Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 22.06.17 19:46

Vídeo postado no site oficial da NWR

Começa mostrando o camarim do homem ele estava sentado em uma cadeira sem camisa e com uma toalha em volta do pescoço ele parecia bem calmo e tranquilo como se estivesse se livrado de um peso enorme foi quando ele bagunçou os cabelos e fez uma expressão de horror

– To imitando o Bruno lixão hahahahaha cara trouxa achou mesmo que eu não ia fazer nada? Eu iria te mandar enfiar o titulo no cu mas você não tem mais ele não é mesmo?

Ele falava em um irônico e se espreguiçava se arrumando na cadeira

– Esse cara perdeu para uma modelo que ele humilhou ele ficou falando sobre ela cantar ele e mais um monte de merda pra depois apanhar pra ela...você Bruno Lixoson é um perdedor na sua primeira defesa tomou um puta pau pra “modelinho” sem talento como você mesmo ficou insinuando que ela era..então me fala ai como é ver que nunca vai ser Havoc Michaels? Você não é digno do titulo não é digno da divisão e não é digno de coisa nenhuma aqui não é porque somos jobbers e ruins que temos que aceitar qualquer trouxa que vem aqui falando que sabe lutar...você não sabe bipolar não sabe o que quer e ainda por cima deixou o ego te derrubar assim como acontece com muitos reis por ai que não são babacas

Ele sorria convencido arrumando os cabelos para trás a câmera focava nele e passava a língua nos lábios pensando

– Aliás agradeço parece que o King andou falando de mim pra minha Kissa que lindo brother como é saber que além de ter um reinado melhor que o seu eu sou melhor de cama que você? Espero que seja doloroso um relevante não pode perder para um jobber...não esperava então tá certinho não estamos quebrando nenhuma regra

Ele começou a dar risada e parecia um pouco incomodado o lugar fazia uns barulhos estranhos que o lutador tentava ignorar  

– Falar de mim para gerar argumentos contra ela parece que não foi muito efetivo não é mesmo? além de ser ruim no ringue é ruim falando é popota volte para o zoológico onde você apenas faz o que nasceu pra fazer ser gordo e inútil apenas serve para tirarem fotos assim como você e quando for falar dê nomes eu não gosto de indiretas sabe como é né? Homens de verdade e campeões de verdade resolvem os problemas na briga

Ele falava em um tom sério mas acabava deixando isso pra lá dando de ombros

– Dani minha querida amei nosso combate foi algo incrível e você beija muito bem uma pena eu ter que finalizar você eu espero que dá próxima a gente faça uma tag assim posso beijar sem problemas de agarrar a adversária

Ele piscou para a câmera fazendo um positivo

– Vocês querem que eu fale do Bruno né não? Mas eu nem estou de sunga para falar dele

Aparecia a imagem de Bruno usando sunguinha ficava na tela por uns minutos enquanto a risada de Havoc tomava conta do lugar

– Ai minha barriga além de feio parece um minhocuçu albino...eu não acredito que o título tava com isso

Ele apontava para o lado e a foto aparecia de novo o moreno não conseguia conter a risada toda vez que olhava ou lembrava

– Ahh ele mereceu e ainda apareceu dois manos lá pra vocês verem como ele é chato ninguém foi bater na campeã baterem no minhoca então não me julguem eu estava apenas fazendo meu papel de lixeiro e essa foi a primeira de muitas eu garanto...aliás valeu ai Jiggly pra bater nele e o outro cara que eu não conheço só sei que tem um cabelo engraçado

O homem se levantou e começou a caminhar pelo camarim

– Eu estava lá trás vendo a luta e pensei “quero bater nele” quem não quer? Ele tem uma cara de quem precisa apanhar e ele sabe que eu não arranquei o título dele antes porque eu não quis Bruno você é pior que uma barata bêbada cara fica fazendo ai suas besteiras mas não é capaz de evoluir nem que isso dependa da sua vida o que no caso vai depender porque eu ainda não acabei então sugiro que esse vídeos ai na academia sirvam pra algo sem ser você mostrar para tudo mundo que malhar faz o cérebro sumir...por sua culpa as pessoas largam academias elas desistem achando que vão virar você que elas vão lutar e lutar para no final serem inúteis e incompetentes...Jackson está no mesmo lugar que o criador dela no lixo abaixo de todos nós sua divisão sumiu mais rápido que pai de adolescente grávida

Ele mexia as mãos e encenava como se a divisão dele de Bruno tivesse explodido e ido pelos ares

– Espero que seu reinado tenha sido bom porque sua queda vai ser muito dolorosa e eu achava que do chão ninguém podia passar até conhecer você Bruno..legal brother vivendo e aprendendo e com você estou aprendendo muito sobre o tipo de pessoa que ninguém no mundo quer ser

Ele bateu palmas fingindo estar emocionado

– Pelo menos você pode dizer que é único duvido alguém falar que quer ser como você e quem for está tratando de mudar isso é um fato

O câmera falava algo e aparecia a foto de Marjorie o moreno sorriu com certa malicia mas tentava disfarçar

– A atual campeã..cuide bem da minha jobberdiviosn aliías...falou bastante esses dias inclusive da minha pessoa muitos elogios e torcida para a Dani desculpe a decepcionar mas o rei babaca é sempre o rei babaca e agora temos uma rainha babaca oficialmente parece que ela vai tentar desentupir essa privada de divisão que temos..boa sorte eu desisti assim que vi o Bruno não tem jeito de melhorar toda vez que ele luta consegue afundar a divisão com ele se a gente dependesse dele para sermos algo estaríamos lutando no banheiro..onde se encontra o talento do Bruno

Ele sorriu parecia inquieto olhando para os lados o cinegrafista mexia a câmera para os lados como se procurasse para onde o lutador tanto olhava

– Bem fico feliz que ache que eu tenho algo a oferecer eu também posso te oferecer um jantar e ai? Mas tu paga porque eu não tenho grana salário de jobber é uma merda e tu é modelo então paga a conta e saia com um babaca olha que maravilha você também é interessante muito é uma mulher bonita e não adianta negar que quer o rei babaca ao seu lado impossível não querer olhar pra minha lindeza

Ele falava sorrindo e tentava fazer um olhar sensual que não dava muito certo porque ele começava a rir não conseguia ser sério nessas coisas

– Fico feliz que tenha ganhado minha torcida sempre foi pra você e agora me deu mais motivos para zoar com a cara do Bruno ele perdeu para uma novata no debut mais inútil que isso seria se ele tivesse apanhado para três caras no final do combate...não espera...

Ele fingia pensar por uns minutos enquanto mostrava Bruno apanhando o lutador segurava o riso querendo ficar neutro sobre a situação

– Melissa consegue ser bem chatinha mas uma coisa é certa se me acha bonito dá uma chance ai anjinha podemos agitar uns ataques em cima de certos lixos...e eu acho que você pode ter um ótimo reinado nada contra todos querem ser melhor apenas eu fico aqui curtindo a vibe jobber tentando não apanhar muito nos shows tipo o Bruno...eu não te critico mas saiba que Jobberdivision vai ser sempre jobberdiviosn não tente mudar as coisas e busque ser apenas você nada haver comigo esqueça de mim não vai me ver por um bom tempo atrás desse titulo ai tenho outras coisas em mente então curta seu reinado e faça dessa divisão alguma coisa além de jogarem que está ruim aqui pra ver se aumenta a auto estima

Ele bateu as mãos uma na outra e ficava pensando no que mais podia falar o homem passava a toalha na testa secando pelos cabelos molhados

– Parabéns a MINHA súcubo que ganhou de maneira triunfante duas loiras com títulos o que poderia dar errado?

Ele dava risada estava brincando com as mulheres ele não tinha intimidade pra isso mas nunca ligou para essas coisas

– Bem agora vou nessa quero ver quem vai ser o banana que vou lutar na próxima semana falo valeu seus jobbers

Ele fazia uma despedida juntando dois dedos na testa e mexendo para frente seguido de uma piscada


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 22.06.17 20:47




– Agradecimentos, comemorações e Declarações!  –

O vídeo se inicia ao som de Sugar Rush e a imagem de Marjorie vencendo seu primeiro combate e recebendo o Titulo é mostrado logo depois um trecho de vídeo da modelo indo para a rampa para fazer sua entrada a imagem é cortada e a tela fica preta e mostra o seguinte logotipo Sweet Moments e em seguida mostrar o quarto da modelo com a mesma decoração tirando o fato que ao invés do guarda-roupa e a cama era mostrado uma mesa com um notebook ao lardo esquerdo da tela um copo com água pois a modelo falava muito e a modelo estava sentada na cadeira de frente a câmera  estava com um salto alto preto com uma saia branca justa e um pouco acima do joelho mais ou menos uns três dedos acima do joelho, uma blusa vermelha e casaco branco segurando o titulo e olhando para ele.

– Olá anjinhos! Eu estou em êxtase ate agora! –

A loira falava animada com um grande sorriso sem contar as lágrimas de tanta felicidade. Ela pegava um lenço e enxugava as lágrimas enquanto o titulo permanecia no seu colo.

– Quero agradecer a confiança que todos depositaram em mim, agradecer a todos que torceram por mim, meus fãs, muito obrigado por me apoiarem em tudo, eu não venci somente por mim, venci por vocês eu lutei para vocês o resultado de toda a minha dedicação esta aqui, no meu colo! –

A loira passava a mão no titulo orgulhosa e falava com voz de choro e não era de tristeza era de orgulho felicidade e satisfação!

– Obrigado James Carter por este voto de confiança, pela oportunidade eu vou valorizar a sua confiança, eu vou mostrar que eu sou capaz de defender este titulo, eu vou honrar está oportunidade que eu ganhei! Não vou desapontá-lo! –

A abaixou a cabeça e enxugou mais um pouco os olhos e a mesma, ficou alguns minutos em silencio olhando para o titulo pensando no que falaria. Depois de um curto tempo ela encarou a câmera e desta vez não chorava estava feliz.

– Bruno que bom que te faço rir! Espero que você esteja rindo agora da sua derrota! Alias você tem muito que rir mesmo, rir de si mesmo! –

A mulher já voltou a ficar seria estava com a expressão feliz, estava segurando o titulo com as duas mãos, sua voz era calma e doce como sempre. Ela sorria e balançava a cabeça em negação ao falar do ex-campeão!

– Se você não se importa de ser chamado de covarde então entenda uma coisa! Não é me ofendendo que você vai conseguir o que quer! Eu não te chamei de covarde para você chorar eu te chamei de covarde por que é a verdade!  –

A mulher continuava seria com a sua voz doce e gentil, calma e completamente feliz, ela não se importava se iria irritar Bruno e não queria se achar, mas era a nova campeã e tinha que se comportar como tal!

– É interessante você dizer que eu sou uma menina mimada! Eu posso ser rica eu posso ter sido mimada pelo meu pai, mas eu sempre corri atrás do que eu quero e nunca pedi para meus pais fazerem isso ou comprarem aquilo! Eu sou responsável deste os meus 14 anos de idade sobrevivendo apenas do que eu ganhava o dinheiro que eu tenho hoje foi graças ao meu trabalho do passado da qual eu não gostava! Então se eu fosse mimada eu teria vida mansa e foi algo que eu não tive. Eu não preciso inventar algo para te atingir como você está fazendo! Eu falo o que é a verdade, você é bipolar! Não sabe o que quer em por isso perdeu! –

A mulher apontava para o titulo enquanto olhava para a câmera seria. Sem perder a pose.

– Engraçado você falar que o Robert é a pior pessoal do roster, ele não tem bipolaridade e muito menos dos surtos, ele é só um psicopata, e eu não sei da onde você tirou que eu disse que gosto do Robert, eu dei exemplos de que tanto ele quanto Havoc e King são melhores que você! Quem tem problemas para entender algo aqui é você! –

A mulher apontava para a cabeça mostrando a atenção que o homem não tinha sobre que ela falava.

– Eu não vou responder a sua pergunta por funeral por que eu usei um exemplo, algo que você não entendeu eu não sei se você tem um bloqueio mental para entender as coisas, ou se seu relacionamento com sua ex abalaram o seu psicológico! Eu realmente não sei você não fala nada com nada! –

A mulher fazia uma expressão de duvidas encolhendo um pouco os ombros fazendo a pose de “não sei” voltando logo a repousar as mãos no titulo.

– Vadia? Por usar exemplos? Realmente você exagera e não tem argumentos para falar de mim! Olha para você namorou alguém que não ligava para ti, que se tivesse aqui provavelmente teria lutado contra ti e te humilhado... E depois o Robert é ruim? I King é ruim? O Havoc é ruim? Você foi enganado e provavelmente usado por uma pessoa ruim! –

A mulher se virou e pegou o copo bebendo a água e colocando o copo novamente no lugar.

– Sim tem pessoas interessantes, que não mudam de personalidade, que tem caráter, olha quando Havoc me apareceu achei que ele viria, contudo para cima de mim, e não foi isso que aconteceu. Ele foi pra cima de você, e eu deixei poderia simplesmente te ajudar por que era a única ali que podia... Mas você tem uma capacidade tão grande de atrair ódio que eu não gosto de você! E é difícil eu não gostar de alguém! –

A mulher suspirou fundo pensando no que iria falar.

– Sim Bruno fiquei incomodada por que como cristã eu tive a obrigação de lhe dar o castigo, mas parece que te vencendo não foi o castigo o suficiente planejado por Deus, Havoc apareceu o outro menino apareceu sem motivos por que eu não sei mesmo por que ele te atacou, mas deve ser por que não gosta de ti. Jiggly apareceu e TR deu uma surra muito merecida sabe? Mexer com a namorada dos outros é ruim... Espero que você tenha entendido isto! –

A mulher da uma risada abafada ao lembrar de algo e Bruno falou, ela não queria ser esnobe, não queria ser metida muito pelo contrário ela queria ser ela mesma e estava sendo.

– A partir do momento que existe notebooks celular televisão e nós assistimos a programações nos temos um analise do que assistimos, e o meu analise foi o analise que eu vi e provei! Se você fosse realmente bom me venceria, nem a sua experiência me venceu as suas ofensas me deram força! Para te vencer eu fui determinada eu consegui o que eu queria, provei ao James que essa chance não foi em vão, provei a todos que duvidaram que eu não vim para ser apenas um rostinho bonito. Nem fazer pose de que to malhando para ser forte! Vim para ser WRESTLER já disse isso e terei de repetir de novo? Vai distorcer tudo que eu lhe disser? A custa de que? Enfraquecer-me? Desculpa mas isto não vai adiantar! Eu lutei pra valer, não pra ficar ouvindo histórias de pessoas que não auto-estima. –

– E eu fico feliz que você não se importe, por que quem quer melhorar se importa com o que é dito ou finge não importar, mas no fundo se importa! –

A mulher ria enquanto falava ainda estava alegre por vencer o titulo.

– Interessante um COVARDE dizer que só tenho isso para falar, se você usa-se algo concreto talvez eu não ficasse pegando tanto nisto. Covarde é o que você é.... Eu lhe disse a causa da sua derrota, e foi o que realmente aconteceu. Sabe por que todos gostam do Havoc? Por que ele não fica se vangloriando ele se diverte diferente de você que se diz ser rei e mostrou ser patético! –

Ela ficava quieta enquanto pensava no que fazer queria mudar de assunto.

– E para encerrar este assunto chato. Como é perder para alguém que você disse castigar? Que disse que iria destruir? Eu estou inteira aqui! Por favor, espero que me responda e não distorça nada do que eu venho a falar... –

A loira deu um grande sorriso ao encerrar o assunto olhando para cima como se tivesse dizendo “GRAÇAS A DEUS NÃO PRECISO MAIS FALAR DESTE PALERMA” Lógico que a loira não iria gritar em vídeo, mas foi que deu para pensar ela não queria ser rude não queria ser nada negativo, queria comemorar.

– Falando em Havoc, novamente obrigado pela torcida espero que você tenha ficado muito feliz com o resultado, eu irei fazer o meu melhor para melhor a “jobberdivision” eu prefiro chamar de SweetDivision!  -

A mulher ficou pensativa por um tempo antes de continuar.

– Que bom que te agradei em algo, to a fim de comemorar então tudo bem! A gente vai a algum restaurante eu conheço uns maravilhosos. Você e Dani fizeram um ótimo combate mesmo torcendo para Dani você também mereceu ganhar!  –

A mulher falava rindo e estava feliz, estava se divertindo até.

– Melissa fez o trabalho dela e eu já estou “acostumada!” você quer uma chance? Quem sabe talvez depois do jantar eu pensei nisso ok? –

A mulher estava brincando, afinal não seria ruim sair com um amigo!

– Eu agradeço a torcida, agradeço os conselhos espero não desapontar ninguém. Meu objetivo aqui é crescer e espero conseguir fazer isso! –

A mulher sorria enquanto abaixava a cabeça um pouco e passava a mão no titulo.

– Bom anjinho por hoje é só! Até a próxima um grande beijo no caoração de cada um! –

A mulher dava um beijo seguido de um tchau a imagem era cortada e ia para o momento que a modelo ganhava a luta. E assim o vídeo era encerrado.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 22.06.17 21:58

Vídeo postado no site Oficia da NWR


A gravação começa mostrando uma sala escura, parecia um lugar aonde pessoas ficavam internadas por causa das macas velhas que haviam ali, a luz piscava um pouco e fazia um barulho, após alguns segundos mostrando aquela sala barulho de algo sendo empurrado é ouvido, e Narkissa aparece vestida de enfermeira, com uma rouba branca colada no corpo, feita de latex, luvas até acima do cotovelo, o cabelo preso em uma trança do lado, e a sua frente estava uma pessoa com um saco na cabeça e amarrado em uma cadeira de rodas, a Russa olhou para a câmera e sorriu.

- Temos um convidado hoje, para falar da minha maravilhosa vitória!

Ela tirou o saco da cabeça do homem, e era ninguém, ninguém menos que Robert Druitt, a mulher o olhou e sorriu enquanto ele não parecia muito feliz em estar ali, amarrado e amordaçado.

- Doutor.....Eu disse para brincarmos e olha só, eu te peguei.

A mulher alisou o rosto dele com calma o olhando.

- Será que agora você pode me examinar?

Ela se sentou no colo dele na cadeira de rodas e beijou os lábios do homem por cima da mordaça, ele se mexia irritado com a situação fazendo a loira rir.

- O que foi? Não gosta de ser a presa? Ou ficou chateado comigo? Assim eu vou ficar triste.

Ela fez uma expressão triste o olhando e fazendo um biquinho para o homem sentado ali.

- Mas indo para o "prato principal" minha bela vitória em cima do Jiggly, Lady e claro meu Rei Viking Fracassado, que tanto falou, e falou, e no fim não fez absolutamente nada!

Narkissa deu se ombros e se ajeitou no colo de Robert.

- Eu realmente esperava bem mais de você King, fiquei chateada em ver que você foi tão....Fraco, caindo em um finalizador tão rápido, realmente estava despreparado para o combate, é nisso que dar se focar em apenas um, em uma fatal four.

Ela ia abrindo devagar a blusa de Robert enquanto o olhava com um olhar malicioso.

- Cuidarei bem de você meu doutor.....

A Russa mordeu o pescoço dele de leve e depois se deitou sobre ele.

- O que mais tenho a dizer? Além de ficar contando que King não conseguiu vencer DE NOVO! E ainda quer se bancar de Rei malzão, espero que os sushis e a pescaria tenham te feito bem pois você finalmente pode perceber que sua era já acabou, que agora a nova era domina, e seu tamanho não significam mais nada, pois eu te derrotei, ok, pode falar que o pinfall não foi em você, mas mesmo é uma derrota para sua sequência meu querido Rei.

Ela falava sorrindo olhando para a câmera de forma cínica.

- Outro ponto bem divertido do combate foi também, Jigglypuff, ele falou muitas coisas em seu último vídeo, sobre mim em especifico e eu gostei do nosso combate, ele durou pouco mas foi bem divertido, você luta bem e me entreteceu não o bastante para conseguir algo em especifico, mas mesmo foi algo muito bom, e eu não esqueci da aposta, pode ter certeza que sairemos para beber, e quem sabe até fazer uma competição para saber quem bebe mais.

Robert se mexia na cadeira fazendo a Russa olhar feio, ela se levantou e ficou atrás do homem, Narkissa apertou os ombros dele de leve enquanto sorria.

- Está bem tenso doutor.....Quer uma massagem da sua enfermeira favorita?

Robert revirava os olhos, queria muito que ela o soltasse dali.

- Tudo bem, vou considerar isso um não, continuando....

Ela deu um beijo na bochecha de Robert deixando a marca de seu batom em sua pele.

- Minha antiga rival também lutou bem, foi bom nos vermos no ringue agora pelo ainda MEU titulo, como sempre pulando nas cordas e usando a agilidade para dar bons golpes, uma pena que não foi o bastante para me derrotar  e pegar o titulo de volta. A vida tem dessas coisas, agora você pode aprender mais uma lição com essa derrota.

Narkissa saiu de foco por um momento e depois voltou segurando o titulo pela ponta, ela o colocou na cintura de Robert que estava a sua frente amarrado na cadeira de rodas.

- Os Deuses me deram um desafio, depois de dar meu sangue para eles no EC eles pediram mais, eles me mandaram lutar contra 3 adversários de uma vez pela minha pequena joia.

Ela de proposito descia as mãos pelo peito de Robert o alisando até chegar no titulo em seu colo, ela passava a mão pelo cinturão e depois sorria.

- E eu consegui! Eu fui lá com a minha bunda a bati em TRÊS pessoas, três, eu provei que mereço estar aonde estou agora, e com o titulo que estou, eu provei que  mereci ter ganhado e que mereci ter retido! E ninguém pode tirar esse prazer de mim, e claro como toda vitória merece ser comemorada e os Deuses me deram minha recompensa.

Ela novamente passa a mão sobre o rosto de Robert, mas dessa vez ela vai para frente da câmera e encara a lente fazendo a imagem tremer e pular um pouco.

- O que me leva a você....

Ela se virou de costas para a câmera, seu olhar era inteiro para Robert, o homem a encarava com certa raiva enquanto ela se aproximava dele devagar.

- Doutor, você machucou minha irmãzinha, trouxe o médico dela, tentou mexer ainda mais na cabeça dela usando jogos de palavras e sua manipulação, eu realmente queria poder brincar com você, das formas mais prazerosas possíveis, mas entenda.....Ninguém machuca minha irmãzinha e sai impune disso. Eu avisei e avisei diversas vezes que também queria brincar com você, e você belo Doutor, me ignorou por completo, essas coisas machucam sabia?

Ela se sentou novamente no colo dele, dessa vez colocando as pernas em volta da cadeira para poder ficar bem pertinho dele, perto o bastante para sentir a respiração do homem.

- Odeio quando me menosprezam. Você disse para eu não ter ciúmes, e realmente não tinha ciúmes mas não gostei das suas palavras para minha irmã, e também não gostei de você ter entrado no meu quarto no hospital. Mas não fique bravo, eu quero ver seus pesadelos.....Será que pode me mostrar? Ou eles nem existem?

Ela dizia passando a mão sobre o rosto dele devagar fazendo um carinho, depois a mulher saia do colo de Robert e ia para trás dele segurando na cadeira de rodas e a empurrando, eles iam para um corredor aonde tinham vaias celas, ali era um hospital psiquiátrico velho, podia se notar por causa das paredes velhas e rachadas.

- Eu vou te levar para um lugar mais reservado....

Ela sussurrou no ouvido de Robert e depois deu uma leve mordida na orelha dele, estava provocando o homem com certeza. A imagem é cortada e quando volta, Narkissa está em uma sala de cirurgia, e na mesa estava o homem, ainda amarrado mas agora na mesa, a mulher o olhou e passou a mão pelo corpo dele, antes de subir na mesa também e se sentar na cintura de Robert.

- Como se sente sabendo que posso fazer o que quiser com você? Sabendo que posso te machucar de verdade? Que talvez eu possa te largar aqui mofando preso? Ou te fazer virar comida de ratos? É engraçado a hierarquia do poder Doutor, você é o medico, mal, sádico, psicopata de sorriso encantador, eu e a minha irmã, deveríamos ser as pacientes maltratadas, que são jogadas em suas mãos para serem usadas em seus experimentos sádicos para seu próprio prazer.....

Ela ia se deitando sobre o homem conforme falava, arranhando suavemente o peito dele, até ela tirar de um dos bolsos a pinça, instrumento usado por Robert, a mulher riu e piscou para ele.

- E agora ai está você......Preso, igual a um ratinho. Eu posso brincar, posso te machucar, posso fazer o que eu quiser! Os Deuses não gostaram dos seus joguinhos mentais sabia? Nenhum pouquinho, eles não gostaram de você trazer feridas do passado de volta a tona, não gostaram de você querer ser o médico da minha inocente irmãzinha....E agora meu premio pela minha vitória foi você. O Doutor Psicopata. Porque teve que entrar em nosso caminho? Porque teve que arrumar uma briga conosco? Uma pena.

Narkissa brincava com a pinça e a punha no pescoço dele, enquanto o olhava dentro dos olhos. Robert tentava puxar as amarras para se soltar da maca sem muito sucesso enquanto ela, a loira tirou a mordaça dele, e sorriu o olhando.

- Está melhor agora?

Robert: - Se me soltar vai ficar ainda melhor.

Ele disse a olhando com maldade a fazendo fazer uma cara pensativa sobre a situação.

Robert: - Vamos Narkissa, me solte, e eu poderei te examinar como você quer.

Narkissa: - Vai mesmo?

Robert: - Prometo, vamos brincar bastante.

Narkissa: - Sabe o que é......

A mulher se aproximou dele devagar e passou os lábios sobre os dele, e depois foi em direção do ouvido dele.

Narkissa: - Eu não acredito em você...

Sussurrou para o homem e depois saiu de perto dele que tentou se levantar a olhando, Robert era muito bom em manipulação como todo psicopata então entrar no jogo dele era perigoso, ela beijou o homem com certa intensidade e depois colocou a mordaça novamente.

- Você é lindo, mas agora vai voltar a ficar quietinho ai.

Ela disse sorrindo e depois saiu do colo do homem e pegou o titulo novamente que estava na cadeira de rodas ali no canto e o jogou no chão na frente dela.

- Aqueles que querem isso, podem vir pegar. Estarei esperando no castelo criado por King, eu continuo reinando sobre o reino do Imortal, continuo transformando aquilo em um caos total, a anarquia agora é a nova palavra que define a Intercontinental, é a lei do mais forte, chega de monarquias, é era de se divertir um pouco.

Ela colocou a mão na cabeça e a imagem ficou ruim, Eles estavam mostrando coisas para a mulher ali, ela caiu de joelhos no chão e na imagem uma sombra borrada parecia estar perto dela, com a mão em seu ombro. Narkissa se arrastou e pegou o cinturão do chão empoeirado.

- Eu sei! Não precisa me mostrar essas coisas, eu darei sempre o meu melhor, eu vou protege-la, seja de um Medico, seja de qualquer um que ameaçar a felicidade dela, afinal....Ela é minha irmãzinha......E nós sempre estaremos juntas.

A imagem voltou ao normal e a sombra havia sumido, em seguida Narkissa se levantou do chão e colocou o titulo ao lado de Robert na mesa de cirurgia, ela pegou uma seringa que estava em uma bandeja com outros mais utensílios médicos, ela deu um peteleco na seringa e espirrou um pouco de um liquido transparente, ela olhou para Robert.

- Bons pesadelos.

Ela enfiou a agulha no pescoço do homem que a encarava nenhum pouco feliz com aquilo, ela injetou tudo o que tinha na seringa enquanto ele tentava se soltar mas sem sucesso, logo os movimentos foram parando e parando, até o homem apagar, ela tinha sedado o medico e o posto para dormir. Após fazer aquilo ela olhou para a câmera  e deu um tchauzinho enquanto sorria de forma inocente e contente, a imagem treme e a gravação é cortada.


Video encerrado.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
Lord of Darkness

Mensagens : 8
Pontos : 10
Reputação : 2
Data de inscrição : 22/06/2017
Idade : 27
Localização : Veneza - Itália

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lord of Darkness em 22.06.17 22:17

Olá!

O vídeo começa com a imagem muito tremula dava para ouvir palavrões e uma irritação e inquietação, mas não dava para ver direito ate a imagem ficar nítida e ver um homem alto com o braço todo tatuado e cabelos longos encarando a câmera com cara de tédio o homem parecia estar de mal-humor O homem estava em um beco sem saída a parede preta com latas e caixotes e o homem a sua frente.

– Você não fala não! Se falar vai perder os 20 dólares que te dei para ficar meia hora tentando arrumar a qualidade da imagem e filmar esta merda! –

O homem falava com o alguém que estava filmando para ele passou a mão pelo rosto parecia pensar em algo.

– Antes de tudo esquecem, vocês não vão ouvir um OI! Vocês são apenas um bando de desocupados que assistem os outros baterem nos sacos de bancadas que dizem saber lutar! –

O homem falava tão naturalmente como se fosse u m elogio.

– Eu não queria falar nada, só queria entrar lutar, bater num filho da puta e mostrar que sou o melhor e sair por ai. Mas não tenho que falar do que não me interessa, porém... –

O homem deu um sorriso maldoso seguido de uma risada.

– Eu bem que fique com vontade de bater neste Bruno! Serio Esse cara deve ter problemas sérios na cabeça, um inútil filho da puta que pensa ser um grande campeão, perdeu para uma novata que inclusive é linda parabéns loirinha! –

O homem mandou um beijo e logo voltou a ficar serio pensando no que ia falar.

– Assistindo ao show eu vi que tem muita gente odiando este Bruno que inclusive tem um nome bosta! Pode vir falar o que quiser para mim, Bruno! Alias-me vou mudar seu nome, seu nome deveria ser Bruno de Merda não Bruno Jackson. Poxa Imagino a decepção do Michael Jackson ao ver o sobrenome dele sendo usado por uma merda como você dentro do caixão! –

O homem ria com aquilo tudo.

– Que foi o moleque? –

Menino – Era para você falar do show! –

– E eu estou falando do show? Quer apanhar? Eu te dou uma surra se você der mais uma opinião. Eu não pedi nada seu bosta! –

– Estou falando dos momentos marcantes do show, eles pediram para falar e estou falando! Estou falando que a merda Jackson perdeu para uma novata que é modelo! Bruno de Merda entenda ofender uma mulher só vai aumentar a força dela! A irá e você vai sempre perder! –

O homem colocou as mãos no bolso da calça Jean e encostou-se na parede...

– Vamos falar de algo interessante vamos deixar o Bruno de Merda de lado. Parabéns as mulheres do Roster. Marjo... Marjo... Parabéns para a Mar, para a Narkissa e violetty... Narkissa foi realmente uma deusa dentro daquele ringue! Parabéns linda... –

O homem mostrou um pouco de dificuldade ao lembrar o nome da modelo porém nem ligou muito para isso!

– Eu disse meu nome? Não? Meu nome é Christer sou da Suíça... Os merdas me chamem por Lord of darkness, os Deuses como Narkissa podem me chamar pelo nome! –

Ele deu uma piscada e começou a andar para um lado e para o outro.

– Eu não tenho o que falar a não ser da piada que foi ver Bruno de Merda perder e apanhar para três caras eu queria ter sido contratado Antes para poder sair correndo para bater nele por que o cara é um idiota! –

O homem ficava rindo enquanto falava.

– Vamos falar serio agora. Bruno você é um merda! Você humilhou a modelo e apanhou dela, sinceramente eu te admiro muito! –

O homem começou a bater palmas e olhava apara baixo.

– Te admiro por que você me fez lembrar-se de um sonho que eu tinha. E me lembrei que o meu sonho não é ser igual a você! Muito obrigado por me lembrar você não ganhou o meu respeito! –

O homem parou de bater palma tirou do bolso da calça um chiclete e colocou na boca.

– Eu ate te oferecia um chiclete Bruno, mas lembrei que merda não come! Desculpa-me só quis ser gentil mesmo. –

O homem ficou quieto pensando no que iria falar. Olhando para cima com uma expressão fechada.

– Chega de falar, falei o que tinha que falar só vou dizer uma coisa as GARDEAS são lindas! Agora moleque desliga esta merda e cuidado para não quebrar!

O homem saia da frente da câmera enquanto aos poucos a imagem desaparecia.
avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 28

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 23.06.17 2:00

Robert acordava no seu quarto de hotel, ele se lembrava vagamente de como tinha sido pegue por Narkissa, enquanto seguia a irmã dela, na verdade não ia machucar a bruxa, mas aconselha-la, de qualquer jeito a irmã tinha outros planos para mim, mas tinha que gravar um vídeo. A vinheta do programa Welcome to My Nightmare entra, dessa vez o cenário era comum ele estava em seu quarto de hotel, claro o local estava um pouco destruído e escuro, ele caminhava calmamente e sentava em uma cadeira

- Primeiro eu quero falar sobre uma formiga, na verdade não me incomodo muito com isso, mas um tal de Bruno, que inclusive perdeu seu título em sua primeira defesa contra uma estreante, diz que eu sou a pior pessoa possível, minha cara formiga, não sou a pior pessoa porque existem tipo como tu, que são pior do a insignificância de um átomo meu, sinceramente o seu momento de glória e eu está falando de você, quanto a Bruxa poucos conseguiram fazer o que eu fiz com ela, eu a perturbei tanto que até a irmã dela se meteu na briga, e quis se vingar do que eu fiz com ela, mas a vida assim, e formiga insignificante, cuidado que qualquer dia piso em você

O lutador abre um sorriso e continua

- Parabéns Violetty, você me venceu em sua casa, mais engraçado ao fim do show percebi que você perdeu mais do que ganhou, que na verdade uma parte da sua alma que foi sugada, não a minha. quando um dos seus amores que se dedicou tanto lhe abandonou sem lhe avisar, engraçado como é a vida não é minha querida Bruxa como seus deuses podem ser cruéis com você, qual será a próxima que vão aprontar com você será que seu atual amor Jiggly pode também ser um tiro no seu coração? Você tem um caminho e quando quiser um pouco de realidade pode me procurar sempre estarei a sua disposição.

Robert fazia uma referencia a Violetty

- Mas essa irmãs são muito boa, sabe Narkissa, nossa diversão foi tão curta, nem podemos conversar direito, sei que estava difícil para você resistir a mim, mas nossa conversa poderia ter sido mais amigável, trocamos muito poucas palavras, você me fez até esquecer da sua irmã com esse seu modo, sentir você um pouco inquieta na minha presença, parecia que não queria trocar olhares, como se quisesse me evitar, não sou esse monstro que você pensa, quem sabe você não se torna minha paciente em tempo integral.

Ele continuava a rir

- Vocês viram a luta que participei, aquilo ali é realidade, eu e a bruxa temos nossas diferenças, mas na hora da brutalide com certeza temos mais semelhanças do que qualquer um pensa, mesmo achando bobagem essas questão dos deuses, temos nossas diferenças, mas muito dos objetivos são p mesmo.

A vinheta do programa aparece enquanto Robert saia do posicionamento da câmera.
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 58 - NO MEIO DOS PORCOS, EXISTE UM REI SEDENTO POR VINGANÇA

Mensagem por King em 23.06.17 11:46

VÍDEO POSTADO EM NWR.COM/KING

VÍDEO PROIBIDO PARA MENORES DE 18 ANOS

Ouve-se o som de grunhidos e a tela está escura. Passados alguns segundos, surge a imagem de um curral e o irlandês está no meio dele, assobiando, sem camisa, sujo e segurando o seu martelo com o braço direito. O irlandês pega uma cadeira e senta-se no meio do curral, ao qual tem apenas três porcos bem sujos, duas leitoas e um leitão rosado. A cabeça do martelo está repleta de sangue, quando a câmera dá um zoom na imagem. O irlandês está sentado, em silencio, e de cabeça baixa ele começa a falar e percebe-se a tristeza em sua fala:

- Bem-vindos a Intercontinental Division da NWR! Isso mesmo que estão enxergando, meus súditos. Desde a minha saída, o lugar que era um reino, se transformou em lamaçal retratado no lugar em que estou neste momento. Sentado nesta cadeira, posso ver que todo meu esforço em engrandecer a NWR foi para o ralo e que uma vadia controla aquilo que tornei nobre. Sou um falso rei viking, sou um rei falador, sou tudo isso que você, puffy e Lady falaram ao longo da semana passada. Falei muito e perdi no For Victory...

King fica em silencio por alguns instantes e a câmera se aproxima do irlandês, percebendo que o mesmo está sorrindo, ele deixa seu martelo com a cabeça para baixo ao seu lado e se põe de pé. O irlandês olha para frente e diz sorridente com os braços abertos:

- Eu ainda sou Imortal! Nenhum dos três porquinhos conseguiu me impedir no For Victory e este foi o primeiro passo para a ruina de seu reino Narkissa. Acha que um golpe de merda poderia me derrotar? Eu não tinha um pingo de motivação para subir no ringue e ser campeão em um show qualquer, além de estar cercado de dois seres imundos; eu vou pegar meu cinturão no Clash of Revolution! Perdi em um PPV e vou recuperar no maior PPV desta companhia, então o King fraco que você viu, foi uma mera ilusão ao verdadeiro rei que irá enfrentar muito em breve, então pode começar a engolir tuas palavras porque vou até o fim para ter o que é meu por direito, até o fim!

King caminha na direção de um dos porcos que está repleto de sangue e encostado em uma cerca, o irlandês põe seu joelho esquerdo no chão, passa a mão direita sobre a barriga do animal e diz:

- Puffy, você é como um cão que ladra e não morde. Acha que não ouvi e li tuas palavras contra mim? Elas não possuem valor, por isso te ignoro. E bacana vê-lo no lugar que merece: Cursed Division. No dia em que transformar a divisão dos calouros em Intercontinental Division, eu te considero um lutador, do contrário é igual a este leitão falecido: fétido, despreparado e pronto para ser abatido.

O irlandês fica de pé e caminha para o outro lado do curral, onde está uma leitoa se movimentando lentamente, mas machucada em sua cabeça. King fica de pé e a olha com rejeição, sua voz demonstrada amargura:

- Lady, a porquinha heroína da Disney! Quer dizer, da NWR! Você se acha porque teve uma subida rápida em uma escada, ganhou o cinturão e ponto final, porém, tua incompetência foi proporcionou as palavras que mencionei anteriormente e na primeira defesa de título, caiu igual a esta leitoa. Não aguentou a responsabilidade, não é mesmo? Ainda acha que me derrotou? Pura hipocrisia e falácia tua, mas vou resolver isso contigo para mostrar o qual imunda você: King x Lady, depois que eu pisar no pobre do Kingsman, pode ser ou vai correr? Para deixar mais interessante, a estipulação será a seguinte: tua máscara contra meu direito de ser number one contender, acho que ficou mais interessante o que me diz? Se você vencer, no Clash of Revolution você enfrentará Narkissa Gardea e eu vou ficar assistindo, caso contrário, você me dá sua máscara e para não vir encher meu saco, achando que foi prejudicada, você escolhe a estipulação da luta. Vou provar na prática, que você nunca me derrotou e sim ganhou uma estipulação, vou aguardar teu pronunciamento, se é que terá esta coragem toda, para aceitar meu desafio.

O irlandês se afasta e vai de encontro a leitoa que está caminhando lentamente e próximo da cerca. King a segura pelas patas dianteiras e começa a arrastá-la em meio aquele lamaçal sem fim. Após alguns segundos, ele a coloca de frente a cadeira em que estava anteriormente, senta-se nela e ouve os grunhidos incessantes que o animal produz. Seu rosto demonstra raiva, tanto é que a respiração do irlandês e agoniante:

- E aqui está a atual campeã, com talento inigualável entre suas pernas, eu experimentei, ela transformou a Intercontinental Division em um curral, parabéns! (King bate palmas). A rainha dos condenados usurpou meu trono e agora governa, quer dizer, está sentada no trono se achando alguma coisa importante, mas sua relevância é aplicada fora do ringue! Pois bem, ganhou o direito de permanecer campeã até o For Victory, vantagem? Nenhuma. Você é uma caça suculenta ao qual tenho tempo o suficiente para caçar e não o contrário. Teu finalizador não me fez cócegas, só segui o script de ontem, porém, no Clash of Revolution eu darei fim a tua Era da maneira mais diabólica possível, teus deuses não estão preparados para o que irei fazer contra vossa pessoa. Acha que ter ganho ontem te coloca em um pedestal? Que nada! Fez tua obrigação, nada além disso e para ser bem sincero o único realmente interessado em te derrotar sou EU! O homem que tanto insulta, mas que no fundo de tua alma vazia, sabe que não aguenta enfrentar no MANO A MANO. Ontem haviam 2 distrações entre eu e você, muito em breve não haverá e teu reino irá sucumbir pela força dos meus braços, pernas e espírito. Robert podia ter te matado dormindo no hospital, mas ele não o quis, assim como eu não quero te castigar neste estado cauterizado em que se encontra, boneca. Vou pisar no Kingsman, depois espancar a heroína como se faz com porcos e por último, a grande leitoa será amassada por Morgan! Nossa guerra começa hoje e só terá fim, quando eu quiser!

Rapidamente King pega o martelo e acerta impiedosamente a cabeça da leitoa, tendo sangue espirrado em suas mãos e rosto. O grunhido da leitoa é insuportável, porém, se mistura a gargalhada sádica do irlandês, que larga o machado na cabeça do animal falecido, anda em direção a câmera e diz enfurecido:

- Eu vou caçar, torturar, depenar e derrotar você: Narkissa Gardea! Mesmo que seja a última coisa que faça na NWR, bem-vinda ao banho de sangue irlandês, vadia.


O fim se encerra, mostrando King retirando Morgan da cabeça da leitoa e assobiando rumo a saída do curral.

P.S.: todos os animais usados neste vídeo, foram criados para serem abatidos.
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

9

Mensagem por ★ Bé ★ em 23.06.17 15:15










 

 


Daniela parecia meio dorida do seu ultimo combate, ela estava com suas roupas habituais, ela caminhava num edifício oficial da Nwr com uma mala de viajem com rodinhas. Ela encontra o local onde se iria passar o próximo Lady Show e bate a porta. A propria Lady no estúdio abre a porta e vê nossa menina com um sorriso. Lady a cumprimenta e convida ela para entrar no local, ela realmente não estava ah espera de uma "visita" naquele momento.


     


Daniela: Olá Lady. Como estás?


Lady: Oi Dani. Que surpresa agradável. O que te trás por aqui?


Daniela olha com atenção para Lady, ela estava com uma mascara um pouco diferente da habitual. Não era um tópico muito confortável, porem elas realmente precisavam de falar.


Daniela: Bem... Arr... Talvez possamos falar sobre o Jiggly?


A espressão de Lady muda um pouco, afinal era o nome de uma lutador na qual ela definitivamente não se sentia muito livremente para falar, muito menos com a prima dele.


Lady: Sim claro... O que me quer dizer sobre ele?


Daniela: Eu vi o que aconteceu no ultimo show.


Lady: Otimo. Então sabe que eu estou completamente furiosa com ele.


Daniela: Ahhrr, eu sei mas... Mas...


Daniela apertava a sua propria cara com as mãos mostrando um ar fofo, mas também meio preocupado. Ela depois fala.


Daniela: Ahh, sabe... Não levar tão a sério as atitudes dele.


Lady: Reparou no que ele fez? Ele pegou minha mascara. A minha mascara! Você sabe o quanto isto significa para mim?


Daniela acenava com a cabeça a dizer que sim enquanto permanecia com as mãos no rosto.


Lady: É uma mascara de minha família. Uma mascara na qual eu honro todos os Luchadores. Ela é algo muito... Importante para mim.


Daniela: Eu sei, eu sei. Por isso eu peguei ela e te trouxe.


Lady: Você tem a minha mascara?


Daniela começa a remexer na mala e tira de lá a mascara original de Lady, a mascara estava meio suja porem intacta. Provavelmente por ter andado pelo chão dos backstages na noite do Fv21.


Lady: Mas... É mesmo ela. Obrigado Dani. Eu agora nem sei como te agradecer.


Daniela: Ahh, não precisa só não liga muito assim para o meu primo ele as vezes é um sem noção.


Lady: Eu agora preciso de retaliar, ele pegando nela, me tirando ela de mim. É agora um motivo de honra e dignidade.


Daniela: Ahhh... Eu sei, todos nós sabemos isso. Só que ele não entende coisas básicas e não quer saber. Ele só não é uma pessoa ruim entende?


Lady: Como não? Depois do que ele fez e de me atacar daquele jeito sem motivo? Tenho a certeza que é.


Daniela: Ele só age. Mas nem ele mesmo compreende aquilo que ele faz, ele só faz as coisas, ele é impulsivo. Faz aquilo que lhe ocorre e ele no fundo é uma boa pessoa.


Lady: Eu compreendo o facto de queres proteger ele. Mas não creio que isso seja possível. Ele deve responder pelas suas ações. Não tu.


Lady pousa a mascara perto da mesa ali perto, e depois ela volta para dar atenção na Daniela.


Daniela: Ahh, ele só não entende muito bem estas coisas, para ele essa historia da mascara é tudo zoeira, para ele não passa de uma brincadeira.


Lady: A minha mascara não é um brinquedo.


Daniela: Claro que não... Alguém viu o seu rosto ou ficou gravado nas câmaras?


Lady: Não. Eu estava deitada no chão escondendo meu rosto, e o arbitro agiu rapidamente. Mas eu continuo seriamente chateada com o sucedido, isso foi uma vergonha.


Daniela: Eu sei... Desculpa.


Daniela tinha as mãos para baixo segurando uma na outra. Ela baixava a cabeça para baixo também e olhava para o chão como se estive-se também envergonhada daquilo tudo.


Lady: Ei, não precisas de te desculpar, tu não fizes-te completamente nada. Pelo contrario, pegaste nela e me vieste devolver. Eu só tenho que te agradecer a ti.


Ela de um modo meio disfarçado vira o olhar para cima, ela mexe um pouco as mãos e fala.


Daniela: É que... Eu não queria que isso tive-se acontecido.


Lady: Está tudo bem.


Daniela: É que... Eu sou sua fã. Tal como tives-te tuas inspirações quando vieste para Nwr, Lady sempre foi uma das minhas.


A expressão de Lady muda para uma bem feliz após ter ouvido aquilo, ela e Daniela se abraçam naquele momento, que Daniela também mostra-se muito feliz enquanto aperta com sua bochecha na cara da Lady.


Daniela: Ouvi o que falas-te nos ultimos videos, não te preocupes não. Não estás sozinha nessa luta contra o mal.


No entando Dani não larga ela e começa a apertar bastante com o abraço e Lady retribui. Depois quando se largam Lady fala para ela.


Lady: Eu aprecio muito o facto de te preocupares comigo, eu nem fazia ideia que sequer gostavas de mim... Afinal, ninguém sequer demonstra isso.


Daniela: Ahhh, deixa essas coisas para lá. Eu quero ser sua amiga. Vem, vamos comer um gelado ou fazer outra coisa qualquer. Essa entrevista pode esperar.


Daniela se comportava meio como uma criança enquanto puxava Lady pela mão, para sairem um pouco daquele local.


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 23.06.17 22:03

Noite de sexta-feira / Anabell Espizona

A mulher caminhava de um lado para o outro estava em uma delegacia a mexicana falava no celular mostrando certa irritação provavelmente estava falando com a irmã ela só largava o celular quando apareceu um policial trazendo o homem que estava reclamando e falando besteiras a mulher desligava o celular e colocava as mãos na cintura

Anabell: - É esse mesmo..vai podem soltar ele

Stryker: - Você é???

Anabell: - Sério?...eu sou Anabell a nova manager o James não falou para os funcionários dele sobre isso?

Stryker: -  Se eu ouvisse o que ele fala não estaria aqui

Anabell: - É faz sentido

Stryker: - Faz?

Nem ele parecia ter visto muito sentido no que falou ele ficava olhando a mulher assinar alguns papeis enquanto soltavam as mãos dele

Stryker: - Opa valeu ai tava começando a me questionar se tinha mesmo mãos de tanto que apertam essa merda de algemas...até parece que eu ataquei um monte de seguranças e policiais agem como se eu fosse algum tipo de perigo..puff..medrosos

A mulher parava de escrever e ia puxando ele pela roupa como se o rapaz fosse algum tipo de filho dela que quebrou as regras e acabou encrencado ela ia puxando ele pela rua

Stryker: - Olha da última vez que uma mulher me saiu arrastando não acabou muito bem...pra ela é claro

Anabell: - Você devia era me agradecer por ter te tirado dali e ainda salvado seu empregado

Stryker: - Tá...tira a roupa que eu agradeço

A mulher parou de andar e dava um tapa na cabeça dele de leve como se fosse uma repreensão pelo o que ele falou

Stryker: - Ahh você gosta de agressividade entendi

Anabell: - Ai meu deus...isso não importa ao menos não agora

Stryker: - Porque? Não gosta de plateia? É uma mulher mais reservada né eu posso respeitar isso apesar que é bem mais divertido com plateia vai por mim

Anabell: - Eu devia ter te deixado preso

A mulher batia a mão na testa e antes que ele pudesse responder ela jogou ele dentro do carro e entrava com ele mandando o motorista dirigir

Stryker: - Diz ai gostosa aonde vamos?

Anabell: - Pegar suas coisas a NWR vai viajar e estamos nos programando o mais depressa possível

Stryker: - É com a idade dos lutadores é bom mesmo fazer as coisas bem rápido

Anabell: - Vamos passar onde você mora aliás

A mulher falava mexendo no celular ela só parou quando ele pegou tirando da mão dela e se jogou quase em cima da mexicana

Stryker: - Já está querendo assim conhecer meu quarto? Pegar minhas coisas é código para sexo?

Anabell: - Se fosse esse o caso eu iria falar que íamos descabelar o palhaço

Stryker: - Você pode descabelar fazer o que quiser com esse palhaço aqui contanto que a gente termine sem roupas

Ele sorriu com maldade puxando a mulher para mais perto que virou o rosto na direção dele e sorriu com maldade

Anabell: - Ahh é?

Ela ia se aproximando até estar quase beijando o homem nesse momento a mulher colocou o dedo nos lábios dele e ser afastou

Anabell: - Onde se ganha o pão não se come a carne em outras palavras não fico com homens do meu ambiente de trabalho

Stryker: - Tá então a gente pode só comer pão foda-se a carne a NWR é uma padaria mesmo tem um monte de queima rosca

A mulher não aguentou a risada quando ele falou isso ela até colocou a mão na barriga

Anabell: - Eu até posso concordar com você quando vi alguns deles

O homem pareceu gostar de ver que a mulher achou graça da piada dele

Stryker: - Se apenas de olhar par eles já pensa assim imagina ficar na ala onde eles vivem reclamando? São um bando de pau no cu eu não aguento ouvir nem a voz de alguns dá vontade de socar aqueles retardados pra ver se viram homens ao se vão dar a bunda e me deixam quieto

Anabell: - Se eles dar a bunda vai fazer eles lutarem melhor e mais felizes tenho nada contra

Stryker: - Sabe que uma mulher mexicana me faria trabalhar mais feliz?

Ele sorriu enrolando uma mecha do cabelo da mulher no dedo

Anabell: - Um homem com cabelos longo e barba e apelido de animal na minha cama também me fariam trabalhar melhor

Stryker: - Sério? Meu tio?...perdi o tesão

Ele olhava para o lado frustrado até olhar pelo vidro a mulher o encarando segurando o riso ele olhou pra ela

Stryker: - Você fez de proposito assim não vale

Anabell: - Achei que gostasse de joguinhos senhor Stryker

Ela sorria convencida e jogava os cabelos no rosto dele ficando com as pernas cruzadas

Stryker: - Então vai além de uma chata cheia de frescuras?

Anabell: - Você não me conhece

Stryker: - Eu gostaria de conhecer mais intimamente falando....vamos lá Belzinha

Ele voltou a se aproximar dela encostando a testa na cabeça da mulher sentindo o cheiro dos cabelos dela  

Anabell: - Vai sonhando

Stryker: - Vou sonhar sempre que ficar sozinho no meu quarto...ouuu podemos fazer desse sonho uma lembrança

A mulher empurrou ele suavemente e pegou o celular que estava do lado dele ela voltava a digitar até se voltar a ele

Anabell: - Vou te empurrar do carro e falar que não te achei

Stryker: - Se for cuidar de mim depois vestida de enfermeira eu aceito

Anabell: - Agora sei porque o James me falou para não vir

A mulher tentava ficar séria mas estava rindo com as investidas dele nela fazia um tempo que não recebia tanta cantada assim

Stryker: - James é um empata foda não escuta ele quer algo bom? Me escuta não sou velho nem chato não tenho um filho psicopata

Anabell: - Você até pode estar certo eu não pretendo ouvir mesmo ele por isso estou aqui mas isso não quer dizer que vai conseguir algo não sou as mulheres água com açúcar que está acostumado

A mulher voltava a olhar pra frente o trânsito estava bem chato e estava atrasando eles a mulher odiava atrasos

Stryker: - Por isso que agora estou procurando algo com mais...pimenta

Anabell: - Você deve aumentar bastante a auto estima das lutadoras

Ela ficava olhando para o celular Latrina estava falando dos shows e sobre o problema que tiveram o show estava bem “descontrolado” da última vez

Stryker: - Até que não as mulheres não vão muito lá e normalmente são um pouco agressivas não que eu ligue de levar uns tapas e até bom mas depende da hora

Ele falou aquilo de forma sugestiva a mulher entendeu o que ele quis dizer e isso a fazia sorrir ela levava a mão até o rosto não acreditando não podia ficar séria nessas condições

Anabell: - Com agressividade é sempre melhor

Ela sorriu de lado olhando pra ele da mesma forma que ele a olhava o homem gostou disso parecia estar evoluindo um pouco quando ele se aproximar mais ela parou ele

Anabell: - Mas estou a trabalho então se contenha mocinho porque não vai conseguir nada

Ele revirou os olhos e cruzou os braços se jogando na porta batendo as costas no vidro

Stryker: - Se for por causa do motorista eu apago ele e a gente brinca um pouco

Anabell: - Não tem nada haver com ele porque eu não sou o tipo que ligo pra isso mas meu trabalho é levar você daqui e é isso que farei

Stryker: - Já está levando um pequeno contra tempo não faz mal nenhum

Anabell: - Em outra ocasião quem sabe por hora se foque em arrumar suas coisas quando chegarmos temos um avião para pegar e eu não gosto de me atrasar

Ele remedava a mulher mexendo a mão e acabava suspirando pesadamente os dois iam ficar umas horas juntos devido a má movimentação e ainda teriam o voo ele sabia que teria que aturar o lado “chato” dela pelo visto e isso não era nada divertido a mexicana ficava mexendo no celular falando com James e Katrina querendo resolver tudo o que podia seria uma longa noite



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 71
Pontos : 80
Reputação : 11
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 24.06.17 3:24

Nesse momento Lady estava com Daniella, as duas se divertiam nessa tarde livre, para a luchadora era de certa forma um alivio, que alguém se importava com ela, que poderia contar com outra lutadora nesse caminho que ela havia seguido, que nos tempos livres teria alguém com quem se divertir.

Depois de algumas compras, as duas são reconhecidas por alguns fãs

- Olha ali é a Lady e a Dani

Alguns garotos e garotas se aproximam e cumprimentam as duas, pedindo autógrafos e tirando fotos

- Eu não sabia que você duas eram amigas

As duas sorriram uma para outra

- Sim, somos amigas

Fazendo um sinal de joinha praticamente juntas

- E que apesar de todos gostamos de Dani, ela parecia andar com aquele lutador que lhe atacou Lady, além do que ela já foi vista junto com as bruxas que tanto lhe fizeram sofrer

Danielle ficou meio sem palavras, mas Lady interviu

- Não podemos julgar a pessoa por acompanhar outras, sabe Daniela é uma lutadora honrada e pode ter certeza que ela já deve ter conversado com alguns de seus familiares por essas atitudes, para vocês terem uma ideia, ela conseguiu minha máscara de volta, depois que aquele pokemon em formato humano tirou de mim

Todas as crianças ficaram surpresas e começavam a elogiar Daniella

- E mesmo, que legal Daniela, parabéns

Daniela sorriu para a luchadora agradecendo silenciosamente pela atitude, sendo respondido com outro sorriso, após atender os fãs as duas se sentaram em frente uma sorveteria, as duas aproveitavam aquele momento

- Obrigado Daniela, há muito tempo não tinha uma saída como essa, sabe nunca fui de muitos amigos na minha vida, sempre fui muito ligados aos meus pais adotivo, mas e sempre bom pode contar com alguém, distrair um pouco, até uma heroina precisa de uma folga de vez em quando (risos)

Daniela ficava só observando Lady, como se fosse parte de um sonho

- Dani você está bem?

- Sim, e que fiquei meio distraída, quando ouvir uma de minhas inspirações me chamar de amiga

- Que isso Dani temos idade parecida, a diferença que estou um pouco mais de tempo aqui, e não tem para que me tratar como algo de mais, você é uma ótima pessoa e terá um grande futuro pela frente e para uma heroina ser derrotado pelo mesmo golpe duas vezes, doí um pouco em meu orgulho bobo

- Não fale assim, você sempre dar o seu máximo dentro daquele ringue, por isso os fãs nunca te abandonam

As duas se abraçam novamente

- Daniela obrigado pela saída e pelo apoio, sempre que precisar é só chamar, saiba que La heróina sempre virá ao resgate

Dani riu do modo que Lady falou

- Que isso Lady, e uma honra ser sua amiga

As duas se cumprimentam e se despedem logo depois

1 dia depois

Dessa vez ela gravaria o Lady show, antes de partir para uma nova tour

- Olá todos os fãs, a NWR está preste a fazer mais uma tour mundial, como será dessa vez, estaremos em vários cantos do mundo, espero que tenhamos uma grande tour, e que a empresa cresça ainda mais

A foto muda para o cartaz do combate do último For virory

- Tive a chance de pegar o título de novo, mas novamente sucumbir ao ataque de Narkissa, acho que esse golpe meio que virou minha Kriptonita, duas vezes derrotado pelo mesmo golpe, mas continuarei lutando, como disse algumas vezes, não importo o modo que você cai, mas como vai se levantar, quem disse que Lady show não é cultura?

Todos no estúdio deram risada e Lady continuou

- Sabe Jiglypuff sua atitude realmente me decepcionou, foi algo verdadeiramente covarde, me atacou pelas costas e ainda roubou minha máscara, você sabe a importância de uma mascara para uma luchadora? Sabe que isso é uma marca de honra? Mas sabe tem um velho ditado que diz que tem males que vem para o bém e realmente eu acredito nesse ditado, porque graças a esse incidente, conheci uma pessoa que foi muito legal comigo e ainda me devolveu a máscara

A Luchadora mostrava a máscara e um grande sorriso

- Obrigado Daniela, antes de responder algumas provocações, quero publicamente parabenizar Marjorie, você mostrou para o que veio e derrotou aquele babaca, tirando o cinturão dele e mostrando para todos que não é uma modelo, que você está aqui porque ama wrestling, eu vejo a sua paixão nos seus olhos, fico feliz que o cinturão Cursed está em boas mãos.

Ela agora mudava sua expressão

- Para finalizar King fez um desafio, e não sou de fugir de desafio, mas não tenho o porque apostar minha máscara nessa luta, então sim, eu aceito o desafio acho que poderíamos fazer uma Falls Count Anywhere match, o que você acha?

Logo apos a fala o programa se encerra
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

11

Mensagem por ★ Bé ★ em 25.06.17 0:00









 

 


-Jiggletty-


Já se passaram alguns dias após o FV21. Jiggly havia recuperado de seus ferimentos e machucados e já tinha tido alta do hospital, ele teria tido o apoio de Violetty que tem passado com ele e o visitado lá entretando, Jiggly estava a porta de um hotel ele estava sentado em cima do capo do seu carro que ainda tinha uns riscos pelo capo.


Está uma noite linda. Ela sai do local para vir ter com ele. Ele com ainda algumas ligaduras pelo corpo e marcas, estende os braços chamando ela, que sorri e corre direto para abraçar ele se que apoia sentado no Capo do carro enquanto retribui o abraço.


          


Jigglypuff: Olá. Tives-te saudades?


Violetty: Claro que tive saudades do meu Jiggy.


Quando pararam de se abraçar, ambos dão um pequeno beijo. Ele segura nas mãos dela enquanto lhe fala.


Jigglypuff: Sabes, hoje é um dia muito especial.


Violetty: Mas... Está de noite.


Jigglypuff: É... Então é uma noite muito especial.


Violetty: Porque?


Jigglypuff: Porque hoje fazes anos.


Violetty: Hoje... É?


Jigglypuff: Já passa da meia noite. Hoje é o teu aniversario.


Violetty: Mas... Como tu sabes? Eu não conto isso para ninguém, eu nem ligo para essas coisas.


Jigglypuff: Eu também procurei saber sobre ti. Acabei descobrindo. Por isso... Hey parabéns. Tenho uma surpresa para ti.


Ela ficava meio sem saber o que falar quanto ao assunto, porem se mostra bastante curiosa.


Violetty: Sério? O que é?


Jigglypuff: Se eu te conta-se... Deixaria de ser surpresa.


Violetty: Não é nenhuma cobra pois não?


Jigglypuff: Que? Mas que tipo de homem dá um bicho desses para uma mulher?


Violetty: Ahh... Deixa para lá.


Jigglypuff: Vem comigo.


Violetty: Onde vamos?


Jigglypuff: Para um lugar calmo e sem pessoas. Tu vai gostar.


Ambos entram no carro e partem em direção para um local, pelo caminho ele coloca no rádio uma musica qualquer, porem ela tira o volume e começa mostra uma expressão mais séria, enquanto ele conduzia. Ela começa a falar.


Violetty: Vai me contar o que aconteceu no ultimo show?


Ele continua a conduzir. Ele não queria falar que deu o loko e começou a correr atrás de Krauser, porem ele jamais lhe mentiria em alguma situação. Ele pensa um pouco e fala.


Jigglypuff: Apenas... Um fantasma do meu passado.


Violetty: E o "fantasma" te machucou?


Após a pergunta ele relembra do sucedido no Hall of fame, daquela briga sem sentido que Krauser puxou devido a uma má escolha de palavras de Caio (Que nunca fez boas escolhas de palavras), ele lembra de sua mãe chorando na ocasião e do quanta raiva ele sentida dele. Após isso ele lembra também do ultimo show, onde a Bruxa brigou dentro do ringue, e que não o permitiram nem intervir.


Jigglypuff: Nem imaginas o quanto.


Violetty: Ele voltará para te atormentar?


Jigglypuff: Tenho a certeza que não...


Ele para o carro perto de uma praia. Eles saiem do carro e Jiggly dá a mão a ela e ambos se sentam na areia apreciando a paisagem.





Violetty: Sempre sabes escolher lugares lindos.


Ela colocava a sua cabeça em cima do ombro dele enquanto olhava para a lua fazendo um ar pensativo.


Jigglypuff: Que se passa?


Violetty: Me conta a verdade. O que aconteceu? Eu preciso saber.


Ela levantava a cabeça do ombro e encarava o lutador.


Jigglypuff: Eu... Tentei confrontar Krauser.


Ela continuava olhando para ele, claramente não era um nome confortável de mencionar para nenhum dos dois.


Violetty: Você podia ter feito isso nos shows passados... Porque nesse? E em um parque de estacionamento?


Jigglypuff: Eu só... Perdi a cabeça quando vi ele a te magoar, tentei adentrar porem não cheguei a tempo. Bem nervoso, acabei me segurando no carro dele com tudo. O que me deixou naquele estado...


Violetty: Eu só... Não pensava que...


Jigglypuff: És importante demais para mim. És importante demais para te deixar sozinha nisto.


Violetty: Importante demais?


Ela se segurava no braço dele, enquanto continuava a o olhar nos olhos. Ele parecia de certa forma calmo e feliz ao ter ela ali com ele. Ele queria lhe contar algo, mas estava timido demais para isso.


Jigglypuff: Ahr... O que os seus deuses lhe estão a dizer?


Violetty: Eles agora estão calados. Acho que eles querem que eu ouça o que tens para me dizer.


Certamente ela já sabia do que se tratava, porem queria ouvir dele. Ela queria que ele lhe conta-se tudo, ele passa com as mãos pelo cabelo dela enquanto lhe olha também fixamente.


Jigglypuff: Eu... Arr... Eu...


Violetty: Sim?


Ele aproxima lentamente a cara dela para perto dele, ele suspira um pouco e fecha os olhos e ele fala em tom muito baixo que mal se ouve.


Jigglypuff: Eu te amo.


Ela claramente fica sem palavras. Ela tinha as suas duvidas se Jiggly fosse admitir aquilo, porem ele o fez. De um modo bem baixo e dificil, porem ele o fez. Ela sorri naquele momento e não fala nada, ele tira um pouco as mãos do rosto dela.


Jigglypuff: Deves julgar que eu sou um tontinho né?


Violetty: Sim. O meu Jiggy tontinho.


Ela se senta no colo de Jiggly entrelaçando suas pernas nele enquanto ela também coloca as mãos no rosto dele, que parecia bem feliz com tudo aquilo. E puxa a cara dele e ambos ficam ali se beijando durante algum tempo.


Ele passava com suas mãos pelo rosto dela fazendo vários "miminhos" na bruxa, enquanto ela retribuía os gestos, definitivamente não parecia a mesma que assassinou o Robert no ultimo show, até que chegou no momento que ele lhe falou.


Jigglypuff: Eu tenho um presente para ti.


Violetty: Um presente?... Para mim?


Jigglypuff: Sim.


Eles se levantavam dali da areia, e Jiggly se aproxima e abre a mala do carro, nele tira algo e dá para as mãos dela.





Jigglypuff: Para ti. Tu vai gostar.


Ela ficava meio sem reação ao receber assim uma prenda, provavelmente teve muitas poucas dadas assim de bom grado. Ela fica olhando para a caixa.


Jigglypuff: Estás a espera de que? Abre ela.


Violetty: Ok.


Ela ia desfazendo o embrulho  com as unhas e rasgando o papel. Ela depois tira a tampa da caixa e puxa a prenda para fora deixando todo o resto cair.


Violetty: É... Um bodinho!





Ela fica feliz com a prenda que receveu e abraça o seu boneco de pelúcia, especialmente com a cara. Jiggly mostra um ar de satisfação ao ver que ela realmente gostou da prenda.


Jigglypuff: Foi dificil pensar em algo que se encaixa-se no teu gosto...


Violetty: Eu adorei Jiggy.


Ela colocava o boneco dentro da porta que estava aberta, para que o pude-se abraçar uma vez mais.


Ligação se encerra.




 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 25.06.17 20:09

– Sexta – Feira 19 h 30 Min. –

A mulher estava na frente do enorme espelho em seu closet Arrumando a blusa preta e uma calça preta colada da mesma cor, a mulher estava seria a mulher pegou o seu casaco de couro preto e vestiu fechando o zíper até a metade deixando uma brecha aberta, a modelo colocou o cachecol para cobrir o decote da blusa mesmo que não fosse muito, a mulher sorriu satisfeita e sentou-ser para se calçar, após isso foi se maquiar no mesmo instante em que o celular vibra. Ela lê a mensagem respondendo em seguida deixando o aparelho de lado para terminar de se maquiar colocou um batom vermelho para chamar um pouco mais de atenção deixando as bochechas um pouco mais rosadas. Arrumou o cabelo o deixando solto e foi arrumar a bolsa pegou as suas coisas e foi para a sala um tempo depois seu celular toca e ela atende. Pegando as suas coisas e indo para a porta a fechando após sair.
A mulher saiu do prédio indo em direção a moto pegando o capacete que era lhe oferecida, o homem tirou o capacete e sorriu ao vê-la!

– Oi Havoc! Preparado para conhecer o mundo de garotas mimadas? –

A mulher tentou descontrair enquanto o cumprimentava dando um beijo em suas bochechas e colocava o capacete logo a seguir.

– Sabe que você é quem vai pagar não é? –

A mulher balançou a cabeça em sinal de positivo e subiu na moto segurando na cintura do homem, que logo ligava a moto e começava a dirigir o homem dirigia rápido e aumentava um pouco m ais a velocidade, parecia que tinha pressa em chegar ao restaurante logo. Ao chegar ao destino a mulher desceu da moto tirando o capacete e indo para o espelho da moto para arrumar o cabelo, o homem ficou a observar e a rir enquanto a mulher arrumava o cabelo.

– Qual é a graça? –

– Nenhuma, só acho engraçado você tentar arrumar algo que já está bonito! –

A mulher ficou seria e começou a caminhar em direção a entrada do restaurante juntamente do homem, a recepcionista levou os dois ate a mesa que a modelo havia reservado e se retirou a modelo pegou um cardápio e o homem outro.

– Sabe, acho que você iria gostar muito de um sanduíche! –

– Eu gosto! –

O homem sorriu após a resposta da mulher, mas antes de falar alguma coisa o garçom chega para atendê-los Marjorie pede como entrada Foie grãs e como prato principal Magret de carnad. Sobremesa um clássico Pettit Gateau. Havoc preferiu pedir a mesma coisa que a modelo pediu os dois pediram um vinho tinto seco e assim o Garçom se retirou da mesa os deixando a sós novamente.

– O que acha de irmos nos divertir depois de comer? –

– O que está sugerindo? Uma noite em algum parque de diversões? –

– Olha, essa foi uma boa idéia! Mas não acho que tenha um parque por perto! –

– Shopping’s tem playgrounds. Guitar Hero, Jogos de tiro não é um parque de diversões, mas tem um divertimento! –

– Já que não temos um parque aqui perto! –

O garçom chega com os vinhos e as taças servindo os dois logo em seguida deixando a garrafa na mesa para que ambos se servissem depois.

– Não faça essa cara, vai ser legal te derrotar no Guitar Hero! –

– Ta pensando que sou igual o Bruno lixoson? –

O homem fingiu estar bravo fazendo a mulher rir!

– Por favor, Havoc, não exagera! –

– Acha que eu vou perder para você no Guitar Hero? –

– Isso é um desafio? –

A mulher o encarou enquanto bebia um gole do vinho e o mesmo fazia a mesma coisa. Logo as entradas chegaram e a modelo agradeceu ao garçom com um sorriso.

– Por que odeia tanto o Bruno? –

– Por que ele é um merda, uma vergonha para a Jobberdivision! Por que você odeia o Bruno? –

– Eu não odeio só não gosto dele! E não gosto por que ele me tratou como uma vadia e isso não foram legais! –

– E ele não é o tipo de pessoa que nós queiramos por perto! –

– Claro ninguém quer ser contagiado pela doença que ele possui! –

– Não fale assim dele! –

– Quer que eu diga que ele é a melhor pessoa do mundo? –

– Não claro que não! Só acho que esse ódio todo pode lhe fazer mal! –

– É bonito como você demonstra a sua preocupação! –

– Da mesma forma como você deixa as coisas mais animadas quando demonstra o seu ódio! –

– Por que decidiu ser Wrestling? –

A mulher olhou para o homem enquanto comia a sua comida terminou de mastigar enquanto pensava em uma resposta.

– Por que eu vi o que eu queria ser de verdade, por que eu vi que é o que me fazia feliz a minha verdadeira vocação! E você? –

– Por que é divertido chutar alguns traseiros, também é algo que me faz bem! –

A mulher riu com a resposta do homem enquanto terminava a sua comida e tomava mais um gole do seu vinho.

– Nunca pensou em ter outra profissão? –

– Nenhuma das profissões que eu vi me chamava à atenção! Somente esta foi ai que eu me achei! –

– Eu entendo, Eu já fui atriz, sou modelo em tempo livre e Wrestler em tempo integral! Ou seja, a minha vocação é ser Wrestling. Vamos mudar de assunto? –

A mulher sorria e tentava não ser chata para não deixar o homem entediado já bastava o lugar que estava um pouco chato até para ela ela ficou pensando enquanto a sobremesa chegava e ela começava a comer, pensava em qual assunto poderia agradar o homem e deixar mais interessante.

– Gostei da moto! Ela é muito bonita! –

– Gosta de moto? Interessante! –

– Gosto não tem problema nenhum nisso! Ou você pensou que só por que eu sou rica, mimada egoísta e mesquinha não posso gostar de algo mais veloz? –

– Você é metida? –

– Claro que não! Só falei isso por que me chamaram de mimada! –

A mulher falou em tom de deboche fazendo o homem rir.

– Então qual moto você gosta? –

– Gosto da Ducati 1098! Acho-a demais! –

– Serio? Por que gosta dela? –

– Ela é uma das motos mais cobiçadas do mundo, foi lançada em 2007 e ainda é produzida, se trata de uma moto com 1099 cc. Que apresenta 157 cv de potencia e 6500 rpm e a sua máxima velocidade é de 290Km/h. Eu pesquisei e achei um Maximo só não comprei porque eu ia correr com ela e não ia dar certo! –

– Já vi que gosta de velocidade. Mas tem motos melhores que ela... –

O garçom chega perguntando se os dois desejavam mais alguma coisa, a modelo pede a conta e o homem vai buscar, enquanto isso os dois continuam a conversar e dar risadas até o garçom chegar com a conta e a modelo paga os dois se levantam e vão até a moto, a modelo coloca o capacete ao mesmo tempo em que o homem e sobe na moto seguindo ao shopping mais próximo, querendo se divertir. Um tempo depois os dois chegam ao estacionamento do Shopping e logo partem para o playground.

– Pronta para perder? –

– Não fique tão confiante assim, a última pessoa que estava muito, mas muito confiante eu o derrotei! –

– Não se esqueça que esta falando com o melhor da Jobberdivision! –

– Não se esqueça que está falando com a atual campeã do Cursed! –

Os dois caminham pelo shopping atrás do playground até achar no terceiro andar e moça pega um cartão do lugar e o carrega ambos vai para a maquina jogar Guitar Hero os dois escolhem One de Metallica e começam a tocar e se olhavam desafiando um ao outro conforme a musica ia aumentando o nível os dois iam cantando e rindo dos erros um do outro e assim sucessivamente a cada música, os dois estavam em guerra e empatados algumas pessoas estavam assistindo a guerra divertida dos dois e torcendo uns para o homem outros para a modelo, até que cansaram quando a loira ganhou na última música rindo bastante. O homem não se importou muito, pois estava divertido mas parecia que não iam para de se divertir naquele lugar!

– Parabéns você me venceu... Por pouco, mas venceu! –

– Nunca pensei que ia ralar tanto para te vencer no Guitar Hero... Vamos apostar uma corrida? –

A mulher apontou para o brinquedo que havia duas direções o homem sorriu e olhou para a mulher.

– Se eu vencer eu vou querer um beijo seu! –

A mulher deu uma tapa de leve na cara do homem com uma cara emburrada como se não tivesse gostado do que ele havia dito! Deixando o homem um pouco preocupado porém serio com aquilo, a mulher dá um sorriso maldoso olha o homem de cima a baixo como se tivesse analisando e põem a mão na cintura.

– Está bem! Mas se eu vencer o próximo jantar será você que vai pagar! –

A mulher se virou para ir à direção do homem que parecia não ter gostado muito da idéia!

– Você sabe que o nosso salário não é lá essas coisas não sabe? Eu não tenho dinheiro para pagar restaurantes chiques como o que fomos hoje! –

– Nem corremos ainda e você já está desistindo? –

O homem riu da mulher que parecia não entender no começo ate o homem rir ela lhe deu algumas tapas, pois o homem estava a brincar com ela até um grupo de garotas aparecer e reconhecer a modelo. As meninas pediram um autografo e uma foto a modelo ficou um pouco sem graça, outra garota reconheceu Havoc  e era do mesmo grupo os dois deram autógrafos e tiraram fotos, assim fazendo o grupo de fãs irem embora feliz.

– Vamos continuar a nos divertir! –

– Vamos! –

A modelo ficou sem graça e isso ficou um pouco notável por conta das perguntas que Melissa havia feito, mas logo o jogo dispersou seus pensamentos preocupantes  a  modelo ficava rindo e fingia estar furiosa quando perdia uma corrida os dois ficavam rindo sem ter a noção do tempo, a mulher olhou para Havoc pasma enquanto ele estava feliz.

– Me deve um beijo! –

– Não pense que vou lhe beijar aqui e agora! –

– Por que não? –

– Pelo simples fato que essa aposta é pessoal e eu não gosto de ficar expondo os meus atos por ai, e muito menos ter que explicar que eu beijei o meu colega de trabalho para pagar uma aposta! Vem vou ter que recarregar o cartão! –

A mulher pegou o cartão e o dinheiro para recarregar antes de irem jogar mortal kombat X, os dois começaram a jogar e se divertir o homem estava vencendo a mulher de lavada que mostrou não ser muito boa no jogo de luta. Os dois só pararam quando a mulher os avisou que ia fechar o playground, pois o Shopping já estava fechando as portas. A modelo foi olhar no relógio e ficou seria pois a mão na boca e olhou para Havoc.

– Eu combinei com uma amiga que ela iria dormir lá e eu esqueci completamente de que ela iria... Por que você não me avisou Havoc? –

O homem riu da mulher enquanto ela guardava o cartão do local e ia procurando o celular, ao achar viu as 20 ligações perdidas de Ana e ficou super preocupada.

– Ana vai me matar ela me ligou umas seis vezes e não atendi nenhuma vez. –

A mulher pegou o celular para retornar a ligação quando o homem tomou o celular e interrompeu a chamada. E olhou para ela.

– Primeiro, eu não fazia idéia que alguém iria dormir lá, e você estava se divertindo não? Qual é? Melhor eu dormir ao seu lado do que uma garota chata! –

– Mas poderia ao menos olhar as horas não é? –

– Para que? Para acabar com a diversão? Eu sou irresponsável não ligo para que horas eu vou em chegar em casa! Vamos vou te levar pra casa! –

O homem abraçou a mulher mesmo sem ela retribuir o abraço e devolveu-lhe o celular Ed ficaram a caminhar pelo shopping que estava com as lojas fechadas, o homem pediu para a modelo esperar e foi para uma fila a mulher ficou esperando e sentou-se em um banco em alguns minutos o homem chegou com dois sorvetes e deu um para a mulher.

– Obrigada! Não precisava! –

– Você pagou o jantar, pagou a nossa diversão! E eu lhe paguei um sorvete! É pouco, mas é delicioso! –

– Concordo sorvete é muito bom! Obrigada Havoc! –

A mulher se levanta e caminham com o homem os dois conversavam mais um pouco até terminar o sorvete, e chegar à moto, a mulher subiu na moto logo após colocar o capacete e segurou na cintura do homem, que ligou a moto e partiu indo á direção do apartamento da modelo, um tempo depois os dois chegam e a modelo desce da moto e o homem faz o mesmo.

– Obrigada Havoc, foi divertido! –

– Eu também me diverti muito depois do jantar! –

– Que maneira mais delicada de dizer que o jantar foi uma droga! –

– Você também achou? Achei que fui o único! –

– Para de ser besta! Bom Havoc estou cansada! Tenha uma boa noite de sono quando chegar à sua casa. –

– Não esta se esquecendo de nada? –

A mulher para de andar e se vira para o homem e caminha novamente para perto dele.

– Me esquecendo do que? –

– Da nossa aposta! Você me deve um beijo! –

A mulher franziu a sobrancelha e cruzou os braços.

– Achei que você estava brincando! Não que estava falando serio! –

– Ham... (Interrompido) –

– Isso não é certo, e não é legal! –

– Loirinha... Foi só uma aposta... (interrompido) –

– Que não vai se repetir novamente ouviu? A próxima aposta outro tipo de coisa que não envolva beijos! –

O homem concordou com a cabeça e a mulher continuou seria o olhando. Os dois se aproximaram e deram um beijo que não durou muito tempo e a loira saiu de perto.

– Ultima vez, não vai se repetir, eu não quero problemas pro meu lado! –

– Está bem loirinha, não vai ter problemas eu juro! –

– Que bom, Havoc eu quero que sejamos amigos, e eu acho que Narkissa gosta muito de você e eu não quero ser o novo alvo dela por um bom tempo, o que quer dizer que um dia eu serei o alvo dela e quando isso acontecer quero estar no nível dela! –

– Calma, só foi uma aposta não vai se repetir... –

– Desculpe-me, eu não quero problemas. Obrigado mais uma vez e boa noite. –

A mulher se vira entrando no prédio dando um oi para o porteiro e acena para Havoc que vai embora ...



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 25.06.17 23:57

Vídeo postado no site Oficial da NWR


Quando a gravação começa Narkissa estava andando em um lugar que parecia uma vila, tinham casas velhas e caindo aos pedaços, o chão era de pedras cinzas mas estavam todos sujos de lama e outros detritos parecidos, tinham algumas casas sendo queimadas, o caos estava reinando naquele lugar, pessoas se batendo, lutando por comida, tinham alguns corpos no chão que pareciam estar com alguma doença, coisas destruídas, paredes pichadas com coisas como "destruição" "anarquia" "falso Rei" "Sem esperanças" "Obedeça aos Deuses", dentre outras coisas. Haviam animais por todos os lados, ao longe um castelo podia ser visto também, ela estava na representação do que seria um reino, a Russa seguia seu caminho com o titulo em sua cintura e as mãos para trás, as pessoas se afastavam dela com pavor em seus olhos, tinham pessoas presas em gaiolas e penduradas em postes de metal, eram todos homens.


- A vadia aqui está destruindo o que era um lindo Reino, deixando pessoas serem governadas pelo medo, e punições desumanas. Seu Rei não virá salva-los minhas pequenas presas, então se joelhem perante a mim, a imagem perfeita da Anarquia, enquanto tem alguma esperança de seu Rei inútil e fraco virem tirar vocês das minhas garras....Pois isso nunca vai acontecer!

Ela falava abrindo os braços e dando risada.

- Desculpas, desculpas e mais desculpas! Para de inventar pretextos seu monte de merda, você não é capaz de me parar, você não é capaz de me derrubar, VOCÊ NÃO É CAPAZ DE NADA! Eu vou acabar com a sua imortalidade, pare de se iludir King, você não passa de um Rei caído e derrotado, então não me venha com esse papo de "sem motivação" só está assim porque sua sequência de vitórias por substituída por uma de derrotas, quantas foram mesmo? Três? Quatro? Talvez mais, e de quantas mais você vai precisar até ver que não passa de um monte de lixo inútil? Vai mesmo querer uma derrota logo no Clash?. Mera ilusão? Então querido reveja seus combates pois o Rei fraco está vindo de muito tempo atrás, e quem vai engolir as palavras aqui é você.

A mulher parou de caminhar e se virou para a câmera e depois deitou a cabeça para o lado e sorriu de forma cruel.

- Não, você perdeu em um PPV e vai perder em outro PPV é isso que vai acontecer caro King.

Narkissa mandou um beijo para a câmera e voltou a caminhar até ver um chiqueiro ali, a mulher se aproximou da cerca a abriu e entrou no lugar com muita calma, os animais se afastavam dela afinal animais podiam ver coisas que muitos humanos não podem ver.

- Você é alguém tão sem argumentos contra mim King, que precisa apelar para nossa noite juntos? HAHAHAHA Que vergonha sua, e depois ainda se diz nobre. Isso me compare com porcos, e claro os mate sem nenhum motivo aparente para isso, pois só matando porcos você vai ter algum exito em sua carreira, pois do restante só terá.....Fracassos.

Ela falava com bastante calma em sua voz.

- Você me chama de irrelevante, o engraçado disso é: Você se tornou o irrelevante, não eu. Você está ai implorando uma chance pelo titulo, você quer um combate no Clash porque sabe que sem mim você não estará nele, seu desespero por atenção é nítido em seu rosto, você acha mesmo que pode me atacar falando que eu gosto de fazer sexo? Faz-me rir, eu também posso fazer esse joguinho mas tem coisas das quais você não vai querer ouvir, e eu não me acho King, é você a quem vive me procurando, pegando as migalhas que eu deixo cair no chão, você é que não tem mais relevância nenhuma, e agora está ai, querendo bancar o bonzão e não é mais nada! Rebaixou tanto para ter minha atenção, precisando falar que meus talentos só se aplicam fora dos ringues, isso chega até ser triste.

A Russa leva uma das mãos ao rosto e finge limpar uma lagrima mas em seguida ela faz uma expressão confusa.

- Script? Está me dizendo que perdeu porque seguiu um script? Essa é boa! Mas de fato, para ter tido um reinado e ter vencido tantas combates só com script mesmo porque não conseguiria fazer sozinho, então para você é preciso ter mesmo algo para seguir, é bom saber que você é tão pau mandado assim, na verdade você sempre foi. Continue seguindo seu script e perdendo combates e culpando os outros por ser um fracassado de merda enquanto estarei aqui.

A mulher se aproximou de um dos animais e passou a mão sobre a cabeça de um deles e depois tirou o titulo da cintura e o levantou mostrando para a câmera.

- Você baseou sua vida, sua personalidade, seu estilo de combate tudo isso, e essa mero objeto, e depois que o perdeu você caiu em decadência, virou um fracasso total, uma negação, um bipolar, homem sem palavra! TUDO seu se voltava para este titulo aqui, e depois que perdeu sua coroa você não é mais um Rei, você se tornou um homem comum que tem mania de grandeza, sem um titulo você não é NADA! Você caiu na escuridão e não sabe lidar com ela, o mais peculiar é que depois que perdeu quis bancar o malzão e depois saiu e agora voltou, é King não é todo mundo que sabe ser mal, você está totalmente perdido e depois a bipolar sou eu.

Ela deu de ombros e depois jogou o titulo na lama e pisou em cima.

- Você o quer? Ele está aqui, dentro da lama que é o seu lugar agora, pode vir pegar King, como um bom menino faz, ele obedece a dona. Você diz que transformei a Inter em um curral, e você? Vai a transformar em um chiqueiro nojento e asqueroso assim como você, o quando porco quer o titulo e ele está aonde porcos ficam, na lama. Não caro King, no Clash você não vai terminar com a minha "era" no Clash eu vou terminar de destruir seu belo reino, e mostrar pra você que além de boa de cama, sou excelente no ringue.

Narkissa saiu do chiqueiro largando o titulo lá, afundado na lama. Ela voltava a andar pela rua admirando toda a destruição e caos que tinha causado no que antes era o reino de King, ela não podia deixar de sorrir.

- Tem razão, Robert podia ter me matado, mas não o fez e ele deixou óbvio o motivo de não ter o feito, e quanto a você? Porque não me matou quando teve a chance? Você apenas me deu um presente e ameaçou, palavras são apenas palavras King, ações são as fazem ter algum sentido e você não está provando suas ações, está apenas latindo pro vento enquanto EU termino de destruir seu reinado, você já tinha enterrado ele, eu apenas estou deixando você provar o quão não merece ter aquele cinturão de volta. Mas sabe o real motivo de você não ter me matado?

Ela se sentou em um escada e olhou diretamente para câmera com um olhar de superioridade.

- Você não teve culhão para o fazer, não teve coragem. E sabe porque novamente? Amor. Você se apaixonou por mim, a vadia aqui te sentir uma coisa sem ser fúria, você jogou seu orgulho fora por mim, você se mostrou dócil por mim e vejam só como acabou, me diga King qual o sentimento da rejeição? Como é saber que agora você só tem meu desprezo? Você me deseja tanto que mendiga minha atenção, eu coloquei o nobre Rei de joelhos tanto na cama quanto no ringue, me diga como é saber que nunca vai me ter novamente? Qual é a sensação de saber eu durmo com o Jobber Champion, e não com você? Quer minha atenção, eu dou ela, você quer tentar pegar o cinturão de volta na esperança de ser algo de novo?

Narkissa se aproximou da câmera e tinha um sorriso diabólico nos lábios, estava o provocando, queria o fazer sofrer e sofrer.

- Você me deu seu coração, e eu o joguei fora! Você me fez de sua Rainha e eu trai você na primeira oportunidade, eu não tenho coração para amar, o único iludido aqui é você. Você me chamou de cobra um dia, uma bela analogia para me representar, achou mesmo que eu ficaria linda e imóvel em seus ombros? Eu te sufoquei lentamente em meu abraço mortal, você nem se deu conta disso, eu devorei você como faço com qualquer outro homem comum, e foi isso que se tornou, alguém comum, sem nada de especial a me oferecer, destruído e apagado, está história King, grandes Reis estão fadados a cair! Agora chega das suas conversinhas vazias e venha me enfrentar como um homem de verdade, me mostra o Rei furioso que diz ser, e tente não dizer que sente minha falta enquanto lutamos.

Ela jogou a câmera no chão e pisou em cima a destruindo, a gravação é interrompida e quando retorna Narkissa está sentada em uma cadeira grande adornada em cima de um palaque feito de madeira, ela estava rindo enquanto olhava o sofrimento das pessoas a sua volta.

- Meu reino nunca irá sucumbir, pois para fazer isso vai ter que me matar. Eu coloquei o Rei a meus pés, e com isso ele se transformou em bobo da corte, uma hora se chama de Rei outra hora de ovelha negra, uma hora é bom outra hora é um louco sedendo por sangue, você está perdido na floresta das Bruxas, você vai servir de sacrifício para os Deuses que menospreza e blasfema, a loucura as vezes não cai bem e você é uma delas, está sem argumentos e com isso me chama de vadia, está sem rumo ou personalidade própria, está sem a única coisa que te fazia ser um Rei, sua coroa.

Após terminar de falar e mulher fica quieta e tem um semblante triste em seus olhos, ela olha para frente e depois abaixa a cabeça por alguns segundos.

- Minha alma pode ser vazia, meu coração frio, mas eu não estou perdida. Eu sei quem sou, o que desejo, e como fazer para conseguir, posso ser vadia, posso ser a puta mais adorada da NWR, mas sim sou Narkissa Gardea, não preciso de um cinturão para ser quem digo ser, não preciso ter sequência de vitórias para mostrar minha dominância, com ou sem titulo eu sempre serei uma Bruxa! Agora você.....Você depende de ter um titulo para ser quem diz ser, depende de só vencer para mostrar aos demais que é REI. Depois de tantas derrotas e fracassos você está sem nada para dizer, não tem argumentos pra falar sem ser jogar ameaças ao vento e torcer para me atingir, pois precisa que eu fale de você, seu fracasso é minha vitória, sua queda é meu reinado, suas palavras não me afetam.....Vamos King, me ofenda, me faça sentir algo....

A loira olhava para a imagem exigindo algo de King, já que ele queria enfrentar a mulher, queria a fazer ser sua rival ela seria a pior de todas, a perfeita cobra no paraíso.

- Meus Deuses estão sempre preparados para tudo, você não vai surpreende-los.Isso pise no Kingsman, porque é para isso que serve, bater em jobber, bater em pessoas que não irão revidar pois se eles revidarem você perde, igual andamos vendo seu grande progresso ultimamente, então vai bater em irrelevantes, enquanto eu vou esperar e ver quem vai entrar no MEU reino atrás do MEU titulo, se for você Armstrong que os meus Deuses saboreiem sua alma suja e nojenta enquanto eu vou me banhar em seu sangue, olha só que bom para ser, ser útil para sua Rainha novamente? Então seja grato pelo presente que dei, servo.

Ela falou com indiferença na voz, mas claro estava arrogante e com ódio em seus olhos. A imagem começou a tremer e pular de forma frenética e a mulher que estava ali sentada parecia um bicho deformado, quando a imagem volta já está de noite, as ruas estão vazias mas ainda sim há gritos pelo lugar.

- Agora os Deuses me deram uma coelha para lutar, uma linda coelhinha. Depois do que minha irmã fez eu realmente fico surpresa em ver você querendo me enfrentar Rita, ter sido surrada pela grande Bruxa não foi o bastante para você? Agora retorna e ainda vem em minha frente, os Deuses querem o que restou da sua alma coelhinha, e me mandaram vir busca-la, chegou a hora de te apagar para sempre da história. E eu vou ter o prazer de fazer isso.

Na tela aparecem imagens de coelhos sendo abatidos por lobos ou raposas, a lei natural das coisas, quando a imagem volta Narkissa não mais sentada na cadeira.

- Fuja coelha, fuja e se esconda na sua toca, pois quando eu a encontrar vou destroçar cada parte do seu corpo e devora-la com muito gosto, e entregar o que restou da sua alma para os Deuses. Já que não posso matar a copia de Rita irei me livrar da original, e quem sabe a outra saiba o que farei se caso a ver por ai, você vai servir de exemplo. Fique feliz.

A Russa sai de um beco escuro segurando uma carcaça de coelho nas mãos, ela levantava o corpo do animal para ficar a altura dos olhos e admirava o pequeno corpo do animal, ela jogava o corpo para sua cobra que estava enrolada em um canto, o réptil mostrou interesse na carcaça.

- Doutor Druitt, realmente nossa interação foi bem....Calada da sua parte não foi?

Ela segurou o riso pois foi por causa dela que ele não pode falar.

- Sim, eu realmente tive que me segurar ali com você, mas eu não se seria agradável para  você caso eu perdesse o controle de vez, eu não sei se seria prazeroso o quanto gostaria que fosse. Se você fosse o monstro que eu penso que é, com certeza eu não teria resistido ao seus charme caro Doutor, mas entre nossos pesadelos com certeza teremos outra oportunidade de conversar, ou nos veremos em nossos pesadelos mais sombrios, não acha? Poético, um psicopata e uma mulher demônio, na noite envolta por pesadelos e loucuras.

Ela dizia enquanto olhava seu animal comer o coelho morto, um suave sorriso surge nos lábios da loira quebrando sua afeição seria, ela olha para cima vendo a lua.

- Eu não gosto de esperar, não me faça ir te caçar de novo Doutor. Com certeza nos veremos novamente, mas creio que sua obsessão com a minha doce irmãzinha tem que acabar antes de eu me tornar sua paciente, apesar que eu iria preferir ser sua enfermeira do que paciente, você sabe que sou uma ótima enfermeira. Você tenta magoar minha irmã, isso é triste....Eu não posso admitir isso, uma pena, você seria perfeito para nós duas. Adeusinho Doutor, cuidado quando andar no escuro não sabemos o que pode estar na sombra te esperando.

Ao terminar de falar uma grande sombra começou a consumir a vila, apagando as luzes dos postes e das casa, o silêncio ia tomando conta do lugar aos poucos conforme a sombre negra avançava sobre o lugar. Narkissa pegou seu cobra  e se encostou em poço que tinha ali perto dela, antes da imagem ficar escura ela mandou um beijo para a câmera, após isso a loira sumiu na escuridão junto da pequena vila. Algumas risadas são ouvidas bem baixo até pararem por completo e tudo ficar quieto.


Gravação encerrada.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰
avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 26.06.17 0:15



Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia em um quarto de hospital, havia apenas a cama e os aparelhos na imagem até ela distanciar um pouco e mostar também um criado-mudo marrom.Havia um homem na cama aparentemente dormindo, este homem é Bruno Jackson.O homem está usando uma roupa normal de paciente,e está sem coberto diferente de muitos pacientes que quando estão dormindo se cobrem.O homem acorda e se ajeita na cama,seus olhos estão vermelhos,o ferimento por causa do combate anterior está bem feio,o homem fica queto por um tempo até ele dizer:

-Olá NWR Universe, tudo bem com vocês ?

O homem abre um pequeno sorriso, o homem está cabisbaixo, demostra tristeza e arrependimento.

-Este vídeo falarei apenas uma coisa, e essa coisa se chama arrependimento! Para começar quero pedir desculpas a Marjorie em primeiro lugar e quero também parabeniza-lá pela vitória Cursed Champion!

O homem está se esforçando para falar, ele parecia está no efeito de algum remédio.Lágrimas rolam do rosto do homem.

-Quero pedir seu perdão Jojo! Eu lhe julguei mal! A tratei como uma qualquer que se quer não têm sua dignidade! Você é merecedora de está nesta incrível empresa! Têm talento e competência para ser campeã!

O homem se cobre com um coberto de seda branco, depois começa a abrir e fecha os olhos repetidas vezes como se tivesse lutando para permanecer acordado.

-Marjorie lhe chamei de muitas coisas que só agora percebi que você não é pelo contrário você é muito melhor do que eu pensei que era não só no ringue como também no caráter! Te chamei de trapaceira! Idiota! Mas a pior de todas foi vadia! Você não é nada disso...Este meu erro é imperdoável!...Entretanto estou aqui tentando me reconciliar contigo!

O homem acaba dormindo por causa do remédio, a imagem é cortada e quando volta está meio embaçada mas logo fica normal, o homem está em sua posição anterior da mesma forma como estava antes.

-Você está certa em muitas coisas que disse sobre mim! Citarei uma delas: "Você é fraco psicologicamente" bom, levando em consideração tudo que já passei devo admitir que sim! Mas sou mais forte do que você imagina! Devido ao meu passado deveria ser muito mais fraco! Deveria na verdade nem está vivo a pessoa que está aqui nesta cama pagando pelo seus atos!

O homem se senta na cama colocando o travesseiro na cabeceira, o homem abre um pequeno sorriso como se tivesse envergonhado.

-Eu sou um tolo por vários motivos um deles é ter abandonado meu Deus e paguei por isso! Fui soberbo e isso me custou o Cursed Championship! Eu devo admitir não estava preparado para ser campeão como também não era digno para o ter em meu domínio! Eu o conquitei de maneira "covarde" em Havoc que se vingou de mim no último For Victory! Mas as coisas mudaram, eu neste tempo que fiquei nessa cama fiquei pensando em várias coisas e meu aprimoramento será nítido em breve! E meu psicológico foi o mais evoluído então Marjorie se prepare para defender o Cursed Championship contra mim pois eu mereço minha Rematch!

-Antes de terminar peço desculpas ao Jigglypluff por ter chamado para sair a Violetty, me perdoe e desejo felicidade no relacionamento de vocês! Então é isso galera, peço desculpas por tudo e no próximo For Victory estarei de volta nos ringues de uma maneira nova! Fiquem com Deus!

A imagem começa a ser escucer enquanto o homem acena com enorme sorriso no rosto.

Vídeo encerrado.

avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 189
Pontos : 549
Reputação : 332
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 26.06.17 4:10

Vídeo postado no site oficinal da NWR

O vídeo começava mostrando de cima a bruxa deitada numa terra escura parecia úmida a mulher estava com os braços abertas olhando a bela noite o elite estava na barriga da bruxa a câmera ia descendo devagar em movimentos giratórios uma voz feminina sussurrava palavras em outro idioma enquanto a mulher parecia vidrada no céu até a câmera parar a mulher com movimentos lentos alisava o elite

- Eu venci meus deuses venceram doutor...eu teria que ter uma alma para ela ser tirada de mim eles...sabiam o que era melhor eles precisavam tirar quem era fraco eu apenas obedeço os vozes...os barulhos...o demônio tinha que sair...por minhas mãos ou pelas dele não importa mais

Ela falava com raiva na voz mesmo a expressão sendo “opaca” a bruxa parecia anestesiada ela apertava o titulo

– Grandes conquistas precisam de grandes sacrifícios eu compreendi isso eles não gostam quando eu desobedeço..meus deuses estão bravos agora doutor infelizmente não poderei vê-lo até eles deixarem que eu brinque de novo bruxas más sofrem consequências dolorosas

Mexia os dedos como se tocasse um suave piano a mulher esticava a mão colocando em um amotado de folhas da onde ela tirou um bode de pelúcia a bruxa acariciou o animal

– Dor essa palavra sempre me agradou senti-la devorar minha alma lentamente meus deuses não são cruéis eles trabalham no escuro seus métodos não são ortodoxos eles me tiraram um e me deram outro um verdadeiro guerreiro um homem que não teme as próprias trevas  meu demônio tinha medo de si mesmo não deixava ser libertado as mentiras e desilusões eu precisava sofrer para entender no momento certo o que era necessário para ser forte eles queriam algo maior...uma parte de mim me pareceu justo...quebrada...machucada...abatida...porém abençoada e amada pelos meus deuses eles só querem meu bem não é?

Ela sorriu olhando aquele bichinho e ficava com ele em cima do título alisando cada parte a bruxa mexia a cabeça para os lados como se ouvisse alguma coisa peso e dor na voz

– Eles querem o titulo querem a dor que ele carrega o que acontece comigo não importa contanto que eles estejam felizes eu posso sofrer as consequências a bruxa nunca irá contra seus deuses ela caminhará nas trevas envolta da dor presa na agonia eterna sendo corrompida e quebrada quantas vezes forem necessário para eles terem o que precisam serei a mensageira deles a carniceira deles..todos queimaram na fúria de meus deuses o homem de chifres diz que ainda precisam de mais que todos estão fadados a destruição mas apenas eu posso fazer da auto destruição um mantra e segui-lo ao meio a estrada de sangue...que irei construir em cima de seus corpos dilacerados e infectados pela bruxa

A mulher se sentou as folhas estavam grudadas em seus cabelos ela abraçou o animal como se fosse uma garotinha perdida a folhagem fazia barulho a mulher não parecia estar sozinha ali algo corria nas sombras entre as arvores ela olhava para frente como se visse algo além da câmera

– A bruxa nunca se perde a bruxa nunca está sozinha a bruxa não pode ser abatida ela dança com o fogo ela se banha com a água que a afogam e ela constrói seu templo com as pedras que jogam nela...incapazes de me parar querem me isolar..mas...não fizeram isso antes?

Ela olhou para o lado tinha apenas a escuridão fazendo companhia para a bruxa mas ela falava com aquele manto negro

– Nunca sozinha...as vozes não param os gritos não acabam e a guerra só termina quando a bruxa ergue seu filho fazendo a lua saudar o nascimento de uma era de destruição que apenas se fortalece a cada inimigo caído a cada blasfêmia calada...ó grande deusa orai pelas almas hereges aqueles que desacreditam de sua grande força olhe por eles chore sangue em cima de seus corpos dominados a lua manchada de sangue consagrada minha vitória

A mulher levantava lentamente e apertava o titulo foi quando ela o levantou na direção da lua o vento ficou forte a imagem chiou e a lua parecia ficar vermelho sangue corvos saiam das árvores

– Gritem o nome EU QUERO OUVIR

Ela se virou olhando para trás era como se o vento falasse com ela o barulho parecia um grito uma canto de agonia a mulher prendia o título na roupa e colocava o ursinho em cima de uma pedra ela caminhava entre as árvores rodando ela dançava com a escuridão

– Falem mais alto o nome dele!

Ela gritou no meio daquela floresta escura e o vento parou ficou apenas o silêncio a mulher nem se mexia ela estava no centro da floresta ela mexeu a cabeça para os lados e começou a rir de começo a risada estava baixa mas depois começou a ficar mais alta até dominar a floresta  aquela risada psicótica e perturbadora

– O nome dele é Giverlock homenzinho irritou alguém que não devia querem que eu acabe com você querem que eu o enterre e dance na tumba sua alma não é digna de ser oferecida aos meus deuses então poderei o torturar bastante espero que goste de sentir dor se não....vai ser bem triste pra você

Ela inclinou a cabeça para o lado e mexeu os dedos abraçando o próprio corpo a mulher estava com um olhar perdido mas mesmo assim mantinha aquele sorriso cruel nos lábios

– O sacrificarei para os deuses quero o fazer sofrer bastante o máximo de tempo possível o resultado final pouco me importa meus deuses não se importam com você tão inútil tão....fraco...

A voz dela saiu fria mostrando certo nojo e desprezo ficando com uma expressão séria que sumia indo para algo infantil

– Me mandaram para acabar com você e adivinhe só? Eu estou tão animada para fazer isso jogar o que sobrou de você na lama e pisar na sua cabeça para o ver se afogar lentamente o irônico nisso tudo é que você teria que limpar o próprio sangue quando eu acabar com você..quem sabe eu não pense em algo criativo tipo o enforcar?

Ela levou a mão até o pescoço e apertou

– Ver o brilho sumir e esperança ir embora a sensação de controle que eu vou ter sobre sua vida...o julgamento da bruxa irá cair sobre você e a punição por cruzar o caminho dela é???

Ela fazia uma pergunta totalmente empolgada como se estivesse ensinando algo um grande sorriso estava estampada nos lábios da cruel bruxa

– A MORTE!

O sorriso sumia e a voz dela ecoou pela floresta a câmera ficou desfocada e chiou quando a mulher teve aquela reação ela arregalou os olhos e o sorriso voltava cheio de maldade e ódio

– Irei o queimar o massacrar farei você rezar para os meus deuses implorar pela piedade deles buscar na escuridão sua luz e quando ver que não terá escapatória vai ser tarde demais você estará sobre meu controle na minha floresta a bruxa reino soberana e apenas duas rainhas são aceitas sua vida vai ser consumida por mim eu quero o destruir dizimar cada parte do seu corpo o fazer entender seu lugar não importa o passado pra mim você é apenas uma presa inútil um verme rastejando no meu gramado podre um vermezinho repulsivo que come as sobras dos meus deuses e de tanto rastejar achou que era hora de evoluir e quis sair do jardim para explorar a floresta cansou das sobras...mas quem come migalhas só vai comer migalhas vermes não possuem pernas então fique no chão se rasteje para longe de mim fique aos pés da bruxa implore por sua vida implore por salvação e eu tentarei deixar algum rastro de vida em você

Ela fazia sinal de silêncio com o dedo e olhou em volta a mulher começou a caminhar para longe da câmera saindo da visão da mesma um corvo pousava no objeto e começava a picar quebrando a lente logo vários deles pousaram parecia que a câmera era algum bicho morto os animais começaram a picar quebrando a câmera inteira até a transmissão ser cortada


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

120º Promo

Mensagem por ★ Bé ★ em 26.06.17 9:29










 

 


Nwr/Bélindo.com


Filipe está em algo que parece ser um quarto mal iluminado. Ele está com uma grande faca de combate na mão. Ele estava em frente da parede, fazendo varios riscos na mesa. A câmara começa a se aproximar e a se focar nele enquanto ele continua a desdenhar a parede.


Ele continuava a fazer rabiscos na parede, que pareciam ser alguns padrões, não aleatórios, mas dava essa impressão. Ele para e se volta para a câmara, e depois se encosta na mesma parece, enquanto ele fica a olhar para a facar que tem na não e começa a passar com ela pela outra mão.





Filipe Bé: Armas... Perigosas, e dolorosas. Sempre me neguei a usar elas anteriormente. Porque? Afinal, elas são tão... Magnificas.


Filipe Bé: Afinal... Você também tem uma não é verdade, Maverick? Um taco... Realmente jogava Basebol com ele? Ou ele só foi mesmo feito para magoar alguém? Já magoou alguém com ele? Se não se prepare. Porque vai precisar dele e muito mais para o que se segue.


Ele afastava a faca da outra mão, ele roda com ela com a mão direita, e a segura pela ponta com o dedo polegar e o indicativo ele com um impulso a atirava ao ar, que depois de dar uma volta voltava ao lugar inicial.


Filipe Bé: Um combate I quit? Esse o combate que eles escolheram para nós? Então é isso que os meus deuses querem. Querem que eu te faça pedir por misericórdia. Eles querem te ouvir a gritar. Querem sentir todo o teu pânico e agonia. Eles querem...


Filipe Bé: Que eu te deite abaixo. Permanentemente. Porque? Porque não interessas a ninguém Maverick. Tudo o que tu és... É um fracasso. Eu não sou o mau da historia. Eu vou fazer o que é o certo a fazer. Eu te vou expulsar da minha Nwr. Eu te vou expulsar da nossa vida.


Ele fica quieto com o objecto. Ele se desencosta da parede também.


Filipe Bé: Não estás pronto para me desafiar. E nunca estarás. Porque insistir? Afinal é isso que tu queres? No fundo, queres que eu acabe contigo? Queres que eu seja o teu executor? Porque eu? Não podias me poupar trabalho e ires embora sozinho?


Filipe Bé: Afinal... Krauser sabia. Ele sabia. Alias. Ele sabe!


Bé com força movimenta seu braço para cima e atira a faca, que roda varias vezes no ar e vai contra outra parede, que fica lá presa.


Filipe Bé: Ele sabia perfeitamente que eu o iria derrotar, que eu o iria deitar abaixo. Terminar todos os seus sonhos e aspirações. Que eu o iria derrotar finalmente. Foi por isso que ele foi embora.


Filipe Bé: Porque ele não passa de um...


Ele passa com a mão pela parede rabiscada, consegue-se ver a palavra que ele escreveu na parede, ele lê a próxima palavra em tom muito baixinho.


Filipe Bé: Covarde...


Ele começa a rir, não muito alto, porem naturalmente. Ele se volta a virar para a câmara.


Filipe Bé: Eu derrotei o meu Nêmesis sem sequer precisar de tocar nele. Sem sequer ter que o antingir... Ele praticamente se derrotou sozinho. Então e tu Maverick? Também... Também tem medo? Também vai actuar como um covarde? Também vai querer fugir de mim?


Filipe Bé: Agora é tarde. O combate foi marcado... Mês que vem. Não terá escapatória. Um covarde fugiu, outro entra para tomar o seu lugar...


Filipe Bé: Para o proximo show... Nos colocaram em um combate de equipes.


Ele puxa uma cadeira e a encosta, ele se senta nela em um canto escuro, ele levantava o dedo indicativo enquanto falava.


Filipe Bé: Contra duas meninas indefesas. Tão fofinhas. Tão frágeis. Será que a gente dá conta?


Filipe Bé: Confia em mim não é Maverick? Tu confia no bodinho?


Ele começa a rir, ele de momento não parecia realmente ser uma pessoa muito confiável.


Filipe Bé: Vamos enfrentar uma oponente que não me é estranha. Lady... A "Heroína". Já temos algum histórico não é? Estamos quanto? 1-1? Sei lá. Lembrar de combates passados nunca foi o meu forte. Vitorias comuns sempre são tão insignificantes... Como derrotas comuns.


Filipe Bé: Afinal eu ganho o que em ganhar combates nestes shows lastimáveis? Completamente nada. Eu estou mais que pronto para enfrentar Lady uma vez mais. E desta vez, vai enfrentar um Bé muito mais forte que o anterior...


Ele batia com os dedos uns nos outros, tipo deste jeito.


Filipe Bé: Pois desta vez não vou pegar tão leve. Está preocupada com algo Lady? Do facto de não ter amigos é?


Filipe Bé: Pobre Lady... Tão sozinha... Tão triste... Tão forever alone... Não se preocupe, sei que o meu sobrinho te fará uma otima companhia daqui para a frente. Afinal, olhem só. Parece que Jiggly começou a gostar de si e da sua mascara não é mesmo?


Ele realmente falava de forma sarcástica. Ele para de bater com os dedos e junta as palmas das mãos.


Filipe Bé: Nossa outra oponente... Mais insignificante que a nossa Lady... Marijoe qualquer coisa... Foi mal, não quero ir lá no site verificar o nome certo... Porque sério, não admira que seja chamada só de Jojo... Com um nome tão complicado quanto esse...


Filipe Bé: Mas vamos colocar o nome aparte. Este ser fez sua debut contra Bruno Jackson. Meu antigo "amigo"... Ele se me vê assim né, fazer o que. Enfim. Não fique confiante demais pequena novata. Não derrotou Bruno porque é a melhor. Derrotou o Bruno porque ele mesmo é o pior.


Filipe Bé: Afinal o que teria acontecido se tu debuta-se contra Havoc ao invés de Bruno? Será que ainda tinha esse cinto? E estava no Main event só devido a isso?


Ele movimenta bastante as mãos como se estive-se a tremer com elas, porem de forma proposital.


Filipe Bé: Main event não é lugar para criaturas como tu. Volte para a sua divisão de Jobbers, claramente não está pronta para combater um campeão de verdade. Porque se lembre, não está combatendo um Bruno. Está a combater o campeão mundial, e o number one conteiner.


Filipe Bé: Aqui não é lugar para novatas. Volte para a merda da sua divisão. Pirralha.


Filipe Bé: E deixe os adultos lutarem. Sério, só nem aparece. Já viu se eu te faço um pin e depois tenho todos os jobbers me caindo em cima por causa de um cinturão tão... Insignificante? Inferior? Bem... Visto desse modo realmente é uma otima pessoa para os representar.


Ele separa as mãos ele se acomoda na cadeira e volta a falar.


Filipe Bé: Mas o que lhe leva a pensar... Que será um campeão tão Hardcore nessa divisão quanto... Trevor? Denner? Rita? King? Eva? Havoc?


Filipe Bé: E olha que já alguns desses nomes viraram ruins... Mas o que te leva a pensar, que pode fazer parte desses nomes que têem reinados tão grandes? Ficou comovida quando ganhou o cinto? Quando o perder também vai chorar? Volte para casa, Criança. Seu lugar não é aqui.


Ele se levanta da cadeira. Ele se aproxima da câmara, que finalmente dava para ver em condições o lutador.


Filipe Bé: E evite de perder esse pedaço de merda inutil, no qual chamam de cinto... Para mim. Que pode ter a certeza que eu vou me certificar que não o vai perder para Maverick.


Ele colocava a mão em frente da lente da câmara dando o Fade Out.


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
Lord of Darkness

Mensagens : 8
Pontos : 10
Reputação : 2
Data de inscrição : 22/06/2017
Idade : 27
Localização : Veneza - Itália

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lord of Darkness em 26.06.17 14:23

Olá!

O vídeo se inicia com a imagem ruim e tremula uma discussão era ouvida e a voz parecia ser familiar uma expressão agressora e impaciente era notada enquanto a imagem continuava ruim e mal dava para ver a pessoa que ali transparecia a imagem aos poucos era ouvida assim dava para perceber que o homem grande de cabelos cacheados estava discutindo com a pessoa que filmava. O homem estava com os cabelos soltos molhados como de costume e a expressão fechada, e braços cruzados. O rapaz então afirmou que a imagem estava boa e o homem deu um sorrisinho.

– Olá NWR Universe, tudo bem com vocês? –

O homem falou com voz mansa e um pouco ameaçadora, nada confiável era como se ele estivesse fingindo ser alguém. Certamente Bruno pela forma que iniciou o vídeo só que com mais agressividade.

– Vou começar o vídeo pedindo desculpas ao Bruno Jackson por ter ofendido tanto ele. Sendo que ele não é nada disso... –

O homem sorriu e depois deu uma risada abaixando a cabeça e olhando para os lados do beco sem saída. Apoiou-se com a mão na parede preta e com alguns lodos por conta das chuvas que levava e homem se vira novamente para a câmera e abre os braços com uma expressão totalmente violenta.

– Esqueça eu nunca vou pedir desculpas. Não para um pedaço de merda que tem bipolaridade... Olha o último vídeo dele pedindo perdão para a loira bonitona! Oh se sentiu inferior não é? É uma pena, mas uma pena tão grande você não lutar comigo! Sabe por que eu pego no seu pé? Você é o tipo de pessoa que tem aquela cara que está dizendo: BATA-ME POR FAVOR, EU SOU UM SACO DE PANCADAS! –

O homem arregalava os olhos e fazia algumas expressões agressivas conforme falava em relação a Bruno da qual não foi com a cara e também por gostar de pegar no pé de pessoas que ele acha ser inferior a ele, o homem o homem estava serio como sempre e isso era normal no seu cotidiano.

– Agora banca uma de menino arrependido, mas isso não é algo da minha conta e sim da loira bonitona! Chega de falar do Bruno de Merda por que essa doença dele contagia! –

O homem passou a mão pelo rosto e ficou pensativo, o homem andava de um lado para o outro pensando no que iria falar pegou o celular para ver a mensagem que havia visto e o homem estralou os dedos de sua mão esquerda fazendo uma expressão satisfeita por ter se lembrado de algo.

– Agora vamos à razão real do vídeo, o meu primeiro combate vai ser contra o Kevin Johnson eu nem sei quem esse cara é, só sei que EU vou vencer ele e EU vou surrar ele. Simples assim por tanto que ele não seja mais um saco de pancadas que tenha na testa tatuada: EU SOU UM SACO DE PANCADAS! O combate vai ser divertido. –

O homem permanecia serio e ao mesmo tempo agressivo todas as suas ações era um pouco agressivas o homem não aparentava estar com paciência. Muito pelo contrário estava impaciente ele não para quieto tinha que estar andando de um lado para o outro enquanto falava fazia gestos ele estava inquieto.

– Por que se for mais um saco de pancada como o merda que foi citado logo mais cedo, vai ser muito decepcionante e ninguém gosta de me ver estando de mal humor. Então Kevin faça um combate digno por que eu quero desafios, e você não perece ser um cara que é um desafio. –

– Então é isso... Tchau, Adeus sumam vão a merda todos vocês... –

O homem vai embora enquanto a imagem vai escurecendo assim encerrando o vídeo.
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 111
Pontos : 119
Reputação : 10
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 26.06.17 16:55

– Perdoar? Como se fosse fácil assim... –

O vídeo se inicia ao som de Sugar Rush como de costume a introdução é feita por fotos e seções da modelo tirando fotos e era cortada para o quarto da loira com ela cantando e voltava para as seções até a tela ficar preta e aos poucos ficar transparente e começa mostrando o quarto da modelo a mesa do notebook, o cinturão no colo da modelo e a modelo cantando até a música cessar, a modelo dá um grande sorriso e faz um coração com a mão!

– Oieeeeeeeeeeeeeeee! Anjinhos como vão? –

A mulher falava com empolgação até fazer uma expressão seria ela olhou para o titulo, e voltou a olhar para a câmera balançando a cabeça em sinal de negação, como se tivesse respondendo a alguma pergunta feita para ela, ela estava seria, seria e parecia estar triste.

– Arrependimentos, perdões... Não seria mais fácil assumir todos os erros deste o inicio? Ouvir verdades dói não é? Dói tanto, mas tanto que precisa ofender humilhar, ser rude, cruel, o poder subiu a cabeça esqueceu-se de Deus, esqueceu do valor da conquista! –

A mulher estava em negação com aquilo e certamente era para Bruno, era para ele que ela falava tudo aquilo.

– Em meio tantas verdades, você se achou no direito de dizer que eu ia te seduzir para vencer, ok certo você achou que eu ia te seduzir só por ser modelo iria fazer algo que fosse mais fácil? E agora vêm me pedir desculpas? –

A mulher mostrava um pouco de magoa ao mesmo tempo forte e estava sendo dura, ela não iria perdoar isto já estava na cara, estava escrito nos seus olhos ela olhava para cima e depois para os lados, e suspirava ela ia falar algo, mas desistiu, preferiu pensar mais um pouco para não falar algo errado. Ela não queria magoar e muito menos ser grosseira.

– Você diz que se arrependeu, mas falar é fácil... Eu quero ver as suas ações isso vai provar se você se arrependeu mesmo ou não! Falar é fácil Bruno difícil é provar! Você como cristão deveria saber que vivemos em aprovações todos os dias. Passamos por tentações e tudo aquilo que conquistamos devemos ser gratos por conseguir conquistar! Você abandonou o teu Deus por que o caminho oposto é mais fácil só que não é! O castigo vem sempre vem... –

Ela estava imóvel não pegava papel nenhum, não desviava o olhar estava seria a sua expressão não mudava era como se ela estivesse o julgando sem querer, estava pensativa.

– Acha que é fácil? Você age feito um idiota e acha que fácil? Assim? Pedir perdão sem provar nada! Suas lágrimas não comprovam o seu arrependimento... As suas atitudes sim! Isso não vai mudar... –

A mulher abaixava a cabeça e logo depois a levantava estava indignada.

– Olha você precisa se decidir for uma pessoa boa ou ruim. Essa sua bipolaridade não ajuda em nada. O perdão não é algo fácil de se ter, tem que ser trabalhado... Trabalhado aqui dentro! –

A mulher apontava para o próprio coração sem desviar o olhar até fechar um pouco os olhos e continuar a pensar.

– O seu perdão não vai mudar os fatos... O seu perdão não vai me fazer gostar de você! O seu perdão não vai me fazer ser sua amiga –

– O fato é que você pode estar fingindo, para que eu abaixe a guarda contigo para me atacar pelas costas. Desculpa Bruno eu não posso confiar em você! Não desta maneira... Não com tudo o que você falou! –

A mulher negava com a cabeça e isso era nítido ela estava sendo sincera e era difícil perdoar, ou acreditar no arrependimento do ex-campeão!

– Ok você assumiu seus erros, disse que eu sou melhor que você, mas isso não muda as coisas... Não vai me fazer gostar de você a menos que prove a sua mudança! Eu vivo provando a mim mesma e a todos do que eu sou capaz, você precisa se encontrar, não vai ser meu amigo enquanto não provar que mudou. Muito pior fazer gostar de você! Eu não posso te perdoar, não agora, não neste momento! –

A mulher deu um sorriso tímido.

– Quer revanche? Tudo bem você merece a sua revanche. Mas saiba que eu não vou facilitar para você! Eu vou defender este titulo...

A mulher suspirou e deu um sorriso como se tivesse mudando de assunto.

– Vamos falar do meu próximo combate, o atual campeão mundial se dirigiu a mim e a minha parceira de momento a Lady! Então ele merece uma resposta a altura. –

A mulher mudou a expressão seria e ficou mais animada, mesmo tendo ouvido palavras duras ela estava feliz.

– É palavras duras do campeão dirigidas a mim, eu ate entendo eu sou nova eu não tenho tanta experiência quanto você Bé, mas eu nasci para ser Wrestler eu vou crescer. Eu sei que eu vou... Se me colocaram para enfrentá-lo ao lado de Lady é por que sabem o meu valor. –

A mulher continuava a sorrir.

– Não se preocupe em questão ao meu nome, eu sei que é difícil de ser decorado, Eu não sei qual é o problema deste Bruno da quais todos decidiram odiá-lo! Eu não vou mentir eu estou confiante, mas não aquela confiante que vai vencer tudo, eu sei com quem eu vou lutar contra quem eu vou lutar! Eu não burra então me trate como uma oponente não como uma criança. –

A mulher era firme cruzou as pernas e estralou os ombros fazendo movimentos circulares com o mesmo.

– Se meu Debut fosse contra o Havoc, o desafio seria maior, me desculpe não consigo mentir. E nem tem o porquê de mentir se o próprio Bruno assumiu não ser digno de ser campeão! E você está com um ego enorme diferente, não é mais aquele que todos adoravam... Difícil aceitar tais mudanças de comportamento. –

– Quer que eu desista? Eu lutei muito para conquistar este titulo e a ultima pessoa que mandou desistir perdeu! Pode não acontecer o mesmo que você, eu sei que a diferença é enorme a sua experiência é grande mais isso não significa que eu vou fraquejar diante de você e do Devon. –

– Eu sei quem são os meus oponentes e mesmo que não acredite é uma honra lutar contra vocês. Eu não vou fraquejar me colocaram no Main Event por algum motivo e eu não irei decepcionar. Por mais que eu perca eu não vou fraquejar. –

– Você esta falando isso mas não confia no seu parceiro, o que adianta lutar contra mim e contra Lady se nem confia no próprio parceiro? Posso estar enganada, mas é isso que seus olhos dizem. –

A mulher gesticulava tomava um pouco de água e fica pensativa.

– Quer saber o porquê eu penso que posso ser uma das melhores campeãs desta divisão? Por que eu sei que sou capaz de ser uma! Eu sei que posso superar eles, eu simplesmente sei que tenho capacidade para isso e tenho fé que eu chegarei aonde eu quero chegar! Eu não vou mentir... –

– Estou preocupada, sim quem não estaria ao saber que vai lutar contra o grande campeão e o contender number one não vai ser tarefa fácil! Ainda mais tendo que defender o titulo! –

A mulher mostrava preocupação e confiança mesmo preocupada, mas não estava com medo estava se preparando e ansiosa, feliz e capacitada.

– Eu sou capaz de lutar contra você Bé, contra o Devon ao lado da Lady, o meu lugar Bé é exatamente este. O meu lugar é a NWR! E eu vou dar tudo de mim neste combate. Pode acreditar!  -

– Agora Lady, não se preocupe se você tem poucos amigos, ou se não tem nenhum isso não importa! Você não esta sozinha eu estou do seu lado. Às vezes poucos amigos que temos já são muitos e verdadeiros. Mais vale um amigo do seu lado do que milhares de amigos fingindo serem amigos de verdade! Conto com você e sei que vai dar o seu melhor e juntas vamos vencer acredito eu, Bé e Devon! Assim se o senhor meu Deus desejar!  Obrigado pelos parabéns e vamos arrasar neste combate. –

– E Bé... Eu não vou perder o meu título... Vou dar o meu melhor neste combate! –

A modelo dava um tchau para a câmera enquanto o vídeo era encerrado aos poucos ao som de Sugar Rush...



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

10

Mensagem por ★ Bé ★ em 26.06.17 22:29










 

 


---Daniela---


Daniela estava em uma academia da Nwr. Após o seu combate contra Havoc, ela decidiu treinar mais ainda e se dedicar ainda mais. Para melhorar e fazer melhor proxima vez. (Como todos vocês devem fazer após uma derrota, desgraçados) Ela estava pronta para treinar no local, quando avista ao longe, treinando sozinha afastada de todos os outros, Violetty.


Dani sabia que ela gostava de treinar afastada das outras pessoas, porem lhe preferiu fazer companhia. Violetty estava a fazer algumas flexões, foi quando Daniela se aproximou e se colocou ao lado fazendo o mesmo tipo de exercício.


          


Daniela: Oláá!


A bruxa para um pouco e olha para o lado. Ela ao ver a Dani, se senta no chão enquanto ela faz o mesmo. Dani mostra um sorriso para ela enquanto mostrava uma expressão meio neutra..


Violetty: Daniela... Olá. Eu não esperava te ver por aqui.


Daniela: Eu vim treinar. Para ficar mais forte ainda.


Violetty: Isso é bom. Não podes desistir, e tenho a certeza que vais vencer no proximo show.


Daniela: Talvez seus deuses possam dar me uma ajudinha hein?


Daniela tocava algumas vezes com o dedo indicativo no braço da bruxa.


Violetty: Meus deuses sempre ajudam quem acredita neles.


Daniela: Que bom. Eu estou muito confiante para o meu proximo combate.


Violetty: Eu fico muito feliz por ti minha filhinha.


Daniela: Mas afinal... Porque me chama isso? Devemos ter a mesma idade.


Violetty: Não irias compreender...


Dani sorria, claro que tinha algo a ver com os deuses, ela só abraçava a Bruxa que retribuia o seu abraço, Dani deu um beijinho no rosto dela e depois se voltou a afastar.


Daniela: E que tal treinarmos então um pouco juntas, mamã?


Violetty mostrava um pequeno sorriso e acenava que "sim" com a cabeça. Ambas se levantavam e treinaram as duas durante algum tempo. Daniela parecia bem cansada com os treinos e dificilmente conseguia acompanhar a Bruxa, porem ela era determinada e sempre seguia dando o seu melhor, quando fizeram uma pausa Dani falava para ela.


Daniela: Tem falado com o Jiggly?


Violetty: Eu estive com ele ontem.


Daniela: Oba, sério? Me conta, me conta, me conta.


Dani puxava ela com as mãos para o pé de um banco, parecia bem descontraída, ela realmente nunca via maldade nenhuma nas pessoas, sempre com o seu ar inocente, e tratava Violetty como se fosse uma amiga normal como qualquer outra.


Violetty: Bem... Ele me veio visitar. Me levou a um lugar bem bonito...


Vio não parecia bem ah vontade falando sobre esse tipo de assuntos.


Daniela: Ahhh, que lindo... Ele te falou não foi? *Apertando a cara com os punhos de uma forma meio fofa* Me conta! Por favor! Eu sei guardar *Fala a próxima palavra de um modo estético* SEGREDINHOS!


Vio arregala um pouco os olhos e outras pessoas olhando para elas após o grito de Daniela.


Daniela: Ahh... Desculpa, me exaltei...


Violetty: Tudo bem. Ele só disse a verdade, e me deu um presente.


Daniela: Ele te deu um presente? Oww, que fofinho.


Violetty: Mas porque não falas com ele? Vocês são familia.


Daniela mostra um ar meio triste enquanto coloca as mãos na cara.


Daniela: Eu acho que ele não gosta de mim...


Violetty: Mas é claro que gosta.


Daniela: E ele sempre vai acompanhando com o irmão... Arrr... Sempre tão chato, a gente vive brigando.


Violetty: Stryker?


Daniela: Conhece ele?


Violetty: Já nos cruzamos. Gostaria de o conhecer um dia.


Daniela: Creio que ele ficou muito incomodado contigo daquela vez que o machucas-te com o arrame farpado... Mas de certeza que ele irá adorar te conhecer.


Violetty: Eu não o quis machucar daquele jeito... Só perdi a cabeça no momento. Acha que ele me odeia por isso?


Daniela: Tenho a certeza que não. Afinal, ele é um Bé. Acho que todos os Bés te amam... Porque a gente não vai ter com eles um dia? Eu passo algum tempo com o meu primo e tu fala com ele?


Violetty: Boa ideia menina. Vamos treinar mais um pouco?


Dani afirmou firmamente com a cabeça, elas depois seguiam denovo para os treinos, ela realmente acreditava que iria ficar muito melhor treinado com Violetty, e decerteza que tinha razão. Elas treinaram durante muito tempo por lá. No entando, logo, já de noite, Daniela estava em seu estudio.


Dani parecia ainda bem cansada dos treinos, porem ela deveria gravar um video para os fãs, que já não faz isso ah muito tempo. Ela entra no seu estudio e liga todas as luzes, e todos os efeitos e borboletas, ela coloca também em si os seus fabulosos brilhantes, ficando linda como sempre.


--------------------------------------------------


Nwr/DaniModeOn.com





Daniela: Olá Nwr Universe! É bom finalmente poder falar com vocês depois de tanto tempo! Finalmente vou estar aqui gravando um video. Mas vou vos recompensar ok? Vou falar de geral por aqui.


Ela ajeitava um pouco o cabelo dando uma leve sapatada com as costas da mão, e alguns brilhantes voam pelo ar, fazendo disso uma cena bem linda de se ver.


Daniela: Bem, primeiramente deveria de falar sobre o ultimo show. Onde eu enfrentei Havoc... Foi um combate onde tive uma otima prestação, e eu tenho orgulho de mim mesma. A vitoria não importa, se dermos o nosso melhor não é certo?


Daniela: E aii... Que coisa, ele me roubou um beijo assim do nada no meio do combate... *Coloca as mãos na cara envergonhada* Que foi aquilo Havoc? Não vou lutar mais contra ti não se continuar se comportando desse jeito...


Daniela: Mas foi um combate para além das minhas expectativas. E eu aprendi muito com ele, e sei que estou pronta para muitos e mais desafios, e isso me leva para o próximo show...


Ela tira as mãos da cara e se prepara para falar sobre o próximo show.


Daniela: Ainda não vi ninguém mencionando o Beat The Clock Challenge... No qual consiste aquele que derrotar mais rapidamente o seu oponente, ganha uma title shot ah sua escolha... Bem. Acho que eu tenho coragem para aceitar esse desafio.


Daniela: Eu vou dar o meu melhor, e se conseguir vencer sem duvidas que vou pular em outra divisão qualquer... Mesmo sabendo que minhas chances são pequenas, eu vou me esforçar e dar tudo de mim. Não importa o quanto dificil seja. Eu vou tentar sempre e não irei desistir.


Ela falava com determinação, ela sabia que não conseguia fazer frente as Gardeas ou a Bé, mas ela se ganha-se realmente iria tentar e lutar até ao fim. Ela se prepara para falar na primeira pessoa relevante do show.


Daniela: No primeiro combate temos... Ashley Thompson. A irmã da minha oponente da Chamber, que eu tive... Eu naturalmente gosto de toda a gente, não gostava da Carrie porque eramos rivais... Mas não é por eu não gostar da irmã que eu não goste dela. Pelo contrario... Me parece uma pessoa até amigável.


Daniela: Ela debutou ah pouco tempo, e infelizmente não lhe correu muito bem... Espero que ela melhore após aquilo, e que mostre que ainda tem um futuro aqui dentro da Nwr.


Ela ficava remexendo nos cabelos e nos brilhantes enquanto os efeitos das borboletas ficavam lá atrás bem animados.


Daniela: Temos também uma nova Debut em Itália... Christer Brezinski. Ele me pareceu um sujeito meio arrogante, mas tenho a certeza que é por ser novo, e ainda não ter feito muitos amigos. Ele logo logo quando conhecer o pessoal ficara muito mais confortável.


Daniela: Seja bem-vindo Chris... Posso lhe chamar de Chris? Decerteza que sim. Se divirta e boa sorte para o seu combate. Agora, deveria mencionar um nome que não me é estranho... Bruno...


Ela mostra um ar menos animado ao falar aquele nome, até parece um pouco aborrecida.


Daniela: Bruno me derrotou no meu primeiro combate na Nwr, ele é um competidor com talento... Mas deixou as coisas lhe subirem ah cabeça, e acabou até perdendo toda a sua humildade e actuando como o pior campeão da historia da Nwr... Errar é humano... Mas Bruno, seus ultimos erros nunca nenhum ser humano consegue sequer fazer.


Daniela: Você nos seus 3 ultimos videos, parecia uma pessoa completamente diferente em cada um deles... Que se passa? Bruno eu gostava de te proteger... Mas não dá. Todo o hate que tens sofrido de todo o mundo é merecido, e precisas de aprender a tua lição.


Daniela: As desculpas não se pedem. Evitam-se. Se comporte como um homem. Como o homem que era antes de "ganhar" aquela porcaria.


Ela fazia ásperas com os dedos enquanto falava a palavra "Ganhar". Ela suspira um pouco ao de leve, e se prepara para mencionar mais alguém.


Daniela: Temos também o combate do Robert Druitt... Eu não sei se o mencionei algumas vezes, mas se não eu vou faze-lo. Porque ele merece isso. Ele é sem duvida muito bom dentro do ringue.


Daniela: Mas ele demonstra ser uma pessoa muito... Muito má. Mas eu tenho a certeza que ele é assim por algum motivo bobo do custume. Como ele mesmo disse, ele não tem amigos, ou familia... Isso é triste. Eu acho que ele só iria precisar de um abraço...


Daniela: Eu não me estou a voluntariar... Me mantenham afastada dele... Só acho isso. Tu precisa de fazer amigos também Robert. Ninguém é feliz sozinho.


Ela passava com a mão pelo braço esquerdo, olhando para o chão enquanto fala com certa tristeza, demonstrando que ela realmente se preocupa até com alguém como Robert.


Daniela: Bem... Temos também King Armstrong...


Daniela: Eu sempre admirei ele por toda a sua força e dominação dentro do ringue, mesmo que ele tenha vindo a falar algumas bobagens sem sentido... Eu acho que acredito que ele ainda possa vir a ser o rei que sempre quis ser. Ele só precisa de mais trabalho árduo.


Daniela: Ele consegue. Se melhorar, e acreditar nisso. Ele consegue chegar onde quer. Eu acho.


Ela ficava meio em duvida ao falar dele, porem não fala muito e passa para o próximo.


Daniela: Temos também o Rockie conhecido como Terry Knight. Bem, ele conseguiu a vitoria na semana passada. De um modo meio sujo, porem conseguiu. Afinal, em combates de 4 lutadores, fica dificil conseguir vencer. Temos chances 1/4, e é normal que ele aproveite qualquer chance para vencer.


Daniela: Ele vai enfrentar o Pato, que também é meio relevante. Não muito... Eu cheguei a perder um combate por causa dele... Ele é alguém que pode a vir a ser bom, porem parece preguiçoso demais para se mover.


Ela sorria e encolhia os ombros, e se preparava para mencionar o proximo.


Daniela: Meu priminho... Jigglypuff. Ah eu adoro ele. Mas o que ele fez no ultimo show foi algo completamente errado, e ele tem que aprender a se controlar mais... Especialmente porque ele não está só a magoar-se a si mesmo. Ele está a magoar também fãs e os que lhe rodeiam.


Daniela: Claro que eu gosto dele e devo ficar do lado dele... Mas não dessa vez. Ele precisa de melhorar a sua conduta. Quem sabe ele não faça bom uso do próximo desafio e se torne campeão uma vez mais?


Daniela: Pena ele não querer saber dessas coisas... Quem não quer um cinto brilhante? Brilhante!!


Ela ficava olhando para a cintura imaginando um cinturão nela, bem "brilhante".


Daniela: Enfim, ele lá sabe... Quanto ao meu velho amigo, Havoc Michaels. Eu realmente apreciei o facto de ele não ter atacado a Jojo para se tornar o campeão... Afinal, ele podia o ter feito, isso é divisão Hardcore. Tudo vale nessa divisão.


Daniela: Eu espero que ele encontre o seu rumo logo logo. O nosso rei babaquinha preferido Ou pode ficar fazendo companhia ao Jiggly por ai. Parece que os dois realmente se podem dar muito bem.


Ela mostrava um ar meio arrependimento após falar, pois ela começa a imaginar eles dois juntos e realmente aquilo não seria uma boa ideia.


Daniela: Bem, a seguir temos as nossas irmãs Gardea. Eu não tenho muito a dizer sobre elas... Eu gostava de não fazer igual a todos os da minha familia e falar que adoro elas... Mas eu acho que gosto delas. Especialmente da Violetty.


Daniela: Afinal, ela mesma me trata como se fosse da familia dela também. Isso para mim é muito, muito importante. Quem não gosta delas deveria procurar as conhecer melhor... Não quero estragar a reputação de bruxas malvadas delas... Mas é impossível não falar que elas são fofinhas.


Ela se abraçava a si mesma com os braços imaginando como se as tive-se a abraçar a elas, e se movimenta com o corpo para os lados. Ela passado um poquinho para, para falar sobre os restantes.


Daniela: Bem. E lá no final temos um combates de equipas. Entre minhas amigas... Lady e Jojo. Contra o meu tio e o seu rival... Está dificil prever quem vence ai, especialmente se a equipe dos homens não colaborar entre si... Isso pode ser catastrófico para o combate.


Daniela: Lady sempre foi alguém que eu admirei muito, e não se preocupe. Você não está sozinha nessa, eu e a Jojo vamos estar do teu lado nessa guerra sem fim contra o mal. E parabéns a nossa Jojo, por se ter tornado na nova campeã Cursed. Sempre acreditei.


Ela sorria para a câmara especialmente quando falava nas outras meninas, mas a expressão muda quando menciona os oponentes.


Daniela: Quando ao Bé... Ele realmente não é o mesmo. Claramente perdeu grande parte do juizo, mas eu acredito que ele tenha a sua razão. Afinal, ele só queria algo para acreditar, e ele quer defender o que é seu.


Daniela: E por mais controversa que a vitoria dele tenha sido, ele realmente venceu. Ele permaneceu lá do começo ao fim e sobreviveu. Claro que não podemos esquecer os feitos de Devon... Devon é incrível e realmente daria um otimo campeão. Mas vamos ver no que isso dá... Espero que fique tudo bem no final.


Ela olhava um pouco para o chão mostrando um ar muito, de muito preocupada. Ela depois fala as ultimas palavras para a câmara.


Daniela: Enfim, espero que tenham gostado do meu video... Se sim fiquem ah vontade para deixar seus likes e isso. Eu agradeço muito. E quanto ao desafio do Beat the Clock... Eu não estava a brincar...


Daniela: Eu realmente vou dar o meu melhor para ganhar isso, e ganhar uma chance, porque eu sou uma lutadora valente e formidável, e não tenho medo de enfrentar um dos campeões principais!


Ela ficava elevando os biceps e exibindo os seus musculos para a câmara enquanto fazia um ar meio cómico.


Daniela: Isso ai. Aqui tem coragem!


Daniela: Por agora fiquem bem pessoal. Depois eu volto com mais novidades! Byee.


Ela sorria novamente, e acenava para a câmara que devagar ia dando o fade out.


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 27.06.17 2:42

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa com o homem em um bar ele estava com os pés em cima da mesa enquanto palitava aos dentes um barulho era ouvido o cinegrafista havia limpado a garganta para chamar a atenção do troublemaker ele tirava o pé da frente da câmera colocando ao lado enquanto abria um sorriso sarcástico e cruzava os braços

– Fala ai seus jobbers olha quem está de volta o rei babaca e tenho umas coisas para falar mesmo eu não querendo jobber pode fazer quantos vídeos quiserem a gente vai lá e perde outros choram...já alguns igual a mim mandão a merda e continuam aqui sigam o exemplo do rei babaca sejam jobbers mas sejam jobbers persistentes....no caso de quem perde é claro porque eu não passei por isso

Ele sorria sendo cínico e se arrumava na cadeira mexendo o pé

– Ok vamos....não existe sweetdivision..sério não me faça querer esse título de novo eu me recuso a ficar numa divisão hardcore com esse nome...não pode mudar algo que é a verdade somos jobbers e pronto inúteis e servimos para apanhar para os relevantes assim como a nossa campeã vai fazer no main event apanhar para o Xé e para o Cabelo apanhar em main event ao lado de garota Ruffles é o melhor das formas de ser jobber chega a ser lindo

Ele fingia estar emocionado e limpava as falsas lágrimas

– Meu nome tem andado bastante na boca dos deuses lá do Olimpo estão olhando pra mim..me chamando...eu eu digo com convicção a todos vocês meus fãs todos que sabem da minha insignificância...NÃO SEREI RELEVANTE!..podem desistir que do tártaro eu não saio então desistam Zéus agradeço pelas palavras mas eu não sou o melhor campeão eu sou o pior um rei ex campeão e babaca e ensine para a Jojo como funciona seja o relevante que vai a fazer ser uma jobber orgulhosa de suas derrotas humilhantes e fracassos

Ele levantava o braço como se fosse algo bom perder as pessoas olhavam pra ele e o lutador dava de ombros

– Puta merda como se não me bastasse ver ele de sunga agora tenho que ver ele chorando...parece um tomate podre perdendo liquido..Bruno...cara...você consegue ser ruim até quando é bom tu tava de sunga se desculpe por fazer todos nós vermos aquilo e não por chamar a Jojo de vadia isso ela supera tenho certeza agora te ver de sunga nem com terapia quase virei uma Gardea só de ver aquele vídeo seu

Ele fazia uma cara de nojo e passava a mão no rosto estava em plena negação naquele momento

– Se tiver dupla personalidade avisa pra gente porque ai posso zoar os dois vai ser tipo o lado merda que fala do senhor e o lado bosta que aparece de sunga eu achei que você era um merda tipo beleza tu é um merda mas não cara você se supera cada dia mais você fez fusão com uma merda já tivemos lutadores que fizeram fusão com lixo e agora temos você o bosta boy...sai da minha divisão você não merece ser chamado de Jobber você merece ser chamado de Koji que tal?

Ele tirou os pés da mesa e se sentou normalmente ele respirou fundo e bateu a cabeça na mesa repetindo isso algumas vezes

– “Eu sou o bruno Lixoson e quero uma rematch para um título hardcore..hahahaha olhem pra mim bebi água da placenta quando tava na barriga”

Ele falava imitando a voz de Bruno mas de um jeito retardado e mexia as mãos

– 24/7 te lembra algo seu palerma não existe rematch NÃO EXISTE é um título que ela defende sempre tu perdeu? Vai lá recuperar para de ser boiola ou o nome que a Anja deu pra esse lixo de divisão afetou tua cabeça? Somos uma divisão hardcore não estamos jogando Candy Crush não tem nada sweet aqui vai lá e seja um jobber com bolas para com essa frescura de relevante e querer rematch isso ai é coisa do Olimpo que gostam de complicar as coisas aqui somos guerreiros de verdade não um bando de chorões que precisam de todo uma lenda para meter a porrada aqui a gente mete o loko...faça-me o favor

Ele passava as mãos nos cabelos os bagunçando puxando para trás estava frustrado e bravo

– Rematch de cu é rola….bem eu vou lutar com um pastel de flango ou séria pastel de cacholo? Não sei diferenciar essas porras...só pode dizer uma coisa abre o olho Kaju porque eu vou te pegar e você vai ser mais jobber ainda...se é que é possível tu parece um fantasma tá quase batendo a inutilidade do Bruno tipo quase ainda não chegou lá

Ele juntava ele fazia com os dedos mostrando uma pequena diferença que faltava para o rival ser mais inútil que Bruno

– Mas como eu sou um cara legal eu vou tentar falar bem do meu adversário....cansei não quero tentar...ele é um lixo com C de cagada o que é nosso combate uma grande cagada acho que olharam dentro do buraco negro e trouxeram meu rival porque não achei nada dele eu vou lutar com um anonnymous só sei que ele é Japa ou China por culpa desse nome ai Ryu do caralho tu tá lascado vou te dar um hadouken e bater esse relógio ai

Ele fazia uma expressão de suspense e arqueava a sobrancelha dando risada

– Querem que eu fale o título que vou querer né não? Pois vão ficar querendo porque não vou falar hahahaha se fodam ai

Ele mostrava o dedo do meio e piscava o moreno acabava se espreguiçando e pegando um pedaço de papel devia ser a conta ele rasgava e fazia bolinhas

– Dani minha morena que isso foi só um beijinho podemos fazer isso fora dos ringues se preferir nós somos Hani não negue esse amor selvagem que temos um pelo outro

O homem começava a jogar as bolinhas nas pessoas caindo na bebida de algumas ou prendendo no cabelo de outros

– Ainda quer que eu fale do rolinho primavera? Mas que saco como eu posso falar de alguém que não tem nada? Sei lá ele todo é um erro o cara não existe ele nem é jobber ele é sumido mesmo tá na mesma divisão do talento do Bruno a divisão “desaparecidos” tudo o que eu vi dele davam um saco e o Sushi caia eu vou chegar lá espirrar e ele vai se jogar no chão eu vou ganhar o combate porque meu oponente não existe coloca logo Havoc contra vento da na mesma ao menos eu posso socar o ar e dar alguma diversão

Ele começava a fingir socar o vento como se estivesse lutado

– Eu nem preciso finalizar esse cara se eu subir na corda pra dar o comatose o juiz bate três antes que eu termine de subir...eu to na rampa eu entro no ringue só sou declarado o vencedor vocês se foderam todos que estão vendo meu vídeos se foderam meu adversário é tão jobber mas tão jobber que vou chamar isso aqui de Kojidivioson onde o título é um rāmen  todos lutam de sunga..exceto você Bruno tu luta de moletom por favor nos poupe...o Koji tem um nível de jobber tão elevado que quando dão um toca aqui nele ele se joga no chão e espera ser pinado ele é tão jobber que quando falam “Open Match” ele se arrepia

Ele falava as cosias em um tom sério e continuava jogando bolinhas até uma acertar a testa de um homem que logo levantou irritado o lutador segurou o riso e apontou para o cinegrafista que estava arrumando a câmera e não viu

– Chegou um cara novo o Charizard...nossa virou moda ter nome de pokémon? Ai Puff pede direito autoral porque o já jpa começa a chegar os pokémons lendários...caralho essa divisão é tão bosta que o nosso Pokémon é um Jigglypuff é um Charizard nem pra ser o Pikachu que ao menos é protagonista..merda de vida

Ele viu o homem se aproximar e pegou a câmera se levantando largando o cinegrafista lá ele caminhava para fora do bar barulhos de gritos e coisas quebrando podiam ser ouvidos enquanto o homem saia do local

– Bem vindo ai Charizard mais um jobber pra família se sinta em casa mas especificamente no banheiro dela daqui tu não sai está preso no banheiro da depressão e já conheceu nosso mascote do fracasso o Bruno...sim ele é da divisão e não não podemos nós livrar dele e olha que eu tentei eu juro que tentei mas sabe como é toda a família tem o doente mental que nesse caso sou eu o Bruno é o tio chato que quando chega todos saem...seja muito infeliz aqui e se divirta perdendo sem motivo aparente porque ganhamos é quando perdemos nunca se esqueça disso

Ele fazia um joinha e olhava para trás dando risada levantava a câmera um pouco

– Falou jobada vocês vão me ver acabar com o Ash Ketchum e pedir chance por algum título e envergonhar quem perdeu pra mim a ponto de se aposentar igual fiz com uma certa pessoa hahahaha...fui lixos

Ele ouvia passos era o cinegrafista dele o xingando de tudo o quanto era nome dava para ouvir a “briga” deles até o homem desligar a câmera


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
King

Mensagens : 91
Pontos : 101
Reputação : 14
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 59 - DECRETO REAL

Mensagem por King em 27.06.17 12:05

TEXTO PUBLICADO EM NWR.COM/KING

Os últimos serviram para repensar minha carreira, em particular na NWR. Ouvi e li todo tipo de palavra vinda dos meus adversários e retruquei como faria qualquer ser humano, em tal situação, porém, vejo que não vale de nada minhas atuais condutas ou palavras. Não escrevo este pequeno texto para obter piedade de qualquer de membro do atual roster da NWR, apenas o faço para demonstrar que minha imortalidade não é uma mera palavra e sim, fato real. Narkissa afirma que tenho implorado por uma luta pelo Intercontinental Championship, interprete como quiser, porque vou conquistar o título de desafiante ao cinturão que carreguei por mais de 100 dias e no momento devido, voltarei a reinar. O que fiz no passado, morreu por lá, de agora em diante um novo King Armstrong ressurge para transformar o Caos em Ordem, a Injustiça em Justiça, a depravação em moral. Meu primeiro passo será uma luta no próximo For Victory, ao qual enfrentarei um homem: cujo nome é nobre ou será mera ilusão de sua mente? Enfim, Kingsman, eu vou derrota-lo mais rápido do que possa imaginar. Não tenho o desejo de aleijar você, como a alguns dias atrás, apenas ser o mais eficiente possível, rápido o suficiente para ter meu title shot; boa sorte para você.

Sobre Narkissa, a atual campeã, você com sua beleza me atraiu, porém, meus olhos foram abertos e de agora em diante, nossa conversa será em outro tom. Vou conquistar o posto de desafiante e sim, vou retomar o que é meu por direito! Estou dando três passos para trás, porém, ciente de que ao reiniciar minha caminhada serei aquilo que os fãs precisam e merecem: campeão Intercontinental! Pode me insultar, caluniar, enfeitiçar ou realizar qualquer um dos seus atos pecaminosos de bruxaria, o Rei renova suas forças e caminha como uma máquina bélica rumo a conquistar teu trono. Lembre-se que, graças a minha arrogância, você derrotou Lady; não foi você que me tirou do trono e sim EU!

Aproveito para me desculpar com Lady, nossas últimas palavras foram destrutivas e não engrandeceram a NWR, não precisa lutar contra mim e tão menos aceitar o desafio que propus. Fiz o que tinha que ser feito, o velho King, mas reconheço que não preciso ser mais assim e peço perdão pelas minhas palavras de insulto a ti. Conseguiu tirar o cinturão de mim, maneira limpa, e isso ninguém pode distorcer. E Bruno Jackson, palavras inspiradoras de um novato fizeram um velho lobo reconhecer seus erros, parabéns pela coragem demonstrada e sucesso em sua vida.
Aos meus súditos e fãs, obrigado pelo suporte dos últimos dias. Agradeço por terem aberto meu entendimento e eliminado de mim a prepotência que existia, farei meu melhor para reconquistar vossa confiança e ser o único Rei da Intercontinental Division. Meus braços, minhas pernas, meu martelo e seu apoio serão suficientes para queimar a Rainha dos Condenados, em chamas ardentes e impiedosas e voltar ao meu lugar de direito: o trono!

Seja bem-vindo, King Imortal Armstrong!
avatar
Ashley

Mensagens : 6
Pontos : 3
Reputação : -3
Data de inscrição : 12/01/2017
Idade : 26
Localização : Inglaterra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Ashley em 27.06.17 20:07


O vídeo se inicia mostrando Ashley chegando ao backstage, a loira vinha empurrando suas malas e com óculos escuros, e então era parada por Melissa uma entrevistadora, então a mesma pararia logo tirando seus óculos e escutando o que ele tinha a falar.

Melissa: Ashley como visto está noite, você enfrentará James Ellsworth o que você a tem dizer sobre isso ?

Ashley suspiraria.

Ashley: Bom, isso parece uma piada não é mesmo ? Eu cheguei a essa empresa semana passada, logo perdendo meu primeiro combate, mas o segundo é bem provável que ganhe, por que aquela tartaruga sem queixo não tem chance alguma contra mim, mas acho que merecia um adversário melhor, sem me gabar, mas como enfrentarei ele, pretendo o derrota em menos tempo possível pois não vejo a hora de ter aquele título em meus ombros.

Melissa: Você como visto foi perseguida semana passada por Terry, você pretende revidar o que ele fez com você ?

Ashley: Eu não preciso revidar nada em ninguém, a única coisa que focar agora é no meu contender, mas quem sabe depois.

A loira cruzaria os braços.

Melissa: Tudo bem, Mas... Ashley pegaria o microfone da mão da mesma.

Ashley: Saia daqui, sua estúpida, não sabe fazer uma entrevista descente, xô ande.

Melissa sairia assustada.

Ashley jogaria o microfone no chão e bateria as mãos, logo dizendo:

-Ai esses entrevistadores não conseguem fazer nada direito, mas hoje eu vencerei meu contender.

A mesma continuaria seus caminhos no backstage.

Logo adiante a mesma pararia e faria uma cara de espanto.

James Ellsworth apareceria e ficava olhando Ashley.

James: Olá Baby.

A loira começaria a rir.

Ashley: Você é o famoso James ?

James: Sim, então você é Ashley ? Bela moça você !

James iria pegando nas mãos de Ashley mas a mesma puxaria imediatamente.
Ashley: Que gentileza da sua parte, mas não precisa.

James: Por favor pegue na minha mão.

Ashley: Não, acho melhor não, acho melhor você ir se arrumar pro combate hoje a noite. James: Você acha mesmo que quero lutar ? Eu quero é ficar te observando no ringue. Ashley olharia o mesmo.

Ashley: Eu não estou indo lá pra brincar, e sim para vencer você e meu digno contender.
Ashley riria.

James: Mas você não disse que não gostava de falar as coisas se não as cumprisse ?

Ashley colocaria a mão no pescoço.

Ashley: Disse sim, mas eu estou falando uma coisa séria, eu vencerei aquele contender, por que você sabe não lutar direito e o vencerei em menos tempo, resumindo poderei ter um title shot em breve, mas não fique triste amiguinho você pode me assistir ser campeã do backstage, ou quem sabe...

James ficaria sorridente.

James: Namorarmos ?

Ashley: Credo, garoto se enxergue, eu disse de você ser meu... meu... Meu empregado fiel, ou melhor dizendo meu cumplice.

James pensaria.

James: O que ganho com isso ?

Ashley suspiraria.

Ashley: Saia da minha frente agora, antes que te jogo contra aquele parede, sua pamonha. James sairia reclamando.

Ashley: Meu deus, o que esse garoto está fazendo aqui ? É uma piada mesmo.

A mesma abriria sua bolsa e passaria um batom, logo saindo da cena.

Assim a tela se escurecia, logo encerrando a programação.

avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

12

Mensagem por ★ Bé ★ em 27.06.17 21:42









 

 


-Jiggly & Naki-


O cénario é uma enorme esplanada ao ar libre, num ponto alto perto de uma praia, com uma paisagem linda devido a boa vista para o mar. Jiggly e Naki estão reunidos e sentados lá. Ambos estão a beber Drinques beem chiques e caros.


Ambos estão muido de bem e bebem um pouco de sua bebida. Eles pareciam bem tranquilos só apreciando a boa brisa e a paisagem. Até que Jiggly começou a falar com ela.


          


Jigglypuff: Mas isto está realmente bom. Obrigado por tua valiosa companhia e por esta otima... Seja lá o que estejamos a beber.


Narkissa: De nada pequeno Pokemon. Prometido é devido.


Jigglypuff: Então, o que achou de minha prestação no ultimo combate?


Narkissa: Não estou impressionada.


Jigglypuff: Ô, sério? Não me viu a atingir a nossa popota não?


Narkissa: Ele é tão grande... Dificil seria não lhe conseguires acertar.


Jiggly remexe um pouco com o copo enquanto fala.


Jigglypuff: Uhhh, então talvez após ganhar esse Beat the Clock te vá desafiar, quem sabe não te impressione?


Narkissa: Isso seria divertido. Mas tu não falou que não queria saber de titulos?


Jigglypuff: Não, mas lutar contra a Succubinha charmosa da federação. É bem mais tentador.


Narkissa: Se os deuses acharem que devemos lutar, assim o iremos fazer.


Jigglypuff: Claro que sim. Um brinde, aos seus deuses.


Ambos fazem um brinde e continuam a beber um pouco de suas bebidas, realmente o ambiente estava otimo e estava um dia lindo.


Narkissa: Mas e ai, tem que treinar mais um pouco, ainda nâo ganhou nenhum combate desque chegou. E ainda perdeu para o nosso querido doutor.


Jigglypuff: Eu não quero saber disso não, podem me chamar jobber ou o que quiserem, eu não ligo.


Narkissa: Realmente está muito "Foda-se" para os combates?


Jigglypuff: Eu fiz exatamente o que queria com Robert, nunca o quis derrotar, eu só o machuquei e o levei comigo direto para o inferno.


Narkissa: Eu vi, foi satisfatorio vos ver a arder de tronco nuu.


Jigglypuff: Penso que isso tenha sido um elogio?


Jiggly ergue uma sobrancelha, enquanto a Naki sorri e fala.


Narkissa: Claro que foi.


Jigglypuff: Ei, eu também sei fazer uns elogios.


Narkissa: Se me quiser elogiar, fique a vontade.


Ele sorri e levanta a outra mão que não tinha o copo, ele aponta com ela para Naki e fala.


Jigglypuff: Hoje estás fabulosa Naki.


Narkissa: Uhff, só isso?


Jigglypuff: Como assim só? Vai me dizer que foi um elogio ruim?


Narkissa: Aposto que fez melhores para a minha irmã quando te tranquei com ela.


Ambos começam a rir um pouco, mesmo Jiggly ficando meio sem jeito.


Jigglypuff: Ahh, não fala isso... Especialmente nos seus vídeos... Tem que guardar segredos hein.


Narkissa: Como assim guardar segredo? Tu saiu por ai torturando o Bruno só por ele ter convidado ela para sair.


Jigglypuff: Mas... Mas não foi por mal. Eu juro.


Jiggly começa a beber e faz um ar meio inocente, que claramente não engana ela.


Narkissa: Mas e o seu tio? Por onde anda? Nunca mais vimos ele.


Jigglypuff: Não sei direito... Eu voltei especialmente para estar perto dele, mas ele parece não ter sequer tempo para mim.


Narkissa: Ele realmente parece focado em vencer o Devon.


Jigglypuff: Tenho a certeza que quando o fizer nos voltará a da atenção novamente.


Narkissa: Espero que sim. Vou estar a torcer por ele. Tu realmente pareces gostar muito do teu tio não?


Jigglypuff: Ahh. Ele sempre nos ficava a fazer companhia e a tomar conta de mim e do meu irmão, especialmente quando o nosso pai saia em tours.


Narkissa: Vosso pai? Aquele 1º Hall of famer não é?


Jigglypuff: Sim, ele sempre andava ocupado, especialmente com essas coisas de ser campeão e tals, e não tinha tempo para nós... Tal como meu tio está neste momento...


Narkissa: Relaxa, isso vai passar e o nosso Bézinho vai voltar a nos acompanhar.


Jigglypuff: Eu espero que sim.


Narkissa: Mas me fala, como era o seu pai?


Jigglypuff: Uhm... Dificil explicar. Ele sempre sempre foi influente e bem popular. Mas a sua conduta não era das melhores, sempre arranjava um modo de trapacear e enganar. Mas também tinha as suas virtudes.


Narkissa: Então... Ele era do bem ou do mal?


Jigglypuff: Possivelmente uma mistura estranha dos dois.


Narkissa: Foi uma pena não o ter conhecido. Porque não me fala mais nele e sobre a sua familia?



Ambos sorriem e continuam a ficam conversando durante ainda muito tempo, no qual Jiggly lhe conta varias historias e conquistas do seu pai, fala sobre os reinados em todo o tipo de divisão, sobre todas as viajens que teve pelo mundo a fora, os recordes quebrados. De como ele aprendeu com ele não só como filho, como seu aprendiz. Entre vários outros tópicos.


No entando mais tarde ele estava sentado em um sofa no seu hotel, ele estava mexendo em sua tablet visualizando varios videos da Nwr e do site oficial, sobre os outros lutadores, ele vê todos com calma e atenção. Ele depois pensa em gravar um video. Porem ele parecia simplesmente não querer saber de mencionar a chance nem do desafio e joga a tablet para lá e começa a ver desenhos animados na Tv.


Promo se encerra.




 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
JuanPedro

Mensagens : 44
Pontos : 56
Reputação : 16
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 27.06.17 23:03

[size=39]
Vídeo postado no site oficial da NWR.

A transmissão se inicia em um quarto de hotel enorme, havia muitos itens de luxo, móveis caríssimos, pinturas famosas e uma cama branca, coberta por um tecido se seda branco.As cores da parede é amarelo, e no teto é branco.O homem aparece no local após alguns segundos trajando um terno preto, e um sapato da mesma tonalidade, o homem está sorrindo, ele se senta e assim começa o vídeo:

-Olá NWR Universe, tudo bem com vocês ?

O homem abre um grande sorriso em seguida bate uma palma, o som é ecoado pelo local, o homem abre um sorriso emorme em seguida diz:

Ultimamente eu venho sendo muito ofendido por diversas pessoas, até por uma pessoa que nem se quer falou comigo! E já vem me julgando!

O homem faz uma cara de inconformado, certamente ele estava falando do Christer, em seguida o homem passa sua mão esquerda pelo seu rosto, enquanto ele ajeita o palito com a direita.

-Então para começar irei falar sobre o Christer! Bom meu caro preste atenção em um fato, eu fui uma coisa que você com está atitude não conseguirá! Eu preferia fazer amizade contigo mas você prefere ser meu inimigo, então assim será! Quer me encarar ? Quer me bater ? Faça o seguinte entre na fila! Respeite pelo isso! Havoc é o primeiro nesta fila como também é o que mais me odeia! Christer primeiramente reveja suas ações e veja se merece está realmente aqui e se merecer, futuramente podemos se enfrentar! Ouviu  ? FUTURAMENTE!

O homem grita ao dizer isto, o som é ecoado pelo local, a imagem fica trémula durante um tempo mas depois volta.

-Christer eu sinceramente não te entendo! Você me odeia sem ter um bom motivo! Por acaso eu lhe fiz algum mal ? Lhe ofendi ? Te ataquei ? Não! Eu não fiz nada e mesmo assim você me odeia! Então para evitar algo pior para ti ou para mim, irei te evitar.

O homem faz uma cara de decepção enquanto balança sua cabeça negativamente.

-Agora ire falar sobre o " rei dos babacas" Havoc Michaels! Bom você não se cansa de falar sobre mim...Você me ama só pode...Vai falar sobre outra pessoa! Mas já que falou sobre mim irei falar sobre algumas coisas suas!

O homem pega um papel meio amassado que estava debaixo do colchão, em seguida o homem ao ler que estava escrito abre um sorriso sarcástico.

-Pelo visto eu sou o "Bruno Lixonson" ok, agora me diz, porventura você é meu pai ? Não então pare de por nome em mim! Você é uma vergonha para o sobrenome " Michaels" e não Michael Jackson não está se debatendo no caixão por causa de eu usar o sobrenome dele em homenagem meus pais! Então se quer me ofender pelo menos ofenda corretamente!

O homem fica sério, em seguida ele passa sua mão direita no cabelo enquanto segura a risada.

-Eu acho hilário seus vídeos meu caro! Você se reiventa a cada dia mas por que não é positivamente ? Tens está resposta na ponta da língua?  Ou irá demorar para responder com todo seu sarcasmo ? Faça-me o favor de dizer mal dos outros! Se você gosta de se auto-denominar de Jobber, problema é seu! Deixa os outros em paz!

O homem se levanta e fica de frente para cama enquanto fica resmungando algo.

-Eu prezo pelo bem-estar de todos até mesmo de você por isso não irei admitir suas ofenças a pessoas que não merecem isso, como a Lady ou a Marjorie! Você não é digno nem mesmo de estar aqui muito menos de estar no tártaro!

O homem está com o semblante sério, ele parece está a ponto se explodir mas prefere manter a postura do que sair destruindo tudo a sua frente.

-Já que você fala tanto da mitologia grega, que tal discurtimos isso outro dia ? Não! Você é traiçoeiro! E por mais que eu tente não confio em você!

O homem pega o papel e o amassa fazendo uma bolinha de papel, o homem abre a janela e joga o papel, que cai no chão sem atingir ninguém, em seguida o homem abre um pequeno sorriso.

-Marjorie você disse muitas verdades em seu último video! Concordo em todas sem exceção de nenhuma! Pretendo provar para você minha mudança! Te mostrar como sou verdadeiramente! E lhe garanto que terá o melhor amigo que alguém poderia sonhar em ter! Sobre você hoje não tenho muito a falar, quem sabe no próximo eu fale mais!

O homem abre um grande sorriso, em seguida se senta novamente na cama, o homem cruza as pernas mas logo descruza, ele faz uma cara de mal.

-Sobre Pogba, bom creio que teremos um grande combate, no qual têm mais probabilidade minha vitória mas não canto vitória, não têm favorito! Você é talentoso e têm as mesmas chances que eu de vencer!

O homem abre um pequeno sorriso, em seguida faz uma cara de supreso.

-Para encerrar, bom King fico contente por ter ajudo alguém, principalmente um dos maiores ídolos meus! Você é muito talentoso e o usando para o bem será muito bem recompensado pelo meu Deus.

O homem abre um grande sorriso enquanto faz um sinal de positivo com sua mão direita.

-Então é isso! Um vídeo básico, mas bacana, espero que tenham gostado!

O homem sai do local, a imagem se escurece no mesmo instante encerrando assim o vídeo.

Vídeo encerrado.[/size]
avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 27.06.17 23:49

Auto-Reverse

Era em torno das uma e meia da tarde quando eu estava deitado na cama de meu quarto dormindo. Fazia um clima até que agradável em Nova Iórque para que o sol não fizesse reflexo no meu rosto. Me espreguiçava, bocejava e esfregava meus olhos. Era um danado cochilo para quem estava no ócio. Eu sai do sofá e fui até o banheiro lavar meu rosto. O barulho da sala vinha TV que deixei ligada de propósito. Mais um clássico do Tarantino onde o tiroteio era o principal motivo do ruído. Saindo do banheiro eu fui abaixar o volume. Peguei o controle da TV e joguei na ESPN, onde a eles reportavam a importância da luta no PPV principal, no Main Event. Uma coisa bem sólida na minha cabeça era a de que aquilo seria o final, independente do quesito "bom" ou "ruim" de toda essa história entre eu e Filipe Ribeiro. Aquela derrota na Elimination Chamber me abalou de uma forma imensurável. Há noites em que me imagino num vasto tribunal e toda a minha vida e carreira profissional são julgadas, num intuito de mostrar o quão foi o meu fracasso como profissional. O amor que eu tenho com esse esporte é algo quem sendo muito delicado discutir. Então, quando eu estou me dirigindo para cozinha para procurar algo para degustar eu vejo Zoey preparando alguma coisa que tinha um cheiro muito bom. Abri a geladeira e peguei uma garrafa de água. Ainda bebendo, Zoey me disse:

- Acordou foi agora mocinho?

- Perdi muito do filme?

- Nem assisti para ser sincera. Não gostei muito da pegada. - Ela disse.

- Mas por que diabos você não gosta de Pulp Fiction? - Eu disse intrigado.

- Não sei porra, só não gosto.

- Mas isso é Tarantino ora! Um dos melhores do cara. - Insisti.

- Ainda sim Devon, não gosto. - Disse Zoey, batendo o pé.

- Tudo bem, tudo bem. Como você achar melhor. - Disse.

Então o cheiro da comida estava ficando melhor. Questionei:

- Qual o cardápio?

- Estou fazendo um frango a parmegiana. Vi na internet que é um prato muito bom.

- Ok então, vamos experimentar então. Se ficar ruim a culpa é sua. - Disse brincando

- Ai para, dá uma chance. - Reclamou Zoey.

- Só estou avisando. - Disse dando risada logo em seguida.

Então Zoey fez os pratos da maneira que ela achou que ficaria mais belo. Jamais vou gostar desse estilo tão "gourmet" das coisas. Mas deixei que ela fizesse, se isso ia de alguma forma ou não iria agradá-la. Então cortando o frango e colocando um pedaço na minha boca eu senti um gosto muito agradável. Zoey sempre se arriscava a fazer coisas na cozinha. Ela queria ser uma Julia Child da vida, mas acabava errando algumas coisas ali e aqui. Nós da faculdade botávamos fé nela por ser esforçada. Então eu disse:

- Dessa vez você acertou. Está bom, muito bom.

- Ufa! Eu estava tão nervosa que achava que ia errar feio. - Adimitiu.

- Não, não esquenta a cabeça não. Ficou bom. - Disse.

Zoey então decide mudar de assunto.

- Como você se sente?

- Em relação ao quê exatamente?

- A sua luta. Contra o Filipe.

Eu terminei de engolir o pedaço de frango, respirei fundo e disse:

- Eu sinto que é o meu último combate.

- Mas e se você vencer?

- Então eu continuo lutando, é muito óbvio isso.

- Certo, mas e os seus sentimentos? Até quando vai continuar desanimado?

Fiquei sem resposta. Não pude responder. Mas antes mesmo que minha cabeça começasse a pensar em coisas que pudesse formular uma resposta, Zoey diz:

- Aprendi uma coisa que era mais ou menos assim: Procure a felicidade nas coisas mais simples da vida. Ou, "auto reverse".

Achei aquilo interessante. Talvez porque na minha mente eu já planejava algo mesmo sem saber do que iria acontecer. Essa é a provável última chance que eu terei para botar as minhas mãos num título de suma importância como o NWR Championship. Mas, se eu não conseguir vencer, eu devo ir com a mente mais limpa de qualquer pensamento triste, apesar do fato que eu vou culpar-me pelo resto da vida por não ter ganhado um título. Mas até lá é uma outra preparação. A ideia do auto-reverse é justamente enxergar a felicidade nas coisas pequenas. Se eu conseguisse me dar a chance de ser feliz, a derrota vai ser menos dolorosa. Mas se a vitória for alcançada, será o melhor dia da minha carreira e da minha vida. Auto-reverse meus amigos.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
♛ GiihHime ♛
Admin
Admin

Mensagens : 148
Pontos : 403
Reputação : 259
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 27.06.17 23:55

Vídeo postado nas redes sociais da NWR e das irmãs Gardea's.


Quando a gravação começa Melissa é vista sendo arrumada por varias pessoas, ela parecia bastante ansiosa e feliz com alguma coisa, o pessoal colocava o microfone na roupa dela enquanto outras arrumavam o cenário, depois de uns minutos alguém da equipe dizia que alguém tinha chegado, e depois de alguns segundos as duas Bruxas apareciam, Melissa sorria de forma empolgada enquanto se levantava para as cumprimentar, ambas estavam com seus títulos, Narkissa estava com o seu preso parecendo uma faixa de miss e Violetty tinha o dela preso na calça, ambas estavam muito bem vestidas, a loira estava usando um conjunto preto enquanto Violetty também usava roupas pretas, ambas se sentaram em duas cadeiras e se ajeitaram olhando Melissa.

Melissa: - Meninas! Finalmente vieram fazer a entrevista comigo, fiquei bastante contente. É muito difícil achar vocês ou conseguir falar com vocês.

Narkissa: - Nós não gostamos muito de sermos achadas.

Violetty: - Como eu disse, preferimos deixar essas coisas para os lutadores que gostam de aparecer.

Melissa riu, ela já sabia que com as duas ali a coisa seria bem sincera cheia de diretas.

Melissa: - Vamos direto ao ponto, vocês duas agora são campeãs como é a sensação?

Narkissa: - É muito legal, infelizmente eu não pude estar aqui quando Vy ganhou o Impact mas estive quando ela ganhou o elite, e foi incrível poder estar com ela nesse momento.

Violetty: - Sim! Quando eu ganhei o Impact eu estava sozinha aqui, e depois minha irmã chegou para podermos ter essa vitória juntas, e depois de um tempo ela conquistou o dela, e eu estava com ela para podemos comemorar juntas! Não tem coisa melhor que isso.

Melissa: - Violetty quando ganhou seus títulos, tanto o antigo Impact quanto o Elite em combates brutais, todas suas defesas serão assim?

Violetty: - Espero que sim! Combates normais me entediam.

Melissa: - E quanto a você Narkissa? Sua vitória foi em um combate acirrado e brutal, e depois sua defesa foi em um fatal four, isso quer dizer que as Gardea's gostam de desafios ou só querem provar algo?

As irmãs se entreolham antes de responder.

Violetty: - Provar algo? Sim, provar que mulheres podem ser bem brutais quando querem, e que pillow's Match são para pessoas que não deveriam estar no wrestling.

Narkissa: - Se entra em uma guerra é lutar serio, caso contrário nem pise no campo de batalha.

Violetty: - Lutamos contra homens que querem nos derrubar ou nos machucar, eles não nos querem aqui e vão fazer de tudo para nos tirar, então temos que provar que se mexer conosco vai ter volta e vai doer muito.

Narkissa: - Nada contra pillow's Match's mas eu e a Violetty não estamos aqui só para nos mostrar, ou para ficar fazendo idiotas ficarem de pau duro vendo duas mulheres gostosas se batendo com travesseiros, queremos combates de verdades e mostram que mulheres podem tanto fazer pillow's match quanto Hell in a Cell. Nada a mais ou a menos que isso.

Melissa: - Mas Narkissa....Você fala essas coisas mas se chama de vadia, e fez/faz vídeos se sexualizando, isso não seria hipocrisia da sua parte?

Narkissa: - Faço, mas também faço qualquer tipo de combate que me dão, eu me sexualizo mas gosto de combates difíceis não pillow's match, eu realmente seria a candidata perfeita para esse estilo de combate e não me importo, mas não estou aqui apenas para isso, me sexualizar não tem nada a ver, eu gosto do meu corpo, e gosto que os homens gostem dele, e todas sabemos o destino daqueles que chegam perto demais de mim.

A entrevistadora deu uma risada e depois voltou com as perguntas.

Melissa: - Entendo, é um assunto complicado. Agora uma coisa vem deixando o universo NWR bem curioso, Violetty sua rivalidade com Robert mostrou um pouco do seu passado, vocês falam que são um livro aberto mas ninguém sabe muito sobre vocês, o que podem nos dizer?

Violetty: - O Doutor quis brincar com a cabeça errada, e o destino final dele foi cair perante os meus Deuses.

Narkissa: - Nosso passado é clichê, não há muito o que dizer.

Melissa: - Como assim "clichê"

Narkissa: - A órfã rejeitada e estranha, e a filha única rica e solitária, o meio da história é trágico e o final feliz, simples. Essa federação já tem clichês demais para sermos mais um deles.

Melissa: - Sim mas....Vocês são diferentes, quer dizer, são mulheres diferentes.

Violetty: - O passado não importa Melissa, o que importa é o agora e o futuro.

Melissa: - Tudo bem.....Bem vamos a mais perguntas, por mais que eu não queira fazer esse tipo de pergunta, o publico pede então, vocês andaram fazendo bastante polemica devido a seus "casos amorosos", ainda mais depois dos acontecimentos recentes, sobre os Bés, aposentadorias e a rivalidade entre vocês, o que tem a dizer?

Narkissa olhou para Violetty e colocou o braço em volta da irmã que olhou com ódio para Melissa.

Violetty: - O que temos a dizer? O acha que podemos dizer?!

A Bruxa se levantou e foi para perto de Melissa falando com raiva para a mulher que foi para trás, Narkissa apertou o ombro da irmã que a olhou e depois voltou a se sentar na cadeira.

Narkissa: - Os Deuses sabem o que fazem, não queremos falar sobre isso, ao menos não sobre o corno.

Melissa: - T-Tudo bem, e sobre os Bé's? Violetty você se aproximou demais de Jigglypuff ultimamente, vocês tem algo ou apenas é casual?

Violetty: - É complicado.....Mas sim, me aproximei bastante dele ultimamente e eu gosto da companhia dele assim como gosto da do bodinho também.

Melissa: - Entendi, mas parece que os fãs torcem bastante por vocês dois, tem vários shipps, um deles se chama Jiggletty com diversos vídeos sobre vocês, e fotos editadas por fãs, o que acha disso?

Violetty: - Eu adoro! Meus seguidores sabem que tenho um apreço muito grande por Jiggly e eu gosto dessas coisas que eles fazem por mim, acho divertido e bastante engraçado, são coisas muitos bem montadas que fazem eu ter uma percepção diferente dos meus combates.

Melissa: - Vocês não interagem muito com os fãs, ou seguidores como queiram chamar, mas gostam do carinho que recebem deles? Como presentes ou apoio essas coisas?

Violetty: - Eu acho interessante, eles me seguem, me dão coisas e muitos torcem por mim, e eu acho divertido essas coisas todas.

Narkissa: - Não tem como não gostar de entrar na arena e ver varias pessoas torcendo por você, ou falando que se inspiram em você, eu e a Violetty não somos exemplos de nada, mas mesmo assim as pessoas gostam.

Melissa: - Deve ser uma sensação incrível mesmo, e quanto aos haters?

Violetty: - Aos hereges o fogo dos Deuses.

Narkissa: - Ou está do nosso lado ou vai estar morto. Fácil decisão.

Melissa: - Nossa palavras bem fortes, como sempre vocês duas sendo bem diretas. Agora voltando ao assunto, Narkissa ultimamente você anda em uma rivalidade intensa com King, e foi bem repentina, antes vocês eram um casal e agora se odeiam, como isso?

Narkissa: - Nós nunca fomos um casal, e nunca seremos, na verdade nem eu mesma sei direito o que aconteceu, ofendi o ego dele e pronto, ele explodiu, e não me importa, eu realmente não dou a minima para todo o ódio dele ou as palavras que ele diz, quando ele provar as coisas que diz ai sim darei importância até lá, que ele continue grunhindo.

Melissa: - Mas vocês dois nunca foram de falar abertamente sobre o que tinham, até agora.

Narkissa: - Sim é verdade, mas eu me cansei dessa brincadeira de Rei e Rainha, nós nunca tivemos nada, foi uma noite e acabou ali, agora seguimos caminhos completamente diferentes e só se cruzam com o objetivo de lutarmos pelo titulo apenas isso, se tínhamos algo acabou, e não pretendo que volte. Ele é meu rival e será tratado como um, apenas isso.

Melissa: - Nossa realmente foi feio a coisa entre vocês dois, você acha que esse cenário pode mudar no futuro?

Narkissa: - Não. Antes amigos agora inimigos, a única pessoa da qual preciso é minha irmã.

Violetty sorriu e abraçou a irmã que retribuiu ao abraço.

Melissa: - A história de vocês envolvem muita coisa polemica, como os "Deuses", vocês acham que a federação gostam dessas coisas?

Quando Melissa falou sobre os Deuses das mulheres, a câmera que as filmavam começou a tremer a imagem e a ter chiado, o operador da câmera pediu um tempo para arrumar.

Melissa: - Meninas um segundinho, estamos com problemas técnicos.

Violetty: - Não é problema técnico, você falou Deles e Eles resolveram aparecer.

Narkissa: - Logo melhora, Eles gostam de pregar peças em descrentes.

Melissa ficou um pouco assustada mas depois de alguns segundos a imagem voltou ao normal, a mulher saiu para pegar algo para beber daquilo e as duas ficaram ali rindo sozinhas, logo ela retornou.

Melissa: - Meninas, qual o opinião de vocês sobre os outros lutadores que acusam vocês de terem convertido o campeão da empresa Filipe Bé?

Violetty: - São uns cuzões.

Narkissa: - Alem disso, eles só querem reclamar pois tem medo que a gente comece a invadir os combates do Bézinho, ele se converteu sozinho, nós não precisamos fazer nada, ele cansou de ser fraco, de ser rebaixado, e fez o que queria fazer pela primeira vez na vida dele, os outros lutadores que se fodam, não precisamos da opinião deles sobre nós.

Violetty: - Aqueles que reclamam de Bédea são frangos medrosos, seres que não merecem nossa atenção pois são totalmente sem argumentos contra o Bodinho, então usam a gente como arma para o irritar, mas entenda uma coisa, quem cutuca um bode leva chifrada.

Melissa: - Então quer dizer que Bédea não vai acabar por causa de terceiros?

Violetty: - É. E se duvidar ainda trazemos Jiggly e Styker para nosso lado também. Ai eles vão poder continuar chorando.

Narkissa: - E ainda fazemos uma grande suruba com todos eles, ninguém vai separar Bédea, e não são lixos chorões que vão o fazer, a família Bé e a família Gardea vai ficar junta até NÓS quisermos que se separem.

Violetty: - E o nosso caso com a família Bé não está incomodando a gerencia então outro foda-se para quem estiver incomodado.

As duas mostravam o dedo do meio para a câmera e sorriam de forma bem cínica, Melissa dava risada.

Melissa: - Vocês duas parecem gostar de brigas para falarem assim. Agora falando em relacionamentos, e Havoc? Soubemos que ele saiu com Marjorie, alguma declaração?

Ao ouvir a pergunta Narkissa deu risada enquanto Violetty a olhava com cara de "treta, treta, treta".

Narkissa: - E deveria? Quem vive de passado é museu, se ele quer gostar de uma anja ao invés de uma Deusa o problema é todo dele, contanto que não venha atrás de mim.

Melissa: - Então rompeu com ele também?

Narkissa: - Para se romper com alguém precisa se ter algo, e nós não temos nada e nem vamos ter, ainda mais depois dessas "noticias".

Melissa: - Mas você ficou com vários caras antes dele, e mesmo "com ele" fez aquele vídeo com Robert, não acha que ele também tem direito de fazer?

Narkissa: - Por isso mesmo disse que não temos nada, ele é livre ainda mais agora. Eu detesto anjas e não gosto o que Marjorie representa, então agora Havoc também será apenas um homem do meu passado e histórico longos, nada mais que isso. Quanto aos fãs que shippam Haki ou Hakissa, sinto muito mais, isso não vai rolar, ele agora quer uma Anja ou a filha adotiva da Violetty.

Melissa: - Isso é ciumes? E o que Marjorie poderia representar? Ela mal chegou a empresa.

Narkissa: - Eu não tenho ciúmes, só acho que essa graça tem que acabar, Havoc é legal, tivemos um pequeno rolo no passado, e saímos umas duas vezes no presente, mas eu disse quem vive de passado é museu, e o que pensar de uma mulher que poe o nome de uma divisão hardcore de Sweet? Ela vai acabar perdendo aquilo pro REAL dono da jobber division.

Violetty: - Sweet é ótima, seria um máximo ver um homem falando "bem vinda a Sweet Division"

Violetty ri e Narkissa sorri junto da irmã

Melissa: - Cada um tem o direito de por o nome que quiser quando está com o cinturão, ela ganhou do Bruno.

Violetty: - Qualquer um ganha do Bruno, e aquilo é uma divisão hardcore, você imagina a atual campeã com o nariz quebrado lutando? Você consegue ver ela apanhando com tacos com arame enfarpado, cacos de vidro, pés de cabras, cadeiras dentre outros objetos e dando kickout em seguida? Você imagina ela em combates hardcores de qualquer tipo?

Melissa: - Claro que não.....Ela é....Angelical....

Narkissa: - "Angelical" não é a palavra correta para a divisão hardcore ou a JOBBER DIVISION, entendam vocês ai do tártaro, esse é o nome da Divisão, parem de tentar serem os diferentões, o nome bestas que vocês colocam não vai pegar, desistam e aceitem.

Violetty: - Marjorie seria "boa" para ter o meu cinturão, ou o da Naki, agora o hardcore é demais para ela, na primeira defesa contra alguém de peso mesmo ela vai perder, sem a menosprezar mas....Divisão Hardcore não é para modelos, e sim lutadoras, ela vai ter o mesmo fim do Morrice se não mudar a atitude.

Melissa: - Vocês estão falando ai da Marjorie, dela ser modelo e essas coisas, mas nenhuma de vocês duas passou pela cursed, correram para os cintos secundários, para o mais fácil.

Narkissa: - Isso é um desafio?

Violetty: - Você quer que a gente desça no submundo e espanque a modelo e pegue o titulo dela?

Melissa: - Não, não, eu apenas comentei...

Violetty e Narkissa se levantaram e ficarem bem perto da Melissa, com caras nada amigáveis.

Violetty: - Vem cá Melissa, você acha que eu tenho cara de trouxa? Eu não quis o cursed, eu tive oportunidade de algo melhor, mas só porque você é boca grande quem sabe as Gardea's não desçam no tártaro para dar as boas vindas a Anja da federação.

Narkissa: - Com um cinturão 24/7 qualquer um pode pegar aquilo, ela é uma anja, e nós somos os demônios da federação. E como você parece dizer que ela é tão boa como você está dizendo, ela aguenta um combate contra nós duas, ou uma das duas.

Melissa: - E-E-Esperem! Não foi isso que quis dizer! Eu disse que ao menos ela vai tentar, mesmo sendo modelo, e que vocês duas não chegaram nem a competir por esse titulo, não que vocês não tem capacidade.

Violetty: - Não me pareceu isso.

Melissa: - V-V-Violetty se acalme....

A Bruxa começou a ter uns tiques, ela punha as mãos na cabeça ou puxava uns fios de cabelos, as vozes estavam falando com ela, Narkissa nem sequer mexia um músculo, e Melissa parecia querer que a Russa a ajudasse.

Violetty: - Estou calma, é só fazer essas vozes calarem a boca! Elas querem que eu feche essa sua boca grande e estupida, e eu estou prestes a fazer isso mesmo....

Narkissa: - Irmãzinha, não suje suas mãos com ela, essa mulherzinha só quer causar confusão e intrigas, e ela vai conseguir isso.

Melissa se acalmou quando Narkissa interviu puxando Violetty para trás de forma calma, depois ela olhou para a irmã e arrumou os cabelos negros da mesma, terminando dando um beijo na testa da irmã que a abraçou de forma carinhosa.

Melissa: - Querem dar um ultimo recado?

As duas olharam para a câmera que começou a chuviscar a imagem e a destorcer, as duas pareciam dois seres deformados na imagem que estava sendo transmitida, tinha alguns sussurros baixos enquanto elas sorriam.

Narkissa: - Bem-vindos a Era Gardea, aonde as Bruxas comandam.

Violetty: - E se não gostarem, suas almas inúteis servirão de alimento para MEUS DEUSES! Para eles ficarem cada vez mais fortes, e finalmente ressurgirem da escuridão.

As duas sorriem de forma inocente e meiga enquanto Melissa atrás das mulheres faz sinal para cortar a imagem e dar a entrevista.


Fim da entrevista/Transmissão.



♰ Our love is violent, it is obscure, it is obsessive, it is chaotic, we suffer because of it, but ... We like that sweet pain. ♰

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.11.17 5:07