Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 52
Pontos : 55
Reputação : 5
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 04.03.17 6:23

Lady estava novamente no estúdio de gravação prestes a fazer mais um Lady show, a vinheta do programa entra e ela começa a falar

- Como esperado as irmãs Gardea responderam com seu estilo macabro, fazendo várias promessas que me encontrarei com os demônios, e ela vem dizer que eu sou repetitiva, desde que enfrentei Narkissa ela vem falando que eu vou encontrar com o demônio, quando nomeio elas, ficam reclamando de repetitiva, olhem para si mesmo, antes de me julgarem as ameaças macabras de vocês é que não mudam, mas vamos por partes que tenho muita coisa para responder

A luchadora tirou um papel como tivesse vários tópicos

- Primeiro Narkissa diz que eu a subestimei, onde a subestimei quando disse que ela foi uma das lutas mais difícil de minha vida e ainda mostrei que fui ferida, e aceitei o combate de submissão como ela havia pedido para o próximo all star que será no Texas, em nenhum momento a subestimei e sei que tenho que está de olho em você, mas querer enfrentar a sua irmã é um desafio para mim, como me sairei contra a Bruxa, sim eu quero saber tendo em conta tudo que ela vem representando, há quantos meses ela vem assombrando a vida das pessoas aqui dentro, sim nunca sou de fugir de um bom desafio.

La superheroina olha para o papel que trouxe

- Narkissa também falou dos meus ataques, eu não vou mentir que o ataque citado é um pouco mais vulgar, mas ele tem sua utilidade, além de desnortear o inimigo,  ele faz parte do espetáculo, sei que sou nova e tenho meu corpo desejado por alguns, mas não chego nem perto do ponto que você chegou e a culpa não é minha e sim do maldito diretor que fica botando esses trechos para me ver vermelha, mas estou me acostumando ainda a esse universo.

Ela olha confiante para câmera ainda tinha outros tópicos a tratar

- Narkissa ainda achou ruim quando chamei ela e a irmã de as Irmãs demoníacas, sendo que seus vídeos são basicamente isso, principalmente os da sua irmã. Acredito que vocês deveriam ficar honrada, o nome cai bem direitinho em vocês, e claro que essa luta tem representatividade de bem contra o mal, quando você própria fala isso no mesmo vídeo

E mostrado o trecho de Narkissa falando “O que nós queremos? O de sempre, destruição, corrupção, maldade, essas coisas básicas sua tonta.”

- Claro esses são desejos de uma pessoa do bem, estamos bem posicionado em relação a isso, pode ser meio clichê para alguns mas aqui é bem  vs Mal ou estou ficando louca, porque cada vez que vocês falam, tenho mais certeza disso.

Lady pega outro papel nele tem escrito Bruxa

- Na verdade vou falar de um tema que foi tratada pelas duas que foi a questão da máscara, vocês não fazem ideia de como isso e tradicional, remonta aos tempos dos astecas, então todo luchador tem que passar por essa fase, é questão de honra está utilizando essa mascara vindo de uma família que me acolheu muito bem e mostrou esse estilo de vida que venho levando desde de então, quando a Bruxa diz que me escondo, ela não sabe o que está falando, já que isso é uma tradição da luta Mexicana e de seus praticantes, com ou sem máscara minha personalidade não mudaria, diferentes das irmãs Gardea que vivem tendo ataques de bipolaridade, as vezes estão rindo de boa e do nada estão possuídas, será que só eu acho isso muito estranho?

Ela segura várias réplicas de máscara dos Luchadores

- Enquanto Narkissa quer tirar minha máscara para tentar me humilhar, isso já mostra um pouco da personalidade, a falta de respeito a essa cultura, retirar a máscara e um grande insulto tão grande que em lutas importantes muitos Luchadores apostam a própria máscara e tirar ela é motivo de desonra, é o legado de sua família que pode ser esquecido, muitos lutadores criam novos legados após tirar a máscara, mas é um grande insulto e pessoas do bem respeitam tal cultura, já vocês demonstram que não, agora vamos responder a Violette que também fez vários provocações

A lista estava com vários pontos, os que já foram falados eram grifados

- Primeiro tenho que dizer, apesar de criar essa imagem de heroína, como qualquer pessoa, passei por muitas dificuldades em minha vida e por conhecer muitas pessoas ruins, e sofrer na vida, que tratei de olhar diferente, de tenta mostrar o lado bom da vida, de que quando menos esperamos pode aparecer um herói, e não precisa ser o tradicional de história de quadrinhos e ficções, mas sim uma pessoa comum como qualquer um, o que faço é divulgar essa ideia, e sim não sou perfeita, e nem quero ser, tenho minha imperfeições como qualquer um não sou uma deusa, sou ainda a pequena criança que saiu de um orfanato e conheceu uma boa família que lhe tratou como devia.

Lady olhava novamente para lista  

- Você tem razão Bruxa vi que você me fez alguns elogios, apesar de muitos foram seguidos de ameaças, tenho que lhe falar que como wrestler você foi quase uma porta de entrada para mulheres aqui na NWR, não que elas não tivessem aqui antes, mas quando você derrotou o Valugi naquela luta fantástica pelo cinturão que você carrega agora, foi um recado para todos os homens que as mulheres tinham seu espaço aqui dentro, mas o que adianta ser uma grande wrestler uma das melhoras aqui dentro praticando rituais satânicos e prejudicando as pessoas, e se você não é uma vilã, o que você é? Pelo que me consta em suas ações seguem padrões de vilões, demônios, sacrifícios, claro são coisa comuns para heróis, que absurdo uma heroína como eu não fazer isso.

Afirmava ironicamente a Luchadora, que abria um sorriso.

- Violety a Rainha das Bruxas, cada vez que você fala eu tenho certeza que você representa a maldade, e como já disse é meio clichê esse tipo de luta, mas exatamente o que ela é o bem contra o mal, e continuo dizendo essa máscara e mais do que um acessório, ela é única e pertence aos ancestrais das pessoas que me deram, representa muito para mim, Lady sem máscara e igual a Lady com máscara, não sofro de distúrbios psíquicos como vocês, foi um modo que achei de homenagear a família que me salvou da escuridão total, também fui abandonada Violety, sei melhor do que ninguém o que é isso.

Com essa fala ela jogou o papel no pequeno lixo

- Para finalizar teremos a luta, onde utilizarei de toda a minha técnica e força de vontade para mostrar que posso surpreender, Bruxa estou a seu caminho, veremos como me sairei.  

Vídeo já estava finalizando quando Lady aparece novamente

- Pensaram que tinha acabado não é? Mas Bé também me mencionou, primeiro agradeço ao conselho, você tocou em pontos importantes, talvez eu esteja dando um passo muito grande? Sim, talvez esteja, mas meu coração de luchadora e de heroína não consegue evitar e porque não enfrentar esses desafios, você fala sobre quedas, com certeza esse momento deverá acontecer, mas o que seria de um herói ou mesmo de uma pessoa se não passar por isso? Todos nós caímos, mas sempre temos que ter força para nos levantar, com ou sem ajuda, pelo menos e assim que levo a minha vida, talvez pela minha idade seja mais impulsiva, mas pode ter certeza as irmãs gardea terão um grande desafio, sei de minhas qualidades e acredito que posso oferecer muito ao público, será um grande espetáculo, se minha última luta com Narkissa foi, porque dessa vez não será?

A Luchadora falava com confiança, mas sabendo que Bé tinha levantado pontos importantes

- A minha máscara e tema novamente, e repito com ou sem ela, sou a mesma pessoa, mas uso ela não para me esconder de alguém para honrar os meus pais adotivos, pessoas que me criaram com carinho e me mostraram esse caminho, toda vez que eles me veem entrar no ringue com ela encho eles de orgulho, e todos no país de origem dele também sabem disso, e uma boa causa e sempre a levarei, mas agradeço aos conselhos Bé, sempre são bem vindos.
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 74
Pontos : 219
Reputação : 149
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 04.03.17 6:38

Vídeo postado na conta Oficial na NWR no Youtube

Johnny Waterfall é mostrado pela câmera junto de seus assistentes dentro de um elevador, alguns poucos minutos eles descem em um andar e foi andando pelo corredor, eles estavam em hotel para uma entrevista sofrida, após andar por algumas portas ele checava o numero para bater na porta certa, depois de uma busca bem complicada ele finalmente chega a uma porta e bate, quem abre a porta é ninguém mais, ninguém menos que Narkissa, que sorrindo pede os convidados entrarem, logo ao entrar no quarto eles veem alguns símbolos estranhos nas paredes bem coisa de Violetty até andar para o quarto aonde começariam a entrevista até ele ver um pé em baixo da cama.

Johnny Waterfall: - Esse pé ai em baixo da cama é o que?

Narkissa: - Da Violetty, de quem mais seria?

Johnny Waterfall: - Ela dorme em baixo da cama? Porque?

Narkissa: - Ué porque a cama é muito confortável para ela.

Johnny Waterfall: - Acho que esse é o intuito de uma cama, ser confortável.

Narkissa: - Você vai fazer as perguntas ou quer ser o próximo sacrifício?

Ele levantou as mãos em rendimento depois do que a russa disse e ele e seus assistentes preparam as coisas para começar a entrevista com ambas as irmãs.

Narkissa: - Vai Letty, sai debaixo da cama.

Violetty: - Ainda está muito claro pra mim sair....

Narkissa: - Você é uma bruxa não um vampiro vai logo se não te jogo água benta.

Quando a loira ameaçou jogar água benta na irmã a morena apenas colocou uma parte da cabeça para fora da cama e a olhou com uma cara de "você não ousaria" e assim uma discussão se iniciou entre as duas, porém não se podia entender pois ela falavam em russa uma com a outra, até Johnny dar um tossida falsa para faze-las parar, e deu certo, ambas as irmãs se sentaram na cama olhando para o homem, Narkissa sentada na beira da cama com as pernas cruzadas e Violetty ao lado dela sentada de indiozinho.

Johnny Waterfall: - Bom, vamos a você Narkissa, você chegou a pouco tempo na federação e digamos que não teve grandes feitos, diferente da sua irmã que agora é a impact champion, você gosta sua posição na empresa?

Narkissa: Bom, já que fez questão de deixar óbvio quão a Violetty é melhor eu digo uma coisa, eu sou novata cheguei a pouco tempo e realmente meus combates não foram os melhores porém eu vou começar e exigir coisas melhores pois assim como a Violetty eu também posso ser grande.

Ao dizer aquilo as duas se abraçaram de forma gentil, como se fossem super normais

Johnny Waterfall: - Ultimamente, está tendo muitas noticias sobre o relacionamento de vocês duas com Filipe Bé, como isso começou, o que tem a dizer para os haters ou aqueles que gostam de vocês juntos?, pois é realmente muito estranho essa amizade tão repentina.

Violetty: - Hihihi eu e o bodinho já éramos meio que amigos, ai depois que viraram as costas para ele eu resolvi entrar em ação! Pra os haters um belo vai se foder, e para aqueles que gostam da gente um abraço da bruxa.

Narkissa: - Para falar a verdade ele foi aprovado pelos Deuses para ficar conosco, então aceitamos o presente e Bézinho é alguém muito querido para nós duas, e não faz mal algum ter alguém como ele ao nosso lado, é até bem legal.

Johnny Waterfall: - E aonde ele está nesse momento?

Violetty: - Comprando comida!

Narkissa: - É digamos que alguém levou a serio demais a expressão "churrasco de gato" ai ele teve de ir comprar comida.

Ao falar aquilo Narkissa encarava Violetty que se fez de desentendida e olhou para o outro lado coçando a cabeça

Violetty: - Próxima pergunta.

Johnny Waterfall: - Ahn, sim, claro. Narkissa como você se sente tento o Impact Championship assim tão perto? Não lhe da vontade de enfrentar sua irmã por ele, ou tentar algo maior? E você Violetty pretende agora com a divisão de Brands lutar por um cinturão maior, como o Elite?

Violetty: - Na verdade seria muito bom! Fazer algumas pessoas calarem a merda boca! Mas quem sabe eu não possa querer o Elite, seria muito divertido, mas isso depende do que meus Deuses querem.

Narkissa: - Pra mim isso é apenas um pedaço de couro, não vale a pena eu comprar uma briga com a minha irmã por isso, e sim, quem sabe no futuro assim que eu crescer mais dentro da empresa eu não vou atrás de algum cinturão pra mim.

Johnny Waterfall: - Falando em crescer, recentemente vocês entraram em uma grande disputa com a recém-chegada a federação,  Lady. O que tem a dizer sobre essa rivalidade com a moça?

Narkissa: - Que ela é uma fracassada que vai se arrepender de mexer conosco, ela não incomodou apenas uma de nós.

Violetty: - e Sim as duas e vai pagar bem caro por isso.

As duas olharam para Johnny com um olhar  cruel e perverso o homem se acuou um pouco na cadeira aonde estava enquanto as duas o olhavam, logo a voz de Bé pode ser ouvida dizendo que havia voltado, Violetty sai em disparada e agarra o homem que retribui ao abraço, a loira junto dos outros vão até a sala de estar do quarto para dar continuidade a entrevista, agora com Bé presente.

Johnny Waterfall: - Bé agora que resolveu se juntar a nós, pode nos dizer porque fica tanto com as bruxas da federação?

Bé: - Bom....Eu gosto delas, elas são legais e quanto todos me viraram as costas elas não fizeram isso, e me até fizeram da família.

Ao dizer aquilo o homem foi abraçado pelas duas ao mesmo tempo, Johnny riu de leve vendo o homem ser esmagado pelo abraço das mulheres

Bé: - Meninas....Estão me sufocando....

Narkissa: - Foi mal!

Violetty: - Desculpa bodinho.

As duas deram um beijo em cada bochecha do homem antes de voltarem a prestar atenção na entrevista

Johnny: - Bé, você está ansioso pelo Rumble?

Bé: - Sim, muito! Na verdade estou me esforçando ao máximo para poder ganhar.

Violetty: - Se depender de mim você ganha bodinho.

Narkissa: - A gente vai estar do seu lado, e com certeza você vai ganhar.

Johnny: - Vocês realmente parecem muito próximos, isso é bom eu acho. Agora Narkissa, no passado você teve uma pequena rivalidade com King porem nunca conseguiu lutar contra ele, enquanto Bé lutou e venceu, isso quer dizer que ele meio que te vingou?

Narkissa: - Bom nem podemos chamar aquilo de rivalidade, eu respeito muito King e realmente gostaria de ter o enfrentado, porém o All Stars está ai para isso. Ele é um homem grande e eu sei que um combate contra ele seria muito difícil e que eu me machucaria bastante no processo, mas acho que sim, podemos dizer que graças ao meu Bézinho me sinto vingada e ainda espero que King me chame para beber algo.

Ao terminar a loira riu um pouco, mas voltou a expressão seria, em muitos vídeos em que ela estava com Vio e Bé ela era muito animada e piadista mas agora estava um pouco mais seria que o normal, ainda sim divertida.

Johnny: - Hoje todos vocês vão ter lutas no Smash, devem estar bem animados, inclusive você Bé que teve um agravamento da sua lesão, mas disse que estava tudo bem.

Bé: - Bom, assim como disse em um vídeo meu eu estou bem, não foi nada demais e estarei no main event então é, estou animado.

Violetty: - Aquela falsa heroína vai ter uma lição, não deveria ter provocado a bruxa...

Ao dizer aquilo as câmeras chuviscavam  um pouco e Violetty ria, a morena grudava no braço de Bé e apoiava a cabeça em seu ombro.

Narkissa: - Bom, minha luta será em meus domínios mas infelizmente será contra o irmãozinho do meu Bézinho, eu sei que você quer que eu pegue leve com ele, porém acho que não vou poder.

Narkissa fez uma carinha triste para Bé, ele não pegaria leve com ela caso ela bobeasse.

Bé: - Só não o machuque muito, ele ainda não tem muita experiência...

Narkissa: - A experiência eu tenho de sobra então não se preocupe querido.

Bé: - NÃO NESSE SENTIDO!

Narkissa: - Oxi! Em que sentido então?

Violetty: - Para de pensar com a vagina Naki, é óbvio que no sentido de lutar!

Narkissa: - Para de cortar meu barato caramba!

Violetty: - Pare de pensar com a vagina!

Bé: - Meninas.....

Narkissa: - Eu penso com o que eu quiser! E olha quem fala a pessoa que tem vários casos!

Violetty: - Que casos? Sua loira falsa!

Bé: - Por favor meninas parem....

Narkissa: - Loira falsa?????? COMO É?! Eu vou quebrar sua cara de tal forma que nem os Deuses vão conseguir arrumar ela! E a única que pinta o cabelo aqui é você! Seus rituais não dão certo porque você lê errado!

Violetty: - Eu vou te matar!

Logo uma pequena briga de irmãs começa com ofensas e xingamentos vindo das duas, até elas se levantarem para se bater e Bé entrar no meio para as separar, o pobrezinho era jogado de um lado para o outro enquanto as duas discutiam feito duas doidas

Bé: - PAREM! CHEGA!

De nada adiantou e as duas continuaram batendo boca, até Johnny Waterfall resolver intervir de forma infeliz com uma pergunta ainda mais infeliz.

Johnny: - Violetty como se sente em questão de Caio te chamando de segundaria? Narkissa e você, como se sente em relação sobre ser menosprezada pelo gerente do For Victory, Tyler?

Na hora Bé olhou para o homem com uma cara de "Que porra é essa cara?" As duas pararam de discutir no segundo seguinte e se viraram para de forma rápida e assustadora.

Narkissa: - Como é?

Violetty: - Que se disse seu merda?!

Bé: - Corre! Johnny CORREEE!

As duas voaram em cima do apresentador porém Bé as segurou pela cintura enquanto gritava para o homem fugir dali o mais rápido possível, ele estava com dificuldade para as segurar pos as duas se mexiam e se debatiam para se soltarem, Johnny saiu correndo para fora do quarto das irmãs e com o homem correndo pelas escadas do hotel sendo perseguido pelas irmãs Gardeas com Bé atrás delas gritando para elas pararem e tentando amenizar a situação o vídeo é encerrado.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
Stupid Idiot's!!

Mensagens : 130
Pontos : 179
Reputação : 4
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 16
Localização : Brasil

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Stupid Idiot's!! em 04.03.17 10:54

Inicia-se um vídeo.

Dana: Boa tarde a todos! Meu nome é Dana e estamos aqui nesse belo inicio de tarde para mais um vídeo!!

Dana: Após mais uma semana muito movimentada com os primeiros combates após a brand split e com a estréia do All Stars Glock vem aqui se pronunciar dos ocorridos.


Glock: Diria que foi tudo muito interessante, no For Victory eu finalmente tive a minha luta contra Valugi Barros, e como puderam ver consegui um grande resultado em cima dele.

Glock: Valugi já não tinha mais condições de lutar após ao término de nossa luta, inicialmente eu comemorei pois este era um grande resultado que eu precisava.

Glock: Mas depois olhei ali para Valugi caído no ringue e tive um sentimento estranho, eu acho que era compaixão.

Glock: Não, não era isso, era pena. Valugi ali caído sem ter como lutar contra mim me fez sofrer um pouco por ele, mas não tanto.

Glock: E eu nem lhe ajudei Valugi... Eu fiz o certo? Acho acredito que sim, deixei você ali com os seus fãs. Ou eu podia conversar com você para que não ficasse triste, é, mas isso não faz o meu estilo.

Glock: Mas eu fiquei muito satisfeito e não me arrependo do que aconteceu. Ele até disse que eu fui o primeiro lutador a vencer ele por KO.


Glock tenta esconder mas sorri um pouco.

Glock: Não vou dizer melhoras, porque já deve estar tudo bem com ele...

Dana: Depois disso teve-se o combate de estréia no All Stars onde Glock fez time com Caio e enfrentaram Kenneth e Valugi.

Glock: Eu queria me desculpar com meu amigo Caio, eu sinto que eu estive focado 100% na luta e por conta disso acabamos saindo derrotados nesse show. Mas aquele filho da mãe saiu correndo de novo...

Glock: Corra, uma hora o cerco se fecha... E agora cara... Filipe Bé...


Glock abaixa a passa a mão em sua testa. (Que nem esse cara)

Glock: Eu desconfio que ele não gosta de conversar comigo, toda vez eu chamo ele para uma conversa amistosa em um vídeo, ele só me da um "eae man kkk" e começa a falar aquelas coisas.

Glock: Quando começa aquilo eu deixo o vídeo no mudo e vou tomar uma cerveja, porque não da, aquela coisa toda programada e robotizada, eu tenho a impressão de que ele falou a mesma coisa que ele disse, na época em que disputamos uma over the top rope.

Glock: La vem a inspiração... Tu não és inspiração de nada, tu és enrolação. Acho que eu nem devo mais falar dele, se é para responder que nem um robô, eu prefiro falar do faxineiro.

GlocK: Aliás, que faxineiro homão da porra, como ele subiu no meu conceito!! Movendo um processo judicial contra o maconheiro!! Grande Giverlok!! Você conta com todo o meu apoio caro Giverlok, no que precisar eu estou aqui também, é só me ligar.

Glock: Se Deus quiser vai dar tudo certo e justiça será feita nesse caso, o cara foi dizer que aquilo não passou de encenação, e que na verdade ele bateu com a "kitana" em um cafáver já morto.

Glock: Meu Deus do céu... O cara apaga fogo com gasolina. E ainda matou um lobo!! R.I.P Lobinho, espero que Giverlok vingue você na justiça lobo.

Glock: Eu achei que aquela história toda de poderes e pupila vermelha de tanto fumar maconha já estava no limite dele, ai me aparece com essa dai. Cuidado Valugi, ele andou dizer que você seria o próximo alvo dele, não vá perder a cabeça com essa situação toda Valugi. Mas cara... Eu nem sei mais o que dizer, que coisa absurda, então apenas vai um boa sorte ao para Giverlok. E o que é para falar agora Dana?


Dana: Sobre terça-feira, você tem um combate marcado contra King Armstrong.

Glock: King? Sério? Mas que bela oportunidade que estão me oferecendo aqui!! Um combate contra Valugi, e agora um contra King!! Lutas contra o desafiante ao título e o campeão intercontinental são um ótimo preparatório para o que esta vindo!! Sabe Dana, King é um dos caras que eu mais quero lutar aqui dentro no mano a mano e finalmente vou ter essa luta contra ele. Vamos finalmente poder ver de perto se ele é tão dominante assim quanto dizem, ou se seus oponentes é que são um bando de Morrice's da vida.

Glock: Terça-feira. Mais um paço será dado em direção ao Royal Rumble... E ele esta cada vez mais próximo... A ansiedade aumenta cada vez mais... Os treinos ficam ainda mais pesados... Mas calma... Agora é só questão de tempo até o dia chegar... Dia 26 esta próximo e a preparação cada vez melhor. King, espero que você possa fazer uma boa luta contra mim, espero você na terça.


Encerra-se o vídeo com o casal acenando para a câmera.
avatar
valugi

Mensagens : 58
Pontos : 67
Reputação : 13
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 04.03.17 14:47

O cenário estava pronto para mais um Smart TV, valugi começava a gravar

- Bem primeiro, Caio você está com a mania de perseguição muito grande meu colega, eu não achei que minhas palavras foram duras, talvez só de ainda suspeitar que você tinha algo a ver com o arbitro, e você afirma que não, então vou tirar você totalmente do rol de suspeitos, já que você afirma com tanta veemência acredito realmente que você não tenha nada haver com isso, até porque você também parecia surpreso.

O lutador Inglês pontuava alguns argumentos dessa discussão

- Outra coisa quando falei que podia ter comentado mais sobre a nossa luta, e porque realmente passou e não vi você falar, sei que nesse meio tempo outros lutadores fizeram uma enxurrada de críticas a sua pessoa e você acaba tendo que responder a todos, sinceramente na sua posição não ficaria nessas intrigas com outros lutadores e me focaria no meu cinturão em como fazer um reinado melhor, não que ele venha sendo ruim.

O Lutador Inglês comentava com precisão cada um dos pontos que achava importante nessa discussão com Caio

- Em relação a luta do Main Event do PPV, foi uma opinião minha e a culpa de ela não ter sido melhor não é só de você, mas minha também, não tenho mais a mesma idade dos tempos de E-fed não tenho a sua jovialidade, e para não deixar a luta no seu ritmo tive que usar golpes de submissão e muitas vezes freiar a luta, então como disse foi uma luta bem disputada, onde com certeza me esforcei muito para seguir minha estratégia contra você e várias vezes quase deu certo, mas nenhum de nos ali iria desistir não é Caio? Então aconteceu o que eu mais temia e um desgraçado apareceu para botar tudo por água abaixo.

Valugi demonstrava um pouco de raiva, o que não era comum para o Inglês

-Você realmente acha que se tivesse acabado por count out e tivéssemos empatado aquela luta eu não teria outra oportunidade no PPV, eu tenho certeza que teria outra oportunidade, até porque o público pediria isso, mas você diz que fui muito beneficiado, quando não acho, se a luta tivesse acabado ali Caio, eu ainda seria o desafiante oficial, na verdade ainda sou não é, o próximo show do For Victory que o diga.
Mr.Smart abriu um sorriso

- Bem Caio, novamente iremos lutar e seu cinturão está em jogo, prometa que não tenhamos nenhuma interferência indesejada, porque já está enchendo o saco isso, eu realmente estava focado no homem que atrapalhou nossa luta, mas já que a gerencia, vai me dar mais uma oportunidade pelo cinturão tenho que está preparado para isso, até porque sei que enfrentarei um adversário perigoso, Sim, Caio apesar de você ter mudado imensamente nesses últimos meses, reconheço a sua habilidade como wrestler, e ninguém pode falar o contrario, você realmente mostrou para todos que é um grande lutador, mas sinceramente prefiro o antigo Caio, não existe uma redoma que você seja o único aqui dentro, atualmente você é o grande campeão, isso é um fato e já está com o cinturão há muitos dias, mas tenha cuidados desafios que parecem simples podem parecer mais complexos do que deviam, então desejo sorte na sua carreira meu antigo colega.


avatar
King

Mensagens : 61
Pontos : 62
Reputação : 3
Data de inscrição : 12/01/2017

UM REI, UM CAMPO, UM TRONO E UM JUAN PEDRO #18

Mensagem por King em 04.03.17 17:08

VÍDEO POSTADO NA NWR.COM/KING

Surge a imagem de um grande campo verde, percebe-se que é um campo de futebol americano. A câmera mostra de forma panorâmica, debaixo para cima, toda a extensão daquele lugar. A imagem mostra um trono vazio na área de Touchdown, do lado direito. De longe percebe-se um homem caminhando com uma lata de cerveja em uma de suas mãos e um sorriso no rosto. A gravação foi feita durante o fim da tarde de Sábado e o sol ainda estava intenso. Mostra-se as arquibancadas, totalmente vazias e o homem mostrado anteriormente é King Armstrong. Ele atravessa todo campo, lentamente até se aproximar do trono mostrado anteriormente. Ele senta-se nele, nada ofegante, passa a mão direita na barba, olha sarcasticamente para a câmera e diz confiante:

- Meus súditos e fãs da NWR, aqui quem vos fala é seu Intercontinental Champion: King Armstrong. Pois bem, na próxima semana terei uma grande luta, quer dizer, guerra na Quinta-Feira e um duelo surpresa na Terça-Feira. Tenho tido um reinado indiscutível e inabalável, sem sombra de dúvidas, mesmo que alguns digam que meus adversários foram medianos. Entretanto, antes de responder tais devaneios, quero deixar um recado para a Narkissa: no dia, local e horário que quiseres um homem de verdade entre teus braços, me procure; sei proporcionar prazeres desconhecidos do Kama Sutra.

King faz uma pausa, coloca as duas mãos no encosto do trono, mantém seus pés firmes no chão e fala seriamente:

- Meu prestígio é tão grande que transformei um cinturão 24/7 no título mais respeitado da NWR, ao lado do Impact claro, então como posso ter tido lutas tão medíocres para chegar ao topo, Glock? Para começar a conversa, antes de você existir, eu já era vencedor. Onde você estava, quando Erick Morgan reinou na Cursed Division? Ah, estava no centro de treinamentos da NWR me pedindo conselhos e tendo certo reinado até ficar lesionado; lembra? Eu era professor do centro de treinamento desta companhia, enquanto você estava distribuindo sorrisos com um cinturão pendurado em seus ombros. Então, desqualificar Erick Morgan e Morrice foi uma atitude desrespeitosa com colegas de profissão, goste deles ou não eles foram homens de me enfrentar no mano a mano. Conseguiram fazer algo que poucos fizeram: deixar cicatrizes em meu corpo, mas não me derrotaram. Percebendo que posso proporcionar verdadeiros shows na NWR, colocaram-me diante de ti, antes do GRANDE EVENTO: Bé! Eu vou entrar totalmente focado contra ti Glock, mesmo não valendo o cinturão que carrego, quero mostrar que sou uma força dominante dentro desta empresa, que não preciso lamber as bolas da gerencia para chegar ao topo e permanecerei reinando na Intercontinental Division até minha vontade se findar. Nesta maravilhosa tarde de Sábado, prevejo uma Terça-Feira bastante sangrenta para ti e uma derrota que o fará me temer realmente. Não pela minha altura, não pela minha força bruta, não pela inteligência ou barba por fazer e sim por toda IRA que posso utilizar para te consumir rapidamente, além dos requintes de crueldade que guardo em meu vasto repertório de golpes. Digamos que você será um aquecimento para Quinta-Feira, bem como foi Koji, aliás: cadê este inseto? Falou baboseiras, me perturbou e agora vai dar para trás? De qualquer modo, Glock, faça o seu melhor mesmo ciente de que não será suficiente para me derrotar.

- Agora, senhor Filipe Bé, que nosso grande duelo seja lembrando por todas as gerações como melhor combate da história da NWR. Estou treinando para lhe derrotar, mesmo ciente do risco que corro neste caso, e não vou dar as mesmas brechas que dei para tua vitória sobre mim. Sei que possui um carisma absurdo com os fãs, mas eles não podem entrar no ringue e lutar por ti, entende? Então, faça seu melhor na Terça-Feira para que na Quinta-Feira o chão trema ao receber nossos corpos como sacrifício vivo, no ringue da NWR; boa sorte.

- Por último, quero comentar o lamentável caso do senhor Juan. Acusado de mãos tratos aos animais por um colega de trabalho e ainda com provas? Realmente a NWR precisa avaliar o psicológico de determinados lutadores, para que os mesmos não sujem o nome da empresa.
Acredito que o mesmo ficará isento de tal prisão, mas que seu bolso ficará vazio: isso é fato! Quanto ao Giverlock, bem, vai continuar no nível raso do roster e ainda verá o surgimento de um novo desafiante por este cinturão: Koji ou Juan. Mas deixo claro que independentemente de quem seja, não vai encostar as patas em meu cinturão nem nesta ou na próxima vida. Ousem me desafiar que serão caçados impiedosamente por mim e sem nenhum remorso em meu coração para as maldades que possa fazer.

- Bem, este foi um singelo vídeo aos meus súditos e a quem for de interesse. Terça-Feira e Quinta-Feira a NWR terá o privilégio de me ver em ação, com motivação o suficiente para emplacar duas convincentes vitórias e me preparar para mais um PPV. Sou King Imortal Armstrong, o seu Intercontinental Champion e me despeço de vocês, até breve.


O vídeo mostra a imagem de King sorridente em seu trono. A imagem começa a se afastar, ficando a imagem cada vez mais distorcida até que a tela fica toda escura, aparecendo apenas o nome de King em cores douradas na tela.
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 124
Pontos : 364
Reputação : 234
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 04.03.17 19:44

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa em uma floresta estava durante o dia mas o lugar era tão escuro que apenas alguns feixes da luz solar passavam pelas arvores tortas a bruxa caminhava pela floresta enquanto gargalhava a mulher parecia animada ela passava a mão pela cabeça e segurava em uma arvore rodando em volta da mesma mantendo aquele olhar cruel e cheio de pensamentos obscuros a bruxa não estava brincando o corpo da mulher tinha algumas manchas vermelhas e o cabelo parecia grudento ela havia aprontado alguma coisa durante o final da última transmissão que fez

- A abelha quer ferroar a rainha não entendeu sua posição não é mesmo? Eu gosto de coragem são os mais divertidos de corromper coragem só serve quando podemos enfrentar o perigo em que colocamos não somente nosso corpo mas sim nossa mente

Ela bateu o dedo indicar na cabeça a mulher passou o rosto na árvore arranhando aquela casca deixando a marca das unhas

- Eu não sou má eu sou apenas a essência dele algo que foi moldado por ele pequena lutadora você dá orgulho as mulheres assim como eu fiz nossos caminhos são diferentes mas temos o mesmo proposito mostrar que mulheres podem ter o mesmo brilho essa guerra é mais antiga do que imagina

A mulher sorria e olhava para aquela árvore quando terminou de arranhar ela havia feito um símbolo algumas árvores estavam marcadas a bruxa se afastava olhando com orgulho

- Solidão...esquecimento...dor são sentimentos que derrubam os fracos agora os fortes se alimentam dele para mostrar quem manda você se deu pela dor não queria ser esquecida esse é seu medo? A solidão? Presa numa crença que não é sua perdida atrás de uma máscara que não pertence a sua essência..eu não a culpo deve ser triste querer ser algo apenas para dar orgulho minha psicose e loucura são parte de mim...sua máscara é parte de você ou parte do que você acha seu?

A bruxa inclinou a cabeça para o lado como se esperasse a resposta sabia que a mulher iria responder

- Eu não ligo sinceramente se usa ou não essa máscara ter medo e usar um legado que não seu parece ser uma boa fuga da realidade...aprenda uma coisa eu não ameaço eu faço promessas pessoas que ameaçavam estão apenas jogando palavras ao vento que no meu caso eu sei que ele escuta eu sei que ele leva segredos então ameaçar é muito vazio e deprimente eu prometo e no combate vai entender isso

A mulher voltou a caminhar ela falava com algumas “pessoas” ao menos parecia isso enquanto andava o lugar era horrível e a bruxa arranhava a cabeça e os braços tendo alguns tiques

- Loucura é questão de ponto vista eu não sou louca você que é esquizofrênica mas quem de nós não é? Todos somos loucos da nossa maneira a menina mascarada que se auto proclama heroína e a mulher que faz sacrifícios e escuta vozes...não somos diferentes nós duas íamos sair com uma camisa de força daqui e levaríamos muitos outros conosco para meu lar

A mulher mordeu o lábio inferior e começou a gargalhar a risada faziam os bichos fugirem animais tinham sentidos apurados e muitos fugiam da bruxa enquanto ela caminhava por aquele lugar esquecido

- Eu admito minha loucura eu admito minha essência cruel e vontade de destruição enquanto você que fica por ai brincando de salvadora..em um mundo que não quer ser salvo as pessoas não precisam de sua fé que é tão pagã quanto a minha eu mostro para todos quem sou riam ou chorem no final todos veem meu poder e você será uma desses

Ela riu e balançou a cabeça de modo irônico a bruxa se sentou em uma pedra e cruzou as pernas a mulher possuía alguns cortes cicatrizados no local com símbolos estranhos e bizarros

- Não estamos mais em tempos astecas ninguém mais precisa de heróis sem rosto você tem tanto medo das pessoas verem que sua cara não é tão heroica?..ataques de bipolaridade vindo de uma esquizofrênica? Devo me ofender ou me sentir elogiada?

A mulher fazia uma cara confusa enquanto parecia pensativa

- Honra essa palavra é muito usada em tudo o que você faz mas você é apenas mais uma pessoa que precisa ter o ego amaciado constantemente apenas isso quer ser adorada como uma deusa quer ser a única luz em meio a escuridão....bem egoísta

Ela fazia um olhar de reprovação

- Eu não sou a vilã mas eu também não a heroína eu sou o que eu quero ser eu sou a magia eu sou o vento eu sou o que meus deuses pedem a mim...vivo além dos rótulos que seres sem conhecimento tentam impor a mim...você ser essa ser desprezível que é me incomoda mas nem por isso a julgo você se intitula uma heroína eu sou apenas....a bruxa nem boa nem má

Sorriu de lado para a câmera e jogou o cabelo para trás respirando fundo

- Eu faço o que faço para homenagear meus deuses você usa uma máscara  eu faço sacrifícios cada um homenageia sua “luz” como quer eu não tenho distúrbios EU inventei essa palavra

A mulher começou a rir freneticamente jogando o corpo para trás batendo em uma pedra a bruxa ria como se debochasse

- Ser louca ser má ser boa ser um padrão não ser esses rótulos me enchem nossa batalha não é nada além do que eu venho fazendo irei derrotar outra aspirante a diluvio que veio para varrer a terra do “mal”..o que é ser mal? Roubar? Destruir? Sacrificios? Dormir com vários homens? Ser pagã?...sim isso pode ser algo que alguns consideração de pessoas más porém os motivos talvez não

Ela falava usando uma voz meiga e até mesmo angelical nem parecia aquela louca totalmente descontrolada

- Você pode falar essas coisas bonitas apenas para se auto promover eu posso fazer essas coisas apenas para me esconder ninguém sabe ninguém entende somos todos cheios de segredos se você me julga cruel e no fundo eu sou a boa? Vai fazer um vídeo de desculpas? Ações são apenas ações quando não se tem real intenção naquilo posso fazer a maldade mesmo sofrendo porque é a imagem que quero passar enquanto você pode ser o bem apenas para te verem assim e te vangloriarem...mas posso quebrar esse tabu pra você

A bruxa levantou a mão como se chamasse a lutadora ao encontro dela

- Eu faço o que quero fazer não o que querem que eu faça não sou exemplo não sou heroína não sou boa nem má sou apenas eu...entende? não quero ser amada não tenho essa necessidade de provar algo a esse mundo podre...um dia você vai ver isso assim como o bodinho viu quando o trouxe pra mim

A mulher assoprou da mão o que parecia um pó era escuro devia ser terra ela estava fazendo algum ritual

- Você tem que parar de mostrar suas fraquezas apenas lute não fale demais gatinha que mia não arranha e eu gosto que me arranhem...seu ritual será lindo sua honra tirada de você pelas mãos de algo que despreza uma bruxa uma mulher corrompida que aceitou a dor e a transformou em força algo maior do que ela

Ela se levantou e começou a caminhar em direção a caverna estalando os dedos

- Lute por sua vida quando cai nas garras afiadas da bruxa a única saída é aceitando a escuridão não a minha...mas sim a sua

A câmera caia do tripé nos pés da bruxa que apenas riu

- Essa vai ser sua visão quando nossa luta acabar

Ela pisava dando fim a transmissão


Vídeo encerrado



I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 68
Pontos : 40
Reputação : -26
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Hollywood

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 04.03.17 22:00

Vídeo postado no site Oficial da NWR

Eva se encontra em uma sala completamente arrumada, com moveis pretos, ela se sentou em um sofá preto e ao seu lado havia uma mesa com um telefone em forma de Crânio, assim como toda a decoração do ambiente com detalhes de caveira e crânios, porém as paredes eram brancas mas haviam quadros com bandas de Rock, Eva mexia em seu celular e dava algumas risadas, enquanto murmurava alguma coisa, até a campainha tocar! Ela se levanta e vai atender deixando entrar o homem que lhe deu uma bronca na ultima vez que se viram.  O homem permanece com o capuz, e fica parado no centro da sala enquanto Eva fecha a porta após mais três pessoas entrarem, o homem tira o capuz e deixa a mostra seus longos cabelos pretos virando-se para Eva a olhando com severidade.

Isaac: – Deixe-me ver o símbolo do seu reinado! –

Eva caminha ate seu quarto e pega seu cinturão que se encontra em sua cômoda ao lado de sua cama, fica o encarando por alguns minutos e então decide voltar para a sala, mostra o cinturão para Isaac o homem pega com cuidado o admirando devolvendo logo em seguida, indo sentar-se no sofá! Eva pede para que Gabriella sua empregada fizer lanches e um suco para os convidados e assim a mulher o faz deixando Eva a sós com as suas visitas.

Eva: – Qual o motivo da visita? –

Perguntou Eva sentando-se em uma poltrona ao lado do sofá da qual continha a mesma cor do sofá. Segurando seu cinturão!

Isaac: – Conversar com a rainha agora campeã da NWR! –

Eva: – E dar-me bronca creio eu! –

Isaac: – Também! Não gostei de te ver dando moleza para aquele imprestável do Juan! Ele não merece nem um pingo de sua bondade, você esqueceu-se de nossa ultima conversa? –

Eva: – Não me esqueci e nem irei me esquecer, eu quis deixá-lo confiante antes de acabar com a perna dele! –

Isaac: – Jasper está furioso por causa disso! Isso quase custou a sua vitória! Não brinque com vermes como este Juan! Que ainda por cima vem dar uma de poderoso com poderes e tudo mais! Usando a esposa para te ofender... Vermes como ele não chegam a seus pés... –

Eva: – Eu imaginava que ele iria se sentir assim! Mas o que a esposa dele pode fazer? Acabar com a minha vida? Serio? Ela acha que eu estou ligando para ela? Ou para as ofensas dela? Quem começou a vir querer briga comigo? A é mesmo o maridinho ridículo que ela tem... Que pensa que é um prodígio, que tem talento! È uma piada humana... E eu tenho que me preocupar com sua esposa... –

Isaac: – Está mulher de péssimo gosto além de ser feia é uma burra incomparável assim como seu marido! Não tem idéia do que fala... Ela nunca irá tocar em você! –

Eva começa a rir no momento em que Gabriella chega com os lanches e o suco de melancia da qual Eva adorava, e deixa em cima da mesinha de centro da sala. Eva pega um lanche seguido do copo de suco e começa a comer, enquanto os outros fazem a mesma coisa.

Eva: – Ela é uma idiota se pensa que pode acabar comigo! Não tenho medo dela é tanto que se eu enfrentar Juan novamente eu irei acabar com as duas pernas que o mesmo possui! –

Isaac: – Não somente as pernas como também a carreira de merda que tem. Enfim... Finalmente saiu da casa de seus pais! –

Eva: – Se você chama aquilo de pais! Sou apenas um instrumento que garante a herança deles... –

Isaac: – Tem o pequeno Edward você não o instrumento de garantia! –

Eva: – Edward foi só um pretexto pra dizer que se amam… Eu continuo sendo o “tesouro” que foi educado e amado por eles... Por isso faço sempre o que eu quero, mas eu não fui criada por eles... Você sabe! Um bando de imbecis que só ligam para o dinheiro... –

Isaac: – Você não precisa deles, para nada deve a nós e ao meu pai afinal você foi criada por ele para ser o que é assim como todos nós! –

Eva termina o suco e seu lanche e coloca na mesinha de centro e volta a segurar seu cinturão sem ao menos dar um sorriso se quer.

Eva: – Sim sou uma de vocês, eu não vou decepcioná-los não faço o que todos vocês fazem por conta de trabalhos e por não concordar com muitas coisas, você sabe disso! Mas sempre respeitaram a minha decisão! Isso é inegável. –

Isaac: – Respeitamos por ser leal a nós, nosso pai já brigou com todos por você nunca participar das reuniões e ter privilégios que os outros não têm! –

Eva: – Eu realmente fico lisonjeada com isso! –

Isaac: – Agora vamos falar do seu próximo combate contra as  bruxas ridículas... Não queremos que perca para elas... –

Eva: – Isso eu sei perfeitamente que você não quer que elas nos vençam... Não se preocupe isso não vai acontecer... –

Isaac: – Possa ser que vençam já que a sua parceira é uma imprestável... Eva minha querida irmã! Não fique cega por muito tempo... Clarisse não está aos seus pés! –

Eva: – Vocês podem para de falar mal de Clarisse? Ela fez de tudo para conquistar comigo este cinturão! Eu sei que foi difícil pra mim dar conta de dois enquanto ela se recuperava, mas isso é normal... Entenda somos uma dupla, uma completa a outra! Eu não conquistei esse titulo sozinha! –

Isaac: – Tudo bem tudo bem… Só acabe com a carreira daquelas bruxinhas de araque! –

Eva: – Não irei acabar com a carreira delas só por que você e seu pai querem! Eu já tenho alguém para destruir a carreira, e este alguém vai se arrepender de ter mexido comigo! A isso vai! –

Isaac: – Está falando de quem? –

Eva: – Do imprestável, que pensa que pode tudo…  Não existe outro sem ser o tal Juan! –

Isaac: – Sabe que ele irá enfrentar Bruno Radke não sabe? –

Eva: – Fala neste tom só por que eu tive uma “pequena” desavença com ele? Sim eu sei e estarei torcendo para que Bruno acabe com ele e que me poupe de um trabalho chato! –

Isaac: – E quando a Bruna e Klaus? Querem vingança... Desnecessário isso! –

Eva: – Eu entendo que querem apanhar mais! Eu entendo perfeitamente. Compreendo o lado deles de acharem que merecem esse titulo mais que agente, eu acho uma perda de tempo dar atenção a fracassados! –

Isaac: – Bom não importa o que aconteça Eva! Você tem de ganhar e permanecer com este titulo! Você pode fazer o que bem entender, mas sempre se lembre de que você deve muito ao nosso pai! Mostre o porquê o mal reina e por que as sombras e a escuridão estão do seu lado. –

Eva: – Sem problemas Issac! Eu não irei perder este titulo sabe disso! –

Isaac: – Algo tem nos incomodando! E muito... Esse King te tratando com respeito e você também... Isso não faz bem para tua imagem... –

Eva: – Eu não ligo para o que os outros pensem das minhas ações Isaac! Eu respeito King por que ele assim como poucas pessoas merecem o meu respeito! Eu gosto dele, ele conquistou minha simpatia! Eu não sei por que isso os incomoda tanto! Afinal não é da conta de vocês o que deixo de fazer ou não! –

Eva cruza as pernas junto com o braço mostrando insatisfação com a conversa como se estivesse com algum tipo de tédio!

Eva: – Por que Jasper não veio? –

Isaac: – Foi dar um jeito no Aaron, ele desobedeceu as regras e nos traiu! –

Eva: – Eu bem que disse que esse Aaron não prestava! Não precisa me dizer o que ele fez não me interessa por isso! –

Isaac: – Não gosta de saber dos nossos assuntos… -

Eva: – Eu prefiro assim! Não me deixa preocupada e não me distrai no meu trabalho! –

Isaac: – Eu compreendo doce Eva! Bom está na hora de irmos... Vemos-nos em breve Eva! –

A ruiva se despede do homem que se levanta e coloca de volta o seu capuz, indo embora do local. Deixando Eva sozinha em sua nova casa desfrutando assim sua casa na solidão novamente como ela estava a gostar!


[XXX]

Dessa vez Eva encontrasse novamente em sua casa acompanhada de Clarisse, as duas estavam a discutir sobre a luta da qual perderam para Violetty e Narkissa de uma forma injusta. Eva estava sentada em seu sofá e Clarisse ao seu lado! A campainha toca e Gabriella abre a porta depois de alguns minutos, Isaac entra encarando a empregada que da uma olhada para fora e fecha porta e volta para a cozinha, Eva se levanta junto a Clarisse que olha para o homem que estava com os cabelos presos.

Isaac: – Você sua loira vagabunda nem um piu! –

O homem estava furioso e virou o seu olhar para Eva passou a mão nos cabelos e depositou na cintura, andou de um lado para o outro e parou voltando a sua atenção para Eva.

Isaac: – Eu disse… Pra ganhar e acabar com a carreira delas… O que vocês fazem? Perde para aquelas desgraçadas, tudo isso por culpa dessa loira vagabunda que não tem um pingo de talento! –

Clarisse: – Eu provei que tenho talento e capacidade para lutar chegando à NWR! Provei novamente que sou tão capaz como qualquer outro conquistando o titulo de duplas! Você não me conhece para me ofender! –

Isaac: – Não preciso conhecer para saber que você é uma fraca que fica usando os outros para beneficio próprio! Então cale a sua boca antes que eu tenha que calá-la pra sempre... –

Eva: – Isaac, o que você quer? –

Isaac: – O que eu quero? Explicações EVA EXPLICAÇÕES! Como pode ter acontecido aquilo? –

Eva: – Elas ganharam roubando como sempre… Achei que já estava a imaginar isto! Mas isso não é motivo de ofender a minha parceira! –

Isaac: – Não? Ela é fraca não está vendo? Magrella sem graça sem sal! Onde esta a sua força vagabunda? –

Clarisse: – Se você acha que é mais forte que eu por que não entra lá e prove sendo um parceiro melhor do que eu? –

A loira coloca suas mãos na cintura o encarando como se tivesse o desafiando o homem que levantou o braço para bater na mesmo da qual foi impedido por Eva que segurou o braço do mesmo!

Eva: – Minha casa minhas regras, ninguém bate em ninguém... Se quer bater em alguém bata em seus lacaios não em alguém que não tem nada haver com essa facção! –

Isaac: – Como é Eva me desafia? –

Eva: – Não gosta de ser contrariado? Acha mesmo que quando Jasper sair do comando o posto será seu? Alguém que só faz merdas para a entidade como você já deveria saber que não tem a confiança de Jasper! –

Isaac: – Somos uma facção unida Eva... Faço o que eu acho que tenho que fazer para manter a ordem nessa merda! Enquanto você fica brincando de lutinhas com a sua parceira putinha! –

Eva: – Eu não ligo para o que faz e muito menos para o que você faz. Você está na minha casa para me dar bronca então ofenda a mim não a Clarisse! Eu faço parte da facção não ela. –

Clarisse: – Não precisa me defender...

Eva: – Clarisse não se meta! –

Eva impede Clarisse de continuar a falar enquanto confronta o homem que estava preste a quebrar algo, caminhando de um lado para o outro enfurecido olhou para Eva novamente que o encarava com a mesma expressão que olhava para os vídeos com ódio  e ameaçador fazendo um bico com os lábios  com os punhos fechados.

Isaac: – Está defendendo essa piranha? Eva nunca ligou para os de fora da facção somos todos irmãos, a mataríamos facilmente, você mataria ela facilmente. Não entendo por que você defendendo ela! Mas eu sei por que a defende... Precisa dela por causa desse titulo! Eu te conheço em algum momento você irá trair... Espero que seja uma traição adequada de uma rainha! –

Clarisse: – Pensa em me trair Eva? –

Eva: – Não! Eu... Isso não passou pela minha cabeça! –

Isaac: – Não foi o que você me disse no outro dia que vim te ver Eva... –

Eva: – CALE A BOCA SEU VERME IDIOTA! ACHA ENGRAÇADO ISSO? PROMETEMOS NUNCA AGREDIR E NEM DESRESPEITAR UNS AOS OUTROS E QUEM NOS RODEIAM FORA DA FACÇÃO! Acho que Jasper vai gostar muito de saber dessa novidade! –

Clarisse: – Eva... Pensa em me trair? Eu que fiz tudo por você? Você ainda fala mal de mim pelas costas? –

Eva: – Clarisse… Eu já disse que não! Eu não aceitaria fazer uma dupla com você! Fizemos um voto de confiança e eu estou cumprindo... Somos irmãs uma protege a outra lembra? Não caia nessas provocações... –

Clarisse: – Então explique isso Eva! Nós fizemos um voto de confiança uma com a outra não seria justo  você me trair! E que entidade e essas de vocês? Facção? Eva que história é essa? –

Eva: – Eles odeiam você e acham que você é um atraso de vida! Porém eu não falo mal de você pelas costas embora eu concorde que precisa melhorar e ficar mais forte. –

Clarisse: – Quer que eu acredite que isso tudo é pra fazer a gente se separar/ -

Eva: – Ou me punir por ter perdido para Violetty e Narkissa! Já fui avisada da punição Isaac, fazer isso não iria adiantar agora que temos os cinturões! –

Isaac: – Pois bem… Já que está avisada saiba que se perder para estas duas novamente, terá conseqüências graves. Afinal você não participa de nossas reuniões falta pra “trabalhar” você só está viva por que é a queridinha do Jasper Eva se não estaria morta assim como os outros por ignorarem as regras! –

Eva: – Eu sei... Mas a luta é minha não de vocês... Não precisava disso tudo! –

Isaac começa a bater palmas e a dar risadas com o que estava a acontecer...

Isaac: - É bom saber que eu tenho influencia sobre Clarisse… Então magrella azeda… É bom você não vacilar pois se você vacilar sua morte será certa... –

Eva: – Não ligue para ele Clarisse… Ele não fará nada! Até por que Jasper não irá deixar! –

Isaac: – É o que iremos ver… Bom as ordens foram claras então repassarei! Se perder novamente para aquelas cachorras... Seu castigo será muito pesado Eva Queen! –

Eva: – Você só veio para dar um recado? E claro fazer o seu show desnecessário!  Digno de um idiota! –

O homem ri e se retira da casa de Eva deixando as duas conversar por um longo tempo até decidir gravar um vídeo falando da luta e responder a Juan! Clarisse pega a câmera e liga verificando se esta gravando e se senta ao lado de Eva que permanece com cara fechada de poucos amigos!

Clarisse: – É! Novamente as duas vencem... Desta vez com ajuda! Da outra vez roubando, e desta vez teve ajuda! De alguém que nem se quer tem coragem de mostrar as caras! –

Clarisse estava seria sem um pingo de riso no rosto como se algo tivesse a incomodando.


Eva: – Como sempre um bando de covardes que não tem um pingo de coragem na cara... Não quero saber as razões por ajudarem por que isso já esta na cara, acham elas melhores que nós? Muito bem... Vamos ver o  que as trevas acha disso tudo quando você mostrar as caras e eu acabar com a tua vida! –

Clarisse toca na Eva na intenção de  lembrá-la de algo, então pegou o copo de água que estava na mesa a frente e tomou um gole.

Clarisse: – É difícil ter que falar bem de pessoas que trapaceiam que roubam para vencer, eu  não entendo com Eva ainda gosta de vocês! Só sabem trapacear! Vão dizer o que agora? Que foram os DEUSES que mandaram alguém para salvá-las? –

Eva: – É a única coisa que sabem fazer! Falar dos deuses... Até quando eles vão interferir no combate de vocês? Ta certo, Violetty faz de tudo para defender os seu titulo eu fico feliz pro isso! Mas! Tem um, porém... Até quando os seus deuses irão interferir na lutas de vocês?  -

Clarisse: – Mas isso não importa o que importa e descobrir quem é o filho da puta que deu a vitória para elas1 –

Eva: – Alguém que vai levar uma surra tão grande, mas tão grande que vai se arrepender de ter mexido comigo... O inferno da boas vindas a quem entra no meu caminho! –

Ódio era que surgia na voz de Eva além do olhar ameaçador que a mesma tinha!

Clarisse: – Seja lá quem for que as ajudou irá pagar caro por isso... Não me importa quem seja... Você irá cair... –

Eva: – E rastejar pedindo clemência, mas aqui não tem compaixão... Não irei hesitar em acabar com você! Acredite, eu sempre cumpro o que eu prometo... –

Eva: – E não é porque eu gosto de destruição que eu faço essas coisas... E sim por que eu gosto de lembrar que sou a rainha do inferno... Mostrar respeito é sempre bom! Lembrar que ninguém pode entrar no meu caminho e sair assim ileso... Não! Não comigo meu bem! Não venha se meter nas minhas lutas, por que isso não acaba bem! Sabe por que não? Por que ao contrário dos outros eu não tenho medo de acabar com carreiras dos outros! Não medo não existe! –

Clarisse: – Medo... Pode nos deixar fortes com o tempo, mas para que ter medo com pessoas que usam capas mascara, para se esconder? Mostre a sua face mostre quem é... E venha nos confrontar! E terá um futuro cheio de sofrimento! E dor –

Eva: – Um mundo cheio de gritos, choros… Dores.., Isso é triste e agonizante para quem ouve. Para mim é música! Mas eu me contento em dizer quer! As duas vezes que vocês me venceram nos venceram... Uma precisou trapacear! A outra de ajuda! Isso só afirma que... As Punk’s! Somos imbatíveis! Afinal... Precisaram de ajuda e trapacear... Tudo bem isso não diminui o respeito, mas aumenta a vontade de acabar com vocês... –

Dessa vez a voz era serena como se estivesse conversando normalmente, da um sorriso um pouco tímido, porém intimidador.

Clarisse: – Agora algo me chamou a atenção! Juan Pedro meu querido! Virou ator agora? Por que não vai pra Hollywood conseguir um trabalho em um daqueles filmes fracassados da qual você pode realmente ser alguém? Eu estou falando serio! Você tem talento de sobra pra atuar! Hollywood precisa de mais atores para filmes de comédia assim como você! –

Eva: – Como eu disse um palhaço não vive sem o circo, um ator de comedia barata não vive sem fazer filmes... Ao invés de você ficar e tentar mostrar o talento que você não tem! Por que não fazer algo útil? Até por que a vadia da tua esposa, não vai se preocupar em sonhar alto demais pensando que pode vir acabar com a minha vida! Ou com a minha carreira! Pessoas como ela morrem em minhas mãos. E servem de alimentos para meus demônios! –

Clarisse: – Me diga como uma pessoa tão cega e inútil como você! Só me explica, como pode continuar sendo cega? Seu marido é um merda! Sabe quando ele vai ser Championship? Nunca! Por que uma hora ou outra ele vai ter que lutar contra nós, DE NOVO! Ou contra Eva... E a história se repete... –

Eva: – Um imbécil pensa que pode ser o melhor desta empresa e não fez nada! Acha que pode me vencer, tentando ser superior a mim, e perde e o que acontece? Ele chama a esposa ridícula feia, desnutrida ainda cega e burra para defendê-lo... –

Clarisse começa a rir junto de Eva que não se aquenta e após alguns minutos rindo pega um copo e bebe a água repousando o copo novamente na mesinha central de sua sala.

Eva: – E ainda vem me ameaçar? Então escuta aqui filhote de cruz credo! Eu vou quebrar as duas pernas que o infeliz do seu marido tem! Já você! Não passará de Três segundos para que eu acabe com a tua raça! Assim você me chamou de vagabunda e cadela? Que lindo... Ela sabe ofender Clarisse... Olha ela pensa que eu ligo para ofensas? Temos aqui um casal de palhaços! Qual a piada agora? –

Clarisse: – Acabar com a tua raça? –

Eva: – Não sou cachorro para ter raça... Olha... Que coisa linda... Ela vai me punir... Acho que eu deveria morrer de medo! Mas amo desafios... Quero ver cadela viralata... Eu não tenho medo de você! Não tenho medo do seu marido! Alias você é cega! Dizem que o amor cega as pessoas! –

Clarisse: – Eu não sabia que cegava tanto! Por que lindo? Serio? O mais lindo? –

Eva: – Tem uma lista de Wrestlers lindos, Filipe “Bé”, Tyler Carter, King meu doce amado amigo king! Bruno Radke... Quem  diria? Sudz... Ken... Até o Samael Klaus! È mais lindo que esse... Juan fracassado que você diz que é o seu marido! –

Clarisse: – Lista interessante... Realmente são lindos! Ao contrário de Juan... Só serve pra ser o palhaço...  –

Eva: – Fico feliz de saber que… Uma puta ache que pode acabar comigo! CHORA MAIS QUERIDA! Mas chora muito não por que você vai precisar das lagrimas quando o seu marido morrer! –

Eva respira fundo antes continuar a falar...

Eva: – Quando vocês estiverem dormindo, meus demônios estarão vigiando vocês! Quando saírem para jantar, eles estarão atrás de vocês... Quando estiverem no cinema, shopping, seja aonde for... eles estarão atrás de vocês... isso não é paranóia é realidade! –

Clarisse: – É realidade! Mexeu conosco paga as conseqüências –

Eva: – Sangue nas ruas, a sua queda está próxima, eu farei o que for preciso até que eu os veja rastejar até mim! Onde vocês virão o fim, dos seus dias! –

O vídeo se encerra com um símbolo satânico no centro da tela enquanto a imagem das duas estava sendo desfocada.
avatar
★ Filipe Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 327
Pontos : 795
Reputação : 407
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Filipe Bé ★ em 05.03.17 3:46

Durante o ultimo Smash9

Está Bé a festejar no ringue após a sua vitoria, as Gardeas aparecem para festejar com ele.

Narkissa: Parabéns bodinho!

Narkissa abraça o Bé e começam a festejar só os dois.

Bé: Esperem ai, cadê minha Vivi?

Meanwhile ninguém sabe porque está uma discussão do outro lado, Bé apenas se volta e mete a mão no ombro de Vi que lhe deu uma cotovelada at a nowhere. Enquanto os seguranças aparecem para separar algo que eu não vi, não sei, nem estava com atenção.

Vi: Béé!! Desculpa foi sem querer!

Bé: Ei, qual o teu problema? Que se passou.

Vi: Eles que começaram, não reparei que eras tu Bézinho.

Bé empurra um poco as Gardeas pro lado, o show já tava fora do ar.

Bé: Ei, quem foi o maldito que tentou encostar dedo na minha Vi, vem já heel turn a caminho! Isto não era suposto acontecer!

Bé se mostra frustrado e tenta agredir ambos Morrice e Samael. Porem os seguranças principals Terry e o outro, são competentes e não deixaram Bé inciar um briga. Mais tarde Bé está todo putasso por ai e entra no escritorio do Gm.

Bé: Ouve me lá! Quem aquelas duas princessas julgam que são para me interromper minha celebração do nada!

Guiller: Mas eu pensei que fossem tuas amigas.

Bé: Não estou a falar dessas, das outras que tavam a discutir random!

Guiller: Ahh...

Bé: Tu julga que eu sou o que? Um boneco articulado?

Guiller: Ãhm?

Bé: Foda-se essa porra, proximo show me marca um Bé Vs Morrice e Samael ai.

Bé: Não tenho medo desses miseráveis ai, e a sorte deles é que não vi encostarem dedo na Vi senão tinham de ir no ForVictory chamar o roster de lá para separar ainda mais a briga!


Guiller: TUDO MENOS JUAN AQUI!! POR FAVOR!!

Bé: Ninguém estraga a minha celebração! Julgam que eu tenho medo de brigas? Que eu sou um fantoche? Desafio está feito, quero esses dois miseráveis num Hardicap Match!

Bé: E FODA-SE!!


Bé dá um soco na Tv Plasma super cara do Guiller que explode e abandona o escritorio deixando ele com cara triste ao ver a Tv a morrer.



♥ I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 124
Pontos : 364
Reputação : 234
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 05.03.17 4:45

Após o final do Smash

A bruxa estava descontrolada depois que Bé saiu a mulher começava a quebrar as coisas e gritar de forma insana pelos corredores

Violetty:  - EU QUERO A CABEÇA DELES EU QUERO A CABEÇA DELES EU QUERO FAZER UM RITUAL COM OS CORPOS MORTOS DELES!!!!! ME DEEM  MORRICE E KLAUS AGORA!!!!  

A mulher olhava camarim por camarim procurando o nome dos culpados ela estava arrastando  sua nova arma que ganhou da irmã era uma clave medieval o barulho que fazia enquanto era arrastada fazia as pessoas saírem correndo a mulher estava descabelada  a roupa um pouco rasgada devido aos puxões para tentarem a de impedir de pegar os culpados

Violetty: - EU MACHUQUEI MEU BODINHO E VOCÊS DOIS VÃO PAGAR POR ISSO COM SUAS ALMAS!

A mulher levava a clave e saia batendo nas coisas gritando e quebrando tudo ao achar a porta do camarim de Klaus a mulher arrebentou a porta na base do chute o rapaz não estava lá ela olhava o lugar a respiração estava ofegante a bruxa jogou os cabelos para trás e começou a destruir o camarim do homem

Violetty:  - PAREM DE FALAR EU JÁ ENTENDI CALEM A BOCA EU JÁ SEI

A bruxa bateu a cabeça na parede várias vezes de forma violenta ela estava se machucando o sangue saia um pouco de um corte que abriu

Violetty: - CALADAS CALADAS CALADAS CALADAS! NÃO RIAM!

Ela ouvia a voz da irmã que estava a chamando seguindo o rastro de destruição os seguranças tentavam parar a lutadora que estava fora de si mas Narkissa chegou e atacou eles para soltarem a bruxa que estava sentado arrastada enquanto chutava as coisas a bruxa caiu no chão e arranhou os braços resmungando e rosnando ela olhou para a irmã

Violetty:  - Me.....dê....Morrice...e....Klaus

Ela falava com os dentes serrados e cheia de ódio a voz saiu pausada a bruxa jogava o corpo pra frente e pra trás de forma bizarra enquanto ouvia um sermão da irmã a bruxa levou as mãos até a cabeça perdida em sua loucura

Violetty: - EU VOU DESTRUIR OS DOIS ELES NÃO CONHECEM A VERDADEIRA LOUCURA!

A bruxa se levantou e continuou buscando pelos culpados ela empurrava as pessoas da frente dela inconformada com o que havia feito ela se arranhava e se jogava nas paredes quando tentavam a segurar a bruxa batia e chutava a irmã estava ajudando ela o alvo era Morrice quando achasse aquele

Violetty: - SAIAM DO MEU CAMINHO AGORA!

Usava a clave para tirar todos de perto dela a mulher batia nas caixas de som arranhava a parede estava quebrando as portas dos camarins os berros dela podiam ser ouvidos estava tendo um verdadeiro ataque de raiva foi quando ela viu o camarim do narcisista a bruxa endoidou de vez e saiu correndo destruiu a porta inteira Narkissa estava junto da irmã ambas não pareciam amigáveis ela queria a cabeça do loiro numa bandeja quando a porta foi destruída a bruxa viu que ele não estava lá

Violetty: - TRAGAM ELE PRA MIM AGORA!

Ela deu uns socos na própria cabeça e começou a quebrar o camarim inteiro do loiro ela colocou símbolos arranhando a parede escreveu maldições rasgou as roupas e deu com a clave no espelho

Violetty: - ME DÊ

Ela esticou a mão para Naki  a loira jogou o isqueiro pra ela a bruxa tacou fogo nas roupas e começou a rir vendo pegar fogo se a loiro não estava ali não sobraria nada para ele levar mas a diversão da bruxa foi cortada quando vieram e a seguraram vários seguranças agarram as irmãs Gardea a apagaram o fogo do camarim do loiro a bruxa se debatia querendo ser solta arrastaram ela que tentava se defender as bruxas gritavam em latim várias maldições

Violetty:  - ME SOLTEM!

Narkissa estava sendo segurada iam jogar Violetty dentro de um armário não queria a jogar para fora do edifício com medo dela machucar alguém porém a voz do Bé fazia a mulher parar ele pedia para colocarem a bruxa no chão obedeceram a ele a mulher correu na direção dele vendo o machucado

Violetty: - Me desculpa me desculpa...essas...vozes....estão...rindo....AAAHHHHH

A mulher levava  a mão a cabeça o lugar estava todo destruído ela apertava a cabeça e quando foi bater a cabeça na parede novamente foi segurada por Bé

Bé: - Para já com isso para já chega eu dei um jeito eles vão pagar

Violetty: - Mas estão rindo.....eu tenho que me vingar deles

Bé: - Eu farei isso se acalme pare com isso

A mulher olhou pra ele e colocou a mão no lugar que havia acertado estava chocada ela queria chorar de raiva ela o olhava a bruxa estava desolada por ter o machucado ela se jogou nos braços dele e ficou agarrada ao lutador estava tão brava mas ele a acalmava Naki estava discutindo com os seguranças falando pra eles deixarem a bruxa em paz

Violetty: - Espero que possa me desculpar isso não vai se repetir eles iram pagar com as vidas deles eu mesma farei o ritual e preparei as almas para serem devoradas

Quando o homem ia falar algo a bruxa colocou ambas as mãos no rosto dele e se inclinou para um beijo a reação assustou até mesmo Narkissa que logo depois riu enquanto a bruxa estava agarrada a Bé



I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
★ Filipe Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 327
Pontos : 795
Reputação : 407
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Filipe Bé ★ em 05.03.17 8:08

Smash9

Filipe Bé:

E eu estava lá pedindo algo ao Gm, calmamente. Quando saio de lá vejo Violetty destruindo tudo com uma clava medieval. Onde raios ela sequer tinha ido buscar aquilo? Ela se magoa alguém com aquela coisa, Juan não é o unico a ter problemas com a policia. Eu vejo que ela se afectou também bastante com aquilo que aconteceu.

E o que tinha acontecido? Eu tinha tomado uma cotovelada dela. E não consegui sequer pensar direito no que tinha acontecido. Não foi fúria ou raiva que tomou conta de mim. Nem eu consigo descrever direito, aquilo não foi de propósito ou foi? Estaria prestes a unica pessoa que eu confiava, que permanecia do meu lado, a me abandonar?

Era isso? Apenas mais uma pessoa me atingindo, de um modo frustrante e tudo o que eu pude fazer foi ficar chocado. Era realmente aquilo que estava a acontecer? A ultima pessoa que me mostrou algum afecto a se voltar contra mim por motivos insignificantes? Mais uma para me virar as costas nos momentos que eu mais preciso?

Afinal o que era eu? Como ela me via? Apenas mais um de seus fantoches? Um brinquedo que quando parte é dispensável? Afinal foi isso que eu sempre fui em toda a minha carreira? NÃO. Eu sou amado do publico, eu sou um herói, eu sou o favorito do mundo. Mas eu tenho minhas crenças, meus sentimentos, aquilo em que eu acredito.

E eu não. Não sou um objecto. EU NÃO SOU UM FANTOCHE. Eu sou algo melhor que isso. Eu não precisava seguir as bruxas, ou sequer delas do meu lado, então porque elas estavam lá? Porque comigo? Do meu lado? E porque eu aceitava isso. Tantas perguntinhas, mas apenas uma resposta. Eu realmente gostava daquela tonta.

Que mais importa? Isso para mim era mais do que o suficiente para mim. Até que... Ela decidiu me atingir. Não importa se o fez sem querer ou propósito. Eu fiquei frustrado, zangado. Procurei respostas e desafiar os culpados disso. E tudo o que acabei fazendo direito, foi socar a Tv do Gm. Afinal, eu tenho sentimentos sabem?


Quando eu reparei ela, insanamente a bater com a cabeça na parede. Qual era o problema dela? O que eu via nela? Não passava de uma psicopata fora do asilo? Bem... Para mim ela era mais do que isso. Tentei evitar com que ela se magoa-se mais ainda, se mostrou preocupada comigo, e ainda mais frustrada que eu.

Eu a impedi, e pedi a ela para que se acalma-se. Afinal, eu os tinha desafiado para um Hardicap. E eu não temia os dois. Alias eu não temia ninguém, porem dentro de mim eu sentia algo. Algo mais dentro de mim se espalhava algo que eu de facto desconhecia, não era fé ou esperança nessa situação.

Era medo. Era isso que eu tinha, medo de perder ela. Acho que isso seria demais. Não outra vez, e não com ela. Medo tomava conta de mim, algo que eu sempre proclamei não ter. As pessoas mudam. E todos nós temos o nosso ponto fraco. Seria ela o meu ponto fraco? Ou um obstáculo em meu caminho? Algo que eu deve-se superar?

Era isso tudo, apenas um sinal? Para continuar a minha fé e superar meus medos? Pois eu discordaria disso. Ela não é o meu medo, e eu realmente tinha fé, tinha fé que ela pode-se ficar no meu lado. Uma vez mais confusão tomava o controle, eu não sabia mais como eu agia, alias... Eu não me conhecia mais.


Eu parei de me conhecer a mim mesmo. Como poderia eu tentar a compreender? Se eu nem a mim mesmo compreendia? Porque eu queria estar perto dela? Era um perigo para mim, já o demonstrou antes. E ela sempre será um perigo para mim, para aquilo em que eu acredito, para tudo. Isso estava bem claro.

Foi quando ela me abraçou. Porque eu não neguei isso? Porque eu estava a perder todas as minhas crenças? Aquilo por que eu luto e que eu acredito? Tinha gente a contar comigo lá fora, não consigo saber o que aquela bruxa me fez. Me julgou algum tipo de feitiço só podia, pois eu gostava dela e de sua presença.


Ela parecia ter tido feito um corte feio por ter batido com a cabeça nas paredes, as vozes dela riam? O que diziam as vozes dela? O que pensava ela daquilo? Eu sentia curiosidade e ao mesmo tempo preocupação. Ela me pediu desculpas, eu tentei falar com ela, quando colocou suas mãos em mim e se aproximou mais ainda de meu rosto.

Que queria aquela bruxa de mim? Era realmente afecto? Ou apenas bobagens de sua cabeça? Eu não seria corrompido, não me iria tornar naquilo que eu luto. Desonra. Corrupto. Mas seria nisso que a bruxa me queria tornar? Apenas mais uma alma tirada de seu corpo e jogada em um abismo? Apenas mais uma cova para mais um morto?

Eu honestamente não me preocuparia, gostava de a ter do meu lado e estava disposto a confrontar os fãs, ou os outros. Eu realmente queria ter ela perto de mim e preferia ficar nessa zona de perigo. Ia ser preciso algo mais de uma cotovelada para me afastar agora, muito mais que uma clava mediaval então eu agarrei devolta.

Nenhuma dor dano físico poderia ser mais forte, do que aquela que me afastaria de minha bruxinha, era bom ter ela nos meus braços, mas era melhor ainda se eu a mante-se lá. Apenas eu, ela, e um rasto de destruição, caos, sangue, e pânico por onde passamos. Que importaria o que os outros fossem pensar?


Cotoveladas? Tou farto de tomar elas, sai do ForVictory ah base de Cannon shots. Não me importaria do que aconteceu. Ela me atingiu, porque eu não atingi para a proteger. Ela me magou porque eu fiz incapaz de magoar aqueles que a perturbaram. Eu naquele momento descobri o que ela tinha de tão especial.

Ela era aquilo que eu sempre quis. E que nunca tive, parte de mim de uma família, alguém que eu queria bem e que eu queria cuidar. E foi naquele momento que eu compreendi que ela não era isso. Ela algo mais, superior a apenas um pequeno conceito que eu tinha de ver as coisas. Ela estava do meu lado e se tornou algo importante para mim.


No meu ver não era apenas mais uma amiguinha que eu procurava. Mas sim alguém para permanecer comigo, alguém que eu verdadeiramente queria. Após aqueles acontecimentos eu tinha medo. Esse medo era diferente daquele que eu viva tentando definir. Era somente medo de a perder. E esse foi o maior medo que eu senti.

E assim eu meti minha mão direita em seu rosto e beijei ela, não porque eu precisava de seu apoio, mas porque de certa forma eu queria isso. E queria ficar com ela, esqueci tudo e todos a minha volta e eu segurava nela e a encostei na parede, ouvia varias palavras a meu redor, e sabia que estava a ser filmado pelas câmaras.

Mas eu não queria saber de ninguém naquele momento. Alguns seguranças ousam reclamar que aquele não era o local para aquilo, porem eu realmente não queria saber! A bruxinha estava nos meus braços e de lá ninguém iria tirar ela. Alguém sequer tive-se algo contra? Meus braços têem varias utilidades.

Aqueles que quiserem se opor podiam ficar ah vontade. Eu estaria disposto para combater, e era isso que eu estava ali a fazer. A lutar. Porem porque? Porque lutar? Neste momento estaria disposto a lutar por varias coisas, ela era uma delas. E não seria fácil, seria impossível. Pois neste momento era nisso que eu acreditava.


Eu provei minha valentia, e continuarei a faze-lo. Continuem a filmar, continuem a comentar. Quando paramos eu apenas sorri para ela. Não era em vão, mas sim um sorriso honesto e sincero. Eu lhe disse, que queria ficar com ela, e que juntos podiamos fazer algo mais que sobreviver. Poderíamos reinar sim, não era isso que ela queria?

Eu lhe ofrecia isso. Eu e ela eramos fortes separados, campeões natos. Porem juntos? Impossível dizem eles. Impossível ficarmos juntos sem que um de nós rompa suas crenças, sua palavra. Porem eu não estava afim de ouvir isso, e estaria disposto a tentar esse impossível, voltei a abraçar ela de uma forma emotiva. E eu disse a ela que a amava.


Ela parecia devidamente mais calma, e ambos saímos daquele local desse jeito, abraçados ignorando toda a multidão que inexplicavelmente estava ali perto. Mais nada estava em minha cabeça para além dela, embora ela ouça muitas vozes dentro da cabeça, eu apenas ouvia uma, uma unica eu tinha em minha memoria. Apenas a dela mesma, ambos saimos do local juntinhos sem querer saber do sucedido.

(Off/ Gostam de cotoveladas hein? Então agora vão aturar.)



♥ I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
Le Magnifique

Mensagens : 30
Pontos : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/07/2014
Idade : 20

Bonjour NWR - Dava Jonas: Bonjour teu Cu!

Mensagem por Le Magnifique em 05.03.17 16:03

*Se inicia uma filmagem em algum quarto de hotel muito luxuoso. Morrice está deitado em uma poltrona de cabeleireiro, com os cabelos sendo lavados por uma mulher (Staff N°1) com uma roupa toda preta que parece ser um uniforme. Tem outro cara de preto ao fundo falando em um celular (Staff N°2) , e um outro com uma prancheta falando com Morrice (Staff N°3). A filmagem é feita sem tripé, ou seja, a câmera se move como se fosse a visão de alguém. *

*Observação: Todos os Staff agem educadamente e parecem mordomos de origem oriental japoneses. Staff N°2 parece mais novo, Staff N°3 tem um óculos redondo, e Staff N°1 usa um coque no cabelo. *

Morrice: Por favor, me diga que está saindo!

Staff N° 1: Desculpe Monsieur Morrice, sinto lhe dizer que não.

Morrice: Ahh! Raios!!! Maldito Samael Klaus! Se eu o pego de novo lhe parto em dois, em três, EM MIL PEDAÇOS e o faço de Steak Tartare!!! (O bife tártaro, também chamado de steak tartare, é um prato francês de carne de vaca crua e finamente picada, misturada com vários condimentos e servida com uma gema de ovo crua.)

Staff N°3: Monsieur Morrice, suas vendas aumentaram em 200%. Monsieur Mr. Guiller ligou mais cedo e mandou avisar que as vendas da peruca...

*Morrice o interrompe. *

Morrice: Não existem perucas minhas! São só perucas verdes que os outros querem comprar para tirar saro de mim!!!

Staff N°3: Sua comissão aumentou em 100%.

Morrice: Hmm, nada mal... Já está saindo?!

Staff N°1: Não Monsieur Morrice.

Morrice: Ahhh!!! Vocês viram? O povo estava a me chamar de Shun de Andrômeda, de Jóke, O Paiaço. Estavam me chamando de Medusa!

*Staff N°3 deixa escapar uma risadinha, mas segura logo, e finje ter se engasgado. *

*Morrice se levanta furioso, deixando Staff N°1 sem reação, e pingando água pelo chão*

Morrice: Quem deixa uma lata de tinta em baixo de um ringue?! Samael tramou tudo! Ele vai me pagar! Ele vai aprender que não se deve mexer com Morrice! Irrei fazer com ele muito pior do que fiz ontem com Eric e Rober!

Morrice: E mais! E quanto ao meu tag? Aquele Stryker é outro inútil! Ele nem me ajudou! Tive que lutar sozinho! Ele deve ter inveja de mim! Só pode!

Staff N°3: Qual palhaço não teria, Monsieur Morrice?

Morrice: EXATAMEEENTEEE!

*Morrice olha orgulhoso para Staff N°3 que sorri orgulhoso também, mas sem deixar a postura.*

*De repente, Staff N°2 chama a atenção de Morrice.*

Staff N°2: Monsieur! É o cara da agência de publicidade ao celular!

Morrice: Manda ele se fuder!

Staff N°2: Mas Monsieur Morrice! Ele quer saber do comercial que você gravaria!

Morrice: Não vai haver mais comercial!

*Morrice fala em tom dramático. *

Morrice: Será que não vê meu estado?! Será que não vê que não tenho condições de aparecer em um comercial de T.V.?! Não vê que não estou em condições de vender minha bela imagem em 100%?!

*Morrice, ao fim do drama, se joga em uma poltrona, como se não tivesse forças.*

Staff N°2: ...
Por quê?

*Morrice se levanta como se tivesse levado um choque e de traz da poltrona puxa um saco branco cheio de algo. Ele começa a tirar dezenas de perucas verdes de dentro do saco e atirar em Staff N°2 ferozmente. *

Morrice: PORQUE MEU CABELO ESTÁ VERDE ANIMAL!!! PORQUE MEU CABELO ESTÁ VERDE!!!

*Staff N°2 se afasta meio assustado, enquanto Morrice volta a despencar na poltrona, choramingando e se cobrindo com algumas perucas verdes. *

Staff N°3: E o Felipe Bé?

Morrice: Não está com cabelo verde...

Staff N°3: Não, Monsieur Morrice. Me refiro a oque aconteceu pós show. Ele desafiou você e Samael Klaus juntos no mesmo ringue.

*Morrice fala em tom desconfiado.*

Morrice: Por que...

Staff N°3: Porque Violetty lhe deu uma cotovelada na fuça , Monsieur.

*Morrice fala em tom preocupado. *

Morrice: Por que?

Staff N°3: Acertou-o acidentalmente ao se meter em sua brawl...

*Morrice diz em tom de julgamento. *

Morrice: Por que...

Staff N°3: Porque tu esbarrou nela Monsieur.

*Impaciente. *

Morrice: Por que?

Staff N°3: Porque estava em brawl com Klaus...

*Morrice meio que o interrompe. Em tom bravo.*

Morrice: Por que?!

Staff N°3: Errr... Porque ele jogou tinta verde no seu cabelo?

Morrice: E QUE CARALHOS TEM HAVER FELIPE BÉ COM ISSO?! Ele simplesmente quer que eu e Klaus nos matemos de novo, mas dessa vez com ele por perto para fazer um pin, quoi?! Claro que não aceito um desafio desses!

Staff N°3: Aparentemente Monsieur, não poderá recusar caso Monsieur Mr. Guiller resolva que vai fazer isso.

Morrice: Nem me importo! Que venham mais! Eu vou esfolar o couro de Klaus com aquela barba horrível de Felipe Bé!

*Morrice está massageando as têmporas. *

*Staff N°1 aparece por trás dele e começa a massagear seus ombros.*

Morrice: E se esta merda de tinta não sair?

Staff N°1: Não se preocupe Monsieur. Mesmo sendo resistente, ela não vai durar mais que algumas semanas.

Morrice: SEMANAS?! Oh mon dieu!

*Staff N°2 aparece novamente. *

Staff N°2: Monsieur, monsieur! É o cara da publicidade de novo!

Morrice: Quoi! Manda ele chupar cocô pra ver se vira brigadeiro!!!

Staff N°2: Infelizmente Monsieur, ele disse que tem um contrato contigo, e que tem direito a sua imagem.

Morrice: Mas você já não o disse?! Meu cabelo está verde! Não posso fazer o comercial de meu novo perfume com o cabelo verde!!!

Staff N°2: Sim, sim, mas... Ele disse que tem uma outra idéia...

*Staff N°2 entrega o celular na mão de Morrice. Ambos se olham com suspense. Morrice poem o celular na orelha.*

Morrice: Oui?

*Fim de transmissão. *



SE ME AMA, LEIA ISSO. OBRIGADO.
avatar
Le Magnifique

Mensagens : 30
Pontos : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/07/2014
Idade : 20

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Le Magnifique em 05.03.17 16:25


*Este comercial está circulando em diversos canais. Pode ser visto na TV e também como publicidade do YouTube. *

*Morrice entra em um bar, tipo aqueles de motoqueiros, com mesas de sinuca e tals. Ele está vestindo um agasalho com capuz. Está envidente que é Morrice, mas seus cabelos não estão muito aparentes. Morrice se senta no balcão, e um tipico balconista vem o atender. *

Balconista: Boa tarde senhor, oque... Espere um pouco! É você! Le Magnifique, o maior e melhor que já existiu! O inigualável Morrice Jacques Victorine?!

*Morrice sorri com uma cara de ''Ah, você me pegou!", e gesticulando as mãos da mesma forma.*

Morrice: Pois é, sou eu mesmo! Eu estava passando pela cidade e resolvi parar aqui para me refrescar com uma bebida.

Balconista: Mas é claro! E oque o senhor vai querer para hoje?

Morrice: Oras, mon ami! Eu sou o melhor! Logo só mereço o melhor! Vamos, me dê a melhor bebida que você tiver neste bar!

*Tudo parece muito empolgante. *

Balconista: Ah, com certeza! É para já!

*O balconista puxa uma garrafa de Dolly bem gelado de baixo do balcão. A câmera dá um grande zoom na logo, e o som da garrafa batendo no balcão ecoa, como se fosse o melhor refri de todos os tempos. As gotas que estão na garrafa voam. Vocês sabe, como são os comerciais. Um zoom no copo de Morrice sendo cheio, com um som de liquido que também, ecoa bastante. A câmera volta ao normal filmando Morrice. *

Morrice: Ah, este sim! Perfeito!

*A câmera dá um zoom, com um ''slowmotion refrescante'' no rosto de Morrice, bebendo o copo com o maior gosto do mundo. (Se reparar bem, ele está meio relutante). *

*Morrice bate o copo no balcão e solta um suspiro de satisfação. *

Morrice: Ahhhh! Nossa, que delícia, não?

*O balconista rodo sorridente acena a cabeça concordando, porem fecha o rosto e sai de perto ao perceber duas sombras atras de Morrice, que se vira com cara de galã de filme de ação. *

*Tem dois motoqueiros atrás de Morrice, o olhando para ele com raiva/cara de quem quer tirar sarro.*

Motoqueiro 1: Olha só quem está aqui! O grande lutador da NWR, Morrice!

*Morrice de novo, do mesmo jeito, ''me pegou!" diz.*

Morrice: É, sou eu!

Motoqueiro 1: Eu vi que você levou uma coça daquele tal de King no PPV. Você é o pior lutador da Fed!

*Morrice se levanta. *

Morrice: Oque?!

*Morrice encara o primeiro motoqueiro, enquanto o segundo dá a volta e pega o copo de Morrice e o mostra tirando sarro.*

Motoqueiro 2: E que porcaria é essa aqui? Você, bebendo Dolly?! Pelo visto o seu bom gosto é só lenda, não é?

*Morrice já está muito nervoso. *

Morrice: Oque?! Falar de mim tudo bem! Mas falar do Dolly?! VOCÊS NÃO DEVERIAM TER FEITO ISSO!!!

*Morrice arranca as roupas, estando com o cabelo verde, uma camisa da Dolly e uma calça verde parecida com a que usa para lutar. Parecendo um ''herói da Dolly''. As pessoas ficam assustadas, como se pensassem ''Uau!".*

*Morrice corre para cima do primeiro motoqueiro, começando uma briga com ele. As pessoas em volta começa a sair de perto assustadas. Depois de uma pequena brawl, Morrice manda um ''Come With Your Dear'' se apoiando no Balcão e quebrando uma mesa com o motoqueiro.*

*Morrice se vira para brigar com o segundo motoqueiro, que chega com um taco de baseball com arame farpado (arma parecida com de Klaus). Os dois se encaram.*

Morrice: Você pensa que eu tenho medo de uma arma idiota dessas?

Motoqueiro 2: Deveria ter... Ela vai arrancar seu couro!

*Morrice pega a garrafa de Dolly e a segura como um porrete, ameaçando o motoqueiro. *

Motoqueiro 2: Ahahahahaha! Oque você vai fazer com isso?! Vai reciclar ela na minha cara?!

*Morrice joga a garrafa no motoqueiro. A garrafa se transforma em Dollynho e dá um Superman Punch no homem, que cai no chão. *

Motoqueiro 2: Oque é isso?!?!

*Dollynho segura o homem no chão pela gola da camisa e ameaça dar outro soco no rosto dele.*

Dollynho: Você não se mete com meu amiguinho não, ENTENDEU?!

*O motoqueiro sai correndo assustado. *

*Morrice se aproxima e ajoelha ao lado de Dollynho.*

Morrice: Valeu Dollynho. Sempre me protegendo.

*Morrice estende a mão a Dollynho que da um soquinho da mão de Morrice.*

Dollynho: Isso aí Morrice. Cuidado com o sol. Vai pela sombra.

*Começa a tocar uma versão rock do jingo da Dolly, com uma cena de Morrice bebendo um Dolly e a imagem vai embassando e a logo da Dolly aparece escrito em baixo dela ''Aos Melhores, Apenas o Melhor.".*

*Fim do comercial. *



SE ME AMA, LEIA ISSO. OBRIGADO.
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 74
Pontos : 219
Reputação : 149
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 05.03.17 16:56

Ao final do Smash.


Depois da merda que havia dado no ringue Narkissa seguia sua irmã pelos bastidores enquanto ela quebrava tudo ao redor muito transtornada, a russa sabia que aquilo iria ser muito ruim, podia sentir isso em seus ossos, Violetty controlada já era um perigo imagina descontrolada, enquanto a bruxa gritava e esbravejada a loira apenas afastava as pessoas da frente delas, Violetty destruiu o camarim de Klaus com sua nova arma enquanto a loira observava em silêncio, Bé havia sumido e isso era estranho, talvez tivesse ficado chateado com a cotovelada que recebeu da bruxa durante sua briguinha com Momo e Klaus.

- Violetty, se acalme.

A loira pediu para a irmã enquanto ela continuava destruindo tudo a seu redor, a loira ainda estava com a roupa de sua última luta, nem deu tempo para se trocar apropriadamente. Ela tentava se machucar porém a loira não deixava mas de nada adiantou, logo os seguranças chegaram e a loira os atacou de forma violenta para se afastar de sua irmãzinha

- Fiquem longe dela ou eu mato vocês!

Disse os olhando de forma seria enquanto seguia Violetty a chamando e tentando a acalmar, não era para tanto, porém as vozes, elas gritavam na cabeça de sua irmã, Narkissa entendia muito bem, a energia de Violetty estava fazendo "mal" para a loira também, ela sabia que alguém queria sair para destruir tudo junto de Violetty mas ela se segurava enquanto tentava acalmar sua irmã, Violetty estava deixando um grande rasto de destruição, por um momento a loira sentiu pena de quem tivesse que limpar aquilo tudo.

- Eu não sei aonde eles estão irmã.

Respondeu a mulher a olhando, ela estava em total negação e Violetty descontrolada por mais que a russa tentasse segurar sua irmã e afastar os seguranças para ela não se machucar ou machucar alguém ali, algo gritava na cabeça da loira, algo ruim, ela respirava fundo enquanto tentava manter o controle. Logo Violetty unta da loira puseram fogo no camarim de Morrice, mas claro mais seguranças chegaram para as tirar dali, Narkissa estava mais preocupada com Violetty do que consigo mesma, ainda mais quando viu que a colocariam dentro de um armário.

- VIOLETTY! ME LARGUEM SEUS MALDITOS! VIOLETTY!

A mulher começou a ficar mais agressiva do que realmente era, ninguém mexia com sua irmãzinha, ninguém, a loira se debatia enquanto tentava a segurar, ela esticou a mão para alcançar a irmã, não deixaria a trancarem novamente, Narkissa acabou machucando os seguranças para ir até Violetty mas logo a voz de Bé surge e Violetty se acalma instantaneamente, a russa não entendia o que estava acontecendo ali, ela se acalmou? Porque? Ela correu para os braços dele? Mas....Porque?

- ........

Ela não tinha esse lado da irmã antes, e certa raiva espetou Narkissa, sempre foram as duas, porém Violetty pediu tanto que os deuses deram alguém para ela, quando Violetty foi beijar o homem, Narkissa sorriu de leve porém sua expressão mudou para seria e apática, talvez fosse o ciúmes, mas algo gritava ali denTro dela "ataca ela! ataca ela!" e a loira fingia não ligar para este sentimento. Ela viu mais seguranças vindo e foi falar com eles, mas o que fez um enorme gosto amargo surgir na boca de Narkissa foi ver Bé retribuir as investidas de Violetty, porque?

- O que.....?

Ela sussurrou para si mesma vendo aquela cena cheia de.....Amor, ela engoliu em seco e enquanto tentava não deixar os seguranças pegarem a morena ela simplesmente passou reto pela irmã agarrada em Bé, Narkissa foi completamente ignorada por ambos, ela já havia percebido isso antes mas se fez de idiota sobre aquilo e agora estava ali sozinha. Ela foi abandonada pela irmã, então era isso que os Deuses queriam? Ela acabou caindo no chão de joelhos os olhando ir embora até a voz voltar a martelar sua cabeça com força "ATACA ELA! ATACA ELA! ELA TE TRAIU! ME DEIXE PEGAR ELA PRA VOCÊ!" Narkissa levou as mãos na cabeça para fazer aquela voz parar.

- Por.....Que......Fica quieta! Me deixe em paz!

Ela lutava com seu lado negro, que queria destruir Violetty naquele momento, sempre foram as duas mas agora tudo havia mudado, a bruxa tinha escolhido Bé e Bé a escolhido, Narkissa estava.....Sozinha, novamente, foi deixada para trás novamente, foi traída por sua própria irmã por causa de um homem, se a loira não podia ter ninguém porque Violetty tinha que ter? Elas juraram que seriam apenas elas e ninguém mais, mas Violetty mentiu! Narkissa fechou seus olhos e a voz da sua cabeça sumiu magicamente, a loira respirou fundo, algo falava com ela, sussurrava em seus ouvidos.

- Que assim seja.

Ela falou sozinha até se levantar, limpar sua roupa que havia sujado do chão, e seguir a direção contrária da de que Bé e Violetty seguiram, os Deuses queriam algo, queriam um sacrifício especial, talvez fosse hora de algo grande acontecer, Narkissa amava demais sua irmã, mas a cena dela com Bé revirou seu estomago, ela estava feliz por Violetty mas não o bastante para aceitar ser trocada, para o fato de que agora Violetty não precisava mais da loira a sua volta, agora ela tinha Bé para controlar seus impulsos, Narkissa era inútil ali, seu coração doía tanto, sua vontade era de chorar feito uma criança que perdeu seu brinquedo favorito, mas no caso foi sua única irmã, mas ela estava ali em pé, sem derramar uma lágrima ou demonstrar qualquer tristeza, uma rocha. Narkissa foi para seu camarim e se trancou lá.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 74
Pontos : 219
Reputação : 149
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 05.03.17 18:45

Vídeo postado na pagina Oficial de Narkissa Gardea.


O vídeo começa mostrando um monte de manequins no chão, como se estivessem fazendo uma reverencia a alguém, o lugar estava escuro e haviam apenas algumas luzes que refletiam uma estátua cinza enorme, igual aquelas encontradas em cemitérios, porém ao invés de ser um anjo era algo demoníaco, parecia um monstro com varias cabeças, um corpo deformado era algo bem estranho e bizarro, e nos braços daquilo estava uma mulher deitada sobre os braços de pedra, como se aquela imagem sombria a carregasse em seus braços, Narkissa estava ali deitada nos braços da fria e sombria imagem. Seu rosto apático era nítido, ela balançava suas pernas que estavam penduradas e riu de forma suave.


- Pobre criatura, condenada a escuridão eterna, viver em pecado em seu isolamento cruel. É triste ver algo tão lindo morrer não é? Eu me divirto com tais coisas, como os Deuses disseram eu sai vitoriosa da minha última luta, meu adversário apesar de carregar o nome Bé, não fez muito us a isso, infelizmente, parece que Lady ainda continua com o posto de me fazer sentir algo e falando nela......


A loira se arrumou nos braços daquela imagem e um sorriso podia ser visto nos lábios da russa, ela virou a cabeça para onde estava a câmera, e a encarou por uns instantes.

- Lady, parece que sua máscara é seu ponto fraco, você perdeu para a bruxa como eu disse que faria. O engraçado é em que seu último vídeo você não fala sobre nada, apenas dá respostas para sentirmos pena de você e do seu passado, o que quer provar? Quer ter a pena dos outros? Quer que eles sintam pena da luchadora máscara que sofreu na infância?

Narkissa gargalhou alto fazendo o barulho de sua risada ecoar pelo lugar escuro. A loira levava as mão sobre o rosto e fazia uma voz como se fosse outra pessoas falando com voz de pena.

- "Pobrezinha dela, foi adotada", "Essas Gardeas são monstros", "Essa Lady é minha heroína", "Eu quero ser como ela quando crescer!"

Ela se levantou e se sentou ainda na estatua, ela virou a cabeça levemente para o lado e fez uma cara de desprezo

- Que coisinha mais patética! Você só quer ser adorada! Quer que esses idiotas acreditem que você é algo, que pode ser algo que apenas uma bobinha órfã que usa uma máscara para se esconder dos outros, que entediante.

A loira bocejou enquanto se jogava para trás novamente ficando de ponta cabeça no abraço daquela figura horrenda da qual ela estava.

- É, você chegou nos chamando de demônios, e isso não me ofende, ser um demônio seria uma excelente experiência, continuaria a corromper almas puras como a sua, ou como as dos meus adoráveis brinquedos que pode ser se ajoelham perante não a mim, mas ao Deus deles. Lady, pare de tentar livrar o mundo da dor e das trevas, sem pessoas como eu e Violetty pessoas como você não existiriam! Então seja grata.

A loira sorriu e se aproximou da estátua fazendo um cartinho em um de seus rosto, logo após aquilo a loira sorri como se alguém tivesse lhe sussurrado algo, ela encostou a cabeça na fria imagem de pedra.

- E eu quis dizer que em seus vídeos você se foca demasiado em minha irmã, e não em mim, pois como disse você foi a única até agora que me deu real vontade de lutar, devo admitir você realmente me deixa feliz em saber que logo teremos outra luta épica para mostrarmos a que viemos aqui, doce Lady.

Ela se desencostou da estatua e desceu dela se sentando em seus pés, a loira olhou para cima admirando aquela criatura feia, mas que para Narkissa era a personificação de sua coisa favorita, era seu simbolo, e seu guia nesse mundo das trevas.

- Psicóticas você nos chama? Bipolares? Estamos a um nível além desses adjetivos tão simples, nos residimos na loucura Lady, nós aceitamos as trevas e ela nos fez ficar loucas, você não entende pequena órfã, essa dadiva pode ser vista como uma maldição para pessoas como você, mas eu e a irmã vemos como um presente.

A loira se levantou, olhou para frente e depois parar seus brinquedos ali, ela sorriu de forma meiga fazendo um carinho em um dos manequins.

- Podemos ver a escuridão das pessoas, seus lados perversos, suas fraquezas, medos, e meu favorito seus pecados, nós mondamos as trevas a nossa favor e trazemos o que os Deuses pedem! Você diz que a nossa magia é errada, mas.....E a sua? Você comemora com os mortos, você fala com eles, você os alimenta para continuarem rastejando na sarjeta.

Narkissa se referia ao maior feriado mexicano, o Dia dos mortos, dos quais as pessoas se pintavam e festejam a morte, levem comidas e outras coisas para seus parentes já falecidos, para a religião da loira oferecer comida a aqueles que já foram ou os chamar faziam as almas ficarem presas na terra sofrendo com suas mortes.

- Mas cada um tem a sua religião, não vamos entrar neste assunto. Você fala que sofreu em um orfanato, pobrezinha, eu não sei o que é isso pois cresci em uma vida de mimos e luxo, cresci com pais amorosos que também me deixaram um legado, mas não uma máscara velha e feia para cobrir meu rosto e parecer uma palhaça, não, eles me deixaram suas memorias algo bem mais significativo que uma máscara.

Ela sorriu ao terminar de falar, fazia um tempo desde que não falava em seus pais, a loira os adorava e por um momento um semblante triste surgia na loira, as vezes sentia falta deles, mas logo aquilo passou e ela voltou a ficar seria.

- Se confia tanto em meu potencial Guiller, me de combates mais interessantes. Grata.

Ela falou sorrindo para câmera. A loira foi andando pelos bonecos passando a mão sobre eles.Até parar no canto da sala ou que parecia ser uma sala pois estava tudo escuro, haviam apenas luzes em pontos estratégicos para a loira se posicionar neles.

- Ahn....Estou começando a ficar cansada desses fracotes, será que ninguém aqui vai me dar um desafio interessante? Meus Deuses estão famintos, eles querem um grande banquete, eles querem o sofrimento daqueles que entram em meu caminho. Lady quer caçar demônios mas foi derrubada pela Bruxa, agora ela volta para enfrentar um demônio, nossa luta está chegando Lady e eu tenho um aviso para você querida.


Narkissa estralou os dedos e um holofote iluminou um manequim que estava todo quebrado, torto, era uma cena levemente perturbadora devido a realidade em detalhas que o boneco tinha, parecia uma pessoa de verdade.

-  Vê? Essa vai ser você se não quiser realmente me machucar no nosso combate, você é a luz e eu a escuridão, então não exitarei em te destruir por completo, em acabar com sua carreira que ainda nem começou. Se você entrar naquele ringue sem a real intenção de me matar se for preciso para vencer, eu vou te matar, e eu não vou desistir, mesmo que você me quebre, então esteja ciente disso, a hora que luramos deve ser grandioso e magnifico, vai ser grande para nós duas, então faça bonito.

A luz que estava no manequim se apagou e a câmera voltou o foco para Narkissa que estava sentada no colo de um de seus manequins, ela realmente adorava mostra-los as pessoas que estavam assistindo a seu vídeo.

- Agora, parece que o grande "Rei" da NWR resolveu se mostrar pra mim, King você me deu um fora quando eu o convidei para ficar comigo, lembra? Você disse que eu era vulgar, na verdade você deu essa indireta enquanto falava sobre a Eva e a taquara rachada. Ai agora quer me mostrar seus conhecimentos? Kama sutra? Isso é para mulheres fracas, eu sou a personificação desse livrinho bobo.

A loira disse rindo de forma sarcástica

- Vocês homens, vivem falando que vão mostrar "um homem de verdade" e eu acredito e no fim me decepciono, Sudz me disse que disse o mesmo no vídeo dele, e bem, se depois do que ele disse que faria eu ainda estou aqui significa que ele não cumpriu  a palavra, agora você me diz o mesmo, esses homens só querem as coisas se for do jeito deles.

Narkissa deu de ombros e riu

- Bom, quero ver se você não vai desistir dessa ideia quando eu te consumir ou te cansar, melhor achar alguém para ficar com esse titulo pois depois que eu terminar com você, sem querer me gabar mas já o fazendo, você vai acabar morto de cansaço pelos próximos dias, eu sou Russa não sou uma mulher frouxa não. Então sem mais delongas sobre isso, qual depois do seu show? No meu hotel ou no seu? Se tiver medo que a Bruxa esteja em casa pode ser no seu.

A loira sorriu de forma maliciosa e piscou para a câmera, a imagem chuviscou bastante que nem mostrava mais a loira sentada ali, mas sua risada podia ser ouvida.


- Afinal não me chamam de Maneater  atoa....

Vídeo encerrado



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
Bruno Radke

Mensagens : 7
Pontos : 7
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/01/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Bruno Radke em 05.03.17 19:07

PROMO BRUNO RADKE:

*Começa a Gravação de um Quarto vazio e escuro*

As Luzes se acendem e aparece Bruno Radke sentado no canto do quarto com a cabeça pra baixo.

*Levanta a cabeça*

"Olha quem está de volta...HAHAHA...
Então o herói de vocês... Juan... me derrotou...
Mas me deixem lhes contar uma coisa: HERÓIS NÃO EXISTEM...E eu estou aqui para provar isso,hehe.
Há uma sensação perversa no ar esta noite. Pode sentir isso?Eu e meus lobos estamos atrás de Juan,e eu irei acabar com tudo que ele tem,e destruir toda a felicidade dele...
Juan,eu sei que você pode me ouvir. Eu sei que você está escutando. E eu quero que você saiba que eu não te temo ! Porque eu sou a DOR! EU SOU O SEU PRÓPRIO MEDO,E você não pode me controlar...Ninguém controla o medo,garoto...Ninguém..Você me derrotou ? Parabéns,garoto.Venceu a luta,mas não venceu a guerra.E Essa guerra continua...E DIA 9 EU IREI TE DERROTAR COM TODO O MEU ÓDIO.
Você cometeu o maior erro da sua vida:Se meter comigo...
Dia 9/3,eu irei te mostrar o fogo que nunca acaba...O Fogo que queima pra sempre...Eu irei te apresentar o Inferno...
EU e minha alcatéia estamos atrás de você...

*Nesse momento,se ouve um som de um lobo uivando,e Bruno Radke olha na câmera com um olhar perverso,rindo sarcasticamente*


"A Guerra,meu amigo,não acabou...Ela está apenas começando...Ainda faltam mais 4 dias...Aproveite o resto de sua vida..."

avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 52
Pontos : 55
Reputação : 5
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 06.03.17 3:09

Antes do rage modo de Bé e mesmo de sua luta, Lady foi na área de Merchandising da empresa onde Bé havia falado e para sua surpresa ele realmente estava lá

- Olá Bé, você queria falar comigo?

- Sim, sabe Lady quando você chegou aqui logo me chamou atenção pelas suas ideias, serem similares a minha, mas ao mesmo tempo fiquei extremamente curioso quem é a Lady?

- Eu tenho pensando muito no que você falou, mas sobre mim, não se engane realmente meu nome é Lady, fui abandonado em um orfanato aqui nos Estados Unidos quando era bebe, mas ninguém sabe quem são os meus pais, nem mesmo de onde eu vim e nasci, por lá passei por dificuldades, como a maioria que vive em locais como esse, não tive amigos, pelo contrário por acreditar em heróis sempre zombavam de mim, mas um dia 2 heróis apareceram para me salvar daquele lugar de trevas

- Os seus pais adotivos?

- Sim, um casal de Mexicanos que vivia nos Estados Unidos me adotaram, e me criaram como se realmente fosse filha deles, me treinaram e me mostraram o caminho da luz, sim, me ensinaram a arte da Lucha e essa máscara é da família deles, como eu era o mais próximo que tinha de filha eles me deram a máscara e quero usar ela em agradecimento a tudo que eles me fizeram, cada vez que entro represento eles, não estou me escondendo estou levando o nome deles e o meu também, eu sou Lady a máscara não é um acessório e sim parte de quem eu sou, agora você entendeu, ou ainda tem curiosidade para saber quem é que está atrás da máscara

Lady fez o movimento de tirar a máscara, mas Bé impediu

- Não Lady, fico muito agradecido por você ter me contado essa história, apesar de ter curiosidade de ver seu rosto, o seu motivo é muito nobre

O lutador fica até meio sem jeito depois de ouvir a história

- Mais alguma coisa meu amigo Bé?

- Sim, o que eu posso fazer para que você esqueça as irmãs Gardeas, você é nova aqui se continuar nesse caminho você sofrerá

- Agradeço pela sua preocupação Bé, mas primeiro eu sei me cuidar bem, e se eu sofrer por causa das minhas escolhas, a culpa é somente minha, e pode ter certeza que se eu cair, me levantarei e continuarei lutando

Lady falava confiante para Bé, ela queria passar segurança

- Pelo jeito não terei como lhe convencer, lhe desejo sorte e contra elas não poderei lhe ajudar.

- Tudo bem Bé, eu sei me cuidar sozinha, e pode ter certeza que não estou sozinha nessa, desde que cheguei aqui, venho recebendo tremendo apoio dos fãs e agradeço a todos por isso, a minha vida sempre foi meia solitária, sei bem como é ser sozinho, mas esse apoio com certeza me dar forças para lutar

Lady e Bé se abraçam e depois se despedem

Após a luta contra Violety

Lady saia do ringue, sendo extremamente aplaudida, ela não estava triste por ter pedido para a Bruxa, foi uma escolha dela, ainda tinha forças para continuar, mas preferiu bater para não ser desmascarada, mas não sentia que tinha perdido naquela batalha de bem contra o mal, fez uma luta difícil contra a campeã e em vários momentos quase a venceu e isso dava a certeza que ela estava no caminho certo. Johnny Waterfall veio falar com Lady nos bastidores

- Estamos aqui com a queridíssima Lady, você perdeu para uma grande rival hoje como se sente?

- Cascatinha eu achei que me sentiria mal, mas não me sentir, mostrei para que vim e ela só me derrotou por causa da máscara, como sempre com os jogos sujos, mas pode ter certeza que contra Narkissa será diferente, e darei o máximo para vencer a Succubus.

- Realmente foi uma grande luta, muitos acham que a melhor da noite

Quando ia falar aconteceu uma confusão imensa e a Bruxa estava destruindo tudo, Johnny Waterfall parou a entrevista com Lady para acompanhar a confusão de longe a Luchadora viu Violety batendo a cabeça na parede e Bé ajudando ela

- Sinceramente eu não sei o que ele viu nela, não está vendo que essa mulher precisa de um tratamento urgente

1 Dia depois

Se iniciou mais uma edição do Lady Show

- Olá a todos os meus admiradores ou mesmo aqueles que acompanham a minha carreira, espero que tenha gostado do Smash, fiz uma grande luta contra Bruxa, mas sai derrotada, as vezes temos que dar dois passos para trás para depois seguir em frente e sinceramente não fiquei triste com a derrota você viu o grande espetáculo que nos proporcionamos? E ainda todos sabem que perdi porque a Bruxa usou um de seus truques para fazer minha mascara cair, ou desistia, ou sofreria a maior desonra que uma luchadora pode sofrer, ser desmascarada.

Lady estava firme no que falava, enquanto atrás dela mostrava alguns momentos da luta

- Narkissa será meu próximo desafio, em mais uma submission Match, minha queria succubus, eu falei da minha infância porque você, sua irmã praticamente me obrigaram quando tentaram me destratar porque usava máscara, não quero que sintam pena de mim, mas vocês que foram as responsáveis por isso, não eu, e outra coisa apesar de seguir as tradições Mexicanas e minha família adotiva comemorava o Dia dos Mortos, não era meu dia favorito, achava até um pouco macabro, até porque sou do mundo, não tenho uma nacionalidade, apesar de ter cidadania Americana e Mexicana.

Ela fazia uma cara de como se fosse explicar algo, tirou um óculos

- Minha rival falou que se ela e a irmã dela não existissem, eu também não existiria

Um quadro negro aparecia do nada e nele tinha um desenho do Yin e Yang

- Realmente ninguém e todo Branco ou todo Preto, bem convive com o mal, mas quero mostrar que minha luz e maior que sua trevas, eu não eliminarei as trevas, só quero mostrar que a luz é mais forte, eu seria o lado branco com um ponto e negro e você vice versa, talvez, mas veremos no All Star como tudo se desenrolará

A luchadora jogaria o quadro negro longe

- Narkissa você mais do que ninguém deveria saber que quando eu entro no ringue para lutar, não e para desistir, eu vou até as últimas instancias, ou você não pensou que já tinha ganho quando acertou aquele Zig Zag e ainda assim conseguir voltar e vencer a luta com muita dificuldade, sei que terei um grande desafio, mas pode ter certeza que não tem dor que me fará bater, e farei o máximo para vencer espero que você não venha com jogo sujo e tente tirar minha mascara igual fez da outra vez, quero ver agora como você vai se comportar, nos vemos na quinta-feira demônio.
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 124
Pontos : 364
Reputação : 234
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 06.03.17 4:27

Vídeo postado no site oficial da NWR

Quando o vídeo começa a bruxa estava deitada em um monte de escombros a cabeça enfaixada junto dos braços devido a se machucar por culpa do surto ela parecia estranhamente feliz um sorriso de alegria e maldade a bruxa encrava o teto do lugar que parecia ser um deposito ela ia inclinando a cabeça para o lado e fazia um símbolo no ar admirando o tamanho do local começou a rir

- Escolhas difíceis foi isso a fiz sofrer naquele ringue menininha

As palavras eram para Lady mas a bruxa falava sem olhar para a tela ela estava ocupada encarando o “nada” parecia que ela estava vendo alguma coisa que vidrava ela

- Máscara honra e ganhar é uma honra então como posso decidir qual você preza mais? Simples te testando você saiu sem honra não bateu a bruxa e ainda por cima desistiu como se sente? Valeu a pena? Porque não vai ter outra chance como essa tão perto porém tão longe

A mulher gargalhou dessa vez claramente debochando da adversária

- Elas falam elas me mostram o quão fraca você escolheu uma tradição a tentar uma vitória que tipo de competidora é essa? Sua devoção vai ser sua ruína perante a bruxa não existe certo e errado...existe um jogo no qual você falhou

A voz dela era de decepção a mulher mexia as mãos freneticamente e sentava o título estava preso a cintura da bruxa que rolou entre os escombros

- Esperava tanto de você a bruxa ainda está de pé não a fez desistir nem cair o público foi a loucura com nosso pequeno clichê mas muitos estão decepcionados porque a rainha das bruxas saiu vitoriosa

A mulher abriu os braços gargalhando ela olhou para o cinturão

- Que? O que você disse?


A bruxa puxava o título e colocava perto do ouvido enquanto balançava a cabeça

- Está se sentindo derrotada? Triste? Porque eu tirei bem mais que sua honra e suas palavras eu peguei....seu homem

A sorriso dela se alargou ainda mais ao falar isso

- Irei reinar ao lado do futuro rei eu posso trilar o longo caminho do mal o negro e grotesco caminho ao doce inferno que tanto falam...mas ele não ele é diferente veio ao meu lado e juntos vamos dominar isso aqui e quando eu conseguir isso arrancarei suas assas plumadas com a boca e cuspirei as penas na sua honra manchada

A mulher cerrou os dentes para falar ela começava  a rir de maneira histérica

- Sua cara quando teve que escolher entre a vitória ou a sua família foi a melhor tinha que ver suas esperanças contra a mãe das bruxas foi dizimada e devorada pelos meus deuses

A mulher rodava rindo agarrada ao cinturão o lugar fazia eco pelos sapatos dela batendo no chão e as risadas

- Meu coração negro e pútrido até começa a bater quando viu sua cara totalmente derrotada e sozinha almas solitárias fazem um ritual bem melhor meus deuses até preferem eu vou agarrar no pé desse anjinha açucarada e irei a puxar para o meu mundo negro onde as almas gritam em agonia onde corpos dilacerados estão nas paredes onde não á luz apenas o caos apenas onde o coração da mãe bruxa reina

A mulher não parava de rir a câmera chiava e desligava depois ligava de novo e cada vez que fazia isso a bruxa parecia mais perto da filmagem

- Não invente desculpas isso é feio anjinha e anjinhas malvadas tendem a cair na escuridão...onde eu te aguardo não pense que vou esquecer de você minha irmã vai devorar sua alma e depois que ela fizer isso eu e ela vamos prender seu corpo numa parede de concreto onde iremos te transformar no que tanto despreza uma alma sozinha e vivendo a eternidade no nosso inferno

O rosto da bruxa estava muito próximo da câmera ela cerrava os olhos era um misto de alegria e vontade de vingança que foi concluída

- Vamos transformar você numa estatua viva mas não porque você é uma deusa mas sim porque você é uma vergonha para todos que já usaram uma máscara uma bastarda....e vamos cultuar você em meio as nossas almas no jardim de flores mortas você reinara na casa das bruxas loucas não se preocupe colocarei sua máscara a sete palmos do chão onde o que restar de você vai cavar em agonia buscando a única coisa que te honra

A bruxa passou a unha na câmera fazendo um corte enquanto ria animada estava se sentindo ótima

- Vitórias são vitórias não importa como eu venci e no Texas minha irmã vai destruir você ela não vai apenas te destruir como vai aniquilar você em meio aos seus fãs e eu vou estar lá para ver isso o reinado Gardea não vai acabar somos a escuridão que nenhuma luz domina somos a força que alimenta o mal desse lugar então veja bem o que quer porque prometer não desistir pode apenas atiçar...coisas desconhecidas

A mulher começou a caminhar pelo local chutando as coisas que estavam no caminho dela ela mexia os dedos e a cabeça

- Essa vitória vai ser o começo das surras que vai levar de nós até aprender a não mexer com as bruxas nossa luta mostrou que nós estamos aqui para ter espaço para dominar mas isso não me leva ao teu lado muito menos me faz querer ser a nova anjinha...trace novas guerras busque novos demônios então venha enfrentar a mãe bruxa

Queria que ela tivesse mais experiência a menina era uma boa lutadora apenas escolheu a adversária errada na hora errada

- Os deuses podem esperar eu posso esperar minha irmã vai te mostrar seu lugar quando os tapinhas vierem e seu corpo cair iremos provar que histórias reais podem ser bem mais dolorosas a realidade é dolorosa...por isso amo tanto ela

Riu novamente e começava a saltitar pelo local no meio dos escombros

- Pule anjinha pule no caldeirão da bruxa faça parte da minha poção e conheça seu fim perante a rainha súcubo ela vai me trazer sua alma enquanto eu mexo na escuridão enquanto eu espreito a súcubo reina a súcubo domina a rainha das almas minha irmã minha rainha ganhou a benção dos deuses e da mãe bruxa ela vai te trazer pra mim e juntas vamos usar seu exemplo para mostrar nossa soberania as trevas não são tudo o que somos vamos além disso somos além disso....perto do sol é quente mas quando a bruxa te empurrar para o abraço da súcubo vai ficar frio vai ser doloroso seus ossos vão estalar e no meio do seu terror do lado de fora do ringue vou dançar ouvindo “tap tap tap”

O vídeo termina com a bruxa gargalhando e rodando pelo local


Vídeo encerrado



I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
★ Filipe Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 327
Pontos : 795
Reputação : 407
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Filipe Bé ★ em 06.03.17 5:44

Nwr/Bélindo.com

Está Bé nos treinos com seu aprendiz Kevin. Bé parece assistir enquanto Kevin de um modo lastimável executa socos fracos em um saco de boxe.

-Vais ter que fazer melhor que isso jovem Kevin, se queres fazer algo lá no Fv.

Kevin - Bé, estou a dar o meu melhor.

-Pois, não chega.

Kevin - Estou me a esforçar!

-Pois, continua a não chegar. É com esses ataques lastimáveis que querias fazer frente ao King? Passas-te semanas a esperar por aquele momento e o que fizes-te?

-Desapontas-te. Não só aos fãs, ou a ti proprio. Ei, presta atenção em mim.


Bé coloca a mão no saco de boxe e Kevin para de socar o mesmo.

-Tu não desapontas-te apenas eles. Tu me desapontas-te a mim. Pisar num ringue da Nwr e fazer aquelas figuras tristes, foi a coisa mais embaraçosa que eu já vi.

Kevin - Desculpa.

-Não se trata de desculpas. Trata-se de honrar, não apenas a ti mesmo, mas ao teu oponente, ao ringue onde metes os pés. Aquilo não é um circo ou uma casa de bonecas.

-Aquilo é o ringue da Nwr, onde lendas deram a sua vida, por um mero sonho de serem chamados de "campeão". Onde novas lendas nascem, apenas para darem também por sua vez, a sua vida.

-Para manter o ciclo. E para ver qual deles consegue finalmente, viver para sempre. E é esse tipo de pessoa que estás a desonrar. Não desperdices um lugar de uma futura lenda com prestações patéticas.


Kevin - Eu quero treinar, para ser mais forte.

-Eu não quero que sejas apenas forte. Eu quero que sejas DIGNO.

-Digno de partilhar o ringue com imortais, na chance de se tornar em um. Isto não se trata apenas de conseguir atingir alguém, trata-se de conseguir apanhar. E levantar após isso.


Kevin - E eu vou tentar levantar.

-Não, não se trata simplesmente de "tentar". Trata-se de o fazer, de conseguir. Trata-se de adaptar. Tens que te adaptar ao caos e a destruição para conseguir manter forte nela.

-Tens que te adaptar a dor, para que ela faça parte de ti, para que a possas usar a teu favor. Tens que treinar, não apenas quando eu te digo para o fazer ou quando me lembro de te dizer.

-Tens que treinar, todos os dias. Lutar pelo aquilo que tu realmente acreditas, em que acreditas tu?


Kevin - Mestre, eu quero ser conhecido e famoso, eu quero ser alguém que as pessoas gostem e admiram.

-É. Tal como eu...

Bé começa a socar ele o saco de boxe, com bastante força. Ele tenta apenas descarregar alguma de furia que tinha dentro dele no saco, ele parece esta num tom bem serio e frustrado.

Kevin - Bé... Algum problema?

Bé ignora a preocupação de Kevin, e continuava a acertar varias vezes no saco, ele se recordaria de algo que simplesmente não lhe dava vontade de parar, Kevin lhe mete a mão no ombro.

Bé com um impulso quase acerta uma cotovelada em Kevin porem o mesmo para o ataque com o cotovelo praticamente colado no rosto de Kevin, ele se controla, assustando apenas um poco o mesmo.

Kevin - Ei, tem calma... Tu não pareces tu.

-Como... Como assim?

Kevin - Desque tens andado com aquelas bruxinhas andas meio comido dos miolos.

-Não... Estou apenas zangado só isso.

Kevin - Ninguém fica zangado com algo durante semanas, tu estás a mudar. Estás a deixar de ser quem tu és.

-Estás me a dar lição de moral agora miúdo?

Kevin - Sei lah... Estou só a falar o que eu acho... Aquele golpe da bruxinha te deixou ai uma marca feia no rosto.

-Por favor, não me fales nisso.

Kevin - Ei, porque não tiramos o dia de folga?

-Tens um combate amanha, não temos tempo para folgas.

Kevin - É algo bem simples e pequeno, vai lá nos merchandinses, as crianças de lá costumam te animar não é?

-Tudo bem Kevin, vê se te cuidas.

Kevin fica na sala a dar seus socos lastimáveis no saco de boxe enquanto Bé parte para o local de merchandinse no edificio, não era um dia muito movimentado. Ele estava sentando em uma banca somente a assinar autógrafos para fãs.

A manager dele parecia ter sido promovida a nova Chefe de relações externas, com a ausência de Stryker por ali, ela andava a trabalhar bastante nos backstages e não tinha tempo para investir com Bé.

O dia de Bé mudou, quando uma pequena fã se dirige na banca dele. Bé adorava crianças ele se levanta e aproxima da menina, se apoiando em um só joelho. A mãe que tinha a mão dada a menina a solta que sai logo para abraçar Bé.

-Ei, olá pequenina, como te chamas?

Mãe - Barbara.

-Muito prazer Barbara, é bom ter te por aqui. Vies-te cá somente para me ver?

Mãe - Sim, ela é muito fã da Nwr, a lutadora preferida dela nós apoiou imenso, ela te admira muito também.

Barbara - Bé, eu sou muito sua fã e gosto muito de ti.

Bé mostra um sorriso ao abraçar a pequena fã.

-Claro, me diz pequena Barbara, que é isso que tens ai na mão?

A pequena criança mostra um item que comprou ali perto.

Barbara - Uma mascara da minha heroína.

Barba dá o item para as mãos de Bé que olha com atenção, era uma replica da mascara original de Lady.

-Sim, é algo importante sabe? Essa mascara não significa apenas um disfarce. Tem um significado forte.

Barbara - Eu sei Bé, porque não acreditas nela?

-Como assim?

Barbara - Mostras respeitar muito nela e naquilo que ela nos transmite, mas não gostas dela?

-Que coisa tonta, claro que eu gosto dela.

Barbara - Mas então porque não ficas do lado dela? E acompanhas antes com a bruxa má?

Bé mostra um ar pensativo e até serio ao olhar para a mascara que tinha em suas mãos.

-Sabes, o mundo aqui fora... não é tão fácil assim... e as coisas... por vezes não funcionam como nós queremos...

Barbara - Mas tu não dizes que também és herói? Então porque não ajudas a heroína contra os vilões? Porque deixas ela lutar sozinha?

Bé mostra somente seu tom serio e enquanto devolve dá a mascara a mãe da menina.

-É mais complicado do que o que parece. Não é apenas como nos desenhos animados, isto é a vida real aqui atrás.

Barbara - E é isso que ela quer provar, que heróis podem existir até na vida real. E foi isso que tu juras-te defender. Honra e fé, não é verdade? Porque não a apoias e defendes isso?

Bé parece não saber responder a pergunta da menina que volta a falar.

Barbara - Eu acho que ela te pode salvar a ti.

-Eu não preciso de ser salvo.

Barbara - Todos nós precisamos. Não é por isso que querias ser, campeão? Para mostrar isso ao mundo? O poder do bem?

-Nos backstages, as coisas não funcionam assim...

Barbara - Quando vais parar de ser o fantoche das bruxas e provar que realmente és o herói?

-Sabe, eu tal como tu admiro muito a Lady, mas ela escolheu essa luta. Ela escolheu lutar como heroína, e ela vai cair como uma. É uma escolha que ela fez.

Barbara - Um herói não precisa que lhe peçam ajuda. Um verdadeiro herói sabe quando deve de ajudar.

-Eu travo as minhas lutas menina. E já ouviste falar no Royal Rumble? Onde eu entrarei como primeiro e sozinho irei derrotar todos? Então quando a altura chegar, eu irei combater elas todas se assim for preciso.

Barbara - Sei que estás magoado, na perna e no rosto. E que vais ter muitas lutas importantes. E vais precisar sim de sorte.

-Sorte?

Barbara parece tirar algo do pulso e oferecer a Bé, uma pulseira?

Barbara - Essa é a minha pulseira da sorte, e eu realmente acredito que com ela. Tu ganhes o Royal Rumble, para que possas te tornar campeão Bé. Tu mereces ela.

Bé quer negar, porem é incapaz e acaba por aceitar a pequena pulseira que Barbara lhe ofrece.

-Então é só usar ela que eu vou ganhar, certo?

Barbara - Ela tem poderes. Espero que ela também te proteja contra as bruxas más. Obrigado Bé e por favor, continua a lutar por nós.

Barbara se abraça a Bé, e depois ela abandona o local de mãos dadas com a mãe.

Bé pousa o outro joelho no chão, e fica de joelhos. O mesmo não parece bem psicologicamente. E vê se nele um ar bastante emocionado consigo mesmo, ele não queria ouvir o que a pequena fã lhe falou, porem algo dentro dele queria fazer ele acredita.

Ele se recompõem e levanta do chão, realmente parece bastante frustrado mas tenta se acalmar a si proprio. Ele mostra grandes duvidas quanto a pulseira. Pois ele não queria ser "protegido" da Violetty, porem foi incapaz de negar um pedido de uma pequena fã e o mesmo fica uma vez mais... Confuso.

Quanto tempo mais ele aguentaria mentir para si próprio?



♥ I love you to the moon & back to infinity and beyond ♥
avatar
TNT

Mensagens : 19
Pontos : 19
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por TNT em 06.03.17 7:53

Uma filmagem se inicia enquanto a música toca:



Essa filmagem foi feita na manhã do último sábado, e nela é mostrado um quarto de hotel bem bagunçado e não se pode ao certo dizer se ali foi cenário de uma festa ou uma briga. A câmera segue pelo quarto até que chega na cama aonde Kenneth Connors se encontra largado e bem descabelado. Ken esta sem camisa e parece ter acabado de acordar, ele passa a mão no rosto como se a luz incomoda-se e se senta lentamente.

- Ah, são vocês? Oque querem? Também vão reclamar do barulho?

Kenneth ri e se acomoda sentado na cama.

- Não? Então imagino que sentiram minha falta nesse tempo que se passou desde a última quinta.  Bom, digamos que andei bem ocupado. Com oque? – Ken olha para os lados e passa os olhos pelo quarto como se a resposta já estivesse ali – Comemorando é claro!

O homem ri enquanto verifica se a lata de cerveja na mesa de cabeceira está vazia e para sua felicidade ao sacudi-la pode se ouvir um pouco de liquido.

- Afinal minha gente, não é todo dia que vencemos o campeão definitivo da NWR, e é em menos dias ainda que vencemos um cara que se acha o campeão definitivo da NWR.

- No primeiro All Star da história dessa federação houve uma luta não só muito esperada por mim, mas também por vocês. Uma luta em que finalmente Caio me provou tudo que tinha para provar, ou melhor, tudo que podia me provar.

Ken bebe a cerveja quente que restava na lata em sua mão e faz careta.

- Ah! Bom para acordar. – Diz o homem ainda com cara feia, porém mais acordado. – Eu não tenho muito oque dizer dá luta em si, mas o final é algo que deve ser exaltado.

- Meu amigo Valugi me fez o toque de troca, mas para mim ficou óbvio que ele ainda tinha muito de si para dar naquele combate, então um pouco antes de entrar no ringue como eu deveria fazer após ter sido feito o tag, eu decidi que empurrar Valugi para o centro do ringue parecia ser a oportunidade que ele precisava para mostrar que aquela fase ruim era passageira. – Kenneth quase ria, mas conseguia seguir em frente com cara de filho da puta. – Porém, Valugi parece tá meio acabado mesmo né? Então eu com toda a minha determinação heroica decidi entrar naquele ringue e por fim naquilo.

- Primeiro foi o Tanque de bosta que eu ia só dar um empurrãozinho, mas não sei oque houve ele teve um pequeno acidente rolando por cima do corner e caindo de forma suave sobre os degraus de aço leve como uma bigorna, tadinho, nem dormi de tanta preocupação. -  Kenneth olha para a cama aonde esta sentado com ironia em seu olhar. - Depois foi Caio, e nossa, pobre Caraio, estava tão cego por finalizar a luta sobre Valugi querendo provar algo após o fim duvidoso que sua luta teve no PPV, que já estava quase em cima do Mr. Smart para um pinfall quando percebeu que havia algo de errado.

- Caio havia aplicado um last attack em Valugi e após me ver dentro do ringue ficou mais perdido que filho de puta em dia dos pais. Se ele queria me provar o porque merece ser o campeão que começasse mostrando ser capaz de aguentar tudo de todos não é verdade? Apliquei em Caraio o mais terrível dos golpes e acho que nesse momento ele já não estava mais com saco para me enfrentar. – Ken sorri e balança a mão em tom de trocadilho. – Se é que me entendem. Após isso foi fácil até demais colocar o campeão em um Small Package e envia-lo para bem longe.

O motoqueiro atira a lata que esta em sua mão para longe enquanto fala.

- Obviamente, como já era de se esperar, Caraio não comentou essa derrota ou falou sobre tudo que prometeu que faria e aconteceria em um vídeo não é verdade? Mas que bom que temos nosso campeão previsível, então ele nem precisava mais fazer vídeos. Ele na certa diria: Oh sabe como é né? Lutar com jobber e não sei oque lá, era tudo diversão. Nem ligo, até achei graça.

O homem imita Caio com um tom de ridicularização na voz. Ele fala enquanto gesticula bastante.

- Ou então ele iria dizer: Eu falhei com vocês fãs, os haters estão certos. Ãhhh não mereço ser o campeão, e mimimi mimimi mimimi.

O motoqueiro batia a mão como se fosse uma boquinha tagarela.

- Seria uma dessas duas, e bem, como as duas são uma merda podemos ignorar oque ele disse, mas ele não disse nada né? Olha só isso, então nem precisamos nos dar o trabalho. Caio finalmente parece estar aprendendo a se colocar em sua insignificância. Que ótima noticia.

Kenneth retira seu cobertor e revela estar também sem calças e sim apenas com sua roupa de baixo. Sem se incomodar com a câmera o homem se levanta e se espreguiça, continuando seu discurso após isso.

- Caraio, naquela luta você não me provou ser digno de carregar esse cinto, muito pelo contrário, você me provou que não merece nem ser chamado campeão. Eu não vou me estender demais, porque falar de você para mim já se tornou perca de tempo. Se um dia eu estiver entediado tiro seu cinto para mim para passar o tempo.

O motoqueiro anda pelo quarto enquanto alonga seus braços.

- Até gostaria de agradecer Valugi, pois ele foi de grande utilidade na match, me ajudou bastante com muito trabalho de equipe, mesmo eu tendo ferrado com sua luta no PPV.

Ken para com um semblante pensativo e coça o queixo com uma das mãos na cintura.

- Espera, eu já falei sobre isso? Putz acho que não. – Com um tom de surpresa segue falando. - Pois é, eu sou o juiz misterioso, uhhh.

Kenneth balança as mãos para dar ênfase ao mistério do juiz.

- Bem, eu não disse antes porque Glock e Caio já estavam querendo o meu cu, e bem, lutar ao lado de Valugi tendo ele também prometido me fazer pagar não seria nada inteligente não é mesmo?

Batendo o indicador na cabeça como um sinal de quem pensou antes de agir Ken anda até a janela do quarto e a abre se apoiando em uma mesa abaixo da mesma e deixando o vento bagunçar seus cabelos.

- Motivos? Bom, além da diversão que sempre vem em primeiro lugar eu também pensei que com um roster aonde os melhores ficariam em uma outra brand a estrada não teria limite de velocidade para mim e eu poderia facilmente chegar ao título principal, e além do mais, se Valugi sai dali com o cinto, quando eu tirasse isso dele eu seria vilão, pois todos amam Valugi, mas se Caraio permanece com o cinto, quando eu o tirasse dele, eu seria herói!!

O homem cruza seus braços ainda aproveitando do vento que vem de fora.

- Tudo bem, tudo bem, ser herói tem estado na moda aqui dentro, mas eu andei pensando Mr. Smart e acho que bem, pode ficar com o cinto. Eu não quero mais, afinal, mas uma vez tenho motivos para acreditar que quem possui os cintos aqui não são respeitados por tê-los e não ganham nenhum super poder por vesti-los.

- Posso conquistar tudo que quero sem um cinto, ser melhor, mais forte e mais respeitado aqui dentro. Assim quando venci Caio, tive uma prova, não, não e que ele é um bom campeão, tá louco? – Ken faz um gesto de “Cê tem demência?” – Mas sim que um cinto não prova merda alguma, e logo não preciso de um, vencer aqueles que o possuem, prova muito mais coisas do que possuir um.

- Então Val, desculpa aí se teve algum transtorno por causa da minha interferência. – Um sorriso surge discretamente no canto da boca de Kenneth – Não me olhe assim, vai rir disso no futuro! Fiquei até sabendo que vai disputar pelo título de novo!  Olha só! – Ken parece meio sem ter oque falar. – Tipo... seis dias... Dá para ganhar bastante experiência pô, descansou bastante e tal. Tô torcendo por você hein!

O motoqueiro um pouco até que nota um papel sobre a mesa parecendo querer voar com o vento, nele está escrito:

“Desculpe, mas mesmo que eu adore ficar olhando você bêbado dormindo tenho lugares para ir e coisas para fazer. A noite foi incrível, e com certeza cheia de magia. Até a próxima, meu motoqueiro.” – Seguido de um coração meio rabiscado. O homem observa brevemente o bilhete com um sorriso grande no rosto e então o coloca de volta na mesa. Coça um pouco a cabeça espalhando os cabelos com o vento e segue pelo quarto.

- Enfim, eu ainda não chequei o Card do show do For victory e na real não estou nem aí... Se venci o campeão, na teoria pode vir qualquer merda que eu vou fazer bonito. Eu venci ele duas vezes, quem sabe se vencer a terceira não tenho direito de ficar repetindo isso toda promo para usar de argumento? – Ken sorri para a camêra.- É claro que não faria isso, seria muito ridículo. Mas eu não vou deixar de dizer que:

- Você venceu três vezes um homem sem cinto, e eu vencerei três vezes um campeão, isso sim é provar algo, deu para entender a diferença? Agora se vai me dizer que o homem sem cinto não era um homem qualquer, saiba então que qualquer um de nós nessa federação que não possuímos um cinto tem potencial para sermos tão bons quanto Krauser Daniels foi e ainda é, e eu serei um desses.

Kenneth pega suas calças que estão largadas no chão.

- Eu estou aqui para estar entre os melhores da empresa, e um dia entre os melhores nomes estará o meu.

- Kenneth Dangerous Connors, e então poderão dizer com certeza que estão em meio a grande perigo.

O homem vai em direção da porta do banheiro, depois de soar tanto na noite de ontem ele precisava de um banho.

- Para você Caraio, beijar aonde eu piso seria um privilégio, e minhas botas ainda estão subindo degraus o suficiente para você. Você decidiu que iria bater de frente com o perigo e se não for bom meu amigo, o resultado vai ser sempre esse. Você queria sangue? Você conseguiu! Sangue bem quente de raiva, correndo por seu rosto.

- Até mais seus vagabundos! Vão arrumar algo para fazer!!

A porta do banheiro se fecha barrando a câmera enquanto a música toca e a gravação se encerra.
avatar
JuanPedro

Mensagens : 21
Pontos : 19
Reputação : 2
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 06.03.17 8:45

Video postado no site oficial da NWR.

Juan se encontra em sua mansão em Los Angeles,após jogar umas partidas de futebol com seus amigos e primos,ele se despede de seus amigos e primos e decide fazer o vídeo.

Juan-Giverlok você quer mesmo me prender,pena que você ira perder seu tempo so lhe digo isso,não serei preso e isso e fato,estarei em Orlando na terça-feira e vencerei meu combate.

Neste momento aparece sua esposa Brooklyn Decker,Brooklyn pede para continuar o vídeo do Juan e pede para ele ir olhar nosso filho.

Brooklyn-Sou feia,desnutrida,sério mesmo Eva e Clarisse,vocês ja se viram no espelho?.Minha beleza e muito superior a de vocês,sou uma modelo prestigiada e uma atriz de Hollywood,sou desejada por milhões de homens de todas as classes sociais mas apenas um me tem,esse homem e o Juan Pedro.

Brooklyn demonstra fúria sem limites mas se acalma ao ouvir o choro do seu filho.

Brooklyn-Posso não ser lutadora mas eu sei bem como acabar com a raça de duas vadias.

Juan aparece com o Jake chorando por causa da fome que ele sentia,Brooklyn pega o seu filho e coloca ele pra mamar enquanto Juan pega o celular voltando ao vídeo.

Juan-Sou feio,sério mesmo isso ?,vocês se acham as mais bonitas do pedaço né,vocês são umas vadias medíocres,sem capacidade alguma de serem campeãs máximas.

Juan rir loucamente mas se controla após alguns minutos de uma longa risada.

Juan-Vocês punks são campeãs de tag mas vocês ja olharam quem esta nesta divisão? Não ne,vocês se acham as melhores,estão em uma divisão onde poucos são realmente bons.

Juan antes de continuar a falar e interrompido por seu mordomo dizendo que a policia esta aqui.Juan se levanta e vai junto com a policia deixando a Brooklyn bem nervosa e preocupada.
Ao chegar no tribunal Juan liga para o seu advogado,junto com ele chega a Brooklyn juntamente com o Jake.
Após uma longa audiência Juan sai vencedor por um fio contra o Giverlok e seu advogado.
Juan beija a Brooklyn e vai para a sua mansão.Ao chegar la ele e a Brooklyn discutem.

Brooklyn-Quase que você e preso Juan,estou tremendo até agora,se não fosse pelo seu advogado você estaria na cadeia por não sei quanto tempo.

Brooklyn diz essas palavras enquanto ela chora.

Juan-Me perdoe amor,fui preso isso que importa,saimos vencedores nesta audiência.



Juan-Giverlok você perdeu,agora me esqueçe,agora mudando totalmente o assunto tenho ja duas vitimas certas está semana isso e bom demais e depois serei novo campeão intercontinental ta bom demais,desta vez esta oportunidade não ira passar,irei vencer meu combate e depois serei campeão.

Passa algumas horas após Juan ter encerrado o vídeo,seu tio que no caso e juiz foi na mansão de Juan pra falar sobre sua quase prisão.

Tio-Caramba Juan que erro você cometeu,agora você está bem enrascado,será bem difícil você continuar livre.

Juan mostra um olhar de preocupação e um semblante de tristeza,as lágrimas começam a escorrer dos seus olhos.

Juan-Por favor tio não permita que eu seja preso...mas eu não venci na audiência de hoje ?

Tio da uma risada e volta a falar.

Tio-Você e idiota?não tera apenas uma audiência,amanhã você tera mais uma na qual o assunto será a morte falsa de sua esposa.

Juan manda o seu tio ir embora e vai dormir chorando um pouco e bastante preocupado.
Ao acorda ele e sua esposa se arrumao e vão para a audiência e deixam seu filho com a babá.Uma difícil e longa audiência na qual Juan se saiu muito mal,por ter matado um lobo e falsamente sua esposa e por ser réu primário ele pegou 2 anos de cadeia,juntamente com sua esposa,após Juan ter que dormir no presídio de Lompock ele recebe a visita de seu pai General do Exército Brasileiro que conseguiu uma eliminar que liberta-va Juan sendo que ele teria que pagar uma multa de 10.000 dólares,Juan pagou essa multa sem problema e foi buscar sua esposa que também teve que pagar essa multa,Juan estava liberto juntamente com sua esposa mas ao chegar em casa ele tomou um belo esporro do seu pai,que depois foi embora.Juan agradeçe a seu pai e vai fazer um vídeo falando sobre sua prisão e outras coisas.

Juan-Como meu fim de semana foi ruim,porque um filho da mãe me denunciou mas eu novamente estou livre,sem nenhuma acusação,não cometerei o mesmo erro e nem outros.

Juan mostra um olhar de arrependimento.

Juan-Peço perdão a vocês meus fãs e a minha familia e amigos, sem duvida essa prisão foi uma grande vergonha e constrangimento,apenas espero que isso não interfira em minha carreira.
Juan se levanta mudando seu semblante
Juan-King todos anos de jornada não se comparao a mim,sentencio a sua morte hoje que trago seu fim,maior franquia de sucesso comigo você não tem chance e todos vao ver o gigante banhado em sangue.
Juan sai da sala encerrando o vídeo.

fim.
avatar
caio08xp

Mensagens : 97
Pontos : -77
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 06.03.17 15:45

Texto postado no site da NWR por uma pessoa anônima.

100 vezes Caio

Durante 100 dias, e durante 100 noites. Para alegria de alguns, e desespero de outros. Um certo Brasileiro manteve o posto máximo, conseguiu deixar consigo aquilo que é chamado de título máximo. E com isso, se encerra um ciclo, o ciclo dos 100. E outro se inicia. Um bem diferente do outro, devido as temperaturas, devido ao ambiente, ou seja, todas as circunstâncias que cercam o novo ciclo. Porém, nas linhas que vão vir a seguir. Entenderemos um pouco mais sobre o primeiro ciclo.

Ciclo esse que começou com uma vitória. A primeira vitória. Uma vitória que foi o fruto de um trabalho bem feito, de um trabalho duro e muito cultivado durante todo seu tempo. E após ter colhido os frutos, com eles chegaram a glória, uma glória passageira talvez, uma glória com um peso praticamente incalculável. Que apenas os fortes conseguem suportar, e quando digo fortes. Eu não falo sobre ter músculos, mas sim sobre a alma. Sobre o coração. No nosso mundo do Wrestling, os fortes são aqueles que tem um coração de lutador. Que tem um coração forte e pulsante, que sofre, que chora, que ri, e que principalmente, faz o portador dele se sentir vivo. Lembrem-se: se sentir vivo, é diferente de manter-se vivo. E o mesmo coração que faz o portador sentir-se vivo, é aquele que o guia, é aquele que substitui os 5 sentidos e faz um trabalho belíssimo. É o coração que carrega, lá no seu ponto mais fundo, quase do tamanho de um átomo, um fogo. Fogo este que apenas os escolhidos o recebem, fogo este que é o responsável por separar os vencedores, dos fracassados. Os bons dos ruins. Fogo esse que os fazem ter uma alma vencedora, a autêntica alma de lutador. E eu preciso confessar algo. Esse garoto é forte, e quando você olha para ele consegue enxergar isso.

E por mais que digam que ele não seja digno, ou que não mereça tudo o que tem e conquistou. Acho que a velha história sobre trabalho duro explica bem essa situação. Ele é aquele tipo de pessoa, que martela 100 vezes uma pedra, mas ela não se racha. E nesse momento, após a centésima martelada onde 99% das pessoas desistiria e iria se render perante a pedra. Ele faz diferente, ele reúne suas últimas forças e por fim, dá a centésima primeira martelada, e o que acontece? A pedra se racha ao meio. Coroando assim todo o seu trabalho duro, mas não se enganem, não foi a sua centésima primeira martelada que fez com a pedra se partisse ao meio. Mas sim todas as outras que foram desferidas antes dela. E não importa se não o querem onde ele está, se não aceitam isso. Ele vai martelar, ele vai manter sua posição por 100, 200, 300, 1000 vezes. Para que na milésima primeira, todos se rendam. E entreguem seu braço a torcer. E ao olhar no fundo dos seus olhos, é possível enxergar isso. É possível ver a vontade que ele tem, a vontade de vencer, a vontade de ser grande. A vontade de provar aos que duvidam, que estavam errados, a vontade de provar aos que acreditam, que fizeram uma boa escolha. E o mais importante disso tudo: a vontade de mostrar para si mesmo, que não há nada nesse maldito mundo, que ele não seja capaz de fazer.

Mas se tudo isso tem uma lado bom, se tem sempre um pote de ouro ao final de cada adversidade a sua espera. Também temos o lado ruim, não... Lado ruim não seria bem a expressão correta. Eu diria que adversidades, são a melhor forma de definir isso. Também conhecido como caminhada, jornada, carreira, como vocês quiserem chamar. E quantas vezes nós todos não vimos esse garoto na lona? Quantas vezes não o vimos jogado no meio de um ringue todo fodido? Bom quase sempre né... Explicação plausível para isso? Nunca tem, essa é a verdade. Tanto, que olhando para ele, pode perceber que ele se cansou, de procurar uma. E como ele sempre vem fazendo desde o inicio de sua vida, busca sempre se levantar após uma queda, algumas vezes de forma mais rápida, outras de forma mais demorada. Mais, acho que ninguém aqui, o viu ficar deitado no chão, sem fazer nada após uma adversidade. E com isso, vem mostrando a todos, e nos ensinando uma bela lição, ao lado de outros companheiros. Que o vitorioso nem sempre é o que vence, mas aquele que se levanta diante de uma derrota. Mostrando assim que a nossa vida é o campo experimental onde têm lugar as lutas, e onde cada um vence ou é derrotado; mas é, também, o cenário onde o espírito se tempera verdadeiramente e onde, pouca a pouco, com vontade e um entusiasmo grande, vai se lavrando um novo e elevado destino. Um destino com bons horizontes, um destino favorável, um destino a qual apenas os fortes estão destinados.            

E se formos analisar mais a fundo, vamos perceber que: Ele não luta por coisas fáceis, mas sim pelas difíceis, e por mais que seja difícil não desiste delas, pois ganhando ou perdendo, ao final ele sempre pode dizer 'eu lutei', e isso já faz dele um vencedor. Não desiste por causa da caminhada árdua, e nem por quê é complicada, lembra que as coisas mais impossíveis para a humanidade, foram adquiridas pelo simples fato de perseverar. As coisas mais impossíveis para o Brasileiro... Também foram adquiridas pelo simples fato de perseverar. Perseverando no caminho que acredita ser o certo, ser o mais belo, aquele no qual é digno de um vencedor. E, eu poderia passar aqui horas escrevendo sobre o fenômeno Caio, e sobre tudo aquilo que ele já fez, e que pode vir a fazer. Mas sabe, seria inútil. Pois ninguém consegue descrever esse garoto, tudo que me resta, aliás... Tudo que nos resta, é sentarmos e assistirmos ele quebrando cada vez mais todas as barreiras, as quais sobre ele são impostas.

E por fim, eu encerro essa pequena homenagem ao nosso Brasileiro, com uma pequena frase, como forma de incentivo.

“ Nunca desista dos seus sonhos, pois és um guerreiro com tantas lutas e superação, que não é justo olhar para trás agora. Seja insuperável e inigualável para os olhos de quem não está do teu lado. Desvie de obstáculos intensificando sua determinação, seja um guerreiro corajoso, seja um guerreiro valoroso. E quando você se vê sem saída, acredite nas esperanças que rodeiam suas certezas. Acredite em Caio.”



avatar
caio08xp

Mensagens : 97
Pontos : -77
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 06.03.17 16:44

Vídeo postado em NWR.com/Caio

Caio – Olá NWR Universe.

Caio – Eu confesse que estou muito confuso no momento. E não tô entendendo muito algumas atitudes da gerência. Mas, eu vou chegar nesse ponto logo.

Caio – Antes disso, meu amigo Valugi, disse algumas palavras em seu último SmartTV e concordo que alguns comentários são válidos.

Caio – É bem verdade que nenhum de nós iria desistir ali Valugi, nem eu nem você. Pois esse é um combate grande, é um combate onde todo bom lutador gosta de se ver envolvido. E desistir... Essa não é uma opção, nem para minha pessoa e muito menos para sua. E é muito triste, que um combate que tinha tudo para ser épico tenha tido seu fim de uma maneira ridícula. Mas sabe o que é mais ridículo ainda? Nenhuma posição oficial dos diretores da empresa, daqueles que dizem fazer isso aqui funcionar, sobre o acontecido. Parece que ninguém se esforça, parece que jogaram esse caso na lixeira. E tudo que dizem é: “Estamos trabalhando forte para encontrar o culpado”. Isso é ridículo, parece aquelas atendentes inúteis que ficam na central de atendimento do provedor da sua internet e falam a mesma coisa. E o tal trabalho forte, demora mais que chuva pra cair no nordeste do meu pais.

Caio – E... Eu fico feliz que você tenha tocado no ponto do nosso próximo combate. Marcado para o próximo For Victory. E apesar de que tal combate me deixe muito feliz, eu devo dizer que isso também me intriga bastante, e me deixa com uma pulga atrás da orelha do tamanho de uma baleia. E me faz deixar o seguinte questionamento no ar: PORQUE SÓ AGORA?

Caio – Porque só agora resolveram tomar uma atitude? Quando Filipe Bé perdeu no #1 contender, também houve uma interferência, e o que foi feito? NADA Quando Caio se fodeu seguidas vezes, o que foi feito? Quando Glock se fodeu seguidas vezes o que foi feito? NADA. Então, a partir de hoje golpes baixos são válidos? Pelo visto não só são válidos, como isso é lindo por aqui!

Caio – Porquê só agora? Porque o grande Valugi foi prejudicado? Porque Caio foi ajudado? Ah é... isso é inadmissível por aqui, eu havia me esquecido. Não se enganem, eu não estou dizendo que Valugi tem culpa, muito pelo contrário. É até muito justo que o combate seja remarcado, mas fazer isso só agora... É muito frustrante, é uma completa piada, é uma verdadeira afronta com aqueles que foram injustiçados, e até hoje esperam uma chance para provar o contrário.

Caio – E eu ainda tenho que ouvir pessoas por aí falando que eu fico babando o ovo da gerência. Meu filho, vamos acordar pra vida, eu sou o que mais enfrenta a gerência por aqui. E vou enfrentar quantas vezes forem necessárias.

Caio – Então, mais uma vez, eu pergunto. Porque só agora?

Caio – E sabem qual o pior disso tudo? É ter que ouvir Valugi pedindo para que eu prometa, que desta vez não teremos interferência nenhuma. Tu tá de brincadeira com a minha cara Inglês?

Caio – Quantas vezes eu vou ter que te dizer que não tive absolutamente nada haver com a acontecido. Eu não preciso de juízes, eu não preciso da ajuda de ninguém do roster, eu não preciso de Tyler, eu não preciso de ninguém para derrotar você, ou qualquer um desse roster. E eu vou provar isso para você. Pode ter certeza. E se você quiser que alguém prometa quanto a interferências para você, sugiro que vá até a sala de Tyler, ou então de James Carter, ou de quem quer que seja o responsável. E se você é realmente meu amigo. Peço para que leve meu pedido junto ao seu. Para que façam algo como: dança da chuva, macumba, reza, ritual, invocação, QUALQUER COISA.  Para que eu tenha uma vitória limpa aqui alguma vez. Pois olha, já faz tempo que eu não sei o que é isso. E esse é o pior dos castigos. Vê que meu trabalho não dá resultado, pelo menos não um resultado digno de tal.

Caio – Valugi você pode ter certeza de uma coisa, que eu, mais do que você, mais do que a gerência, mais do que qualquer um que faz parte do NWR Universe, sou quem mais quer que não tenha nenhum tipo de interferência, der A de B ou C.

Caio – Sabe o que tinha de ser feito com esse juiz? Ele tinha de ser pego, amarrado em um poste e apanhar até pedir misericórdia, para parar de se intrometer no assunto dos outros.

Caio – Agora, fugindo um pouco de toda essa polêmica, meu amigo Valugi.

Caio – É bom que esse combate tenha sido remarcado, pois assim a gente pode deixar de falar um pouquinho, e resolver toda essa situação no ringue. Dessa vez, sem interferências eu espero.

Caio – Você se lembra o que eu falei alguns dias atrás? Do quanto eu me dediquei para enfrentar você, e de todo o esforço que de minha parte foi feito para que eu pudesse apresentar o melhor desafio possível para você? Pois é, pelo visto todo trabalho e dedicação não foi em vão, pois terei mais um chance, para tentar melhorar aquilo que foi bem fraco em nosso último encontro. E como eu já disse, tirando todas as polêmicas que o envolvem, eu estou super empolgado, eu estou pulando de alegria por dentro, com a possibilidade de enfrentar Valugi mais uma vez, de mostrar para aquele que é uma de minhas inspirações, o quanto eu cresci. E o quanto posso ser um excelente desafio agora.

Caio – E se na última vez, eu me dediquei duas vezes mais. Nessa eu posso lhe afirmar, que vou me dedicar 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 vezes mais... Vou me dedicar o quanto for necessário, para ser um bom desafio, para apresentar o meu melhor, para mostrar ao mundo quem é o melhor. Eu vou me dedicar, até meu corpo cair na exaustão.

Caio – E do fundo do meu coração, eu espero que você faça o mesmo. Você está velho, isso é verdade, mais ainda não está morto, você tem muita lenha para queimar. Eu vou te esperar na terça feira, lá em cima daquele ringue, para lhe derrotar Valugi, mesmo que isso custe a minha vida. Eu prometo.

Caio – E essa é a única promessa que posso fazer para você.      





Convidado
Convidado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Convidado em 06.03.17 19:29

Dois dias atrás...
Uma hora após o Saturday Night Smash...


Depois de algum tempo em que o show havia terminado Klaus finalmente voltava para o seu camarim para pegar suas coisas. Praticamente todos já haviam ido embora e só alguns funcionários permaneceram no local guardando as coisas. Klaus caminhava calmamente pelo backstage enquanto tomava alguns goles da garrafa ao qual ele levava consigo e, ironicamente, dessa vez não era uma bebida alcoólica e sim uma garrafa cheia de.... toddy (?!). Um largo sorriso formou-se lentamente nos lábios do rapaz ao chegar em seu camarim e notava o mesmo totalmente destruído e já tinha ideia de quem havia feito aquilo: A “Fedelha metida a louca”. Para alguns aquilo seria o ponto em que a raiva tomaria conta de si pela ação de outros, mas não Klaus. Aquele sorriso abriu-se um pouco mais enquanto o mesmo colocava sua mão livre entre suas madeixas e começou a gargalhar, como se aquilo fosse a maior comedia de todas. Ele gostava de destruição e desordem, mas apenas algo o irritava: Ela ter destruído aquele local antes dele. Klaus voltava a tomar um gole de sua bebida e até engastava um pouco por rir ao olhar para o local destruído novamente, mas ele logo se conteve e jogou sua bebida sobre os ombros e começou a procurar algo no meio de toda aquela bagunça, tudo que o mesmo encontrava que não o interessava era jogado por cima de seu ombro.
Após alguns segundos de procura ele finalmente encontrou os objetos no meio daquela bagunça toda: Uma peruca verde do Morrice, uma pequena coroa dourada e uma camiseta personalizada levemente suja após o atendado em seu camarim. Klaus levantou-se e segurou as coisas com sua mão canhota enquanto a destra era apoiada em sua cintura, o mesmo começou a olhar para o lado como se procurasse ou tentasse lembrar de algo.

- Eu sinto que não é só isso que vim pegar. Hum... tanto faz...


Ele apenas deu de ombro enquanto se retirava do camarim e ia à procura de algumas outras “coisinhas” que ele iria precisar. Logo no corredor ele já havia encontrado as duas principais coisas que ele precisaria: Um funcionário com uma câmera portátil ao qual estava filmando algumas coisas no local. Klaus pegava o rapaz em uma head lock e começava a puxa-lo em direção ao ring enquanto o mesmo tentava se soltar, o que foi em vão.

- Calma criança, eu já vou lhe soltar, mas antes você vai me fazer um favorzinho caso queira ir para casa com todos os ossos de seu corpo.



Minutos depois...


O funcionário sobre a proteção de borracha do ring enquanto Klaus tomava-lhe a câmera e formatava a mesma antes de entrega-la novamente para o outro. Todo o lugar estava completamente vazio e só havia algumas luzes acessas ao qual foram deixadas propositalmente para quando forem retirar o ring.

[Klaus]: - O que está esperando? Comece a gravar!


[“Funcionário Desconhecido”]: - E-Está bem...


O vídeo enquanto era iniciado, a imagem estava levemente tremula, mas ainda focada em Klaus que já estava usando as coisas que ele havia pego em seu camarim, com a camisa tendo uma foto do Morrice no momento em que Sam havia lhe jogado a tinta verde. O mesmo começou a caminhar lentamente de um lado para o outro, era como se ele estivesse pensando em alguma coisa para falar mesmo já sabendo tudo o que ia dizer. Ele então logo parou, fez um sinal com sua mão como se estivesse pedindo um segundo e então abaixou para pegar algo que estava em baixo do ring. Era um cardboard de uma mulher só de biquíni com o rosto de Morrice; Klaus olhou para o cardboard e em seguida para a câmera.

- Olha Cosmo, devo admitir que você fica bem de biquíni, poderia até ser a Miss França. Mas só não vá continuar dando chilique se as outras tentarem te melhorar, sabe? Você ficou bem melhor com esse cabelo verde, você deveria me agradecer. Ah, eu tenho uma pergunta: Por onde estão as suas asinhas de fada? Porque o cabelo verde e a cabeça sem um cérebro você já tem. 

Klaus retirava a coroa de sua cabeça e a jogava para o lado antes de empurrar o cardboard da “Miss Morrice” para o lado. Ele fez então um gesto para o “cameraman” para que entrasse dentro do ring e ele hesitou até que Sam o agarrava pela camisa e o jogava a força para dentro do ring antes de entrar para o mesmo. Klaus ergue então o garoto para que ele voltasse a lhe filmar.

- Acho que o Cabeça-de-Alface ficou com raivinha de mim por ter melhorado o seu cabelo e por isso veio me atacar essa noite. Devo então melhorar algo a mais... hum... talvez suas mãos, arrancando suas unhas? Acabar com esse seu rostinho ao qual acha tão perfeito? Ou melhor! Arrancar esse seu cabelo horrível já que não gostou da melhora que eu fiz nesse.

O moreno começou a caminhar calmamente pelo ring enquanto olhava em volta com um sorriso voltando a se formar entre seus lábios. – Então pense duas vezes antes de entrar no mesmo lugar que eu, Capitão Planeta, pois eu posso ter uma tinta permanente para jogar nesse seu rostinho de blobfish. – Klaus começou a caminhar calmamente em direção ao funcionário e parou a um metro do mesmo. – Ah! Antes que eu me esqueça: Pequena-Bruxinha, eu adorei a decoração que você fez no meu camarim, mas na próxima vá me visitar quando eu estiver lá porque eu posso usar desse seu rostinho lindo para preg-... bem, vou deixar como uma surpresa, irá ser divertido... para mim, é claro.

Samael davaum “tchauzinho” para a câmera enquanto o seu sorriso tornava-se ainda mais largo, nesse momento o mesmo desferia um chute na barriga do “cameraman” ao qual deixava a câmera cair ao seu lado antes que Klaus lhe aplicasse um pedrigree que o deixava inconsciente no mesmo instante e foi quando a câmera finalmente mostrou quem estava atrás dela. Era um rapaz jovem, aparentando uns 20 anos, possivelmente um estagiário. O Predator abaixava-se e dava uma tapinha sobre os ombros do rapaz. – Obrigado, você foi muito útil. Acho que vamos ser bons amigos... ou não, eu nem sei o seu nome... hum... vou te chamar de Nap (Soneca). Uhhh... eu vou ficar com isso. – Ele então pegou a câmera caída ao lado do garoto e a desligava. 24h depois aquele vídeo era postado no site oficial da N.W.R., juntamente com a foto do cardboard de Morrice com a legenda: “Finalmente revelado a roupa verdadeira que Morrice usa em seus dias de folga.”
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 68
Pontos : 40
Reputação : -26
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Hollywood

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 06.03.17 21:36

Vídeo postado no site Oficial da NWR

Novamente ao cenário macabro das Punk’s o Vídeo começa com a música tema das duas Kongos – Come With Now Eva e Clarisse se encontravam sentadas em seus devidos lugares Eva em seu trono e Clarisse em sua poltrona ambas com os cinturões na cintura, do lado do trono de Eva encontrava se uma mesa coberta por sangue onde tinha uma taça de vinho cheia a mesma pegava a taça que ficava com o fundo sujo de sangue e tomava um gole do líquido doce e colocava novamente o objeto na mesa, enquanto ao lado da poltrona com decorações de onça tinha uma mesa rosa dando um ar mais “elegante” ao ambiente onde encontrava se também uma taça de vinho dessa vez, a loira não pegou a taça.

Eva: – Então quer dizer que… Estão nos menosprezando? Nós... Que somos as... Campeãs? Está me menosprezando Kenneth? –

Eva fazia uma expressão duvidosa enquanto Clarisse se posicionou...

Clarisse: – Não sei se você percebeu Kenneth, mas não se deve menosprezar! A não ser que... Pensa que pode nos derrotar assim tão facilmente como você fez com os outros! –

Eva: – Um erro que te custará caro... Isso eu garanto! Só liga para... Esses vermes que não passam de alimentos para meus demônios! Pois bem... Pessoas como você, nunca não merecem nenhum pingo de compaixão! Mesmo se eu tivesse compaixão... –

Eva: – Mas tudo bem, eu ate entendo que você não esteja interessado neste combate, contra duas campeãs, ou seja, duas rainhas que triunfaram perante os fracassados! E vamos triunfar em cima de você e mostrar o porquê não deve nos menosprezar! –

Clarisse: – Até por que deve humilhante demais lutar contra duas mulheres! E saber que você vai perder! Mas também não fará falta, alias você não está ligando para isso! –

Eva: – Mas claro que não! Já sabe que vai perder e ele já esta se conformando antes do combate! Muito inteligente! Mas queridinho uma coisa que você não sabe é que eu gosto amo causar dor... E você infelizmente esta no meu caminho... –

Clarisse: – O que significa que é mais um que vai cair para as Punk’s e sabe o que eu acho? Sabe o que eu vejo –

A loira desencosta as costas da sua poltrona colocando o cotovelo em sua perna e sua mão apoiando o queixo.

Clarisse: – Um coitado de vida miserável que pensa que o mundo gira ao seu redor! É isso que eu vejo de pessoas como você! Mas não se preocupe com isso! Você vai sofrer bem pouco... –

Eva: – Continue a menosprezar o prazer a oportunidade única de me enfrentar, ou melhor, nos enfrentar! Já que você tem como parceiro um Zé ninguém chamado Rick Falcon que não vai servir nem para o cheiro! –

Clarisse: – Enquanto você se preocupa com o outro ninguém você deveria se preocupar conosco já que vamos acabar com você! –

Eva: – O que me deixa tranqüila por você também ser um Zé ninguém... –

Eva dava uma risada no final de satisfação enquanto se acalmava Clarisse pegava sua taça de vinho e assim tomava um pouco do liquido que ali continha repousando novamente a taça na mesa.

Clarisse: – Eu vi algo... E por mais que não estejamos na mesma Brand... Poxa Lady... Que história triste, fico feliz que tenha encontrado uma família e se tornado feliz! –

Neste momento Eva começar a rir...

Eva: – Querida LADY!!! Você não é a única adotada... Os meus queridos pais também me adotaram! Mas nunca fui tratada como filha pra eles apenas como um instrumento de segurança para permanecer com a herança que eles possuem... E isso não me faz de uma pobre coitada! Eu não ligo para eles, a única coisa boa foi que eles me colocaram para treinar e sou grata a eles por isso, então pare de se lamentar... Seus pais não te adotaram por serem heróis e sim por você foi a única que os agradou, vamos dizer a melhorsinha... Sim Lady eles escolheram e se tivesse alguém ali melhor que você seria ela essa pessoa! –

Clarisse: – Bom vamos rir um pouco ne? Por que essa tal Brooklyn, da qual não sei por que raios têm nome de um bairro, se acha a toda poderosa! Parece que confunde as coisas, ou é uma louca desvairada... –

Eva: – Assim temos que perder o nosso precioso tempo falando de fracassados, que não aprendem e nem entendem que são inferiores a mim. –

Eva: – Bom Bairro eu não sei da onde você tirou que eu sou mais bonita que você, mas obrigada pelo elogio! Pois bem você é modelo? É atriz? Quem te perguntou? Por acaso eu Disse: Bairro qual é a sua profissão? –

Clarisse passar a rir da situação sem se conter deixando Eva um pouco aborrecida da qual ficou sem falar até que a loira se acalmasse.

Clarisse: – Sim já me olhei no espelho, perguntei quem é a mulher mais linda desse mundo e ele disse que era EU! E eu não estou nem ai para quantos caras te desejam... Eu sou admirada por homens de verdade não por moleques que se encantam por qualquer coisa! –

Eva: – Eu não ligo para sua profissão! Eu me dou valor! Não fico tirando fotos de roupas de baixo e muito menos me deito, beijo e essas coisas com outros homens em outras camas na frente das câmeras... –

Clarisse: – Vai fazer o que? Fazer como seu marido e enfiar uma Katana – risos – Em um cadáver para nos assustar? Vai vir aqui com uma arma nos ameaçar de morte? Pode vir estou aqui te esperando deitada ainda, por que você não deve ter coragem para isso! –

Eva: – Então estarei aqui te esperando para ver o que você pode fazer comigo! Mas não sonhe alto não! Logo você sentirá a dor que estou preparando para você!  Já você Juan! Eu não sou obrigada a te achar bonito só para te agradar, bonito você não é! Pelo menos a vadia da sua esposa não precisa se preocupar! Não vou perder o meu tempo correndo atrás de fracassado. Prefiro um Tyler Carter da Vida, Um Filipe “Bé”, Bruno Radke, Samael Klaus! Eles sim valem a pena! –

Eva: – Quantas vezes você foi cotado para disputar a um titulo? Até agora nenhuma vez! Já eu... Fui cotada sim para disputar por um titulo! O que significa que eu tenho uma capacidade maior que você! Sou campeã das Duplas juntamente com Clarisse. Sim mas por que somos as melhores desta Federação e uma coisa você esta certo! Ninguém é melhor que nós para ficar com o titulo! –

Clarisse: – O que me faz perguntar, o que um fracassado tem na cabeça para achar que tem capacidade para disputar o titulo Maximo?  Se você acha que é forte o suficiente então forme uma Tag Team com alguém e venha nos enfrentar isso será muito bom... –


Eva: – Acabar com raça desse tipinho é mais prazeroso do que caçar as presas... –

Eva: – Faça isso Juan! Faça uma Tag Team... Eu já tenho o suficiente vou fazê-lo ver, você nunca vai ter uma gota de meu sangue, eu irei julgar todos, um arco final, eu serei o fim de seus dias... –

Clarisse: – Um mundo de dor e sofrimento é isso que você irá conhecer! –

Eva: – Sangue nas ruas, os poderosos cai vou fazer o que eu devo até vê-los cair se rastejando até mim onde eles verão o fim dos seus dias! –

O vídeo se encerra com um símbolo satânico no centro deixando Eva e Clarisse desfocadas dando a atenção apenas para o símbolo.
avatar
valugi

Mensagens : 58
Pontos : 67
Reputação : 13
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 07.03.17 0:40

O lutador Inglês iniciava mais um vídeo, amanhã tinha uma luta importante contra Caio valendo o título

- Temos muita coisa para comentar primeiro Caio está com um sério problema para entender as coisas e vou lhe mostrar agora, vejam o que eu falei

“Bem Caio, novamente iremos lutar e seu cinturão está em jogo, prometa que não tenhamos nenhuma interferência indesejada, porque já está enchendo o saco isso”

E como Caio entendeu

“Caio – E sabem qual o pior disso tudo? É ter que ouvir Valugi pedindo para que eu prometa, que desta vez não teremos interferência nenhuma. Tu tá de brincadeira com a minha cara Inglês?”

O lutador Inglês faz uma cara de confuso e repete os dois vídeos

- Caio, acho que você está confundindo um pouco as coisas, está muito tenso ultimamente, quando eu falo que prometa que não tenhamos interferência, falei de modo geral, não culpabilizei você, pelo contrário no começo do vídeo digo que acredito em suas palavras, e que você não teve nada a ver com isso, como falaria isso e culparia novamente você, estou sentido você bastante nervoso ultimamente o que vem lhe afligindo?

Mr.Smart levantava as mãos em dúvida

- Sabe Caio, eu realmente acho que não sou mais o mesmo lutador que você admirava no passado, no sentido, não tenho a mesma vitalidade de antes, mas também sei que ainda posso lhe derrotar, e pode ter certeza que estarei focado nessa luta, não foi só você que se preparou para ela, eu também me preparei e não foi pouco, e novamente você vai encontrar em cima do ringue o melhor Valugi possível, agora sim, faremos uma luta visceral.

Na tela aparecia imagens da última luta

- Parece que é um sonho que nessa altura da carreira ainda possa ser relevante, fiquei vários anos parados e retornei e em poucos meses estou disputando o principal cinturão, sei que meu nome ajuda um pouco, mas se estivesse em mal forma já estaria no Low Card e não estou, mostrei que estou bem e posso chegar lá.

A imagem da TV mudou aparecia a imagem de Kenneth Connors

- Serio Ken? Cara, eu não sei o que dizer, você e tão filha da puta, sim eu falo palavrão as vezes, que não duvido nada que isso seja mais um de seus jogos para tenta me desconcentrar na luta principal, não duvido de nada vindo de você.

O lutador Ingles tentava se controlar para não estourar, ele respirou fundo e voltou a sua pose normal

- Sabe Kenneth, se realmente você foi o culpado pela interferência, pode ter certeza que sua hora vai chegar em breve, mas agora estou ocupado nessa terça-feira enfrentarei o Caio pelo cinturão e se não estiver completamente focado, com certeza não vencerei.

Valugi colocaria a mão no queixo

- Tyler até quando Ken vai fazer o que quer aqui dentro da federação? Porque é a segunda vez que ele atrapalha uma luta importante, na primeira estava lutando com Bé e ele atrapalhou atacando Bé, agora se veste de juiz e faz a contagem daquele jeito, até quando isso vai acontecer? O staff tem que tomar uma atitude para punir ele, que se não vai se acostumar e continuará fazendo isso.

A tela se apaga e aparece a bandeira da Inglaterra atrás

- Eu quero agradecer ao apoio de todos a minha pessoa, fico muito feliz em ser um dos mais populares desse roster, isso faz com que eu me esforce cada vez mais, realmente obrigado a todos pelo apoio e torçam para mim no For Victory, quem sabe não teremos um novo campeão?

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 26.06.17 22:54