Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 188
Pontos : 544
Reputação : 330
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 04.06.17 21:07

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo tem inicio em uma espécie de quarto o lugar era escuro a câmera parecia caída no chão filmando um rato que passava as paredes estavam cercadas por cruzes de madeira baratas subiam na câmera enquanto barulho de algo sendo arranhado matava o silêncio logo a bruxa é vista ela vinha engatinhando para a câmera caída no chão os cabelos da mulher raspavam e impediam de ver nitidamente o rosto dela naquele chão sujo ela vinha para perto da câmera e apenas sorria a mulher parecia rosnar arranhando o chão as fardas entravam nos dedos dela que estavam manchados de sangue quando a bruxa abaixou aproximando somente o rosto das lentes a imagem começou a chiar e duplicar

– Hereges queimaram

A voz dela estava diferente ela dizia com raiva mais saiu quase como um sussurro o hálito quente da bruxa embaçava a imagem ela começou a rir baixo até a imagem apagar com completo durante alguns minutos para voltar quando se normalizava a câmera estava filmando o quarto todo e sentada no centro estava a bruxa raspando símbolos no chão enquanto balançava o corpo para frente e para trás resmungando coisas

– Reizinho tão poderoso tinha o mundo mas o deixou queimar impedido por uma...escada...hereges todos hereges eu não sigo dogmas cristões ou...sigo? hahahahaha eu sigo os dogmas cristões mas prefiro o outro lado a bruxa acredita no que a bruxa vê e você ó meu rei? Quer brincar com a bruxa? Porque ela quer brincar com você nós queremos brincar

Ao falar o “nós” a imagem triplicou e ficou toda distorcida parecia ter mais pessoas ali mas elas estavam escondidas nas sombras apenas esperando a bruxa continuava a raspar o chão ela não olhava para a câmera parecia concentrada demais fazendo símbolos pagãos no chão  

– Vocês são descrentes dos meus deuses então são hereges e a bruxa vai queimar um por um blasfêmia não será tolerada nós somos a força maior nós somos a destruição de vocês e nós gostamos de suas convicções a loucura Gardea nossa maldição que contamina a mente vocês são dinamites e nós o pavio todos caem nas sombras para buscar força quando a luz acaba vocês não querem continuar nela se jogam de cabeça na nosso poder na nossa fé então terei que os ensinar o que aconteça quando caem em águas negras apenas buscando se reinventar a escuridão não reinventa ninguém ela te consome e te transforma no que ela quiser no que eles quiserem vocês são meros peões das vontades de meus deuses e eu sou a porta voz deles

Uma cruz caia no chão fazendo a bruxa parar de rabiscar o chão ela ia engatinhando até a cruz e a segurava caindo com o corpo no chão a mulher lentamente se levantava ficando um pouco torta em pé e tenho uns tiques na cabeça a mexendo para os lados

– Meu bode sabe do que eu sou capaz o rei e o inquisidor parecem com medo não querem que eu ajude o meu guerreiro? Isso incomoda vocês? Agora entendo como perdeu um rei com medo não é nada mas não estou aqui para falar sobre combates que teve poucas foram as vezes que me viram em busca de outro título porque ele não me interessa mas o combate me interessa a destruição me interessa ver vocês caírem um a um perdidos na própria loucura buscando uma razão para estarem lá eu tenho uma...acabar...com...vocês

Ela falava pausadamente com a voz baixa a mulher colocou a cruz na parede mas de ponta cabeça ela ia arranhando a parede cheia de mofo e toda destruída a bruxa começou a gargalhar

– Eu estou disposta a lutar contra meu bode os deuses querem isso vamos lutar e eu não o controlo eu mostrei o caminho para ele todos criticam escolhas mas fazem as mesmas quando caiu em desgraça poderoso rei buscou as trevas buscou a loucura e caos como pode falar que eu controlo meu bode? Então sua mente já foi consumida pela súcubos? Ou agora está buscando algo mais....sombrio?

A mulher juntou o corpo no parede e se inclinou para trás insinuando algo  ela sorriu para a câmera escorrendo o corpo pela parede até cair com os joelhos no chão

– Todos caem todos sentem a pressão da coroa mas sabe grande rei a cabeça que carrega a coroa sempre pesa mais você cedeu a pressão ou apenas quer brincar comigo na casa de doces?

Ela gargalhou novamente fazendo a gargalhada ecoar pelo cômodo a bruxa caia no chão rolando o corpo ela passava as unhas pelos braços e continuava rindo ela passava a mão pela madeira podre as cruzes começavam a cair uma a uma de forma lenta

– Vocês querem inventar uma desculpa caso percam pra ele eu estando lá serei uma nova inimiga não tem como ignorar agora vão ter que lutar comigo ou a bruxa irá terminar de os consumir a chance de ser a maior de todas bem na minha frente acham mesmo que irei recuar? Vocês não me assustam as coisas que vejo o futuro tenebroso de vocês é que deviam os assustar deviam parar de se focar em mim podendo ajudar o bode e se focar em acabar com ele ou estão admitindo que não podem vencer os dois? Serei sacrificada serei testada e no final poderei fazer história naquela cela todos serem testados incluindo o bode meu amado bode sabe que eu dentro de um ringue não tenho piedade e se ele quiser me derrubar vai ter que bater pra valer porque eu irei com tudo não tenham medo crianças a mãe das bruxas ora por vocês ela vai cuidar de vocês e prometo machucar muito quando arrancar suas almas e fazer o sacrifício

Ela ia inclinando a cabeça para o lado olhando o teto havia ficado apenas uma cruz na parede a mulher esticava a mão na direção dela mesmo estando bem longe parecia que ela queria pegar ela ia se levantando e caminhava em direção a cruz passando a mão no objeto

– Sempre sobra um alguém que não cai um soldado que tenta combater mesmo quando as chances são mínimas e o terreno é...inapropriado...esqueçam tudo o que sabem sobre a loucura eu irei elevar isso a outro patamar vou os forçar massacrar a mente trazer a dor os fazerem implorar para sair enquanto a minha doença os consome trazendo a loucura que sobrecarrega suas mentes agitadas todos carneirinhos indo ao abate a bruxa está sedenta por sangue....EU QUERO A DESTRUIÇÃO!

A mulher bateu a cabeça na parede sete vezes fazendo a cruz balançar a cada batida a imagem chiava quando deu a sétima batida a imagem apagava ficando tudo escuro voltando após alguns barulhos e chiados como vozes e rosnados a imagem voltava lentamente mostrando a bruxa com as roupas rasgadas ela segurava a clave com tanta força que machucava as mãos ela estava rosnando e falando coisas em uma língua estranha estava de frente para a câmera em pé ela começou a rir passando a mão pelo rosto indo até os cabelos passava a mão usando as unhas se arranhando depois descia até os lábios machucando o rosto

– Eu vou acabar com TODOS VOCÊS! A bruxa está a solta e dentro daquela cela não vai ter ninguém para os proteger de mim parem de falar do que eu posso ou não fazer com o bode e se focam no que farei com vocês porque vai doer suas almas são minhas cabeças corrompidas pelos deuses mentes fracas são inúteis pra mim mas perfeitos para os meus deuses inimigos são isso aos meus olhar apenas inimigos estão entre mim e o caos completo quando caírem derrotados qual vai ser a desculpa? Fracos fracos FRACOS! TODOS FRACOS E INUTEIS são carniças jogados ao sol e o cheiro da carne podre está me incomodando são apenas petiscos a bruxa vai caçar vocês na floresta queimarei seu reino heresia não será tolerada..CAIAM TODOS PERANTE A GRANDE BRUXA! Sintam o medo consumir vocês a dor a raiva me destruam me quebrem me façam sofrer EU QUERO MAIS ÓDIO! Só vejo menininhos chorando porque se perderam da mamãe cadê os homens que se proclamam ser? Isso é frustrante vocês são como formigas apenas seguindo ordens e eu sou a parte podre de suas mentes aquela que os fazem perder quem são as formigas param de seguir as ordens e seguem o meu caos a mulher podre a corrompedora de fieis

Ela juntava as mãos como se fosse rezar e sorriu com crueldade a mulher arrastava a clave e pegava a cruz que estava na parede ela se aproximou da câmera e mostrou a cruz enquanto a apertava com força

– Escutem....shiiii...ouçam...os deuses

Ela levava a mão até a boca pedindo silêncio o ambiente estava bem quieto a mulher sorriu de lado e apertou a cruz com tanta força que a cruz de madeira quebrou ao meio a mulher olhava para as mãos com sangue e depois olhou para a câmera colocando o rosto bem perto das lentes focando os olhos negros na imagem

– Eles estão aqui

Ao terminar de falar aparecia uma mão estranha com garras não dava para ver a imagem chiava e distorcia tudo a mão parecia estar atrás da câmera a mão tampava a imagem dando fim a transmissão


Vídeo encerrado



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 04.06.17 22:42

James Carter estava em seu escritório com os papeis, chamou um dos funcionários, para checar algumas informações

Funcionário - O que deseja Sr. Carter?

Carter - Bem meu cara funcionário, como está situação do NWR Care, Lady vem fazendo muito desse trabalho social, mas soube que outro lutador também está nesse momento em um colégio fazendo isso.

Funcionário- Sim, e verdade chefe

Carter - Quem é?

Funcionário - Deixa eu ver aqui

O funcionário pegou a ficha para verificar e sem perceber falou o nome da pessoa

- É um tal de Robert Druitt Lecter II

Os olhos de James Carter se arregalaram sem saber o que fazer

- QUAL É O COLÉGIO?

O funcionário falou e James Carter junto com outros 4 seguranças foram em direção colégio, temendo o que poderia acontecer, correram para a sala onde tinham sido instruído,os seguranças arrombaram a porta e encontrou tudo normal Robert conversava com os garotos, quando viu James Carter o lutador abriu um sorriso

- Olha garotos, temos uma visita ilustre aqui hoje, o atual dono da NWR James Carter

Todos os garotos comemoravam

- Alguma palavra Sr. Carter?

Robert abriu seu sorriso característico

JC - Curtam sua aula com o nosso wrestler Robert

James Carter saiu sem jeito, enquanto o lutador sorria

- Bem voltando para aula, quando vocês forem atacados e bom ter uma pinça, já que você pode aplicar nesses pontos para matar a pessoa

Nisso Robert atacava com a pinça alguns pontos que fizeram sair sangue do "boneco"

- Esses pontos vão fazer a pessoa sangrar até morrer

Todo mundo na sala ao mesmo tempo

Alunos - Que legal

- Pronto crianças, lembre de sempre terem objetos pontiagudos, eu gosto da pinça, mas existem vários outros, o mundo real é assustador e você não sabe o que pode lhe atacar

Com isso Robert terminava a aula, sendo aplaudido por todos, uma professora da escola se aproximou para falar com Robert

- Eles gostaram muito de sua aula, e aquele boneco parecia bem real

- Quem disse que era um boneco?

Robert abriu um sorriso maléfico, a professora ficou assustado com aquilo e saiu correndo, enquanto saia da escola Melissa esperava o lutador

Melissa - Robert conceder uma entrevista por causa do NWR Care, por sinal acho que você a pessoa que todos menos esperavam participar desse tipo de programa, porque você está aqui?

- Serio que pensam isso de mim? (Risos). Bem eu vim mostrar um pouco da realidade para essas crianças, e elas foram surpreendentemente receptivas com isso, talvez por ser uma escola publica mais simples, elas já passem um pouco por isso, atravessam as dificuldades e quem sabe enfrentem os seus pesadelos

Quando Melissa iniciaria outra pergunta e escutado um grito de uma mulher vindo de dentro da escola e Robert sorriu novamente

- Esse e o tipo de impressão que eu deixo por onde passo

Melissa foi conferir o que tinha havido, enquanto Robert foi caminhando, o boneco que ele tinha usado era na verdade o cadáver de um traficante da região, sim não era boneco, era bem real

avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 05.06.17 4:49

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo tem inicio em uma academia o homem estava sentado em uma cadeira que estava ao contrário o homem pegava a camisa e usava para limpar o rosto e depois jogava no chão ele abria a boca para falar mas dava risada não parecia que ia conseguir falar o lutador respirou fundo

– Tá é tanta merda junta que eu nem consigo falar direito a Poodle falou de mim e o duende logicamente também..alias não vocês não vão me ver malhando enquanto falo com vocês não estou gravando uma propaganda

Ele limpava a garganta

– “Nossa olha minha perna de palito está quase virando um galho”

Ele falava tentando imitar Bruno mas acabava rindo balançando a cabeça em negativo

– E também não vou beber água isso é para fracassados

Ele pegava a garrafa de água e jogava para longe dele o homem se arrumava na cadeira apoiando os braços no encosto

– O cara já começando mostrando que tem problemas tipo o vídeo dele começa ai aconteça isso

Mostrava o começo de vídeo de Bruno

Bruno - Hahahahaha a sua farsa está acabando”

A imagem volta para Havoc que estava olhando confuso balançando a cabeça em negativo

– Como se não bastasse essa bizarrice o cara piora e me confunde com uma Gardea..que deuses cara? Na boa você acha que tá no Olimpo pra falar com quem está a cima de nós? O único Deus é aquele que vai fechar os olhos com a surra que eu vou te dar..mas não é só isso

Ele novamente mostrava o vídeo do rival

Bruno - Porque estou dizendo essas coisas?

Novamente Havoc é mostrado é o homem olhava esperando a resposta ele mexia a mão como se pedisse para Bruno prosseguir

–...Porque cara? Porque você está dizendo essas coisas? não me deixa curioso não eu quero saber!

Ele se mexia na cadeira como se estivesse muito mais muito ansioso para ouvir a resposta

– E então ele para e começa a falar com as pessoas...cara para de fumar meu estoque de toddy sai dessa vida volta a louvar o senhor porque puta merda largou todos nós na curiosidade

Ele deu um soco na cadeira fingindo frustração

– Você já falou umas várias vezes enquanto iria lutar depois vem falar que eu invento histórias e você mentir assim descaradamente não quer dizer nada né? Ahh hipócrita

Ele riu e olhou em volta vendo alguns lutadores malhando e coçou a cabeça se levantando o homem pegava a câmera e começava a caminhar pela academia

– Cara não fala que duvidas serão esclarecidas o último que falou isso pra mim acabou entrando em coma de vergonha  a não ser que a duvida seja o quão ruim você é ai sim acho que vai esclarecer se é que ainda existem duvidas sobre isso quem te viu no ringue sabe melhor que ninguém tu é horrível...é...mas a esperança é a última que morre então não duvidaria que exista quem ache que tu mereça

Ele dava de ombros filmando as pessoas fazia isso de maldade alguns pareciam não gostar do que o lutador estava fazendo

– Não ninguém estava se perguntando nada porque o que mais tem aqui é gente querendo ser uma nova pessoa isso ai é desculpa dos derrotados se reinventar ser novo homem nova pessoa ninguém aqui gosta de ser quem é..porque com tu seria diferente? No seu lugar namorando a Carrie Thompson e sendo um fracasso com F de fodido eu também iria querer ser uma nova pessoa

Ele levantou os ombros como se não estranhasse nenhum um pouco o que o lutador havia dito

– Se você não tem capacidade para dar um nome ao seu reino então não poderá ter ele simples assim quando pensar em um quem sabe eu te faça o favor e morra pra você me pinar?

Ele sorriu fazendo um positivo o barulho das pessoas conversando enquanto malhavam começou a incomodar o lutador que saiu ficando em uma varanda ele se encostava ao parapeito e arrumava a câmera para pegar o rosto dele melhor

– Tá o meio quilo me chamou de fraco...porque? quais as provas? Não fazer vídeo malhando me faz ser fraco fisicamente? Mas achei legal essa sua observação sim não sou nenhum King o estilo gorilão irlandês mas acho que dou pro gasto afinal de derrotei tantas vezes que você deve ser mais fraco que eu...só comentando assim por cima

Ele levantou umas das mãos como se estivesse se rendendo fingindo que não tinha nada de má intenção

– Burro? Eu sou burro? Vamos analisar algumas coisas “nobre” Bruno apenas nós dois assim já que somos amigos

Ele estalou o pescoço quando ia falar o cinegrafista parecia ter chegado o homem deu a câmera para o amigo mexeu os dedos se preparando para falar

– Quem namora a Carrie Thompson de nós dois? Quem já perdeu mais pra mim que o Krauser pro Caio? Quem é o pateta que faz vídeo fazendo musculação? Quem está sendo usada de estepe? Todas as respostas são bem fáceis VOCÊ ok ok eu não sou o homem mais inteligente daqui esse cargo foi embora com o Valugi eterno Mr.Smart...mas com certeza sou mais esperto que você porque eu sei o meu lugar aqui no tártaro eu não fico por ai falando que vai impressionar ninguém porque outra falha sua é se achar bom coisa que claramente não é quer que eu liste suas falhas? Olha que esse vídeo vai ter dez horas e eu ainda vou estar aqui falando você fala demais e faz de pouco mas pra algo você é útil vai me fazer entrar para a história enquanto você passa vergonha no PPV eu reino sendo o super babaca que aliás não é um mistério pra você desvendar o mistério real nisso tudo é como você veio parar aqui lutando feito um grilo com aids

Ele fazia uma expressão confusa como se pensasse no que podia falar para resolver o problema do rival com os mistérios

– Me responde que farsa? Sério fica falando ai que vai desvendar minha farsa mas não tem farsa nenhuma farsa é a cor do cabelo da sua namorada e farsa é você achar que alguém torce por você isso ai é tudo farsa do resto não tem mistério nenhum você é protagonista do “descartáveis da NWR Bruno Jackson o sem talento” ou também podemos te colocar de protagonista no livro “Não sei lutar mas estou numa federação”...brother eu sou sincero em tudo o que falo eu sou babaca eu sou ruim eu to aqui enterrado no tártaro junto de vocês como uma família lixo somos os esquecidos e os tapa buraco

O homem passava as mãos no rosto como se não acreditasse no que ouvia ou no que tinha que falar

– Ele falou tantas vezes mistério que me deu refluxo..ah não isso ai vou de olhar pra cara dele mesmo

Quando ia falar ouviu chamarem ele o homem se inclinou para o lado e mostrou o dedo do meio ele estava recendo uma bronca por algo que havia aprontado mas ignorava a pessoa e voltava a falar

– Ei Bruno qual é meu segundo mistério? Porque o primeiro era um fato e eu quero saber qual é esse mistério tão misterioso sobre mim que nem eu mesmo sei só acho justo me contar assim podemos combinar algo legal como você falar

O homem imitava Bruno

– “Eu sei o seu mistério Havoc..você...tem talento!”

O Homem fazia uma expressão surpresa colocando a mão no boca fingindo muito bem o choque

– Não Bruno você não pode revelar isso vão querer me subir para o Olimpo e eu quero ficar aqui batendo em vocês não revele isso a ninguém eu perco pra você mas não revele meu segredo não faça o Fofão me subir eu quero ficar aqui enterrado e morrendo tendo minha vitalidade sugada por vocês seres lixo

Começou a fazer que ia chorar enquanto implorava para o Bruno não revelar o segredo

– É cara se você me derrotar vai ser declarado o novo cursed Champion não tem outra escolha não pode me derrotar e ser declarado NWR Champion pobre Zéus nem vai entender se contente com o cursed é por esse lixo que a gente vai lutar nessa estipulação ridícula e desfavorável..tudo mundo seguindo o exemplo do King e querendo perder nas próprias estipulações é foda não é porque ele tá lá o Olimpo que você tem que fazer as burradas dele a gente aprende com as burradas deles não repetimos os erros dos outros mesmo eles sendo Deuses e a gente almas torturadas pelo James Carter

Dava uma bronca em Bruno passando uma das mãos pelo rosto enquanto mostrava desgosto na expressão

– Deixando meu espirito obsessor de lado A Poodle falou de mim e não apenas uma vez mas como falou duas em dois vídeos essa mulher me ama gente admite logo Carrie Thompson quer um amor bandido comigo hahahaha

Ele arrumou o cabelo fingindo se arrumar para poder falar com a loira

– Olha eu gostaria de ser chamado de Havoc e você Carrie Thompson como quer ser chamada?...boa wrestler? Acho que eu to falando com a Carrie errada troca a filmagem

Ele falava com a câmera que sussurrava algo para o lutador confirmando que era a mesma Carrie o homem fazia uma expressão chocado

– Ok ela andou tomando alucinógenos entendo namorar o Bruno é assim mesmo...o tufo é pra você ligar para o Ibama como maltrato aos animais eu deixei o cabelo num pote lá em casa se tiver afim de ir

Ele piscou pra câmera e sorriu malandro colocando o cabelo para trás

-  Poodle assim tu me confunde se fala de uma coisa depois muda o ponto mas ok vamos tentar esclarecer as coisas aqui beleza?...não tem mesmo eu confirmei isso quando peguei seu cabelo sem pulgas...ridículo é seu namorado..vamos lá próxima eu não quero que se demita Carrie Thompson quem eu vou zoar se você sair? A Jobberdiviosn precisa da sua falta de talento para se manter viva e sim acho justo agradecer porque eu queria te quebrar e ela te ajudou nada mais justo loirinha

Ele sorria sendo claramente cínico

– Olha já falei pra me chamar de Havoc ai te chamo de Poodle vem querer dar piti e sim logicamente quero que ele ganhe do mesmo jeito que tu torce pro duende ué acontece...Apedeuta significa ignorante para se falar para uma mulher apedeuto é ignorante para um homem quem está matando os nerds é a senhora não eu

Piscava pra câmera como um toque

– Eu não me digo campeão eu sou o campeão por enquanto sou eu vai ter que se contentar...e eu sempre me importo com meus súditos é algo meu sempre querendo o bem estar desses saquinhos de pancadas para pessoas relevantes...não ligo que falem de mim porque fazem isso sem eu implorar entende? Tudo mundo fala do Havoc Michaels sem eu precisar me esforçar muito...se o espelho aguenta tua cara a minha é pra ele é fichinha

Falava isso enquanto arranhava uma pelinha do dedo com a boca o que dificultava um pouco entender o lutador

– Você só não quer que eu use o passado porque o seu é horrível combates horríveis lutas péssimas e pouco talento não que eu seja o fodão eu só carrego o cinto da divisão então é bem foda-se...não estou privando que fale dela apenas acho que se o seu namorado pode te defender eu posso defender a Dani assim fica justo para ambos e eu não faço nada para me sentir superior você é uma Poodle e eu um babaca viu? Pra que tanto drama?

Fazia uma expressão confusa como se isso fosse fácil de entender

– Legal aprendeu meu nome...eu não disse que você me chamou assim presbiofrênico quer dizer pessoa que inventa histórias sem fundamentos resumindo um mentiroso então sim me chamou de mentiroso...e me faz o favor para de iludir o menino dá logo um pé nele...ahhh sim

Ele sorriu com crueldade algo bem raro vindo do lutador que apenas fazia piadas

– Tirando isso tudo a Carrie Thompson falou dos combates e ela está torcendo por mim podemos ver que ela não gosta de perder no final ela sabe quem é o cara da divisão e quem vai sair novamente campeão...merece pontos por isso Carrie agradeço

Inclinava a cabeça como uma leve reverencia abrindo os braços e rindo

– Tá pra finalizar essa merda que já falei demais chegou uma chaveirinho que faz vídeos de fanservice homens se preparem...hahaha a versão mini da Carrie Thompson a tal de Ashley Thompson fala ai guria bem vinda e se sinta a vontade para se enterrar aqui conosco na Jobberdiviosn e morrer..porque chegou e caiu aqui é o fim olhe sua irmã que lástima

Ele ia pegar a câmera para desligar mas parava um pouco como se tivesse lembrado de algo

– Minha Kissa andou falando de mim..acha que eu não vi? Eu vi sim gostaria que entrasse comigo no combate minha loira hahahaha com certeza seria divertido e eu sei que sou seu jobber favorito para surrar essas almas condenadas estou torcendo por você acabe com a heroína e vire a rainha que sempre foi

Ele sorriu dando um tchau pra câmera e a pegou da mão do cinegrafista virando ela mostrando as pessoas atrás dele o homem deu uma risada e desligava a câmera


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 71
Pontos : 80
Reputação : 11
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 05.06.17 6:10

Após o vídeo de Narkissa, Lady não poderia cometer o mesmo erro, subestimar a capacidade de Narkissa fazer maldade, nunca pensei que ela atacaria meu lado pessoal, foi um erro que não pretendo mais cometer, chego na casa de Barbara, os minutos que demoram para atender a porta me deixa tenso, aquilo era pior do que a luta, aquela menina não poderia ser prejudicada por causa de mim, sinceramente não sei o que aconteceria comigo se acontecesse algo assim, o que eu me tornaria, o alivio bateu quando vejo quem me atende é a própria Barbara, a reação dela foi de surpresa e me deu um pulo me abraçando

- Olá minha querida Barbara, como está minha heroína favorita

- Tudo bem Lady, entre aqui em casa

Barbara puxava a luchadora para dentro de casa, mostrando como é que era, a mãe dela desceu e quando percebeu que estava lá se aproximou de mim e deu um abraço

- Garota eu vi o que aquela doida fez com você, meus pêsames

- Obrigado e é exatamente por isso que estou aqui, ela fez ameaças veladas a sua filha, quero que vocês me acompanhem, ela não fará nada com vocês enquanto estiverem comigo

- Tudo bem, espere um pouco que vou arrumar a mala

Algumas horas depois Barbara, sua mãe e Lady saíram do local, preferir que elas tivessem perto de mim

Comecei a gravar mais um Lady Show, estava sozinha no vídeo o cenário voltou a ser o usual

- Olá a todos da NWR, nos últimos dias as coisas saíram um pouco do controle, por causa da Narkissa, ela é tão hipócrita, que tenta atribuir um crime dela a minha pessoa, sabe eu não sou uma pessoa perfeita, sempre falei sou uma heroína, mas sou humana como qualquer um aqui, tenho minhas qualidades e defeito, no momento que lhe desafiei, fiz exclusivamente para que nossa batalha fosse em cima do ringue, eu posso ter falhado como heroína por ter subestimado suas ameaças, não achei que você passaria do ponto, mesmo quando sua irmã passava por ameaças do tipo, de outro psicopata dessa empresa, mas não cometerei o mesmo erro novamente, mas isso só demonstra o quanto você é covarde tentado me acerta utilizando de pessoas que não podem se defender, não e a toa que lhe ataquei, se o meu problema é com você, eu vou resolver com você e com mais ninguém, e assim que deveria ser, não agir como uma serial killer, depois ainda tentam defender você, sim você é o demônio, a Succubus e um verme ao mesmo tempo, utilizando desses atos covardes, para tenta me afetar, sim e você conseguiu durante algum tempo, mas não ache que vai sair impune dessa, sabe a fúria dos anjos pode trazer até o apocalipse e é exatamente porque quero resolver tudo na cela infernal, não podemos mais ficar adiando, ali será o local da batalha final.

A Luchadora estava tentando se controlar na hora da fala, as vezes a imagem do incêndio aparecia em sua cabeça, mas ela manteve a calma, era assim que seus familiares iriam querer que ela agisse.

- Eu não desejo atenção de todos, eu quero fazer por merecer tudo que eu tenho conquistado, a atenção dos fãs, o apoio que eles me dão, por isso que nunca fugi de nenhuma luta contra ninguém, sempre fui para cima de adversários, muitas vezes ganhei, tanta outras vezes eu perdi, mas sempre quis lutar por um desafio, luta do bem contra o mal existem desde do começo dos tempos, apesar de entender que são temas que a própria filosofia discute, quem poderia falar bem disso é o Valugi, e aqui tratamos também de entretenimento e a nossa rivalidade foi isso, até você passar totalmente do ponto, e chegar na parte pessoal de minha vida, mas não sou igual a você nunca vou mexer com nenhum de seus familiares e amigos, estou juntando toda a minha força para a cela e quem sabe não será o destino final de nos dois.

Ela pegou um papel com o alvo e coloca na parede, ela joga um dardo acertando o meio em cheio

- Já diziam um dia de caça e outro de caçador, eu venho sendo a caça aqui fora, mas dentro da cela eu serei o caçador, objetivo final, capturar uma succubus.

O programa se encerrava com a tradicional vinheta.
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

7

Mensagem por ★ Bé ★ em 05.06.17 6:55










 

 


Nwr/DaniMode.com


Um video se inicia em um hospital, estava lá Daniela visitando algumas crianças, actuando relativamente após o convite de Carter para o Nwr Care. Ela estava dentro de uma sala com uma pequena fã, que parecia bem feliz com a presença da lutadora. Dani a abraçava e assinava lhe um autografo enquanto conversava com ela.





Daniela: Olá pequenina, como te chamas?


Menina: Claire.


Daniela: Eu espero que recuperes a tempo de ires ver o meu combate amanha, Claire.


Claire: Sim, eu vou lá estar para te assistir. Eu quero muito que venças.


Daniela: Owwnn, que fofinha.


Dani abraça novamente a menina que parecia muito feliz naquela situação


Daniela: Eu acho que vou vencer. Mas vai ser um combate dificil.


Claire: Eu acredito que consigas.


Daniela: Sério que sim? Otimo, o teu apoio é crucial.


Ela termina de assinar o autografo no libro da fã, e coloca em cima da cómoda.


Daniela: E quais são os teus lutadores preferidos?


Claire: Eu gosto muito da Lady. E também do Bé... És amiga dele não és?


Daniela: Sim, até mais próxima que isso.


Claire: Porque ele bateu no Devon usando uma cadeira no ultimo show? Mesmo após o combate deles já ter acabado?


Aquela foi uma pergunta, que nem Daniela não parecia sequer saber a resposta


Daniela: Ahh... As coisas... Mudam, as pessoas também. E por vezes nem sempre é para melhor, mas acredito que seja algo temporário. E ele ficará bem disposto logo logo.


Claire: É por causa daquela bruxa maléfica?


Daniela: Uhm... Talvez.


Claire: Porque ele não deixa de acompanhar com ela de uma vez? As Gardeas são ruins. Todos sabem disso.


Daniela: Ahh, as vezes, não é tão simples assim. Quando gostamos muito de uma pessoa, temos vontade de ficar na companhia dela. Independente se essa pessoa tiver muitos defeitos.


Claire: Ele está a ser influenciado para o mal... Bé é o nosso herói da federação.


Daniela: Bem... Ele era. Mas acho que as coisas já não funcionam bem assim.


Claire: Já é tarde demais para salvar ele das bruxas?


Daniela: Ele não precisa de ser salvo.


Claire: Como não? Viu o que ele fez? Podias ao menos tentar falar com ele?


Dani passa com a mão pelos cabelos enquanto está sentada a pensar, ela não iria mentir para a criança, porque sabe que ir dizer ao Bé para se afastar delas era meio "suicida". Porem também não a queria desapontar.


Daniela: Ele está feliz assim, isso que importa não é?


Claire: Não quando se magoa e faz dos outros infelizes...


Daniela: Tudo bem... Eu irei falar com o Bé após o evento...


Claire: Mas a bruxa vai estar lá dentro... Não tens medo do que possa acontecer com ele?


Daniela: Achas que ela era capaz de magoar o Bé?


Claire: Sim...


Daniela: Bem... Ele vai ter que se cuidar sozinho. Mas então e os outros? Temos muitas outras estrelas competindo. Gostas de mais alguma?


Claire: Eu gosto do Bruno. Espero que ele ganhe o cinto.


Dani mostra um ar meio desapontado enquanto coloca a mão na cara.


Daniela: Bruno? Que? Porque?


Claire: Ele tem que derrotar aquele babaca de uma vez por todas.


Daniela: Porque? O Havoc é melhor.


Claire: Não, Bruno é muito mais humilde e boa pessoa. Eu gostava de ver ele como campeão. Havoc já irrita.


Daniela: Uhm... Okay então. Vou ter que ir. Espero que gostes do show.


Claire: E eu espero que venças amanha. Vou estar a torcer por ti.


Daniela: Tudo bem, não te vou desapontar.


Daniela se despede da menina após passar com a mão pela cabeça dela e se retira do quarto. Antes de sair ela acena para a menina e mostra um ar pensativo.


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

4

Mensagem por ★ Bé ★ em 05.06.17 9:16









 

 


Nwr/Pokemon.com


Um video se inicia, ele está em frente da câmara sentado em um sofá bem grande e confortavél. Atrás dele estão alguns posters e cartazes do evento da Elemination Chamber, especialmente alguns dele e Robert, e outras matchs do card. Ele mostra-se bem animado para a câmara.





Jigglypuff: Então gente sem vida, saudades minhas? Espero que sim, pois eu tou de volta! Não que tive-se ido a algum lado... Mas sim, estou de volta oficialmente. E o meu retorno será no proprio evento, contra Robert.


Jigglypuff: E eu realmente tinha que vir aqui falar sobre isso. Até pensei em convidar o Johnny... Mas deixa para lá. A gente não gosta muito dele... Enfim, sem querer alongar muito o meu video, porque eu sei que muitos de vocês me acham meio chato, vou direto ao assunto.


Jigglypuff: Jigglypuff, o grande ex-campeão mundial. O 1º e unico lutador da 2º geração na Nwr. Que vai enfrentar justo.... Robert Druitt.


Jiggly mostra um ar pensativo quando fala no nome do rival.


Jigglypuff: E muitos de vocês questionam se eu tenho chances contra eles... Creio que vocês que apostaram nele perderam alguns episodeos importantes na Nwr não? Não me conhecem? Então porque caralho então apostam nele se nem me conhecem?


Jigglypuff: Só as bruxinhas aqui que dão apoio aqui aos pequenos Bés e depois ainda reclamam se Bés gostarem delas... Poupem me o vosso drama. Vejo muita gente ai se metendo na vida dos outros. Alias eu mesmo tou incluido agora. Vou me meter ai no meio pela força mesmo.


Jigglypuff: Acham que Robert vai me magoar tanto? Não se preocupem com isso não, sabem o que eu vou fazer? Eu vou dar a esse Robert, um bilhete de ida, sem volta, direto no Pain Express with direct direction to the hell. Pois... Maior parte não vai entender essa referencia... Sabem porque?


Jigglypuff para um pouco e levanta uma sobrancelha enquanto faz a questão para a câmara.


Jigglypuff: Porque maior parte não me conhece. E então apostam no vosso Robert queridinho porque ele já cá estava, e eu sou só um Bé retornando. Pois adivinhem? Tudo pode acontecer por ai. Não tentem adivinhar o futuro, aqui só tem 2 bruxas. E mesmo assim vivem reclamando delas.


Jigglypuff: Né verdade Carrie? Meu deus, eu ganho miupia em meus olhos só ver os teus videos, e mesmo assim aposta nos outros contra mim. Espera só, se eu descer no Low Card, tu vai ganhar consideração logo rapidinho. Se esse rei dos Jobbers babacas ala não te ensionou uma lição, o rei dos Bés babacas vai.


Jigglypuff: King é outro que parece estar do lado dele. Como é Golias? Não lembra dos nossos confrontos epicos não? E a ele? Já alguma vez enfrentou o Robert? Tu ACIMA de todos os outros no roster, deveria ter uma opnião mais sincera sobre as coisas.


Ele coça um pouco a parte de trás da cabeça, ele não mostrava qualquer tipo de medo quanto a King, para ele é um competidor como os outros, alguém que já desafiou no passado, e até está disposto para o fazer novamente.


Jigglypuff: Afinal nem no meu nome quis mencionar né? Pode chamar de Jiggly, ou Puff se quiser. Ou aquele que vai começar a chutar bundas gigantes se o subestimarem. Não é por ser um segundo Bé que não vou fazer isso. Alias meu tio pode agradecer de eu não estar também nessa chamber...


Jigglypuff: Mas isso agora não importa... Robert deve estar esperando meu video faz tempo... Ele foi até no Nwr care porque não tinha o que fazer... Foi mal cara. Não te quis deixar no vácuo ou assim. Vou responder...


Ele vira um pouco a cara parecendo falar com alguém por trás das câmaras.


Jigglypuff: O que ele falou de mim exactamente? Puts, deveríamos ter gravado mais cedo gente, assim tudo acima da hora, estou parecendo um Krauser.


Jigglypuff: Então brow, magoar alguém pelas costas é fácil né? Agora vai ter a chance de o fazer e bater de frente comigo. E sim, Hardcore é a minha especialidade, senão não te desafiava para isso, né génio?


Ele mostra um ar meio desapontado, mas rapidamente volta ao normal.


Jigglypuff: Não fique tão tranquilo não, eu não quero soar like a Batman, mas me diga Robert... Você sangra? Porque vai sangrar. E vai sangrar muito. Você tem pela frente a luta mais intensa que já teve em toda a sua carreira ou vida.


Jigglypuff: E espero que não me substime, não se preocupe. Nem é algo muito pessoal. Só que cometeu um erro. E vai pagar por isso. Só para afectar a bruxa mexeu com alguém que te pode magoar mais do que ela magoou. E eu vou fazer precisamente isso.


Ele para um pouco, ele levanta os braços os estendendo para os lados enquanto mostra um ar confiante até demais. Ele em um momento inclusive fecha os olhos. E depois abre e olha com um ar bem dramático e meio intimidador, mas não muito.


Jigglypuff: É exactamente isso que eu vou no evento fazer. Não tou ai para contratos, ou dinheiro, ou fama, ou titulos, ou popularidade, ou respeito dos outros. Eu quero que todo o resto se foda. O meu foco é apenas um.


Jigglypuff: Eu vou te levar comigo para os confins do submundo, para um lugar muito mais longe que esse nosso tártaro. Eu no fundo não quero saber sequer do resultado, eu vou te queimar vivo. Esse o meu obectivo. Eu vou te machucar, tu vai apanhar tanto e eu vou te causar tanta dor, que até o Krauser vai ficar com inveja.


Jigglypuff: E quem sabe ele não será o proximo? Porque é isso que Robert Vs Jigglypuff se trata.


Ele mostra-se bem confortavel no sofa, porem sempre se movimenta um pouco quando fala, ele pensa um pouco e fala com a mão estendida para a frente.


Jigglypuff: Isso não é o final. Isso é o começo. O começo de algo grandioso. Eu voltei e vou causar todo o caos que o nome "Bé" deveria estar a fazer. Ele se tem preocupado com coisas tão inuteis, como fãs, ou respeito forçado... Eu só me vou preocupar com isso.


Jigglypuff: Bater, superar, e espezinhar todos vocês. Sou bem-vindo no seu "Little Nighmare"? Que bom. Sejam então você bem-vindo ao meu... "Pain Express with direct direction to the hell".


Ligação se encerra.





 


 
(Off/ Desculpa ter postado essa promo tão tarde Val, tive um fim de semana difícil)



★ Have faith in yourself. ★
avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 06.06.17 1:19

A vinheta do programa Welcome to My Nightmare entra normalmente, Robert aparece sentado em uma cadeira de madeira, o local parecia uma cabana bem rustica, como sempre em videos deles, o local era mal iluminado

- Olha finalmente o Jigglypuff falou algo, achei sinceramente que você estava morrendo de medo de mim, já que só tínhamos o silêncio de sua parte, até achei que tinha traumatizado você com aquele sequestro, mas finalmente você falou não e como falou, sabe porque me acham favorito para essa luta Jigglypuff? Porque eles viram do que sou capaz de fazer nesse tipo de luta, ganhei de pessoas que não perdiam algum tempo e fiz lutas históricas com essa estipulação, já você está voltando da aposentadoria agora, então queria o que sr.fodão, ser o favorito em uma luta que você aceitou em cima da hora?

Robert sorria, a luz começava a piscar

- Você diz que queria sangue não é Jigglyúff nisso temos desejos parecidos, eu também quero sangue, muito sangue, porque e assim que luto, pois é assim que faço, aquele ringue será coberto de sangue por todo o lado, não espero menos do que isso, me falaram que você era especialista nesse tipo de luta, vamos ver se não está enferrujado.

De repente a Cabana começou a ser coberta de sangue, o liquido vermelho chegava na cintura de Robert que sorria

- Eu sou o queridinho da federação? Você tem certeza disso? toda vez que eu entro só escuto vaias, todos se afastam de mim, ou por estarem com medo ou mesmo por não gostarem de mim, eu sou um dos mais odiados aqui dentro, mas não esperava algo diferente, quando você começa a mostrar a realidade para outras pessoas, esse é o seu destino, ser odiado e só muito depois ser lembrado de como tudo que eu falava era certo, então acorde estou longe de ser um queridinho por aqui, então Jigglypuff se prepare para fazer uma transfusão, que só desse jeito você vai recuperar o sangue que perderá nessa luta

De repente o cenário começava a mudar, agora parecia está em uma escola abandonada com um quadro negro

- A empresa insistiu que eu comentasse as outras lutas, primeiro teremos em uma Pilow Match Carrie vs Daniela, sinceramente essa luta não me interessa muito provavelmente não teremos sangue e a estipulação a meio besta, mas pela experiência acho que a advogada leva essa

No quadro negro aparecia um desenho mal feito de Havoc e outro de Bruno

- A luta em que todos vão dormir seria, que marcaram uma Iron Man Match entre esses 2, provavelmente o Havoc vença com dificuldade, mas ele vai está muito cansado, a oportunidade de muitos tirarem o cinturão dele, olha a dica

Aparecia a imagem da luta de Robert

- Esse eu já comentei vamos para a próxima luta

Hell in Cell pelo Intercontinental Championship

- Oh, essa luta vai ser muito interessante tem todos os ingredientes para ser de longe a mais sangrenta da noite, com chance de inclusive temos mortes, aqui não vou apontar vencedores, agora quem quiser que eu posso tratar os ferimentos depois da luta

Robert abriu seu sorriso característico e continuava a falar

- O Main Event, sim ele está bem interessante a Elimination Chamber, Temos um bruto, uma bruxa, o falso herói, o sumido e o novo herói, minha aposta é para que o atual detentor do título o mantenha e prometa que tenha muito sangue, será uma luta brutal.

De repente tudo se apaga e a vinheta do programa entra
avatar
King

Mensagens : 89
Pontos : 97
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 54 - UM REI E SEU MACHADO

Mensagem por King em 06.06.17 17:43

VÍDEO POSTAO EM NWR.COM/KING

Surge a imagem do irlandês sentado em uma poltrona de couro, bebendo uma cerveja Guiness. Está usando um boné em sua cabeça, não permitindo ver seu rosto e está olhando para baixo, a iluminação do lugar que aparenta ser um quarto é feita por um abajur que está do seu lado direito e a câmera que registra este momento. O irlandês dá um longo gole, deixa a latinha perto de seu pé direito, suspira e diz:

- Meus súditos, seu rei falhou miseravelmente na câmera da tortura. Não acredito que Maverick tirou forças suficientes para tirar do chão 175 quilos e dar a chance ao atual NWR Champion de me eliminar, não acredito.

King balança a cabeça demonstrando frustração com este fato. Ele inclina o corpo para frente, ainda com a cabeça baixa e fala:

- Enfim, acredito que dei uns 4 passos para trás e preciso criar novas ideias para alcançar o meu principal objetivo por aqui, enquanto isso não ocorre, voltarei minha atenção aos treinos e a cerveja Guiness. Não posso deixar de mencionar algumas surpresas deste PPV: Lady falhou, como era de se esperar, Havoc caiu para sua própria arrogância e Robert proporcionou o derramar de sangue que prometeu, parabéns aos envolvidos por estes momentos.

- O lado bom desta derrota é que não aconteceu no Crash of Revolution, além do que, posso continuar a dar os passos necessários para um novo desafio: Cursed Division? Ter minha revanche contra a vadia russa? Terminar o serviço que Devon começou e não terminou em relação a Violetty? Ou tentar mais uma vez o cinturão de NWR Champion? Não faço a menor ideia do que fazer por agora, mas uma coisa eu tenho plena convicção de que farei: brigar!


King pega a latinha de cerveja, levanta-se da poltrona e sai de cena. A imagem fica focada no sofá por alguns segundos, até que sofre um corte bruto. Ao voltar, mostra-se King sem camisa, com um machado em sua mão direita e cortando lenhas em um lugar desconhecido. O irlandês sorri para a câmera e diz:

- Acham que vou ficar fazendo discurso de pobre coitado? Nunca precisei disso! Estou na floresta, respirando ar fresco, fortalecendo meus músculos ainda mais, já que não sofri nenhum hematoma no PPV e estou sedento por espancar pessoas. Por onde devo começar, meus súditos?
Armstrong faz cara de pensativo, antes de fincar o machado no troco que usou como base para fazer lenhas. Ele suspira alto, cruza os braços, olha fixamente para a lente da câmera e diz com um ar psicótico:

- Lady, Bruno, Violetty, Krauser, Robert, Devon, Narkissa, Daniela Ribeiro, Jugg qualquer coisa, Carrie Thompson, Sudz, Bé e quem quer que apareça na NWR, minha meta já não é vencê-los e sim espanca-los. O que a mente doentia de Druitt proporcionou ontem, não se comparar o que este irlandês psicótico irá fazer de agora em diante, não existe mais paz enquanto eu não alcançar satisfação plena. Sendo assim meus caros colegas, tenham bons sonhos por que o MONSTRO IRLANDES vai ao encontro de cada um de vocês: eu sou o caçador e vocês apenas MINHA caça; passar bem meros mortais. A coroa permanece sobre mim, e ter um cinturão é um luxo que lhes proporciono, por enquanto...


King segura novamente o machado e volta a cortar lenhas. A câmera lentamente se afasta e a medida que o faz, revela-se a grande quantidade de madeira cortada ao redor de King e percebe-se sua satisfação a cada machadada executada.

Fim do Vídeo

avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 06.06.17 21:05

The Despair Of A Lonely Mind

EM: Devon está se esforçando pra ficar de pé...
WR: VEJA O FILIPE! OLHA A DISTÂNCIA QUE ELE TOMA!
EM: DEVON NÃO ACREDITA! LÁ VEM O BÉMINATOR!
WR: LÁ VAI FILIPE... BÉMINATOR! BÉMINATOR!
EM: AGORA ACABOU! A CONTAGEM É FEITA.



Referee: UM!... DOIS... TRÊS! RING THE BELL!






LL: O SEU VENCEDOR, E AINDA NWR CHAMPION! FILIPE. BÉ. RIIIBEIROOOO!


Eu estava no estirado no ringue, esgotado, de braços abertos e com lágrimas escorrendo pelos meus olhos. A câmera me viu levantando com dificuldades e no momento em que eu vi Filipe correndo para aplicar o seu Béminator, eu fechei os olhos, eu reconheci a minha derrota mesmo com o maior do profissionalismo e da insistência pessoal demonstrada na noite de hoje. Enquanto a chuva ensurdecedora de vaias tomava conta da arena de Phoenix devido a vitória do espanhol, eu estava buscando forças para ficar de pé sem que minha cara tivesse que ser atingida mais uma vez. O campeão já havia ido embora mas eu ainda estava ali. A Chamber foi erguida e, apoiando nas cordas, eu estava me levantando. Olhei ao meu redor, muitas pessoas estavam me olhando e batiam palma. Ainda apoiado nas cordas, eu já podia conter as lágrimas. Por sorte as câmeras não estavam lá para registrar o momento. Me entreguei completamente às lágrimas. Naquele momento parecia que alguém havia morrido e que esse alguém era próximo de mim. Sentia que as minhas esperanças se foram e que eu fui derrotado completamente. Ficou mais à prova quando eu sai do ringue e me sentei nas escadas. Fãs a minha frente batiam palmas e gritavam coisas na tentativa de me consolar. Na minha cabeça rondava a frase que sempre me acompanhava nas entradas que fiz em cada arena que pisei:

"E eu sonhei sonhos quebrados, eu os tornei realidade. Maus sonhos se tornam realidade."

Com dificuldade eu me levantei das escadas e ao observar mais uma vez o público eu vi que ninguém havia deixado a arena. Então dando três, quatro passos bem devagar pela rampa eu me virei e apontei para todos. Os fãs ovacionaram e gritaram pelo meu nome. Naquela altura eu não me importava com quem eu era e como eu agia. A emoção me derrubou, o eu dentro de mim me derrotou. Fui vencido. A pior sensação de um homem quando ele não consegue atingir seu objetivo. As lágrimas são a melhor válvula de escape que se tem (ou é a única). Ao terminar de apontar pude soltar uma frase que quase ninguém pôde ouvir:

- Me desculpem, eu falhei.

Me virei mais uma vez e continuei a caminhar pela rampa limpando as lágrimas que já terminaram de escorrer pelo meu rosto e adentrei pelos backstages. Um vasto corredor branco iluminado para alguém no preto mais obscuro possível. Ali perto estava a porta que dava acesso ao meu Locker Room. Eu abri a porta e entrei. Tranquei logo em seguida e caí de joelhos. O pior dos julgamentos, o verdadeiro purgatório de um homem de vinte e oito anos de idade que sofria pela tristeza e pela agonia por não conseguir vencer um simples cinto. Dizem que o pro-wrestling une todas as diferenças, isso é verdade, entretanto ele pode levar o mais exaltado fã ao cúmulo da decepção. E talvez na minha cabeça, dentro desse purgatório eu pude perceber que o meu lugar no panteão dos subestimados já estava reservado com o meu nome. Me levantei e fui ao banheiro. Fui tomar um banho. Completamente acabado, só pude pensar na minha vida daqui pra frente, no que faria depois dessa noite. Seria o fim? Nada pude responder. Depois do banho eu peguei minhas coisas e fui embora antes de toda a delegação. Peguei minha moto e fui para o hotel.

Entrei no saguão, fui direto para o elevador e parei no oitavo andar. Quarto 381. Entrei e joguei minhas coisas na parede. Meu julgamento não acabaria tão cedo, esse purgatório seria o destino final ou apenas uma parada na minha vida e carreira profissional. Ou seria forte o bastante para chegar e bater Filipe de frente, conquistar o título e dar um fim nessa tormenta da minha vida, ou o emocional me deixaria fraco demais para seguir em frente que me faria colocar um ponto final na minha carreira e aceitaria meu lugar no panteão. O fim bom ou ruim só depende de mim. Enquanto pensava nisso tudo, olhava pela janela o centro calmo de Phoenix bebendo um copo de Jack Daniels, já que as janelas são danadas para fazerem a gente refletir sobre a vida.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
☠ BlackSpider ☠
Admin
Admin

Mensagens : 46
Pontos : 144
Reputação : 98
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Ilha da Polly

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☠ BlackSpider ☠ em 07.06.17 5:53

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo tem inicio em uma sala tudo estava pegando fogo a fumaça dificultava ver direito o ambiente logo aparece Havoc o homem passava a mão no rosto e nos cabelos os bagunçando ele começou a fazer isso com ambas as mãos tentando manter a cabeça no lugar haviam barulhos em uma porta e vozes que gritavam para o lutador parar ele estalava os dedos estava com a cabeça baixo encarando o chão

– Bruninho Bruninho meu caro amigo acho que você fez uma escolha errada cansou de ser fracassado? Acha que meu título vai te dar um prestigio?..não cara ele não vai porque o lutador faz o título e você é péssimo

Ele falava em tom um tanto baixo o homem se virou para a câmera e encarava ela mostrando o ódio e a raiva ele apertava as mãos fechando em punhos parecia perturbado

– Minha jobberdivision não sua...esse título não te faz o campeão te faz um homem que perdeu a fé em si mesmo não é verdade Bruno? Cadê a nobreza? Hahahahaha sabe o engraçado? Eu te vi virar eu eu vi você num ato desesperado de mostrar que não é um fracasso que todos sabem que você é eu vou ver de camarote você afundar mais ainda essa divisão sua falta de capacidade não vai manter isso ai com você....eu quero....aahhh como eu quero...

Ele levou as mãos até a cabeça havia uma voz feminina falando com ele a mulher dizia coisas atiçando o homem falava que queria o bárbaro falava que havia chegado claramente perturbando o lutador

– CALADA!

Ele gritou em fúria e chutava o sofá ficando de costas para a câmera ele respirava fundo aquela fumaça preta parecia uma auto punição o homem não se mostrava o mesmo

– Você quer brigar comigo? Vamos brigar...vou mostrar a todos que você é fraco eu ganhei aquele combate eu detonei você mas isso não foi o bastante acho que terei que pegar mais pesado pode contra vitória por hora mas não esqueça de quem você pegou isso e como pegou você saiu derrotado um campeão derrotado já começou mal

Ele caminhava estava todo suado e ainda machucado do combate parecia que ele não havia tido tempo de fazer nada as pessoas batiam na porta com força e câmera mostrava as barricadas que o homem fez para ninguém entrar ali

– Você é um filho de uma puta desgraçado do caralho e eu vou terminar isso entenda seu lugar aqui apenas um golpe de muita sorte sabemos que você não aguenta você cai porque é isso que merda faz ela cai ela afunda e quando isso acontecer quando não aguentar e vou rir você vai saber porque estou rindo do sua inferioridade parabéns ao novo campeão...será que agora a Carrie te ama? Com certeza ela vai amar esse título vai ser sua ruína mexeu com o cara errado seus problemas estão apenas começando

A voz ficava mais forte ela tinha um sotaque peculiar gritando com o lutador que apenas ficava parado concordando com a cabeça havia barulhos de passos o homem levantava a cabeça se mantendo de costas ele ia seguindo com a cabeça dava para ver uma silhueta feminina a respiração do lutador ficou mais intensa

– Você não aguentou 30 minutos lutando comigo três a zero me parece um bom numero você sentiu o fracasso pela primeira vez acho que entendeu o que eu vinha dizendo você não pode não tem capacidade eu mencionei morrer pra você me pinar e teve que fazer quase isso entendeu nossa diferença? Eu pego títulos porque quero ver vocês se matando e você pegou porque precisava se sentir menos...você...não tem mais palavras para o descrever fracassado, inútil, merda, lixo, qualquer uma dessas não o descrevem agora se eu falar coisas como

Ele se virava de frente para a câmera estava sorrindo mas era diferente algo mais psicótico que o comum

– “Você é muito Bruno”

Ele começou a  rir até a risada virar uma gargalhada ele parou aos poucos de rir e colocou as mãos atrás das costas

– Isso já uma ofensa e tanto você tirou meu título mas não me derrotou nunca conseguiu isso mas acho que tirando o cursed de mim isso te torna pior que eu correto? Afinal você ele de mim da mesma forma que eu tirei do Robert então isso te faz pior que um psicopata que queria lutar comigo pra tirar e isso te faz pior que eu porque me atacou pelas costas e eu não ataquei o Robert pelas costas

O homem começou a bater palmas ele se inclinou pra frente para perto da câmera ele falava sussurrando quase

-  Esse é o seu mistério Bruno você é pior que um babaca e um psicopata está um degrau a baixo de mim...mas sempre a tempo de descer mais sempre a tempo de acertar contas curte o titulo saia por ai mostre ele para Carrie exiba seu troféu pode fazer isso...eu deixo

Ele sorriu de lado se afastando da câmera e andava de um lado para o outro mexendo o pescoço onde foi atingido

– Ver um lixo como você tentando evoluir quase chega a me comover mas você é igual uma merda com ouro dentro o ouro nesse caso é o título que também não é lá essas coisas...você consegue estragar o que já é ruim eu quero ver toda sua falta de talento fazer metade do que eu fiz ou que falam que eu fiz depende...vamos lá campeão me mostre seu talento porque naquele combate eu não vi e quando lutamos antes também não eu sou ruim mas você é péssimo eu ainda sou um ruim aturável não sou um vendido que fico por ai pagando de novo Jesus mas me revelo Judas...incapacidade de me derrotar não é motivo para vergonha essa regrinha mágica que você usou todo feliz...serve para dois

Ele fazia o número dois com os dedos mostrando para a câmera ela passava a mão batendo na cabeça a voz feminina não parava de falar mas era baixo como um sussurro da morte chamando o nome do lutador para o meio das chamas ele queria alguma coisa dele mas o homem ignorava

– Eu vi surpresa quando ganhou...porque? quando se ataca alguém acho que é na intenção de a ganhar correto? Ou você sabe que não pode ganhar de mim mesmo se eu estiver desmembrado?..ah bem isso não é totalmente a verdade já que desmaiado você conseguiu então merece meus pontos pela sua vitória em cima de mim se provou um grande lutador coisa que viveu pregando por ai feito um pastor de merda..opa...que?..ah é você não ganhou continua mesmo Bruno inútil sem utilidade um mero estepe que ganhou alguma coisa e essa coisa não foi relevância  isso você nunca vai ter nós nunca teremos estamos no tártaro

Ele caminhou para perto da parede onde passou a mão e apertou os dedos dando um soco na parede e depois se afastava ele parecia em algum tipo de luta interna aquela voz dominando a cabeça dele falando que o queria de verdade a mulher continuava chamando pelo homem ele riu e fazia sinal de não com o dedo

– Você pode negar você vai negar vai falar que é um novo homem que agora sua era chegou entre outras bobagens que tudo idiota fala quando pega um titulo e eu não bravo porque pegou isso de mim querido Bruno mas odeio quando me chamam de mentiroso e são tão mentirosos quanto...quer saber meu mistério? Eu te conto

O homem cruzava os braços enquanto tossia a fumava começava a fazer mal a ele estava suando mas não parecia se importar muito ele passava a língua nós lábios que estavam ressacando enquanto fazia sinal de silêncio

– Eu quero te ver cair meu mistério é que eu posso ser bem pior do que eu mostro meu mistério vai te destruir e você vai sofrer não nas minhas mãos eu não preciso fazer muito você sempre cai sozinho sempre se enterrando cada vez mais fundo acha que um título vai fazer algo por você? Não com certeza não vai nós estamos esquecidos somos os piores os rejeitados e você vai provar isso toda a vez que defender vai mostrar o motivo de sermos mero lixos e eu vou rir eu quero rir de você Bruno então faço seu trabalho e seja o bobo da corte na minha Jobberdivioson viva a minha sombra seja esmagado pelo o que eu fiz e no final caia porque você é fraco sempre foi e sempre vai ser esse titulo vai provar isso sua queda apenas prova tudo o que eu vinha dizendo mas não cansa de passar vergonha não cansa de provar a todos que você não é capaz eu posso me rebaixar mas você é masoquista quer mais provas da inutilidade que tem não foi sua musculação que te fez ganhar não foi sua força não foi sua resistência que te fez sair com o titulo porque você não ganhou deixando claro

Ele levantava o dedo indicador como se isso fosse um ponto que ele queria ressaltar

– Mas eu não sou ninguém para criticar apenas nunca fui falso e a verdade está ai para quem quiser ver e você vai fazer todos verem a sua vergonha a sua queda a única pessoa que pega título para cair em desgraça mais se que é que era possível totalmente inútil eu tenho essa tentação dentro de mim de ficar olhando tudo ao seu redor desmoronar esse monto de merda que você chama de vida cair por cima de você e o soterrar por completo terminando o trabalho sem ter minhas mãos nisso você apontou a arma para a própria cabeça e eu quero ver quando puxar o gatilho

O homem fazia movimento de arma com o dedo e depois “atirava” enquanto começava a rir e tossir ele ouviu a porta se quebrando e apenas olhou de lado depois ele olhou em volta

– Como você é chata pra caralho...tudo bem....depois não se arrependa vadia infernal

Ele falava com voz na raiva e se aproximava da câmera dando um soco assim a jogando no fogo o homem olhava para a câmera caída e jogava os cabelos para trás a porta estourava e varias vozes invadiam o homem ia dando passos para trás encarando a câmera até o fogo a derreter


Vídeo encerrado



Look, an idiot.
avatar
★ Bé ★

Mensagens : 338
Pontos : 915
Reputação : 520
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

116º Promo

Mensagem por ★ Bé ★ em 07.06.17 14:15










 

 


Nwr/Bélindo.com


Após a Elemination Chamber ♥


 


Pensei que estive-se acabado. Quando vi Devon pulando lá de cima, tão alto, com tanta esperança e garra, eu fiquei paralisado. A sua vontade era incrível, e eu nunca tinha passado por nada parecido. Aguardo aquele que seria potencialmente o fim do meu reinado, porem do nada, deuses me mandaram um anjo da guarda, um recado para eu vencer aquilo. Próprios deuses me mandaram Violetty para me salvar, sacrificando ela mesma para isso. Após o encontrão eu caio para longe, sinto uma enorme agonia dentro de mim, ao ver minha Sereia a tomar o golpe que deveria ter sido acertado em mim.


No entando eles me forçam a ficar no canto, encostado a observar enquanto todos os gritos da plateia e mais alguns fazem eco dentro de minha cabeça. Eu aguardo ele levantar, corro com toda a minha velocidade e consigo Knocautear ele como o meu finisher supremo, prendo a perna dele e o arbitro declara o final. Eu estava certo, sempre o estive. Violetty me mostrou o caminho, o caminho da vitoria. O pequeno sonho, a pequena fantasia de Devon se tornar campeão mundial, não significava nada para mim ou para os nossos deuses. Eu fiz o que me instituíram para fazer. Eu acabei com ele e com toda essa historia. E defendi o meu cinturão, esse, esse é o final. Enquanto o arbitro me entrega o cinto.


A sensação de realizar um sonho, era boa. Porem a de destruir um era melhor ainda. Toda a carreira ou a vida de Devon não significam rigorosamente nada, ele é um rapaz no lugar errado. Nunca fez nada para merecer o meu reinado. Ele compreendeu isso, o facto de chorar como um homem ainda menos significa, foi isso que ele foi essa noite. Ele foi derrotado, derrotado por mim. Pelo campeão, enquanto eu me levantou ouço vaias, todos vaiando, cada ser humano minúsculo gritando contra mim naquela noite. Eu não queria saber, eles são pequenos demais para compreenderem o que aconteceu naquela noite eu levanto o cinto e grito.


Filipe Bé: ARRIBA!!


Todas aquelas vaias inúteis me fizeram rir, porem eu pouco festejo. Eu me aproximo puxo Violetty ainda bem ensanguentada do chão, a abraço e me retiro logo dali, deixando Devon ainda no chão bem magoado. Eu saio do ringue abraçado a ela e ambos saimos daquela cela enquanto ela não parece em estado de caminhar, eu deixo ela segurar no meu cinto e levanto ela no colo. E começo a caminhar pela rampa acima, médicos parecem preocupado com o estado dela, mas não deixo chegarem perto. Ela não precisa de médicos, precisa de sair dali após termos a missão cumprida. Ela parece abrir os olhos enquanto seguro nela.





Violetty: O que aconteceu, Bodinhu?


Filipe Bé: A gente venceu.


Violetty: A gente?


Ela me abraça um pouco e mostra um sorriso, após eu ter falado no plural. A gente sai do palco, e deixamos Devon na sua propria desgraça. Nos saímos para os Backstages enquanto eu passava segurando na bruxa todos pareciam bem quietos, olhando e disfarçando, ninguém aplaudia ou festejava como aconteceu no RR. Eu ria de modo bem sarcástico, quem queria saber dos outros? Eu não. Nós paramos em um corredor, enquanto observamos em uma pequena Tv o momento da minha vitoria. Alguém coloca a mão em meu ombro direito, quando eu me volto vejo James, olhando para mim e para ela com um ar bem zangado e acompanhado por médicos.





James: Bé... Pousa ela. Ela precisa de cuidados médicos...


Filipe Bé: Não. Ela precisa de mim.


James: Será que realmente é ela que precisa de ti?


Não lhe respondo nada, porem lhe olho um pouco James de lado, ele realmente tinha cara de poucos amigos, porem a minha expressão também não era boa e naquele momento eu não estava muito preocupado com James ou com a imagem da empresa, apenas com ela.


Violetty: Tudo bem. Eu vou ficar bem.


Após as palavras dela eu me aproximo dos médicos e coloco ela em uma maca cerca, enquanto Dr. Pelé fica cuidando da sua ferida. Eu volto a caminhar porem James me puxa pelo braço, algo que eu naquele momento levei bem a mal, e lhe dei uma sapatada para que me solta-se e ele fica me encarando.


James: Qual o teu problema? Eu não te disse para te afastares dela?


Filipe Bé: Então porque a colocas-te na Chamber também? Alias eu cheguei a combater ela, por isso não me enche.


James: Que? Tás a brincar certo? Tu estás lúcido do que tu fizes-te ali dentro?


Filipe Bé: Eu estou. Sobrevivi contra os teus melhores lutadores, e eu venci.


James: Tu vences-te porque tives-te ajuda.


Filipe Bé: Claro que tive, os deuses gostam de mim.


James: Tu... Tu estás fora de ti, e isto não vai ficar assim. Devon não merece ser roubado desse jeito, ele merecia ter tido um resultado justo.


Filipe Bé: Chega de palhaçada James, e me dê meu Nêmesis.


James: Não sei qual a tua fixação de lutar com ele, nem temos a certeza se foi ele sequer que ganhou o Rumble. Temos por ai montes e montes de estrelas ansiosas por socar tua cara.


Pacificamente observo o que James fala, não entendia ele. Eu já não tinha acabado de derrotar todas essas estrelas? Eu sou o melhor, ponto, podem começar a se mentalizar disso.


James: Devon terá sua merecida chance por esse cinto.


Filipe Bé: Pode vir, eu irei adorar. Pois ele será novamente derrotado. E seu sonho impossivel irá finalmente afundar. Mais alguma coisa? Mr. Boss?


James: Sim. Estou decepcionado contigo.


James se retira, julgando que o que ele tinha acabado de falar iria me afectar. Eu olho para trás, enquanto está Violetty sorridente e acenando para mim, mesmo estando coverta de sangue, os médicos terminam de cuidar do ferimento dela e eu me aproximo e fico um pouco sentado ao lado dela.


Violetty: Onde está o Jiggly?


Sorrio um pouco com a pergunta, eu me sentia bastante bem ao ela arranjar mais amigos na federação, pessoas que gostassem dela também e do seu proprio jeito de ser, porem eu não respondo a pergunta, ela tinha visto o combate dele e como resultou, ela mostrou um ar triste. Eu a tento consolar.


Filipe Bé: Ele vai ficar bem, ele já passou por combates muito piores. Antigamente, ele começou a sua carreira em uma federação chamada, Insane Hardcore Wrestling.


Violetty: Isso é um nome bem atractivo... Era uma daquelas federações que vale tudo?


Filipe Bé: Sim, não existiam regras, cada combate, de cada show era sem DQ, e todos os combates tinham estipulações especiais. Tipo uma Ecw. Ele lutou e começou sua carreira por lá..


Violetty: Serio? Só valia combates Hardcores? Eu gostava de ter estado lá. Iria me divertir bastante e fazer muitos mais sacrifícios para os nossos deuses.


Filipe Bé: Combates Hardcore era pouco... As coisas eram realmente insanas por lá. Creio que Junior após tantos anos lutando nessas condições ficou de ferro... Mas mesmo assim Robert conseguiu o superar...


Violetty: Não tem mal, eu vou matar ele.


Sorrio com a afirmação bem natural dela quanto ao seu próximo combate. Quando olho diretamente para ela, ela me entrega o meu cinto que ainda tinha nas mãos. Eu olho fixamente para o Nwr World Championship, eu estava bem satisfeito ao ter defendido o cinto e de ter vencido aquele inferno, sentia ainda o corpo todo dorido, especialmente dos golpes que King me executou, porem satisfeito. Vejo de longe, Daniela se aproximando. Eu falo para Violetty.


Filipe Bé: Ei, porque não vais lá ver como está meu sobrinho?


Violetty: Oba, ele está por aqui?


Filipe Bé: Claro que está, deve estar na enfermaria. Dá uma olhada.


Ela se levanta e sai se dirigindo para a enfermaria para procurar o Jiggly, enquanto Daniela se aproxima. Ela se coloca em minha frente e cruza os braços, com um ar meio irritado, porem ela sempre parecia fofa enquanto estava irritada. Eu olho para ela também que parece querer falar, levanto o meu cinto enquanto sorrio, porem a expressão dela não muda, e eu já tinha reparado, que não era coisa boa que se seguia. (Off/ Continua)


Ligação se encerra.

 


 



★ Have faith in yourself. ★
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 110
Pontos : 116
Reputação : 8
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Berlim

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 07.06.17 21:17



O vídeo começa mostrando varias listas coloridas como se estivesse algo fora do ar como na televisão! Logo a imagem escurece e lentamente vai aparecendo alguma coisa podia notar que seria um tribunal e no momento em que a imagem vai ficando mais nítida, podia confirmar que a gravação vinha de um tribunal, ou melhor, de um cenário baseado no tribunal a parede tinha cerâmicas com desenhos de madeira para dar um ar mais serio, havia uma mesa grande onde ficaria o juiz e os jurados no centro onde o juiz fica havia duas bandeiras, umas da Inglaterra do lado esquerdo e a outra do estado de Oxford do lado direito, ao lado direito da sala tinha uma mesa pequena onde o réu costuma sentar todas da mesma cor da parede, havia também o nome The Impetuous no centro da parede e acima das bandeiras. Podia ouvir a música Seven Devils indicando que o vídeo pertencia a Carrie Thompson.
A loira entra de vagar estava com um vestido social branco seu cabelo longo e loiro estava solto e liso a loira usava uma maquiagem leve apenas o batom chamava um pouco da atenção sendo da cor vermelha a mulher parecia muito feliz mostrando um ar confiante, a mesma se senta no lugar do juiz colocando uma pasta em cima da mesa abrindo-a e espalhando algumas folhas pela mesa a organizando em seguida, e logo em seguida dando duas marteladas de leve.

Carrie: – Que a seção comece! –

A mulher colocou o martelo de lado e logo pegou alguns papeis, os outros papeis a loira deixou do outro lado e por fim encarou a câmera com um ar extremamente confiante, além de um sorriso confiante de ponta a ponta, a mulher apoiou o cotovelo na mesa e entrelaçou as mãos, e deu um pequeno suspiro que quase não para notar.

Carrie: – O sabor da vitória é algo indescritível! Não só pelo fato de ter vindo por que enfrentei Danielle, mas sim por que eu fui à melhor! –

A mulher não pensava muito para falar através de seus olhos podia-se notar que o que a mesma falava era verdadeiro, a alegria que expandia em seus olhos no seu sorriso na sua voz era inevitável de se notar.

Carrie: – Quando se luta pelo que deseja não importa o quão difícil seja! A vitória vem seja de um jeito ou de outro ela sempre vem, basta você ter a certeza que você pode consegui-la! –

Carrie: – Sei que muitos de vocês não gostam de mim, nem Jesus agradou a todos não é mesmo? Mas sabem de uma coisa? –

A mulher pegou os papeis e os rasgou deixando-os em pedacinhos e jogando-os no chão!

Carrie: – Eu não preciso de algumas anotações para falar o que eu penso nessa federação, ou de algo que tenha me chamado a atenção. Isso é trabalho para os comentaristas. Eu não estou nem ai para o que as pessoas acham de mim! Eu simplesmente quero que elas morram, podem me odiar, pois o ódio vai consumir a vida inútil de vocês enquanto eu continuarei aqui! –

A loira permanecia seria neste momento em que falava sobre algumas reclamações, sobre seu combate ou por que as pessoas não gostam dela. Ela lentamente estava mostrando o seu lado sombrio e isso estava sendo transmitido em sua face seria.

Carrie: – Surprises? Obviamente sim! Podem continuar a reclamar das minhas vitórias isso não vai me fazer perder para te agradarem. Aliás, o ódio alimenta demônios e uma vez fui chamada de demônio por um amigo muito próximo só por que sou espírita! –

A mulher estralou os dedos e deu uma mexida com os ombros para ficar um pouco mais relaxada.

Carrie: – E isso não me afeta então por que o ódio de fracassados me afetaria? Vai chegar o momento em que todos vão temer para não ser sentenciados a morte ou algum castigo! Sim digo sentenciados, vocês serão julgados pelos seus atos e eu vou adorar puni-los. –

A mulher sorria com as palavras finais com muito prazer e um olhar maldoso era expresso em seu olhar. Um ar de autoconfiança era visto na mulher.

Carrie: – Essa minha vitória sobre a queridinha de vocês Daniella da qual tanto reclamam foi prazeroso demais e a carinha de decepção de vocês após eu ter derrotado a queridinha de vocês! A satisfação foi grande. –

A mulher mostrava gostar da insatisfação que fazia as pessoas sentir em cada reação ou gesto da mulher isso ficava bem claro, ela não queria ser amada ou adorada ela queria mostrar que amor e adoração não serviam para nada.

Carrie: – Não me confundam com Jigglypuff, que parece ser louco por atenção! E adoração como se isso o levasse para algo. Olha o que aconteceu com ele! Ele perdeu para o Robert. E isso prova que a adoração e o amor que vocês sentem são inúteis! –

Carrie: – E te respondendo Jigglypuff, eu aposto em quem tem capacidade de vencer e não em quem perde. –

A mulher dava uma risada ao tom de deboche, a mulher parecia desprezar a adoração e o amor que as pessoas tanto lutavam para ter e ela não entendia o porquê disso tudo. Ela mesma não fazia nada para ter o amor de Bruno, e mesmo assim tinha e parecia que aumentava cada vez mais.

Carrie: – Agora tenho que parabenizar Bruno, mesmo perdendo conseguiu arrancar o title do Havoc e isso é inacreditável. Parabéns campeão fez por merecer que faça um bom reinado. E tenha sorte para defendê-lo por que você vai precisar! –

Carrie: – Parabéns Narkissa, eu já sabia que iria ganhar. Espero que você faça um reinado longo! –

A mulher pegou a pasta que estava aberta e a fechou.

Carrie: – Caso encerrado! –

A mulher bate com o martelo três fezes na mesa fazendo com o que o vídeo se encerrasse lentamente enquanto ela ia embora.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
OrionStar

Mensagens : 61
Pontos : 77
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 07.06.17 21:38

"Porque você merece"

- Fique à vontade, está a fim de beber alguma coisa?

- Um copo de água, se não for possível.

O homem se levanta e pega uma jarra de água dentro da geladeira. Pega um copo em sua mesa e serve-se.

- Bom, te chamei aqui pelos fatos de ontem.

- Sim, sim. Devo imaginar.

- Quando eu acertei esse negócio, eu sabia que eu não estava metendo os pés pelas mãos.

- Sim.

- Ouvi muita gente falando de um homem de Nova Orleães que tinha um talento absurdo. Que é tido como um dos melhores da atualidade.

- Tá, mas onde você quer chegar?

- Quero dizer que é não foi certa a vitória de Filipe ontem. Gostaria de ter você como nosso campeão porque você merece.

- Não parece.

- Mas, por que não?

- Acho que perdi o último resquício de vontade que tinha.

- Deixe de besteira homem! Quero dizer que...

- Não, não. A cena de ontem foi o fim. Não dá mais. Porque eu devo continuar lutando?

- Porque... bem...

- Viu? Não tem um motivo! Eu tô cansado dessa tortura, isso está matando. Eu estou a beira do colapso, se é que eu já não estou entrando em um. Eu cansei, eu falhei.

- Você vai simplesmente desistir? Depois de tudo o fez nestes anos?

- Tenho certeza.

- Bom, você pode até ter certeza, mas eu tenho mais convicção de que você está errado e vou te mostrar o porquê.

- Certo então. Prove-me.

O homem levanta-se de sua cadeira e começa a andar pelo escritório.

- Primeiro de tudo porque desde o reinado de Caio como NWR Champion, nós já estávamos a procura de alguém que pudesse desafiá-lo. Vimos que o público já estava saturado de ver Caio vs Krauser.

- Certo.

- Segundo: Acredito que se não tivesse te trazido da Europa, o mundo ia esquecer de Devon Maverick. Eu e toda a diretoria acreditávamos que contratar um homem como Devon Maverick seria importante pois traria mais carisma e experiência.

- Tá, o que mais?

- Terceiro: Eu sempre gostei do potencial do Filipe por ser cria da casa. Ele era um cara que o público adorava pela sua personalidade. Eis que ele se envolve com as Gardeas e então muita coisa mudou. O respeito que tinha com ele caiu muito. Ontem mesmo, eu demonstrei minha insatisfação com a sua vitória.

- E...

- E aí Devon, é que eu volto a repetir: Era você quem deveria sair daquela arena como campeão, por toda a sua trajetória, por toda a sua competência e esforço. Porque você merece.

Respiro fundo, bebo um pouco de água. Ele volta a dizer:

- Devo imaginar o quão difícil é pra você ter chegado perto do seu sonho e ver ele escapando de suas mãos. Não será dessa vez.

- O que isso significa?

- Significa que eu vou fazer esforço para colocar você num combate pelo título de Filipe.

Meu semblante fica sério.

- Você sabe que eu trabalho sozinho, não é mesmo?

- Mais do que qualquer um. Sei que sua experiência com a gerência não foi nada agradável. Não quero propor alianças aqui Devon. Apenas faço aquilo que é certo, doa a quem doer. Eu não me arrependi de trazer e não quero perder um dos melhores lutadores do nosso roster.

- Ok, ok. Me convenceu.

- Então, sugiro que você continue trabalhando como sempre. Confio em você Devon. Porque você merece. - Disse o homem enquanto eu me levantava.

- Assim eu espero. - Disse cumprimentando o homem.

E saí daquela sala pensando no significado da palavra "merecimento" e sua relação comigo.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
✡ MadameZombie ✡
Admin
Admin

Mensagens : 188
Pontos : 544
Reputação : 330
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 08.06.17 11:17

Após o Elimination Chamber nos backsatges

A mulher olhava para trás vendo Bé com Dani a bruxa ficou um pouco triste gostaria de passar mais tempo com ele e também queria falar com Dani que era a “filha” dela mas pelo visto ele queria um pouco de privacidade a morena ia pulando pelos backsatges buscando a irmã ela achava que a loira estaria melhor a essa altura afinal elas eram Gardeas indestrutíveis quando chegou perto de onde ela estaria a bruxa tentou entrar mas foi impedida

Violetty: – Sai da minha frente eu quero ver minha irmã!

A bruxa empurrou um dos médicos para poder entrar ela ia ver a loira nem que isso custasse a vida dela foi quando foi segurada de novo a mulher começou a se desesperar vendo que não deixavam ela ver a irmã

Violetty: – SAI! AGORA! eu quero ver minha musa sai eu quero falar com ela...eu preciso falar com ela a parabenizar abraçar ouvir a voz dela....saiam da minha frente

Aquela situação estava deixando a mulher agitada começou a sentir o coração apertar não era normal não deixaram ela entrar eles falavam que eia deixar a loira instável coisas que ela não compreendia só queria falar com Naki e estava sendo impedida

Violetty: – NARKISSA! FALA COMIGO IRMÃ!

Ela gritava batendo na porta os médicos saiam e entravam no lugar onde colocaram a loira pelo visto ela não iria ficar ali a respiração da bruxa ficou descompensada e ela pensava no pior as vozes estavam falando várias coisas ao mesmo tempo apenas a perturbando mais ainda ela ouvia uma risada a bruxa estava sendo arrastada para longe falaram que ela não podia ver a loira que apenas ia piorar a bruxa já estava chorando e gritando com os médicos queria ver a irmã

Violetty: – Eu não posso perder ela...se ela se for uma parte de mim vai com ela eu...eu...quero minha irmã

A bruxa falava feito uma criança chorando ela segurava o impact como se fosse um ursinho estava ali sozinha e proibida de ver a irmã acusando que ela ia piorar a bruxa não tinha vergonha de chorar pela irmã queria ver a loira precisava disso ela apertava o titulo e olhava em volta o machucado começou a doer e a mulher levou a mão ali ela ficou ali esperando alguém falar com ela mas estavam a evitando a bruxa iria voltar ali quando não tivesse ninguém para poder ver a irmã não a impediriam a bruxa se virou e começou a caminhar para ver como estava Jiggly a cabeça estava em Naki ela dava tapas na cabeça para fazer as vozes pararem de gritar

Violetty: – Parem de falar juntos!

Ela gritou batendo o pé ficou silêncio todos ao redor encaravam a bruxa mas ela apenas seguiu o rumo dela enquanto limpava as lágrimas com a mão a mulher tentava segurar mas chorava pensando no pior aquilo estava a matando e enfrentar essa situação sozinha era pavoroso Naki saberia o que fazer antes de entrar no quarto que estava o lutador a bruxa parou respirando fundo

Violetty: – Irmã....minha musa....deusa...esteja bem preciso de você

Ela apertava os olhos querendo segurar a dor de pensar ficar sem a irmã falava baixo como se loira pudesse a ouvir e ela sabia que podia a bruxa entrou no quarto e olhou em volta ela viu Jiggly ali sentado reclamando sobre alguma coisa a bruxa sorriu e saiu correndo abraçando ele o homem fez uma expressão de dor

Jigglypuff: - Ai ai cuidado ai bruxinha

Violetty: - Opa..foi mal esqueci desse detalhe

Jigglypuff: - Ahh relaxa já estive pior…parabéns pelo combate estão falando que foi muito bom

Violetty: - Não tão quanto o seu admito inveja da brutalidade que teve e o sangue

A mulher dizia com um sorriso enorme no rosto mesmo estando triste pela irmã queria distrair a cabeça para não ir lá e matar tudo mundo

Jigglypuff: - Um dia você chega lá não se preocupe  

Ele falava brincando com a bruxa que deu um leve tapa no ombro dele o fazendo reclamar um pouco levando a mão ao local

Violetty: - Muito engraçadinho mas eu também vou lutar com aquele maníaco e ele vai sofrer por tudo o que fez

Jigglypuff: - Ohh tem alguém querendo me vingar aqui? Vou em sentir especial desse jeito

Ele sorriu e passou a mão na cabeça da bruxa que fazia um bico ele bagunçava os cabelos dela e descia a mão pelo rosto vendo o machucado o homem cutucou e a bruxa reclamou

Jigglypuff: - O lance foi feio ai hein?

Violetty: - “Um dia você chega lá não se preocupe”

Ela dizia imitindo ele que a olhou e balançou a cabeça em negativo empurrando de leve a bruxa que havia sentado ao lado dele

Jigglypuff: - Hahaha engraçadinha

Violetty: - Ei...

Jigglypuff: Sim?

Violetty: - Eu fiquei preocupada com você

O homem estava cutucando o machucado da bruxa quando ele parou e a olhou um pouco surpreso como se não fosse muito normal ele ouvir isso

Jigglypuff: - Porque? Eu to acostumado a coisas piores aquele medico de quinta vai ter que fazer muito mais para me impedir  

Violetty: - Porque eu gosto de você ué eu me preocupo e sei que não ia cair assim fácil com as coisas que ele fez mas não ia deixar de me preocupar por causa disso

A mulher falava e ficava olhando em volta ela se distraia com facilidade não mantendo o solhos em algum ponto focado até ver que o lutador parecia meio sem palavras olhando pra ela ali

Jigglypuff: - Como está sua irmã?

Ele mudava o assunto mas percebeu que ao falar isso a bruxa abaixou a cabeça e parecia querer chorar

Jigglypuff: - Ei ei o que houve?

Violetty: - Não me deixaram ver ela e eles não param de falar

Jigglypuff: - Eles?

Violetty: - Sim eles....

Ela apontava para um canto mais escuro da sala mas não havia nada ali a mulher começou a chorar e levou as mãos até a cabeça

Jigglypuff: - Olha deve estar tudo bem apenas não pode a ver eles são muito frescos está se preocupando atoa

Violetty: - Eu quero a minha irmã

Ela falava igual criança enquanto chorava chegando a soluçar o lutador puxou a bruxa e abraçou com força ele ignorou as dores do corpo para poder fazer a mulher se sentir melhor

Jigglypuff: - E você vai ter sua irmã vai ficar bem calma não se desespere assim tenho certeza que as coisas vão melhorar e vão juntas comemorar a vitória...junto do meu tio que pelo o que soube reteve hoje

A mulher apenas chorava e balançava a cabeça concordando a voz saia falha e chorosa

Violetty: - Eu não podia deixar machucarem ele...

Jigglypuff: - Compreendo....

O lutador parecia um pouco pensativo como se algo tivesse o incomodado mas agora ele estava focado na bruxa que se acabava de chorar falando da irmã

Jigglypuff: - Se não te falaram nada sobre ter ocorrido algo pior é porque não ocorreu ok? Não faça nada que posso piorar se falaram que você não podia ver ela pode ser pelo bem dela pense nisso

Violetty: - Mas não é normal eu quero ver ela eu tenho que ver ela se algo aconteceu? Se ela precisa de mim? Eu pedi tanto por ela...eles não podem a tirar de mim sem ela eu não sou nada a Naki é um pedaço de mim ela é tudo pra mim não quero me imaginar sem ela

Jigglypuff: - Então não imagine não pense essas coisas se acalme ela vai estar bem o combate dela foi brutal pelo o que ouvi ela precisa descansar...e você também

Ele olhava para o machucado no rosto no rosto da mulher todas as vezes como se não tivesse gostado de a ver com o rosto assim

Jigglypuff: - Fique um tempo aqui e depois volte lá eu tenho certeza que ela quer te ver e eu não quero ficar sozinho sem fazer nada com você aqui eu tenho alguém para conversar

A bruxa sorriu fraco enquanto o lutador limpava as lágrimas do rosto dela e colocava a cabeça da bruxa no peito dele fazendo um carinho nos cabelos da mulher tentando a acalmar



♦️ You're lookin' crazy and you're lookin' wrong
We look like we belong ♦️

avatar
King

Mensagens : 89
Pontos : 97
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 55 - UM BAÚ E UM LEITO RUSSO

Mensagem por King em 08.06.17 12:12

Já era bem tarde quando adentrei aquele lugar, fiz questão de entrar pela porta dos fundos para manter a descrição e ser pouco incomodado. Após saber exatamente onde ir, me dirige a um dos elevadores rumo ao destino estipulado. Aquele baú de madeira embaixo do braço, parecia atrair olhares curiosos, mas sendo carregando por um homem do meu porte, intimidava qualquer um que quisesse saber o que teria dentro dele. Ao chegar no andar, procuro observar as placas e saber qual sentido seguir, ao descobrir o rumo do quarto em questão, viro-me para direita e caminho pelo corredor sendo observador por algumas pessoas. O lugar estava menos agitado que a recepção, porém, o clima de apreensão era nítido. Próximo do quarto, sou barrado por uma enfermeira:

- Boa noite, posso ajudá-lo?

- Boa noite, estou aqui para visitar uma pessoa.

- Certo, só que o horário de visitas terminou há 5 minutos.

- Compreendo, porém, vim de longe para fazer esta visita e não terei outra oportunidade.

- Teu rosto não é estranho, senhor.

Ela me olha de cima para baixo como se estivesse procurando algum defeito em mim, a enfermeira passa a mão esquerda em seu cabelo e diz com ar de curiosidade:

- O senhor é algum ator?

- Na realidade, sou lutador profissional.

Ao olhar no crachá dela, vejo que se chama Sarah Connors então lhe digo rapidamente e de forma suave:


- Por favor, Sarah, serei breve na visita.

Sarah olha rapidamente no corredor, vê alguns funcionários conversando e me diz:


- Seja breve, porque não quero ter problemas aqui.

- Obrigado.

Ela deixa a porta semiaberta e entro rapidamente. O quarto estava com suas luzes apagadas, mas com a janela aberta a luz do luar iluminava boa parte do ambiente. Ao me aproximar da janela, vejo o leito em questão e quem estava deito nela. Pego o baú e o deixo do lado esquerdo e fico em pé ao lado da cama. Não digo absolutamente nada, apenas ouço os equipamentos médicos fazendo referência aos batimentos cardíacos. O estado era melhor do que imaginava, apesar de saber que ficaria um bom tempo longe dos ringues graças aos ferimentos sofridos. Faço menção em segurar-lhe a mão esquerda, mas não o faço. Olho para seu rosto e digo em voz baixa:

- Conseguiu o que tanto queria, mas a que custo? Quando abrir seus olhos, saberá que seu bode prevaleceu na Elimination Chambers e que a Cursed Division tem um novo campeão. Espero que seus demônios estejam a deixando em paz, pelo menos por agora, porque encontrará um irlandês sedento por sangue e este título que carrega, ainda me atrai os olhos boneca russa! Minha visita é breve por aqui, então, deixo um presente para você no pé da cama e a chave está guardada nesta cômoda para que ao acordar, saiba que passei por aqui, boa recuperação Narkissa Gardea.

Curvo meu corpo e lhe dou um beijo na testa. Deixo a chave na segunda gaveta da cômoda e saio do quarto. Ao sair, passo pela recepção do andar e vejo Sarah conversando com alguns funcionários. Ao me ver, ela sai rapidamente do lugar e diz empolgante, mas em voz baixa:

- Você é King Armstrong!

Balanço com a cabeça positivamente e ela chama seus colegas para perto. Ela segura seu celular e me pede uma foto, digo que sim, mesmo louco para deixar aquele lugar e retornar a minha rotina de treinos. Ela tira umas fotos e depois dou alguns autógrafos antes de sair dali. Durante o caminho para o aeroporto, vejo no smartphone atualizações do site da NWR.COM e me surpreendo com o bom humor de Carrie Thompson em relação a Bruno e Narkissa, seria uma nova faceta da novata ou uma armadilha para ambos? Fiquei intrigado com aquilo, mas como ela não está nos meus planos atuais, não a respondi e permaneci focado em minha viagem interna.

[/size]
avatar
valugi

Mensagens : 84
Pontos : 156
Reputação : 78
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 08.06.17 18:31

Estou dando pequenos passos vejo King Armstrong passar por mim entro na sala, estava com a roupa de médico e com a identificação de um dos médicos que estava tratando de Narkissa, começo a gravar um vídeo e tranco a porta do local estava em troca de turno teria 30 minutos de privacidade, o vídeo se inicia já com a vinheta a sala ta escura, sons de aparelhos tipicos de hospitais eram ouvidos, Robert aparecia no vídeo com uma roupa de médico com todos os seus ferimentos cobertos

- Olá Violetty, esse vídeo é especialmente para você, alguém tem que mandar um olá para você também

A Câmera expande, mostrando Narkissa deitada na cama totalmente inconsciente e Robert se aproxima da mão dela e faz um sinal de tchau para a câmera

- Sabe Bruxa, quando disse que você tinha exatamente muito a perder era exatamente isso, olha eu aqui do lado da sua querida irmã, quais seriam minhas possibilidades aqui dentro

Robert olhava para todos os equipamentos e para todos os lados, tirava uma seringa do seu jaleco

- Eu poderia aplicar essa droga que faria Narkissa morrer por uma overdose e o laudo não identificaria como algo proposital e olha que bom ela nem sentiria dor, seria uma morte pacífica.

Ele sorria pegando um travesseiro

- Eu também poderia matar ela asfixiada, como ela ta se recuperando não teria força para resistir muito e morreria sem ar, e isso bem antes da troca de turno.

O lutador pegaria sua pinça

- E claro poderia fazer isso de um modo ainda mais cruel com muito sangue envolvido

Robert colocava a pinça no pescoço de narkissa e deixaria uma pequena marca e olhava para a câmera com sua risada característica

- Soube que o Jigglypuff ta por ai, ainda está vivo? Mas aprendeu um pouco como é entrar em meu pesadelo, sabe que não é boa ideia procurar briga comigo, trate de seus ferimentos e vai lá brigar na Jobber division, soube que ele estão com novo campeão e quem sabe não seja uma boa mudança de ares e nunca mais apareça em meu caminho.

Ele sorria, estava empolgado com o momento

- E minha querida Bruxa, eu vou querer o seu título, na verdade o desafio da Asylum Match está de pé, quem vai sair vivo dessa luta, o médico ou a bruxa? Essa é a pergunta que repassa a cabeça de todos

Robert se aproximava de Narkissa deitada

- Quanto a sua irmã, não se preocupe, ela vai ficar bem em breve, até poderia tratar dos ferimentos dela, mas vamos deixar a equipe médica cuidar dela, quando você ver esse vídeo já não estarei nessa sala e não terei mexido com ela, mas saiba que seus pesadelos podem ser ainda piores, com quem mais irei brincar?

A câmera faz sinal que vai se apagar e retorna com Robert sorrindo

- Ou Será que eu já não fiz algo?

Ele começa a rir enquanto a vinheta do programa entra, com o nome e a palavra mensagem especial para violetty


-------

http://revolutionwrestling.forumeiros.com/viewtopic.forum?t=161

-------

http://revolutionwrestling.forumeiros.com/viewtopic.forum?t=161

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.10.17 3:36