem era cortada de forma repentina


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 17.06.17 19:05

Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia em uma espécie de arena,com um ringue no centro.Arena estava vazia,escura e silenciosa até a imagem começar a ficar embaçada e trémula até a imagem desaparecer.Depois de alguns minutos a transmissão volta com um holofote iluminando o homem,ele está no meio do ringue com o Cursed Championship em sua cintura,está com um terno branco com um sapato branco na mesma tonalidade,o homem está sério e imóvel até o mesmo dizer:

-Olá NWR Universe,tudo bem com vocês?

O homem continua sério e começa a caminhar pelo ringue seguido por um holofote já que a arena está escura.

-Marjorie está confinate? Está realmente preparada para esse desafio? Garante uma vitória ? Acho que não! Não entre naquele ringue sem ao menos não for para me causar dor,tente me atingir psicologicamente porque se você não conseguir dessa maneira,fisicamente não irá conseguir!

O homem está nervoso, ele para no centro do ringue e olha para a rampa e abre um sorriso maldoso,enquanto faz uma cara de prazer.

-Marjorie você é modelo então tentará me seduzir? Irá jogar sujo dessa maneira ? Irá usar seu corpo para me vencer ? Me desculpe mas essa é a única maneira de você me vencer! Acha que estou te subestimando ? Só um pouco ou muito ? Acho que muito! Hahahaha.

O homem faz uma cara sarcástica e logo após abre um sorriso sarcástico,depois faz uma cara de mal e começa a dar gargalhadas com o som sendo ecoado pelo local,a imagem fica trémula e chiando durante um tempo mas depois volta ao normal assim que o homem para de rir.

-Será uma supresa maior para mim ou para você sua vitória ?

O homem faz uma cara de supresa e aponta para a rampa como se fosse a Marjorie enquanto fica girando.

-Será para você! Sem dúvidas! Estou no meu modo Fogo Consumidor então nem mesmo em sonho você é capaz contra mim! Muito menos capaz de sair com a vitória! Ainda levando meu amado CURSED CHAMPIONSHIP!

O homem começa a dar gargalhada e põe sua mão direita na barriga,o som é ecoado pelo local enquanto a imagem fica trémula durante um tempo até o homem retomar a postura e o silêncio voltar a reinar.A imagem volta ao normal.

-Você têm algo positivo para usar contra mim ? Talvez uma vitória?  Ou um titulo conquistado no passado ? Não! Você não têm nada! Faça o seguinte! Desista! Enquanto a tempo! Seu tempo está se esgotando e em breve você irá encarar eu!

O homem passa suavemente suas mãos sobre o Cursed Championship,olhando para ele depois levanta sua cabeça para cima e abre um sorriso maldoso.

-Se acha capaz para tamanho desafio ? Se a resposta for sim terei o prazer em lhe proporcionar uma dor sem igual na qual você nunca sentiu e nunca irá sentir! Terei até pena! Depois de acabar contigo!

O homem volta a dar gargalhadas mas para de rir rapidamente.Ele se encosta no corner direito e em seguida diz:

Quer minha coroa ? Pois terá que me destruir para isso e se você for "boazinha" como você diz ser acho que não terá coragem! Ou estou enganado?

O homem faz uma cara de pensativo com sua mão direita no queixo, logo após o homem sobe na terceira almofada e fica olhando ao seu redor com uma pequeno sorriso no rosto.

-Eu sou o rei da " JobberDivison" que a partir de agora será chamada de JacksonDivison.Eu tenho a coroa e meu trono não será destruido por você...Entendeu ?...Eu estou apenas começando,o castigo está arquitetado e será exclusivamente seu!

O homem abre um sorriso sarcástico,depois desce da terceira almofada e volta a caminhar pelo ringue com suas duas mãos no bolso.

-Marjorie lhe falta argumentos o suficiente seja para me ofender ou para se mostrar superior a mim ou discorda ? Se discorda problema é seu mas todos sabem que estou certo! Aceite isso!

O holofote que seguia o homem se desliga e ao se ligar novamente o homem está no centro do ringue sentado em uma cadeira comum segurando sua SledgHammer.O homem abre um sorriso maldoso e em seguida diz:

-Uma Hardcore Match será bem interessante não é mesmo ? Preparada para sentir a dor ? Eu estou preparado para essa dor como estou preparado para também causa-la...Deseja esse título ? Aguentará tamanho sacrifício ?

O homem se levanta e destrói a cadeira com apenas um golpe da SledgHammer,depois olha para a câmera com um sorriso maldoso em seguida diz:

-Conhece as regras ? Quer saber terei piedade de você pelo fato dessa match ser teu debut senão fosse isso você terminaria que nem o Krauser ou seja em COMA!

O homem fala gritando fazendo o som ser ecoado pelo local deixando a imagem trémula,depois ele arremessa a SledgHammer para longe.O holofote apaga depois todas as luzes acedem e o homem está no início da rampa com o Cursed Championship sendo erguido para o alto com sua mão direita.

-Eu estou te esperando! E tenho certeza que você não sairá viva desse combate!

A imagem fica trémula e começa a se escurecer enquanto o homem se retira até a imagem sair e terminar assim o vídeo.

Vídeo encerrado.
avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 28

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 17.06.17 20:24

Robert andava de um lado para o outro em seu escritório, na verdade o vídeo já estava sendo transmitido, uma outra pessoa entra no escritório

Robert - Dessa vez teremos um convidado especial no Welcome to My Nightmare, Dr. Halford, podem entrar em cena doutor.

O doutor entra em quadro ele parecia um pouco tenso

- Conte-nos para todos quem você é?

Dr. Half- Eu era o responsável pelo tratamento de Violetty Gardea quando ela foi internada no manicômio com os país

Robert - E como foi essa internação?

Dr Half - Foi bastante traumatica, a irmã dela ficou desesperada, tivemos que aplicar injeções para ela se acalmar

- E quanto a Violetty?

- Também não recebeu muito bem, e não era muito colaborativa no tratamento, viveu falando dos deuses dela, mas ficou anos presos dentro do manicômio, com muito medicamento que com certeza afetou a percepção da vida dela

- Então ela era doida?

- No mínimo, cheguei inclusive a recomendar uma lobotomia, um método antigo, mas que já teve sua eficacia, a mente daquela menina era muito escura, mas ela fugiu antes de que aplicássemos tal método, 1 dia depois o manicômio pegou fogo e todos foram transferidos do locais, inclusive eu fui trabalhar em outro local

- E quanto a esses deuses delas, qual sua opinião?

- Foi o jeito de ela não se sentir sozinho, Violetty se apega fácil as coisas, mas do mesmo jeito destrói tudo e os deuses podem ser uma justificativa para todos os atos dela, sejam bons ou ruins

- Realmente faz sentido, obrigado Dr. Halford você está dispensado

- Agora devolve minha família

- Sim, claro eles estão naquele armário

O doutor foi correndo desesperado para abrir o armário, quando abriu ossos caíram de dentro do local, o doutor ficava em choque, perto de um dos ossos tinha uma arma ele pegou e tentou atirar em Robert, só que arma estava descarregada, o lutador abriu um sorriso

- Bem, pelo jeito você falhou no teste, e para saber essa ossada realmente e da sua mulher e filha

A câmara desvia um pouco foco só vemos o sangue jorrando para todo local, e o grito do Dr.Halford, alguns minutos depois Robert aparece coberto de sangue

- Vocês realmente acham que eu deixaria vivo alguém que tratou da Bruxa, eu sou único que posso fazer isso, e vi suas ameças Violetty, você acha que está percorrendo o terreno que você conhece, mas sou bem mais do que você vê, eu sou pesadelo, destruição, sangue, tudo isso me representa, sim irei lhe apresentar a verdadeira trevas, no asilo você vai sair tratado ou isso ou a morte, são as duas opções que lhe restam minha querida bruxa, o joguinho de sequestro acabou na quarta resolveremos tudo.

Robert ia sair de cena, mas voltou para mandar um recado

- Narkissa eu não tenho medo de você, se quiser depois da sua irmã você pode ser minha paciente, não tenha ciume



avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

8

Mensagem por ★ Bé ★ em 18.06.17 2:10









 

 


Está Jigglypuff em um corredor, parece ser o edifício oficial da Nwr, já em Flórida. Ele parece estar a discutir com um funcionario da Nwr.


Jigglypuff: Como assim não posso entrar?


Funcionario: Já falei Junior. Não pode entrar aqui.


Jigglypuff: Já falei, isso ai é o estúdio do meu tio. Preciso de gravar meus videos ai!


Funcionario: Não. Ele se desfez do estúdio.


Jigglypuff: Poxa, onde vou eu gravar agora? Para debaixo da ponte?


Funcionario: Onde quiser, mas não tem autorização de entrar ai.


Jigglypuff: Ahhh. Mas eu tenho oponentes para falar! Preciso falar ala do Rei do Sushi e da Lady dos biscoitos.


Funcionario: Lamento. Mas você está autorizado a usar o estudio da Daniela.


Jigglypuff: Obaa. Ai sim. Onde fica o estudio da minha Danoninho?


O funcionario lhe dá algumas indicações. Ele se dirige pelos corredores e entra no estudio da sua prima, Daniela.


Jigglypuff: Logo vi que era bom demais para ser verdade...


Ele olha em volta e vê tudo cheio de borboletas e flores tudo cheio de brilhantes e efeitos. Ele definitivamente não iria gravar nada naquela zona. Ele volta a fechar a porta meio revoltado. Ele ainda não teve tempo de aranjar por ali um local, ou tinha sequer pensado em algo para fazer, ele só precisava de falar no site para os fãs e oponentes.


Jigglypuff: Uhm...


Ele parece que tem uma ideia e tira o telemóvel do bolso. Ele troca algumas mensagens com o irmão. Que por coincidência, estava a trabalhar por ali nos backstages. Alguns momentos depois Stryker vai lá ter com ele e ambos se encontram ali nos corredores.


   


Ambos se abraçam um poco e se cumprimentam. Já não se viam ah algum tempo, e Stryker continuava por ali, como sempre, afastado das câmaras e do foco.


Jigglypuff: Então brow, estás a fazer o que por aqui?


Stryker: Ahh, eu ainda sou o chefe de geral das relações externas da federação.


Jigglypuff: Boa... Agora em português.


Stryker: Eu trato dessas merdas do merchandinse.


Jigglypuff: Ahhhhh... Bem... Isso deve ser chato...


Stryker: Agora que o tio não quer vender Kekes em miniatura ou balões daquelas coisas de bonecos de posto, está bem mais facil.


Jigglypuff: Porque não voltas aos ringues? Está bem divertido por lá.


Stryker: Ahhrr, sem paciência para treinar e me focar a fazer uns bons combates novamente.


Jigglypuff: Compreendo...


Ambos estão encostados em um muro enquanto falam, como sempre, Stryker usava sua maquilhagem classica de palhaço, por causa das vendas dos merchandinses, ele passa um pouco a mão pelo cabelo despenteado e fala pro irmão.


Stryker: Então, e a tua restreia não correu tão bem pois não? Eu vi o teu combate. Também estás meio destreinado?


Jigglypuff: Eu voltarei a ser melhor. Agora preciso de uns tempos para me ir abituando novamente.


Stryker: Eu não me lembro de ele te ter feito essa.


Stryker aponta para a boca de Jiggly, que tinha de facto, os lábios inferiores machucados, com uns cortes enormes e visíveis nele.


Jigglypuff: Ahhh... Isso não é nada. Eu... Cai.


Stryker: Cais-te? De boca?


Jigglypuff: Acontece.


Stryker claramente não acreditou na desculpa, mas também não se preocupava com machucados do irmão, estava abituado a ver ele sempre desses jeitos. Ele tinha uma garrafa de agua na mão, e ele dá uns goles enquanto bebe.


Stryker: Ahh, eu senti também algumas vontades de ir lá, e trocar uns socos uma vez mais. Mas as coisas não estão fáceis. Tens acompanhado com o tio certo?


Jigglypuff: Nem o vejo faz muito... Muito tempo.


Stryker: Então que tens feito por ai? Realmente te focas-te nos treinos?


Jigglypuff: Ahrr, um pouco. Também. Conheci alguém... Incrível. Ela é uma pessoa tão amável. Tão... Tão fofinha.


Stryker: Uhhhh... Fofinha? Sério? Está in love? Conta pro maninho.


Ele começa a beber um pouco de agua, parecia bem cansado do trabalho, ele bebia com calma. Até ouvir o nome.


Jigglypuff: Violetty Gardea.


Stryker cospe-se todo com a agua e se engasga sozinho. Depois começa a tossir também de um modo forte e repetitivo. E deixa cair a garrafa no chão, enquanto Jiggly só observa meio confuso. Assim que Stryker se acalma olha meio sério para ele.


Stryker: Vivi? Fofinha? Mas tu tá loko?


Jigglypuff: Ei... Não fala assim... Ela... Ela só...


Stryker: Ela? TU! Tu gosta dela? Diz me que não. Tu não... Tu... Não... Caralho... Tu gosta dela né?


Jiggly responde só rindo, enquanto Stryker começa a meio que rir um pouco também e só encolhe os ombros enquanto passa com a mão pela cara limpando agua.


Jigglypuff: Tu conhece-la? Tio também te falou nela?


Stryker: Eu cheguei a lutar ao lado dela.


Jigglypuff: Sério? E o que aconteceu?


Stryker: Beeem... Resumindo, ela cortou metade da minha cara com um taco de arrame farpado e me mandou direto pro hospital, porque eu perdi para o Valugi.


Jigglypuff: Ahh... Mas ela gosta de ti. Ela e a irmã te iriam adorar conhecer um dia.


Stryker: Ouviste a parte que falei no taco? E no arrame farpado?


Jigglypuff: Eu ouvi...


Stryker: Como alguém pode então gostar de mim depois de me ter tentado assassinar?


Jigglypuff: Ahhh, ela não te queria machucar. Ela só estava nervosa na altura. Ela me fala um pouco em ti e te querer conhecer também um dia.


Stryker: Bem... Porque não? Não tenho nada a perder mesmo. Dane-se, vamos virar amiguinhos das bruxas mesmo. O que pode acontecer de ruim? Elas se fartarem de nós e nos sacrificarem para um deus qualquer cujo o nome seja impossivel de decorar?


Stryker falava num tom sarcástico, ele nunca esteve perto delas ou sequer interagido fora de um ringue. Infelizmente ele nunca sequer teve essa chance. Então ele só conhecia o seu ponto de vista igual aos fãs.


Jigglypuff: Não fales assim... Ela não seria capaz... Quer dizer... Ela não te vai machucar. Tu realmente deverias fazer novos amigos... Não tens uma vida solitária ai atrás?


Stryker: Ah... As vezes. Eu tenho acompanhado com Marianne algumas vezes. E alguns lutadores que ficam lá diretos na zona dos merchandinses.


Jigglypuff: Marianne? Sério?


Stryker: Também já foi tua companhia. Ela é boa pessoa. E ei, ela esta disponivél para manager, acho que era tudo o que a tua carreira precisava para recomeçar direito. Um Manager.


Ambos mostram algum silencio. Jiggly não era como o irmão ou o tio. O que as pessoas falavam ou agiam afectavam muito nele, e no seu ponto de vista perante as coisas. E Jiggly dificilmente iria querer a companhia da Marianne.


Jigglypuff: Depois do que ela fez ao tio? Achas mesmo que eu iria contratar ela como manager?


Stryker: Como assim? Ela não fez nada ao Bé.


Jigglypuff: Ela o acompanhou pelo mundo a fora, em tantas ocasiões, passaram por tanta coisa juntos... Para depois de Bé finalmente conseguir conquistar um titulo ela o abandonar?


Stryker: Ela não o abandonou... O contrato feito por ela e o James foi definido, que quando Bé vira-se o campeão ela estaria dispensada. O Bé deveria saber disso?


Jigglypuff: Achas mesmo que ele iria ganhar o cinto se soube-se disso? Marianne não era apenas treinadora... Para ele ela era sua melhor amiga. Como uma irmã. Parte da familia. Passaram 5 meses lutando e treinando lado a lado. Custa te a entender?


Stryker se calou um pouco. Afinal, seu irmão tinha razão naquele momento. Stryker era bem proximo dela, mas sem jeito de a "defender" nessa ocasião. Então ele muda um pouco o assunto.


Stryker: Mas e ai? Ideias para managers? Acho que realmente precisavas de um. Olha só, Denner teve uns 5 e hoje é hall of famer. Isso realmente resulta.


Jigglypuff: Então e tu? Que tal vires ser meu manager? Podemos treinar juntos?


Stryker: Fico honrado com a oferta. Mas lembra-te da intenção.


Jigglypuff: Intenção?


Stryker: A intenção de um manager é elevar a tua carreira. Não tacar ela na merda.


Ambos começam a rir. O Sentido de humor de Stryker realmente sempre foi meio estranho, pronto até para se ofender a si mesmo só para puxar o sorriso de alguém. Quando eles acabam de rir Jiggly fala para ele.


Jigglypuff: Ei... Sabes que o tio não nos gosta de ouvir dizer palavrões.


Stryker: Bahhh, foda-se. Mas e ai. Combate importante o teu proximo? Como é?


Jigglypuff: Sim, estou em uma disputa pelo cinto intercontinental.


Stryker: Mas é muito favoritismo do James... Tu perdeu pro Robert em Ppv e ganha disputa por cinto. Olha só. Eu jobbei durante shows in row, e ele só me bookava contra Giverloks e Patos.


Jigglypuff: Tu tinha uma rivalidade com eles não era?


Stryker: Giverlok sempre meio chato. Funcionário preferidinho do James. Só porque é fachineiro. E o outro... Sei lah até hoje quem é. Só sei que sumiram os dois.


Jigglypuff: Chato quando um rival some assim do nada..


Stryker: Né? Mas enfim. Vies-te aqui gravar um video no estudio do Bé não era?


Jigglypuff: Parece que ele já não tem nenhum alugado.


Stryker: Porque não gravas nada aleatoriamente por ai? Eles fazem a mesma coisa.


Jigglypuff: Ahh, não gosto muito não. Eu prefiro fazer algo bem feito e bem pensado, ou mais vale a pena nem fazer.


Stryker: Vamos lá. Temos trabalho por fazer.


Stryker dá uma pequena palmada no ombro dele e faz sinal para o seguir. Jiggly sabia que poderia contar com o irmão para qualquer coisa que o pude-se ajudar. Ele leva o irmão para a zona de merchandinse e ambos se dirigem para uma banca:





Jigglypuff: Olha só, és um querido mesmo. Vais me comprar uma T-shirt sentimental do tio Bode?


Stryker: Vai se foder.


Stryker joga todas as peças e mascaras e itens para os lados, longe. Ele afasta as mesas, exepto uma que puxa para trás, e coloca o seu mobile em cima de uma para filmar, ficando Jiggly ali em frente de um cenário apenas amarelo, porem tudo limpinho e bonito. Ele coloca a câmara a filmar e faz sinal a Jiggly.


Nwr/Belindo.com


Jigglypuff: Olá fãs e outros! Finalmente estou aqui para dar noticias minhas. E fiquei um tempinho sem isso né? Já não ouvem falar de mim desda Elemination Chamber...


Stryker: Fala para eles que não morres-te. Ainda.


Jigglypuff: Não. Ainda não. Robert combateu de maneira brava, e realmente me conseguiu apanhar em cheio. Mas vai ser preciso mais do que isso para me desmoralizar. Não me dou por derrotado em momento algum, e vamos ver o que se segue...


Jigglypuff: Um combate valendo o cinto intercontinental... Eu já estive nessa divisão antriormente. Mas como são poucos os que lembram, eu vou descrever de forma rapida o que aconteceu.


Stryker: Senta que lá vem historia.


Jigglypuff: Eu ligeiramente fui pego no meio entre combates do nosso querido Denner e o King. Acabei por ser pego no meio especialmente devido a Liza... Mas isso não vem ao acasso. O que aconteceu foi que eu acabei sendo derrotado por King.


Stryker: Mas e ai? Ninguém quer saber se tu perdeu para a Moby Dick da Nwr.


Jigglypuff: Onde eu quero chegar, que eu não sou o unico que não enfrentei ou que não conhece o King ali. Eu já o enfrentei, anos atrás. E eu sei perfeitamente o estilo de luta dele. E eu tenho me focado em jeitos de o deitar ao chão.


Stryker: Tudo bem, logo que não faça nenhum terramoto.


Jigglypuff: Vi o ultimo video de King. Palavras fortes, mas realmente não lembra do meu nome? Ou está a fazer de conta que não sabe sequer quem eu sou? Não me qualifico para estar nessa disputa? Esse King é muito faz de conta.


Stryker: "Faz de conta?"


Jigglypuff: Nunca devemos confiar em um tipo com 175 que passa um video inteiro comendo sushi. Não faz sentido... Algo de errado não está certo...


Stryker: Deixa esses detalhes para lá.


Jigglypuff: Então é assim amiguinho Rei Sushi, tem razão quando disse que ser da trupe Bé ou o queridinho das gardeas não me qualificam para estar nessa disputa. O facto de eu ser bom o suficiente automaticamente me qualifica para estar nessa disputa.


Jigglypuff: E tu acha que se eu quise-se o cinto Cursed já não estava com essa porcaria nas minhas mãos? Reparou bem quem é o campeão por lá?


Stryker: Bruno Jackson.


Jigglypuff: Eu definitivamente não vou desperdiçar o meu talento nisso. Me chamem para essa divisão quando tiver um verdadeiro campeão. E um verdadeiro desafio ah minha espera. Eu prefiro os grandes. E vejamos, me deram um King. Sabem o que eu vos digo?


Stryker: Fodeu?


Jigglypuff: Quanto maiores são, maior a sua queda. E preste atenção caro Rei Sushi. Está nesta federação ah menos tempo que eu. Da primeira vez que conquistou o seu primeiro intercontinental aqui, eu já tinha sido campeão mundial. Subestimar um oponente Old School, é um erro. Um erro de novato.


Jigglypuff: Um erro que eu esperava que tu não comete-se. Preste atenção, deixe o seu sushi de lado, e acorde. Senão vai acabar tomando uns golpes que nem sabe de onde surgiram. Seu tamanho não me assusta. Se tiver mal disposto também não. Eu tenho medo de ninguém.


Stryker: Homão da porra.


Jigglypuff: Repense suas tácticas. Porque vai precisar de uma se quiser milagrosamente ter pedalada para um fatal four way. Enfim. Falando na proxima oponente... A nossa Lady.


Jigglypuff: Tenho que admitir, eu não gosto de heróis.


Jigglypuff pega em uma mascara de Lady que estava ali ah venda na zona de Merchandinse.


Jigglypuff: Heróis... São coisas tão tristes. Você é feliz assim Lady? Está feliz com sua prestação como heróina? Fala que ficou ainda melhor após ter perdido para a vilã? Poupe nos de seus contos de fadas. Está a ficar chato, repetitivo e enjoativo sempre a mesma conversa.


Stryker: Poxa mas porque tu não gosta dela? Eu até daria uns pegas nela.


Jigglypuff: Ah não... Tinha que arruinar meu video...


Stryker: Foi mal.


Jigglypuff: Bem... Olhem só. O icon de Lady. A honra de sua familia eu acredito? Afinal, o que esta mascara significa mesmo? Eu vos digo. Vergonha.


Jigglypuff: Essa mascara significa vergonha. Ninguém que não tem vergonha esconde o seu rosto. Sabem o que eu vou fazer ao vosso animalzinho preferido vergonhoso?


Stryker: Posso responder?


Jigglypuff: Cala a boca. E me passa o lume.


Stryker se aproxima e tira do bolso uma caixa de cigarros, ele coloca um na boca do Jiggly e começa a acender.


Jigglypuff: Mas eu nem fumo palerma, tira isso daqui.


Stryker: Ué, então para quê o lume?


Jiggly tira o isqueiro e Stryker volta a se afastar, Jiggly acende o insqueiro e começa a passar pela mascara de Lady. Até ele conseguir colocar a mascara de Lady a arder. Ele a deixa cair no chão antes de se queimar com as chamas.


Jigglypuff: Hora de alguém queimar sua fantasia Lady.


Stryker: E alguém vai pagar por essa mascara.


Jigglypuff: Todos os seus sonhos, esperanças. Aspirações. Tudo isso mais tarde, vai arder. Vai sumir. Qual o seu proximo rumo? Tem algum? Qual o sentido da sua vida agora que terminou seu rivalidade aleatoria com Naki?


Jigglypuff: Que enfim, isso realmente nos leva para a ultima oponente. A actual campeã Intercontinental, Narkissa Gardea.


Stryker: Falo nada. Ser o bobo da corte já é ruim, imagina ser sacrifício de bruxas.


Jigglypuff: Aprecio o facto de não mostrar vontade para me magoar. Mas não se preocupe com isso. Eu fui feito, eu fui moldado para este tipo de coisas. Pode me bater com todos os seus golpes mais fortes. Dor é temporária.


Jigglypuff: Meu foco não é a vitoria, não por seres a campeã, mas sim porque esse reinado nem sequer me interessar.


Stryker: Será que não? Ou é por ela ser irmã da tua Crush?


Jigglypuff: Não estou aqui para conquistar cinturões, de nenhum tipo. Não já. E o verdadeiro foco neste combate vai ser o destaque. Eu quero me destacar perante todos vocês. E eu tenho a certeza que dessa vez terei uma prestação mais formidável. E eu quero brilhar entre os quatro.


Stryker: Quer brilhar? Tu é Pokemon ou estrela afinal?


Jigglypuff: Para de interromper meus videos desgraça.


Stryker: Espera só até eu ficar sem bateria e não conseguir dar Upload nessa merda.


Jigglypuff: Enfim. Não tem mal. Por agora é só isso que vim comentar com vocês. Isto não tem sido facil por cá, e o cénario foi meio improvisado... Mas meus próximos videos terão maior qualidade de certeza.


Jigglypuff: Então é isso. Adeus a todos e fiquem bem!


Ele acena com a câmara e Stryker desliga e manda direto para o site. Stryker volta a arrumar os itens todos e joga os restos da mascara no lixo. Enquanto Jiggly o ajuda a arrumar as coisas.


Stryker: Bem... Agora nos vemos daqui a mais um século.


Jigglypuff: Jesus... Não precisas de ficar por ai não. Acompanha um pouco comigo. Minhas amigas vão gostar de ti.


Stryker: Arr, sei lah. Eu sou só um palhaço falando asneira e palavrão por ai.


Jigglypuff: Mas pelo menos não estará falando asneira sozinho...


Stryker e Jiggly terminam de arrumar tudo, ele mostra um ar pensativo, e Stryker da um soco de leve e amigável no braço do irmão.


Stryker: Tudo bem. Todo o mundo tirou férias menos eu. Também mereço.


Jigglypuff: Isso ai. Vamo embora.


Jiggly coloca a mão em cima do ombro de Stryker e ambos começam a caminhar para fora do local e vão embora juntos.


---




 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 18.06.17 11:09

Vídeo postado no site oficial da NWR

A filmagem começa com Havoc na terraço de um prédio o sol estava brilhando bem forte e o homem abria os braços com um grande sorriso nos lábios apenas deixando o cinegrafista dar um giro mostrando o lugar que era muito bonito até voltar ao lutador

– Fala ai desgraçados quem chegou sou eu mesmo o rei babaca o verdadeiro rei da JOBBERDIVIOSN e tenho umas coisas pra falar...não não devo satisfação do meu sumiço que se fodam querendo saber

Ele dava de ombros e começou a caminhar para trás enquanto olhava para a câmera

– O cara que se acha campeão deu umas palavrinhas pra nossa anjinha..aliás bem vinda e sinto muito que tenha que lutar com o pereba do Bunda Jackson assim na primeira luta não deve ser fácil mas relaxa que a falta de talento dele não passa via combate então chega lá e surra ele

O homem pulou e deu uns socos no ar enquanto dava risada ele ficava na beirada do prédio amais um passo e ele ia cair

– Cara tu falou umas coisas que me incomodaram então vou deixar algo claro pra você...nunca vai ter Jacksondiviosn e sabe porque? Muito fácil você não é o verdadeiro campeão você é só um otário com nome ridículo digno de pena fica por ai se exibindo com o título mas não ganhou ele no combate sendo que ficava bancando o bonzinho eu espero mesmo que a loirinha te massacre quero que ela te surre tanto mas tanto que seu sangue composto por merda vai sujar o ringue

Ele rodava devagar e começava a caminhar na beirada com os braços para trás

– Eu não devia falar mas você é irritante mano não é rei nenhum nem nunca vai ser mas usa esse codinome porque não é capaz de ter nada então precisa viver a minha sombra o verdadeiro rei babaca o dono da Jobberdiviosn o cara que pode enterrar você mas não quer por pura diversão porque quando tu perder vai provar o que eu falo você é ruim você é apenas uma hemorroida nessa divisão fica ali incomodando não é letal mas incomoda e ninguém quer admitir que tem esse é você cara...seu nome já começa lixo B de bosta de bunda de burro..é...borrado o que você fica quando me vê

Ele mostrou o dedo do meio e começou a gargalhar

– Não fala que a divisão é sua não fala que é rei você é só um cara que seguro um broche até eu pegar e virar título de novo porque na suas mãos é igual uma criança com um milhão um alvo fácil o pessoal deve estar com pena de bater em você porque você é portador de necessidades especiais..aliás ser jobber é doença no seu caso é uma doença grave mas por nossa sorte não passa eu sou o jobber bom aquele jobber que aguenta um pouco umas lutinhas e tals e tu é o jobber ruim que está aqui apenas por estar...então se falar de novo que a divisão é sua eu serei obrigado a quebrar sua cara de novo e dessa vez por diversão “campeão” feito de merda

Ele mexia a mão querendo deixar o assunto para lá mas era capaz de voltar nisso

– Seguindo a vida seja bem vinda Jojo quebra  acara daquele lixo pegue o título e dê um rostinho lindo para essa divisão a gente pode ser meio merda..no caso o Bruno é totalmente merda...mas somos legais aqui é família saiba que tu não vai evoluir daqui não passa é tipo um plano astral da depressão somos o lado ruim  e lá o Olimpo temos o lado bom com tretas e relevância a gente apenas fica aqui se xingando e querendo um título ou apenas em pé sem fazer nada que o estilo do meu clone feito de esterco que segura nosso broche...sério...bate nele

O homem sorriu todo animado fazendo um positivo para a câmera e colocou as mãos no bolso

– Certo temos o card e olha só eu contra a mulher mais fofa que eu já conheci DANI! Uma pena lutar contra você mas antes você que o Lixo Jackson..saca só vamos brigar e eu não queria ter que te bater e te ganhar mas a vida tem dessas coisas e eu tenho um legado a seguir né verdade? Ser o rei babaca tentando fazer algo por essa divisão vamos lutar e que o melhor jobber leve essa ou seja..eu

Ele sorriu e tirou as mãos do bolso apontando para si mesmo a câmera deu zoom no rosto animado do homem ao falar logo ele voltava com as mãos no bolso e respirava fundo

– Eu não tenho muito o que falar sobre isso eu aceito os desafios que me dão não faço o tipo que corre então vamos brigar pra valer eu quero enfrentar o seu melhor ou pior que no caso em que estamos é pior a gente nunca melhora vamos lutar e fazer os olimpianos morrerem de inveja porque são um bando de frescos...desmotivados e trouxas então vamos mostrar como se luta no estilo tártaro quebrando um ao outro só fiquei deprimido porque não queria um combate normal isso é tão broxante eu quero meus hardcore matchs e sei que a Dani não é o tipo mulherzinha e ela ia topar algo mais legal que isso...cóle Fofão vamos olhar um pouco dentro do tártaro tem lutadores afins de algo mais legal esses caras ai do Olimpo só servem pra ser pôster e aparecer em entrevistas porque do resto...

Ele ria balançando a cabeça em negativo e fazia uma cara falsa de tristeza

– O verdadeiro rei babaca está de volta se preparem para as coisas ficarem bem animadas por aqui eu tenho uns planos..mentira eu não planejo nada mas achei que ia ficar legal falar isso no vídeo

Ele falava e olhava para cima mexendo a cabeça para os lados pelo visto não foi algo que agradou ele

– Ah foda-se isso eu vou chegar lá e lutar enquanto vejo o Bruno levar uma porrada enquanto ele segura MEU cuserd  sujando ele de merda com aquelas mãos leprosas e inúteis que só servem pra ele cobrir o rosto de medo...Ah sim ó lora cuidado ele é medroso ele vai correr ele vai chorar e pedir pra ajuda porque ele é assim um perdedor então faça o trabalho rápido quebre ele pegue o título e faça algo por nós aqui na Inutil-lândia ou tártaro porque se depender do vulgo campeão a gente tá mais que fodido esse cara vai tacar nós todos no open match nem apanhar pra deuses a gente vai ser tipo apanhar pros funcionários o que adianta o batalhão lutar se o líder é um repolho? Não dá né? Então faça teu nome em cima ganhando no debut e me dando coisas para rir em todos os meus vídeos o fazendo lembrar do fracasso de vida dele ok? Ok né

O homem demonstrava irritação ao falar do atual campeão parecia bem perturbado com isso mas disfarçou passando a mão na barba

– Eu não ligo para os outros combates mas tem um mano ai que chegou ele fez um vídeo fala ai cara bem vindo a Jobberdiviosn não liga pro boneco de Darth Maul que acha que é campeão cursed ele não é nada não é nosso saco de pancadas vai lá e bate nele vai ver como é gratificante

Acenou para a câmera sorrindo e saia da beirada do prédio quando ouviu um barulho o homem ficou parado e olhou para a câmera

– Tá na hora de dar o fora daqui pelo visto me acharam hahahaha bem pessoal é isso ai vão se foder odeiem o Bruno e não esqueçam da campanha de praia “é maiô ou colã?” quem sabe no próximo show a gente não descobre? Fala ai

Vozes eram ouvidas chamando pelo lutador que saiu correndo junto do cinegrafista ele estava em algum local proibido a filmagem é cortada de forma repentina


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 57 - PESCANDO PIRANHAS E OUTROS PEIXES PEQUENOS

Mensagem por King em 18.06.17 11:31

Vídeo postado em NWR.COM/KING

King está sentado na beira de um lago, atrás dele, percebe-se uma casa de madeira. O irlandês está sem camisa e bebendo uma cerveja Guiness, do lado esquerdo da cadeira uma vara de pescar está cravado no chão e sua linha no lago. O irlandês bebe um pouco, coloca a lata de cerveja em seu lado direito, olha para o lago (a câmera se aproxima dele neste momento) e com ar pensativo diz:


- Vou direto ao ponto, mas antes preciso falar isso em alto e bom tom: chega desta palhaçada de que deuses querem isso, deuses compram isso, deuses pedem sacrifícios, deuses e mais deuses! Narkissa, eles nunca entraram no ringue para te favorecer, foi você e com sua bunda que entrou no ringue para vencer e perder, acorda boneca! Deuses são para os fracos terem um roteiro a seguir, já que por conta própria são incompetentes. Você não vai ter três oponentes, apenas EU porque o resto é distração para os fãs, apesar de que, graças aos problemas mentais dos outros dois envolvidos, corro o risco de não tomar de volta o que é meu por direito e não por beleza física.

- Por falar nisso, te chamar de puta não te ofendeu, bacana. Acha que vou ficar trocando farpas só para entreter os fãs? Esquece, meu objetivo por agora é meter a mão na tua cara sem dó e nem piedade, com dois retardados mentais como testemunhas e mesmo que não consiga meu cinturão de volta, eu vou trazer o verdadeiro CAOS para tua vida e teus deuses patéticos não vou dar para o cheiro; quer chamar ajuda? Pode começar a suplicar por ela, porque serei o maior pesadelo de tua patética carreira como lutadora, cara Narkissa.

- Nos vemos dentro do ringue, só que não a sós como deveria ser, então isso tira noventa por cento do charme deste combate, mas serve de aquecimento para meus punhos e isso me agrada, tem alguma regra para seguir nesta luta? Se sim, dane-se! O falso rei, hipopótamo e qualquer outro termo calunioso que sair de sua boca não será equivalente ao derramar de sangue (King põe a mão esquerda na cabeça, balança negativamente e volta a dizer), a grande chuva de sangue que farei nesta nova oportunidade de fazer a Intercontinental Division a maior divisão da NWR!

- O cinturão de Intercontinental Champion, fica melhor em quem o merece e não em qualquer pessoa que derrota uma porquinha rosada e sorridente, não acha? Perde para ela, mas te derrotei no mano a mano, de forma limpa, tem memória curta agora? O meu legado nunca será apagado por ti e por nenhum ser humano, continuarei imortal e isso ninguém rouba de mim, cara boneca russa.  Vai ter a chance de lutar contra mim e dois palermas, qual dos dois você vai tirar do nosso caminho para que os fãs tenham a luta que merecem?

- Acha que os dois são mais merecedores do que eu, por quê? Eu dou entrevistas porque sou importante, mesmo não tendo um título de campeão, mas a tua ilusão será tua amarga ruína. Vai voltar a ser a sombra de tua irmã e nada além disso. Aproveite para decorar meu cinturão, porque em menos de 30 dias ele estará em meu ombro esquerdo para que a NWR tenha, ao menos, um campeão digno de ser coroado, salvo alguma mudança de cinturão no próximo For Victory.

- Ôpa!


King volta sua atenção para a vara de pescar que começa a tremer, dando a impressão de que fisgou alguma coisa. King fica de pé, tira a vara do chão e começa a fazer força com as pernas para trazer à tona aquilo que estava no anzol. Após alguns segundos, o irlandês consegue tirar um pescado dourado. O peixe começa a se debater no chão, enquanto o irlandês sorri demonstrando contentamento pela sua pescaria. Ela tira da bota esquerda uma faca e corta rapidamente a cabeça do peixe, fazendo-o parar de se debater e decorando a mão direita do irlandês de sangue. King pega o peixe e o coloca em um saco plástico que estava amarrado no braço direito da cadeira, põe a faca novamente na bota, senta-se na cadeira e diz satisfeito para a câmera:

- Paciência meus súditos, em breve o rei trará os tempos gloriosos que a Intercontinental Division merece, deixem a Narkissa superar o grande reinado de Lady, para que eu com minha força domine novamente e sem ser interrompido por seres medíocres. Avise teus deuses, que peixe morre pela boca, então Narkissa, serei EU o privilegiado em cortar tua garganta e enviar a carcaça do teu corpo para o lugar ideal para ti: o Hades. A caçada vai começar e na quarta-feira o capítulo inicial, nem as bruxas, nem os deuses, nem seu bodinho de estimação ou o jobbers Champion, irão te socorrer, passar bem vadia e se acha que estou blefando, ponho minha carreira sobre mesa só para ter o privilégio de ver o medo em seus olhos quando este que vos fala, tirar teu brinquedo sem misericórdia; sou a porra da ovelha negra da NWR e não tem regras para mim, passar bem vadia.

King levanta-se da cadeira, tira o saco plástico do encosto da cadeira, pega sua latinha de cerveja Guiness e sai andando rumo a casa de madeira, localizada alguns metros do local onde estava. O irlandês assobia uma melodia (https://www.youtube.com/watch?v=cqb3NSiSwoc) e ao entrar na casa o vídeo se encerra.
avatar
The Undercover

Mensagens : 2
Pontos : 4
Reputação : 2
Data de inscrição : 02/05/2015
Idade : 20
Localização : Porto

Re: Prome Aqui!

Mensagem por The Undercover em 18.06.17 22:27

As câmaras ligam-se e o cenário seria o parque de estacionamento, o portão abre-se e uma harley-davidson entra, montada nesta estariam duas pessoas, um homem e uma mulher, estes conduzem mais um bocado até achar um lugar em condições, o homem estaciona a mota e junto com a mulher saiem dela.


Não demoraria muito tempo até um entrevistador chegar e começar a falar com eles, o seu nome Johnny Waterfall.


Johnny Waterfall: Daqui Johnny Waterfall estamos em direto do parque de estacionamento onde acaba de chegar uma nova estrela.


Este leva o microfone até a pessoa que ainda nem o seu capacete tinha tirado.


Johnny Waterfall: Então qual é o seu nome faz favor.


A pessoa tira o capacete e Johnny fica na mesma por não conhecer o indivíduo.


Individuo: O meu nome? Mano estás a gozar com a minha cara não estás? Queres levar dois acentos não queres Queda d'água.


Johnny Waterfall: Não, não quero levar dois acentos mas parece que você me conhece logo é porque faça alguma coisa de jeito.


Individuo: Olha bem para mim queda de água, estás a olhar? Mas tás mesmo a olhar?


Johnny Waterfall: Sim estou a olhar para o senhor que ainda queria saber o seu nome.


Individuo: O meu nome não interessa carago.


Johnny Waterfall: Então como é que nós vamos tratar o senhor.


Individuo: Não interessa como é que vocês me vão tratar porque no fim eu estarei lá em cima.


Johnny Waterfall: Estou a ver que você veio para aqui para combater e ganhar títulos.


Individuo: Eu não vim para aqui para combater ou ganhar títulos porra alguma caralho.


Johnny Waterfall: Ok isso parece um pouco ortodoxo por isso explique o que é que você veio para aqui fazer?


Individuo: A humanidade ainda não está pronta para saber o que eu ando a fazer nesta terra.


Johnny Waterfall: Eu acho que você está com os parafusos a menos.


O indivíduo põe o braço direito à volta dos ombros Johnny Waterfall e com o braço esquerdo a apontar para longe começa a andar com ele, a mulher seguiu de longe.


Individuo: Continua a olhar para mim queda d'água?


Johnny Waterfall: Eu ainda não entendi muito bem qual é o objetivo de olhar para você mas você que sabe.


Individuo: Eeeeeeexacto eu é que sei agora deixa-me te contar uma história de quem é que eu fui.


O indivíduo olha para a mulher que está atrás dela.


Individu: De quem é que nós fomos.


A mulher aproxima-se do homem e este põe o braço esquerdo por cima dos ombros desta.


Indivíduo: Há muitos anos atrás existiu um Bé, esse Bé ganhou vários títulos na nwr entre outras federações mas antes de ele chegar a estes topos ele começou lá em baixo na mítica CWE.


Johnny Waterfall: Isso é suposto ser o quê?


Indivíduo: Deixa-me que eu te explique, a cwe foi onde eu, estás a ver-me? Ensinei o Bé a ser a pessoa que hoje ele é.


Johnny Waterfall: Correção a pessoa que ela era, caso você não saiba ele morreu.


Individuo: E eu sou o pai natal.


Johnny Waterfall: Você é o pai natal então?


Indivíduo: Ouve-lá queda d'água nasceste em que século? É claro que eu não sou pai natal seu autista maluco,  eu sou o grandioso, o único The Undercover!


Johnny Waterfall: Nunca ouvi falar de você.


The Undercover: É claro que nunca ouviste falar de mim seu autista estás aqui fechado nesta federação e só falas com estas pessoas!


Johnny Waterfall: E aqui está a mais recente contratação da NWR, The Undercover.


Undercover: Oh Oh Oh, onde é que tu vais? Isto ainda não acabou manito, isto ainda está longe de começar.


Johnny Waterfall: O que é que você quer dizer com isso?


The Undercover: O que é que eu quero dizer com isso queda de água? Primeiro deixa me perguntar-te o que é que achas que eu tou aqui a fazer.


Johnny Waterfall: Bem eu acho que você...


The Undercover: NÃO INTERESSA O QUE É QUE TU ACHAS CARALHO


Johnny acanha-se de imediato com o grito de Undercover.


The Undercover: E tu, homem do telepronto ou puta que pariu esta merda, muda o nome The Undercover para Vin, parece que não mas custa escrever, aproveita e deixa apenas QA para o Johnny.


Uma terceira câmara aponta para o homem no telepronto que faz um Ok para Vin.


Vin: Muito melhor, onde é que iamos queda d'água?


QA: Iamos na parte...


Vin: NÃO INTERESSA ONDE IAMOS!!!! Achas que eu sigo guiões?! Eu fodo o kayfabe como quem come putas ao pequeno almoço!


Vin leva uma chapada no cachaço e encolhe-se pondo a mão lá e coçando.


Vin: Era escusado Kita.


Kita: UhmUhm, deixa que a partir de aqui eu assumo a entrevista.


Vin: Mas...


Kita: Mas nada, para trás de mim! e não te atrevas a fazer alguma coisa!


Vin vai para trás de Nikita e cruza os braços enquanto Nikita se chega à beira do Queda d'Água.


Kita: Perdoe o meu marido senhor Queda d'Água.


QA: O meu nome é Johnny Waterfall menina...


Kita sorri olhando para o Queda d'Água.


Kita: Shu, shu, shu, eu sei que é chato viver uma vida com um nome e depois do nada descobrir que na realidade o seu nome é Queda d'Água.


QA: Mas...


Kita: Apenas sonhos Mister Queda d'Água.


QA: Ahhhh, enfim, visto que você é mais calma posso lhe fazer as perguntas a si?


Kita: Poder pode.


QA: Quais os vossos nomes, quais os vossos objectivos e como é que conhecem um wild Bé morto.


Kita: Ele não está morto.


QA: Perdão?


Kita: Ele vive.


QA: Como?


Kita: Ele é um marciano com imortalidade que já tentou destruir a terra mas falhou.


QA: Próxima questão.


Kita: Ahhhhh, enfim, o meu nome é Nikita Romanoff, este é o Vin aka The Undercover.


QA: Ok e quais os vossos assuntos aqui.


Kita: Muito resumidamente? Causar distúrbios.


QA: Perdão?


Kita: Uhm?


QA: Disse causar distúrbios?


Kita: Disse sim senhor.


QA: Que tipos de distúrbios?


Kita: Primeiro, temos um Bé Gémeo como campeão, ordem de tarefas, dar-lhe uma chairshot, porquê Vin?


Vin: Porque posso e porque é um Bé.


Kita: Segunda ordem de tarefas, dar nas orelhas a Bé Jr, porquê Vin?


Vin: Porque é um Bé e porque feito autista mudou o nome para JigglyPuff ou o caralho que o foda.


Kita: Terceira ordem de negócios, desaparecer durante meses a fio e aparecer de vez em quando para distribuir random chairshots.


QA: Para que é que é o taco de Baseball nas costas do senhor Cover?


Vin: Ora... Para te dar com ele nos cornos Queda de Água.


Nesse preciso momento Queda D'Água atira o microfone e sai a correr dali para fora.


Kita: Boa, agora como vamos descobrir onde está o Jr.


Vin olha para os lados e vê um arrombado qualquer.


Vin: Oh tu, filho da puta, anda aqui!


O arrombado chega-se ali


Arrombado: Eu não sou nenhum filho da puta.


Vin: Não interessa essa merda, sabes me dizer onde posso encontrar o Jr?


Arrombado: Não, pelo o menos até mostrar algum respeito.


Vin mete a mão no cachaço para o coçar mas muito rápidamente mete a mão no cabo do taco e puxa o para fora.


Vin: Vah, vamos tentar esta merda novamente, onde está o boi do Jr.


Vin: Ou será preciso te tirar essa informação à paulada?


Arrombado: Sim, porque acredito que vás mesmo fazer alguma merda.


Vin dá um chuto no arromado empurrando uns centímetros para longe e logo a seguir dá lhe com o taco no joelho.


Vin: A próxima é directa nos cornos...


Arrombado: Ok! Ok! Ele está no camarote dele com a namorada dele!


Vin: Kita, ouviste isto?


Kita: Ouvi sim senhor.


Vin: O nosso sobrinho tem uma namorada!


Arrombado: Mas cuidado, ouçam estas minhas palavras, a namorada de JigglyPuff não é uma mera humana... Ela é uma bruxa!


Vin e Kita olham um para o outro.


Vin: Uma bruxa, parece que tu e a rapariga tem algo em comum.


Kita: Parece-me que sim, vamos apenas procurar então pelo o camarote do rapaz.


Passado o que seria 6 minutos à procura do camarote estes finalmente o encontram.


Vin: É aqui?


Kita: Segundo o que o zarolho nos disse acho que sim.


Kita muito educadamente bate à porta mas logo a seguir afasta-se para Vin, também muito educadamente, dar duas tacadas na porta mandando a abaixo, dentro do camarote Bé Jr retrai-se todo quando vê o tio.


Vin: Moço, estou aqui à precisamente...


Vin olha para o relôgio.


Vin: 30 segundos no teu balneário e ainda não ouvi explicações de nada!


Jigglypuff (sabem que mais, fodasi, Jr): Quê? quando? Porquê?!


Vin: Isso explica merda alguma caralho!


Jr: Que tás tu a fazer aqui tio, pensava que enquanto fosses vivo nunca punhas um pé neste federação.


Vin: Surprise Motherfucker, eu nunca fui vivo logo essa promessa é nula!


Jr com a mão à frente da boca: *Coff* Kayfabe *coff*


Vin: Fuck o kayfabe, eu já entrei pela quarta parede a dentro faz anos atrás!


Jr: Tás aqui a fazer o quê caralho!


Vin: Meh, a PSWF tá morta, as filhas tão para lá a lutar.


Jr: Quais delas?


Vin: A Débora e a Sarah.


Jr: Mas?


Vin: Mas O quê?


Jr Sinto um mas a caminho.


Vin: Em conversa de domingo elas disseram me que se calhar iam pendurar as botas.


Jr: Eita, não são novas demais para isso?


Vin: São, mas alguém tem que ficar à frente da VCorp


Jr: Porque não fica o dono dela?


Vin: FUCK... THAT! Deves pensar que tenho paciência para andar de fato a preencher formulários.


Jr: Já não foste presidente da FSA.


Vin: E é por isso mesmo que não quero voltar a esses tempos, eu sou um free spirit, gosto de matar Bés! Ainda no sábado dei 3 tiros ao teu velhote, passado cinco minutos levantou-se dos mortos e fomos ao Mac roubar uns Big Mac's


Nikita no entanto anda por todo o balneário a olhar para as coisas.


Kita: Conta-me Jr, ouvimos dizer que arranjaste uma namorada, é verdade?


Jr: Ainda não.


Vin: Pera quê? Então os rumores acerca do teu envolvimento com uma bruxa?


Jr: Paparazzi's, já devias saber como eles são.


Vin: Bem, sabes que te apoio 100% no que toca a gajas, desde que ela não seja russa, odeio russos.


Jr: A tia é russa.


Vin: A tia é ruiva fodasse!


Jr: A tia é uma bruxa.


Vin: E tu não sabes metade da história...


No entanto Nikita abre a sua malita e tira uma garrafita de água sentando-se a beber.


Vin: Prontos, pormenores mais importantes, JigglyPuff, quessa merda, o que é que deria o teu pai se eu não tivesse deixado enterrado naquele jardim ontem?!


Jr: Algum autismo do tipo, quero chocolate.


Vin: Eeeeexactamente! Agora eu digo-te, já achei estúpido o nome Jr, qualquer nome relacionado com aquele abécula é estúpido, até a-bé-
cula!


Jr: Porque não te impuseste quando eu nasci?


Vin: Estava a comer a tua tia de quatro na casa de banho do hospital.


Nikita acena sorrindo para Jr.


Jr: Ok, informação a mais, anda-lá diz me que mais tens para me chatear.


Vin: Títulos.


Jr: Oh boy, aqui vamos nós.


Vin: Tens que viver ao teu nome, pelo o menos o nome Sullivan, porque ao outro já estás tu a viver bem.


Jr: Olha dois dos campeões são meus amigos, sendo que um deles até é o meu outro tio.


Vin: Sim... O gémeo que ajudou o palhaço a ganhar o mítico royal rumble em que eu me auto eliminei para ir comer um big mac.


Jr: Exacto.


Vin: E os outros?


Jr: Sei lá tio, apenas tenho outras prioridades neste momento.


Vin: Ouve me bem Jr autista, eu combati muitos anos, dei uma a demasiadas pauladas no teu pai para saber como gerir o negócio, eu e a tua tia vamos andar por aí, não viemos aqui para combater


Jr: Mas?


Vin: Mas se vir oportunidade de dar paulada em alguém e fazer sacríficios humanos podes ter a certeza que eu estarei lá.


Jr: Mas?


Vin: Até lá irei me manter nas sombras, logo, fui!


Vin olha para Nikita.


Kita: Xau Jr, vê-se metes um nome decente e convidas a tal rapariga a sair, ouve o que a tua tia te diz, se ela precisar de falar, de bruxa para bruxa, está à vontade.


Jr apenas acena para ambos enquanto estes saiem do balneário.


Jr: Que raios se passou aqui?
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 19.06.17 7:42

Vídeo postado no site oficial da NWR

A filmagem começa mostrando o que parecia ser o quarto de uma casa haviam inúmeras velas no chão velas pretas muito sangue e moscas a imagem continuava seguindo até mostrar a bruxa caída no chão ao lado de um porco morto os cabelos da mulher estavam na poça de sangue não tinha somente aquele bicho morto ali haviam outros a mulher parecia desmaiada a imagem era escura pela iluminação ruim foi quando a câmera foi colocada no chão a mulher começava a mexer o corpo lentamente como se tivesse espasmos ela esticou a mão até o objetivo alisando a câmera com carinho ela ainda estava deitada e sem mostrar o rosto

– Half....Doutor Half....a quanto tempo achei que havia morrido no incêndio ainda com essas ideias malucas em sua cabeça sobre meus deuses? hahahahaha uma pena eles nunca te incomodaram quando a gente ficava sozinho

A mulher começou a rir passando os dedos pela lente a voz dela era calma e mansa mas em um tom perturbador a mulher estava deitada em sangue e as velas ficavam na volta dela quase a queimando a mulher se arrastou para mais perto

– Você devia estar morto...eles falaram que estava morto...ó doutor tenho tantas coisas para te falar sempre tão atento tão focado..tão...tão....HEREGE!

A mulher levantou a cabeça rapidamente mostrando o rosto coberto de sangue os olhos refletindo a chama das velas ela estava com raiva e nojo na voz os fios grudavam no rosto da mulher que estava com sangue seco as moscas pousavam nela andando pelo rosto da mulher como se ela estivesse morta

-  Minha percepção da vida foi clara pergunte ao Robert ele vive falando o quão somos iguais então acho que vemos a vida com os mesmos olhos...só que os meus estão bem abertos aos deuses a algo fora da compreensão a crença pagã tão mal vista mas tão admirada por aqueles merecedores pobres almas fadadas a ignorância todos vocês...IRÃO QUEIMAR!...não por que não acreditam mas sim porque negam seus colegas gritando a dor deve ter sido traumático...descrentes não podem viver quando você vê as coisas de modo diferente te trancam te humilham...te esquecem...não é Robert?

A mulher mostrava clara perturbação enquanto passava as mãos pela câmera manchando com o sangue ela sorria com crueldade e se sentou abraçando as pernas parecia uma criança mesmo com o corpo cheio de manches de sangue ela tentava transmitir inocência

– Meus deuses são reais minha crença é real eu tentei explicar isso tantas vezes enquanto brincávamos de eletrochoque

Ela levou as mãos até a cabeça e mexeu nos cabelos fingindo levar choques a mulher inclinou a cabeça para o lado voltando a abraçar as pernas

– Meus deuses dão o que eu mereço se mereço uma vitória eu tenho uma se mereço uma derrota eu tenho uma....se mereço uma punição...hahaha..com certeza terei uma as vozes em suas cabeças pensar em mim a obsessão em matar a bruxa as formas como se focam em mim mas ao mesmo me temem e a manifestação disso o medo do desconhecido...li isso em um livro seu doutor

Ela sorriu como uma boa aluna mas fez uma expressão triste parecia que iria chorar a mulher colocou os cabelos para trás e começou a mexer o corpo para frente e para trás

– Robert você se livrou dele é inimigo ou amigo? Não sabia que fazia o tipo ciumento hahahaha quer a bruxa somente para você? Fez o sacrifício da alma imunda dele por mim...só por isso sua passagem para o mundo dos meus deuses vão ser rápida só não será indolor

A morena engatinhava até a câmera e o sorriso dela mudava a expressão inocente sumia por completo e era raiva era ódio que ela mostrava

– Esse porco imundo era para sofrer em minhas mãos ele era fraco sempre foi um homem inútil e sem vida meus médicos não me conhecem eles são apenas brinquedos todos iguais apenas fazendo o que aprenderam a fazer achei que você fosse diferente doutor Robert para a ciência o que você é? Louco? Doente?...psicopata? as coisas que falavam de mim não me definem o que esses homens de jaleco falam de nós não definem o que vemos não é verdade? Para caras como ele eu e você merecemos apodrecer numa camisa de força...os argumentos dele não são válidos

A mulher levantou puxando a câmera e colocando em cima de alguma coisa a mantenho em uma boa altura foi quando ela se afastou a mulher abaixou sumindo da filmagem barulhos de algo sendo remexido era ouvido era um barulho nojento após alguns minutos a bruxa volta a aparecer

– Eles são animais Robert apenas sacrifícios são uns pedaços de merda que eu vou destruir cada herege todo o descrente vai cair nenhum sobrevive você está com medo podemos falar o que fizeram comigo...ou eu posso falar o que farei com você

Ela levantou o braço esquerdo e nele segurava um coração que devia ser do animal morto o sangue ainda pingava e ela ficava olhando enquanto sorria

– Para eles você não é normal doutor viu o que fez? Sem amor nenhum sem empatia...tão...vazio...é a cabeça de pessoas como você que querem fritar para médicos somos cobaias então eu os fiz minhas cobaias e você como lidou com sua falta de sentimentos? Abria o corpo de suas vitimas e arrancava o coração? Acho mais fácil entender o que vemos

Ela mostrou o coração para a filmagem e começava a apertar fazendo o sangue escorrer entre os dedos dela e pingar no chão apagando algumas velas

– Eu não preciso de tratamento eu preciso de sacrifícios e é isso que vai acontecer você vai cair você vai sofrer assim como todos que negam meus deuses aqueles que usam as trevas como desculpa para fugir de seus atos...eu faço o que faço meus deuses apenas querem a alma e o sangue assim como banharei o ringue com o seu...suas trevas são apenas pessoas mortas em jornais...a minha são deuses são almas perdidas e sofrendo na escuridão gritos de agonia por todos os lados....quantos foram Robert? Conte-me

Ela jogava o coração no chão e olhava para as lentes daquela câmera o olhar vidrado da bruxa querendo a resposta

– VOCÊ FOI ATRÁS DAQUELE DESGRAÇADO...então agora eu quero brincar com você aquele cara...aquele...porco

A mulher bateu na cabeça e gritou em meio a um surto de raiva ela mexia o corpo e passava pelas velas queimando a perna ela imitava um porco

– Não pode dizer quem sou e suas vitimas podem dizer quem você é Robert? Acho que não...porque todas estão iguais aquele lixo não sabem quem você é o que faz ou porque fez apenas sabem que você as destruiu por puro prazer mórbido..não é isso que doutores pensam de você? Mas quero saber direto da fonte me conte seus segredos doutor eu quero saber fale pra mim a sensação de matar o prazer que percorre suas veias quando olha nos olhos de sua vitima e vê a chama final sumir

Ela aproximava da câmera mostrando apenas os olhos castanhos como se ela fosse a próxima vitima de Robert e na realidade era

– Abra seu coração para mim se entregue Doutor a bruxa vai ouvir você ela vai ser delicada quando arrancar seus medos quando seu caos for tomado pelos meus deuses e quando tudo parecer perdido....vai ser apenas o começo

Ela abraçou o próprio corpo e apertou mexendo para os lados com os olhos fechados se afastando da câmera

– Escute a musica é o grito das almas que você mandou para os meus deuses como um carniceiro perdido uma criança com uma arma agora a bruxa foi mandada para ser a vitima a cobaia humana de suas atrocidades mostrando ser o homem baixo e rastejante que você sempre foi Robert você não é trevas não é caos muito menos sangue hahahaha você apenas foi consumido por isso é controlado por isso...eles te usam e fazem você achar que está no controle meus deuses apenas ficam ao meu lado mesmo que não os veja eu sou a enviada a bruxa estou aqui para realizar as vontades deles uma guerreira....a sua destruição o seu caos e sua trevas se resumem a mim quando olha pra mim eu sou tudo o que você queria ser mas ainda não chegou lá e depois de quarta não vai chegar a lugar nenhum além da perdição você apontou a arma para a própria cabeça e puxou o gatilho e eu apenas observo seu suicídio e isso acaba comigo levantando meu título...mostrando como sou imparável a campeã impact muitos não gostam mas essa sou eu Violetty Gardea a bruxa e a mulher que vai acabar com a sua raça

Ela dizia com uma expressão irritada levantando o título que estava no chão entre umas velas a mulher sorria e a imagem mudava mostrando sangue saindo de sua boca mas estava tudo estranho o ambiente era escuro e haviam pessoas caídas aos pés da bruxa a imagem volta ao normal rapidamente

– Venha para meu abatedouro apenas venha garotinho perdido a bruxa quer brincar a bruxa quer usar de sua alma para recipiente...faça parte do meu ritual seja minha vitima

Ela chamava Robert com o dedo enquanto sorria as velas iam uma a uma apagando lentamente escurecendo o ambiente a imagem chiou e a mulher parecia estar usando a cabeça do porco o sangue caindo pelo corpo dela a bruxa gargalhava a mulher estava longe da filmagem apenas encarando com aquela cabeça de porco novamente a imagem corta e ela aparece normal como no começo

– Rapazinho se iluda na casa de doces entre na floresta sinta a vitória veja a vida como você gostaria que ela fosse eu tenho poder pra isso mas depois eu vou te mostrar a realidade quando estiver preso...você é ninguém buscando ser alguém um homem perdido um garotinho com vida triste sem amor sem nada além de grandes feitos nunca reconhecidos porque não acharam o culpado...ou acharam?...hahahaha..queime a bruxa Robert destrua o que sobrar de mim porque irei levantar e o machucar

A imagem ficou escura apenas uma vela estava acessa e essa iluminava o rosto da bruxa

– Na quarta te darei um nome e um rosto uma capa de jornal assim como fez com muitos todos vão saber que a bruxa fez mais uma vitima...antes você tinha uma lista e agora fará parte da minha

Ela gargalhou e imagem voltava para a outra cena com a bruxa vestindo a cabeça de porco estava muito escuro para enxergar a última vela se apaga e após alguns minutos de silêncio um guinchado de porco é ouvido e a clave da bruxa vem de encontro a câmera a destruindo


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 19.06.17 13:44

Vídeo postado no site Oficial da NWR


A gravação se inicia mostrando Narkissa sentada em uma grande cadeira, um trono na verdade, todo preto com detalhes em vermelho escuro, está trajava um belo vestido vermelho e estava com as pernas cruzadas e o cabelo preso. O ambiente a sua volta estava escuro, o piso feito com mármore negro no chão, as paredes também escuras com símbolos desenhados nelas, coisas escritas em Russo, ou algum outro idioma que fora esquecido no tempo, as cortinas de seda pretas e vermelhas deixando a luz do luar atravessar as janelas. Narkissa batia o salto de seu sapato no chão fazendo um barulho ecoar pelo lugar, que era todo enfeitado ao estilo gótico e ritualístico. Ela passava a mão pelo queixo pensativa.

- Veja só, King resolveu fazer um vídeo especialmente para mim, como sempre cheio de si, falando asneiras e menosprezando os outros no combate. Típico.

A mulher deu de ombros.

- E mais uma vez os argumentos que tentam usar contra mim são: Meus Deuses. King, eu acredito no que quero acreditar, Eles estão comigo em cada maldito passo que dou, em cada ação que tomo, sim, eu mexi essa minha bunda para o ringue e lutei, mas é ai que está a nossa diferença: Eu não culpo ninguém pelas minhas derrotas, se eu ganhei foi porque os MEUS Deuses me ajudaram, foi um presentes deles por ser uma boa seguidora, agora se perco a culpa é totalmente minha, minhas falhas.

Ela se arrumou no trono e passava a na cabeça como se tivesse arrumando o cabelo.

- Tentar usar meus Deuses de argumentos já ficou cansativo e repetitivo, isso não vai mudar o fato de eu acreditar neles e vê-los a minha frente, afinal você também não vê o ar porém respira ele certo? Você não precisa vê-los para eles estarem ali. Não, você errou novamente, eu terei DOIS oponentes, sendo que você é o mais boçal de todos eles e não vai ter merda nenhuma de volta, pelo simples fato de não o merecer.

Narkissa sorriu e mandou um beijo para King.

- Beleza física? Você acabou de me chamar de bonita? Agradeço o elogio, mas vindo de você vale menos que nada. Trocar farpas? Agradar os fãs? Você acha que está aonde? Me poupe de suas frases de superioridade e volte pra floresta que é de onde você nunca deveria ter saído, meter a mão na minha cara você diz, eu adoraria te ver tentar fazer isso, mas prefere que seja antes ou depois de eu quebrar sua boca com um chute bem dado nessa sua cara?

A mulher deu risada e respirou fundo, ela olhou para o lado vendo uma daquelas armaduras antigas, mas que na verdade parecia ser um demônio ali em pé a encarando, ou uma armadura construida daquela forma.

- Você não vai trazer é porra nenhuma, e sabe porque? Porque você não passa de um fracassado iludido que culpa os outros por seus fracassos, sempre inventando desculpas para suas derrotas, e claro usando esse seu "nome" para engrandecer aqueles que passam por você, simples. Minha carreira pode ser um fracasso, e a sua? Vamos repetir seus grandes feitos aqui dentro?

Ela se inclinou para frente e encarou a câmera com seriedade.

- Ganhou o cursed de jobbers, e depois enterrou a divisão no monte de merda que é sua carreira, só defendeu contra jobbers isso, quando defendia, depois ganhou o Inter e veja só!

Ela fez uma cara de surpresa.

- Enterrou a divisão NOVAMENTE, e sabe porque? Porque você é um lixo, imbecil, e sem um pingo de talento, a única coisa que vejo falarem de você é: "King é grande e forte" Essa é a única coisa que falam de você, você não é talentoso, não é bom, apenas forte, e isso DAVA para o gasto, e Hellooo os tempos mudaram King Armstrong, a porra do seu tamanho não serve para mais merda nenhuma! Ou só você ainda não percebeu?

Narkissa faz um biquinho triste e depois cai na gargalhada.

- Seu tamanho não ajudou quando Devon te ergueu e aplicou um golpe, e depois o que aconteceu mesmo? Ah é, você foi pinado pelo bode, aquele mesmo que você vive xingando de meu animalzinho, o seu tamanho também não te ajudou quando você não conseguiu fazer algo simples como subir em uma escada, muito pelo contrário, só te ajudou a te fazer chegar mais rápido no chão. E deu a Lady, o titulo, olha só King, a porcaria do seu tamanho não está mais valendo nada aqui dentro.

Ela levantou os braços e deu de ombros fazendo uma cara bem cínica, e depois descruzou as pernas e se sentou na diagonal no trono escuro.

- Então fecha essa porra de boca, seu tamanho só vai fazer você se afundar, agora é a nova geração da qual você não faz mais parte, você não tem mais espaço aqui dentro. Ou você evolui ou você cai, e você está caindo de forma tão grandiosa que a hora que atingir o chão vai fazer uma enorme cratera. A única coisa que você vai prestar é para dar prestigio para aqueles que te derrubam, as coisas mudam grande King, e sua vida vazia de reinados, arrogância, vaidades, e tamanho NÃO SERVEM PARA MAIS NADA! Você não tem nada mais! Perdeu sua coroa e caiu no fracasso, caiu no esquecimento e busca desesperadamente o reconhecimento novamente, pois sua derrota infame para a Lady acabou com a sua carreira fracassada a inútil.

Sua voz tinha raiva, tinha desprezo, junto com seu olhar para as lentes da câmera. Ela passou a mão sobre o rosto em negação e depois respirou fundo.

- Para de dar indiretas, o combate não vai mudar porque você não passa de uma bebê chorão mimado pela gerencia, se não quer lutar apenas fale logo, para de ficar de mimimi ou chorando em seus vídeos, e principalmente pare de por a culpa dos seus fracassos em terceiros caro King, você perdeu para a Lady a culpa foi da escada, foi pinado pelo MEU Bézinho a culpa foi do Devon, NÃO! A culpa foi sua porque Bé e Devon evoluíram, eles perceberam que força e tamanho não vencem mais combates, ser o favorito não vence mais combates, sua HABILIDADE vence combates, e isso você não tem. Se você perdeu foi porque é um inútil, sem talento, que se agarrou ao fato de ser grande e forte e achar, repito ACHAR que só isso irá te fazer vencer. Ao menos quando eu venço eu sei que foi porque meus Deuses quiseram minha vitória, e se eu perco eu admito que foi um erro MEU ou falta de habilidade MINHA, ou uma punição DELES para MIM, não culpo terceiros por isso.

Novamente a mulher deu de ombros e se levantou do trono ficando em pé a frente, ela levou aos mãos a sua frente e fez uma cara preocupada.

- OH MEU DEUS! King Armstrong vai trazer os punhos dele para o combate! Rápido chamem os jornais! Precisamos urgente de médicos, enfermeiros, ambulâncias, carros fúnebres e seus derivados......Me poupe, traz seus punhos, seu tamanho, sua força, o caralho a quatro que eu vou continuar não dando a mínima, e eu vou continuar como a campeã Intercontinental. Então foda-se seu tamanho, ele vai ser sua ruína seu desgraçado de merda, então pode ficar reclamando do combate que vamos ter e continuar tentando ter relevância novamente, enquanto eu vou ficar aqui sentada no SEU trono esperando.

Quando ela começou a falar a mulher dava uns pulinhos no mesmo lugar com um pé de cada vez, demonstrando preocupação enquanto se abanava com as mãos e realmente fazia cara de preocupada, mas ao final ela simplesmente parou de fazer tudo aquilo e mostrou o dedo do meio para a câmera.

- Termos caluniosos? Tá certo, Foda-se, você ainda vai ser uma Popota, um falso Rei, e um hipopótamo, e foda-se sua opinião sobre isso King, do mesmo jeito que para você, eu sou uma vadia, fracassada, rostinho bonitinho, as coisas são assim mesmo, e da mesma forma que você não se importa com esses termos eu também não. Isso, faça chover sangue no ringue, mas claro....Será o seu sangue que vai decorar o ringue, e eu terei o prazer de esfregar sua cara nele na lona, quem sabe assim você me faça sentir alguma coisa sem ser....Desgosto com sua atual situação?

Ela levantou as duas sobrancelhas e  pressionou os lábios um contra o outro fazendo cara de "entendeu?". Narkissa foi andar pelo lugar com as mãos para trás antes de voltar a falar.

- Isso mesmo, o cinturão merece estar com ter alguém de verdade com ele, e é por esse mesmo motivo que ele está comigo e não com você, eu derrotei a porquinha rosa no combate mais brutal que você já fez em toda a sua "carreira" e você admitindo ou não, Lady é uma boa oponente, se fosse ruim teria ganhado defesas lutando contra Jobbers, ah não pera, esse é você.

Ela parou de falar por um momento olhou para a câmera sorriu  demonstrando ironia e depois voltou a seu raciocínio.

- Você é surdo? Eu disse que você me venceu no passado, na verdade esse foi o único combate relevante que você teve pra defender seu titulo, o ÚNICO e foi contra alguém você chamou de fracassada, temos que rever isso hein King, já que você é tão fodão, porque sua única defesa decente foi contra mim? E sim, você levou, mas se esqueceu que no processo eu desloquei seu braço, e ainda daria kickout do seu finisher, mas a contagem acabou antes. E não se esqueça que eu também ganhei de você, ou você se esqueceu do combate de duplas? Entre eu e o Bézinho e você e o Krauser? Eu te eliminei quando usei MEU finisher em você, ou você tem memória curta?

Ela continuou andando até se apoiar em das pilastras ali presentes para segurar o salão e claro enfeita-lo, este também estava todo sujo com um liquido vermelho, parecendo sangue. A mulher pegou o titulo que estava no ombro de uma armadura ali perto dela.

- Ele vai sim ser vai apagado, deletado e esquecido e sabe porque? Porque foi um reinado ruim, ninguém gosta de reinados ruins, você foi um péssimo campeão e como eu disse você enterrou a divisão inteira na sua inutilidade e tamanho colossais. Quando eu te fazer cair naquela lona apagado porque vou te sufocar com minha submissão, veremos sua imortalidade beleza? Até lá, vai corta lenha. Dois palermas? Na verdade eu estava pensando em tirar você, e ter um combate de verdade com lutadores de verdade, ou seja Jigglypuff, que até onde eu sei já foi grande um dia, e já até chegou a te enfrentar, esse sim seria bom de enfrentar, agora você? Quem sabe quando eu quiser brincar de contos de fadas eu te procure.

Narkissa deu uma piscada para a câmera e voltou a caminhar, as vezes a câmera tinha uns pequenos chiados e a imagem tremia, mas eram coisas bem leves que quase não atrapalhavam a imagem.

- E não vou tirar ninguém do "nosso" caminho, vou tirar do MEU caminho, entenda isso. Eu acho eles merecedores porque diferente de você, eles tem algo a mais a oferecer, não só tamanho, arrogância, força, e claro o mal humor eterno, certo Lady é chata com essa coisa de heróis e busca incansavelmente ser aceita como heroína e blá blá blá mas eles de certo modo me divertem, você apenas me da desgosto.

Ela apoiou o pé sobre o braço do trono e ficou tentando o empurrar, queria derruba-lo, afinal ele era uma Bruxa não uma rainha para ter tronos e todos aquelas coisas.

- Não, você dá entrevistas porque as pessoas relevantes como eu, minha irmãzinha e meu amado Bézinho, não fazemos isso, então James Carter tem que se contentar com você, que gosta de se exibir feito um pavão, ta igual o Morrice. Porque tenho certeza que se eu ou qualquer outro campeão aceitar dar entrevista eles iriam dar um belo pé nessa sua bunda irlandesa, e também porque a empresa não te coloca para lutar então precisa te por em algo para te fazer calar a boca e se sentir importante, então....Fica quietinho ai.

Ela levou o dedo indicador aos lábios e fez sinal de silêncio, em seguida se sentou no braço da cadeira dando risada de alguma coisa.

- Minha ilusão? Você se chama de Rei, e a iludida sou eu? Tem certeza disso? Entendo, entendo, você vive em um conto de fadas King, com reinos, monarquia, dragões, Rainhas e princesas, e por um momento eu pensei em fazer parte dessa sua ilusão, ser sua Rainha, mas ai você veio e ofendeu meus Deuses, desrespeitou minha cultura, minha religião, e não me conhece em nada, na verdade nunca nem se importou em tentar, e agora eu quero minha vingança, e fui lá e peguei sua preciosa coroa, o símbolo do seu mundinho monarca, e o transformei em MINHA aquisição pessoal, te larguei sem nada. Estar na sombra da minha irmãzinha é divertido, é refrescante, é gloriosa, e dá medo aqueles hereges, os sem fé, os descrentes, então se estar na sombra da minha irmã significa a ajudar, e a segurar e ser uma grande vencedora assim como ela, eu vou sempre estar lá.

Narkissa falou de forma seria, não estava mais para brincadeiras com King, ou joguinhos dos quais ela gostava tanto de fazer.

- O ditado serve para você King, eu não tenho medo de você, nunca tive, e nunca terei. Se eu sou um peixe com certeza sou uma piranha, e adivinha? Elas são carnívoras, nadam em cardumes, e você acabou de entrar no lago aonde está cheios delas e elas estão famintas.

Quando ela falou a câmera chiou e a imagem tremeu, a gravação é cortada e quando retorna o lugar esta cheio de corpos no chão, todos estes marcados ou em poses de sacrifícios ou rituais das Bruxas, o trono negro está ali mas sua base havia algo diferente, umas imagens entalhadas de almas sofredoras, gritando em agonia.

- Jobber's Champion? O único que conheço que se denomina jobber, é meu amado Havy, porque você dá não nome aos bois King? O nome dele é Havoc Michaels, tem medo dele ver e acabar te detonando assim como ele faz com os adversários dele? O Jobber, fez um reinado melhor que você como cursed, ele tirou a Jobber Division da merda que você afundou ela, e falam que ele é o melhor campeão cursed que a NWR já teve, então novamente, pense antes de falar. E eu adoraria ver meu Jobber vindo me socorrer e quebrando sua cara ao meio, e sabe porque? Porque eu sei que ele pode fazer isso, eu sei que ele tem potencial para isso, então pare de ser ciumento Armstrong, e querer colocar alguém nessa briga que você não vai querer que esteja nela. Perai.....Você está com ciúmes de mim? Por isso citou meu Troublemaker? Ain King que fofo, mas se realmente me quisesse devia ter feito antes de querer ser meu rival, ou insultar meus Deuses, agora vai comer algumas fãs suas na tentativa desesperada de me esquecer, enquanto eu reino no SEU reino, só que com outro Rei a meu lado.

Ela estava sentada no trono novamente e apontou para o trono a seu lado, aonde estava o simbolo de Havoc, estampado com sangue no encosto da cadeira que seria do Rei.

- Coloca sua carreira em jogo? Então que assim seja, sua carreira vs meu titulo, vamos ver se você vai ser homem de verdade de manter essa promessa King, se eu vencer você cai fora da federação, e se você vencer leva o titulo, e como eu sou boazinha com você deixarei você escolher outra coisa também, ou isso é apenas um joguinho para querer um combate mano a mano comigo novamente? Se é isso, eu posso fazer, não me importo em defender meu titulo duas semanas seguidas, porque o prazer de ver sua cara de fracasso quando eu te pinar, será impagável. Então, quer lutar contra mim? Tudo bem, eu faço isso. Mas o preço vai ser bem caro caso perca.

Ela pegou o titulo e colocou em cima das suas coxas em seguida apoiando os cotovelos nos "braços" do trono e  juntou as mãos entrelaçando os dedos em cima do titulo.

- Agora sobre meu querido Jigglynho, se eu te machucar muito vou ter problemas com a Bruxa, então prefiro evitar tais dores de cabeça, nós iremos lutar e estou bastante ansiosa para combater contra alguém que já foi campeão, sangue novo sempre agrada os Deuses, eles gostam de inovar e veja só! Novamente sou posta contra os amores da minha irmãzinha amada, os Deuses parecem não estar muito contentes com os crush's dela para sempre os colocarem como meus desafiantes. Mas Jiggly, eu adoro seu tio, e vou adorar lutar contra você, se você vencer, o cinturão sairá em boas mãos, e caso perca, eu te pago uma bebida, ou quem sabe te tranco novamente no banheiro com a minha irmã? Pode escolher ♥

A mulher deu uma piscadinha para a câmera seguido de um sorriso malicioso e fez um coração com as mãos para o homem, depois voltando a sua posição anterior.

- Agora Jiggly eu te peço o mesmo, eu gosto de desafios, gosto de lutas que me deixem animada, nervosa, e muito excitada, Lady conseguiu fazer isso, e foi um ótimo orgasmo que tive, agora vem você, e mesmo eu sabendo que minha irmã pode me matar por isso, eu quero que luta comigo de verdade, você é bom em lutas hardcore, já foi campeão, perdeu para aquele doutorzinho de araque, mas eu sei que assim como seu Tio, você vai crescer bastante e quem sabe se tornar campeão novamente? Seria bastante divertido, até porque acho que os Bés e as Gardeas foram feitos para ficarem juntos.

A mulher sorriu e falava de forma descontraída muito diferente da forma como estava falando com King anteriormente, mas claro sua expressão mudou ficando seria novamente.

- Na quarta, vou mostrar aos descrentes os poderes dos meus Deuses, as forças deles, e vou derrubar o maior homem dessa empresa, King "Imortal" Armstrong, e mostrar aquelas que blasfemam uma coisa bem divertida, chamada....Vergonha e fracasso. Eu vou serei uma Regicida, pois o Rei escolheu me ter como inimiga, então ele vai cair a meus pés como qualquer outro homem.

Ela tirou o titulo de seu colo e o segurou na mão, em seguida olhou para a câmera a sua frente.

- Faço das palavras da minha irmã as minhas King, NÃO FODA COM A BRUXA!

Quando ela terminou a frase a câmera começou a chiar e a imagem a trepidar, as coisas entalhadas na base do trono aonde a mulher estava sentada pareciam se mexer, tentando se salvar da agonia e da dor, ela ria de forma cruel enquanto gritos eram ouvidos e vozes falando em outra língua, a mulher se levanta segurando seu titulo e o arremessa na câmera e derrubando no chão.


Vídeo encerrado.


Última edição por ♛ GiihHime ♛ em 22.06.17 18:48, editado 2 vez(es)



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

119º Promo

Mensagem por ★ Bé ★ em 19.06.17 13:45










 

 


Nwr/Bélindo.com


Está sentando em uma simples cadeira, Bé. Ele está com o cinturão em seu colo, mostrando algum afecto por ele, como se fosse uma pessoa ou um ser vivo. Ele está com uma camisa simples e o local parece ser um balneário comun mal iluminado.





Filipe Bé: Maverick...


Ele levanta a cabeça lentamente até olhar para a câmara, a sua espressão era nada agradável.


Filipe Bé: Você está com raiva de mim? Está frustrado? Que vingança?


Filipe Bé: Claramente está furioso. Morto para colocar suas mãos em cima de mim. E isso vai acontecer. Mas será que quando chegar na altura... Realmente vai fazer isso valer a pena? Realmente vai ser homem o suficiente para fazer o que promete fazer?


Filipe Bé: Me tirar o meu cinturão?


Ele passava com as mãos pelo cinturão como se fosse um cachorro. Ele esboça um sorriso sarcastico.


Filipe Bé: Eu sei que as dividas que tenho perante os meus deuses... São caras. Não tenho nada suficiente, nada que justifique, nada que possa compensar, o valor que eles me deram. O reinado que eles me deram, e as mercenárias que eles mandaram para me ajudar nisso. Mas não se preocupe. Eu vou pagar minhas dividas. E você Maverick...


Filipe Bé: Você é a minha divida. Você é justamente quem eles querem que eu mande embora. Eles não exigem muito de mim em troco por tudo o que me fizeram. Apenas uma coisa. A ti.


Ele chega o cinto para a perna esquerda enquanto as separa, ele volta a olhar um pouco para a câmara enquanto com os dedos da mão direita toca na parte de lado da testa, como se tive-se com um tique.


Filipe Bé: Eles querem que eu faça o meu primeiro e único sacrifício. Eles... Eles não te querem aqui entre nós. Tu claramente estás a mais. Eles querem que eu te atinja duro. Confiam em mim para te deitar abaixo a ti, e toda a falsa esperança que tens, a todos os sonhos, as tuas conquistas...


Filipe Bé: Tu não és digno delas. EU sou. Eles me querem a mim, a liderar o mundo.


Ele pega no cinturão mundial e o abraça o exibindo para a câmara enquanto se chega para trás com a cadeira.


Filipe Bé: Você acha que merece. Não importa a quantos anos luta. Não importa onde lutou. Não importa o que fez. Tu não merece. Eles me dizem... Eles me falam...


Ele depois faz alguns movimentos bruscos e começa a gritar de um modo alto e grave, como se a voz nem fosse dele, de um modo parecido a uma Gardea.


Filipe Bé: QUE TU MERECE MERDA NENHUMA!!


Ele se mostra também um pouco frustrado, ele faz muitos mais movimentos bruscos, inclusive começa a bater com a palma da mão na cabeça ficando com um ar bem insano. Ele parece que queria sair dali a correr e agredir o primeiro que acha-se lá fora. Ele claramente não está bem das ideias.


Filipe Bé: Como tu pode julgar sequer que merece pisar no mesmo ringue que eu? Como tu pode julgar que merece uma chance para isto? Para o meu reinado? Para me substituir aqui, no topo do MEU mundo?


Filipe Bé: Isto é MEU! MEU! Tudo aqui me pertence. Aquele ringue me pertence. A federação me pertence, só a mim. Os fãs todos são meus fãs. Eles sabem que eu sou quem está na liderança. EU venci isto. Eu ganhei, eu mereci. Com trabalho arduo com sangue e suor. E tu entrou na rota porque? Favoritismo do James?


Filipe Bé: Seu? Seu por direito? Isto é seu por direito?


Filipe se levanta com um impulso bem nervoso, ele dá um chute na cadeira que vai contra a parede e acaba por se desmanchando, enquanto segura o cinto com certa violencia.


Filipe Bé: TU TEM DIREITO DE FICAR CALADO!! FILHO DA PUTA!! SOME DE UMA VEZ!!


Ele se aproxima da câmara que ainda não tinha tocado nela, parecia que já começava a ter falhas e fazer chiado. Ele dá uma sapatada na câmara com a mão, que cai e se ouve barulho de ela praticamente quebrando, porem ainda a funcionar. Ouve-se ele acertando também alguns Kicks nas mesas que estão por ali perto, porem ainda dá para ver algumas coisas voando em direcção contra a parede, como vasos e quadros, quebrando inteiramente o local todo onde se encontrava.


Filipe Bé: SAI DO MEU CAMINHO!! HEREGE NOJENTO!!


Ele claramente não está bem, mesmo sempre tendo odiado e medo de ficar sozinho no passado, ele não liga mais para isso. Muito pelo contrario, ele parecia querer estar sozinho, e está praticamente sem interagir com ninguém faz uma semana. Ele parecia completamente fora de si, como se ele se esquece-se sequer do mundo lá fora e começa a falar sozinho e dizendo palavrões de um modo bem grave, onde ele nunca gostou de palavrões. Ele se encosta de cara na parede parecendo mais calmo mas ainda falando sem sequer pensar na câmara.


Filipe Bé: Ele não me vence. Não se preocupem. Ele é só um vagabundo imundo. Ele nunca me vai vencer. É só um pedaço de merda inútil. Ele não pode me fazer frente. Ele não consegue.


Ele desencosta da parede, olhando de lado para a câmara no chão. Ele se aproxima dela com uma expressão nada amigável.


Filipe Bé: Desiste, Maverick.


Bé com um modo bem feroz, toma um impulso com a perna e pisoteia uma vez a câmara, esmagando ela. (Video foi postado porque estava em direto)


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 19.06.17 14:32




– Manhã de segunda – feria! –

O vídeo é iniciado ao som de Sugar Rush onde é mostrada a seção de fotos de Marjorie e ao mesmo tempo o vídeo é cortado para o quarto da modelo mostrando-a balançando a cabeça e assim ficava mudando o cenário do quarto para a seção de fotos, e vice versa, até que a imagem fica totalmente preta e a marca Sweet Moments aparece e depois de quinze segundos vai desaparecendo dando lugar ao quarto da modelo onde a mesma se encontrava fazendo um coração com a mão encerrando a música. A modelo estava sentada e havia vários papeis preenchidos com algumas anotações e um copo de água do lado esquerdo do vídeo!

– olá Anjinhos, como estão? –

A mulher falava sorrindo com uma voz doce e gentil, mesmo estando com uma expressão seria a mulher era gentil enquanto falava!

– Finalmente Bruno me respondeu e mostrou toda a sua arrogância, mostrando não ser digno do titulo que possui! –

A mulher pegou uma folha que estava preenchida e passou a ler por alguns minutos.

– Se estou confiante? Você acha que eu não estou confiante? Acha mesmo que não sou capaz de vencê-lo, acha que eu vou tentar abalar o seu psicológico? Para que eu faria isso? Se você já é fraco psicologicamente? –

A mulher apontava para a cabeça com um sorriso confiante no seu rosto e logo virava o rosto para o lado como se tivesse atirado na cabeça tentando mostrar que Bruno deu um tiro na própria cabeça.

– Sabe você fala muito da força física, esquecendo que a força não é tudo dentro de um ringue! A força junto com agilidade e habilidade é uma forma infalível de se vencer um combate! Alguém que utiliza somente a força pode ser facilmente derrotado! Essa sua capacidade de enxergar faz pensar se você é capaz de ser campeão! Há muitas duvidas sobre isso! Não só garanto a minha vitória sobre você, como farei isso de forma honesta! –

A mulher amassava o papel e colocava em algum lugar, onde não dava para ver através da câmera pegando outro papel e lendo logo em seguida.

– E me explique de onde você tirou a idéia que eu irei te seduzir para te vencer? Eu não preciso jogar sujo, não me confunda com você! –

A loira tentava conter a risada para permanecer seria, ela ficou calada por alguns minutos para não perder o foco e a seriedade que estava transmitindo.

– E quando eu te vencer de forma limpa eu vou poder me concentrar para tentar conquistar quem eu quero! Alguém que realmente vale a pena tentar algo, por que eu não vou perder meu tempo seduzindo alguém como você! A única coisa que você pode me oferecer é o seu cinturão da qual eu vou ganha-lo em batalha! E eu não preciso dizer que vou ganha-lo de forma limpa não é? –

A mulher estava irritada, porém não demonstrava isso ela passava tranqüilidade, ela não queria ser grossa ou rude, mas teria de ser, pois seu adversário nem se quer foi coerente em aceitar o seu desafio.

– Você já se olhou no espelho? Ele quebrou? Não? Então olha de novo, espero que você veja o por que não vale a pena te seduzir. Eu vou te contar uma coisa! –

A mulher toma um pouco de água por estar com a garganta seca, colocando o copo novamente no mesmo lugar da mesa.

– Eu prefiro seduzir o Robert ele é meio pirado, mas é isso que chama a atenção! Ele é perigoso é charmoso e eu tenho que confessar é muito bonito, embora seja meio sombrio e cruel vale a pena tentar algo! Prefiro também seduzir o King, ele é forte é bravo tem um ego enorme, mas pelo menos garante um ótimo divertimento e prazer em conversas construtivas! Também prefiro seduzir Havoc ele é meio doido, mas é isso que o torna divertido! É alegre sincero em minha opinião e não se acha! Esta vendo que tem homens melhores que você para tentar conquistar? –

A loira sorria enquanto falava voltando logo a expressão seria que tinha e gesticulava e mostrava a fotos dos homens citados no vídeo.

– Está vendo? É mais interessante seduzir Robert, Havoc, King, pois eles têm algo a oferecer algo bom, algo construtivo e não são dignos de pena. –

A mulher suspirou fundo,pois parecia estar um pouco aborrecida em falar desta maneira porém estava sendo sincera ao falar tais palavras.

– Vou te dizer a causa da sua derrota! –

Ela apontou para a câmera como se tivesse apontando para bruno, abaixando o braço novamente com uma expressão seria e dava para notar um pouco da irritação que a mulher estava tendo!

– Você de todos é o mais arrogante, confundiu a beleza com a força e esse é o seu maior erro! Eu vou repetir o que falei nos vídeos anteriores, eu não vim para ser mais um rosto bonito, eu vim para fazer a minha história, vim para mostra que o poder feminino é capaz de tudo! E se seu legado é ser arrogante patético um covarde a sua história será preenchida por puro fracasso! –

A modelo rasga as outras folhas sem se importar com o que estava escrito, suspirando desta vez mostrando irritação e logo depois arrumando seu cabelo.

– Você ama o seu titulo? Então por que não ganhou ele em combate? Atacou um homem pelas costas? Sente orgulho disso? –

– Bruno você sentiu que Deus lhe abandonou e se uniu a satanás? Então saiba que eu sou o anjo vindo do céu para te castigar! Fogo consumidor? Já esta assumindo que esta no inferno? Está desapontando o teu Senhor? Então se prepare para o castigo que irá receber do teu Deus! –

A mulher fazia uma expressão de duvida no começo e logo sorria mostrando confiança no que dizia e um pouco de animação!

– Bom Bruno eu não sei se você sabe, mas não existe primeiro contender ao Cursed! Você só tem que lutar comigo e tentar a sorte de defender ou dar a revanche ao Havoc, primeiro por que eu pedi a chance pelo titulo e outra Havoc tem o direito da revanche! Se tivesse uma luta para primeiro contender ao seu titulo eu estaria lá! Mas infelizmente eu não tenho uma vitoria ainda, Mas e você? Já venceu o Havoc alguma vez? Você venceu a Dani por que você é mais experiente que ela, não por que você é melhor que ela. Desculpa não queria falar isso para você! MAS VOCÊ PEDIU! –

A mulher toma mais um gole de água.

– Se eu te desafiei é por que sou capaz de te vencer, então para de fazer perguntas que já tem a resposta! Bruno não se vanglorie, pois você não foi capaz de me responder em três vídeos onde eu te chamei de covarde e eu vou confirmar  VOCÊ É UM COVARDE! –

A mulher tirava a blusa de frio e a jogava na cama, ficando apenas com a blusa de manga cumprida preta.

– Seu eu quero a sua coroa? Bruno você fuma, bebe é drogado? Você por acaso assistiu a minha entrevista ou os meus vídeos? Se sim por que faz perguntas que já sabe a resposta? Já é a décima pergunta em um vídeo. –

A mulher faz uma expressão de dúvida sobre o que falava a respeito do vídeo em que o campeão havia falado.

– O engraçado de você disser que me falta argumentos para usar contra você prova que você não assistiu aos meus vídeos! Além de arrogante, de covarde, você é um preguiçoso! Falta de argumentos? Foram todos colocados em vídeos que você não assistiu! Em três vídeos eu te chamei de covarde! E apontei todos os seus defeitos e você não viu! Você não tem que se orgulhar de ser campeão, não venceu o Havoc, você apenas o atingiu pelas costas e ganhou o titulo pela regra! Você não foi homem de atacá-lo de frente. E o castigo que você vai me dar guarde para quando você aprender a ser homem de verdade! Eu estarei te dando um castigo para você não esquecer a humildade, lembrar que Deus castiga aqueles que o abandona. –

A mulher voltou a ficar seria e desta vez mostrava irritação e estava inquieta não para de gesticular ou bater com os dedos para fazer um barulho na mesa, já não estava sendo tão gentil como gostaria de ser.

– Ao invés de tentar-me por medo, pense no que esta fazendo com a sua vida! E fale algo mais concreto do que palavras jogadas ao vento atoa! Sem destino algum! –

A mulher deu um sorriso e ficou calada por alguns minutos para ficar calam e voltar a ser gentil! Alguns minutos depois ela foi mudando a expressão de irritada para calma e gentil com um sorriso simples.

– Anjinhos me perdoem eu não queria ser grossa ou rude, mas esse cara pediu. Eu não podia ficar calada depois de assistir o vídeo dele. Espero que entendam que eu também me irrito isso é normal! Mas vamos mudar de assunto por que este assunto já deu não é? =

Dessa vez a mulher se dirigia aos fãs e voltava a ser doce e estava mais alegre desta vez.

– Havoc obrigada pelas boas vindas, e pelo apoio. Eu entendo por que você odeia o Bruno ele é muito arrogante, eu também não gosto dele e saiba que eu torci por você no PPV! Pena que ele foi tão covarde e que te atingiu pelas costas! –

A mulher fazia um coração para o homem como forma de agradecimento.

– Como disse Havoc, não sepreocupe vou vencê-lo e acabar com o reinado de horrores que ele planta por ai! Ele não está preparado para ser campeão! E isso é notável. Fico feliz por você me apoiar, e por gostar da Dani. Estes dias eu treinei com ela e tivemos uma conversa super animada. Ela muito gentil e fofa adoro ela. Vai ficar triste se eu torcer por ela? –

A loira falava animada e mostrava empolgação.

– Sei que vocês vão proporcionar um ótimo combate e eu estarei assistindo. Independente de quem vencer será muito gratificante vocês dois são muito talentosos! Mais uma vez obrigada Havoc você é muito divertido eu me divirto muito com seus vídeos. –

A mulher mandava um beijo para o homem seguido de um tchau.

– Bons queridos anjinhos por hoje é só! Um beijo no coração de cada um de vocês e até a próxima! –

A mulher mandava um beijo e logo a tela ficava toda preta encerrando o vídeo.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
Ashley

Mensagens : 6
Pontos : 3
Reputação : -3
Data de inscrição : 12/01/2017
Idade : 26
Localização : Inglaterra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Ashley em 19.06.17 17:10



O vídeo se inicia em uma academia mostrando várias pessoas treinando em diversos aparelhos. Logo é mostrado Ashley que estava levantando um peso e logo para. A loira estava com o cabelo preso em um rabo de cavalo e toda de preto. Então chegaria um grupo de fãs de Ashley, logo lhe pedindo autógrafos, então logo após assinar algumas blusas deles a mesma diria:

-Olá Fãs da NWR ! Prontos para meu debut ? (risadas)

Antes de sair eles tiraram uma foto juntos, então ela logo se voltaria a câmera e começaria a dizer.

-Bom Pelo que parece, eu Ashley Thompson, lutarei contra 3 adversários daqui alguns dias, como é visto por todos eu já estou treinando para meu debut na NWR, mas muitos devem estar se perguntando se ainda ficarei na empresa após a saída da minha irmã, e a resposta é Sim, pois eu não nasci grudada nela, e eu entendendo que ela trabalha como advogada é o sonho dela, mas esse é realmente meu foco por agora, enquanto meus adversários eu não tenho muito a dizer por que eles também estaram debutando junto comigo, e espero fazer um ótimo combate com eles, mas eu estou disposta a tudo, e sobre esse mimimi, odeio isso, eu sou mulher de ação não gosto de dar falsas expectativas, quero revolucionar essa empresa, ser campeã é meu foco, não vai ser Dj King, Pogba e Terry Knight que iram me parar, mas mudando de assunto vamos agora falar o que eles realmente são, Dj King se ele é Dj o que está fazendo aqui ? Dai-me paciência esse local é um local sério então sem brincadeiras, espero que pelo menos saiba aplicar um ddt.

A mesma reviraria os olhos e começaria a rir.

-O segundo é Pogba, aah... que nome é esse ? Olha sem querer humilhar ninguém mas você tem dificuldade em escolher nomes ? Olha se tiver poderia pedir ajuda, pois a coisa está feia pelo jeito, vamos ver se sabe fazer útil também eu se... Merece a se unir aos fracassados, e por último Terry Knight. Hum podemos pular ele ? Pois acho que só deve ter rostinho bonito nem isso deve ter mas parece que temos um competidor que preste no ringue ? Acho que não, eu acho que terei que trabalhar duro para ter um debut que preste, pois essas pessoas são extramamente sem comentários. Ashley começaria a rir.

-E espero que não venham com mimimi pra cima de mim não, por que comigo não cola, muitas pessoas falam "Ah serei a nova campeã (o)", mas acaba chegando no ringue e perde de lavada que sinceramente eu teria vergonha de mostrar as caras, então come on não crie falsas expectativas sobre nada, e se estiverem perguntando se crio as minhas, sim as vezes mas o que estou fazendo aqui é apenas dando minha opinião apenas para deixar claro.

-Agora vamos aos combates, pois esse show promete, então parece que teremos Daniella Vs Havoc, bom pode ser um ótimo combate pois um deles já foi campeão, já são veteranos e mesmo não ouvindo falar deles devem ser competidores forte.

-Também temos outra novata na empresa e já chega recebendo um push lascado, combate pelo título, mas será que vai aguentar com o campeão ? Ela pode até vencer pois acho que ele levou tanta paulada na cabeça que agora não passa bem.

-Outro combate é essa Fatal 4 way, parece ser bem interessante pois a maioria foi campeã menos uma fracassada com um nome bem estranho, mas vai que da sorte, não tenho nada á dizer sobre esse combate mas a Narkissa está encrecada dessa vez, só lamento queridinha.

-Próximo é por outro título, parece que Violetty é a favorita para ganhar, será que esse menino é tão incompetente ? Opa acabei falando de mais, mas não se preocupe amigo, um dia o senhor chega lá, talvez depois de mim mas chega. -E por último temos Filipe Vs Devon, Filipe atual campeão e Devon um dos grandes da empresa, olha eu sinceramente não consigo opinar nesse último combate mas todos esperamos um grande main event, e que consigam seus objetivos.

A loira daria um tchau para a câmera enquanto a imagem escurecia aos poucos a mesma ia voltando para o treinamento e a imagem escurencendo encerrando assim o video.

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

8

Mensagem por ★ Bé ★ em 19.06.17 22:54










 

 


DaniModeON


Está Daniela em uma sala de espera, aguardando por causa de uma conferencia de empresa, ela parecia bem incomodada na situação, ela teria se enganado no horário e iria ficar ali horas aguardando. Ela estava a mexer em seu celular para se distrair e ocasionalmente acabou trocando mensagens com Havoc pela internet lhe explicando a situação. Ele estava por perto decidiu passar por lá.


Ele chega no local olhando a redor, o local era sala de espera enorme, ele se aproxima de Dani e ambos se cumprimentam com 2 beijinhos no rosto. Ele se senta na cadeira ao lado dela, que parecia já não tão chateada, não com a presença do seu amigo. Ela sorri um pouco enquanto ele se senta olhando para a pequena Tv daquelas antigas, na qual ele direto reclama dela.


          


Daniela: Olá, obrigado por me vires fazer alguma companhia..


Havoc: Sem problema, não tenho muito mais que fazer senão andar por ai a vadiar. E então, que se passou afinal?


Daniela: Pois é... James me pediu para vir fazer aqui umas apresentações.


Havoc: A ti? Porque?


Daniela: Relacionadas a Nwr Care.


Havoc: Ahh, sim verdade. Coisa chata hein? Isso é para quando?


Daniela olha para o seu relogio de pulso, eram 16h ela mostra um ar pensativo e responde ao lutador.


Daniela: É para ser daqui a umas 2 horas.


Havoc: Credo, e tu planeia ficar aqui a ver telenovelas mexicanas naquela coisa *Apontando para a Tv antiga* durante duas horas?


Daniela: Pois eu não creio que tenha muita escolha por agora.


Havoc: Porque não chamou um taxi para ir... Sei lah, para outro lado qualquer?


Daniela: Eu não tenho dinheiro para andar por ai a queimar. Afinal... A gente somos os mais mal pagos do roster, lembra?


Havoc: Né? Desconsideração. Deveríamos ser os mais bem pagos. Trabalho de Jobber não é fácil não. Ei porque a gente não vai dar uma volta por ai pela cidade?


Havoc se levanta e incentiva a ela para saírem dali, ela olha um pouco no relógio e vê que ainda falta tanto tempo, ela se levanta também e ambos saiem do recinto. Eles estão a caminhar pela localidade, foi quando pararam na praça da cidade e se sentam lá nos bancos olhando um velhinho a dar pão aos pombos.


Havoc: Então. Viu o card do próximo show né? A gente vai lutar.


Daniela: Eu sei que vamos.


Havoc: Ahh, como não fez nenhum video falando sobre isso, achei meio estranho.


Daniela: Eu pedi por esse combate ao James.


Havoc desvia o olhar dos pombos devagar e olha para a Daniela, poucos segundos de silencio são feitos.


Havoc: Você pediu um combate contra mim?... Porque?


Daniela: Quando eu cheguei, tu já eras o campeão sempre foste como uma meta. De alguém que eu deveria de enfrentar quando finalmente estive-se pronta. E eu acho que estou pronta para esse desafio.


Havoc: Mas eu já não tou com o cinto.


Daniela: Tenho mais interesse em combater contra ti. És mais forte e posso por em pratica meus treinos.


Havoc: É por isso que a Jojo está a debutar contra o Bruno? Eras tu quem deverias estar nesse combate?


Daniela: Isso não é relevante.


Havoc: Como não é relevante? Podias ter pedido um combate contra um campeão.


Daniela: Mas foi exactamente isso que eu fiz.


Havoc volta a desviar o olhar um pouco para os pombos, ele não entende a falta de interesse dela sobre se tornar a campeã da divissão e representar eles. Ele parece um pouquinho incomodado por ela querer lutar contra ele ao invés de Bruno.


Havoc: Mesmo assim eu não consigo acreditar que jogou fora uma chance de vencer aquele merda...


Daniela: Ele não é tão ruim assim.


Havoc: Para de fazer vista grossa ao reinado dele. Tu viu como ele ganhou o cinto. Ele é um merda por completo. Se calhar nem de Jobber merece ser chamado.


Daniela: Então... Se ele for tão ruim assim, o que eu ganho em o enfrentar? Nada.


Havoc: Tudo bem. Tu não ganha nada. É a divisão que iria ganhar. A divisão iria ganhar alguém que possa representar e reinar em condições.


Daniela: Bem... Eu vi o teu ultimo video... E tem algo que deverias saber.


Havoc volta a olhar para a nossa menina, ele levanta uma sobrancelha curioso do que ela fosse falar.


Daniela: Eu não gosto de combates Hardcore.


Havoc: Não... Não gosta da divisão?


Daniela: Eu não gosto nem quero usar armas, ou magoar alguém assim para valer, e sair por ai cheia de sangue... E os combates desse cinto se baseia nisso. E deverias saber, que isso não faz parte do meu feitio.


Havoc: Bem... Já imaginava. Mas depois de te ter visto a bater com a cabeça da Poodle na parede e de te ver abrindo um corte nela... Eu imaginei que fosse o teu estilo. Tens talento para isso.


Daniela: Mas eu não quero causar dano desse jeito. As coisas só foram longe com ela porque te tentei proteger.


Havoc: É. Tudo bem. Ei, que tal se fossemos andar um pouco naquilo?


Havoc aponta para algo parecido com um parque meio infantil, com baloiços. Ela só calmamente olha e fala.


Daniela: Aquilo é para crianças...


Havoc: Mas no entando não está lá nenhuma. Vamos lá, chata.


Ele se levanta e incentiva ela a ir com ele. Ela observa e vê que só ah um Baloiço ali pendurado, ela também era meio criança e queria brincar naquilo.


Daniela: Tudo bem, me ajuda a levantar.


Daniela levanta a mão para Havoc a ajudar.


Havoc: Não se habitue. Não um cavalheiro.


Havoc com a mão a ajuda a levantar, que de um modo rapido, sem ele estar a contar, o atira por cima do banco fazendo ele de uma forma meio atrapalhada cair por ali, enquanto ela corre ocupando o baloiço. Ele se levanta e olha com uma cara meio PokerFace.


Havoc: Eii... Mas...


Ele se levanta e se aproxima dela, que está quieta em cima do baloiço. Ambos se encaram um pouco.


Daniela: ...


Havoc: ...


Daniela: Está olhando para onde? Seja um cavalheiro pela primeira vez e me empurre. Empurra! Empurra! Empurra! Empurra!


Havoc: Nossa, mas da próxima vez te deixo lá a ver telenovelas.


Enquanto ela falava "Empurra" mexia as pernas ah vez de cada uma, e mostrava um sorriso e uma expressão fofa. Ele não liga muito, e vai para trás, ele a começa a empurrar, enquanto ela volta, e assim repetidamente, seus cabelos voam enquanto ele empurra com certa força.


Daniela: Yupii.


Eles ficam ainda algum tempo ali, enquanto ela parecia bem divertida. Até que chega no momento que ele para o baloiço, e empurra ela para a frente com o pé, fazendo ela cair. Ele depois se senta ele no baloiço, ela se volta ainda sentada e fica a olhar.


Havoc: Minha vez.


Daniela: Babaca.


Ambos se começam a rir após ela lhe ter chamado aquilo, ela se levanta e fica empurrando ele também, mesmo que não seja com tanta força. Ficam ali mais algum tempo, quando eles param, e ele se levanta e começa a falar.


Havoc: Ei, não tá com fome?


Uma pergunta na qual ela ficou meio timida para responder. Ela passa com as mãos pelas bochechas pensando um pouco e fala.


Daniela: Sim, a gente pode ir comer qualquer coisa.


Havoc: Ou qualquer coisa pode vir aqui para a gente comer. Tem uma pizzaria aqui perto, podemos mandar vir uma, que acha?


Ela adorava Pizza e esse tipo de comida, ela acena que sim com a cabeça ainda com as mãos na cara apertando as bochechas. Depois disso eles sentam lá perto de uma mesa mármore com bancos de pedra enquanto depois de ele ligar para lá. Eles ficam sentados a conversar um pouco quando chega a pizza que ele encomendou. Na altura de o homem das entregas pedir gorjeta ele dá tipo um High Five e o manda embora, ele se vira com a pizza colocando ela em cima da mesa e abre, ela tinha um otimo aspecto e era bem suculenta e começam a comer enquanto continuam a conversar.


Daniela: É bom passar assim algum tempo com um amigo.


Havoc: É. Whatever.


Daniela: Tens muitos amigos pela federação?


Havoc: Uhm... Eu tenho acompanhado com a Narkissa. Mas todos eles são meus amigos por lá ué. Menos aqueles estrelinhas importantes do olimpo.


Ela continuava a comer, praticamente dentadas enormes na fatia deixando ela com a boca bem cheia e ficando muito rechonchuda.


Havoc: Então e tu? És lá da familia do Té? Deves acompanhar muito com eles.


Quando ela acabava, ela mostra um ar meio triste.


Havoc: Que se passa? Não é bom ter familia por lá?


Daniela: Ahh... Eles não querem me acompanhar...


Havoc: Ei, porque não?


Daniela: Eu não sei... Jiggly sempre anda sumido e mal fala comigo direito, Stryker sempre vivia implicando e brigando comigo por tudo e por nada, Debbie não viaja mais com nós, o Bé está diferente e não liga para ninguém... Acho que eles já não gostam mais de mim.


Ela coloca os cotovelos em cima da mesa, segurando a cabeça com os punhos enquanto continua com o seu ar triste.


Havoc: Que disparate. Claro que eles gostam de ti. Só não têem tido tempo para te dar atenção, mas são a tua família, aposto que te adoram.


Daniela: Tu achas?


Havoc: Tenho a certeza que sim. Só tem essas coisas de responsablidades e isso, e eles são pessoas influentes e são chamados para muitos desses eventos de cares e blá blá.


Daniela: Ah meu deus! O Care!


Daniela deixa cair fatia de pizza que tinha mordido e olha para o relogio e começa a entrar em pânico.


Daniela: AHhhh.... Estou tão atrasada, o James vai me matar.


Havoc: Vish...


Daniela: Podia ter me avisado!


Havoc: Eu tenho cara de pessoa responsável?


Daniela: Poxa... Ehh... Eu tenho que ir, até mais.


Ela rapidamente se levanta, dá um pequeno beijinho na cara de Havoc e sai correndo e pulando like a doida por ai. Ele fica quieto e descontraído comendo sua Pizza.

DaniModeOFF

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 71
Pontos : 80
Reputação : 11
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 20.06.17 1:51

Lady estava sentada em uma cadeira, tinha sido convidada pela NWR para participar de uma entrevista com Melissa, as duas já estavam prontas para começar o programa que estava sendo transmitido ao vivo pelas redes sociais da NWR

- Olá Lady seja bem vindo ao programa

- Obrigado pelo convite Melissa

- Vamos começar logo por uma parte delicada, você não sente falta do cinturão Intercontinental, já que você segurou ele por tão pouco tempo, tirou de King e perdeu para Narkissa no PPV algumas semanas depois, isso não te decepciona um pouco

A luchadora dar uma respirada e começa a responder

- Se eu disser que não Melissa estaria mentindo, quando venci de King Armstrong e conquistei aquele cinturão, estava mostrando que mesmo em pouco todo o meu esforço estava valendo a pena, todas as horas de treinamento estavam valendo a pena, mas eu sabia que minha luta com a Succubus seria extremamento disputada e agressiva, como realmente foi, deixei tudo que eu tinha lá dentro assim, como ela também, no final ela conseguiu vencer, mas sei que poderia ganhar e que não fui derrubado facilmente como ela falou

- E Agora essa nova oportunidade junto com king, a própria campeã e o Jigllypuff em uma fatal four way pelo Intercontinental Championship?

- Sim, uma nova oportunidade para vencer esse título em um combate totalmente diferente, já que eu posso perder sem ser derrotado, já que por exemplo pode a Narkissa vencer com um pin em Jigglypuff, diferente da minha vitória contra o Armstrong, porque de rei não tem nada, que fica insistindo em dizer que não venci, só que quem escolheu o tipo de luta tinha sido ele, vamos ver o que os sites especializados disseram na época da minha vitória.

E mostrado imagem de vários sites com títulos como Lady vence King Armstrong e conquista o título,

- Mas ele continua insistido que eu não o venci, boa sorte para ele negar a realidade

- Lady apesar de você ser um dos lutadores mais amados pelo público, parece que nos backstages da NWR isso não acontece

- Melissa realmente você tocou em um ponto importante, eu sou criticado por muitos outros lutadores, mas isso não me incomoda tanto, já que pareço agradar a quem realmente quem interessa, que é o público, e eles tem respondido muito bem ao meu chamamento, e agradeço muito por isso, eles que realmente interessam

- Mas você não acha estranho que por exemplo, Jigllypuff que pelo jeito vocês nunca se encontraram já chegar falando mal de você?

- Sim não vou mentir, que não achei estranho, até porque me lembro de ver algumas lutas dele no passado, e ele era durão, mas veio falar novamente sobre usar máscara dizendo que tenho vergonha, quando na verdade é o contrário essa máscara representa quem eu sou e a honra da minha família e prospecto de pokemon, muitas pessoas evoluem nas derrotas e sim eu sinto que eu evoluir depois dessa derrota para Narkissa, mas sinceramente Melissa acho que andar com as bruxas, também já cria uma antipatia comigo não é? Mesmo nunca tendo citado nenhuma vez o nome dele.

- E realmente estranho Lady que desde da saída do Valugi, você não teve muito contato com outros lutadores

- Sim, sempre me disseram que o ambiente de bastidores do wrestling é bastante complicado, como sou geralmente muito na minha, me acostumei com isso, as vezes é importante ter os momentos de solidão, onde você pode pensar um pouco no que está acontecendo, de qualquer jeito agradeço o apoio de todos, principalmente dos fãs, esses sim que me impulsionam.

- Lhe chamaram de várias coisas, provocações por parte de Narkissa e King Armstrong

- Por sinal a mesma provocações de sempre, parece que eles não renovaram o roteiro, e é um aviso a todos irei subir em cima do ringue e dar o meu melhor independente contra quem seja, sim estou preparado para a luta

-Obrigado pela entrevista Lady, até a próxima

As duas se despediram dando tchau para a câmara.
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

9

Mensagem por ★ Bé ★ em 20.06.17 18:04









 

 


-Jigglypuff-


Está Jiggly em um sala de treinos, estava vazia e era meio pequena. Com a luz do dia atravessando pelas janelas ele está em frente de um saco de boxe o socando varias vezes.





Ele parecia finalmente pronto a treinar e melhorar. Já fazia algum tempo que ele estava ali sozinho, fazendo vários exercícios e treinos de um modo bem focado naquilo que esta a fazer. Quando ele parecia um pouco cansado ele desata as correntes do saco de boxe deixando o mesmo cair. Ele depois se senta em cima dele e planeia começar um video ali mesmo.


Ele tira da mala a câmara e coloca por ai a gravar. Ele acena um pouco para ela e esboça um sorriso forçado, que rapidamente passa, e ele começa a falar.


Jigglypuff: Então gente. Cá estou eu . E beeem... Eu não era para gravar mais nada, mas visto que meus oponentes se prenunciaram sobre mim. Eu devo de falar também o que eu penso e tals né? Bem... Deixa ver.


Jigglypuff: Bem, primeiramente. O nosso amigo Rei Sushi. Bem. Ele continua a negar o facto de eu entrar naquele combate bem focado em dar uma surra no unico "Homem" que vai estar nesse combate... Certas pessoas não pensam não é mesmo?


Ele batia com o dedo na cabeça enquanto mostrava um ar meio dramático.


Jigglypuff: Fez um video dirigido para a boneca russa. E praticamente me ignorou. Bem senhor Armstrong, deixa eu te ensinar algo. Eu posso ser até realmente um doente mental. Tenho a certeza que não sou tanto quanto tu... Mas vamos imaginar que sim.


Jigglypuff: Você mais do que ninguém deveria saber que o estado psicologico de uma pessoa não conta muito se estiver mal fisicamente. E vice-versa. Eu digo tu mais que ninguém porque claramente tu anda meio loko dessas ideias né?


Ele levanta as mãos e a pergunta soa muito sincera como se ele quise-se saber da resposta.


Jigglypuff: Onde eu quero chegar. NÃO importa se eu sou doente mental. A unica coisa que importa é que eu vou socar a tua cara. Porque? Porque está distraido com a boneca e esqueceu do homem que te vai dar duas pancadas nessa cabeça gigante e oca.


Jigglypuff: Subestimar um Bé? Já não vimos isso no passado? E lhe correu bem? Será que tu realmente nunca aprende? Será que sou eu que estou lá para divertir os fãs? Deixo isso com a nossa outra retardada mental. Pois este aqui está lá para SE divertir a ELE mesmo!


Ele tocava varias vezes com o dedo indicativo no peito enquanto dizia "ele".


Jigglypuff: E sério. Eu acho que vi algo que nunca tinha visto em 3 anos de ti. Falando em beleza física? Tu? Falando nisso? Tentou indiretamente dizer que a Naki é sexy? Ué. Se sim pode falar isso direto. Ninguém te vai julgar por pensar isso, afinal ela é sexy mesmo.


Jiggly volta a levantar as mãos e encolhe os ombros, ele depois recomeça a falar.


Jigglypuff: Falando que preferia lutar em solo com a Naki? Por mim tudo bem. Afinal, se eu ganhar essa merda a primeira coisa que vou fazer é dar uma rematch a ela direto. Porque tu ainda não pediu uma contra ela? Vai lá pegar esse cinto novamente para ser o que sempre foi.


Jigglypuff: E não essa porra nunca foi a maior divisão da Nwr. Tudo o que vi em minha carreira foi Denneres, Kings e Jobbers disputando esse cinto. Alias, eu mesmo estive nessa disputa no passado onde te cheguei a ferrar bem em um show, mas infelizmente tu não tem memoria de elefante. Só o peso de um. Mas vamos te refrescar a memoria. Vai que né. Vai que ela existe.


Jiggly está a mexer no seu tablet mobile, ele certamente está a procurar uns shows antigos, e por acidente coloca um dele a brigar com o antigo campeão Harcore por causa de um sutiã.


Jigglypuff: EITA POHA. Poxa James. Já falei pra deletar essa merda do site.


Ele rapidamente tira o video e coloca um também antigo, que realmente aconteceu em ForVictory o sucedido, dei uma pesquisada.


Show antigo:
20/05/2015 Jigglypuff "Bé Vs Denner Vs King Intercontinental title match

*Final*

Mas quando ele se vira para Denner, este acerta o seu Awesome Kick quando King se vira novamente para o outro lado, Bé acerta em secuencia um Sbénner e King fica estendido no ringue. Bé mostra-se agressivo quando a Denner e lhe acerta um German Suplex e anuncia outro Sbénner, porem Liza (manager de Denner) se apoia nas cordas implorando a Bé para parar. Bé parece completamente perdido mas acaba por atender o pedido de Liza, Denner rasteja e executa um pin em King.


Arbitro: Um!


Arbitro: Dois!


Arbitro: Três!


Vencedor e ainda Intercontinental Champion: Denner.


Jigglypuff: Pronto. Nosso amigo King Alzheimerstrong já pode parar de me substimar agora? Sendo que se tornou champ pela primeira vez porque eu desisti dessa divissão? Porque eu sai dessa rota porque estava junto com a manager do campeão?


Jigglypuff: Então caro King. Antes de me tentar menosprezar. Pense se tem influencia o suficiente para isso. Antes de me tentar subestimar... Pense se tem burrice o suficiente para isso também. Porque antes da Naki, ou Lady, ou tu, estarem sequer nesta federação. Eu já estava nessa divisão.


Jiggy passa com a mão pelo rosto e sorri um pouco ao recordar alguns daqueles momentos que via nos videos.


Jigglypuff: Pense, que eu não tirei esse cinto a Denner por misericórdia. Podem deduzir com esse video, o quanto eu estou preocupado com titulos. Caso ainda não tenham compreendido. Eu não quero saber. Eu se quise-se titulos, eu estaria lá dando porradas no meu tio e me tornando no primeiro Two Times Nwr World Champion.


Jigglypuff: Por isso no que toca ao titulo: FODA-SE.


Jigglypuff: Agora no que toca ao combate? Com mais do que um lutador? Varios e diferentes oponentes? Cada um com um estilo de luta diferente? Para que possam me combater? Ai sim, ai já estamos a falar a mesma língua. Concordo em deixar o passado para lá. Mas lembre-se, do impacto que eu ainda posso causar no futuro.


Ele guarda o seu Mobile, e volta a dar 100% atenção para a câmara.


Jigglypuff: Afinal, em algo King Alzheimerstrong tem razão. O Seu legado nunca será apagado pela Naki, nem por nenhum ser humano. Afinal... Não podemos apagar o que não existe. Continua por ai a pescar, vê se pesca uma baleia para que te possamos shippar com ela, beleza?


Jigglypuff: E lembre-se de comer seu Sushi. Eu vou continuar aqui fazendo coisas inuteis, tais como treinar e me preparar para chutar seu trazeiro... Enfim. Continue ignorando isso. Faz bem.


Ele se acomoda um pouco em cima do Saco de boxe gigante, que até era bem duro e desconfortável, mas ele estava cansado demais para ficar gravando em pé ali. Ele se prepara para falar de sua outra oponente.


Jigglypuff: Beeem... Agora temos Lady. Finalmente sempre mostrou as caras né? Ou quer dizer... As mascaras... Ahh, vocês entenderam o que quis dizer. Pois é. Afinal ela é a ex-Campeã. Onde derrotou King em um combate ah escolha dele. Bem, isso prova algo: Tamanho não é documento.


Jigglypuff: Agora, isso prova que Lady é boa? Não. Prova que King foi ruim. Porque se Lady fosse boa, teria vencido da Naki. Ou estou enganado? Bem sei lah, antes de me trocar todo aqui nestas conversas, vamos ao que importa.


Ele coça um pouco a parte de trás da cabeça enquanto faz um ar meio engraçado.


Jigglypuff: Bem, é óbvio que eu não gosto de ti Lady. Toda essas lamechises com fãs e herois e ahrr, isso mete nojo a maior parte de nós. Já reparou que é raro o lutador que se importa contigo? Alias, lutador não é nenhum mesmo.
Mas é a vida. Meu irmão disse que até gostava de si, anime-se.



Jigglypuff: Ele também tem poucos amigos, quem sabe vocês não se dariam bem? Tem gente dizendo que ele só é um palhaço inutil, mas você também é uma heroína inútil! Por isso até dariam uma boa dupla. Seriam contratados em qualquer circo, vai por mim. Está nos shows errados Milady.


Jigglypuff: E sobre isso de andar com as Bruxas... Que sacanagem né? Eu pedindo segredo e até já metade da federação reclama disso. Se o James puxar minhas orelhas eu vou ai só para puxar as suas. Não sabem guardar segredinhos não? Xiu ae.


Ele colocava o dedo em frente da boca, provavelmente a mandar calar Lady, ele depois passa um pouco com a mão pelo rosto e se prepara para falar sobre a sua ultima oponente.


Jigglypuff: Pois bem, agora por ultimo, a actual campeã intercontinental. Narkissa Gardea. Pois bem eu sei que muitos de vós devem já reclamar da gente não trocar farpas e essas coisas... Mas eu não creio que seja possivel isso. Afinal... Olham para ela. Não é uma queridinha?


Jigglypuff: E me digam. O que realmente tem ela de ruim? Não sei... Vocês têm demasiado medo dela para chegar sequer perto é isso? Acho que adorar as Gardeas já me está no sangue. Fazer o que. Enfim, ela produziu um enorme video, e deu aquela esculachada assim... Ao de leve... No nosso amigo Rei Sushi...


Ele passa com a mão pela cara algumas vezes e ri um pouco após ter falado, ele quando para de rir continua a falar.


Jigglypuff: Pois é. E tem essa parada dos deuses... Eu não sou contra ela acreditar em deuses, muito pelo contrario até é um topico intressante, afinal. Para que julgar ela por acreditar em deuses? Todos nós acreditamos em algo. Lady acredita nos seus herois. King nas suas fantasias. E eu por aqui em minhas loucuras e doideiras.


Jigglypuff: Como o Bé dizia. Todos nós temos que abraçar algo, temos que ter algo para nos apoiar. Algo para nos manter forte e firme. Religião é algo bom para isso.


Ele não parecia totalmente confortavel a falar esse assunto, especialmente porque não entendia muito dele então ele mesmo fala.


Jigglypuff: Afinal... Para que reclamar de algo que nem nunca sequer tivemos a chance de compreender direito? Só falando mesmo...


Jigglypuff: Bem, parece que eles têm um pequenino problema pessoal entre eles. Eu acho, afinal foi o que se demonstrou nos ultimos videos... Eu achei estranho, o Bé tinha me dito que eles se davam tão bem uns meses atrás. Mas a vida tem dessas coisas.


Jigglypuff: Vejo que ainda chamam ele de Popota... Pow. Que orgulho, meu tio inventou uma alcunha para alguém. Melhor do que da era que eu o nomeie como "King Kong". Porque realmente ele está mais para Hipopótamo do que para Gorila. Mas chega de falar no animal nessa porra de video.


Ele mostrou um sorriso e levantou a mão ambas as mãos para o lado como se tive-se a sinalar um "não".


Jigglypuff: Narkissa falou algo sobre Havoc estar a ser proclamado o melhor campeão Cursed da Nwr. Pode ter confiança nisso. Sem qualquer duvida que foi. E na minha epoca não me lembro de ter visto um campeão tão bom como ele nessa divisão. E eu cheguei na federação até antes dessa divisão existir. Eu participei nela, e essa divisão Cursed que temos por ai? Estão a ver essa divisão? Bem... EU ajudei a construir.


Jigglypuff: E sem querer dar um protegida pro Havoc ou assim, sendo que ele é meio tonto... Mas quem não gostar, choro é libre. Só quero dizer que aquela vitoria de Bruno no Ppv. Foi... Uma completa vergonha. Ele pegou em todo o suor, pegou em todo o trabalho, em toda a honra investida de uns 15 lutadores e divas que reinaram nela... E tacou tudo direto no limbo.


Ele colocava a mão em frente da cara com um ar meio aburrecido acenando com a cabeça que "não", demonstrando realmente muita vergonha do novo campeão.


Jigglypuff: Eu só não fui lá lhe enfiar o extintor pela boca a dentro, porque realmente estava na enfermaria, porque eu mesmo teria de agir. E não deixar uma divisão que um dia me foi tão querida, "terminar" desse jeito.


Jigglypuff: E por mais incrivel que pareça, vou estar torcendo pela novata no proximo show. Não porque ela é boa, porque eu não faço puta ideia quem ela seja. Mas sim pelo campeão horrível que Bruno é. Sem duvida vou dar meu apoio para essa Jojo ala. Mostre todo o poder que a fofura pode causar. Anjinhos que estão prontos para detonar, são os melhores.


Ele levanta a mão com o punho fechado festejando um pouco, tentando mostrar algum incentivo de algum modo. Mas depois de ele abaixar volta ao topico.


Jigglypuff: Mas voltando a nossa Succubinha. Intressante o facto de não me querer magoar para não ter problemas com a bruxa. Eu penso exatamente a mesma coisa. Mas acredito que ela não vá ligar para isso logo que nenhum de nós morra né? Vamos evitar nos matar então, senão depois ela mata o que sobrar.


Jigglypuff: Sobre o combate em si, não tenho como foco o vencer, mas sim ser destaque nele. Claro que com o esforço que vou demonstrar posso conseguir o ganhar, e não vou recuar não. Vai ter que ficar de olho em mim hein. E sem duvida, se eu perder essa porra a gente sai para beber. Dane-se. Quem sabe eu não te deixo ganhar só para me pagar uma bebida.


Ele aponta com os dois dedos indicativos para a câmara, pisca o olho e mostra um sorriso meio aleatório.


Jigglypuff: Mas fala ai. Gosta de desafios né? Lutas que te deixem animada? Nervosa? Excitada? Tem duvidas se eu te consigo colocar desse jeito? Se tiver, pode deixar elas de lado. Eu luto exatamente por isso. Por puro prazer. Não por títulos ou vitorias.


Jigglypuff: Então se é como eu e só quer diversão por ali, não se preocupe não. Não sou frouxo que nem o King, nem chato que nem a Lady e terá um verdadeiro BADASS para te fazer ter esses orgasmos que tanto quer. E essa catchphrase, ligo para nada disso não.


Jigglypuff: EU FODO COM BRUXAS MESMO!


Ligação se encerra. Cholem mais.




 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 20.06.17 23:26

Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia em uma espécie de praia havia várias pessoas na água como também tomando um sol mas não dava para ver direito a imagem por causa do sol.A câmera continua mostrando a praia até aparacer o homem utilizando apenas uma sunga azul com óculos escuro,o homem abre um sorriso e aponta para câmera seguido por uma cara de mal,a imagem começa a ficar tremula,assim fica por alguns segundos até o homem se aproximar mais da câmera.O homem ajeita a câmera e morde seu lábio e em seguida diz:

-Hahahahaha...Não me leve a mal Marjorie! Mas você me mata de rir!

O homem fica dando gargalhada muito alto fazendo todos que estavam na praia ficar olhando para ele achando que o homem é maluco mas o homem parecia não se importar,ele continua dando gargalhadas com sua mão direita na barriga,a imagem começa a ficar tremula e chiando,a imagem não consegue focar apenas no homem durante um bom tempo até o homem perceber e ir ajeitar isso.

-Tenho dois assuntos para falar hoje...Que tal começamos falando sobre o idiota da Marjorie ?

A imagem é cortada e aparece uma foto de Marjorie com uma lingerie vermelha,ao voltar a imagem, o homem está com suas duas mãos na boca tentando segurar a gargalhada e conseguir segurar durante um período até começar a ficar dando gargalhada, a imagem é cortada e ao voltar está o homem dessa vez sério e com o Cursed Championship em seu ombro esquerdo.

-Marjorie você disses coisas bem interessante em um vídeo que eu vi seu, então vamos falar sobre isso? Começando por você ter a ousadia de me chamar de "covarde"! Isso porque eu ataquei alguém por trás...Faça-me o favor de primeiramente entender o fato de que a palavra " covarde" têm vários significados e um deles foi bem aplicado em seu vídeo...Palmas,você conseguiu usar uma palavra corretamente! Hahahahaha você é hilária sabia ? Eu não me importo com suas ofenças minha cara, entendeu ? Ou você não têm capacidade mental o suficiente para entender isso ?

O homem começa a ficar caminhando pelo local mesmo estando descalço na areia quente com suas duas mãos para trás.Ele põe o seu cinturão na cintura.

-Sabia que eu fiquei perplexo quando você usou a palavra corretamente? Mentira fiquei porra nenhuma pelo contrário fiquei apenas rindo mesmo...Você é falsa..Sabe porque ? Porque você não passa de uma menina mimada,que utiliza palavras fortes para descrever seu passado, com um leve distúrbio psicológico, e para piorar...Pera eu disse que seu distúrbio é leve? Me perdoa eu quis dizer que ele é gigantesco! Hahahahaha agora continuando sem noção do perigo que se aproxima.

O homem abre um sorriso pequeno e para no centro do local e fica nervoso com algo que pessoas na entrada da praia estavam cochichando,ele vai até lá e dá apenas um soco no nariz dos homens e quando retorna para o vídeo ele fica olhando para seus punhos cobertos pelo sangue dos homens.

-Você está gostando do Robert? Ou é impressão minha ? Não você está sim gostando do doutor lunático! Hahahahaha você fala de mim mas olha por quem você foi se apaixonar! Justamente pela pior pessoa possível! Disse que isso é interessante...Poderia explicar melhor onde isso é interessante ? Você está apaixonada por uma pessoa que é capaz de matar e que têm ciúme da Violetty mesmo sem ela ser dele! Desejo sorte para você porque você está bem ferrada!

O homem começa a beber água de coco enquanto parecer está pensando em algo, o homem termina de se refrescar,abre um sorriso descreto e em seguida diz:

-Me diga Marjorie você já preparou seu funeral ? Já deu a notícia a todos? Imagina a notícia percorrendo pela midia " A famosa modelo Marjorie Beliviery é assassinada por um médico que dizia ama-lá"...Seria um belo título para uma notícia de um famoso jornal...Não é mesmo ? Eu irei seu funeral está bem ? Mentira não irei perder meu tempo vendo você morta, se bem que isso seria bem legal! Faz o seguinte! Desiste desse amor ou se prepare para morte que poderá acontecer a qualquer momento!



[size=30]center]A imagem é cortada e mostra Robert coberto por sangue em um local escuro e ao voltar para o homem, ele está sentado em uma cadeira de praia azul tomando uma água.O homem abre um sorriso e mostra seus punhos para câmera,eles estão cobertos de sangue,o homem abre um sorriso maldoso enquanto lava suas mãos com água.[/size]




-E eu não posso me esquecer que você também parece estar afim do Havoc e King...Porra se decide!...Não consegue ficar somente com um ? Sabia que era uma vadia! Aproveita essa sua vasta opções para te dar prazer e escolha um! Ouviu bem é só UM! E fique chorando no ombro, veja se um deles consegue te consolar após eu lhe humilhar no For Victory!





O homem mostra um ar pensativo o mesmo se levanta e vai até uma barraca e volta para o local anterior,e senta na mesma cadeira só que dessa vez o homem está com uma casquinha de sorvete de morango.





-Você disse que " muitas pessoas são mais interessantes que você" porra fico feliz com isso, porquê uma inútil não quer ficar comigo...Ufa...Estava com medo! Mas essas "pessoas interessantes" valem mesmo à pena ? Uma é capaz de te matar, a outra de te trair e a outra de lhe espancar sempre que quiser!...Hahaha realmente eles valem a pena! São bem interessantes! Caso você morrar eu fico de luto por um milésimo! Estamos de acordo ?





O homem fica dando gargalhadas bem altas fazendo a imagem ficar tremula enquanto ele rir.Ela fica assim por um tempo até o homem parar de rir e a imagem voltar ao normal.





-Vamos mudar de assunto agora vadia ? Vamos falar sobre outro vídeo que eu assisti seu...Você disse que eu "abandonei meu Deus"...Eu realmente sai da igreja então você acertou! Quer palmas ? Que tal o prémio Nobel ? Você merece após a maior descoberta da história da humanidade!





O homem abre um sorriso sarcástico enquanto bate palmas.





-Merece porra nenhuma! Você foi a última a saber disso! Todos sabiam exceto você! Aliás percebeu isso tarde...Eu estou fora desde uma noite incrível que eu tive com a Carrie! Aliás atualmente estou solteiro então foda-se ela! Voltando ao assunto, pelo visto ficou incomoda com isso! Me diga então porventura desejas que eu volte a ser o que era antes ? Se quer foda-se! Eu continuarei a ser o que eu sou atualmente e é mais provável que piore!





O homem se levanta e vai até a água, o homem dá alguns mergulhos e ficar por ali em pé com a água em seu abdómen,a imagem se aproxima deixando bem perto a imagem do homem,o homem passa uma água em seu cabelo deixando o bem bagunçado,o homem sorri em seguida diz:





-Que tal falarmos sobre outra ofensa feita por ti ? Você disse que eu estou afundando essa divisão mas me diga você têm experiência na área de análise para me disser isso ? Não! Então não venha falar sobre algo que nem o básico você têm conhecimento,ok ?





O homem abre um sorriso sarcástico contra faz um sinal de positivo com sua mão direita.





-Faça uma faculdade sobre isso! Ai talvez eu considere sua opinião! Mesmo que você seja formada eu não irei aceitar porra nenhuma! Tudo que vem de você para mim é lixo! Ouviu bem? LIXO!





O homem diz isso gritando,deixando a imagem da câmera tremula, mas logo volta ao normal,a praia está vazia,está começando a anoitecer mas o homem continua na praia com um sorriso em seu rosto demonstrando divertimento.





-Dessa vez você me chamou de "preguiçoso" bom o que eu tenho a falar sobre isso é foda-se! Eu tenho coisas mais importantes a fazer! Não irei gastar meu tempo vendo vídeo seus...Entendeu ? Porra você só sabe falar as mesmas coisas ? Mudar o roteiro! Ou pense melhor no que irá falar porque está ficando chato você ficar me chamando de covarde toda porra de vídeo seu!





A maré começa a subir deixando a água no pesçoso do homem mas o homem parace gostar disso pois não para de sorri.





-Bom estou te aguardando ok ? Então se prepare pois você será destruída! Não espera tenho outra coisa a falar sobre você! Você disse que "força não ganha batalha" eu concordo mas você me viu lutar alguma vez ? Eu não sou apenas força pelo contrário sou velocidade! Sou agilidade! Sou técnica! Sou estratégia! E também sou força! Não fale sobre algo que você não têm conhecimento! Mas olha que interessante você está sempre falando sobre algo que você não têm conhecimento! Porra você é uma inútil mesmo!





O homem balança a cabeça demonstrando decepção em seguida abri um sorriso sarcástico.





-Antes de encerrar este vídeo tenho outra coisa a falar!





O homem faz uma cara de mistério em seguida abri um sorriso meio tímido.





-Violetty eu venho reparando em você têm um tempo já, impressionantemente você é o meu tipo ideal de mulher! Linda,determinada,destemida,perigosa,habilidosa,esperta e corajosa! Tudo isso me deixou interessado! Então eu lhe pergunto, o que acha de ir ao restaurante comigo após sairmos do For Victory ainda campeos após humilharmos nossos adversários ? Espero que você me responda(risos) entretanto...Não é nada só queria zuar mesmo! Hahaha.





-Então é isso galera fiquem com os deuses da bruxa mais bela de todas! E se prepararem para ver a anjinha de vocês ser destruída!





A maré sobe mais ultrapassando o corpo inteiro do homem o deixando debaixo da água, a imagem começa a ser escurecer mostrando a imagem do Cursed Championship.





Vídeo encerrado.



[/center]
avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 21.06.17 17:04

Another Way to Hurt

Hotel, 12:45

Era mais um dia comum, mais um dia lutando. James me concedeu mais uma chance de bater em Filipe pelo título pois eu fora convencido. Aquele desejo de integridade estava me matando e alimentando cada vez mais o desejo de agir descontrolado. Eu pensava que estava no comando, que eu era o mestre de minha alma, entretanto não sonhava que estava alimentando a minha insanidade. Filipe tem a noção que essa nossa rivalidade já havia se tornado bem , pessoal a ponto de senir vingança. Está insistindo em sair do seu pé, mas eu sei muito bem que há mais por vir. Ele já testou minha hombridade ao limite, talvez esteja na hora de vencer o demônio no seu próprio jogo. Será que é o tudo ou nada? Eis uma questão sem resposta, pelo menos, por enquanto... Respostas irão vir nas próximas semanas. Andava pelo corredor do hotel sentido a academia com minha roupa de treino. Meu semblante era sério porém sentia aquela sensação de psicopatia correndo em flashes na minha cabeça. E na minha cabeça eu dizia:

"Desculpa meu amigo, dessa vez vou ignorar seu conselho."

Chegando na academia eu deixei minhas coisas de lado e fui para o saco de pancadas. Era aonde eu mais descontava qualquer sentimento ruim, descontava minha raiva. Contudo, num primeiro momento, eu quis sentir aquela raiva, esses sentimentos mais obscuros e comecei a socar sem dó. A explosão correndo pelas minhas veias e um semblante bem sério tomam conta do treino, um leve sorriso no rosto e mais nada. Eis que de repente, eu ouço a voz de Filipe Ribeiro dizendo:

- Se preparando para mais uma derrota Maverick?

- Me preparando para quebrar a sua cara.

- Falando desse jeito até me põe medo. - Disse com uma voz irônica.

- Mas essa é a intenção.

- Será que você não se toca o quão você é insuportável para mim e para os meus deuses? - Disse Filipe fazendo uma cara séria. - Não consegue aceitar o fato de que você já perdeu?

- De maneira alguma. Tudo isso aqui é apenas o começo. - Disse com um olhar ambicioso.

- Só se for o começo do seu fim. Coloca de uma vez na sua cabeça que esse sonho não vai se realizar enquanto EU estiver com isso aqui? - Exclamou Filipe erguendo seu título.

E aquela situação começou a ficar mais intensa. Apertava meu punho direito com toda a força ao mesmo tempo em que me continha para não começar uma briga ali no meio da academia.

- Você é muito convencido. Acreditar que demônios vão te ajudar a se manter como campeão dessa porra aqui. Sou eu quem te impede de seguir seus planos.

Eis que Filipe se exalta:

- VOCÊ É UMA PEDRA NO MEU SAPATO, E VAI SER UM PRAZER TE DESPACHAR E VER SEU SOFRIMENTO! JAMAIS TOCARÁ NUM DESSES, MAVERICK!

- EU VOU JOGAR VOCÊ NA SUA PRÓPRIA DESGRAÇA!

- DESISTA DEVON! DESISTA DE UMA VEZ! SAIA DA MINHA FRENTE DE UMA VEZ!

E foi numa fração de segundos que a minha mente deu o aval para iniciar aquela briga. O controle, tanto meu quanto o dele, naquele momento, já haviam sido cremados. Apenas pude colocar força no meu braço direito. Então, as últimas palavras ditas naquela encarada foram:

- Na verdade... É você que está na minha frente.

Enfim, eu desferi um soco no rosto do espanhol que ele chegou a cambalear. Dali em diante foi uma troca de socos absurda entre dois inimigos declarados. Os que estavam ao redor tentaram apartar a briga de qualquer forma a briga que já fora levada ao chão. O negócio foi intenso a ponto de escorrer sangue pela boca de Filipe e pelo meu nariz. Umas nove pessoas (foi tudo aquilo que consegui contar) conseguir me tirar de cima de Filipe. Pude ouvir na entrada da academia a berrante voz de James Carter:

- O QUE CARALHOS ESTÁ ACONTECENDO AQUI?

James aparentemente viu a bela cena de dois lutadores com sangue parado ao redor do rosto com um nível de raiva mais baixo após a pancadaria. E um Chairman visivelmente puto disse:

- POR QUE SERÁ QUE EU NÃO VEJO ESSE TIPO DE LUTA NO RINGUE, HEIN?

- ELE COMEÇOU! - Disse Filipe.

- NÃO INTERESSA QUEM DIABOS COMEÇOU. EU QUERO QUE VOCÊS DEIXEM A PANCADARIA PARA HOJE À NOITE! ESTOU SENDO CLARO?

Ninguém disse nada, me separaram de Filipe e eu estava indo em direção a entrada da academia, sem antes que James dissesse:

- SE EU VER OS DOIS BRIGANDO MAIS UMA VEZ É SUSPENSÃO POR DOIS MESES! ISSO JÁ ESTÁ INDO LONGE DEMAIS!

E então eu fui para o quarto, limpando o sangue debaixo do meu nariz. A sensação de caos foi instaurada. Era a hora de derrotar o diabo no seu próprio jogo.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 22.06.17 9:09

Vídeo postado no facebook de Violetty Gardea por uma pessoa desconhecida

O vídeo era escuro é a câmera estava ruim era mostrado a bruxa caia com as mãos e os joelhos no chão ela estava chorando e socando o chão de concreto com todas as formas que tinha haviam imagens ao redor dela cacos de vidro brilhavam no chão a mulher se balançava os machucados do combate estavam marcados pelo corpo da bruxa mas ela parecia não se importar com a dor  os lágrimas iam escorrendo e pingando no chão que ela batia cada vez mais forte ela levantou a cabeça e olhou para as imagens que eram de homens metade animais pessoas desfiguradas bem perturbadoras a mulher estava ao pé de uma delas e passava a mão com a voz chorosa

– Porque?.....porque?....VOCÊS TIRARAM ELE DE MIM! PORQUE!!?

Ela gritava mostrando a raiva e o ódio a bruxa chorava feito uma criança ela passava as unhas pelos corpo numa forma de parar a dor interior chegava a soluçar olhando para a imagem

– Vocês querem o que de mim? EU QUERO ELE!...trás de volta...trás ele de volta agora! ISSO NÃO É JUSTO!

Ela pegava o título nova e ficava olhando e mostrava para a imagem a voz dela estava tremula junto das mãos ela puxava o ar como se alguém estivesse a segurando pelo pescoço estava sufocada

– EU CONSGEUI ISSO POR ELE! EU FIZ TUDO ISSO POR ELE!....eu fiz tudo o que me mandaram fazer e agora me tiram meu demônio me deem de volta

Ela gritou e a imagem a frente dela rachou a bruxa parecia que havia perdido as forças ela colocou as mãos no chão de novo e jogou o título longe fazendo ele bater na parede

– Não tem mais valor pra mim sem ele tudo o que eu planejei tudo o que eu quis tudo o que eu lutei...vocês...porque?...isso dói PAREM DE FALAR EU NÃO QUERO MAIS OUVIR!

A bruxa levava as mãos até a cabeça enfiando as unhas no couro cabeludo a imagem ia rachando e sussurros eram ouvidos uma voz parecia brigar com a bruxa falando sobre terem a avisado o que fazia a bruxa gritar e chorar mais ainda parecia que estavam arrancando partes de seu corpo de tanto que ela estava sofrendo naquele momento

– Eu não quero ouvir eu não quero mais ouvir nada eu acabei com o médico na minha casa eu sacrifiquei ele por vocês  eu vivi e respirei vocês eu devo tudo a vocês...e agora me tiraram ele...de novo...isso é injusto isso não é real não podem ter feito isso comigo EU NÃO VOU ACEITAR!

Ela levantou a cabeça gritando com o vazio a bruxa voltava a bater no chão ela socando com tanto força que saia sangue ela estava machucando toda a mão as lágrimas se misturavam com o sangue ela estava perdida e triste

– Todos eu derrubei cada obstáculo eu afastei todos fiz eles me terem fiz eles me evitarem eu lutei por ele eu não posso aceitar ele ir embora assim...porque não me falaram? Porque me abandonaram....estou sozinha....estou sozinha....VOCÊS ME DEIXARAM SOZINHA E ISSO MACHUCA!

Ela levava a mão até o peito apertando a roupa onde ficava o coração as vozes gritavam com ela não dava para entender mas a imagem iam piorando cada vez mais mostrava sete “pessoas” na volta da bruxa um a um iam sumindo apenas um ficava em pé na frente dela a câmera ficou escura não mostrando nada direito apenas dava para ver que a “pessoa” esticou a mão e a bruxa começou a gritar de dor

– Não não não não!...vocês não podem fazer isso comigo..para isso dói...está..machucando! PARA!

Ela se contorcia em agonia a mulher tentava se levantar mas algo parecia pisando nela a forçando bater no chão a bruxa arranhava aquele concreto em meio a dor a vidro no chão cortava os braços dela a mulher olhava para o teto

– ME FIZERAM MACHUCAR ELE!...não ele não mereceu não ele não me abandonou..ele...ele....não pode ter mentido...ele não mentiria...PAREM! EU JÁ OUVI O BASTANTE FIQUEM QUIETOS CHEGA!

Ela rolava pelo chão com as mãos na cabeça dava alguns tapas e socos para ver se eles paravam de falar ela olhava para o lado vendo o título caído isso a fazia entrar em pânico chorando de forma descontrolada a mulher quando muito esforço se levantava ela estava se apoiando na parede parecia presa no camarim ainda

– Eu não vou dar ouvidos eu não vou acreditar nisso...não é verdade ele não mentiria pra mim ele não seria capaz de me usar..ele..não poderia...

Ela gritou horrorizada e numa tentativa desesperada de parar de ouvir a mulher bateu a cabeça com força na parede fazendo o sangue escorrer pelo rosto dela e deixou manchada a parede a mulher começou a rir entre as lágrimas uma risada triste ela estava rindo de si mesma

– Ele se recusou a lutar....ele me abandonou...vocês dizem que ele não me amou o tanto que eu amo...essa dor...esse sofrimento...uma lição...uma benção...ó meus queridos deuses não posso negar suas vontades ser sempre fiel sempre ouvir

Ela sorria com os olhos vermelhos e as lagrimas escorrendo pelo rosto dela o sorriso era perturbador era falso escondia a dor ela engolia em seco e ia escorrendo pela parede deixando um rastro de sangue as cabeça ela caia sentada a respiração ia ficando lenta ela olhava para a imagem rachada os machucados pareciam sangrar bem mais do que normal os cabelos dela caiam no rosto da bruxa ela parecia opaca em estado de choque

-  Eu dei a alma do doutor a vocês...enfrentei meu pior pesadelo lutei contra meu pior inimigo...sa-sa-sa....sacrifiquei o demônio

Ela não conseguia falar sem levar as mãos até o rosto ela batia o corpo da parede mostrando instabilidade a tristeza estava virando raiva toda a dor dentro dela o sentimento de abandono a solidão ela voltava a bater a cabeça na parede com raiva a expressão ia mudando para puro ódio e rancor

– Vocês querem mais? Vocês precisam de mais? Porque eu ainda não acabei EU VOU DESTRUIR CADA FILHO DA PUTA SE EU SOFRO TODOS SOFREM!

Ela gritava olhando para frente como se falasse com alguém a mulher olhou para a título e esticou a mão o pegando ela se levantava a câmera focava no rosto da mulher repleto de machucados do combate e que ela fez a si mesma durante o tempo presa ali lágrimas e sangue seco e lágrimas registravam a dor da bruxa

– Ele nunca precisou de mim ele nunca me amou ele nunca se importou..ele mentiu...vocês dizem e eu escuto estou os ouvindo agora...essa dor que consome cada parte de mim está me irritando!

Ela começou a gargalhar enquanto chorava parecia querer disfarçar a dor estava rindo de forma louca encostando a cabeça no título a mulher ficava em pé sozinha no meio daquela escuridão ela estava mudando a cada minuto entre surto e tristeza os sentimentos estavam batendo de frente a deixando mais instável do que normalmente era

– Ele fugiu como todos os outros...me deixou aqui...eu serei boazinha..eu prometo que não vou mais desobedecer me escutem...não me deixem

Ela falava voltando a voz chorosa olhando para os lados como se algo estivesse ali com ela a mulher começava a caminhar para os lados desesperada de repente ficava um silêncio sufocante e até mesmo assustador a mulher parecia “sozinha” ali foi quando ela desabou caindo de joelhos agarrada ao título

– Não importa o que eles dizem não importa..ele vai voltar...ele não vai me deixar ele prometeu que não faria isso ele não me machucaria dessa forma ele não pode fazer isso...não pode..pode?..NÃO!...ele vai voltar pra mim

Ela falava com o rosto no título a mulher se respondia parecia confusa enquanto chorava dessa vez era apenas dor e tristeza sem a raiva as lágrimas iam pingando no couro do cinturão que ela apertava e agarrava como ponto de apoio as vozes estavam quietas e pela primeira vez a câmera parava de chiar

– Sou melhor sem ele?...mais forte?...você acha isso?...eu lutei tanto eu não merecia mais?...não fui boa o bastante? Eu posso ser a melhor..isso o traria de volta? Eu posso melhorar eu posso ser a mais forte de todas..eu posso eu juro que posso

A mulher virava o rosto na direção da imagem como se falasse com ela parecia que a estátua estava falando com ela pela forma como a bruxa agia

– Não fique quieto não me abandone também...te trouxe algo

Ela esticava o Elite até a imagem e colocava aos pés enquanto olhava e tentava sorrir ela soluçava enquanto sorria encarando aquela estátua estranha

– Eu entendi....eu entendi minha lição...agora faça isso parar você pode não pode?...ah...entendo

A mulher abraçou o próprio corpo e caiu no chão com tudo ela estava em cima dos vidros que começavam a machucar ela a mulher se encolhia apertando as mãos ela ficava olhando o sangue no chão a bruxa estava de costas para a câmera

– Eles vão sofrer...eu prometo

Ela estava deitada aos pés da imagem junto do título ela esticava a mão tinha vidro colocado no braço dela a bruxa fazia carinho na estátua a imagem começou a piorar e mudava mostrando como se tudo estivesse pegando fogo como se fosse para a bruxa morrer queimada e ela simplesmente tivesse aceitado isso a imagem voltava a cena anterior parecia que haviam queimados pelo corpo dela a câmera acabava queimando mesmo não tendo nada ali assim derretendo e dando fim a transmissão


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

10

Mensagem por ★ Bé ★ em 22.06.17 15:04









 

 


Durante ForVictory 21.


Uma transmissão se inicia com Jigglypuff e Stryker. Ele está shirtless em frente de uma Tv em uma sala de estar, ele parecia ainda cansado do seu combate anterior, ele ainda tinha a mascara de Lady na mão. Ambos os irmãos estavam a assistir o segmento de Krauser na pequena Tv.


   


Jigglypuff: Ele... Vai se aposentar?


Stryker: Poxa, agora que eu tava a pensar em voltar para bater nele também.


Jigglypuff: Arr, não faz falta nenhuma. *Acenando que não com a cabeça* Ele já vai tarde.


Stryker: Tarde? Eu tinha minhas duvidas se eu ia viver o suficiente para ver isto.


Eles continuam a assistir e comentando. Porem eles ficam um pouco em silencio quando Krauser mencionou o pai deles. Jiggy abaixa a cabeça um pouco, aparentemente triste após lhe passarem algumas recordações pela cabeça.


Jigglypuff: Isto seria tão diferente se o pai tive-se aqui...


Stryker parece tirar o seu sorriso da cara por alguns momentos e coloca a mão no ombro do irmão.


Stryker: Tenho a certeza que se estive-se, ele estaria orgulhoso de nós.


Jigglypuff: Achas?


Stryker: Talvez não. Só estava a tentar ser simpático.


Eles continuam a ver o segmento na Tv, não parecem muito tristes com a saída dele, eles continuam a assistir até ao ponto em que surgem dois mascarados e começam a bater nele.


Jigglypuff: Mas que... Que se passa ali?


Stryker: Uhuh. Hora da party.


Jigglypuff: Eles estão a atacar ele... Porque? Nós... Devemos interferir?


Stryker: Claro que sim. Dá cá essa mascara que eu vou lá ajudar a bater nesse caralho.


Jiggy fica assistindo com atenção o que sucedida. A expressão dele muda por completo, quando vê Violetty entrando no ringue para ajudar ele, ele fica meio sem reação, uma mistura de tristeza com agonia ao ver aquela situação porem ele não fala nada.


Stryker: É... Melhor desligar essa Tv e me acompanhares até lá ao merchandinse? Podes me ajudar por lá e eu...


Ele para de falar quando vê o irmão bem zangado, já o tinha visto assim, e em momentos como esse, ele não gostava de o incomodar, nem o ver desse jeito. Ele fica ainda mais frustrado quando Krauser tenta colocar as mão na bruxa.


Jigglypuff: ARRR... Esse desgraçado. Larga ele Vio, ele não te merece.


Stryker reparou na força com que ele segurava e apertava a mascara, e não consegue evitar um sorriso, ele sabia que ele mais cedo ou mais tarde o irmão iria perder o controle e saindo por ai arrumando bagunça. Ele ficou bem impulsivo quando viu ambos a começarem a brigar no ringue, enquanto o irmão arregalava os olhos.


Jigglypuff: PEGA ESSA MERDA!!


Ele jogava com a mascara na cara do irmão. E ele começava a caminhar em direção da arena. Enquanto Stryker fica a olhar para a mascara.


Stryker: Será que esta coisa ainda vale muito no Olx?


Ele olhava de novo para a frente e via o irmão jogando varias coisas pelo ar, ele corre e se coloca na frente.


Stryker: Ai, te acalma, aquilo é um problema pessoal entre eles.


Jigglypuff: CALMA?? OLHA ISSO!


E vira a cara do Stryker onde vê Krauser atingindo ela com uma joelhada e uma combinação de socos.


Jigglypuff: QUERO VER ESSE FILHA DA PUTA BATENDO EM HOMEM.


Vários funcionários e árbitros ouvem os gritos, eles se aproximam de Jiggy e colocam as mãos nele, que já também bem nervoso começa a socar eles. O arbitro Jailson se abraça a ele, tal como todos os outros, todos agarrando Jiggly que não tem qualquer chances e caiem em cima dele, e ficam em cima o mantendo no chão, enquanto ele olhava para a frente para o irmão.


Jigglypuff: Me ajuda...


Stryker: Junior... Ela vai ficar bem. Eu se colocar as mãos em algum funcionario, sabes as consequências...


Jiggly começa a se debater porem não consegue com o peso do jailson e uns 5 homens em cima dele lhe prendendo os braços.


Jigglypuff: Precisas... De me ajudar... Não posso permitir isso.


Stryker: Mas... Ela é só uma bruxa. Não importa que... *Interrompido*


Jigglypuff: Bem... Para mim ela IMPORTA! Não posso deixar ele escapar com essa. Não depois de tudo o que ele nos fez passar. Tanto a Bés como Gardeas... Eu preciso fazer isso.


Ele continua a se debater com todas as forças, mas já não tinha muitas especialmente por ter lutado ainda naquela noite.


Stryker: Ahhhhhh!! Foda-se! Nem gosto do meu emprego e não.


Stryker joga a mascara para longe e corre acertando direto um chute bem na cabeça de Jailson que o Knocauteia, ele começa a dar socos bem rapidos a cada um dos funcionarios, que parecem ficar com medo dele e começam a chamar a policia da Nwr. Varios policiais e seguranças ficam lá nos backstages correndo enquanto Stryker levanta o irmão do chão.


Stryker: Vai... SÓ VAI.


Stryker pula em cima de praticamente da multidão e começa a socar qualquer um que vê por ali, que começam a ripostar. Jiggy arduamente com a mão no ombro magoado por alguns momentos olha para trás, ele sabia que o irmão estava a sacrificar tudo por uma simples bobagem, mas ele não podia deixar Krauser ir embora sem o encarar, não após o que ele fez na reunião de Hall of fame, e pelo que fez a bruxa passar.


Jigglypuff: Eu volto para te buscar.


Jiggly começa a correr e sai do local, deixando o irmão que ainda fica lá muito tempo em agressões, que porem acaba no chão sendo algemado pelos policias, porem rindo que nem psicopata. Jiggly chega perto da entrada da arena, ele pega em um funcionario pelo pescoço e o joga contra a parede.


Jigglypuff: CADE ELE!!!


O funcionario a tremer e a gaguejar enquanto tem as pernas no ar, ele dá indicações e Jiggly começa a correr a toda a velocidade em direção do parque de estacionamento. Ele vê ao longe um carro saindo do estancionamento, o do próprio. Ele corre e avista Krauser no lugar ao lado do motorista. Ele começa a correr o maximo que pode.


Jigglypuff: *Voz dramática* KRAUSER!!


O motorista tinha acabado de sair do estacionamento. Foi quando Jiggly finalmente conseguiu alcançar o carro Jiggly corre para o lado e acerta com toda a força uma cotovelada no vidro quebrando ele, Krauser que ia nesse lugar, coloca as mãos na frente por causa dos vidros. Jiggly coloca as mãos para dentro do carro e puxa Krauser pelos colarins com toda a força, deixando ele com parte do corpo fora da janela.


Jiggly acerta uma cabeçada em Krauser, com o mesmo sem ter contado por aquele e sem sequer reparar quem foi que o atingiu. Jiggly se prepara atingir ele com mais um soco, porem o motorista assustado começa acelerar com o carro, Jiggly tenta se manter segurado. Ele se segura na porta enquanto o carro acelera.


O corpo inteiro de lutador raspa pelo chão se cortando e magoando com a velocidade. Foi quando Krauser se deu realmente conta do que aconteceu, Krauser acerta um soco bem no rosto de Jiggly que faz ele momentaneamente perder as forças e cair de vez. Com a velocidade que ele ia, ele começa a rebolar dezenas de vezes pelo chão, ficando completamente machucado e a olhar para o carro indo embora.


Jigglypuff: ISSO. SOME DA VIDA DELA. CORNO.


Jiggly cai com a cara também no chão completamente magoado e ele parece ter adormecido por ali. Foi quando surgiu Daniela que parecia ter seguido o primo, Daniela com a mascara da Lady na mão, e com a outra apoia a cabeça dele, ela fica gritando e pedindo por ajuda.


Ligação se encerra.




 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 22.06.17 15:08

– Após o For Victory –

A mulher caminha pelo Backstage eufórica e claramente cansada estava sentindo algumas dores por conta do combate ter sido difícil, mas o sorriso de felicidade não saia de seu rosto a mulher parava um pouco para tomar um ar apoiando as costas na parede e ficou ali olhando por um momento o titulo que havia conquistado passava a mal pela perna que estava a doer um pouco mas o olhar da loira era de satisfação e de trabalho feito , a loira tomou um pouco de ar e voltou a caminhar olhando para todos que a parabenizavam, a loira fez amizades com alguns funcionários enquanto estava se preparando para a luta como era normal de seu cotidiano. A loira entrou no camarim deixando a porta aberta e sentou-se na cadeira e ficou olhando para o titulo com um sorriso.

– Eu consegui! Eu não acredito que consegui! –

A mulher sussurrava para si quase chorando de felicidade ela não acreditava que conseguiu vencer, que conseguiu cumprir com a promessa que havia feito que conseguisse aproveitar a única chance que James Carter havia dado para ela. Tudo isso para ela era como se fosse um sonho ela ainda não conseguia acreditar no que estava vendo no que aconteceu ela sorria e chorava ao mesmo tempo o celular tocava e a loira não atendia não sabia se atendia ou se mandava mensagem ou se ficava ali parada olhando para o titulo sem acreditar em sua vitória. Logo alguém bate na porta de seu camarim a loira enxugar as lágrimas rapidamente e olha para a porta vendo Melissa e a câmera man.

Jojo – Oi pode entrar! Sente-se fique a vontade! –

A apresentadora entra e se senta enquanto Marjorie não esconde o sorriso de felicidade e estava com o nariz um pouco vermelho pelo choro o que denunciava a sua situação!

Melissa – Senhoras e senhores eu estou aqui com a mais nova campeã do Cursed! Marjorie Beliviery mais conhecida como Jojo! Posso chamá-la por Jojo? –

A modelo balançou a cabeça em sinal de positivo para conter o choro!

Melissa – Então Jojo! Primeiramente parabéns pela conquista! Havia muitas duvidas se você conseguiria vencer esta luta valendo o titulo! Como você se sente ao vencer a sua primeira luta em cima de um “campeão” e ainda ganhar o titulo? –

A apresentadora colocava aspas com a mão esquerda enquanto falava campeão mostrando satisfação ao ver que Jojo havia ganhado o titulo.

Jojo – Eu estou em êxtase! Estou feliz, sem acreditar ainda que conseguisse! Para mim ainda é um sonho, eu estou sem acreditar que consegui! –

Melissa – Compreendo deve ser uma felicidade enorme de ter vencido a primeira luta e ser a campeã! –

Jojo – Sim é uma felicidade que não tem tamanho indescritível a sensação de vencer seu primeiro combate e conseguir o titulo! E mostrar para todos que não sou modelo e sim uma lutadora! Eu não desapontei ninguém que confiou em mim! –

Melissa – Sentiu medo de perder para Bruno? –

Jojo – Melissa eu sou uma pessoa muito religiosa, acreditem ou não! Eu não fico falando de Deus 24 horas por dia! Por que o trabalho de ser cristã não precisa ser divulgado sempre! Eu fui confiante que iria fazer o meu melhor dentro daquele ringue para vencer! E eu só tinha uma chance ao titulo, e James foi claro ao dizer que se eu falhasse eu iria demorar muito para ter outra oportunidade, eu tive um voto de confiança eu tinha uma promessa a cumprir! Eu não podia ter medo! Eu não podia perder eu fiz o meu trabalho e o resultado dele está aqui em minhas mãos! –

Melissa – E vimos esta garra no ringue, pode ter certeza que os seus fãs estão orgulhosos de você! E é bom você falar de religião aqui temos muitas pessoas de religiões distintas como as Gardeas elas estão sendo atacadas por conta dos deuses e acredito que você também será atacada por com de seu Deus! O que tem a dizer sobre isso? –

Jojo – No mundo em que estamos Melissa precisamos ter fé em algo, em algo que nos dê forças acreditar em algo! Não é porque não vemos os Deuses que eles não existam! Eu acredito no meu Deus e elas nos delas é isso que nos da força para continuar, para acreditar em um mundo melhor. Não se deve julgar alguém pela religião! E sim pelo caráter. –

A modelo se posicionava seria e estava sendo gentil sem esconder o sorriso do rosto sem desviar o olhar em Melissa.

Melissa – Entendo o seu ponto de vista sobre este assunto! No show quando Havoc apareceu você ficou assustada largando o titulo no chão se preparando para lutar! Ficou surpreendida ao ver que Havoc foi atacar bruno ao invés de ti? –

Jojo – Eu acredito que Havoc queria o titulo novamente e eu ao pedir a chance tirei esta oportunidade dele de ter a revanche que merecia! No momento que ele entrou eu realmente achei que fosse para me atacar e ter o titulo de volta por conta das regras! Mas eu fiquei pasma ao vê-lo atacar Bruno! –

Melissa – Inclusive o Havoc deu uma piscada para você! –

A modelo ficou quieta no mesmo instante que a repórter ficando levemente corada com a situação!

Jojo – E eu percebi. –

A repórter deu um sorriso ao perceber o estado da modelo!

Melissa – Por que não ajudou o Bruno? Por que não impediu que Havoc batesse nele? Afinal você criticou Bruno por atacá-lo pelas costas ficou encantada pelo Havoc? –

Jojo – Havoc tinha suas razões para fazer aquilo! Embora eu não aprove este tipo de ataque Bruno mereceu levar uma surra! E eu não estou encantada pelo rei dos babacas! –

A modelo parou de olhar para a repórter para tomar a posição que tinha deste o inicio da entrevista antes de ser pega de surpresa pelas palavras da repórter.

Melissa – Por que Bruno mereceu? Por ter chamado de vadia? –

Jojo – Você já deu a própria resposta a sua pergunta! Acho que você entende que não se deve chamar uma mulher de vadia! Embora ele sofra de bipolaridade! –

Melissa – O que você acha desta mudança repentina dele? Por que ele mudou? –

Jojo – Eu disse que o castigo dele seria pesado por ter abandonado o Deus dele. E foi tão pesado que ele teve um surto, inventou coisas que eu não disse e ainda me ofendeu! Todo este ataque que ele sofreu foi um castigo que ele mesmo mereceu receber! –

Melissa – Acha que o titulo subiu pela cabeça? Ou que a desilusão amorosa que ele teve com Carrie Thompson foi grande demais? –

Jojo – Sim e não! Carrie nunca disse que amava ele ou nunca demonstrou isso! Ele se iludiu sozinho e isso veio a piorar a situação teve um distúrbio mental e quer descontar-nos outros, usando isso o fato de eu ser a novata para me ofender ao invés de ofender a ex-namorada! –

Melissa – Além disse vocês está apaixonada pelo Robert Druitt? Isso foi um dos pontos que ele ressaltou no ultimo vídeo dele,  sem falar da lista dos homens que você disse que iria seduzir! –

A modelo ri com a pergunta sem soltar o titulo!

Jojo – Não eu não estou apaixonada pelo Robert e por nenhum deles! Eu apenas disse que eles valem mais a pena tentar algo que o Bruno foi um exemplo, eu não ia deixar o Bruno se achar a ultima bolacha do pacote! Sem falar que ele não perde tempo também! –

Melissa – Dizem que a ultima bolacha sempre está quebrada! Sobre não perder tempo esta falando dele dizer sobre a preferência dele pela Violetty? –

Jojo – Exatamente! Mal saiu de um relacionamento e já esta partindo para uma que esta comprometida, achando que nada ia lhe acontecer? –

Melissa – Com certeza não ia ser um resultado bom! O que pretende fazer  sendo a nova campeã do Cursed? –

Jojo – Pretendo fazer um reinado equivalente ao de Havoc, ou melhor, que ele! Quero permanecer com o titulo por muito tempo e mostrar o meu valor! Só ter vencido esta luta e ganhado este titulo não é o suficiente! –

Melissa – Acha que consegue ser melhor que o Havoc? –

Jojo – Acha que esse não é o meu objetivo? Por mais que ele tenha sido gentil comigo foi o melhor campeão desta divisão! E eu quero ultrapassar ele, eu quero ser alguém que fez um reinado tão bom quanto ele. Enquanto Bruno estava passeando na praia falando as bobagens dele para tentar me atingir! Eu estava me preparando para luta para conseguir o que eu queria! Eu posso ate ter uma simpatia pelo Havoc, Mas chegar ao nível dele é a minha meta! Por mais que eu seja campeã Melissa! Eu sei que vai ser difícil e eu farei o meu melhor para fazer um bom reinado! –

Melissa – Então realmente gosta do Havoc? –

Jojo – Como o campeão que foi sim! Mas não desta maneira que você está pensando eui nem o conheço! –

Melissa – Entendo! Obrigado pela entrevista deixarei você descansar. –

A modelo agradece e volta a olhar para o titulo o colocando em cima da mesa deixando o reflexo dele ser visto no espelho enquanto a repórter sai do camarim a modelo pede licença tanto para melissa quando para a câmera e fecha a porta assim encerrando o vídeo!



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 22.06.17 17:51

Durante o FV 21

A mulher acordava assustada com um grito as vozes não paravam de falar a mulher estava emocionalmente cansada a cabeça estava doendo muito ela mal conseguia se levantar foi quando uma voz se destacou das outros falando “Jigglypuff” a bruxa se levantou segurando o título ela estava zonza a destruição estava por todos os lados o sangue havia secado no rosto dela a mulher começava a bater o corpo contra a porta várias e várias vezes enquanto chutava chegava a quebrar a porta mas não o bastante para ela sair apenas uma rachadura

Narkissa: - Irmãzinha eu já vou abrir a porta calma

Violetty: - Abre logo eu preciso sair daqui!

Ela continuava socando a porta de forma descontrolada foi quando a loira abriu e ficou em choque vendo o estado da irmã Narkissa a agarrava pelo braço e sentia os cacos de vidro o que fez soltar a irmã a loira colocava as mãos nos machucados da bruxa mostrando muita preocupação

Narkissa: - O que aconteceu? Minha amada eu vou cuidar disso vamos

Violetty: - Meu Jiggy precisa de mim

A mulher ia puxando os cacos do braço e jogando pelo chão ela arrancava um com o dente e cuspia foi quando ela viu a correria de um lado para o outro sabia que aquilo não era coisa boa os seguranças viam a bruxa solta e sabiam que ela não estava normal a mulher ia bater neles até ser puxada pela irmã e ambas saiam correndo

Narkissa: - Lutar com eles agora vai te atrasar corre atrás dele..vai vai some

Violetty jogava o titulo para a irmã e as duas começavam a correr derrubando as coisas no caminho para não a seguirem ou atrapalharem o caminho até que uma voz começou a gritar com a mulher falando várias coisas a cabeça estava doendo demais e o cansaço físico era enorme tanto pela combate quanto pelo o que ela havia feito mas isso não estava a impedindo

Violetty: - Precisamos achar ele e rápido...ele não pode ficar sozinho

A loira parava de correr e jogava o título no ombro ela apontava para onde devia ser o estacionamento

Narkissa: - Eu vou ter que estragar minhas lindas unhas nesses babacas...ok tudo bem vai ser só meu cabelo e minha roupa chique ninguém merece...estavam tendo problemas com alguma coisa perto do estacionamento tenta achar ele por lá

A loira respirava fundo e empurrava Violetty que se recusava a deixar a irmã ali a loira pegava uma caixa e jogava em Violetty xingando a irmã em russo a bruxa entendia o recado e saia correndo com dor no coração a cabeça voltava a latejar ela não estava entendendo ela olhava tudo estava um caos por ali foi quando ela ouviu a voz da Dani o coração da bruxa apertou ela voltou a correr até achar a filha adotiva com o Jiggy a mulher parava de correr e se aproximava calmamente temendo o pior ela estava ofegante foi quando ela viu ele caído com a morena

Violetty: - O que aconteceu com ele?

A mulher falava em choque até a morena se virar e ficar paralisada com o estado da bruxa

Dani: - Violetty....o que houve ele..ele...

A menina abaixava a cabeça segurando o choro a bruxa se aproximava dele colocando as mãos no rosto do homem ela podia ver os machucados dele e isso cortava o coração dela

Violetty: - Porque ele está assim eu preciso saber o que houve com ele Daniela!

A bruxa gritava com raiva encarando a morena que se encolheu um pouco ela estava em choque e bem triste

Dani: - Vocês dois precisam conversar...isso está passando dos limites

A morena apenas dizia isso a bruxa percebeu que era algo que Dani não queria falar sobre e isso intrigou a mulher

Dani: - Ele pode ter todos os defeitos do mundo Vio mas quando ele gosta de alguém é de verdade...a ponto de se machucar ele não pode admitir muito menos demonstrar isso das formas convencionais..só converse com ele

A mulher mostrava muita tristeza na voz e no olhar ela ia soltando lentamente o homem vendo que a bruxa queria ajudar a mulher com muito esforço e ajuda da morena conseguia jogar o braço dele em volta do pescoço as duas juntas iam tirar ele dali

Violetty: - Eu entendi...eu devia ter visto isso antes eu podia ter evitado..eu podia..arrg

Ela levou a mão a cabeça e quase caia mas conseguia se manter firme quando olhava para o homem ela sentia forças para o levar dali ele precisava disso precisava dela

Dani: - Vamos colocar ele ali enquanto eu vou chamar os médicos para cuidarem dele

As mulheres achavam um banco largo onde colocaram ele a bruxa sentava com a cabeça dele no colo enquanto Dani ia atrás de ajuda a bruxa alisava o rosto dele devagar sentindo o coração pesado ela estava com tanto ódio de si mesma por todas essas coisas que vinham acontecendo

Jigglypuff: - Ei....

A voz saiu fraca o homem estava bem ferrado ouviu a voz dele fez a bruxa sorrir ele esticou a mão para por no rosto dela e a mulher apenas deixou colocando a mão por cima da dele

Violetty: - O que você fez?

Ela falava baixo e em um tom triste não queria mais perder nada

Jigglypuff: - Fui apenas defender o que é meu

A mulher apertava a boca querendo não voltar a chorar ela queria que ele falasse com ela mas parecia que teria que esperar ele melhorar

Violetty: - Quando for defender....saia vivo

Ela brincava com ele que ria fraco da piada ruim da bruxa

Jigglypuff: - Eu tenho tendências suicidas

Ele sorriu ao ouvir a risada da mulher ele fechava os olhos a bruxa segurava a mão dele com ambas as mãos apertando

Violetty: - Você não pode deixar meus deuses irritados assim eles falam demais

Ela estava brincando para tentar quebrar aquele clima ruim mesmo que a voz dela saísse fraca e muito triste

Jigglypuff: - Você também deixou meu coração bem preocupado e irritado então estamos quites...o que houve?

Ele parecia fazer força para se manter ao menos acordado queria olhar para o rosto da bruxa se fosse para desmaiar de novo que fosse olhando para ela  

Violetty: - Não se preocupe com isso esse sangue é meu

Jigglypuff: - Ohh...isso ajuda muito então posso dizer o mesmo

Ao ouvir isso a bruxa sentiu as lágrimas escorrerem ela sentia que para ele nem Dani falarem devia ser algo muito sério as palavras da morena estavam ecoando na cabeça dela sobre ele gostar a mulher se via preocupada

Jigglypuff: - Não faça essa expressão eu me sinto morto..eu apenas percebi que não corro tanto quando achava

Ele parecia querer amenizar a situação foi quando a bruxa se inclinou na direção dele e o beijava colocando uma das mãos no rosto dele enquanto a outra se mantinha firme segurando a mão dele o homem retribuía ao beijo a bruxa ia parando lentamente e encostava a testa na dele o homem ia fechando os olhos lentamente e a bruxa apertava a mão dele ela se recompunha assim que a morena chegava com ajuda os médicos vinham o estado do homem que começaram a fazer várias perguntas que a bruxa não sabia responder e Dani não parecia querer falar sobre eles pegaram o lutador e colocaram numa maca para levarem ele dali

Dani: - Olhe ele vai ficar bem tenho certeza ele é feito para esse tipo de coisa

Ela não estava bem mas via sabia os surtos que a bruxa teve durante o show todo e não queria que ela piorasse

Violetty: - Isso que me preocupa..filha a culpa é minha?

Dani: - Filha?

A morena parecia surpresa mas já esperava por isso afinal a chamaram de Gardea assim que ela chegou

Dani: - Não...não é

Ela viu a bruxa se levantar rapidamente e correr na direção da maca ela ia seguindo segurando a mão do homem os médicos estavam olhando para o estado dela mas sabia que a bruxa odiava médicos e nunca deixava ser tratada apenas Narkissa podia fazer isso a bruxa passava a mão pelo rosto e cabelos do homem que estava apagado o corpo estava tenso demais a cabeça não parava ela sentia que ia cair a qualquer momento com aquelas coisas e ver ele assim apenas piorava ela entrava na ambulância com ele não iria sair do lado dele por nada a bruxa se aproximou dele e sussurrou

Violetty: - Não vou sair do seu lado nem um minuto sequer...meu Jiggy

Ela sorria e beijava a mão dele mantinha segurando enquanto voltava a posição normal estavam tentando cuidar da bruxa sem muito sucesso o foco dela era ele agora



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️


Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.11.17 5:06