Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 26.05.17 16:30

Vídeo postado no site Oficial da NWR


A gravação era iniciada no escuro, barulhos de gotas eram ouvidos pingando em algo, pequenas patas ouvidas andando em canos, a imagem continuava escura enquanto barulho de algo se movendo dentro da água podia ser ouvido, uma risada era fracamente escutada junta da gravação, junto com pequenos guinchados de ratos, algo arranhava um cano ou algo de metal, uma respiração ofegante estava bem perto na gravação, algo no escuro parecia atrair a atenção, uma luz bem fraca mostrava uma silhueta na escuridão, ela parecia ter algum tique nos ombros pois não parava de os mexer deforma estranha, como se os descolasse e depois os pusesse no lugar novamente.


- No escuro.....É aonde eu vejo tudo, tão claro como na luz mais pura do sol. Cega como um morcego porém com a visão mais aguçada do que uma águia....HAHAHAHA Querem brincar comigo?

A voz sorria na escuridão que encobria sua face, mas todos conheciam aquele sotaque, ou aquela risada macabra que ecoava pelo local. A respiração ficava cada mais rápida, mais ofegante, como se estivesse com medo.

- Rasteje na sujeira comigo montes de lixo, eu vou arrancar cada parte de vocês uma. De. Cada. Vez. AGORA!

Ela falava o final pausadamente até acabar por gritar e a imagem se abaixar instantaneamente, um rápido flash de luz iluminou o lugar por alguns segundos mostrando que era algo parecido com um esgoto ou algo desse tipo, e sentada na água escura e suja estava Narkissa, com seus cabelos parcialmente úmidos, em frente a seu rosto e com um sorriso na cara, antes de escurecer novamente.

- Vocês tem medo do escuro? Tem medo daquilo que pode pega-los? Então é bom ter medo mesmo, pois eu vou caça-los, como uma loba faminta por esses porquinhos nojentos em meu caminho!

Narkissa falava na escuridão parcial, sua voz estava diferente, mais...Macabra que a comum, fria, sem emoção nela. Novamente o barulho na água ela estava se mexendo ali, a risada novamente é ouvida.

- Acha que algumas cadeiradas é o meu melhor Anja nojenta? Você não espera pela melhor parte, e vai ser aquela que eu vou poder ver você chorar enquanto eu quebro cada parte do seu corpo, naquela Cela do inferno.

A luz era acesa, na verdade algumas luzes mostrando o ambiente e realmente parecia ser o esgoto. A mulher estava sentada em um monte de água suja e escura, que estava quase em sua cintura, toda suja da água e com alguns ferimentos no pescoço, como se tivesse sido segurado com muita força.

- Você treinou com o jobber fracassado e acha que pode ir contra mim? Ganhou de um Reizinho falido que só tem tamanho e acha que pode me enfrentar? Eu não sou uma mera Súcubo, eu não preciso de homens idiotas para sobreviver, você queria um demônio ou uma puta estupida para lutar?  ESTOU AQUI LADY! VENHA ME VER!

Ela gritou a abriu os braços esperando a mulher, depois caiu na gargalhada pondo as mãos sobre a barriga enquanto um pouco de água pingava em seu cabelo e rosto dentro daquela poça suja.

- Estou caçando uma porquinha para o jantar, e ela usa uma máscara e tem asas plumadas, você vai ser devorada por mim, e depois eu vou cuspir o que sobrar de você nos seus fãs! Anja desgraçada!

Ela diz com certa ânsia na voz, como se fosse vomitar a qualquer momento falando sobre Lady. Até ela tombar a cabeça para  o lado fechar os olhos por um instante.

- Eu adoro uma caçada, adoro quando fogem, quando se escondem, então continue fugindo linda porquinha pois estou bem em seu rastro e é uma questão de tempo em que você fique encurralada, sem saída nenhuma dentro da floresta amaldiçoada da Bruxa e eu te devore por inteiro!

Narkissa dizia se balançando e rindo, ela tirava a mão de dentro da água e seu braço estava meio escuro por causa da cor da água, ela estava com alguns pequenos fragmentos pretos colados em seus braços e seu rosto quando passou a mão daquela água no mesmo, e sobre os cabelos.

- Como se não me faltasse a porquinha mascarada, o Reizinho fracassado veio falar de mim? Ou melhor, da vadia. A aspirante a rainha das putas não está no momento, mas eu digo que você deixou recado HAHAHAHA

Novamente aquela risada alta e cruel saia pela boca da Russa, até ela encarar a imagem e colocar os cabelos para trás de uma forma bem bagunçada, a mão até ficou presa no cabelo mas ela puxou fazendo uma cara de desgosto.

- Sua Rainha, sua Rainha, muito engraçado, além de idiota iludido também, o que gosta tanto desse corpo que quer ser corno com ele? Essa vadia desgraçada nunca será SUA, mas depois que perdeu de forma vergonhosa para a porquinha de merda, não me admira que tenha ficado louco de vez! Patético, e eu pensando que brincar com você seria.....Divertido.

Conforme ela falava alguns ratos podiam ser vistos correndo nos canos e ela os acompanhava com o olhar, os barulhos das patas deles arranhando os canos e andando por eles algumas vezes podiam ser bem altos na filmagem.

- Depois que fodi seu encontrinho o ridículo, o único que parece querer brincar de casinha é você, querendo desesperadamente ter esse estupida a seu lado, suplicando pelos cantos frases idiotas esperando ela responder por você, olha só parece que não temos um homem de verdade aqui. Rei coisa nenhuma, é só mais um que vai ser devorado por essa imbecil.

Novamente a mulher tinha desgosto na voz, ela se levantou na água pútrida daquele lugar horrível de forma um tanto estranha, enquanto olhava em volta procurando por algo, tinha alguns ratos nadando na água perto da mulher que ria os olhando.

- A boneca quebrada também não se encontra neste momento, ela está fazendo o que sabe fazer de melhor. Pegar poeira dentro da cabeça perdida dessa aqui, e ser bonita, é para isso que ela serve, mas não se aflija "Rei Imortal" eu estou aqui, mas minhas brincadeiras são diferentes das que quer com essa coisa que chama de Rainha...Quer este corpo? Deixe eu o machucar primeiro, o que sair inteiro dele do Hell In the Cell pode ficar para você.

Ela fazia aspas com os dedos  enquanto falava e começou a andar ali, chutando a água escura e espantando as baratas e os ratos do local, estava pensativa, até parar de andar e se virar para a câmera sorrindo feito uma criança inocente.

-  Acha que pode me ameaçar seu Rei inútil e fodido? Quando EU sair vitoriosa daquela cela, você será minha última preocupação, eu não tenho medo do seu tamanho, ou da sua força ou da merda do seu taco que você pode enfiar ele bem fundo no....

Ela parava de falar, e depois sorria para a câmera novamente e dava de ombros, não precisaria terminar a frase não é mesmo? É, com certeza não seria necessário.

- Lembre-se você que EU estarei a espreita King, você ter a puta fodida e a boneca quebrada mas EU estarei ali também, a minha jaula foi aberta e eu posso sair dela quando menos esperar e bater em você com esse taco, seja no ringue a seu lado, seja no carro com você, ou quando estiver transando com ela, as coisas mudaram e eu cheguei para ficar, a porquinha me chamou e a loira burra me soltou, então cuide-se você pois se ousar por a mão em mim novamente, eu juro que arranco ela.

Sua voz era seria e cruel, não estava para brincadeiras com ele ou com ninguém. Narkissa saiu da água e andou em algo que era uma passarela de cimento ali no canto, ela passava as unhas no musgo da parede fazendo um rastro branco por onde suas unhas passavam.

- Agora....Eu irei enfrentar o homem dos pesadelos, o médico macabro deste lixo de lugar, que irônico um médico louco enfrentando a loucura em encarnada quero ver isso de perto...

Ela passou a mão na água suja para a limpar, ela tinha desenhado um simbolo estranho nu musgo da parede, depois de admirar seu trabalho ela caiu na gargalhada novamente e mordeu o dedo indicador com força.

- Robert....Desculpe te informar que você vai acabar com a cara naquela lona mais uma vez, você quer pesadelos, você quer vê-los na escuridão, mas quando você os vê eles te veem de volta, eu irei te mostrar meus pesadelos, aqueles presos na mente perturbada de uma mulher insana!

Ela punha as mãos na cabeça e caia de joelhos no cimento, o forte barulho do joelho dela batendo contra o cimento ecoava por uns segundo enquanto ela mexia a cabeça.

- Te arrastarei para as trevas na marra já que quer tanto vê-los! Nosso combate não será hardcore mas nada impede que eu te faça sofrer bastante naquele ringue com ou sem sangue, ou que você tente usar sua pinça em mim, e vai por mim, muitos tentaram me tirar daqui, tentaram me arrancar a força da cabeça dela, mas como uma maldita doença eu só cresço cada vez mais nessa cabeça. Nada de Maneater ou Bonecas Russas, a era das trevas chegou e você vai ser minha primeira vitima antes da porquinha ser devorada viva.

Ela se deitava sobre o chão ralando seus braços no cimento, ela parecia sentir prazer machucando aquele corpo que julgava não ser dela, era uma diversão para a mulher. Ela virou a cabeça de forma brusca alguém estava conversando ela, Narkissa entortava o lábio em desgosto e depois cruzava as pernas enquanto estava de barriga para cima.

- Eu quero que tente me mostrar seus pesadelos, pois tenho certeza que os meus são piores! Eu não sou menininho com um bisturi que gosta de usar jaleco e  brincar de médico, um homenzinho que conta histórias de serial killers, eu faço essas histórias, eu induzo homens e mulheres de cabeça fraca a fazerem as coisas que você apenas sabe contar, me diga Doutor, você tem alguma história original ou apenas gosta de contar as do outros e fingir querer ser mal? Querer colocar medo, querer brincar de pesadelos...

Enquanto ela falava podia ser visto os machucados em seus joelhos do impacto contra o chão, marcas vermelhas que pareciam doer bastante, mas a Russa nem demonstrava essa dor, ela rolou no chão e foi se arrastando novamente para a água negra ali, sem mergulhar ou algo desse tipo apenas engatinhou até a água se sentando novamente.

- Você ainda não percebeu que seus pesadelos não servem de nada? Eles são meras sombras pálidas comparadas aos pesadelos das mentes sombrias das bruxas, você viu isso quando perdeu para mim, perdeu para a grande Bruxa, e agora que vai novamente ser derrotado por mim, e nem vou precisar arrancar seu sangue para conseguir isso, o que é bem sem graça. Idiotas aqueles que entram na floresta das bruxas e acham que podem sair dali....Inteiros, em corpo pode ser, mas a mente, ahhh meu caro adversário....A mente fica fodida para o resto da vida, pergunte aos rivais da Bruxa.

Ela indagou para a câmera, enquanto a olhava de frente, as mudanças nas personalidades da mulher eram aparentes, essa em particular buscava machucar, buscava o caos interior, a podridão na mente na mentes das pessoas, toda a sujeira escondida, as faces ocultas de todas, até porque todo mundo tem seu lado oculto, mas alguns nunca chegam a vê-los.

- Estar aqui neste lugar...Aonde existem bichos asquerosos, sujeira e doenças é reconfortante! Eu quero a sujeira da mentes das pessoas, eu quero tira-las das profundezes do cérebro humano e mostra-las, e a parte profunda do cérebro é como este lugar, sujo, úmido, sombrio, cheia de bichos nojentos e que assombram a mente das pessoas, e as deixam horrorizadas, muito divertido.

Alguns momentos depois a câmera sofre uma especia de corte, as imagens se duplicavam e tremem, a luz acima da mulher pisca por alguns instantes e depois para. Quando a imagem normaliza Narkissa esta encostada na beirada do cimento, com a cabeça baixa os cabelos cobrem seu rosto, ela respira profundamente.

- Ninguém vai me deter, nem porquinhas mascaras, nem Reis caídos, nem doutores sombrios, muito menos um chefe que acha que pode me dizer o que fazer....Ninguém pode me controlar depois que estou a solta, e estou a caça dos meus porquinhos porque...

Ela parou de falar e olhou para a imagem, a luz começou a piscar novamente, ela tinha um sorriso nos lábios e tombou a cabeça para o lado um pouco antes de continuar.

- ....Chegou a hora da loba má aqui se soltar das correntes e ir caçar para saciar sua fome.

A luz continua piscando cada vez mais, ela soltava faíscas por causa da água que escorria pelos fios e pela lampada acesa, alguma fumaça era vista, Enquanto Narkissa acenava  com os dedos para cima e para baixo com aquele sorriso macabro nos lábios, a luz explode e como o sorriso do Gato de Cheshire o sorriso da mulher é a única coisa que é mostrada por alguns segundos antes da escuridão total voltar a tomar conta do ambiente.


Fim da gravação.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 63
Pontos : 70
Reputação : 9
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 26.05.17 22:52

O estúdio estava preparado para mais um Lady Show, mas o cenário estava diferente, todo enfeitado e todos estavam em festa comemorando a vitória da Lady, já tinha uma foto grande dela segurando o Intercontinental Championship, todos curtiam o momento sem perceber que o show já estava ao vivo, um dos camera avisa Lady, que começa a falar para todo mundo que corre para todo lado querendo ocupar os seus lugarem, o último é o diretor que passa em frente enquanto a Luchadora fazia cara feia para ele que somente ria

- Olá a todos os fãs da NWR, mais um Lady show no ar, bem acabei de me tornar campeão e fizemos uma festinha para comemorar, mas como esperava muitas pessoas falaram meu nome, pena que nenhum foi elogio, irei primeiro responder o antigo campeão.

Lady segura o intercontinental Championship que estava pendurado em um móvel

- Oi King, eu vi que você falou um monte de bobagem, primeiro dizendo que fui a adversária mais fraca que você enfrentou, engraçado que o cinturão no meu ombro não concorda com isso, eu estava preparado para lutar com você em qualquer das regras e você escolheu TLC, e eu venci simples assim, posso ter sofrido nas suas mãos, mas eu venci em uma luta escolhida por você, uma estipulação que você escolheu, e sim você perdeu, que bom que foi um bom perdedor e não saiu batendo em todo mundo, mas vem dizer que eu não lhe derrotei? Sim lhe derrotei de acordo com as regras da luta, e não tivemos nenhuma interferência Armstrong foi somente eu e você, e sim você perdeu, com certeza lhe enfrentarei em outras condições, mas lembre quem escolheu a estipulação foi você e não eu, e venci de forma justa, se você quer virar eletricista, boa sorte na profissão, isso não diminuí em nada a minha vitória.

Ela mudava um pouco a feição

- E claro não posso esquecer da minha próxima adversária, Narkissa Gardea, você deve se perguntar, porque eu queria tanto enfrentar essa personalidade não é Narkissa, bem durante uma de suas frases se não me engano você chama King Armstrong de rei falido, calma ai no último PPV você não foi derrotado por ele? Sim foi uma luta difícil, mas você perdeu para ele e agora eu consigo conquistar o cinturão.

A Luchadora apontava o Intercontinental Championship para a câmera

- Mas você pode falar que foi a boneca ou a maneater que perderam, por isso que quero enfrentar o pior de você, porque caso eu vença, não terá desculpa, estarei enfrentando o seu pior lado, e não pense que sou um vagalume ou porquinha para ser caçado, você subestima sua presa, as vezes o reino animal é bastante cruel com isso sabe Narkissa, muitas vezes pregam peças, quando você menos espera, pode ficar contando vitória, mas tem um frase muito conhecida que diz um dia de caça e outro dia de caçador, cuidado, não pense que a anjinha aqui e a mesma que você conheceu algumas semanas atrás

Lady abria um sorriso e andava pelo cenário montado

- Melhorei muito, 100 vezes mais força de vontade e só sairei daquela jaula morta, entende Narkissa, por isso que espero tanto que tenhamos a nossa luta final naquele momento, e não entrei em nenhum grupo de hereges, a unica pessoas que me acompanham são os meus fãs, que torcem por mim, que me dão força para continuar lutando, que me ajudam no dia a dia, mas todos perceberam a mudança de Bé, claro que ele também tem querer para algo assim acontecer, mas foi a partir do momento que acompanhou e só estou afirmando um fato, e veremos como será os próximos episódios dentro da NWR.

Ela jogava o título para cima e de repente o cenário mudava, estava em um ringue com uma cela

- Sabe Narkissa, você vem soltando muitas ameaças, mas quero ver quando entrarmos dentro daquela jaula quem vai se quebrar primeiro? Porque estou disposto a dar tudo o que tenho nessa luta, a nossa rivalidade não começou agora, e temos no bicado a algum tempo e esse pode ser o capitulo final, valendo o meu título, que irei dar minha vida para defender, não tenho medo do que você pode fazer, estou preparado para vencer qualquer luta, não e a toa que venho em uma boa sequencia, seja contra, Armstrong, contra Bé, ou que mais for, eu vou sempre continuar em frente, para provar que toda a confiança que recebo dos fãs vale a pena.

Lady fechava a porta e a tela ficaria escuro voltando para o cenário

- Para finalizar Bé pensei que você ficaria feliz com a minha vitória, sei que não estamos próximo, mas você foi o primeiro a me apoiar após o caso da Melissa, de confiar em mim para tirar o título do Armstrong, e como prometido eu conseguir vencer, conseguir vingar Melissa e representar as mulheres muito bem, quando você foi campeão mundial, eu fiquei bastante feliz e lhe desejei sorte no reinado, infelizmente parece que o sentimento não é reciproco, é uma pena.

A tela fica escura e o programa se encerra com a vinheta aparecendo.

avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 27.05.17 5:52

Noite de sábado

A bruxa estava no hotel e batia os dedos na mesa enquanto a recepcionista insistia que ela tinha que ligar para o quarto de Bé para confirmar que ela podia subir a mulher tentava disfarçar não podia ser vista ali e agora mulher ficava enrolando

Violetty: - Escuta aqui sua vaca eu posso subir quando eu quiser ele me conhece não tem confirmação nenhuma a única confirmação que vamos ter aqui é do meu punho na sua cara se não me liberar pra subir

A mulher olhou estranho para a bruxa que estava querendo subir logo a mulher dizia que não podia fazer nada que eram ordens foi ai que ela entendeu o devia ser coisa do ursão a mulher rosnou de raiva e ia bater na recepcionista e só parou quando ouviu uma voz masculina direcionado a ela

Jigglypuff: - Ei bruxa

A mulher se virou devagar e viu quem era ela ficou parada um pouco imóvel encarando o homem sem saber o que falar ele estalava os dedos perto do rosto dela na tentativa de tirar a bruxa do transe

Violetty: - Ah sim...o que foi? Você pode falar pra essa piranha que eu quero ver o seu tio?

A mulher se aproximou do homem de forma brusca ele apenas a olhou e deu risada colocando as mãos no bolso da calça

Jigglypuff: - Eu até poderia mas ele saiu com a sua irmã ao menos foi isso o que ele disse

Ele encolheu os ombros e a bruxa fez uma expressão de surpresa e depois olhou para a recepcionista e cerrou os olhos a bruxa dizia umas palavras em outra língua

Violetty: - E não me avisaram....aquele bode vai ver só

Jigglypuff: - Ele falou que ia te mandar uma mensagem avisando algo assim

Violetty: -Eu estou sem celular....mas bem..quer sair comigo?

A mulher não queria falar que jogou o celular na parede quando teve uma crise de raiva ela se jogou em cima do homem estava o olhando e sorrindo andava na volta dele com um sorriso largo no rosto

Jigglypuff: - Bem por mim beleza eu ia sair para treinar um pouco mas meu tio fala tanto de você e da sua irmã que me parece uma boa ideia a gente sair

Quando ele falou isso a bruxa começou a dar uns pulinhos com a mão no rosto toda animada não demorou para agarrar no braço do homem e sair andando com ele

Violetty: - Porque decidiu voltar? Tipo o bodinho falava que vocês não estavam muito afim

Ela sorria e piscava algumas vezes admirando o homem como se fosse uma espécie de Deus dessa vez estava ignorando qualquer que visse ela não iria desgrudar dele assim queria tanto o conhecer e agora estava ali pertinho dele era um sonho

Jigglypuff: - Meu tio falou como as coisas estavam por aqui e sempre tive vontade de voltar só estava sei lá...meio eu não diria que é medo mas..ah tanto faz só não estava com tanta vontade assim mas recentemente eu decidi que seria bom então aqui estou

Ele olhou para a bruxa que não tirava o sorriso da cara ela suspirava de uma forma apaixonada

Violetty: - Pode continuar falando amo sua voz

Ela disse aquilo sem pensar apenas estava tietando o homem os dois iam caminhando pela rua enquanto a bruxa nem sabia bem para onde estava levando ele

Jigglypuff: - Como?

Ele perguntava rindo tinha ouvido ela claramente mas estava apenas brincando com a bruxa

Violetty: - Quer dizer...eu entendo isso sabe? Eu sempre gostei de lutar e quando tive a oportunidade de vir pra cá espancar hereges eu aceitei sem pensar muito e fico muito feliz que tenha voltado...

A mulher fazia um biquinho ao terminar de falar e olhava para baixo o homem acabou por dar uma risada e soltar o braço puxando a bruxa para mais perto colocando o braço em volta do ombro dela a mulher quase enfartou

Jigglypuff: - Onde quer ir? Eu não sei muitos lugares por aqui apesar que você não faz o tipo que parece ligar pra isso

Violetty: - Com você eu vou até para o céu

A mulher dava um leve tapa na testa quando percebeu o que falou

Violetty: - Eu estava querendo dizer que não ligo podemos ir para qualquer lugar um bar ou algum lugar mais afastado apesar que eu preciso beber então que tal?

Jigglypuff: - Perfeito agora sim está falando minha língua vamos em algum bar

A mulher se lembrava de um que havia ido com a irmã e era muito bom os dois andaram um pouco e entraram no lugar a bruxa olhou em volta vendo onde os dois podiam ficar eles se sentaram em um banquinho perto do balcão a bruxa ficava girando e balançando as pernas igual uma criança

Jigglypuff: - Meu tio não estava errado quando disse que vocês eram diferentes de um jeito bom....

A bruxa parava de girar e olhava pra ele a mulher abriu um sorriso tímido e ficava brincando com uma mecha do cabelo e com a cabeça um pouco baixa enquanto olhava ele pedir as bebidas

Jigglypuff: - É legal girar nessa cadeira?

A mulher apenas balançou a cabeça em positivo fazendo o homem dar de ombros ele girava na cadeira e olhava pra ela

Jigglypuff: - É...não é tão ruim não chega a ser divertido

Violetty: - Claro que é além de ajudar a pensar as ideias se bagunçam todas e sai algo decente

Ela se inclinava pra frente como se fosse contar um segredo para o homem ele se inclinou um junto e a bruxa paralisou olhando para os olhos dele abriu a boca mas nada saia foi quando as cervejas chegaram e o homem voltava a posição normal bebendo a morena estava ainda imóvel e ficava olhando pra ele logo ela balançava a cabeça e voltava ao normal limpando a garganta e pegava  a bebida ela ficava olhando ele pelo canto dos olhos tentando disfarçar até ver ele encarando ela a bruxa deu um pulinho na cadeira tossindo um pouco

Violetty: - Depois daqui quer ir para algum outro lugar? Conheci alguns lugares bem legais para irmos eu iria sozinha mas acompanhada me parece mais legal

Jigglypuff: - Beleza a gente termina isso aqui e vamos continuar dando uma volta pela cidade

A mulher mexeu o corpo para os lados sorrindo mas disfarçava bebendo escondendo o sorriso com o copo quando ambos terminaram ela ia pagar mas ele resolver fazer a mulher ia falar algo mas ele a puxou pra nem ouvir nada

Violetty: - Espero que goste de casas abandonadas e cemitérios

Jigglypuff: - Você não vai em muitos encontros né?

Violetty: - Isso é um encontro?

A bruxa arregalou os olhos enquanto ele segurava a mão dela a mulher olhou pra ele estava em pouco chocada e o rosto ficou um pouco vermelho

Jigglypuff: - Eu acho que sim..sei lá eu não ligo muito pra essas coisas o que vale é sair com uma garota bonita

Violetty: - Ainnn me chamou de bonita

Ela dizia isso baixo e toda animada

Jigglypuff: - Hahaha é chamei sim

Ele sorriu e puxou a bruxa abraçando ela com força ela não ligou muito por estarem na rua apenas retribuiu ao abraço apertando ele a mulher fechou os olhos sentindo o perfume dele os dois ficaram assim por um tempo a mulher se recompor e puxar o lutador ela chamava um táxi iria levar ele para uma das casas que ela achou por ai



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
VBB

Mensagens : 57
Pontos : 77
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/07/2014
Idade : 20

Re: Prome Aqui!

Mensagem por VBB em 27.05.17 7:25

*Uma filmagem se inicia e nela é mostrada Krauser Daniels deitado em uma cadeira de praia usando óculos escuros, sunga e tomando sol. Krauser fica um tempo assim até que a sombra de quem está filmando cobre seu rosto, ao acontecer isso Krauser levanta seus óculos rapidamente e quando vê a câmera se senta para poder falar.*

Krauser Daniels: Ah, olá fãs! Bem vindos a mais um vídeo. E bem, as coisas andam bem... Como posso dizer?

Krauser Daniels: Acho que não tenho uma palavra exata para definir, pois tirando minha sequencia épica de fracassos, eu realmente não tenho muito a falar.

Krauser Daniels: Sem título para defender ou para conquistar, não no momento ao menos. Esperando uma chance como a do ultimo show que infelizmente desperdicei. Em fim o foco deste vídeo poderi ser a grande decadência de Krauser Daniels, mas porque a gente não aceita logo isso como passado e fala um pouco da ascensão de Krauser Daniels?

Krauser Daniels: É okay okay, meio forçado né? Mas sinceramente perder para Havoc é uma espécie de fundo do poço, não tem mais como descer. É, então vamos subir.

Krauser Daniels: Reaprender a fazer as coisas, agarrar as novas chances e renascer do zero definitivamente é uma habilidade que me foi crucial em toda minha vida, então, vamos usá-la.


*Krauser retira seu óculos e então segue falando com um sorriso calmo.*

Krauser Daniels: No último show eu fechei um ciclo não é verdade? Ahahahahahah, se era para ir para merda pelo menos vou poder dizer que fui até o fim. Uau! Perder para Havoc Michaels, o cara que tem um cabelo tão feio que parece uma caixa completa de lápis de cor Faber-Castel na cabeça, sério que eu fiz isso?

Krauser Daniels: Bem, aparentemente é sério. Eu não vou de forma alguma perder meu tempo ofendendo ele neste vídeo, afinal ele não possui uma imagem ou orgulho a ser ferido e mesmo que eu tentasse jamais faria ele parecer ridículo tão bem como ele faz consigo mesmo. E além do mais vou ficar longe de me decepcionar com o resultado, Havoc obviamente está apenas começando a caminhada dele e esta longe de ser como qualquer Jobber. Acredito que ele apenas gosta dessa posição para tornar mais humilhante as derrotas de seus adversários, e mesmo que funcione o show passado foi o dia dele porém os meus chegarão e vou querer ver se ele continuara assim tão feliz.


*Krauser para de falar e olha em volta.*

Krauser Daniels: É um hotel realmente bonito, já fiquei aqui outras vezes mas nunca havia vindo a essa parte. Bem e estar aqui com vocês me faz lembrar meu amigo King! Ô King amigão, e que amigãozão, anda fazendo dieta? Parece que tá com a cintura mais fina, sei lá, falta alguma coisa aí.

*Krauser dá risada e continua falando sem olhar muitas vezes para a câmera. Parece estar conversando com todos que o assistem e agora direcionava a palavra a Armstrong.*

Krauser Daniels: E logo lembro de King pois esse mesmo disse que eu ando tirando férias, pô King, eu não estou de férias cara, não tá me vendo atuando de saco de pancada toda quarta feira? Não? Poxa, tipo assim, que bom né!!

Krauser Daniels: King disse poucas coisas sobre minha pessoa, porém acho pertinente que eu responda, afinal eu não gosto de ouvir criticas contra mim, para criticar-me já basta eu mesmo e você que me critica só vai servir para eu achatar a cara no ringue e decidir se estou melhorando.

Krauser Daniels: Senhor rei Arsmtrouxa, primeiramente eu não vivo na sombra de Violetty, ganhar um combate em dupla ao lado dela contra dois Jobbers sendo um deles Eric Morgan que você tanto tem orgulho de ter vencido no passado, bem, não vejo isso como se eu estivesse fazendo um grande sucesso as custas dela. E se está falando de qualquer outro tipo de proteção, por favor, assista meus pelo menos últimos 4 combates, e aí? Perdi tanto que a sombra que estou está mais para a sombra da desgraça. Mas então King, fico feliz por ter se preocupado com o meu “ócio”, eu também fiquei preocupado com sua derrota, liguei para Tóquio e mandei soar o alerta de Kaiju tremendo era o risco de você aparecer lá berrando e quebrando tudo, sinceramente, eu não sei quantas mulheres seriam abatidas para conter sua fúria desta vez e fiquei absurdamente preocupado. Mas no fim eu sorrio vendo que tudo deu certo!


*Krauser abre um grande sorriso para a Câmera.*

Krauser Daniels: Que bom que se manteve calmo, o cinto se foi porém a coroa ficou. Se contentar com pouco é algo bom, mas se contentar com quase bosta nenhuma é realmente louvável. Por esses e outros motivos king não consigo parar de te respeitar, mesmo que os motivos para isso sejam muitos.

*Krauser pega um drink que estava no chão ao lado de sua cadeira de praia e faz sinal para a câmera como se estivesse oferecendo um brinde a King. Após isso ele bebe um pouco da bebida e retorna a falar.*

Krauser Daniels: E bem pessoas, em busca de querer colocar os últimos fatos no passado o próximo show parece bem promissor, com quem eu vou lutar vocês se perguntam? E eu logo responderei!!

Krauser Daniels: Não o MEU mas a MINHA próxima adversaria seráááááá´!...


*Krauser bate nas coxas como se rufasse tambores então anuncia animado.*

Krauser Daniels: LADY!

Krauser Daniels: E não, não é o Sudz gay, felizmente. Eu irei enfrentar lady La Luchadora no próximo for victory!

Krauser Daniels: “Mas Krauser, já saiu esse card desde o fim do ultimo show!”, DANE-SE! Eu gosto de fazer suspense, deixa eu ser estranho em paz.


*Krauser olhava meio irritado para a câmera mas logo sorria de volta e seguia falando.*

Krauser Daniels: Tô atrasado né? A guaxinim já até falou de mim em uma entrevista, acho que tá na minha vez.

Krauser Daniels: Lady disse que sou um grande lutador e que a tendência agora é enfrentar adversários grandes. Ela está certa, depois de enfrentar King adversários grandes não são problema algum para Lady. Depois de enfrentar Robert e Havoc me sinto igualmente honrado de lhe enfrentar Lady e gostaria de ressaltar que sua boa sequencia de vitórias termina em Krauser Daniels.

Krauser Daniels: As pessoas daqui tem que voltar a entender que eu sou um limite, aonde chegam e não passam e isso começará por você Lady. Dizem que eu perco para todos os campeões que tiveram aqui, e é verdade! Pois então nada melhor do que começar essa nova fase acabando com nossa nova Intercontinental Champion.

Krauser Daniels: Esse cinturão é um grande peso e você terá que aprender a agir como uma campeã, para inicio de verificação, me vença.

Krauser Daniels: Vamos lá, está fácil, me vencer é a nova moda! Porém a partir de hoje estou pondo fim a essa palhaçada e quero que todos prestem atenção no que ocorrerá no próximo For Victory aonde eu vou acabar com a Heroína e sua sequencia de vitórias.

Krauser Daniels: Vamos lá Luchadora, mostre-me seu melhor! Jamais será o suficiente porém vou adorar te ver tentar. Enquanto me ergo novamente visando o Main title bater na Inter Champ será um ótimo aquecimento.

Krauser Daniels: Vista sua mascara da sorte ou a mais vagabunda que tiver, sabe, uma que não faça mal que amasse com murros ou suje quando esfregar no chão com sua cara dentro.


*Krauser para pensativo e então coloca a mão no queixo enquanto fala.*

Krauser Daniels: Nossa, jeito meio errado de falar com uma dama. Mas e dai né? Se ela sobreviveu triunfante ao maior espancador de mulheres da federação acho que não preciso me conter nesse combate, e além do mais ela é uma pró wrestler e não uma repórter, logo golpea-la não me transforma em um completo idiota.

Krauser Daniels: Acredito que faremos uma grande luta Lady, grande luta essa que terminará com minha grande vitória e que iniciara minha grande subida para fora do poço. Obrigado por ser minh adversaria e proporcionar tal coisa.


*Krauser se levanta e caminha pela borda da piscina.*

Krauser Daniels: Então, tem mais algo para falar? Caio sumiu e um Jigglypuff selvagem surgiu querendo lutar. Bem, Jigglypuff, coloca os adversários para dormir, não era por isso o nome? Me lembro exatamente do dia em que deixou a NWR, eu estava lá naquele PPV e por sinal havia acabado de conseguir o titulo principal, de você ainda por cima.

Krauser Daniels: Mesmo que aparente estar enferrujado eu acredito que ainda tem um campeão dentro de ti junto do sangue dos Bés, porém, não faço a MINIMA IDEIA do que tu tá fazendo aqui de novo.

Krauser Daniels: Enfim só o tempo irá dizer.

Krauser Daniels: Daqui a pouco deve sair algum vídeo da Lady treinando, então acho que seria bom que eu fizesse o mesmo. O hotel tem uma academia e essa já não me é uma área estranha, piscina por enquanto não, acabou as “férias” ou prefiro chamar de meio expediente como saco de pancada.

Krauser Daniels: Preparem-se para ver como que se ressurge das cinzas amigos, o demônio da Nwr a de retornar ao lugar que é seu e ter de volta o que é seu. Nada material, mas o respeito e o orgulho que sempre foram meus irão ser recuperados.

Krauser Daniels: Eu sou Krauser Daniels, sou a fênix, o demônio e agora prazer serei o limite de vocês. Um limite a ser alcançado e jamais quebrado ou superado. Aceitem que dói menos e caso não aceitem eu farei questão de fazer doer mais. Querem Krauser Daniels, vão ter então o máximo que puderem engolir. Se cuidem.


*Krauser pega a câmera da mão da pessoa que está filmando e a joga na piscina... Porem ela não desliga.*

Krauser Daniels: A luz ainda tá acesa, porque tá acesa? É aprova d’água essa merda? Como fica meu encerramento? Ué, não é a prova de água não? Me diz então porque que não desliga esta merd...

*Fim de transmissão.*



Like the Phoenix I rise
From the ashes of life
I don't need fortune or fame
Just some peace of mind

avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

112º Promo

Mensagem por ★ Bé ★ em 27.05.17 14:43










 

 


Estava no hotel, disparate da parte do Carter me querer hospedar em outro diferente do das Gardeas. Afinal, isso não me iria impedir de ver elas. Porque deveria? Não me podem proibir de fazer algo fora da federação. Eu sou um homem livre, livre de todas essas responsabilidades e obrigações independentes. Elas não me forçaram a me aproximar, ou sequer de gostar delas.


A recepcionista me fala que Violetty ainda não estava ali, porem sua irmã sim. Apenas queria alguma companhia, e tinha bastantes saudades da Narkissa, ela me deixa subir e eu encontro ela. Sempre bem arrumada e linda como sempre. A gente se cumprimenta e se abraça, era bom estar novamente na sua presença, que independente do que os outros falam, para mim sempre é reconfortante.





Filipe Bé: Olá.


Narkissa: Oi Bézinho!


Filipe Bé: Naki, tivemos saudades. Não suma mais assim desse jeito. Fazes falta.


Narkissa: Ah, que fofinho. Não te preocupes, agora não vou a lado nenhum. O que te trás por aqui?


Filipe Bé: Estava por perto e decidi vos ver. Que se passa com isso do James»


Narkissa: Pois, James nos chamou ah atenção, ele não gosta muito de te ver a ti e a minha irmã juntos, pessoal tem filmado e tirado varias fotografias, incluindo de tu e a Vio se beijando...


Filipe Bé: Porque?


Narkissa: Bem... Por causa do Krauser.


Aquilo era algo que definitivamente não me preocupava. Afinal, eu cheguei a beijar ela antes sequer do Krauser acordar do coma, e ele se não viu os meus videos com Violetty, foi porque não quis. Ele sabia que no fundo nós já eramos mais do que simples amigos, e todos sabem do que eu tenho falado sobre ela.


Filipe Bé: Deveria dar importância para isso?


Narkissa: Ele só não quer que filmem e postem esse tipo de coisa...Por causa da boa imagem da empresa.


Filipe Bé: Boa imagem da empresa? Ahh, mas ele não parecia preocupado com a boa imagem da empresa quando deixou Caio campeão por 131 dias e postou a noticia no site.


Narkissa: Ahh, relaxa Bézinho, tu pode bater o recorde dele um dia. E acho só que se não serem gravados videos fica tudo bem...


Filipe Bé: E vou fazer o que? Dar uma de King e bater em reporters? Dane-se isso. Bédea existe e eles vão ter que engolir.


Filipe Bé: Vem comigo, faz algum tempo que não saimos para nos divertir. Tem um otimo parque de diversões aqui perto.


Narkissa: Ah, eu iria adorar. Estás me a convidar para sair?


Filipe Bé: Não... Estou... A sugerir?


Narkissa: Por mim tá bom.


Eu lhe dão a mão, e ambos saímos do local, e descemos antes de sairmos ela se mostra preocupada com algo.


Filipe Bé: Que se passa?


Narkissa: É... Eu acho que deveríamos avisar a minha irmã que vamos sair. Seria chato ela chegar e não ter aqui ninguém.


Filipe Bé: Eu lhe posso mandar uma mensagem.


Narkissa: Isso não ia dar para ela companhia...


Filipe Bé: Ahh, relaxa, o meu sobrinho está ai perto. Vou dizer a ele para vir para cá, ele vai adorar a conhecer.


Narkissa: Jigglypuff não é? Pelo que ouvi falar ele já foi campeão no passado?


Filipe Bé: Sim, já faz algum tempo que ele não luta, mas ele vai o fazer. Ele voltou especialmente porque tem alguma vontade de bater no Krauser ala.


Narkissa: Sim. É bem divertido bater nele.


Ambos concordávamos nisso, nós saimos com os braços dados e juntos como se fossemos duas crianças amigáveis junto um do outro, enquanto eu mexo no mobile mandando algumas mensagens, nós caminhamos enquanto falavamos sobre o estado actual da federação.


Narkissa: E o ultimo show, viu ele não foi?


Filipe Bé: Sim, claro que vi.


Narkissa: O que achou da vitoria sobre Lady?


Filipe Bé: Bem... Ela se esforçou bastante e creio que foi uma vitoria merecida sobre King. E ele já tinha aquele cinto ah tempo demais.


Narkissa: Isso significa que o nosso combate final dentro da cela, será valendo o cinto intercontinental.


Filipe Bé: Sim. Parece que o combate ficou ainda mais importante agora.


Narkissa: Estás do meu lado não estás bodinho?


Filipe Bé: Que? Como assim?


Narkissa: Sei que te dás bem demais com ela... Mas estás a apoiar por mim?


Claramente um combate no qual eu prefiro ficar longe, não só dele em si, mas de como quando me falam em entrevistas ou coisa do tipo, são perguntas nas quais eu não devo fugir. Das lutadoras em si eu não teria qualquer preferencia. Que ganhe a melhor entre elas. Porem a pessoa em si, é uma questão facil de responder, ainda por mais atrás das câmaras, ou agora que eu não quero saber delas.


Filipe Bé: Eu estou do teu lado Naki. Vais ganhar dessa pirilampo. Eu confio em ti.


Ela me abraça enquanto eu sorrio, óbvio que o que eu disse era importante para ela. Lady era persistente, mas ela não desiste também, e creio que aquele Hell in a cell ainda pode acabar bastante mal para as duas, porem mostro a minha preferencia para mais uma nova campeã.


Narkissa: Vi o que ela falou sobre ti no ultimo video... Acho que ela gostava de ter mais do teu apoio.


Filipe Bé: Eu não tenho muito que dizer quanto ao assunto... Eu quero, mas não tou feliz com o final do reinado de King, não de um jeito pequeno como esse.


Narkissa: Ela disse que ficou feliz quanto tu ganhas-te o teu cinto.


Filipe Bé: Claro que ficou. Mesmo depois de ter torcido para o Valugi? Ao invés de me ter apoiado a mim antes da vitoria? Ela só... Ahrr, é como todos os outros fãs que temos por ai.


Narkissa: E como são esses fãs?


Filipe Bé: Para ser sinsero, já nem sei direito. Tudo está bem quando eu sorrio e aceno, mas quando estou triste? Ou em baixo? Reclamam que eu mudei? Que eu deixei de ser eu? Eu sou eu. Só que menos disposto a aturar-los.


Narkissa: Não precisas de aturar eles, os deuses gostam de ti. Só precisas desse apoio.


Nós chegamos no parque, estava tudo bem animado e agitado, sempre era um local onde eu gostava de ir. Especialmente naquele, pois estamos nos Estados Unidos, tem algo melhor para fazer do que nos divertirmos? Tudo parece bem animado lá e a gente acabamos de passar por um pequeno carro de vendas, nós paramos por lá.


Filipe Bé: Gostas de algodão doce?


Narkissa: Oba, adoro.


Foi o que eu comprei para nós naquele momento, nós adorávamos estar juntos, conversar e comer doces.





Não pareciamos muito intressados nos corrosséis nesse momento, nós só nos sentamos em uma beirada de um passeio bem proximos um do outro enquanto comíamos o doce, ela fala.


Narkissa: E o seu combate para o proximo show. Contra Devon não é? Dizem que ele é o seu maior oponente para a Chamber.


Filipe Bé: Talvez seja. Talvez apareça um nome maior ainda. Será bom competir contra ele.


Narkissa: Já conhecia ele?


Filipe Bé: Ele é um lutador bem popular, já correu o mundo em varias federações, e competiu por ai fora, mas nunca o cheguei a enfrentar. Meus sobrinhos já o encontraram no passado.


Narkissa: Tenho a certeza que vais ganhar dele.


Filipe Bé: Não será facil... Mas estou bem confiante.


Narkissa: Especialmente porque vai ter a companhia da minha irmã, vai te deixar ainda mais confiante.


Me batia um pouco com o cotovelo enquanto riamos.


Filipe Bé: Se eu ganhar vão dizer que foi só por causa do apoio moral...


Narkissa: Terá muito mais que isso. Não sei se ela vai resistir de adentrar e bater nele...


Filipe Bé: Isso seria interessante.


Narkissa: Não te iria incomodar?


A gente continua a comer o doce, enquanto eu mostro um ar indiferente com a pergunta, eu encolho os ombros e falo.


Filipe Bé: Não ligo mais para isso não, se ela quiser terminar esse combate mais cedo por Dq eu lhe agradeço.


Narkissa: Não será preciso, estou confiante que vais ganhar bem facilmente, e mostrar a ele porque é o campeão.


Filipe Bé: Claro. Então e tu? Vais lutar contra o Robert. Ele tem se mostrado um grande nome na modalidade de Hardcore, embora não pareça, não vai ser um oponente fácil.


Narkissa: Eu sei, já venci dele no passado, e é bem forte. Já lutou contra ele?


Ambos terminam de comer o doce e continuam ali sentados no passeio ao lado um do outro.


Filipe Bé: Uhm... Não e duvido que aconteça tão cedo, dentro do ringue não fazemos bem o estilo um do outro.


Narkissa: Como assim?


Filipe Bé: Ele gosta de lutas bem sangrentas e intensas e tals. E eu não sou muito dessas divisões...


Narkissa: Sério? Uma pena, acredito que serias muito bom nela também.


Filipe Bé: Acha?


Narkissa: Tenho a certeza que sim.


Filipe Bé: Talvez um dia. Eu mesmo já tentei o cinto Cursed.


Narkissa: Já? Quando?


Filipe Bé: Uns tempos atrás quando me lesionei, tentei ele.


Narkissa: Tentou ganhar o Cursed, mesmo estando lesionado?


Filipe Bé: Ué, Carter não me deixava fazer mais nada.


Ambos começamos a rir. A noite estava bem linda, ambos olhavamos para o céu estrelado. Narkissa colocava sua cabeça em meu ombro, enquanto eu abraçava ela. Eu estava bem feliz, por estar ali e com ela, naquele momento. Era bom estar na companhia dela, e esquecer de momento, parte dos meus problemas todos lá fora.


-----

 


 



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
JuanPedro

Mensagens : 31
Pontos : 33
Reputação : 6
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 27.05.17 17:20

Vídeo postado no site oficial da NWR.

Estou em uma academia treinando alguns socos e chutes, estou bem nervoso e faço meus golpes em uma velocidade incrível,começo a diminuir a velocidade até parar totalmente,me sento em uma cadeira básica preta,enxugo o suor em meu rosto com uma toalha branca e bebo uma garrafa que estava no chão.Retiro minha camisa que está encharcada,pego meu celular e assim começa o vídeo:

-Essa imagem está horrível.

Ajeito a qualidade da imagem que estava embasada e tremula,coloco a camera em um modo que deixou a imagem perfeita.

-Agora sim.

Levanto minha mão como se eu estivesse acenando para alguém.

-Minha paciência está se esgotando caro Havoc.Me desculpem como eu foi mal educado...Olá NWR Universe ,tudo bem com vocês.Agora sim,bom Havoc você é disse muitas coisas ao meu respeito que eu não respondi porque eu não tenho tempo para lidar com bobagem mas você cometeu um grande erro ao falar da minha namorada, e para piorar sua situação minha paciência se esgotou...Agora você conhecerá o outro lado de Bruno Jackson e se arrependerá de ter conhecido esse meu lado.

Passo novamente a toalha em meu rosto,me levanto e começo a fazer um treinamento para musculatura da minha perna.

-Assim como Deus é amor ele também é fogo consumidor então digo o mesmo para você entendeu a referência.

Abro um leve sorriso sarcástico.

-Eu sou muito legal, amigável,etc mas também tenho um lado sombrio ou seja não quero me ver furioso oque na verdade você conseguiu e verá no For Victory.

Termino a o treinamento para minha musculatura da perna e vou para a do braço.

-Estou me preparando e você Havoc está?.Você é bom mas é difícil respeitar se não mesmo você se respeita, eu poderia até te admirar assim como faço com tantas pessoas mas você consegue impedir isso dizendo tais bobagens,você se denominar "rei dos babacas" mas o único babaca e você porque você é bom mas prefere falar que é jobber então quem sou eu para contrariar isso? Você também se denomina "troublemaker" eu até concordo com isso porque você gosta mesmo de uma confusão.

Termino o treino para os braços e vou dessa vez para o abdómen.

-Outra coisa Havoc, você não merece esse título muito menos minha namorada.Você poderia dizer tudo sobre mim mas sobre a Carrie não,então eu tenho um desafio para você,prove que é bom e me encare no Elimination Chamber em uma Iron Man Match pelo Cursed Champion.

Bebo um copo de água e respiro fundo antes de voltar a falar.

-Sobre Daniela ela sim têm minha admiração mesmo após ter atacado minha namorada, ela reconhece o talento dos outros ou estou enganado? Deixa pra lá,ela é uma grande adversária,têm um potencial incrível,não foi fácil vencer ela dá primeira vez e nem na segunda vez e creio que não será da terceira vez,mas estou confiante pois estou evoluindo graças a toda minha dedicação e determinação.

Termino o treino no abdomen,bebo um copo de água e vou para o treino da panturrilha.

-Dani disse que não gosta da Carrie,por motivos besta mas eu não estou me importando com isso porque eu sei que ela é incrível,é a pessoa que eu amo então Dani se metendo com ela está se metendo comigo,então aceite a derrota e vai encarar outras pessoas porque eu estou já ficando irritado com toda essa situação e acho isso ruim para vocês.Afinal porque você têm problemas com ela e porque Havoc você têm problema comigo e com a Carrie?Estou curioso e ansioso para saber a resposta.

Pauso a gravação enquanto faço levantamento de peso durante alguns minutos depois me sento novamente na pequena cadeira básica preta e despauso a gravação.

-Meu aviso está dado,boa sorte para vocês no For Victory e na vida pessoal de vocês.

Passo a mão em meu cabelo e mostro um ar pensativo e logo após volto a falar.

-Devon você é bom como eu sabia mas isso não te dar o direito de falar coisas ruins sobre mim,você me derrotou limpamente e eu reconheço isso mas seu caráter é diferente do que eu havia pensado.Meu objetivo não era mudar suas convicções sobre mim,sim te vencer,eu não venci mas pelo menos dei meu melhor naquele ringue,me esforçei ao máximo para vencer mas se eu perdi significa que eu devo me dedicar ainda mais não ficar reclamando frequentemente da derrota, ou ficar buscando razões pela derrota como roubo,isso é idiotice,eu perdi mas eu posso melhorar e futuramente se este combate vier a acontecer novamente eu possa vencer.

Coloco uma camisa regata e cumprimento uma pessoa que passava pelo local.

-Agora peço perdão meu amor,me desculpe pelo oque aconteceu,por culpa minha você se machucou,eu realmente não mereço teu amor mas obrigado pelo seu incentivo.

Abro um sorriso mas mesmo assim demonstro tristeza.

-Bom isso foi tudo,tchau povo.

A imagem começa a se escurecer enquanto eu aceno.

Vídeo encerrado.
avatar
☢ Troublemaker ☢

Mensagens : 34
Pontos : 110
Reputação : 76
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Troublelandia

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☢ Troublemaker ☢ em 27.05.17 19:12

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo tem inicio em uma lanchonete o homem estava encostado na cadeira comendo um monte de bobagens ele parecia ignorar a câmera enquanto comia olhava as pessoas em volta até o câmera chamar a atenção do moreno e ele enfim notar a gravação o homem deu risada e passou a mão no cabelo

– Seu talento se esgotou assim que você pensou “tenho capacidade”  e olha você aqui falando comigo então tipo....foda-se sua paciência pede mais pra Deus certeza que ele te escuta assim como ele colocou a Poodle no seu caminho..outra prova que ele te odeia

Deu de ombros  e voltava a comer pedia um minuto com o dedo para poder engolir e voltar a falar

– Outro lado? Hahahahaha amigo guarda esse lado ai pro Morrice não quero conhecer outro lado de homem não fica ai dentro do armário e eu tenho certeza que você tem outras coisas pra fazer como polir os chifres mas fica de boa Bullwincle eu espero você fazer isso enquanto vejo a Poodle roçando na minha perna  

O homem se espreguiçou e parecia não querer muito falar ele não fazia nada além de rir como se algo fosse muito engraçado ele até tentava falar mas voltava a rir

– Sabe o que também consome? Clamídia

Ele sorriu concordando com a cabeça e fazia um positivo começava a beber o refrigerante quando levantou os braços colocando eles atrás da cabeça o cursed estava em cima da mesa ao lado de Havoc

– Falou o Batman dos fracassados mano quando se vai parar de pegar as frases do Sasuke? Sério isso já tá enchendo daqui a pouco vai falar que quer vingar um certo alguém fazendo pose de malvadão mas que todos sabemos que quer ver a Kyuubi  do Naruto

Ele juntava as mãos e levava para perto do rosto fazendo uma expressão opaca e séria

– Meu nome é Havoc Michels  eu odeio um monte de coisas e eu particularmente não gosto de nada o que eu tenho não é um sonho porque eu vou torná-lo uma realidade vou restaurar minha jobberdiviosn  e derrotar um certo alguém

Ficava parado assim fazendo uma pausa dramática até cair na gargalhada novamente olhava para o teto e ficava encarando a luz um pouco

– Espero que essa luz seja o amor próprio pra me banhar já que todos estão me chamando de sem auto estima...cara eu não preciso me respeitar vocês fazem isso por mim eu sou tipo Deus não te ajudo não te escuto não quero saber de você mas mesmo assim vocês me adoram e continuam a falar do meu nome como se eu ligasse...e pra sua surpresa eu estou me preparando sim fazendo levantamento de cinturão já que o peso da sua namorada não dá pra ganhar músculos e olha que eu levanto e desço muito ela

O homem voltou a encarar a câmera e bateu a mão na testa algumas vezes em negação completa suspirou pesadamente

– Vocês não aprendem né? Lá vou eu de novo...PAREM DE FALAR BEM DE MIM! Cara assim fica difícil quer que liste suas qualidades se é que você tem alguma porque eu posso fazer um esforço do caralho e não vou achar você é um saco de estopa que ganhou vida uma batata pronto você é uma batata que foi colhida no reino dos babacas que como você disse só tem eu...essa é a graça do MEU reino não sou obrigado a lidar com outros babacas...e eu não me domino nada são as pessoas que falam isso de mim e olha que eu nem faço nada pra falarem nem auto estima eu tenho como posso me dominar alguma coisa? Hahahaha eu gosto de comer eu gosto de ver TV eu gosto de ganhar títulos em cima de médicos mas com certeza não suporto uma confusão sou o cara mais pacifico que essa empresa já viu vocês que encrencam comigo eu apenas me defendo

Ele falava isso olhando para a câmera como se fosse uma forma de defesa ele agia naturalmente bebendo refrigerante até ele olhar pra negocio e parar soltando o copo lentamente

– Beber em vídeos de torna fracassado até mais do que eu

Ele fingia ter sentido um frio na espinha contorcendo o corpo como um calafrio e fazendo uma cara de nojo

– O titulo eu até posso merecer porque esse titulo já passou na mão de cada bosta e sobreviveu a minha não é nada agora sua namorada eu concordo não mereço mesmo aliás ninguém merece porque eu iria querer manga chupada? E caso eu queira sua namorada é só eu ir num pasto pronto

Se levantava pegando o cursed e colocando na cintura ele saia andando e largava a conta pro câmera pagar ele ia pra fora e acendia um cigarro

– Mano se sabe as regras do cinturão? Não não a pergunta é você sabe ler? Tira o cérebro da bunda e volta com ele pra cabeça porque tá foda..cada pin um reinado..puta que pariu é uma toupeira cara você nasceu cagado não tenho outra coisa pra falar de você chega a der vergonha..mas quer saber? Eu topo essa merda já que quer isso por mim beleza eu nem ligo na realidade eu vou te pinar tanto que você vai despertar o sharingan de tanto ódio

Ele dava de ombros segurando a câmera ouvindo a voz do cinegrafista atrás de si reclamando o homem apenas mostrava o dedo do meio enquanto voltava a falar

– Pode treinar o que quiser o quanto quiser seu problema seria facilmente resolvido malhando se você tivesse talento o que não é o caso..Devon o que diga...boa sorte na vida pessoal? Quem precisa de sorte é você que namora uma Poodle deu uma olhada na minha parceira? Minha vida pessoal é mais feliz que a sua te garanto eu te desejo sorte na vida pessoal porque no ringue só milagre mesmo

Ele gargalhou e andava pela rua filmando estava de noite já algumas pessoas passavam e tentavam aparecer outras apenas fugiam e algumas pareciam reconhecer o lutador mas não se aproximavam

– Quer falar da minha parceira? Eu não admito isso então acho certo falar da sua namorada que tal? Vamos começar? Boraaaa

Ele deu um pulo animado levantando um dos braços fingindo estar super feliz com isso

– Por onde eu começo a lista é tão grande dos defeitos dela que chega a me dar confusão....ela não é uma boa jobber mas não é porque ela ganha é porque ela perde para pessoas inúteis se estiver sozinha é um vexame do tipo que você olha e chora ela não te ama e qualquer idiota percebe isso não tem motivos pra ela te amar e ela mesma vivia dizendo que não tem coração e que ela assusta crianças o que me surpreende ela estar com você eu posso ser babaca mas com certeza não sou o namorado da Carrie Thompson...não esquecemos sua fase gótica Carrie Thompson pode disfarçar mas todos nó lembramos

Ele atravessou a rua sem olhar fazendo os  carros frearem bruscamente ia mostrando o dedo do meio para os motoristas sem se importar muito com a confusão que ia causar

– Eu e a Dani não mexemos com vocês o casal margarina ai que veio puxar briga quando me atacaram não vem querer tirar o seu da reta junto da sua Poodle porque a guerra foi feita por vocês dois e eu não preciso de motivos eu sou o rei da jobberdiviosn eu posso bater em vocês o quanto eu quiser nós existimos pra isso e como eu tenho o cinto eu posso bater nos jobbers sem cinto não é como se eu pensasse

Ele parava de andar e fazia uma expressão pensativa estava representando

– “Hmmmm hoje eu quero sujar minha mão com merda vou lá bater no Bruno”

Ele limpou a garganta e voltou a falar

– Também não penso “Porra hoje estou me sentindo muito fracassado e inútil vou lá bater na Poodle e ver como existem pessoas que quase superam meus fracassos”

Ele olhou balançando a cabeça como se fosse óbvio que ele não fazia isso

– Tá na cara que eu não faço isso brother eu penso outras coisas tipo como levar essa divi9são para algo que não seja  a privada mesmo tendo você a Carrie nela o que torna impossível mas estamos aqui pra isso né? Sonhar e não realizar nada olha pra você e a Poofle bela exemplo disso...sonhos não realizados merda só sai atraí mosca belo casal agora quem é a merda e quem é a mosca vocês podem escolher entre si

Ele sorriu jogando a câmera para o cinegrafista que rapidamente segurou e voltou  a filmar o lutador que estava encarando a câmera e limpando os dentes com o titulo

– Ei ei teve um brother ai falando meu nome ou melhor da minha divisão um tal de Puff..nome maneiro olha pra mim eu sou o..Puff

Ele saia da visão da câmera como se tivesse sumido e depois voltava

– Boa pra dar fora em mina feia...bem cara essa é a jobberdiviosn pode ficar a vontade você disse ser ex campeão né? Temos um quarto especial pra você vai poder ficar com teu amiguinho Krauser que se tornou um jobber...foda-se seus discursos motivacionais eles só servem pra você convencer a si mesmo que não é um bosta...voltando ao assunto fica ai relaxa ao lado do Nugget dá umas porradas nele e depois PUFF da minha divisão ok? Pode ir atrás do Xé ou do menina laminada aqui já tá com super lotação de fracasso se juntar mais um que tem 2 anos de pura derrota nas costas a divisão explode pode ir embora

Fazia com a mão movimentos como se mandasse o homem embora dali logo Havoc olhava em volta com as mãos na cintura

– Tá tá foda-se ai a gente vê como vai ser no FV contra o Poodle e o Duende se me dão licença to indo nessa

Ele simplesmente saia andando enquanto a câmera o filmava de costas o homem parou de andar e olhou pra trás

– Para com essa merda de continuar filmando quando eu paro de falar aqui não tem final dramático só corta essa bosta logo e não to falando da Bruno

O homem colocava a mão na câmera desligando


Vídeo encerrado



♥ In the very depths of hell, do not demons love one another? ♥
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Békissa ♥

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 27.05.17 20:39

Continuação promo do Bé ♥


Tanto a loira quando Bé pareciam estar bem pensativos com suas coisas, mas estar ali fazia os problemas simplesmente sumirem por um tempo, e era bem divertido, fazia um tempo que ela não saia apenas para curtir sem que esperassem nada dela ao final da noite, mas sabia que com Bé as coisas seriam diferentes, ele estava ali apenas para se divertirem sem pressão, ou esperando algo dela, apenas queria a sua companhia. Narkissa olhou em volta e puxou Bé pela mão.

Narkissa: - Vem! Vamos andar nos brinquedos e comer mais porcarias.

Bé: - E em qual brinquedo quer ir?

Narkissa: - Er....Em todos, não é sempre que venho a um parque, na verdade faz um tempinho.

Bé: - Então vamos curtir!

Mesmo depois de terem conversado um assunto um pouco serio a alguns minutos, a coisa logo se dissipa para um clima divertido, e essa era o bom de ficar com Bé, podia se falar sobre tudo com ele ao mesmo tempo que não ficava um clima. Eles voltaram para o parque iluminado enquanto a mulher olhava as coisas em volta muito empolgada.

Bé: - Você parece bem animada, acho que acertei na escolha do lugar para irmos.

Narkissa: - Você sempre acerta.

Bé: - Olha só, quanta moral em mim.

Ele falou rindo até a mulher apontar para uma estande de tiros, ela agarrou o braço dele com as mãos parecendo uma criança enquanto queria uma das prendas do brinquedo.

Narkissa: - Ahhh Bézinho ganha pra mim! Eu quero a pelúcia da tartaruga gigante, ganha pra mim! Por favoooorrr!

Ela piscava os olhos fazendo charme para o espanhol que dava risada e fazia uma cara pensativa, até ela fazer biquinho.

Bé: - Ta bom, ta bom, eu ganho pra você a tartaruga.

Narkissa: - Ebaaaa!

Ela falou feliz enquanto ia com ele para a estande de tiros, para ganhar o prêmio Bé teria de acertar os tiros nos patos com números altos. Ele pegou a arminha de brinquedo e espirou fundo enquanto Narkissa estava ao lado dele olhando, Bé começou a atirar nos patos com alta pontuação enquanto a Russa torcia por ele, ao final ele tinha conseguido a pontuação necessária para o presente que ele queria, o homem da barraca entrou a pelúcia para Narkissa que a agarrou.

Narkissa: - Obrigada Bézinho. Vou dormir abraçada nela.

Bé: - Foi bem fácil até, achei que seria mais difícil, mas de nada Nakinha, o que quer fazer agora?

Narkissa: - Ahn....Escolhe você, cada um escolhe um, assim fazemos tudo o que um quer.

Bé: - Tá certo, então vamos naquele brinquedo que gira, chapéu mexicano acho que é o nome.

Narkissa: - Okay, vai ser divertido.

Eles foram andando vendo as pessoas e os brinquedos a sua volta, Narkissa pensava o que fariam a seguir, depois de irem no tal brinquedo. Ao chegarem ali ficaram pouco tempo na fila, a mulher entregou sua prenda para o cara que cuidava do brinquedo e entrou no mesmo, ligo aquilo começou a girar fazendo a Russa rir, sentir o vento no rosto e no cabelo. Ela deu a mão para Bé que estava na cadeira ao lado dela enquanto os dois se divertiam, até o brinquedo parar depois de alguns minutos, ela pegou novamente seu presente.

Narkissa: - Eu quero pipoca doce.

Bé: - Então vamos comer pipoca doce, e depois vamos naquela Casa dos Horrores.

Narkissa: - Ohhh vai ser divertido.

Ela estava bem ansiosa para ir nessa Casa dos Horrores, eles andaram até um carinho que estava vendendo pipoca e ela comprou um saco de pipoca doce grande, e Bé comprou um também, enquanto comiam indo em direção da Casa dos Horrores, Narkissa pegou um pouco da pipoca de Bé e riu.

Bé: - Sua coisinha, para que pegar a minha?

Narkissa: - Ué, para a minha não acabar tão cedo.

Bé: - Depois compramos mais se for o caso....Olha lá um cara bonito.

Bé falou apontando para um lado e quando a Russa virou o rosto para procurar, foi ele que pegou um pouco da pipoca dela e saiu correndo brincando, quando a mulher viu correu atrás dele dando risada.

Bé: - Técnicas de distração sempre funcionam.

Narkissa: - Ahhh seu sem graça!

Eles se encostaram em um canto para terminar de comer enquanto a mulher olhava para o céu escuro, logo Ela vinha em sua cabeça, falando ou querendo sair, a mulher colocou uma das mãos na cabeça e depois tirou.

Bé: - Naki, tudo bem?

Narkissa: - É....na medida do possível.

Bé: - Podemos voltar para o hotel se quiser.

Narkissa: - Eu to legal, é serio, eu não quero ir eu quero ir na Casa dos Horrores.

Bé: - Se você se sentir mal, nos vamos voltar.

A Russa concordou com a cabeça e eles voltaram a caminhar pelo parque indo para a tal Casa dos Horrores, ao chegar logo entraram e o lugar era até que bem feito, Narkissa olhava os detalhes junto com Bé, enquanto caminhavam pelo ambiente macabro, os monstros as vezes surgiam do nada e até chegavam a dar um sustinho em Narkissa mas nada muito gritante.

Narkissa: - Se eles acham isso assustador quero nem ver se um dia chegarem a ver as coisas que eu e a Violetty vemos....Fracotes.

Bé: - Imagino que deve ser bem pior que isso.

Os dois deram risada enquanto continuavam a andar e as coisas pularem em seus rostos ou tentarem persegui-los sem muito sucesso, a única coisa que poderiam conseguir seria um soco de Bé ou Narkissa se eles continuassem gritando em seus ouvidos conforme passavam, eles saíram daquele lugar e a Russa já apontou para uma montanha russa.

Narkissa: - Vamos ali agora, quero adrenalina.

Bé: - Então vamos!

Dessa vez foi ele quem saiu puxando a mulher para irem no brinquedo, eles demoraram quase 10 minutos na fila antes de finalmente ser a vez deles, ambos escolheram ficar na frente pois dava mais medo, e foi uma escolha terrível quando o brinque começou a mexer e a mulher grudou na proteção. Depois de vários gritos, loopings, e muita adrenalina, eles sairão meio zonzos porem se divertiram bastante. Como já tinham ido no pior brinquedo do lugar resolveram ir até a praça de alimentação comer "Algo de verdade", mas no fim comeram cachorro quente seguido de um hambúrguer, tomaram refrigerante e depois saíram da praça de alimentação.

Bé: - E agora?

Narkissa: - Barco Viking, vai ser legal.

Novamente andaram até o brinquedo, esperaram na fila e entraram no brinquedo, depois de vários minutos indo e voltando no brinquedo eles saíram. A partir dali foi uma "maratona" de brinquedos cada um escolhendo um, splash, tirolesa, Casa dos Espelhos, enquanto lambiscavam pelo parque claro, a noite estava incrivelmente divertida, sem falar nas barracas de prendas em que eles competiam para ver quem fazia mais pontos e ganhavam mais coisas, Bé chegou a ganhar nessas barracas uma pelúcia de bode para a mulher que riu bastante.

Bé: - Ta bom, e agora? Falta o que?

Narkissa: - Bom, falta o "Rei do martelo" o carinho de Bate-Bate, e a Roda gigante, já que não nos deixaram ir no carrossel.

Bé: - Rei do martelo....Gostei desse, vamos lá.

Narkissa: - Porque será....

Ela falou brincando enquanto eles estavam cheios de bugigangas que haviam ganhado nas barraquinhas de prêmios, eles chegaram nesse tal Rei do Martelo e a mulher deu risada quando viu  o brinquedo, e que Bé teria de levantar um martelo bater em uma alavanca e bater um sino lá no topo, e o pior foi que ele conseguiu acertar o sino lá em cima, ela comemorou  até poderem escolher outra prenda.

Bé: - Hummm.....Vou querer o hipopótamo.

Narkissa: - Serio?

Bé: - Claro! Acabei de ganhar um jogo chamado "Rei" e agora posso escolher ele, pega o King pra você Nakinha, outro presente.

Narkissa: - Você é terrível!

Ela deu um tapinha nele e pegou a pelúcia que ele estava carregando e depois os dois foram no carrinho de Bate-Bate e em seguida finalmente para a Roda gigante, um lugar bem calmo, Bé comprou sorvete para eles comerem enquanto estavam na roda gigante, enquanto ela subia devagar mostrando a linda vista da cidade. A mulher parecia incomodada com algo.

Bé: - Naki, o que foi? Eu to vendo que algo te incomoda.

Narkissa: - Ah....As coisas sabe, levar bronca do James Carter e ter que ficar contigo escondido, ou qualquer um, ele praticamente me obrigando a ficar com o King, isso é aborrecedor.

Bé: - Ele está te obrigando? E não se preocupe nada vai separar a gente Naki.

Narkissa: - Praticamente, não que eu não queira ficar com ele, ou que o odeie mas eu não gosto que me forcem a nada, e outra faz tempo que nem falo com o King a última vez foi no For Victory passado e não era bem eu lá, e deu errado, e ele não sabe a diferença entre eu e Ela, isso me aborrece e para ajudar aquela Lady fica chamando ela, e não percebe o quão difícil é pra mim deixar ela sair.

Ela estava quase surtando até Bé sentar ao lado da mulher e a abraçar bem forte, dando um beijo em sua cabeça.

Bé: - Calma, calma, as coisas vão dar certo. Eu sei que é complicado mas você vai dar conta, é só no EC e depois acaba, você vai lutar e depois tudo vai ficar bem, confia em mim Nakinha. Não gosto de te ver desse jeito, eu to aqui e a Vio também e queremos que você lute e ganhe!

Narkissa: - Mas deixar Ela sair uma vez implica em deixar mais vezes, ok, a culpa foi minha mais ultimamente me sinto perdendo o controle dessa coisa, ficar com o King desse jeito não é bom, só você e a Vio entendem, ninguém mais, os atos Dela caem em mim, não que eu ligue mas é irritante sempre precisar brigar consigo mesma.

Bé: - Naki, eu não sei como é ter outra personalidade ou ter que ficar lutando por sua sanidade, mas te quero feliz, eu sei que Ela quer acabar com a Lady, quer sair e lutar de verdade, então eu acredito que se você der isso a ela, essa luta interna acaba e você volta ao normal. Você deve estar nervosa por ser seu primeiro combate em uma Hell In a Cell.

Narkissa: - Você não estaria? Esse vai ser o melhor combate da noite, claro depois do seu. E falando em combate, e você não está nervoso?

Bé: - Tento não pensar muito nisso, treino, saio com as minhas Bruxinhas favoritas, faço vídeos e me acabo por nem pensar muito no EC em si.

Narkissa: - Não te deixa nervoso o fato de ter 4 caras dentro de jaulas querendo te esfolar vivo e pegar seu titulo?

Bé: - Obrigado Naki, isso me deixou bastante aliviado! Mas não importa se querem ou não me esfolar vivo, vão ter que lutar comigo antes de conseguir isso, e eu sei que vou lutar pra valer para sair dali com a minha pele e meu titulo.

Os dois riram daquilo antes da Roda parar com eles ali no topo, podendo ver a cidade inteira, a mulher se pendurou na beirada olhando para a lua e para as estrelas, elas traziam certa calma para o coração e a mente de Narkissa, Bé teve que a segurar pela roupa preocupado com ela cair. Ela voltou a se sentar e o abraçou novamente, a noite tinha sido incrível, sair com o homem era legal e ela gostava, devia fazer isso mais vezes aproveitando que agora Violetty estava mais ocupada com Jigglypuff, mais uma coisa para James Carter querem brigar no futuro com as mulheres, os dois ficaram ali abraçadinhos olhando a paisagem até a roda gigante descer, os dois sairão dela para poderem finalmente voltar ao hotel. Ao chegar lá Bé ajudou a Russa com as bugigangas que eles tinham ganho, inclusive as pelúcias que a mulher adorou, ela viu um bilhete de Violetty dizendo que voltaria bem tarde por estar com Jiggly, ela sorriu e mostrou para Bé.

Bé: - Meu Deus fui trocado.

Narkissa: - Com certeza....

Bé: - O que?

Narkissa: - Brincadeira, ela ainda te ama, mas o fangirl sempre vence.

Os dois riram e ela se jogou no sofá para assistir TV, tirou os saltos os jogando longe e chamou Bé para assistir algo com ela, o homem se sentou ali e ela colocou as pernas em cima dele para poderem ver algo de bom na TV, mas enquanto passava um programa criminal eles ficavam conversando sobre outras coisas ou tentando adivinhar quem era o assassino no programa, depois assistiram a um filme de terror, e foi assim que ficaram passando a noite, vendo bobagens na TV


Fim ♥



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 27.05.17 22:00





Um video se inicia com Daniela Ribeiro, com um fundo bem "vivo", com alguma cor e mariposas voando e mexendo pelo cénario, provavelmente com os efeitos da câmara, e está com roupa e cabelo cheio de brilhantes e fica linda no seu video promocional.

Daniela: Olá Nwr Universe! Eu falei que dava noticias em breve. Não imaginavam que seria tãoo em breve pois não? Mas bem...

Daniela: E é bom em aparecer em combates um poquinho mais importantes, não que oponentes sejam melhores ou diferentes... Mas agora que virou algo mais para o pessoal, tornou eles mais importantes não é?

Daniela: Pois é, Bruno postou um outro video ainda hoje falando sobre mim também, não achei muito ruim, alias temos que falar o que pensamos sobre os nossos oponentes não é verdade? Afinal o que eu penso sobre isso tudo?

*Ela levantava um pouco as mãos e depois recomeçava a falar*

Daniela: Eu perco combates. Bruno perde, Havoc perde, a Poodle.... A Carrie perde. Todos nós perdemos, e estamos na divisão baixa. Têem que se mentalizar isso, e quem for o nosso campeão ele pode dar o nome que quiser a divisão. Todos nós somos Jobberes. Mas agora não se trata disso...

Daniela: Agora se trata de ver quem é o menos Jobber. Vocês me ganharam no passado,
eu admito a derrota. Porem a vossa vez também vai chegar, não fiquem tão confiantes por terem uma vitoria em mim. Bruno, você é meio apagado não é?


Ela levanta um pouco a sobrancelha e faz um ar duvidoso enquanto fez a pergunta.

Daniela: Claro que eu não gosto da Carrie, porque será? Lembra de ela ter dito que me iria destruir? Como posso gostar de alguém que me quer destruir? Não faz muito sentido... E alias, ela está a fazer um trabalho horrivel... Porque eu ainda estou aqui inteirinha.

Daniela: E sim Bruno eu também reconheço o seu talento, ou o da Carrie, afinal me derrotaram no passado. Impossivel eu admitir que alguém que me vença não tenha talento... Mas não se trata disso...

Dani tem seus dois dedos ao lado da testa como se tive-se a segurar na cabeça enquanto mostra um ar pensativo.

Daniela: Eu compreendo que queira proteger a sua namorada... Afinal, é a sua namorada não é? Mas não fui eu que comecei essa briga...

Daniela: Nós não temos problema algum. Ou temos? Vocês que mexeram com Havoc, sem qualquer motivo ou razão, afinal, ele nem sequer vos tinha feito mal algum para sequer partirem para agressões... E Bruno ainda desafia ele para um combate Iron Man em ppv...

Ela falava de Havoc, de um modo meio ingénuo e como se ele fosse um santo e não tive-se culpa de nada.

Daniela: Afinal, querem resolver os problemas? Tudo bem, se resolvam não tenho muito a ver com isso. Mas se Carrie interferir não vou deixar ela magoar meu querido Havoc sem qualquer motivos. E vou no minimo bater com a cabeça dela na parede.

Daniela: Já falei, ela sempre soa meio imperialista... Creio que desque emagreceu e finalmente arranjou emprego independente e namorado não tão independente ficou ainda mais convencida... Bem... É uma pena, só não me façam muitas perguntas, não tenho nada para vos dizer.

Daniela: Mas não se preocupem, não vou a lado nenhum. E dessa vez serei eu que vos irei derrotar. Fiquem bem, e até logo. Pois no proximo show eu vou lutar, e dessa vez vai ser para valer!

Ligação se encerra.



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 27.05.17 22:31

Vídeo postado no site oficial da NWR

A mulher se encontrava sentada em uma cadeira de maneira comum embaixo dela estava um pentagrama a sala era escura apenas havia uma luz enquanto ela ficava de cabeça baixa batendo os dedos nas pernas de forma frenética enquanto sorria estava animada o impact se encontrava no chão nos pés da bruxa que o olhava fixamente até levantar a cabeça lentamente e olhar para a câmera fazendo outras luzes acenderem eram luzes fracas e pareciam que iam apagar a mulher estava no que parecia a sala de uma casa abandonada

– Doutor....desse jeito começo a achar que está querendo ser realmente machucado nosso combate foi o melhor de todos algo que eu precisava o único homem que me deu o prazer de sentir dor e infligir dor infelizmente se foi mas vejo que meus deuses não me falham eles me trouxeram alguém com visão com poder e com loucura o bastante para se por acima dos limites

Ela levantava mostrando empolgação com a noticia que o homem deu a ela a bruxa estava tão animada que rodou na volta da cadeira sorrindo ela levou o dedo indicador até a cabeça

– Esse lugar....lembranças...agradáveis você quis entrar na minha cabeça? Ver o que eu via? Como um médico apenas devia ver de fora as vozes batendo nas portas os gritos as pessoas se batendo em paredes e chamando por uma ajuda nunca viria

Ela levou as mãos até a cabeça e enfiou as unhas no couro cabeludo como se lembrasse de cada parte num lugar como aquele uma das luzes estourava e a mulher apontava para a câmera

– Meus deuses aparecem pra você querido mas você os chama de pesadelos eu quero cada parte da sua mente eu quero a sua loucura por completo você me fez delirar em meio a insanidade e isso me faz querer o machucar muito mais o vazio que esse lugar deixou em mim me fez ver as coisas com mais clareza enxergar a escuridão pobre de cada um esses caras não me divertem você vê como eles são fracos? E frágeis

Ela pegava a  cadeira e jogava na parede a quebrando olhava para os destroços e pegava uma perna da cadeira que havia quebrado a mulher bateu com aquilo na mão e apontou para a câmera

 - Você é melhor do que eles você me excitou de formas que eles nunca conseguiram a dor que eu senti foi maravilhosa nós dois fizemos aqueles sádicos doentes gritarem por nosso sangue gritarem por nossa destruição provamos o nosso ponto das mentes perturbadas que tudo mundo tem e eu quero lutar de novo mas dessa vez valendo algo realmente importante algo que eu sei que pode te interessar além do sangue e da dor

A mulher sumia na escuridão da sala o barulho dela pisando na madeira velha mostrava por onde ela estava andando o chão rangia a bruxa voltava para a imagem segurando o que parecia ser um bisturi ela colocava aquilo perto da cabeça e mexia

– Você quer entrar aqui quer ver como as coisas são pelos meus olhos e isso me anima eu sei como você pensa todos os médicos procuram a cura mas você parece fazer isso ao estilo antigo..perfurando a cabeça  e querendo arrancar a força o que tem ali que julgam fora do comum que julgam como errado

Ela apertou com mais força e o sangue escorria um pouco ela ia descendo e sorria para a câmera um largo sorriso poucas as vezes que a bruxa mostrava tanta alegria

– Somos feitos para nos enfrentar até a morte os seus pesadelos querem me consumir querem se unir a minha vontade de machucar enquanto meu deuses rastejam para pegar sua alma cruel você não é diferente de mim ninguém aqui é apenas escondem bem apenas disfarçam de forma mais simples e eu falo eu mostro o que se esconde na escuridão então doutor..qual o diagnostico? É péssimo ou muito ruim?

Ela gargalhou jogando o bisturi e prende na parede a mulher ia para perto do impact no chão e o pegava encarou o titulo por um tempo e olhou para a câmera em seguida

– Você chamou minha atenção e quando isso acontece meus deuses também prestam atenção pouco me importa o que falam de você eu quero que todos se fodam você é o cara certo para me enfrentar o único que pode fazer isso e no final veremos se você entrega sua alma para a bruxa eu quero fazer um ritual bem interessante que inclui sangue e muita dor além de gritos de agonia

A bruxa apertava o título era como se lembrasse desde o momento que o ganhou aquela luta foi épica uma das melhores que teve e agora a chance estava ali valendo o título novamente os deuses estavam querendo alguma coisa

– Eu ganhei isso aqui em um combate brutal o defendi em um combate brutal sempre querendo passar os limites que achavam que iam me impor você está disposto e entrar na minha casa doutor? Ver o meu lado da história? Ver como é de dentro da sala acolchoada?

Algumas luzes relutantes ligavam mostrando vários objetos de torturas pendurados no teto a mulher olhava para cada um estava a clave estava uma serra estavam várias coisas que usavam para procedimentos médicos

– Sabe que uma vez me receitaram lobotomia? Hahahahaha achavam que iam mandar eles embora fazendo isso achavam que iam me curar que eu era um caso sem jeito que teriam que usar métodos antigos quando eu ouvi sobre achavam que eu teria medo mas eles falaram pra mim que seria divertido que eu poderia melhorar...mas melhorar do que? Quem precisava de uma lobotomia eram eles cada um DELES! E agora eu tenho um médico em mãos para poder brincar regras iguais para pessoas que naturalmente eram para estarem em posições opostas a paciente fodida contra o médico louco

Ela caminhava pelos armas passando a mão em cada item os olhando com um sorriso no rosto ela abraçava o próprio corpo como se estivesse presa numa camisa de força ela se mexia para os lados rindo

– O doutor abriu a a cela e agora quer brincar de médico comigo hahahahaha a bruxa nunca soube brincar meus deuses não gostam muito de jogos mas desse eles gostaram ver qual de nós vai sobreviver a paciente vai enfim se rebelar? Ou o médico vai conseguir dominar os deuses que tanto falavam e falavam sem choques eu comecei a ouvir melhor eu os aceitei eu os idolatrei eu vendi minha alma em busca do poder que eles podiam me dar e sacrifícios foram feitos e agora querem dar a cartada final no meu pior inimigo...um médico

Ela esticou a mão como se fosse tocar em Robert mas depois encolheu a mão a câmera chiou ficando escura e quando voltava a bruxa estava bem perto da lente olhando fixamente ela ia levantando o impact e abrindo um sorriso cruel

– Com certeza aceito seu desafio vamos dominar TUDO eu quero o sangue eu quero destruição eu quero a dor a loucura consumindo minha mente as vozes gritando os deuses em êxtase enquanto nos matamos lá dentro você não é um homem comum e por isso não pode lutar com uma mulher comum eu entrarei na minha casa e abro as portas para o doutor....cuidado...meus deuses não costumam ser hospitaleiros

Ela levantava bruscamente dando um soco na câmera com força a quebrando  dando fim a transmissão


Vídeo encerrado



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 28.05.17 19:05









 

 






Uma transmissão se inicia com Jigglypuff. Ele está em frente da câmara a gravar um video para Nwr.com


Jigglypuff: Olá vagabundos! Então, tudo bem? Olhem só, sim sou eu denovo. Vocês já estão por ai com a reação, "Porra, mas esse bicho não morre"? É, e eu ainda nem sequer cheguei direito na fed...


Jigglypuff: Bem e olhem só, nem dias fez direito e já consegui chamar a atenção do nosso amiguinho Krauser... E então vôvô, se questionando o que estou aqui para fazer? Tou aqui para te chatear, dãã. Quem sabe eu não esteja aqui para te fazer passar pelo que meu tio passou por causa de um tal Ken?


Jigglypuff: Ou quem sabe eu não esteja aqui só para ser dado que nem uma prenda para a bruxinha? Ou quem sabe eu não esteja aqui só mesmo para me redimir da derrota do passado? OU, ou... Quem sabe eu não esteja aqui para fazer tudo isso de uma só vez?


Jiggly faz as perguntas e para como se espera-se uma resposta, mas não durante muito tempo.


Jigglypuff: Bem, brincadeiras aparte. Está na hora de eu falar um pouco mais sobre a minha introdução, um pouco mais de mim. E sim, eu estive a pensar e muito sobre o meu retorno.


Jigglypuff: Mas porque só agora? Porque neste momento e não meses atrás? Bem... Eu achei que me poderia afastar, e viver com alguma paz... Mas as coisas não funcionam assim. Eu só... Eu estava com saudades disso tudo. Com saudades de interagir com todos vocês e de vir combater uma vez mais.


Jigglypuff: Tava com saudades, de ser eu mesmo. E de vir aqui e ser isso. Eu fiquei durante muito tempo, quieto afastado. Eu tenho olhado lá para trás, visto os shows antigos no site, e pensado para mim mesmo...


Jigglypuff: Porque eu tenho que continuar de fora? Eu adorava... Alias, eu amava aquilo, eu tinha saudades de tudo isso... Afinal, quem não lembra dos bons velhos tempos?


Jigglypuff suspira um pouco e mostra algum silencio. Ele passa com a mão pelo cabelo enquanto continua a falar.


Jigglypuff: Só isso. Eu era feliz antigamente, todos nós eramos. Porem quando a federação voltou uma vez mais... A Nwr não estava a procura de alguém como eu. Eu não era o Bé que a gêrencia estava a procura. Já havia muitos maozões e tals, e Carter procurou um Bé mais.... Influente, e correcto.


Jigglypuff: Mal ele sabe que isso não existe muito bem na nossa familia... Não estou a dizer que o nosso Bé seja ruim, afinal ele é o champ. Mas ele claramente não anda muito bem das ideias... E é como se diz, ele precisa de começar a ser ele mesmo, não quem os fãs querem que ele seja.


Ele se afasta um poco da câmara, estava usando a seu classico equipamento branco, e usando umas calças Jeans azuis.


Jigglypuff: Sabe a quanta saudade que eu tinha de estar aqui? E puder sair novamente por ai a xingar geral sem ter que me preocupar com consequências? E quanto tempo eu tive de esperar até ter essa chance? E acredita, se eu não tive-se tido algum apoio, não conseguiria estar aqui hoje.


Jigglypuff: Sei lah, saudades do Tyler versão que não jobbava para Caio... Carter quando parecia um ator de Hollywood... Da manager do Denner, Liza... Giverlok nos maien events... Dos rages para quem perdia pro Denner.. De quando eu dedicava vitorias a minha mãmã e preferiam zoar com o meu nome... Da Marianne que brigava comigo e nunca me deixou ser Gm...


Jigglypuff: Mas agora tudo está tão diferente... Mas novas e mais cenas epicas virão tenho a certeza. Então é isso, se não têem a minima ideia do que eu estou a fazer aqui, muito simples, estou aqui para me divertir uma vez mais, e para vos fazer a vida negra. Tudo bem com isso? Beleza.


Jigglypuff faz um joinha para a câmara e depois de baixar a mão recomeça a falar.


Jigglypuff: Bem, eu claramente tenho muito a pensar, talvez fique parado mais um pouco, talvez saia por ai gritando pela Marianne ou por title shots... Que falar em title shots, esse tal de rei da Jobberdivission...


Jigglypuff olha com um olhar suspeito para câmara.


Jigglypuff: Ai, como que ninguém ainda mandou o pateta ir dar uma volta? Cansou de fazer palhaçada na disney e quer ficar de palhaçada aqui também? Enfim, mas não se preocupe não. Tou nem ai para essa porra de cintos Cursed, só dão trabalho. Vai por mim... Seria desperdiçar o seu tempo, o meu tempo, e o tempo de quem assiste.


Jigglypuff: Mas fala ai, Krauser passou a ser Jobber? Como é? Virou modinha? Pqp, mas eu estou atrasado mesmo. Dá tempo de dar uma jobbadinha para mim Krauser? Tou precisando de um retorno, e vá lá, já jobbou tanta vez mais uma ou outra não custa nada.


Ele encolhe os ombros e depois ele fala, supostamente para os fãs, sobre quando irá voltar aos ringues.


Jigglypuff: Sobre a minha redebut, claro que vai ser após a Chamber. Não entro nesse evento nem fodendo. E será muito mais facil aparecer no show após ela, geral vai tar quebrado e vou puder chutar eles com mais facilidade.


Jigglypuff: Enfim, provavelmente vou deixar de dar algumas noticias durante uns bons tempos. Mas eu depois volto, melhor do que nunca. Tenho ainda muitas coisas por fazer e assinar lá na empre, talvez conheça alguns de vós mais cedo do que o previsto.


Jigglypuff: Então, por agora é isso. Até depois. E não reparem na minha presença não, eu ainda me tou a focar de tudo, e ainda a tentar decorar alguns dos vossos nomes. Até.


Ligação se encerra.




 


 



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 28.05.17 20:07

Vídeo postado no site oficial da NWR


A gravação é iniciada mostrando um grande salão, com pilastras com detalhes em dourado em seus cantos, o lugar parecia ser um salão de algum castelo bem luxuoso, como nos filmes, janelas com cortinas vermelhas de veludo, com cordas amarelas que serviram para segurar as pesadas cortinas, estas que estavam fechadas. No centro haviam uma enorme mesa de madeira coberta por um lençol branco, tinha algo em baixo daquele lençol podia ser visto por causa das formas que ele fazia conforme cobria a mesa, tinham cadeiras em volta da mesa e em uma dessas cadeiras estava Narkissa sentada com os pés sobre a mesa de madeira, ela ria de algo.


- Porquinha....Você fala muito e faz pouco, sua voz quase consegue me fazer querer arrancar sua língua fora, mas é quase, porque pretendo fazer bem mais do que isso naquela cela.

Ela retirava os pés da mesa e os batia fortemente contra o chão fazendo eco, a câmera chiava um pouco mostrando algumas imagens que não eram nada mais porém pareciam bastantes perturbadoras.

- Você quer me enfrentar pois na sua cabeça pequena eu sou uma ameaça, porque acha que pode enfrentar um pesadelo frente a frente em um combate do qual muitos tem medo, você acha que pode ME vencer??? Só porque derrubou alguém já abatido? Quando essa Puta perdeu para o Reizinho ele era algo, era temido, era grande coisa, ERA, depois veio a loucura dele! E as coisas para aquele gigante imbecil desandaram, a prova disso foi ter perdido para você, que é quase fim de carreira.

Narkissa mexia os pés e passava as mãos sobre as pernas de forma rápida, até as arranhar querendo arrancar a pele, logo machucando as coxas, deixando rastros vermelhos com sangue em embaixo de suas unhas.

- Você apenas quer que te reconheçam por ter derrubado a Verdadeira Narkissa, o verdadeiro demônio, a sujeira na cabeça das pessoas, inclusive na sua, ou quer que eu acredite na bobagem que você é sempre boa porquinha? Ninguém é sempre bom, e eu vou te obrigar a se mostrar de verdade.

Ela se levantava da cadeira a empurrando para trás enquanto caminhava pela extensão da mesa a arranhando deixando marcas.

- Você subiu em uma escada e foi com a burrice do Reizinho que você pegou o titulo, pois em uma parte do combate você ficou pendurada nele e veja só, não conseguiu solta-lo, essa sua vitória foi apenas por burrice, foi sorte, o combate dessa vadia com ele foi um combate de verdade, teria de fazer pin nele e assim vencer, não subir em uma escada idiota, então antes de cantar vitória seu pedaço de merda mascarado, veja a diferença de combates que tivemos.

Narkissa dava risada e levava a mão ao rosto, passando pelo mesmo até parar de rir. A câmera fez um chiado bem alto e logo imagens de presas sendo abatidas eram mostradas na tela todas com seus predadores as matando, inclusive de porcos sendo friamente mortos por lobos enquanto guinchavam em agonia.

- O mundo animal é fácil, os mais fortes sobrevivem. Simples. Você está na minha floresta, no meu território, e você está andando por ai como se estivesse no jardim da sua casa, e eu vou contar vitória porque Anjos tendem a QUEIMAR no inferno, tendem a terem suas asas arrancadas da pior forma possível, tendem a caírem em desgraça! E é isso o que acontece com Anjos no inferno, eles QUEIMAM! E eu vou ouvir seus gritos doce anjinha.

Ela jogou os cabelos para trás e sorriu para a câmera, ou melhor para o que estava atrás da câmera.

- Não existe dia da caça, existe apenas um erro e a caça sobrevive, e dai vive mais um dia para ser caçada novamente, eu não te subestimo, eu sei que você pode melhorar milhares de vezes que ainda sim não vai ganhar de mim, porque você é uma porquinha fraca, uma porquinha que saiu do seu chiqueiro e entrou na florestas das lobas, e eu não vou errar em te massacrar naquela Cela.

Ela diz com ódio em sua voz, seu olhar focado na imagem pareciam pulsar de raiva. A Russa, passa a mão pelo tecido branco que cobre a mesa e deita a cabeça para o lado.

- Força de vontade não vão te fazer sair viva daquela cela, seus fãs de merda não vão me fazer ter piedade de você dentro daquela cela, eu não sou burra como o King, eu vou destruir você antes de levantar esse maldito titulo, eu não sou as vilãs dos seriados sua desgraçada, eu vou matar se tiver a oportunidade, eu vou acabar com a sua honra....

Quando falou em "honra" algo veio em sua cabeça, ela sorriu de forma cruel e se sentou na mesa.

- Falando em honra, eu quero sua máscara como prêmio da vitória, o titulo pode ficar com Rainha das Putas e a boneca quebrada, mas EU quero acabar com você, quero tirar sua honra Lady, se EU vencer eu quero sua máscara! Não me interessa se vai ou não mostrar seu rosto, mas você disse que a máscara é o maior sinal de honra de um "luchador" e se perder significa que não tem honra nenhuma, que não passa de um lixo sem valor algum, e se você vencer pode escolher o que deseja de mim. Eu não luto por títulos, eu luto pelo caos, pelo sangue, pela destruição do adversário.

Ela foi andando calmamente até a cadeira aonde estava sentada no começo do vídeo e se jogou nela, apoiou o rosto sobre a mão fazendo uma cara triste antes de começar a rir.

- O que foi? O Bode ter escolhido as bruxas fodidas atrapalharam seus sonhos de heroína? Você sonhava em ser campeã ao lado do Bode e ele destruiu isso quando preferiu andar na escuridão com a gente? Pobre porquinha ridícula, perdeu o herói e vai perder o titulo também. Ele escolheu o lado certo, agora ele entende que a escuridão é bem mais legal que a luz, e logo você também vai ver.

Ao terminar de falar Narkissa puxou o lenço de cima da mesa mostrando um grande jantar, cheio de comida e bebida e claro o prato principal era leitoa assada, o animal estava enfeitando o centro da mesa, rodeada por outras diversas comidas, era um enorme jantar.

- Uma última refeição porquinha, antes de eu devorar você. COMAM SEUS LIXOS!

A câmera tremeu a imagem e quando voltou o ambiente estava avermelhado e pessoas que mais pareciam monstros estava disputando a comida, eles brigavam enquanto enchiam suas bocas, rastejavam sobre a mesa e um sobre o outro em uma cena bem grotesca enquanto a mulher observava eles brigando, uns se furavam com as facas e se alimentavam daqueles que haviam sido mortos.

- Eu tenho uma coisinha para você Porquinha.

Narkissa subiu em cima da mesa e foi andando por dentro o caos que o banquete haviam se tornado, aquelas eram as almas condenadas as quais a mulher dizia reinar, seres deformados que conforme ela passava eles pareciam se afastar de seu caminho. Ela andou até um lugar aonde tinha uma faca encravada em um papel, ela retirou a faca e pegou o papel.

- Me diga porquinha, quando tempo será que leva até eu conseguir destruir sua mente por completo hum? Destruir esse seu espirito nobre, quebrar esse seu altruísmo todo. Acho que pode gostar de ver isso.

Ela apontou o papel para a câmera e para muitos era só um papel sobre adoção, mais para sua adversária poderia significar muito, no papel o nome de Lady, e sua foto estavam rabiscadas com caneta preta e não dava para ler, mais tinham os nomes dos pais adotivos da mulher, junto de outras informações.

- Quanto tempo leva até eu chegar a sua família? Quanto tempo até eu torturar cada um deles até nosso encontro e te mandar as fotos? Eu não vou te contar meu plano maléfico enquanto espero você se soltar, eu disse que não gosto de brincadeiras mas um joguinho pode ser divertido....Se você chegar a tempo, salva sua família de mim, caso contrário eles vão protagonizar meu próximo vídeo.

Ela amaçou o papel com a mão enquanto ria de forma cruel, estava na hora de saber o quão nobre era a alma de Lady, e faze-la ver que mexeu com a personalidade errada, e que com certeza machucaria a família da luchadora só para a fazer sofrer.

- Tic.....Tac.....Tic.....Tac....TIC.....TAC!

Ela dizia mexendo a cabeça para os lados fazendo o barulho de um relógio com os olhos fechados e um sorriso cruel nos lábios, ela ainda estava com a faca na mão e se aproximou do leitão assado na mesa, a imagem tremeu e chiou de forma frenética, até a Russa enfiar a faca na cabeça do porco, logo um barulho de guinchados de porcos alto começou a ecoar pelo lugar, um guinchado de agonia, até a mulher virar a faca na cabeça do animal e o barulho parar. Foi quando a imagem é cortada e quando volta o lugar estava todo destruído e caindo aos pedaços, as pilastras rachadas, a mesa quebrada junto de vários destroços no chão.


- Porquinha....Você pode correr......Mas não pode se esconder.....Eu sinto seu cheiro e vou te achar......Então saia....Saia de onde estiver.....

A voz de Narkissa saia quase como um sussurro, ela estava sentada em meio a os destroços de madeira e cimento, pó dentre outras coisas, ela tinha algumas teias de aranha em seu cabelo como se estivesse ali a anos, o ambiente estava azulado e o barulho do vento entrando pelas janelas quebradas era a única coisa a ser ouvida.

-  Agora me diga.......Ainda é o dia da caça?

Narkissa riu e saiu dos destroços e foi engatinhando até a câmera, seu estado era deplorável, estava toda suja de poeira, cabelo bagunçado, parecia estar com o rosto com um corte feio na bochecha, a imagem começou a chiar e a tremer conforme ela se aproximava a mesma duplicava ou pareciam que tinha uma imagem por cima da outra até fazer um alto e agudo barulho com a cara da Russa encarando a imagem, até parecer que seus olhos eram escuros e algo preto escorria deles até a câmera apagar.


Vídeo encerrado.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
valugi

Mensagens : 64
Pontos : 85
Reputação : 25
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 28.05.17 21:16

Novamente outro vídeo era postado a vinheta Welcome to My Nightmare dessa vez Robert estava na sua sala de cirurgia, onde tinha armado uma maca e  havia uma pessoa presa, mas como a maca estava de costa não dava para saber quem era

- Vejo, que você também está empolgada com tudo isso minha querida Bruxa,  eu também estou bastante empolgado, e que bom que você aceitou meu desafio, mas apesar de termos características semelhantes, temos uma pequena diferença, talvez possa a ter ser considerada uma grande diferença e sabe qual é?

De repente e mostrado uma filmagem de Bé e Narkissa no parque se divertindo em vários momentos, logo depois aparece a filmagem de uma imagem de Violetty com Jiglypuff saindo do Bar

- Esse é uma das grande diferenças entre nos 2, eu sou um louco que não tenho nada a perder, não tenho amigos, não tenho família, sinceramente não tenho nada a perder, podemos falar o mesmo de você? Não mesmo, você tem laços afetivos com muitas pessoas, pessoas que você gosta, que você ama, você caminha muito por esse caminho, não existem só trevas para você não é Bruxa? Deixa eu lhe avisar que uma delas está presa aqui na mesa, quem será que é? Bem pode ser sua querida irmã, ou seu demônio pessoal, ou pode ser um dos filhos do demônio, ou quem sabe o seu bode de estimação? É uma serie de variantes de pessoas e relacionamentos que lhe afetariam de alguma maneira não é? Muitas possibilidades, mas vamos continuar vendo o vídeo que veremos o resultado.

aparece na tela Jigglypuff se despedindo de Violetty, logo depois quando passava perto de beco sendo acertado por um golpe e depois com o médico aplicando uma injeção no pescoço fazendo ele desmaiar, quando a imagem volta para o local onde Robert estava a maca já estava virada para frente, e mostrava o Jigglypuff amarrado na maca e desacordado, O médico tirou uma pinça e começou a passar no corpo do lutador com nome de Pokemon que faz dormir.

- O que eu poderia fazer com ele em Violetty?

Com a pinça ele fazia um pequeno arranhão no pescoço do lutador preso

- Teria tanto divertimento com esse corpo, quanto ele iria resistir as minha torturas? Será que por ser da família Bé, deve ter uma força de vontade grande, então veríamos se conseguiria quebrar ele, eu imagino que nesse momento Bruxa você deve está bufando de raiva não é. talvez Bé também esteja nervoso, mas não se preocupe não fiz nada com amiguinho de vocês, nesse momento que vocês estão assistindo o vídeo o Jigglypuff está dormindo muito bem em seu quarto de hotel e não vai se lembrar de nada. Ai você se pergunta porque eu fiz isso?

Robert abriu o seu sorriso característico  

- Para mostrar que você tem muito a perder e eu não tenho nada a perder, que isso nos difere como lutadores e pessoas, será que poderei aprontar alguma no futuro? São tanta alternativas Violetty, mas pode dormir tranquila, tenha bons pesadelos, que sua hora estará chegando e o sangue vai está jorrando, talvez não só o seu, me lembrei que no próximo show enfrentarei sua irmã não é? Olha Narkissa de novo nosso caminho está se cruzando, será que é o começou de algo, acho que você deveria ficar atento Violetty, sabe não estou nem ai para vitória e derrota, isso nunca foi meu objetivo aqui dentro dessa empresa, mas trazer o verdadeiro pesadelo para todas as pessoas.

O Vídeo se encerra com Robert rindo alto e a vinheta do programa Welcome to My Nightmare entrando.
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 29.05.17 8:13

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa com a bruxa andando de um lado para o outro ela estava com os cabelos bagunçados e mexia os dedos de forma constante também colocava a mão na cabeça entre os fios já emaranhados ela estava em uma sala com iluminação média as paredes estavam sujas com sangue e símbolos haviam prateleiras com máscaras de porcelana empilhadas lado a lado a noite atrás da bruxa era fria a grande janela mostrava as árvores a morena ia caminhando de forma frenética e resmungava algumas coisas que não dava para se entender direito haviam vozes por todos os lados gritos de agonia e palavras de ordens em outra língua muito barulho

- JÁ CEHGA!

Ela gritou com as mãos com as mãos na cabeça e abaixou um pouco o corpo quase tocando os joelhos no piso imundo

– Hahahahahahaha Doutor quer jogar esse jogo comigo? Então assim será você pegou algo importante pra mim e agora vai pagar por isso ainda quis ameaçar as pessoas ao meu redor...vamos ao ponto está querendo dizer que tenho pontos fracos? Pode até ser mas...

Ela parou de falar e olhou para o lado como se algo falasse com ela a mulher sorriu com crueldade ela estava brava muito brava o olhar da mulher denunciava isso estava faminta e sedenta por vingança

-....Você entende de história quantas mulheres mataram por amor? Quantas torturaram por gostar de alguém? Tem certeza que quer brincar com isso? Pode parecer fraqueza mas meus deuses ficam mais caóticos quando provocados meus sentimentos por todos listados podem e vão te machucar...o amor dói e mata é o sentimento mais sombrio que existe ele se camufla e depois te destrói e você vai sentir na pele isso quando eu o pegar Robert

Ela caminhou e parava de andar mas continuava se mexendo as vozes estavam altas mas não dava para entender o idioma a câmera chiava mostrando a mulher parada ali apenas encarando as lentes da câmera

– Você quis me irritar mas o seu grande erro é que eu vivo irritada e agora eu quero sua alma e eu vou ter ela você vai pensar duas vezes em querer mexer com alguém importante pra mim...SEU GRAND EFILHO DA PUTA

Ela dava um soco na parede até umas das máscaras caírem no chão e quebrar a bruxar olhou para a máscara quebrada e pegou os pedaços olhou para a câmera e sorriu

– Isso é desespero doutor?...você veio aqui falando sobre máscaras e sobre seu objetivo mas até agora não conseguiu nada sua credibilidade apenas cai seus pesadelos não assustam ninguém então desceu o nível? Nunca imaginei que poderia o provocar a esse ponto o fazer querer mexer com minha cabeça buscando mostrar que posso ser pior? Os pesadelos vivem aqui

Ela bateu na própria cabeça e mostrou a máscara para a câmera a bruxa levou para perto do rosto e virou a cabeça para o lado a imagem duplicou e ficou cortada

– Ver até onde as pessoas podem ir me diverte você está sozinho isso é verdade não posso o atacar de maneira pessoal..ou posso?...você está querendo mostrar a verdade das pessoas quer tirar máscaras fazer todos verem o lado pobre de cada um mas você mesmo esconde o seu o desespero que tocou você a ponto de pegar meu amado Jiggly querer brincar com meu demônio ou atacar o bode...essas pessoas sabem se cuidar mas você está sozinho...sempre...sozinho desprotegido eu não preciso que você tenha alguém quando posso ir direto na fonte e fazer todos verem a sua máscara cair o doutor esconde o medo de não o temerem o bastante? De ser um fracasso? Quem tem tanto ódio por máscaras deve no final usar uma

A mulher sorria mas da mesma forma que sorriu ela ficou séria e começou a quebrar máscara por máscara quebrando todas enquanto gritava em meio e um surto de ódio ela socava as paredes e chutava respirava de forma descompensada e caia de joelhos nos pedaços cortando os joelhos

– A escuridão vive em mim ela fica na minha cabeça seus pesadelos não podem afetar o que já esta quebrado mais meus deuses podem e vão machucar hereges ninguém brinca com meus sacrifícios..Robert...quer sangue de heróis mas o único sangue que vejo ser jorrado aqui é o seu..chegando atacando o Val e falando em como acabou com ele ele devia ter tirado algo de você ou tinha algo que você queria..adoração? não...talvez todos queremos algo e você também tem muito a perder aqui vitórias e derrotas não importam a nós dois mas você quer algo..provar algo e é isso que vem perdendo não provou nada está apenas brincando de médico

Ela passou a mão nos joelhos machucados olhando o sangue e sorriu a mulher foi engatinhando para perto da câmera  ela enfiava as mãos e machucava mais os joelhos nos pedaços no chão ela passava a mão de sangue na câmera sujando a lente

– Você quer isso? Hahahaha você precisa disso tem uma compulsão por esse liquido vermelho o que nos torna humanos e descartáveis todos nós vamos morrer doutor não importa se vai ser por suas mãos..ou pelas minhas

Ela falava com um tom sério a imagem estava embaçada devido ao sangue mas ainda assim dava para notar os olhos escuros da bruxa encarando a filmagem que rodava

– A grande questão é quem vai agir primeiro quem é capaz de infligir mais dor as pessoas caídas ao longo do caminho eram fracas...E EU NÃO TOLERO FRAQUEZA!  Eles não gostam de pessoas fracas eles se alimentam disso eles se alimentam de seus pesadelos da sua angustia de seus desejos por ser o grande revelador o homem que vai ser a diferença você tem objetivos não o titulo mas deve algo ao mundo....respostas e estão te cobrando isso querem ver o podridão que você prometeu e tentou pegar meu homem para me fazer fraca...quer provar algo? Conseguiu

Ela se levantava calmamente mesmo mostrando a irritação ela apertava na mão um pedaço de porcelana furando a palma o sangue escorria e ia pingando lentamente

– Sua chance suas promessas estão escapando por seus dedos tudo o que quer provar é que heróis não existem e eles realmente não existem mas eu fui capaz de provar isso agora quer entrar na minha cabeça quando faz isso me dá a liberdade para fazer o mesmo

Ela abria a mão e o pedaço caia no chão totalmente sujo de sangue a mulher dava para uns passos para trás sumindo um pouco da câmera ela puxava uma mala levava para perto da câmera ele abria e estavam coisas de médico ela derrubava tudo no chão e pegava a pinça aquele podia ser a mala de Robert ela mexia na pinça olhando

– Familiar? O homem de papel cortado pelo seu próprio par de tesouras para um psicopata sua arma é sua grande obra por mais que tenham tantas iguais eles tem “aquela” não sei se você é assim...se não for não vai ligar eu acho

A bruxa tirava da roupa um isqueiro e pegava no canto da sala gasolina ela ia jogando nas coisas exceto na pinça não pensou duas vezes em jogar fogo nas coisas enquanto batia a pinça que fazia o barulho ecoar misturando aos sons do fogo

– Você quer isso? Posso pensar no seu caso..hmm....NÃO!

Ela gritou furiosa e colocou a pinça no fogo ela ia queimando lentamente derretendo a bruxa encarava aquilo com um sorriso no rosto ela se aproximou da câmera e a pegou

– Essa merda toda pode não significar nada pra você mas significa que a bruxa vai queimar o médico a paciência vai brincar agora e isso é apenas o inicio do seu fim porque seus pesadelos esqueceram de uma coisa....a bruxa anda nas trevas e nada pode a ferir você está no meu território doutor você vai queimar está na hora dos jogos terem inicio e eu quero sua alma eu quero o seu sofrimento e quando eu o fazer implorar não irei parar seu sangue vai jorrado e eu? Hahahahaha vou me banhar nele enquanto escuto seus gritos de agonia quando ver meus deuses estuprarem seus pesadelos e arranhar as entranhas de cada um

Ela cerrou os olhos em fúria apertando a câmera com tanto força que rachava ela respirou fundo e com ódio

– Desculpe doutor tenho que ir emergência na ala de queimaduras

Ela começou a gargalhar de maneira frenética jogando a cabeça para trás enquanto soltava a câmera no fogo a fazendo queimar e terminar o vídeo


Vídeo encerrado



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 77
Pontos : 59
Reputação : -16
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Hollywood

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 29.05.17 15:40



– Escritório –

Estava uma tarde um pouco chuvosa quando Ed e eu decidimos gravar o vídeo! Mas antes disso tudo Ed e eu decidimos bater um papo sobre tudo, de certa forma Ed tinha total razão! Minha ultima ação não foi tão boa! E desde quando eu sou boa? Certamente eu teria que me atualizar sobre alguns assuntos. Assisti alguns vídeos o Bruno havia gravado também e Havoc, assim como Daniele juntamente com o mesmo. Bruno querendo me defender, e Havoc me usando para atingi-lo... Ainda tem um ego enorme isso é de surpreender... De certa forma algumas coisas que Havoc falou estavam certas. Eu não amo o Bruno eu gosto dele! Eu não sei lidar com crianças e isso Bruno sabe muito bem. Porém nada que seja interessante vindo de Havoc. Não é um cara que mereça dar atenção ele é só mais um ali com um cinturão se achando o melhor... Ed avisa que já estava tudo pronto para a filmagem. Então eu me arrumo enquanto o mesmo liga a câmera e arruma a qualidade da imagem!

Carrie: – O que posso dizer? Eu venci o ultimo combate contra a minha amiga infeliz! Algo que realmente a surpreendeu não é? Vimos isso no seu ultimo vídeo!  –

Dei uma arrumada no cabelo que estava um pouco bagunçado. E então cruzei as pernas já que permanecia sentada. Repousando as mãos no joelho.

Carrie: – E obrigada por responder querida, era tudo o que eu queria ouvir! Pelo menos tem alguém da qual o desafio vai ser maior. Por que lutar ao lado de saco de pancadas é horrível. Não acha? –

Carrie: – Agora a respeito de o Bruno me defender eu acho até bonito! Mas eu não preciso lembrar que eu não ligo para as calúnias que fazem ao meu respeito! Afinal nada que um babaca disser irá me abalar! E como podemos ver eu e o meu namorado vamos enfrentar a minha querida amiga infeliz e uma criatura de quinta com ego maior que a própria personalidade de um cara babaca possa fazer algum sentido! Mas dessa vez ele disse algo que tem sentido. –

Edward: – Parece que ele te conhece um pouco melhor que o próprio namorado. Tirando o fato que ele diz que você trai Bruno... –

Olhei para Ed que se sentava ao meu lado, e de fato o que Havoc havia falado tinha algumas verdades, eu não sei amar, eu apenas gosto do Bruno nada mais que isso! Eu não sei lidar com crianças e olha que eu gosto delas.

Carrie: – De fato tirando algumas mentiras da qual Havoc usa para atingir Bruno psicologicamente, eu não sou a pessoa mais amável do mundo, eu não sei lidar com crianças. E eu nem me preocupo com isso e isso já foi bem claro então não precisam ficar relembrando a não ser que queiram que eu repita a cada vídeo para assim penetrar na mente imunda de vocês que eu não sei lidar com crianças! –

Isso já estava ficando estressante ninguém precisa lembrar que eu não sei lidar com crianças, ou que eu não tenho sentimentos profundos como o amor por exemplo. Eu também não tenho que lembrar a Bruno que não preciso de ninguém para me proteger não é?

Carrie: – Enfim estou aqui para falar do meu próximo combate onde eu e Bruno iremos enfrentar o rei e a rainha dos babacas, e até combina com eles. São dois idiotas... –

Ed balançou a cabeça em sinal de negativo como se eu estivesse falando algo errado ele deveria para com essa coisa de querer me controlar em tudo o que falo ou eu iria quebrar a cara dele.

Carrie: – Além do mais Bruno teve a coragem de desafiar Havoc, é um menino de coragem isso eu admito minha amiga infeliz está preocupada que eu invada o combate para ajudar o meu namorado. Não se preocupa queridinha eu não tenho nenhum pingo de vontade sobre isso! Primeiro por que ele não ia querer e segundo por que eu não quero! –

Edward: – Carrie ele é seu namorado você deveria ao menos tentar ajudar! –

Carrie: – Ed, Ed… Eu odeio dizer isso, mas eu não quero ser baba de um homem que tem problemas com a própria confiança! –

Edward: – Então por que namora ele? –

Carrie: – Por que eu gosto dele. Não se preocupe talvez eu pense em ajudar. –

Edward: – Seu combate vai ser duro Carrie, você sabe que vai enfrentar dois grandes lutadores... –

Carrie: – Apenas um é um lutador de verdade. O outro é apenas um instrumento de apoio. –

Edward: – Não menospreze, foi você e Bruno que atacaram Havoc. Vocês pediram este combate. –

Carrie: – Idéia do Bruno movido pelo ciúme. –

Edward: – Da qual você nem fez questão de negar! Agora vai ter que enfrentar o campeão e a Daniele, ela é legal eu gosto do jeito dela não sei por que você fez ela te odiar! –

Carrie: – Que bom que gosta dela, eu não ligo para o que você gosta ou deixou de gostar! E... –

Carrie: – Não foi para ser pessoal, apenas para mexer com o psicológico dela… -

Paro de falar para começar a rir...

Carrie: – Quem disse que eu ligo se ela gosta ou deixa de gostar de mim? Eu quero mais é que ela se afunde na própria desgraça que se torna a vida dela. –

Edward: – Carrie.... –

Carrie: – Chega! Eu vou vencer este combate custo o que custar eu não quero saber de, mas Carrie, Mas isso ou aquilo, se vier com isso eu te mando para onde o Judas perdeu as botas! Eu vou vencer esses imbecis não importa como. –

Edward: – E se perder? –

Carrie: – Alguém vai pagar por isso! –

Eu saio do escritório deixando Ed sozinho na gravação onde o mesmo sai e encerra a o vídeo.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
King

Mensagens : 72
Pontos : 82
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 49 - Bebendo sangue

Mensagem por King em 29.05.17 17:47

VÍDEO POSTADO EM NWR.COM/KING

Mostra-se a imagem de um quarto muito sujo, com azulejos brancos na parede, ouve-se o som de batidas em uma superfície rígida e seu piso está todo ensanguentado. A câmera gira 180 graus e surge a imagem de vários gados, sem pele, mortos e pendurados de cabeça para baixo. A câmera se movimenta e se aproxima de King Armstrong, vestindo uma roupa de abatedor e dando vários socos em um grande bovino morto. Aproximando-se do irlandês, percebe-se que seus punhos estão todos feridos e repletos de sangue, mas a velocidade dos golpes aumenta assustadoramente, até que King dá um berro. O silêncio emerge naquele momento e a câmera dá uma tremida, King está usando uma máscara negra em seu rosto o que não permite vermos sua reação facial, muito menos seus olhos.

King caminha até uma mesa de metal e pega uma marreta, voltando suas atenções para o local em que estava. O irlandês dá vários golpes naquele falecido animal e diz ofegante:

- Bastou dizer algumas palavras, para que as pessoas saíssem da hibernação?

O irlandês põe a marreta ao seu lado, tira a máscara, sorri para a câmera e diz:

- Meus amados súditos, como vão? Eu estou treinando para meu retorno aos ringues da NWR, mas não será nesta semana, podem usar o dinheiro de vocês para outras finalidades. O que me impressiona neste período em que fiquei ausente, foram os apelidos que recebi de alguns retardos que nunca tiveram uma carreira em suas medíocres vidas, porém, se acham no direito de insultar um ser humano de sucesso.

King coça a cabeça com sua mão direita, faz cara de espanto e fala olhando para cima:

- Ex ser humano! Graças a luchadora de uma figa, deixei de ser uma pessoa gentil para a NWR. Agora, meus caros desafetos, este que vos fala irá caça-los sem a menor piedade e misericórdia. Vão implorar para eu parar, mas não o farei. E aproveitando a oportunidade, agradeço pelos apelidos que ganhei, fora muito fofinho e delicado: falso rei, rei ridículo, hipopótamo, Armstrouxa e até sobre minha sanidade ouvi injúrias, isso dói sabiam? Dói muito e por isso estou em choque, mentira, estou cagando e andando para vocês! Eu de agora em diante, vou me divertir da forma mais macabra e sádica possível. Não existem mais colegas de profissão, ou profissionais, existe apenas inimigos aos quais terei o prazer de eliminar da face desta terra, ou no mínimo, aleija-los.

- Começando por aleijados, parabéns Lady! Conseguiu um título graças as regras que te beneficiaram, como se sente heroína de merda? Pode começar a engraxar o cinturão porque ele sairá de tuas mãos muito em breve, sua patética mascarada. Aliás, vangloriar-se desta vitória sobre mim, mostra o nível do roster atual da NWR: fraco. No dia que você fizer pinfall em mim, retiro todas minhas palavras, como isso nunca vai acontecer será eternamente fraca e hipócrita!

- Boneca Russa! A mais linda das putas, voltou a me elogiar; que honra para este que vos fala, ainda mais após sua grandiosa carreira na NWR, certo? O falso rei perdeu o juízo e o bom senso, então, se eu quiser atrapalhar tua luta contra a heroína eu o farei, sendo assim meu amor, guarde seus insultos em sua boca! E caso não tenha competência de ganhar da lutadora, eu o farei com prazer, sadismo e ódio em nível esplendoroso. Volte a brincar de fazenda com seu bode, bruxa encantadora da sua irmã e seu cunhado excêntrico.


King pega a marreta e dá outros golpes até abrir um buraco naquele gado. O sangue escorre arrancando gargalhadas do irlandês. Este junta suas duas mãos abaixo do buraco, até que uma certa quantidade de sangue enchesse suas mãos. Ele pega as mãos e joga imediatamente em seu rosto, deixando-o banhado daquele sangue. King dá seu berro característico, ergue os braços aos seus e começa a gargalhar por alguns instantes, até voltar sua atenção a câmera e dizer:

- Krauser Daniels, pode tocar o sino da morte, mas não em Tóquio e sim na NWR. Vejo tuas derrotas e elas não representam absolutamente nada para mim, se está insatisfeito, tire férias permanentes ou aguente as consequências de suas escolhas atuais, caro demônio mirim. Bacana a forma como fala do Erick Morgan, achei muito inteligente de tua parte em insultar um ex campeão ao qual derrotei; que tal falar do Kevin e do Giverlock? Puta merda, tu estás muito fora de forma, dá pena te ver voltar dos mortos e fazer este papelão, porém, a vida é tua e não minha então as palavras entre eu e você não servem para nada; boa sorte em sua atual estadia na NWR papagaio de fogo. E mesmo sem cinturão, meu reino não cai ele apenas se reinventa, passar bem.

- Não lutarei no próximo show, tempo para treinar mais e mais rumo a novas conquistas, talvez um novo cinturão, talvez sangue em minhas mãos, talvez novas cicatrizes provocadas por alguém de coragem e talento; vá saber, só sei que o tempo de paz da NWR está perto do fim e isso não é uma ameaça e sim certeza. Sem cinturão, não tenho responsabilidade alguma em meus atos, então se incomodem alguns de vocês quebrando o pescoço da Melissa, imagina o que farei de agora em diante?


Armstrong segura a marreta com sua mão esquerda e a ergue como se fosse uma pena. Não existe a menor demonstração de fraqueza em seu olhar ao fazer isso, o irlandês olha fixamente para a câmera e diz com seu rosto ensanguentado:

- Vocês irão se curvar ao rei, curvem-se ao único rei da NWR!

King dá uma marreta na câmera e a mesma cai ao chão ficando de lado com uma rachadura em sua lente. No fundo ouve-se King cantarolando:

- O Rei está aqui, agora sinta o seu medo, O Rei dos Reis, todos saúdem, todos saúdem o rei, em seus joelhos, ajoelhados para o Rei.
Fim do vídeo.
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 29.05.17 18:00










 

 


Nwr/Bélindo.com


Bé está a gravar um video, dessa vez em frente de um aquário gigante, num local que parece meio abandonado, e só estava ele, com as costas encostadas no vidro e de braços cruzados.





Filipe Bé: Ala. Que acham do meu novo cénario? Gosto desse. É mais... Real.


Filipe Bé: Não que o meu outro estúdio seja falso, mas aquilo já era bem antigo, e já deu o que tinha a dar. Temos que procurar sempre inovar um pouco mais. Mas enfim. Vejo que o nosso amigo Devon ainda não se prenunciou sobre o combate...


Filipe Bé: Essas alturas que os manos postam videos só horas antes do proprio combate é meio chato... Faz lembrar outro ex campeão, que já tinha apanhado e ainda viamos videos dele a falar que ia vencer... Não que isso seja o caso de Devon... Mas ai é chato...


Bé se desencosta da parede de vidro e descruza os braços, ele passa com a mão direita pelo cabelo que parece molhado.


Filipe Bé: Mas é como eu digo. Vejo mais vocação entre os jobbers que entre os maien eventers. E o pior que eu estou na lista dos maien eventers. Mas não se preocupem. Chamber está chegando, a altura de vermos 10 videos da mesma pessoa em um só dia está a chegar...


Filipe Bé: Vocês acham o que? Que me vão tirar o titulo só porque são mais bonitos que eu? Isso não vai acontecer. Serem bonitos ou fortes não vos vai fazer ganhar combates. Serem bons que vos vai fazer ganhar combates. E vocês, nenhum de vocês, são bons.


Filipe Bé: Eu, eu sou bom. Tentei explicar isso para os fãs, tantas vezes. Provei isso para os fãs, tantas e tantas vezes. Mas falar com eles e com uma parede é exatamente igual.


Bé revira um pouco os olhos e depois volta a virar a sua atenção para a câmara.


Filipe Bé: Eu deveria ter ficado fora do card e deixado a minha Sereia a competir na minha vez... Porque sério. Devon? Devon não vale o pô dos meus sapatos. E ele é capaz de ser o melhor oponente que tenho na chamber. E querem saber porque?


Filipe Bé: Porque eu ainda não ouvi falar de mais nenhum. Quem mais temos para colocar na chamber? Temos o Rei da loja dos chineses? Se é, que tiver a coragem de aparecer lá. Temos também o proprio Royal Rumble Winner? Mais quem? Vamos ter que ir no low card buscar Jobbers?


Filipe Bé: Não que isso seja ruim, porque eles fariam melhores figuras do que muitos de vós vão fazer, disso podem ter a certeza.


Filipe Bé: Mas justo antes do nosso "grandioso" maien event, temos Krauser enfentando Lady...


Bé faz um ar pensativo enquanto pensa nesse evento.


Filipe Bé: Bem, Krauser tem andado em uma dura maré de azar... Uma bem longa e dolorosa maré de azar. Afinal, o que faz esta criatura recém revivida entre nós? Perdendo combates. Não será muito diferente após a chamber, e não será muito diferente no evento maximo.


Filipe Bé: Afinal é disto que meu Nêmesis se trata. Ele precisa de acordar bem disposto para ter uma boa prestação. Caso contrario vai lutar que nem uma batata com câncer. Olha só, jobbando para jobber, ganhe vergonha nessa cara.


Filipe Bé: Alias, o que tu sequer esta a fazer a lutar contra Roberts e Havocs? E mesmo assim apanhando para eles? Essa fénix falsificada não reviveu, acho que tudo o que fez foi virar um Zombie. Vão por mim.


Ele mostra um sorriso meio sarcastico enquanto fecha os olhos e coloca as mãos atrás da cabeça.


Filipe Bé: Quanto a Lady... Bem, ela de facto tem estado beem impactante ultimamente. Eu digo, eu mesmo perdi para ela anteriormente... Sem desculpas para minha derrota. Acontece com todos, e pode acontecer a qualquer combate. Um unico combate não define um perdedor de um vencedor.


Filipe Bé: Um dia a gente perde, outro a gente ganha. Eis a questão. O que perdi eu ao perder um combate? Um combate. Só isso, não se esforcem a me relembrar desses ocurridos, eu sei perfeitamente o que ocorreu melhor do que qualquer um.


Ele mostra um ar sério, e nas ultimas palavras ele levanta o dedo indicativo.


Filipe Bé: O que eu quero falar, que mais confrontos entre nós virão. E eu vou estar mentalmente pronto para eles. Por enquanto, se divirta com sua nova bugiganga por ai. E evite perder ela na sua primeira defesa, isso seria quase uma pena...


Filipe Bé: Bem, no Mid Cart temos a querida Naki, contra o nosso não querido Robert Fruitt.


Filipe Bé: Poxa Robert, que historia é essa de raptar meu sobrinho? Ele acabou de chegar e já quer traumatizar ele? Julga que está onde? Isto é Nwr, não é Pokemon Go. Deixe nosso Bé prodígio em paz e se foque naquilo que tem que se focar.


Bé coloca as duas mãos nas bochechas e mostra um ar preocupado a se lembrar de algo.


Filipe Bé: E poxa, esse nosso Fruitt ninja virou agente 007. Conseguiu gravar eu e a Naki no parque e ainda postou no site... Esse quer desmascarar mesmo. Tu contratou um detective para isso? Juro que se tiver mais problemas com carter vou descer nessa divissão e eu que te vou quebrar o nariz dessa vez.


Filipe Bé: Enfim... Um pouco ainda mais em baixo, na Jobberdivission, temos um par contra outro par... Esse combate parece ser bem intressante.


Filipe Bé: Temos o lider Jobber bem acompanhado, com a minha menina Dani. Tou de olho hein. E no outro lado, temos o casal mais estranho que maior parte do pessoal já viu. Carrie e Bruno, não parece colaborarem muito um com o outro, e isso é a chave para combates de equipes.


Bé mostra um ar de duvida ao falar em Carrie e Bruno.


Filipe Bé: Quanto tempo lhes damos até se separem? 2 semanas? Nada contra eles em si, alias ambos são meus amigos... Mas vejo mais cumplicidade entre Havoc e Dani do que entre esses dois, mesmo sendo namorados.


Filipe Bé: Mas nunca se sabe o que vai acontecer né. Enfim, por agora é só isso. Quem vence ou quem perde proximo show não tenho preferencias, só uma. Vou entrar lá e vencer Devon, e sair acompanhado de minha pequena Sereia.


Filipe Bé: O resto não quero saber de nada e tou nem ai para o que acontece, ou se perdem, ou ganham, ou choram. Sei lah. Pelos vistos os fãs não precisam de mais heróis e não, então estou me nas tintas para isso. Boa sorte Devon, vai precisar de alguma.


Filipe Bé: Por agora é isso. Espero que gostem do que se segue. Porque eu vou amar detonar todos eles e mostrar quem é o único campeão mundial, e quem é o melhor por aqui.


Ligação se encerra.

 


 



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 29.05.17 20:16

Noite de segunda-feira

A bruxa mexia as pernas mostrando a impaciência que percorria o corpo dela olhava para as pessoas que passavam ela parecia contar os minutos enquanto respirava fundo bateia os dedos na parede até que enfim pareceu ver a pessoa que ela esperava a mulher não pensou em puxar o lutador pelo braço foi quando quase recebeu um soco por assustador o homem que parou assim que a viu

Jigglypuff: - Ahhhh quer me matar…não nem vem um maluco me sequestrou apenas porque falei com você

O lutador parecia bravo ele ia voltar a caminhar até a bruxa entrar na frente dele e o olhar com tristeza

Jigglypuff: - Não faz essa cara não sou meu tio não vou cair nessa

Violetty: - Me deixa falar

Jigglypuff: - Falar o que? Que o seu rival psicopata não iria me matar? Que ele não me sequestrou e aquilo no vídeo dele é uma ilusão?

Violetty: - Ele vai pagar pelo o que ele fez eu vou acabar com ele eu não achei que ele fosse cismar com as pessoas próximas a mim

Jigglypuff: - Claro quem poderia imaginar que um psicopata iria sequestrar as pessoas a sua volta? Olha só que loucura isso ai é coisa de gente doente nunca que um psicopata faria isso

Ele dizia em tom irônico parecia bem bravo o homem colocava as mãos na cintura e respirava fundo ele balançava a cabeça em negativo

Violetty: - Eu estou tentando melhorar as coisas já foi ok? Eu não queria que ele pegasse você até porque apenas saímos uma vez não achei que ele fosse mirar logo em você

Jigglypuff: - Pelo visto ele não liga muito pra quanto tempo a pessoa está com você eu mal cheguei Violetty nem conheço metade das pessoas aqui...tem um maluco perseguindo você

Violetty: - Nomal....

Jigglypuff: - Sério?

Encarou ela um pouco chocado com a naturalidade que ela falou mas acabou dando de ombros passando as mãos no cabelo

Jigglypuff: - Ah foda-se ao menos posso ter algo pra fazer agora ele acha que eu vou ficar com medo hahahaha esse cara está muito enganado sobre mim não vou ficar aqui parado enquanto ele fica ameaçando

A mulher sorriu com crueldade se aproximou dele puxando o homem pela jaqueta de couro fazendo ele se inclinar pra frente a mulher parecia não esperar pelo rosto corar daquela jeito perto dele o homem notou e sorriu

Violetty: - Se for acabar com ele deixa algo pra mim

Jigglypuff: - Não posso te prometer nada

Ele piscou e a mulher soltou a jaqueta dele se afastando ela limpou a garganta passando a mão no cabelo preto e longo

Violetty: - Eu vou embora agora não ligue para essas coisas quando anda perto de mim coisas estranhas acontecem

Jigglypuff: - Sempre gostei do que era estranho e diferente

Ele olhou pra ela de cima a baixo e a mulher arregalou os olhos ficando sem graça virando de costas pra ele ela nem sequer conseguiu responder apenas saiu andando rapidamente até ter o braço puxado a mulher foi praticamente arrastada para dentro de um táxi

Violetty: - O que? Ei pra onde a gente vai?

Jigglypuff: - Qualquer lugar longe daqui

Violetty: - Achei que não queria mais falar comigo

Jigglypuff: - Olha eu quero que todos se fodam sinceramente deixem sequestrar e torturar que eu quebro cada um eu ainda sou o mesmo que saiu daqui o mesmo que foi campeão e o mesmo que já bateu em muitos filhos da puta folgados

Ele olhava pra ela seriamente enquanto falava o homem falava uma rua que a bruxa não conhecia e depois voltava a atenção pra ela que o olhava tentando entender

Jigglypuff: - Eu já fiz muita merda na minha vida não quero que me afastar de você por culpa de um maluco seja uma delas meu tio ficava tagarelando de vocês sempre que podia e agora que tenho a chance de conhecer a tal “sereia” ou “bruxinha” eu não vou desperdiçar isso

Violetty: - Isso que eu queria falar as pessoas não valem nada apenas são seres que servem para sacrifício vamos acabar com todos assim como eu falo pro meu bodinho

A mulher sorriu ao falar sobre Bé o lutador abraçou a bruxa puxando ela para perto dele e inclinou a cabeça encostando na dela a mulher paralisou ela estava parada pensando no que fazer o coração disparou ela nem falou nada até chegarem em um lugar que parecia meio abandonado ele pagou e saiu com a mulher era uma floresta mas tinha uma trilha ele respirou fundo e começou a caminhar

Violetty: - Gostei daqui

Jigglypuff: - Eu imaginei que fosse gostar eu estava dando uma olhada em alguns lugares e achei....lembrei de você

Ele olhou pra ela que na hora ficou envergonhada e olhou para o outro lado fazendo o lutador rir ele segurou na mão dela entrelaçando os dedos e a puxava andando um pouco mais rápido ele parou e a bruxa viu que era um píer estava um pouco velho e parecia esquecido a alguns anos

Jigglypuff: - Surpresa

Violetty: - Eu não acredito

A mulher sorriu toda animada ao ver o lugar era o tipo perfeito pra ela a lua o estilo sem ninguém totalmente destruído ela estava pulando toda animada até notar o lutador a encarando com um sorriso no rosto como se gostasse da reação dela

Violetty: - Isso é perfeito eu amei esse lugar é lindo é...é..perfeito

Ela andava puxando ele por estarem de mãos dadas e a bruxa parecer querer não soltar

Violetty: - Não entendi você planejou isso?

Jigglypuff: - Bem quando saímos juntos antes de eu ser pego pelo maluco eu vi o tipo de lugar que gostava e quando acordei no quarto sem saber o que houve fui dar uma pesquisada por ai...ai acabei vendo depois o que aconteceu comigo

Ele deu de ombros mas parecia ainda meio chateado com a situação que se ocorreu antes a mulher tentou conter a vergonha e abraçou ele com força

Violetty: - Obrigada poucos fariam isso por uma pessoa que acabou de conhecer

Jigglypuff: - Meu tio fala tanto de você que parece que te conheço a anos

Os dois riram e o homem se sentou na grama olhando para a água a bruxa sentava ao lado dele a mulher colocava as mãos na cabeça algo parecia a incomodar

Jigglypuff: - Tudo bem?

Violetty: - Sim eles estão falando comigo estão bravos e querem um sacrifício é complicado

Jigglypuff: - Tudo bem vi seus vídeos.....como são..”eles”?

Violetty: - Diferentes eles podem ter qualquer forma depende da vontade deles e o que eles querem

Jigglypuff: - Você escuta eles a quanto tempo?

O homem estava um pouco curioso sobre a bruxa vendo as coisas dela e o jeito tinha muitas perguntas sobre como ela era na realidade

Violetty: - Escuto eles desde pequena eu sempre os via além de outras coisas mas as crianças não acreditavam em mim então eu tinha que provar a existência deles aquelas piranhas desgraçadas...mostrar quem era a louca

Ela ia matando formigas com o dedo enquanto falava a bruxa sorria ao fazer isso parecia divertido ela parou quando o homem a segurou pelo queixo a fazendo olhar pra ele a mulher encontrava os azuis dos olhos dele e ficava parada quando ele se aproximou um barulho fez os dois pararem*

Violetty: - Se for aquele maluco eu vou quebrar ele

A bruxa se preparou mas era apenas um bicho os dois se olharam e balançaram a cabeça a bruxa sorriu

Jigglypuff: - Você não vai embora dessa vez vai ficar comigo vai que né?

Ele passava a mão nos cabelos da mulher alisando até as pontas ela puxava ele rapidamente para um beijo mas nada muito demorado

Violetty: - Certo..vamos explorar esse lugar então

Ela mudava a assunto e saia andando na frente não querendo ver a reação dele o homem deu risada e seguiu a bruxa no meio daquela floresta




♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
JuanPedro

Mensagens : 31
Pontos : 33
Reputação : 6
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 29.05.17 23:26

Vídeo postado no site oficial da NWR.


A gravação têm início mostrando uma sala pequena,com cores vivas e alguns retratos meus.A camera gira em 120* graus e mostra um sofá vermelho de veludo com um tapete preto no chão.Eu estou neste sofá acompanhado da minha bela namorada Carrie,estou usando um palitó preto,uma blusa social branca,uma calça social preta e um sapato preto já Carrie está usando um vestido longo dourado,salto alto branco,diversas joias,maquiagem leve e cabelos soltos,estamos sentados de mãos dadas dando gargalhada de algo.Pego uma pequena bandeja prateada com dois pratos repleto de Temaki,sirvo a Carrie que a mesma não aceita mostrando uma cara de nojo,eu dou uma pequena risada e pego meu prato.Logo após Carrie se levanta e verifica a se a camera está ligada,ajeita a qualidade e se senta novamente no sofá,e assim têm início o vídeo:


-Olá NWR Universe,tudo bem com vocês?Bom espero que sim.Sinceramente não estou contentedúvidasos sobre mim,se pelo menos eles fossem bons.


Estou triste com algo,demonstrando alto nível de tristezas porém Carrie não gosta desta minha desconfiança e pessimismo.


Carrie- Você deve evitar isso,você não pode ficar escutando o Havoc nem ninguém que queira o seu mal,ele está tentando te atingir e pelo visto está conseguindo.Do que adianta ser forte fisicamente se é fraco psicologicamente?Não adianta de nada,como eu disse anteriormente ele diz muitas mentiras que você está dando ouvido.Se você quer ser grande,você têm que ter no mínimo confiança .


Ela diz isso apontando seu dedo indicador para mim quase encostando em meu rosto,em suas palavras nota-se raiva enquanto eu tento me animar.


-Você está certa meu amor.


Levanto minha cabeça mostrando maior ânimo,Carrie se anima com minha atitude e abre um grande sorriso.


-Então Havoc você não se importa com minha paciência,isso é interessante por um lado e ruim pelo outro.Bom você é realmente o rei dos babacas,porque você é completamente doido,tu tens falhas desde à mais graves para as menores.Eu sou calmo mas nem para mim é fácil te aturar,se eu não te suporto em tão pouco tempo junto contigo,imagina quem convive diariamente com você,tenho pena dessas pessoas,tente pelo menos consertar um erro.Havoc como eu disse anteriormente minha paciência contigo se esgotou,e para evitar algo pior te evitarei,prefiro evitar discutir contigo,porque ficar nessa mesma discussão todos os dias é muito exaustivo.


Passo a mão na minha testa figindo está secando uma gota de suor.


Carrie-Eu não digo o mesmo sobre Dani,ela diz ser melhor que eu então terá que provar isso no ringue,mesmo após eu a ter derrotado.


Olho para Carrie mostrando supresa ao ouvir aquilo,depois olho para o chão tentando entender isso.


-Pera ae,você já derrotou ela,deseja mais o que?


Carrie-Por quê você está me olhando assim?


-Por nada.Bom deixa pra lá.Aliás Dani falou sobre mim,eu te respeito muito,ao contrário do seu parceiro,você têm caráter e isso hoje é admirável.Você têm problema com Carrie e infelizmente têm motivos para isso mas vejo por outro ângulo,não acha melhor olhar às qualidades das pessoas que os defeitos ou assim como Carrie me aconselhou evitar as ofenças dirigidas a você que aceita-las e ainda fazer o mesmo.Você está apenas colocando lenha na fogueira que a Carrie montou.Mas eu estou fazendo o mesmo em relação a Havoc então não sou o melhor aconselhador neste quesito.


Carrie me olha com uma cara como se não houvesse entendido tudo que eu disse e aparenta não ter gostado que eu disse.Ela cruza os braços e fica bem nervosa,eu fico triste mas prefiro continuar o vídeo e depois falar com minha amada.


-Eu falei algo de errado?


Falo isso para a camera enquanto Carrie me olha balançando a cabeça negativamente como se ouvesse me achando maluco.


-Agora fugindo um pouco do meu foco principal para este vídeo ou seja meu combate,saiu a data e a capa oficial do Elimination Chamber e muito provavelmente saíra o card após este For Victory,estou bem ansioso para este PPV,porque é meu primeiro então será marcado em minha história,e espero que eu possa lembrar deste PPV como eu primeiro e um dos melhores da minha vida.


Dou uma breve risada e logo retomo a postura


-Estou bem animado agora...O que isso têm haver com o vídeo?Hahaha absolutamente nada,eu realmente não sou normal.Deixa pra lá,Havoc e Dani meu recado já foi dado e as respostas de vocês não estão sendo muito convincentes,pelo menos em minha opinião,talvez na dos especialistas seja mas em minha não.Sem sombra de dúvidas Havoc irá dar muitas gargalhadas em meu vídeo mas isso é problema dele,eu só sei que estou preparado.Então é isso meus caros,tenham dias incríveis,tchau galera.

Vídeo encerrado
avatar
☢ Troublemaker ☢

Mensagens : 34
Pontos : 110
Reputação : 76
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Troublelandia

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☢ Troublemaker ☢ em 30.05.17 3:02

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa com o homem em um escritório o lugar parecia bem caro e chique as paredes eram de vidro algumas pessoas passavam e Havoc acenava fazendo a pessoa sair quase correndo e o homem gargalhar ele estava com o pé na mesa palitando os dentes com uma caneta o cursed estava amarrado no ventilador que girava lentamente o homem jogava a caneta no chão e olhava para a câmera

 - To esperando a piranha pular na isca mas até agora nada deve ser a âncora dela puxando ela cada vez mais pra baixo hahahahaha tá bom tá bom eu tenho poucas coisas para falar dessa vez porque meus adversários estão com meio com medinho de mim e acham que a Dani vai estar sozinha no ringue....além de jobbers são cegos

Ele parecia lamentar enquanto balançava a cabeça coçando a cabeça na mesa havia uma foto de Havoc com o pai o lutador olhou e deu risada voltando a atenção para o vídeo

– O casal margarina parece bem...bosta...puta merda eu tava lá olhando o vídeo da Poodle e porra ela concordou comigo brother tua namorada que você tá ai segurando a mão acabou de falar para todos os coitados que veem os vídeos dela que ela não te ama você é muito corno manso e ainda fala que eu sou o babaca? Tudo bem eu sou mas antes babaca que enroscar a cabeça na arena quando entro

Ele ficava seguindo o cursed com a cabeça a cada movimento fazia isso por alguns segundos

– Desculpa se dependesse dos meus rivais isso seria o vídeo todo mas o azar deles é que eu não paro de falar nunca ainda mais quando argumentos não faltam e olha que a lista de merdas deles é grande incluindo namorarem porque isso é a maior bosta que se pode fazer então vamos começar pelo menino Bruno o senhor irritadinho..isso porque eu não falei de como foi a noite com a namorada dele imagina se eu falo como o cabelo loiro dela ficou lindo misturado com o meu preto? Ou ou quando ela lambeu minha tatuagem? Hahahaha seria crueldade

O homem se arrumou na cadeira batendo os dedos no descanso de braço ele pensava um pouco

– Então ele falou sobre eu e a Dani não sermos convincentes...alguém aqui parou de olhar a lista de combates olhe seus combates sua carreira já é um argumento pra você ser expulso daqui mas eu posso ser ainda mais convincente e vou mostrar ao invés de falar

Começou a mostrar um compilado de todas as lutas de Bruno mostrando que ele ganhou apenas uma contra Dani ficava repetindo isso finalizando com o combate que ele perdeu para Havoc a câmera mostrava o rosto do lutador ele apenas encarava a lente com um sorriso enorme no rosto

– Se isso não te convence apenas os chifres que recebe podem fazer algo por você porque eu paro meu trabalho aqui e te surro na quarta...e cara na boa ninguém convive comigo não porque são tudo meio cuzão que nem você que não sabem lidar com a verdade da vida de merdas que eles tem e eu sou bem tipo os incomodados que se mudem sacas? Eu gosto de ter amigos mas um é corno o que é teu caso ai eu aponto isso e eles ficam putos igual a você outro é fracasso também igual a você e eu aponto to errado entende? Ou algum namora uma bonitona e fica se pagando de pegador igual a você..caralho cara você fala que eu tenho defeitos mas acho que tua lista tá maior que a minha..corno fracassado inútil âncora um completo perdedor sem argumentos porque desde que chegou não fez nada relevante além de ter uma mulher que cansou de estar sozinha e precisou de um cachorro eu chamo ela de Poodle mas o animal do relacionamento é você  

Falava isso dando de ombros e puxava o cursed mostrando pra câmera e depois jogava no colo ele ficava olhando os papeis na mesa

– Cadê meu Ed quando preciso dele?..ah..não espera vídeo errado

Ele fazia uma carinha de quem errou e levou a mão até a boca piscando os olhos e depois começou a rir

– Vocês dois se merecem os dois são uns lixos que já perderam pra mim o que duplica a incapacidade de ambos nessa combate Bruno você é um inútil mas o pior de todos os seus defeitos é a covardia é o medo não quer falar comigo ou ficar nessa discussão porque você vai perder igual perde tudo na sua vida de merda perde combates perde chance pelo título vai perder a namorada que não te ama é mais capaz dela amar a mim que a você...e vai perder no seu primeiro PPV esse vai ser meu segundo que eu vou fazer história saindo triunfante em cima de você assim como eu fico em cima da sua namorada quando ela se enche do seu papo melodramático e altruísta você entendia ela igual entendia os fãs da NWR quando cisma de abrir a boca se lutando já é um bosta falando você é uma diarreia

O homem passou a língua nos dentes pensativo até que apareceu o nome de Carrie na tela do vídeo e o homem fez um ar sério mas estava claramente brincando

– A mulher que concordou comigo aleluia alguém nessa merda concorda comigo em alguma coisa..só por isso quer sair pra jantar? A gente coloca na conta do Bruno ele faz a parte chata e a gente se diverte

Ele sorria com maldade estava “flertando” com a mulher mas acabava rindo batendo no cinturão ele jogava no ombro e mostrava

– É a coroa mais linda da Jobberdiviosn onde vocês nunca vão descer tanto pra chegar o que é bom pra mim..eu acho...mas então Carrie falou um pouco de mim no meio das ofensas que disparou para o seu namorado o culpando pela merda toda cá entre nós você que é uma mulher tão estudava e evoluída comparada com nós meros jobbers mais talentosos que você...como não viu que ia dar merda? Sério seu namorado te fodeu não no bom sentindo ele ferrou tua cara por culpa dele podia ter uma linda cicatriz e no quarta por culpa dele eu vou e a Dani vamos quebrar você inteirinha e mostrar quem manda nessa jobberdiviosn é eu e minha rainha babaca que não é você porque curte um cara meia boca

Ele estalou os dedos e começou a mostrar as derrotas de Carrie todas as vezes que ela perdeu o homem apenas encarava a tela não falava nada

– Já que todas as merdas da sua vida aconteceram por culpa dele acho justo mostrar que você já era ruim antes dele e agora com ele apenas piorou e claro aqui onde estamos a tendência é piorar mesmo não temos escolha mas você tá decaindo tanto que é capaz de me passar e eu achava isso uma coisa impossível mas parabéns perto do Bruninho Cagão você tá conseguindo se superar então merece minhas palmas continue assim e poderá disputar o cursed coisa que só gente lixo faz

Ele começou a bater palmas e sorrir como se isso fosse ótimo para Carrie ou ele tivesse a elogiado coisa do tipo

– Esquecendo um pouco meus adversários afinal eles fizeram isso comigo nada mais justo com eles...o Puff não me enche se eu sou o pateta você é a Minnie pelo menos eu dei porrada no Robert não fui sequestrado por ele e acha que vou fazer piada com seu nome?...com certeza eu vou escuta aqui Pokémon pra falar comigo vai ter voltar uma evolução beleza? Não falo com caras melhores que eu..eu bato neles não é Krauser?

Ele piscou pra câmera e ouviu baterem no vidro o homem mostrou o dedo do meio e continuou assim enquanto falava

– O cinto é legal cara a gente sai batendo em fracassados por pura diversão eu adoro você tem que conhecer o casal margarina da Jobberdiviosn o cara tá com uma mina que fala que não ama ele olha que lindo aqui está bem melhor que lá em cima do Olimpo da NWR de onde chutaram a bunda jobber do Krauser ai ele caiu aqui conosco no tártaro que o Fofão criou e jogou todos nós para sofrermos eternamente mas de vez em quando algumas almas tentam se rebelar ai acabam apanhando e voltando igual o Robert aquele que te sequestrou lembra? Então ele mesmo...o Robert que te sequestrou tentou subir e levou um pau pra você ver como é nossa vida esses merdas podem descer aqui mas a gente não pode subir...que lindo

A pessoa desistia de bater no vidro então o lutador parava de mostrar o dedo e se levantava pegando a câmera ele se espreguiçava e ia para perto da janela

– Bem aos meus rivais meus sinceros vão se foder e pra minha parceira pronta pra foder eles? Espero que sim porque eu quero muito detonar com eles...fui desgraçados

O homem sorriu e deu de ombros jogou a câmera da janela que ia filmando a queda até bater contra o chão e quebrar dando fim ao vídeo


Vídeo encerrado



♥ In the very depths of hell, do not demons love one another? ♥
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 63
Pontos : 70
Reputação : 9
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 30.05.17 5:26

Dessa vez Lady estava fazendo um trabalho pela empresa, passando por hospitais para visitar crianças que estavam doentes, ela cumprimentava todas que recebiam ela muito bem, para a luchadora aquele era um momento especial, ela recuperava as energias em momentos como esse, ajudando as crianças, conversando com elas, ele via que mais afastado tinha um menino com uma camisa antiga do Bé, antes mesmo de se tornar campeão, Lady se aproximou dele para conversar

- Olá Garoto como você está?

- Oi Lady, estou me recuperando de um câncer

- Vejo que você é um fã do Bé

- Sim, mas porque ele vem mudando tanto Lady?

- Na verdade essa é uma boa pergunta, alguns lutadores mais experientes,me falaram que isso é uma fase, eu sou muito nova no wrestling, nunca vi nada disso, e espero não passar por uma fase como a dele, mas ele é bem grandinho para saber as escolhas que está fazendo ninguém é obrigado a gostar de um lutador, seja de mim, do Bé ou inclusive das Bruxas, isso tudo é questão de com quem a pessoa se identifica, se você continua gostando de quem o Bé, torça por ele, se não torça para o lutador que mais se identifica

- Obrigado Lady, poderíamos tirar uma foto

- Mas é claro

A Luchadora tirou uma foto com o garoto, com ele segurando o Intercontinental Championship

- Quero ver você fora dessa cama com toda força

- Claro, com certeza lutarei contra a doença e a vencerei

Quando Lady saiu do hospital foi cercado por alguns jornalista que a cercaram, desde que ela tinha ganhado o titulo, tinha aumentado o número de entrevista, muitas inclusive para representar a empresa.

- O que se tratou dessa visita Lady?

- Foi uma visita para ajudar crianças que estão internada nesse hospital, se chama NWR Care e o Carter pediu para eu ser a primeira a participar desse programa, fico muito feliz que a empresa também faz esse tipo de coisa, e com certeza sempre que for convocada participarei, esse tipo de coisa me fortalece espiritualmente, ainda mais quando você enfrenta o tipo de adversário que eu enfrento, tenho que está bem mentalmente para o jogo dela, que sempre vai tentar me desestabilizar.

- Lady Narkissa fez uma ameaça clara em relação ao seus pais adotivos, o que você pode falar?

A luchadora fez uma cara seria

- Narkissa por favor, eu espero que você não mecha com ninguém da minha família, eu tenho esses país como minha única família, e sua irmã por algo parecido com o Robert, você faria a mesma coisa, mesmo vendo que sua irmã também passou por situação assim? Por sinal todo o meu apoio para a Bruxa contra esse canalha do Robert, que se acha um serial killer, mas na verdade é um babaca covarde, você viu o que ele fez, e inclusive filmado, mas parece que ele não está nem ai para isso, então espero Narkissa que você também não faça isso a luta é entre mim e você, somente nos duas, ninguém mais tem que se envolver nela.

- Ela soltou outras provocações também, dizendo que você não vai sobreviver a luta

- Na verdade não esperaria diferente da nossa luta, está sendo assim durante toda a rivalidade, ela como demônio acha que vai acabar comigo assim, mas já lhe disse que quem eu vou purificar o coração dela, nos com certeza sairemos diferente, ela insinuou que ninguém e completamente bom e concordo Narkissa, eu não sou perfeito, tenho os meus defeitos como qualquer ser humano, tenta sempre me policiar para ser uma pessoa melhor, mas ninguém e perfeito, e quanto aos apelidos você ta bem criativo em minha querida Succubus, primeiro foi Vagalume, depois anjinha e agora porquinha, dessa luta tenho certeza que saio com muitas denominações, mas o que vai valer é em cima do ringue e estou pronto para lhe enfrentar Narkissa e lembre que já lhe derrotei de forma justa uma vez, estamos empatados nesse placar.

- Também tivemos King dizendo que você não venceu ele, porque ele não sofreu pin e ainda lhe xingou

- Está virando modo também me xingar e engraçado que o King escolheu a estipulação e agora está reclamando aos quatro cantos, eu lutaria com ele em qualquer estipulação. mas ele que decidiu que fosse uma TLC, e qual o objetivo dessa estipulação? Tirar o cinturão lá de cima e foi o que eu fiz, então sim pode chorar quanto quiser Armstrong, você foi derrotado naquela luta, com certeza teremos a oportunidade de lutar de novo e estarei ansiosa para que isso aconteça, mas não tenta dizer que você não perdeu, que isso não aconteceu, você perdeu a luta na estipulação que você decidiu, então culpe a si próprio, não a mim.

Lady levantou o Intercontinental Championship mostrando para todas as câmeras e finalizando a entrevista
avatar
King

Mensagens : 72
Pontos : 82
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 50 - SOLITÁRIO NA JAULA

Mensagem por King em 30.05.17 18:00

VÍDEO POSTADO EM NWR.COM/KING

Aparece King sentado em um canto da parede de um quarto, lembrando muito uma cela de penitenciária. O irlandês está de cabeça baixa com uma toalha sobre sua cabeça, impedindo que se veja seu rosto. Ouvem-se sussurros por parte dele, mas não são audíveis e muito menos de fácil compreensão. Ao levantar a cabeça, nota-se uma máscara negra em seu rosto no formato de uma ovelha, ele se coloca de pé naquele cômodo sem nenhum móvel e começa a andar em círculos. A medida que anda, a câmera se afasta e revela ser uma pequena jaula e quando o cinegrafista está totalmente de fora, refletores se ascendem na direção da jaula e a porta de ferro se fecha:

- Olá meus súditos, como um animal me encontro neste momento. Dou vazão ao meu lado mais primitivo e sairei em breve a caça de uma nova vítima. Agora, basta o ser humano ganhar alguma coisa que se acha uma das maiores maravilhas do mundo, Lady coloque-se no seu lugar garota? Você não me derrotou, apenas chegou em uma escada primeiro do que eu e ponto final. Não tem moral para me desafiar novamente, porque sabe que a derrota é certa, então tenha suas atenções na Narkissa Gardea e sofra as consequências de seu amadorismo. Se fosse qualquer outra estipulação, precisaria de um exército para me fazer cócegas, então, dobre sua língua ao falar de mim e deixe intacto meu cinturão que irei busca-lo no Clash of Evolution.

- Apesar de que, eu posso infernizar outros campeões, o que acham meus súditos fieis? Por que vamos aos fatos atuais: Havoc, Daniela, Bruno e Carrie pelo Cursed, já fui campeão desta divisão e no momento não pretendo voltar para ela; Robert, Viollety e Devon Maverick na Impact Division, seria castigado pelos deuses se enfrentasse a bruxa, mas quem sabe; Narkissa versus falsa heroína pelo meu cinturão de Intercontinental Champion, manteria meu legado e de forma mais insana; ou simplesmente faria com que o atual NWR Champion tivesse dores de cabeça na Elimination Chambers e saindo como campeão, enfrentaria alguém....pelo visto, tenho mais opções do que imaginava, mas vou manter o mistério para entreter os fãs, não é verdade?


Armstrong se aproxima de uma das grades e a segura com a mão direita, enquanto balança a cabeça de um lado para o outro. Ele dá um tapa em sua testa com a outra mão, a cabeça para de se mexer e ele diz:

- Levo em consideração nas minhas palavras que a Bonequinha Russa vai humilhar a heroína e que meu cinturão terá algum valor novamente, mesmo não estando em meus braços. Que apareça alguém para bater de frente com Vio, fazendo com que a Impact Division tenha um novo rumo, seria este homem Maverick? Robert? O que afirmo categoricamente à vocês meus fãs é que irei lutar da forma mais agressiva, primitiva e sangrenta possível. Meu brinquedo coberto de estilhaços de vidros e pregos, será usado todas as vezes em que pisar na NWR para meu deleite e terror de todos que me insultaram, não vai ficar pedra sobre pedra.

- Carter, nobre gerente, o que é teu está muito bem guardado em meu ódio interno. Acha que serei domesticado por ti? Não mesmo! De agora em diante, King estará em seu momento mais insano e irresponsável dentro da NWR. Vê esta máscara que uso? Além de esconder minha ausência de beleza, será meu alegórico diante aos sentimentos que carregarei todas as vezes que pisar na NWR. Uma ovelha, um animal fofinho, pacato e que emite um som carismático, este era o velho Armstrong. O que meus adversários sentiram em seus frágeis corpos, será dor, nada além de dor...passar bem, NWR porque o rei está chegando para queimar os fracos.

O vídeo mostra King andando em círculos na pequena jaula e sentando-se em um dos cantos com as pernas cruzadas e olhando fixamente para um ponto, enquanto põe as duas mãos na cabeça e mexe lentamente o corpo para frente e para trás.

Fim do Vídeo.
avatar
VBB

Mensagens : 57
Pontos : 77
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/07/2014
Idade : 20

Re: Prome Aqui!

Mensagem por VBB em 30.05.17 18:45

*Uma filmagem em uma academia se inicia e nela uma música distante toca enquanto na tela é mostrado Krauser Daniels fazendo musculação em um aparelho pesado para as costas e peitoral. O loiro sorri ao ver a câmera e então soltando os pesos do aparelho Krauser se levanta suado e aparentemente cansado.*

Krauser Daniels: Olá todos os que me assistem no momento, sim isso inclui você, então, um olá para você.

Krauser Daniels: Pois bem, é bom encontrar você aqui hoje porque quarta feira tenho uma luta bem... Erh... Desafiadora talvez seja uma palavra a altura. E enquanto descanso de meu preparo de rotina podemos assistir juntos e conversar sobre vídeos que assisti ultimamente e que realmente mereceram minha atenção.


*Krauser pega uma toalha que esta sobre um dos aparelhos e enquanto enxuga o suor do rosto se senta em um longo banco de madeira. Ao se sentar Krauser retira um tablet de sua mochila que esta apoiada logo ao seu lado.*

Krauser Daniels: Vamos começar pelas damas que tal? Ela mesmo, King Armstrong!

Krauser Daniels: Sem muitas de longas vamos ao vídeo, pois tem muita coisa para falar.


*Krauser coloca fones de ouvido e então esfrega as mãos ansioso dando play ao vídeo.*

(Mostra-se a imagem de um quarto muito sujo, com azulejos brancos na parede, ouve-se o som de batidas em uma superfície rígida e seu piso está todo ensanguentado. A câmera gira 180 graus e surge a imagem de vários gados, sem pele, mortos e pendurados de cabeça para baixo. A câmera se movimenta e se aproxima de King Armstrong, vestindo uma roupa de abatedor e dando vários socos em um grande bovino morto. Aproximando-se do irlandês, percebe-se que seus punhos estão todos feridos e repletos de sangue, mas a velocidade dos golpes aumenta assustadoramente, até que King dá um berro. O silêncio emerge naquele momento e a câmera dá uma tremida, King está usando uma máscara negra em seu rosto o que não permite vermos sua reação facial, muito menos seus olhos.)

Krauser Daniels: Okay, o vídeo começa com King preparando um pequeno lanche. Claro que após descobrir que tava foda subir uma escada na sua última luta ele esta de dieta, vai comer apenas 4 bois e olha que  sem a pele para ficar mais light.

Krauser Daniels: E esta fazendo isso de máscara, finalmente ele notou que mostrar aquela cara dele logo no inicio afugenta a audiência.


(- Bastou dizer algumas palavras, para que as pessoas saíssem da hibernação?)

Krauser Daniels: E eis que descobrimos que a fera fala, e de novo esse papo hibernação. Na moral King, quem aqui que parece um urso? Não vou não citar nomes que já citei nessa frase, então só digo que não, não sou eu. Estou sim em uma fase mais lenta mas procuro me manter o mais presente possível, você que não deve ter percebido pois estava ocupado demais procurando seu cinturão.

(- Meus amados súditos, como vão? Eu estou treinando para meu retorno aos ringues da NWR, mas não será nesta semana, podem usar o dinheiro de vocês para outras finalidades. O que me impressiona neste período em que fiquei ausente, foram os apelidos que recebi de alguns retardos que nunca tiveram uma carreira em suas medíocres vidas, porém, se acham no direito de insultar um ser humano de sucesso.)

Krauser Daniels: Hmmm, retorno aos ringues? Tava hibernando? Te peguei nessa não é verdade? Acho engraçado como até estando mais acordado que eu apanha quase de forma igual,  quase igual, eu apanho melhor, eu sou o melhor, Ram.

Krauser Daniels: E olha aqui Armstrouxa, espero que eu esteja fora de sua lista de retardados que nunca tiveram carreira, pois pelo mais que seja duvidável que eu tenho uma é inegável que eu tive uma Ahaha, e por isso eu me vejo sim no direito de insultar um ser humano de sucesso... E um animal de sucesso nem se fala não é?


(- Ex ser humano! Graças a luchadora de uma figa, deixei de ser uma pessoa gentil para a NWR. Agora, meus caros desafetos, este que vos fala irá caça-los sem a menor piedade e misericórdia. Vão implorar para eu parar, mas não o farei. E aproveitando a oportunidade, agradeço pelos apelidos que ganhei, fora muito fofinho e delicado: falso rei, rei ridículo, hipopótamo, Armstrouxa e até sobre minha sanidade ouvi injúrias, isso dói sabiam? Dói muito e por isso estou em choque, mentira, estou cagando e andando para vocês!)

Krauser Daniels: Hmmm, fico feliz que curtiu os apelidos Armstrouxa, pensei que esses apelidos o irritariam mais você esta, como disse? Cagando e andando.

*Vídeo exclusivo da reação de King sobre seus apelidos:
https://youtu.be/Xk3AtpQpCxU
*

(Eu de agora em diante, vou me divertir da forma mais macabra e sádica possível. Não existem mais colegas de profissão, ou profissionais, existe apenas inimigos aos quais terei o prazer de eliminar da face desta terra, ou no mínimo, aleija-los.)

Krauser Daniels: Agora ele vai se divertir da forma mais sádica e macabra, pois é, tá prometendo bastante, vai assustar crianças? Vai jogar o +4 no uno? NÃO já sei! Vai ficar base xingando seu time no league of legends, não é isso? Olha King, todo mundo sabe que você é estupido o suficiente para atacar a todos como seus inimigos, como por exemplo uma frágil repórter, porem dividindo espaço com minha linda Violetty e sua rainha Narkissa terá de se esforçar muito para impressionar nas suas diversões "mais sádicas e macabras o possível", uhhh que medo.

*Krauser parece confuso.*

Krauser Daniels: Eu nem sei se a Naki é sua rainha, ex rainha, não sei ué tá tudo tão complicado, e olha que pararam de falar em russo, mesmo assim eu to boiando nessa parte.

(- Começando por aleijados, parabéns Lady! Conseguiu um título graças as regras que te beneficiaram...)

Krauser Daniels: Sim, ela conseguiu, é a heroína do povo.

(-...Como se sente heroína de merda?)

Krauser Daniels: Eita! Chamou o povo de merda. Que bom que não é a minha heroína.

(- Pode começar a engraxar o cinturão porque ele sairá de tuas mãos muito em breve, sua patética mascarada.)

Krauser Daniels: Ué, eu sempre que engraxo meus sapatos estou pretendo usa-los e não tira-los dos pés... King tá viajando, tipo, socar uns bois tudo bem, mas isso que ele disse fez sentido nenhum.

(- Aliás, vangloriar-se desta vitória sobre mim, mostra o nível do roster atual da NWR: fraco.)

Krauser Daniels: Claro, quem se vangloriaria de vencer o King? Tem de ser fraco mesmo, nem conta como feito, é mais normal se vangloriar por vencer Erick Morgan e Morrisse ou até Dante White, isso sim são puta vitórias intende Lady? Quando vencer caras assim pode se vangloriar que nem certas pessoas. Poxa se eu venço o King eu não me vanglorio, acho que eu peço desculpas pela ignorância e sinto um pouco de pena.

(- No dia que você fizer pinfall em mim, retiro todas minhas palavras, como isso nunca vai acontecer será eternamente fraca e hipócrita!)

Krauser Daniels: É, okay, ela tem que te fazer pinfall? Meu deus esse povo não entende... Uma luta é um jogo, e tem regras, a partir do momento que o objetivo é subir uma escada, SUBA A PORRA DA ESCADA!!! Parem de ficar de mimimi, uma vitória é uma vitória, ela te venceu King, e sim foi por subir uma escada, se acha que isso é mais fácil do que te derrotar então porque não subiu antes? Tava com medo da escada desmontar com você em cima? O dinheiro que foi para reforçar essas escadas você deveria ao menos considerar que o estilo de combate é mais que válido. Eu perdi dois títulos em ladder matchs, vê se alguma vez me viram ficar "Uhh tão dando cinto para quem sobe mais rápido em escada?" NÃO! Porque dizer isso seria idiota!! Se por exemplo em um jogo ganha aquele que fizer 10 pontos primeiro e o jogo esta no 9 a 9, quando um jogador faz 10 o outro não pode falar "se fosse 11 eu tinha virado, as regras te beneficiaram", não pode porque não existe um "se" existe os 10 pontos, um perdedor e um ganhador e nada de choro... Caralho.

*A parte aonde King fala sobre Narkissa passa e Krauser faz cara de confuso total.*

Krauser Daniels: Gente, não to entendendo nada aqui... Eu acho quando estiver no ringue com Lady vou pedir para ela explicar, afinal ela deve entender de novelas mexicanas... Se bem que... Lady é mexicana? Hey, eu acho que não... Como assim? Espera, daqui a pouco descubro que o King não é irlandês e que o Jason Hashira não é chinês, que que tá acontecendo aqui?

Krauser Daniels: Lady minha amiga, assistiu muito Mucha Lucha? De onde parte essa decisão? Enfim, enfim, eu não vou nem discutir, ela usa uma máscara, pode ser quem quiser.


(King pega a marreta e dá outros golpes até abrir um buraco naquele gado. O sangue escorre arrancando gargalhadas do irlandês. Este junta suas duas mãos abaixo do buraco, até que uma certa quantidade de sangue enchesse suas mãos. Ele pega as mãos e joga imediatamente em seu rosto, deixando-o banhado daquele sangue.)

Krauser Daniels: Hmmm, isso faz um bem danado para a cútis.

(- Krauser Daniels...)

*O loiro levanta os braços animado.*

Krauser Daniels: Eu!

(- ...Pode tocar o sino da morte, mas não em Tóquio e sim na NWR.)

*Krauser leva a mão a testa.*

Krauser Daniels: Caralho, quando sai do coma deixei o sino com ela.

(- Vejo tuas derrotas e elas não representam absolutamente nada para mim...)

Krauser Daniels: Minhas derrotas devem representar algo apenas a mim, e é o quanto preciso melhorar, qualquer coisa que elas representem aos outros são apenas pensamentos equivocados de pessoas que irão se surpreender daqui em diante.

(- ...se está insatisfeito, tire férias permanentes ou aguente as consequências de suas escolhas atuais, caro demônio mirim.)

*Krauser de repente parece emocionado e pausa o vídeo rápido antes de cobrir a cara enquanto parece estar soluçando de choro.*

Krauser Daniels: Caramba cara... Assim eu não aguento... Pera aí, deixa eu me recuperar...

*O homem claramente fingindo esfrega os olhos e então olha para a câmera.*

Krauser Daniels: Demônio mirim? Cara é a coisa mais legal que já falaram para mim aqui dentro, todo mundo me chama de fóssil, de velho e você me surpreende com essa? Poxa King, por isso a gente vive nessa de amor e ódio né? Me insulta mas antes manda um elogio desses, ai ai.

(- Bacana a forma como fala do Erick Morgan, achei muito inteligente de tua parte em insultar um ex campeão ao qual derrotei; que tal falar do Kevin e do Giverlock?)

Krauser Daniels: Ué, Kevin tinha um pão e Giverlock uma vassoura, eram fucking awessome. Vai me dizer que derrotou eles? Pois é King, você talvez não seja assim tão ruim.

(- Puta merda, tu estás muito fora de forma, dá pena te ver voltar dos mortos e fazer este papelão...)

*Krauser abre a boca para responder bem nervoso.*

(- ...porém, a vida é tua e não minha então as palavras entre eu e você não servem para nada...)

Krauser Daniels: Ah... Então é assim? Dá vergonha ver um cara que anda perdendo tudo, incluindo lutas e respeito querer falar de minha pessoa, mas essas palavras não valem de nada... Você é burro e não vai entender.

(- ...Boa sorte em sua atual estadia na NWR papagaio de fogo. E mesmo sem cinturão, meu reino não cai ele apenas se reinventa, passar bem.)

Krauser Daniels: Obrigado Hipopótamo hipotético, para você também.

Krauser Daniels: Se reinventa sim, igual monumentos se reinventam em escombros.


(- Não lutarei no próximo show, tempo para treinar mais e mais rumo a novas conquistas, talvez um novo cinturão...)

Krauser Daniels: Blá Blá Blá, bla bla bla...

*Krauser vai adiantando o vídeo ate o final.*

(- O Rei está aqui, agora sinta o seu medo...)

Krauser Daniels: Ah, pronto! Agora todo mundo já usou, so faltava o King mesmo. Tenho que cartografar "O demônio esta aqui" pessoal é cara de pau. E não entendi essa cançãozinha não, é para sentir o medo do Rei? Chega de vídeo de King.

*Krauser dá risada e depois procura algo em seu tablet sorrindo, olha para a câmera e diz.*

Krauser Daniels: King Armstrouxa, estou curioso para ver oque será esse seu novo "reinado", bem, aguardarei mesmo para ver, e se tem tanta coragem e ambição porque você não aceitou o desfio de Violetty? Já que os dois não lutariam no show que vem e eles queria um adversário me parecia bem plausível, enfim, deve ser medo.

Krauser Daniels: Outro figura que falou de mim em um vídeo foi meu nêmeses Felipe Bé Ribeiro, ahahahaha eu fico imaginando quando ele viu que respondi King a forma como ele deve ter corrido para me xingar, eu vou te dar mais atenção caro Bé, eu já terminei minha "hibernação".


*Krauser coloca o vídeo de Felipe a passar no tablet e o comenta.*
(Não usei de trechos de promos de Felipe como a de King pois o fundo que ele usa dificulta um pouco a leitura de suas promos em celulares e copiar e colar trechos fica mais complicado ainda. Enfim farei da melhor forma que eu consigo.)

Krauser Daniels: Vejo que Devon o esta ignorando ou algo do tipo, e este? Hibernando também? Até onde sei ele só venceu a uma luta desde que entrou aqui. Nessa hora percebo que esperam realmente bastante de mim, afinal, tem gente que esta pior e não fica na berlinda que nem eu, isso é bom e ruim eu acho.

Krauser Daniels: E como tem coragem de usar "não se preocupem" e "10 vídeos de Bé em um só dia" na mesma frase? Eu já até devido aonde vou amarrar a corda para me enforcar, porque esse não se preocupem, não funcionou.

Krauser Daniels: Beleza não é quesito de vitória, Jeff Rhonnigan e Morrisse foram alguns dos bons fracassos e ambos eram modelos, olha só, concordamos em algo, mas, dizer que mais nenhum de seus adversários aqui é bom? Hmm, que precipitado, eu sei que eu falar que soumais que bom agora seria um tanto quanto duvidável não é? Porem o tempo mostrará Felipe, mostrará quem é seu real adversário.


*Krauser assiste ao vídeo ate que ao ouvir falar do EC abre um sorriso e fala animado.*

Krauser Daniels: Eu?! No EC?!?! Mas seria uma honra! Depois de me colocarem contra Roberts e Havocs a gente fica meio sem esperanças, porem eu fui Bockadoo para enfrentar a nova intercontinental Champion e Hey, isso pode ser minha grande chance não é verdade?

Krauser Daniels: E você mesmo fala de minha luta com lady, ou melhor, fez questão de me xingar.


*Krauser adianta um pouco o vídeo e então tá play.*

Krauser Daniels: Aqui está.

Krauser Daniels: Bé, chamar esse meu momento de maré de azar é bondade, chamar de longa e dolorosa maré de azar é amenizar a verdade e o certo seria dizer que estou momentaneamente na merda.

Krauser Daniels: A criatura recém revivida anda sim perdendo combates, porém alguns de vocês ainda não entenderam que isso seria passado. E será sim diferente após a chamber e no evento máximo conhecido como seu fim, vai ser lindo.

Krauser Daniels: Acordar bem disposto para ter uma boa prestação, okay, consigo fazer isso, nada de lutar como um tubérculo portador de doença auto imune. Ganhar vergonha na cara eu irei sim, mas não tenho ganho nem combates! Uma coisa fe cada vez por favor?!

Krauser Daniels: E Fênix falsificada é esculacho, nem sou eu que faço de mexicano e sou americano, oque tenho de falso?


(Felipe Bé Ribeiro: ... Acho que tudo o que fez foi virar um Zombie. Vão por mim.)

Krauser Daniels: Shiu, calati boca aí herói do lixão, é segredo.

Krauser Daniels: Bem, basicamente é isso que tem a dizer de mim? Bem, sua confiança é admirável Bé,  porém sabe, ela já esta dando nos nervos, além de ser chato te ver como uma criança a dizer que vai ganhar todos me dá certa angustia imaginando você levando una coça nos dois próximos PPVs.

Krauser Daniels: Entenda uma coisa, pode não existir um campeão mundial melhor que você, o ultimo que tivemos puta que pariu, foi triste. Mas já existiu um melhor, um bem mehor. Então não fique triste quando o demônio da NWR te deixar esfarrapado e sem cinto.

Krauser Daniels: Confundi confiança com fé, porem nenhuma confiança vai impedir teu adversário de te colocar de cara no chão, e se esse adversário for eu, então esqueça, pois nada vai me impedir de fazer isso.

Krauser Daniels: Pode se sair bem no EC, porém eu estou preparado para nosso Main Event e ao contrário do que dizem ninguém vai me tirar o direito de te enfrentar e nem minha vontade de te vencer.

Krauser Daniels: Será esmagado feito uma cigarra, faz muito barulho porém o único que será ouvido naquele ringue será o de sua casca rachando, você não é e nem será nada mais que um daqueles chicletes cheios de pelo que grudam de baixo de meus sapatos e raspo na quina da calçada. Eu não tenho medo de você Felipe, não tenho medo de uma porra de um inhame aidético.

Krauser Daniels: E para provar que isso tudo é verdade eu enfrentarei e vencerei Lady no próximo For Victory.


*Krauser deixa seu tablet no banco e se levanta andando pela academia.*

Krauser Daniels: Lady, La Luchadora que no hablas espanol, você é um caso curioso, sempre toda animada e saltitante, vive alegre e falante, eu acho que começo a entender que heroína e essa que você tanto fuma, quer dizer, você tanto fala.

*Krauser se senta em pega um halteres começando a treinar os braços.*

Krauser Daniels: Já reparou, Heroína é uma droga, tipo, você é uma droga, é a alcunha perfeita para você, Lady a maior droga que a NWR tem.

Krauser Daniels: Sua ascensão é admirável, porém eu serei o limite de todos vocês aqui então Lady, você vai ser meu exemplo, eu não perco para todos que tem cinto.

Krauser Daniels: Sua máscara é seu orgulho, porem será usada para cobrir sua vergonha, não se agite, aceite seu destino e o fogo queimará mais rápido. Eu vou te dar um fim rápido Luchadora, aquele que te devo desde nosso último confronto.

Krauser Daniels: Lutadores da NWR, escutem suas vozes, elas estão desesperadas. Elas sabem oque esta por vir, enquanto vocês não se importam elas ouvem oque o demônio trama e se vocês so derem atenção quando elas estiverem GRITANDO, saibam que já será tarde, pois o demônio estará aí e você conhecera o seu limite e o seu fim!!


*Fim de transmissão.*



Like the Phoenix I rise
From the ashes of life
I don't need fortune or fame
Just some peace of mind

avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 30.05.17 20:03

Vídeo postado no site Oficial da NWR


A gravação começa mostrando um par de sapatos de altos caminhando em um lugar cimentado, pelo estado do lugar parecia abandonado. A imagem vai subindo e vai mostrando o corpo da Russa, até parar na área de seu quadril mostrando ela que carrega dois galões com gasolina dentro, um em cada mão, a imagem sobe para suas costas, mostrando que ela estava com o cabelo preso em um rabo de cavalo, a imagem está em câmera lenta enquanto abre o quadro ela está andando em algo que talvez fosse uma escola abandonada ou algo desse tipo, tinham papeis por todos os lados e alguns brinquedos os quais ela chutava para sair de seu caminho, ela entrou em uma sala e é quando a imagem sofre um corte e quando volta ela está em pé em um pátio.

- Bem vindos ao berço do heroísmo!

Ela abriu os braços e girou até bater o salto no chão para parar, depois virou a cabeça para o lado sorrindo.

- Aonde heróis nascem, ou como nas histórias de muitos, são largados aqui....Interessante não? Em minhas pesquisas eu consegui achar muitas coisas sobre nossa heroína favorita, pequena Lady ou quem sabe seu nome verdadeiro?

Quando ela ia falar, a mulher colocou o dedo indicador sobre os lábios em sinal de silêncio em seguida fez uma cara chocada, como se aquilo fosse um segredo que ninguém mais pudesse saber, apenas as duas.

- Sabe Lady, heróis tendem a esconder suas identidades secretas dos seus vilões, e você não fez isso da forma certa. Será que eu deveria mostrar para todos quem você realmente é? Ou apenas deixar isso um segredinho nosso? Que tentador.

Enquanto falava a mulher colocou uma das mãos sobre a cintura, e a outra sobre o queixo fazendo uma cara pensativa, antes de dar risada. Narkissa começou a andar por aquele pátio e ele parecia estar molhado com algo.

- Apesar de adorar uma brincadeirinha estou cansada de ser uma vilã e ter uma heroína tão....Patética para me deter, a parte boa de ser a vilã é que meu passado não pode ser usado como arma contra mim, o seu pode.

Ela continuou a caminhar até pegar um papel que estava ensopado no chão e o olhar, claro que ele se desfez quando a mulher o retirou do chão, Lady com certeza reconheceria aquele lugar, e era isso que ela queria.

- Você mexeu com o Demônio errado Lady, desde que chegou você vem sido um incomodo constante em minha vida, vem falando demais e querendo fazer as pessoas engolirem essa besteira de heróis, e com isso você cutucou a Bruxa errada e agora eu entrei em seu passado docinho, e vou destruí-lo.

Em uma outra cena a mulher está apoiada em um parapeito de um lugar, o nome do lugar está escrito, e era um orfanato, ela sorriu de forma maldosa olhando para a câmera como se estivesse olhando para Lady.

- Reconhece esse lugar? Claro que sim, afinal foi aqui aonde todos os sonhos de heroína nasceram! Ou melhor foram despejados pois foi largada pelos pais...

Ela fez uma cara triste e passou um dedo sobre a bochecha como se fosse uma lagrima.

- Abandonada, jogada, deixada, como um lixo que ninguém quis, ai para esconder a vergonha de ter sido um fracasso a vida toda, ela resolveu por uma máscara e se tornar uma heroína barata, para dar esperanças as criancinhas, muito tocante por sinal hahahaha Ridícula.

Depois de fingir rir ela ficou seria olhando para a câmera e virou as costas, olhou para o pátio ali em baixo e mordeu o lábio inferior.

- Não consegue nem me encarar sem precisar de uma máscara, não merece nada, merece voltar para o lixo de onde nunca deveria ter saído, e eu vou te por lá novamente, quer dizer Ela.

Depois de terminar de falar a câmera chia e uma imagem da Russa com roupas todas pretas e um pé de cabra nas mãos, ela estava toda suja com sangue, era a noite e algo bem grande pegava fogo atrás dela, parecia ser uma casa ou um pequeno prédio, a imagem ficava na tela por poucos milésimos antes de voltar ao normal.

- Querendo apelar para minha bondade? Eu te falei para não comprar briga comigo, eu busco a escuridão Lady, eu busco a sujeira e você...Me irritou, e quando me irritam coisas acontecem, além de tirar esse titulo de você eu vou te destruir por completo. De novo você querendo usar minha irmã de arma contra mim, isso não vai funcionar, e eu gosto do Robert então pra mim o que ele faz é divertido.

Ela deu de ombros e continuou a falar.

- Entre mim e você? Não, você envolveu minha irmãzinha lembra? Agora irei te dar o troco. Vamos ao limite Lady, eu quero ver o quanto a Anjinha ai consegue suportar, consegue manter a pose de boazinha, e eu vou descobrir, eu vou procurar em cada fresta em cada pedacinho do seu passado para poder te ferir, pode tentar procurar o meu, eu não ligo.

Narkissa foi caminhando calmamente até uma sala aonde tinham quatro pessoas cobertas por um lenço branco, ela olhou animada para a câmera e foi na direção das pessoas e puxou o lençol, eram dois homens e duas mulheres, os quatro estavam com a máscara de Lady e amordaçados.

- Presentinho para você queridinha.

A Russa foi até um canto da sala e pegou um galão vermelho e jogou um liquido nas pessoas ali, que começaram a querer gritar e a se mexer mas estavam amarrados nas cadeiras, Narkissa os olhou e sorriu.

- Você não levou meu aviso a serio? Agora olha quem temos aqui, a família...

Ela novamente levou a mão a boca a tapando e depois sorriu.

- Eu disse que destruiria sua vida, e vejam só! Eu disse que não estava ameaçando e sim prometendo, você não quis me escutar, achou que era blefe? Deixa eu te contar uma coisinha sua heroína idiota.

Narkissa se aproximou da câmera, claro ela começou a chiar e a imagem a tremer, ela aparecia com um sorriso demoníaco dentre as imagens, parecia um monstro ou algo pior que isso.

- Eu não blefo, eu não ameaço, eu não minto. Tudo o que sai da minha boca é a verdade, porque os Deuses me mostram a verdade, em meus pesadelos as coisas se relevam para mim, e você garotinha assustada caiu em uma coisa da qual perdeu o controle. Me purificar? Nem o próprio Deus pode me purificar, pois eu tenho a alma prometida a outra coisa, uma simples luzinha nunca conseguiria purificar o poço de piche que tenho no lugar do coração, e você vai perceber isso.

A mulher se afastou da câmera e olhou para as pessoas amarradas, ela fez um olhar meigo e depois caiu no riso. Ela estava bem seria do que faria, e queria que Lady soubesse disso. Ela pegou uma caixa e tirou vários papeis.  

- Esses aqui falam quem são seus pais biológicos, que para ser sincera eles estão ali, junto da família que você diz ser a única coisa que tem. E agora estão em minhas garras, sabe Lady....Que tal você se transformar no clichê? Até porque você é um clichê ambulante.

Ela mexia em um isqueiro o ligando e desligando, enquanto olhava para o fogo hipnotizada por ele, e depois apagava novamente. A mulher se encostou na parede enquanto as pessoas nas cadeiras pareceram bastante agitadas.

- Heróis clichês.....São sempre órfãos.

Ela aproximou o isqueiro do chão com a chama acesa e as pessoas na cadeira começaram a gritar e se remexer, estavam quase implorando pela vida. Mas mesmo assim ela nem deu ouvidos e encostou a chama do chão que rapidamente acendeu seguindo um rastro feito com gasolina para os corpos ali sentados.

- Morrer queimado deve ser bem doloroso, digo isso pois como uma Bruxa devo temer e evitar brincar com ele, mas brincar com fogo sempre foi brincadeira favorita.

Haviam gritos, gritos de dor desesperados, enquanto a mulher olhava os corpos queimando com um sorriso nos lábios vermelhos sangue, logo eles pararam de se mexer, ela deu as costas e os largou queimando ali, a fumaça era grande, como se tivesse queimado plástico, podiam ser um dos manequins da Russa, ou podiam ser mesmos os pais de Lady, ela não saberia. Ela saiu da sala sorrindo.

- King, agradeço o elogio, me chamar de Puta é bastante criativo da sua parte. Mas e essa sua bipolaridade já foi se tratar? Conheço um ótimo médico, ou me quer perto ou me quer longe? Amante ou Rival? Não posso ser os dois. Você caiu na loucura, bem vindo a ela, agora volte para o seu sofá e deixe os lutadores de verdade trabalharem, falar da minha carreira é engraçado, dito que seu único combate descente na NWR foi comigo.

Ela olhou confusa para a câmera e depois foi olhar suas unhas.

- E segundo você, foi um dos melhores. Você não teve competência para ganhar dela antes, não vai ter agora. Depois me chama de boneca, esse cinturão não é mais seu, ele será meu, e caso queira me tirar o posto de sua Rainha e vir pega-lo, vou adorar lutar com você e te derrubar dessa vez. Só entenda uma coisa, não me importa quem ponha no meu lugar....Eu serei sua única Rainha.

Narkissa disse aquilo olhando para a câmera, queria dar a ele um recado, torcia para que o homem entendesse que, quem vende a alma não pode a pegar de volta depois sorriu de forma cínica para a câmera, o sol estava se pondo a mulher olhava para cima vendo o céu alaranjado.

- Mas não pretendo me aprofundar nisso agora, pois meu alvo é minha vaga-lume favorita, depois cuido de você Rei Imortal, até lá guarde você sua língua para falar de mim.

Ela voltou a caminhar por dentre o lugar abandonado passando a mão pelas paredes sujas do lugar, enquanto sorria, estava bem feliz naquele vídeo. Olhando nos quartos, haviam apenas sujeira, poeira e alguns insetos no lugar.

- Eu vou destruir seu passado, e na Cela.......Vou acabar com seu futuro Lady.

Narkissa parou em frente ao lugar e deu uma última olhada, pegou um cigarro e o ascendeu com o isqueiro, tragou um pouco e depois soltou a fumaça para cima a fazendo sumir no vento, a marca do batom da Russa estava no filtro do cigarro.

- Fumar faz mal a saúde.

Ela posicionou o cigarro entre o polegar e o dedo do meio, com um sorriso nos lábios ela empurrou o cigarro como em um peteleco para uma parte especifica e quando o objeto caiu na grama baixa um enorme rastro de fogo surgiu, e foi seguindo para o orfanato quando chegou nele não demorou para aquilo virar uma enorme fogueira, o lugar inteiro estava queimando manchando o começo da noite da preto com sua densa fumaça, a Lua já estava ali no céu, porém foi escondida pelo fogo crescente, algumas coisas explodiam enquanto a mulher observava seu trabalho, logo Narkissa sai da visão da câmera que grava por mais alguns segundos.


Gravação encerrada.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
OrionStar

Mensagens : 60
Pontos : 80
Reputação : 10
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 30.05.17 22:25

Heavy

Madrugada de segunda para terça

Eu não conseguia dormir. Fazia esforço, mas nada. Minha mente começava a mandar imagens nada agradáveis. Me via triste, acabado, derrotado, talvez tentando me indicar um dos possíveis cenários de domingo, na Elimiation Chamber. Eis que eu me assusto e me levanto. Abro os olhos com um semblante de desespero, minha respiração está ofegante. Levanto da minha cama, calço meu chinelo e vou até o banheiro. Me apoio na pia todo cabisbaixo. Começo a assoar meu nariz, abro a torneira e jogo água no rosto, esfrego meu rosto tentando acordar. Ainda com a cabeça baixa, uma lágrima surge e escorre do meu olho direito. Olho para o espelho e passo a mão mais uma vez pelo meu rosto, mas as lágrimas foram inevitáveis. Eu nunca pensei que chegaria a esse ponto. Na verdade, não foi a primeira vez. Chorei porque parecia que eu estava destinado a fracassar. Chorei mesmo sabendo que existe a possibilidade de ganhar, mas a tortura que a minha mente vive nos últimos dois anos me faz desacreditar. Talvez seja apenas a ansiedade falando na forma de lágrimas, porém é quase improvável que a moça esteja querendo falar algo. Olhei no espelho, meus olhos vermelhos, as lágrimas correndo pela minha barba, ergui a cabeça e tapei os olhos com minhas mãos. Aquilo doía, doía demais. Não levei nenhum golpe físico. Entretanto, o meu psicológico saiu perdendo.
Eu estava em casa, acho que era em torno da uma da manhã. Zoey estava dormindo. Coitada, não era para estar tão envolvida nisso. Ela não sabia daquilo. Estranhou o fato de alguém estar chorando no banheiro em plena madrugada. Pude ouvir os passos da jovem morena de cabelo castanho pelo carpete da casa. Passos levemente apressados, como se algo estivesse acontecendo. E de fato estava. Zoey bateu na porta. Pensou em dizer algo mas hesitou. Apoioado na porta, ainda com algumas lágrimas escorrendo pelo meu rosto. eu abri-la. A moça então vê a cena e diz:

- Devon, o que houve? Você tá bem?

Zoey coloca sua mão em meu rosto, logo nota às lágrimas. Eu levanto o rosto e vejo ela. Eu logo dou um abraço em Zoey. É pesado demais o que estava sentindo, é uma dor forte. Um homem de vinte e oito anos sofrendo por crises. A desconfiança de si próprio é um dos maiores adversários que alguém pode ter. Ele bate mais forte do que aquele na sua frente. E se minha vida parece um ringue e eu estiver lutando contra eu mesmo, sinto que estou perdendo. E feio. Ainda abraçado com Zoey, eu digo:

- Sinto que... não consigo. Não dá, não vou vencer.

- Como assim? O quê você não vai vencer?

- A Chamber, sinto que vou perder.

Zoey então se afastou e sentou na minha cama. Joguei mais um pouco de água no rosto e me enxuguei na toalha. Fui até a geladeira, peguei uma garrafa de água e me servi. Então eu bebi e me sentei na cama. Zoey perguntou:

- Me conta o que houve.

- A luta no PPV. Sinto que não vou conseguir.

- Mas por que não vai?

- Eu não sei. Minha mente está uma tormenta.

- Pense direito. Me diga: O que houve que você não vai vencer no domingo?

Eu tomei fôlego, bebi mais um pouco de água.

- Acho que independente do que eu fiz ou que estou fazendo não vai me ajudar. Vou acabar saindo luta derrotado.

Zoey colocou a mão em meu ombro esquerdo e disse.

- Mas você não concorda que é uma preocupação com algo que ainda não aconteceu?

- Sim, mas...

- Então veja. Você está se preocupando com algo que ainda não aconteceu! Espere chegar o domingo.

- Pra eu perder?

- Para Devon, você sabe muito bem que eu coloco fé em você. Desde que você voltou eu estou com você.

- Não sei, parece que eu devo ter feito a decisão errada. Isso passa pela minha mente agora.

- Preste atenção: Lembra de quando disse ainda nos tempos de E-Fed que queria "estar entre os grandes" ou quando você disse que um dia você seria grande?

- Me lembro. - Disse.

- Veja você agora. Você se tornou grande mesmo sem o título. Quantas vezes o mundo falou bem de você? Inúmeras! E ainda mais aqui! Muita gente estava com saudade de você. Precisavam de alguém como você na NWR porque sabe que alguém do status não tem.

Fiquei impressionado com as palavras que ela disse. Fiquei sem reações. Naquele ponto as lágrimas pararam. Terminei de beber água e respirei fundo.

- Você tem razão.

- Aliás, a Chamber se aproxima e você precisa estar preparado.

- Mas estou preparado.

- Fisico sim, mas e a sua cabeça Devon? Você está realemente pronto?

Fiquei em silêncio, não sabia responder. Talvez o meu preparo foi tão intenso que deixei de preparar minha mente. Aos poucos, parece que eu estava me levantando. Enquanto o outro eu apenas assistia.

Esse problema de crises começou a me afetar logo após o fim da New Dawn. Eu estava a beira de uma luta que defiiniria o #1 Contender pelo título principal. Foi anunciado junto à Matt Sky, Valugi e Crazy Dragon. Contudo, a federação fechou dois dias depois. Foi um abalo, foi sofrido. Aquela sensação de estar com as mãos em algo de suma importância, que vai te realizar. É bom ter esse tipo de sentimento, mas quando a expectativa se torna falsa esperança, a angústia toma o seu lugar e te atormenta por um bom tempo. Minha viagem para terras lusitanas teve tal propósito.

Zoey então me disse:

- É agora a hora em que você se precisa confiar em você mesmo, se assim você deseja atingir seu objetivo. Pois caso o contrário, nunca vai ser o que você de fato quis.

Então eu abracei ela mais uma vez. Conhecia ela nos tempos de faculdade, em Ole Miss. Ela sabia o que dizia e sempre me amparava em momentos como esse. Então Zoey deixou o quarto e voltei a dormir com mais calma.

Já na tarde de terça-feira, eu já me encontrava em Nova Iorque, no centro de treinamento. Haveria uma luta na quarta-feira contra o campeão Filipe Ribeiro. Junto dele estaria Violetty. Aquela garota me incomodava um pouco. Estava treinando normalmente quando encontrei Filipe indo treinar. Eu parei de treinar e me dirigi à ele.

- Está muito confiante para quarta-feira, sr. campeão.

- Sim estou. Uma vitória é importante e sempre bem vinda

- Não tenha tanta certeza disso.

- Já disse para você Devon, se quer provar algo para mim, então prove.

- Na Chamber eu farei.

- Só não se deixe levar pelo tempo. Ou você irá me enfrentar na jaula completamente perdido.

- Não é a primeira vez que eu entrarei lá, campeão. Já passei pelo experimento antes. Mas ainda sim, tenho uma oportunidade de vencer você amanhã.

- Espero ao menos um bom combate.

- Como se eu não fosse dedicado o suficiente para dar uma boa luta ao público. Ainda não me enfrentou para afirmar tal coisa.

- Sim, é verdade.

- Além do mais, sua ideia de herói é hipocrisia. Se aliando às Gardeas, Filipe?

- Não se intrometa onde não lhe é chamado.

Encarei Filipe por alguns segundos. Bem que fora dito que a essa altura do campeonato as coisas iriam agitar.

- Apenas não esteja tão convencido que irá me vencer, campeão. Você sabe o que acontece quem fala demais. Nós dois sabemos disso.

Então eu saio da frente de Filipe e vou seguindo com o meu treino.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.07.17 9:44