Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 05.12.16 1:04

A sensação era inexplicável, ele havia conseguido. Porra ele conseguiu mesmo, aquele garoto que poucos anos atrás debutou no mundo do Wrestling, hoje é o principal campeão de uma federação. E naquele momento, em que ele procurava de todas as formas juntar forças, para comemorar no topo da Ladder com o cinto em suas mãos, nenhuma dor, cansaço ou qualquer outra coisa, era maior que o sentimento de realização pessoal. Um título de campeão que em alguns anos atrás, quando estava por realizar seu debut podia parecer pesar 1 tonelada naquele momento parecia pesar menos que uma pena. Tendo em vista, todo o merecimento que ele construiu em torno de si mesmo, todas as adversidades enfrentadas, toda a demonstração de talento, e, principalmente o amor ao Wrestling. Amor esse que fez com que ele saísse de sua cidade natal, e fosse desbravar os Estados Unidos, e porque não o mundo? Amor esse que faz com que ele acorde todos os dias disposto a fazer o seu melhor, seja num treinamento, seja em seguir uma dieta rigorosa ou até mesmo em uma entrevista, ele quer dar o seu melhor. Se cobra muito para que tudo que ele faça seja com o coração, ele não quer perfeição. Sim você não leu errado, Caio não quer a perfeição, ele quer fazer as coisas com o coração, com o coração puro e valente que tem. Coração esse que por muitas vezes já demonstrou ser bondoso, mas como nem tudo é perfeito, nos momentos nescessários também já demonstrou ser frio. Tá certo que isso não combina muito com ele. Que naquele momento em que empunhava o título no topo da Ladder seus olhinhos já eram tomados pelas lágrimas. As lágrimas de um campeão, um campeão respeitado, um campeão capaz de ser a cara da companhia. Um campeão com uma trajetória de campeão, nem mais, nem menos. Campeão esse que quando debutou, parecia mais ter 12 ou 13 anos, do que 18. Era visto como uma simples criança, criança essa que teve que apanhar muito para aprender que ser um Wrestler não é fácil, não é como em um sonho de criança. É preciso andar de ônibus para ir treinar, é muitas das vezes ter que escolher se vai almoçar ou jantar. É ser ridicularizado pela maioria por ser criança, por simplesmente ter sonhos que eram praticamente impossíveis aos olhos dos outros, sonhos que segundo a maioria não era para ele, não era para aquela criança sonhadora. Sonhos que ele foi realizando um por um, durante sua caminhada até o topo daquela Ladder, sonhos que ele teve que batalhar muito para consegui-los, e conforme as coisas iam melhorando, ele ia criando cada vez mais sonhos em sua cabeça, sonhos de criança também, mais que dessa vez já não eram tão impossíveis aos olhos dos outros, e aquela criança que debutou no Wrestling dia 12 de Dezembro de 2012, já havia começado a dispertar olhares, olhares de inveja, olhares de surpresa. Já tinha começado a demonstrar seu talento, estava começando a mostrar de tudo que era capaz. E na noite do dia 2 de Dezembro, a criança veio ao mundo e mais uma vez mostrou que cresceu. Foi a hora de separar os homens dos meninos, e no meio de tantos Wrestlers, entre eles o maior nome da federação, ele se consagrou como campeão, como o maior daquela noite, como o maior daquele combate. Como ele sempre sonhou. Como as lágrimas em seus olhos no topo da Ladder indicavam. O garoto conseguiu, e a partir daquele momento novos sonhos surgirão, e esse ciclo infinito vai continuar se repetindo. Até o momento em que ele tiver que aponsentar chegará.

Depois que toda a euforia passou, Caio começou a descer lentamente da Ladder, quando por um descuido ele caiu e deu com as costas na lona. Então ele começa a rir da situação enquanto vai tentando se levantar lentamente com a ajuda dos paramédicos. E após receber os primeiros socorros ali mesmo, na beira do ringue, e já conseguir caminhar com mais firmeza, ele foi caminhando lentamente com o título em mãos para os backstages. E por incrível que pareça ele estava a procura de Johnny Waterfall, durante o caminho foi parabenizado por alguns conhecidos que trabalham nos bastidores, e até que por mais de 5 minutos caminhando ele ve de longe Johnny e seu fiel companheiro: Zé o Câmera Man.

Johnny – Grande Campeão!

Caio – Eae, velho amigo.

Caio então cumprimenta Johnny e Zé.

Caio – Eu estava a sua procura!

Johnny – Sério? Geralmente eu que procuro vocês (risos)

Caio – Sim, afinal foi para você que concedi minha primeira entrevista.

Caio – Achei que, num momento como esses, para você tem que ser a primeira entrevista também.

Johnny – Então vamos lá, Zé ligue a Câmera.

Zé – Pronto

Johnny – Senhora e Senhores, estamos aqui  hoje com o NWR Champion Caio.

Caio – WOW, é até estranho escutar você falando isso.

Johnny – O que?

Caio – “O NWR Champion Caio”, é que ainda não caiu a ficha sabe (risos)

Johnny – Imagino garoto, imagino. Você consegue definir a sensação que você tem nesse momento?

Caio – Puts, é complicado a ficha ainda não caiu mesmo. Só posso dizer que estou muito feliz, me sinto realizado, vou curtir um pouco esse momento.

Johnny – Você pode dizer que hoje, finalmente seu dever está cumprido?

Caio – Mais ou menos, posso dizer que o dever desta noite está cumprido.

Caio bate no cinturão que estava em seus ombros.

Caio – Daqui em diante eu tenho muitos outros deveres, até porque minha carreira não acaba aqui. Tenho o dever de manter este título, tenho dever de ser o cara daqui em diante. Ser o cara da companhia, e em algum momento me tornar o principal nome da companhia. Ultrapassando Krauser Daniels e Rober Lee.

Caio – Literalmente, matando um leão por dia pra sobreviver, como um bom brasileiro.

Johnny – Bom, você sabe que seu possível primeiro desafiante ao título será Krauser certo?

Caio – Ah Johnny, eu acho que pelo menos essa noite não é o momento pra pensar nisso.

Caio – Quero descansar um pouco, curtir esse momento com meus amigos e familiares. Mas pode vim qualquer um, Krauser, Glock, Bé, Lady, Luke, o grande Rober Lee, Luke. Cada um tem sua qualidade, e eu vou me preparar da melhor formar possível pra defender este título de cada um deles.

Caio – Se pra mim chegar até aqui foi difícil, pra mim sair, vai ser mais difícil ainda. (Risos)

Johnny – Em algum momento você pensou que não fosse conseguir?

Caio – Ah Johnny, em toda que alguém subia aquela escada e chegava perto do title eu pensava “puta que pariu, tanto trabalho pra nada”.

Caio – O legal das Ladders Matchs é que não depende só de você, você pode estar dominando um adversário, aí vem outro out of nowhere e simplesmente te nocauteia. Wrestling é uma coisa bem louca. Mas ainda bem que tudo deu certo no final.

Johnny – Em sua última passagem na NWR, você saiu como Mr. Money In The Bank, pelo visto você leva jeito para combates na Ladder hein.

Caio – É verdade rs, acho que tudo isso mostra que não cheguei até aqui por pura sorte. Seja na Ladder, ou em qualquer tipo de combate, eu tenho sempre que estar preparado, e é torcer que minha estrela continue brilhando nos momentos precisos, creio que consigo ir longe.

Johnny – Eu termino essa entrevista lhe parabenizando pela consquista Caio, desejo sucesso na sua caminhada daqui pra frente. E deixo um espaço para suas palavras finais.

Caio – Gostaria de agradecer todos os que se fizeram presentes hoje. E a mensagem que posso deixar a todos: É que confiem em si mesmos, nunca deixem de acreditar nos seus sonhos, e, se você quer algo parceiro, corre atrás. Se você acreditar que é capaz, você pode conseguir, através de muito trabalho duro e dedicação, eu consegui você também pode.

Caio finaliza erguendo o NWR title

Fim da entrevista

Zé – Caio posso tirar uma foto com você e o NWR title?

Caio – Claro, vamos lá Zé.

Zé – Minha mãe vai ficar tão orgulhosa.

Após as fotos, Zé e Johnny seguem seu caminho. E Caio segue o seu também diretamente ao seu Locker Room.





Rober

Mensagens : 11
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/11/2016

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Rober em 07.12.16 20:21

Inicia-se uma transmissão ao som de Hokuto no Ken - You Wa Shock ...

Quando de repente Rober Lee aparece em frente as câmeras, más algo está diferente, sua expressão mudou... ele não parece a mesma pessoa de alguns dias atrás agora ele  esta com um olhar diferente, como se sua determinação fosse inabalável ou algo assim...



Ele se aproxima das câmaras e fala:

Rober Lee - Ola amigos do NWR aqui é o Rober Lee hoje eu tenho uma coisa a falar a todos...
na minha ultima luta eu subestimei meu adversário apesar de ter ganho o combate eu não estou feliz comigo mesmo, eu posso muito mais que isso eu cometi vários erros idiotas... não esperem que isso se repita a partir de agora vocês vão conhecer o verdadeiro Rober Lee...

Eu não sei o que me espera contra Lady, Mas tenham certeza de uma coisa eu vou dar o meu máximo para conseguir a vitória!

avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Hakuna batata.

Mensagem por ★ Bé ★ em 08.12.16 1:39

Se inicia um video em um hotel de luxo, 5 estrelas. (Tudo pago pelo James carter, não por mim claro)



Bé está deitado na cama com uma psp antiga jogando Loco-Roco feito retardado quando Marianne entra com uma câmara já filmando.

Marianne: Bé, diga oi para o Nwr Universe!

Bé desvia um unico olho para a câmara e depois volta a olhar para o jogo.

Marianne: Vamos falar.

Bé: Estou ocupado.

Marianne: Fãs estão aguardando noticias!

Bé: Estou ocupado.

Marianne: Tens um combate já marcado!

Bé: Estou ocupado.

Marianne: É um combate importante!

Bé: Estou ocupado.

Marianne: As tuas vendas podem vir a superar as da Lady!

Bé mete o jogo na pausa e guarda na gaveta.

Bé: Vamos falar.
´
Marianne: Então bem, como deixaram bem claro no Talking Smack... Se tu ganhares o cinto, tuas vendas sobem para 30%! Não dás importancia a isso?

Bé: Bem, não sei...

Marianne: Mas não é das tuas vendas de merchandinse que tanto gostas?

Bé: Eles apenas me querem mandar pros maien events para apanhar em ladder matchs...

Bé: ITS A TRAP!!




Marianne: É uma trap nada, o negocio é real. Eu posso falar com o James, quem sabe eu consigo convencer ele até te dar uns 50%?

Bé: Eita 50%? Tá hardcore isso.

Marianne: A unica maneira de conseguires ultrapassar Lady é estando um passo ah frente dela no que toca a combates! Não ela a enfrentar o mitico Robeer Lee e tu no Oppen match.

Bé: Não sei, até agora até tem sido engraçado, mas está a ficar tenso.

Marianne: Como assim?

Bé: Sempre que saio numa rua, tem multidões de fãs me atacando e exigindo autografos. Querendo me comer vivo ou assim.

Marianne: Não querias isso?

Bé: Não a todo o tempo. Posso nem ir no shopping ou outro lugar qualquer que lá vem eles.

Marianne: Mas eles são os teus seguidores! Estão a gritar por ti! E a comprar t shirts inuteis que custam uma furtuna!

Bé: Madam, não diga isso, sabes que elas têem... Sentimentos!

Marianne: Eu acho... Que não entendo onde queres chegar...

Bé: Eu vou lhe explicar o porque de eu actualmente estar fora do lado negro da força ao contrario dos outros Bés.

Bé: Todos eles antes de mim, sem excepção, todos tinham um sexto sentido para lutas. Todos o mesmo potencial, claro que meu irmão chegou mais longe teve vários anos nestas industrias. Mas quanto ao seu filho mais novo por exemplo.

Bé: Ele teve um enorme problema de auto estima elevada demais. Ele sempre quis se mostrar o centro do universo para todos, e mostrando-se ser extremamente competitivo. Tão competitivo que chegava a doer.


Marianne: Stryker?

Bé: Quando ele decidiu se aventurar ai numa shit NewDawn. Ele la apanhou demais, e ele estava egoísta, somente para evitar isso. Para conseguir rivalizar com o pessoal e evitar perder combates. Ele julgava que assim estava ah altura dos desafios.

Marianne: Sei a que te referes, acompanhei ele nessa federação e teve um final triste.

Bé: Então onde quero chegar, é que ele era máu não por natureza, Bés são bons por natureza, apenas demonstrava para puder competir. Mas depois de ver ele a apanhar feio nos seus ultimos combates, ao ponto de não voltar ao wrestling. Me fez pensar muito no meu futuro. Esta federação é diferente.

Marianne: Porque?

Bé: Foi aqui onde os Bés nasceram. Isto para mim não é uma competição, ou uma corrida, como os outros Bés o viam. Não é algo que eu possa chegar aqui e dizer "Eu sou tudo, e eu vou ganhar". Porque é errado, e não é isso que eu quero.

Bé: Eles eram cegos em se fazerem parecer que eram melhores, apenas podem demonstrar igual, sem ofender os outros. Sem magoar os outros fora de combates. Eu ao contrario deles n vejo Nwr como uma corrida até ao topo.


Marianne: Então para ti o que é a Nwr?

Bé: O meu abrigo, como disse anteriormente, onde o legado dos Bés nasceu, e onde deve morrer. Quanto aos outros lutadores não sei. Mas para mim isto é algo mais que uma federação, é a minha casa. O meu lar. Meu irmão e meus sobrinhos referiam essas palavas, mas não as sentiam.

Bé: O cinto de nada significa para mim tanto quanto para os outros lutadores. Eu estou bem sem o foco do show. Eu já estou feliz a 100% aqui nesta federação. Minha prestação é EXATAMENTE (Entendam este trecho para Off character xD) a mesma quando luto contra um Krauser ou contra um Patrick.

Bé: Eu não quero tirar dessa felicidade de outro lutador, porque eu tenho grande pontencial para o vencer. Vou mencionar o actual World Champ Caio, que trabalhou sua vida inteira para ser campeão. Quem sou eu para arrancar isso dele? Sendo que apenas um lugar nesta federação já me faz tão feliz quanto um lugar de campeão para ele?

Bé: Não me refiro ao sentimento de Pena, mas sim de respeito. Eu sei que mereço tanto uma title shot quanto todos os outros na fed, mas eles querem mais isso do que eu, alias, eles precisam mais disso do que eu.


Marianne: Então, não queres competir pelo cinto? Vai acontecer o que no proximo combate contra patrick então?

Bé: Não posso voltar costas ao combate e seguir rampa acima, estaria a virar costas ao Nwr Universe. E não posso virar costas a tantos Bélézitos, que compreenderam este recado, que gritam por mim. Que me apoia. São milhares e milhares deles. E eu vou ter de lutar por eles. E vou ter de ganhar por eles.

Bé: Não faço ideia do que vai acontecer, Patrick parece ter algum potencial. Mas eu vou dar o meu melhor para o vencer. Se é assim que a gêrencia quer, é assim que vai ser. Não apenas por ser o Patrick ali, eu poderia vencer Glock, Krauser, ou Caio, é isso que eu faço. Eu dou o meu melhor em combates, vendo minhas coisinhas lindas, e ganho meus seguidores.


Marianne: Até quando? Precisas de uma meta, todo o mundo tem uma meta, é para isso que o cinturão serve, para estabelecer uma meta.

Bé: Tem aquelas pessoas que falam "Vamos estabelecer essa meta, e depois de a completarmos, redobramos ela". Bem, eu certamente não sou dessas pessoas. Minha meta é inlimitada. É o maximo que conseguir alcançar. E o maximo que eu conseguir aguentar. O que vai ser, muita, muita, muita coisa.

Marianne: Sim, mas qual é ela? Para que lutas afinal?

Bé: Eu luto para mostrar ao mundo que luto, que o legado de Bés continua vivo. Que a honra e dignidade da nossa familia continua em pé. Todos podem apoiar isso, gritando por mim, exibindo isso, provavelmente em t-shirts e Bonés.

Bé: Meus seguidores só precisam de ter Fé, não em deuses, mas sim em nós, pessoas.


Marianne: Já ouvi essas palavras milhares de vezes vindas de montes de Bés, é bom que ela agora tenha um sentido.

Bé: Elas sempre tiveram um sentido, mas meus sobrinhos eram egoistas demais para a atribuir para os fãs, e limitavam-se a atribuir a eles mesmos.

Marianne: Bem, estamos a ficar sem tempo por agora... Voltaremos a dar novidades em breve!

*Fade Out*



Skull The Goat came back for one last dance. Skull
avatar
OrionStar

Mensagens : 62
Pontos : 78
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 10.12.16 21:10

Rumos

Vídeo postado em NWR.com/LukeMiller

O vídeo começa com as cenas da Ladder Match, onde vemos momentos onde Luke conseguiu roubar a cena. Então é dado um corte e o vídeo agora mostra os últimos minutos do combate, onde Luke estava quase alcançando o título quando foi atacado por Glock.

- Por muito pouco eu não estaria aqui com o NWR World Heavyweight Championship na minha cintura. Eu senti a vitória na ponta dos meus dedos. Mas aí Glock surge para me impedir de vencer. Mas todos sabem que ainda estou no páreo, o título vai ser meu. - Disse com um olhar bem sério – Eu tenho uma luta contra... contra... Mas quem é Kevin Jones? – Exclamo – Eu nunca vi esse cara passar pelos backstages. Já vi que vai ser mais uma vitória sem grandes preocupações hoje à noite.

- Eu gostaria de falar de Kevin, de quão perigoso ele seria hoje, mas vou poupar as minhas palavras sobre ele. Meu foco aqui é o cara com nome de arma, pensando que pode intimidar alguém simplesmente porque ele tem orgulho de sua força. O último cara que vi que se gabava por sua força perdeu seus cabelos, foi traído e morto. Talvez a morte seja muito cruel mas juro que vou me vingar. Ah eu vou, disso eu tenho certeza. Você custou-me o título! E agora ele está nas mãos do Caio.

- Ainda bem que a gerência forneceu mais uma chance para buscar o título. Não sei o que ela tem em mentes, mas eu vou fazer a minha parte, vou vencer qualquer um que estiver no meu caminho. Aliás, por falar em Caio...

Pauso para beber água. Sentia que as palavras me faltaram pois em nada podia pensar. Tentava reorganizar a cabeça e as ideias, mas estava difícil.
Então respirei fundo e voltei a falar.

- Um breve recado amigo tupiniquim: Comemore enquanto tem tempo. Não é somente com Krauser ou até mesmo com Bé que você deve se preocupar. Fato que eu vou atrás desse título. Tudo o que eu fizer é mérito EXCLUSIVAMENTE meu. Logo logo, este título terá um novo dono, que será eu. IT’S SHOWTIME!

--Fade-out—

Saio do quarto e vou para a academia do próprio hotel, começo a fazer exercícios empolgado, totalmente centrado para buscar minha melhor performance, fones de ouvidos, camisa cavada e o suor escorrendo pelo corpo, este sou eu. Queria me mostrar o melhor de mim, o melhor do Mr. Phenomenal. A jornada ainda longa, mas sinto que o rumo que estou trilhando neste exato momento me reserva uma recompensa. Vou até um saco de pancada que há ali e começo a socar, começa então a tocar A Line In The Sand, do Linkin Park, meus socos, chutes e pensamentos vão no embalo da batida e da letra. Não se pode demonstrar fraqueza. Somente eu sei o que passei para chegar aqui. A letra da música segue como se o caminho fosse o mesmo que o meu o pensamento flui até o fim, minha vitória só dependerá de mim, por isso tenho que me esforçar ao máximo. Sou eu por eu mesmo, em busca de vitórias, rumo a criação do meu legado, rumo ao título.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 11.12.16 2:57

Vídeo postado em NWr.com/Caio

Caio – Olá meus caros amigos. Olha quem está de volta para falar com vocês.

Caio fala na maior empolgação e faz o sinal de beleza com as mãos

Caio – Mais um show se passou e a NWR não chegou ao fim, pelo jeito dessa vez as coisas vão pra frente mesmo.

Caio – E olha só, acho que pela primeira vez em anos eu não lutei em um show da companhia no qual eu estou atuando. Esse negócio de ser campeão é bom mesmo hein!

Caio – Sabe eu ganho essa folga. Posso ficar caminhando pra cima e pra baixo nos backstages, caminhar pela crowd. Tomar um suco pra relaxar. Ah isso é bom demais, é uma delicia!

Caio – E o melhor de tudo é ver todos os meus adversários, dando o sangue no ringue, me provocando de todos os lados, todos querendo o que tenho em mãos.

Caio mostra o NWR Championship pra câmera e começa a rir.

Caio – Sério só de falar isso, já me da um frio lá na espinha. Isso é loucura!

Caio – E o pior de tudo é que eu to gostando.

Caio – E hoje deu início a corrida para ver quem vai ter a chance de batalhar pelo grande título.

Caio – Infelizmente ainda temos com o roster bem reduzido

Caio faz uma cara de triste

Caio – E o torneio já se encontra com apenas 4 postulantes a desafiante.

Caio – Filipe Bé, Rober Lee, Luke Miler e Krauser Daniels.

Caio – Considerando o atual roster, podemos dizer que pelo menos as semifinais serão interessantes. Mas assim, eu não sei se vocês concordam comigo... MAS ISSO TÁ CHATO DEMAIS. Os caras tem que suar a camisa, tem que derramar o sangue, tem que mostrar estar realmente preparado pra disputar um main event de PPV.

Caio – Construir uma caminhada bonita durante esse torneio, de superação, de entrega. Pra passar no telão no dia do PPV. São coisas assim que tornam o Wrestling legal, que chamam o público pra arena e assim por diante.

Caio – Porquê o que eu vi hoje, foi uma vergonha. Tirando Filipe, Rober e o Luke. O que eu vi foram Wrestlers sem vontade, sem vontade de ganhar, sem vontade de querer ser o melhor. De querer levar o melhor ao público.

Caio – PORRA, EU FICO PUTO COM ISSO! Até mesmo o cara que todos querem ver no PPV lutando contra mim, Krauser estava irreconhecível. Eu espero que daqui em diante as coisas melhorem. E todos comecem a correr atrás por um bem maior, tirando título, tirando todas as possíveis bonificações.

Caio – O maior bônus que podemos ter, é colocando a NWR no topo! Tornando a NWR uma referência.

Caio faz uma pausa para beber água.

Caio – Eu acabei me exaltando um pouco, e fiquei nervoso.

Caio – Mas vamos lá, com o tempo a tendência é melhorar. Vamos falar sobre os 4 que sobraram no torneio.
Caio – Começando por Rober Lee. Ele é com certeza um cara que demonstra muito talento, tem uma técnica apurada, jamais vista antes. Em outras palavras: Tu pode ganhar cara, só depende de você porra!

Caio – Temos Filipe Bé, que olha, vou falar pra vocês ele deu uma declaração essa semana. Que me encheu os olhos.

Caio – Precisamos de mais Wrestlers assim na federação, que amem a companhia do jeito que este rapaz ama. Que vistam a camisa, que queiram criar um legado. Ou no caso dele, manter o de sua família.

Caio – Ele é o mesmo, em lutas maiores ou menores. E isso é admirável! Ele com certeza é um cara que merece vencer esse torneio. Mas agora vai dele, se pretende ganhar ou não. Potencial tem, é só fazer o que sabe de melhor.

Caio – Temos também Luker Miller, um rapaz que chegou aí meio desconhecido, e vem demonstrando grande talento. Tem conquistado bons resultados, é alguém que merece uma atenção sem dúvidas.

Caio – No entanto, como nem tudo é perfeito. Ele deu uma declaração... deixa eu ver como posso definir... Bem engraçada! Se dotando da confiança de que logo logo o título será dele, sendo que nem ao menos ele passou pelas semi-finais ainda.

Caio – Se serve de conselho meu amigo, eu já vi muitos caras bons, caírem por causa disso. Tentando dar um passo maior que a perna. E isso é um dos maiores erros que um Wrestler pode cometer.

Caio – Vire seu foco primeiro para o combate das semifinais, logo após obter sucesso, volte seu foco para o #1 Contender, após obter um novo sucesso. Aí sim você pode colocar seu foco no NWR Championship. Caso contrário, se desde então já entrar mirando o título principal, vai olhar tanto para ele que vai esquecer de desviar dos obstáculos em seu caminho, e então você vai cair. É apenas um conselho.

Caio – Aliás, eu agradeço a referência aos tupiniquins, mesmo eu não sabendo que porra é essa. Mas você acha que um cara que ta acostumado a matar jacaré no braço, tem de se preocupar com você?

Caio faz um leve ajuste na câmera.

Caio – E por fim, mas não menos importante temos Krauser Daniels, o grande nome da federação!

Caio – Muitas pessoas me questionaram no Twitter, porque eu só resolvi aparecer para provocar Krauser, e não os demais que assim como ele conseguiram a classificação para as semifinais.              

Caio – Eu pensei que a resposta já estava bem clara pra vocês. Mas vou explicar meus motivos. Claro que o principal deles é nossa rivalidade, que está sendo construída nesse inicio. E também, é legal ver esse homem com raiva, toda vez que eu apareço com o title perto dele.

Caio – Sério, dá pra ver que isso machuca a alma dele. Ver outra pessoa em poder do NWR Championship, por muito tempo ele foi tido como o grande nome da empresa, e não se enganem ele ainda é. Por muito tempo ele era o cara, porém dessa vez, alguém está muito próximo de tirar tudo isso dele. E é legal ver o olhar de agonia dele, é legal ver ele irritado, é legal ver ele tendo seu Ego machucado.

Caio faz uma pausa

Caio – E sabem porque isso tudo é legal?

Caio faz outra pausa, pega o NWR Championship que estava sobre uma mesa ao seu lado, ergue ele e diz.

Caio – Porque isso tudo foi conquistado apenas com talento, sem nenhuma maracutaia! Sem nenhum tipo de favorecimento!

Caio – Eu já provei isso uma vez, e posso continuar provando quantas vezes forem necessárias. Podem  vir todos, sem exceção, que eu enfrento todos. E  continuo de pé, mostrando porque tenho em mãos esse título!

Caio – Estou no aguardo, ansiosamente de um de vocês, que vai ganhar esse torneio. E eu garanto a você vencedor deste torneio, que vai se arrepender de ter ganho.

Caio – Por fim, desejo boa sorte a todos os 4. Estarei lá assistindo vocês.

Caio já ia desligando a câmera, quando se lembra de algo.

Caio – Ahhhhhhh, eu quase ia me esquecendo, vocês também me questionaram bastante no Twitter, sobre o motivo do seu quadro de entrevistas não ter sido realizado nesse Saturday Slam, como tinha sido programado.

Caio – Nós tivemos alguns problemas técnicos, e eu tive uma bela briga com o cara que faria o Design do cenário, e acabou que nem tudo ficou pronto a tempo. E como eu sou um cara que gosto de fazer sempre o melhor. Conversei com a gerência, e achei melhor adiarmos para a próxima semana.



avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 12.12.16 12:24

Bé: Olá! Então gente, eu acho que temos algo a falar. Bem os shows têem me corrido bem. Lindamente alias, cheguei até ter a honra de fazer parceria com Robeer lee. Grande atleta.

Bé: Mas bem, após o ultimo show. Todos tivemos algo, tipo. UAU!

Bé: O pessoal esperava que eu vira-se as costas aos fans, eu. So porque? Por ser um Bé? Que coisa hein. Mas é que na verdade foi Lady que virou as costas a todos e nós traiu...

Marianne: Pois é, que tivemos um imprevisto lá.

Bé: Eu não sou do tipo que gosta de dizer "uh eu avisei-vos"...

Marianne: Todos nós sabemos que queres dizer essas palavras. Força.

Bé: Ah não eu apenas... UH!! Eu avisei-vos!!

Bé: Viram finalmente a miséria de pessoa que aquela criatura é? Coitadas das pessoas. Que gastaram dinheiro comprando uma t shirt de lady...

Marianne: Na verdade ela deixou bem claro que tudo o que aconteceu até agora, foram praticamente birras de crianças. Mas tu lhe custas-te um sonho.

Bé: O sonho de ser campeão, sei. Alias. Essa logica apenas não faz muito sentido, era um combate, normal se magoarmos uns aos outros. Eu pessoalmente após levar um Face the Heel de Krauser so acordei no dia seguinte. Ninguém é de ferro.

Bé: Então tinha de odia-lo também por isso? Não. Ele me acertou o golpe e me tirou do combate porque eu não consegui evitar isso. Também fiquei temporariamente lessionado e magoado. Ainda por mais que a assistencia médica em mim não foi das melhores...

Marianne: Enfim, mas atacar tão brutalmente so por simplesmente Bé magoar Lady durante o seu ultimo combate? Não foi pessoal. Ou foi?

Bé: Claro que não, mas o problema não foi o ataque fisico. Eu sou wrestler, eu sou lutador. Aguento bem com umas cadeiradas e uns golpes.

Bé: Mas sim especialmente dizer que o meu irmão sempre foi um homem que eu nunca iria ser? Isso até pode ser intrepetado como elogio. Eu vinha aqui enganar e trapaçar e ainda falava ter honra e dignidade. Algo de errado não está certo.

Marianne: Mas ele era um tipo forte, mais do que tu, todos nós supomos?

Bé: Bem, ele não é o 1º hall of famer da federação por algum motivo! Mas nós nunca competimos um contra o outro. Não diretamente ou depois de adultos.

Marianne: Como assim? Depois de adultos?

Bé: Bem, tinhamos as nossas brigas pelo comando da Tv, ou para ver quem ocupa mais rapido a casa de banho. Ele sempre conseguia vantagem... Sempre me engava com qualquer coisa... Mas enfim. Eu não estou aqui para o homenager, não para o vangolarizar pelo que ele alcançou.

Bé: Mas sim para dar continuidade a isso! Continuar a tornar Nwr grande, algo que seus filhos falharam pois eles apenas se preocupavam a tornar-se grandes a si mesmos. E tiveram fins miseráveis.

Marianne: Um se despediu e outro desapareceu?

Bé: Talvez um dia os veremos novamente. Talvez um dia tenhamos todos uma reunião em minha honra aqui na federação!

Marianne: Isso, é pouco provável.

Bé: Mas não impossivel. Adoraria reve los, a eles, ah Debbie, a suas namoradas... Será que têem? Já não falamos ah algum tempo.

Bé: Mas bem o show está marcado para hoje, mas aqui nada é 100% certo e ainda ninguem confirmou nada. Alias nem sei contra quem irei lutar. No ultimo show consegui vencer Patrick arduamente.

Marianne: Sim, foi um otimo trabalho. Vencer um combate naquelas condições, não é coisa facil.

Bé: Bem, não importa, eu estou aqui. Pronto para tudo. E vou dar o meu melhor no proximo combate e não, não guardo rancor por Lady. Todos nós cometemos nossos erros não é? Irei esperar o meu pedido de desculpas e aceitar e seguir meu caminho. Eu acho... Bem té depois!


Última edição por Jesus em 12.12.16 13:18, editado 2 vez(es) (Razão : cor.)



Skull The Goat came back for one last dance. Skull
avatar
Darklaw
Admin
Admin

Mensagens : 157
Pontos : 530
Reputação : 35
Data de inscrição : 02/07/2014
Idade : 23

Desculpas não levam a metas...

Mensagem por Darklaw em 12.12.16 17:19



Um vídeo e postado no site da Nwr. a transmissão e feita do apartamento de Vladmir Koslov também conhecido como Lady Death, Vladmir esta sentado com a cabeça baixa de frente para câmera, e possível ver uma garrafa de vodca na sua mão enquanto um silencio toma conta do quarto ate que finalmente ele levanta a cabeça e após dar um longo gole na garrafa de vodca começa a falar.

Vladmir - Olá bando fás da NWR.

Vladmir - Surpresos?

Vladmir - Não esperavam me ver assim? como sou de verdade?




Vladmir - Surpresos por me ver cansado de sorrir e fingir ser um homossexual só para alegrar vocês?

Vladmir - Pós bem, estejam cientes de que tudo aquilo sempre foi e vai ser uma farsa.

Vladmir - Algo feito por James Carter para chamar a atenção de todos vocês.

Vladmir - Eu sou completamente diferente, e quer vocês gostem ou não eu vou passar a ser assim.


Vladmir bebe mais um pouco da vodca e continua.

Vladmir - E sabem o por que? por que ser aquilo não ia me levar a lugar algum.

Vladmir - Ser o Lady não me daria as chances que preciso ter.

Vladmir - Mas ai que vem o assunto principal. Por que eu ataquei Filipe?

Vladmir - Por que eu dei as costas para os fãs?

Vladmir - Não que eu não goste de estar do lado de todos os bêbados como eu, ou das crianças risonhas que pulavam nas muretas querendo nos alcançar.

Vladmir - Eu fiquei foi enojado com todo esse papo de bom moço, e todo o melodrama feito por esse imbecil que quer ser a sombra de alguém que foi grande no passado.

Vladmir - Ponha na cabeça Filipe, você não vai chegar na metade da grandeza do seu irmão.

Vladmir - Para falar a verdade você não vai chegar a lugar algum assim que eu terminar com você.

Vladmir - Eu vim aqui para dizer que eu vou voltar a Nwr. Não como um idiota fantasiado.

Vladmir - Dessa vez eu vou voltar para ser o melhor como eu mesmo posso ser.

Vladmir - E vou começar passando por cima do seu legado!

Vladmir - Eu vou retornar como Sudz a encarnação da gloria!

Vladmir derruba a câmera com um tapa terminando a transmissão.


avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 13.12.16 5:08

Um combate incrível estava acontecendo, Caio e Bé faziam um combate memorável, era possível ver que os dois estavam se divertindo bastante com aquele combate, era difícil prever um vencedor ali, os dois estavam no mesmo nível e estavam dando o melhor de si, para proporcionar para o público presente um Main Event digno. Tudo caminhava bem, até que as luzes da arena se apagam completamente.

Caio – Bé, o que houve? –Disse Caio Gritando –

Bé – Eu não sei, aquele Carter não deve ter feito o pagamento da arena direito, e os responsáveis cortaram nossa energia. – Retrucou bé –

Logo após Bé terminar de responder, foi possível ouvir o som de uma cadeira batendo nos dois Wrestlers, e alguns segundos depois a luz da arena foi sendo restabelecida. E foi possível ver Caio e Bé caídos no meio do ringue, e uma cadeira completamente amassada. O Juiz se aproximou dos dois, para verificar em que situação se encontravam, Caio até tentou argumentar com o Juiz e dizer que conseguia continuar. Porém o mesmo preferiu encerrar o combate para evitar lesões maiores, solicitando a presença dos paramédicos logo em seguida. Em questão de segundos eles já estavam descendo a rampa, enquanto Bé era ajudado por Mariene, Caio sentindo uma forte dor na cabeça continuava deitado no meio do ringue, respirando e tentando processar tudo o que aconteceu. Enquanto a Crowd emitia o coro de “Give-me More”

Caio continuava a receber a assistência dos paramédicos, quando começou a se levantar lentamente, ainda sentindo forte dor, recebeu seu NWR championship e se dirigiu até o backstage. Ao chegar foi até um bebedouro que ficava bem próximo da entrada do backstage, pegou um copo de água sentou-se em um banco e tentava entender o que aconteceu. Havia alguns funcionários dos bastidores por ali, e Caio resolveu puxar assunto com um deles.

Caio – Hey! Tem um minuto?

Funcionário – Claro campeão, o que deseja?

Caio – Sabe me dizer qual foi o motivo deste apagão?

Funcionário – Infelizmente ainda não. Estamos correndo atrás, para saber se alguém manipulou as luzes, se foi um erro técnico, ou apenas uma queda de energia.

Caio – Droga, fui pego de surpresa.

Funcionário – Você não conseguiu ver nada? Tá certo que tava escuro, mais tinha as luzes de alguns celulares e etc

Caio – Foi tudo muito rápido, eu bati um rápido dialogo com bé assim que as luzes se apagaram.

Caio bebe um pouco de sua água.

Caio – Aí do nada fui atacado, eu não sei direito quem fez isso. Pra falar a verdade nem sei se foi mesmo direcionado a mim. Talvez tenha sido direcionado ao Bé, e eu por estar lá acabei pagando o pato também.

Caio – Mas você não sabe se alguma câmera com infravermelho  não captou as imagens? Ou até mesmo alguma câmera de segurança da Arena.

Funcionário – É difícil dizer isso, faz pouco tempo desde o acontecido, a gerência não abriu muito o jogo, eles preferiram fazer essa investigação por conta própria. Nosso dever é só descobrir a causa do apagão.

Caio – É... Eu entendo, obrigado pela atenção aí.

Caio termina de beber sua água.

Caio – Hey, a propósito. Qual seu nome?

Funcionário – Shane.

Caio – Obrigado Shane, bom trabalho!

Shane – Disponha campeão!

Caio continuou sentado por ali, enquanto a correria no backstage continuava. Ele pegou seu celular e deu uma rápida olhada no Twitter, principalmente para olhar os comentários sobre o show de hoje. O Twitter estava explodindo de comentários a respeito do show, e Caio recebeu deixar o seu Tweet também.

@NWRCaio
Um house show que terminou de uma forma bem inesperada. Tenham a certeza de que isso não vai ficar assim, e quando a identidade do autor for descoberta. Ele está fudido! xD


Caio recebeu mais algumas menções, e continuo interagindo com o pessoal do Twitter, quando foi surpreendido por Johnny Wartefall.

Johnny- Eae campeão. Pronto para uma entrevista?

Caio – Ok Johnny, vamos lá.

Johnny – Zé, ligue a câmera.

Zé – Ação!

Johnny- Olá NWR universe, eu sou Johnny Wartefall, e hoje após mais um House of Hardcore, estou aqui com o NWR Champion Caio.

Johnny – Quais são suas considerações sobre o show Caio?

Caio – Foi bem engraçado, tivemos o cara que não sabe se homem ou mulher, quase se demitindo da empresa. Luke se fantasiando de você e começando a provocar Glock, tivemos Denner sendo o Denner. Temos algumas rivalidades sendo consolidadas, e o grande mistério da noite, quem será que atacou a mim e ao bé no fim do show?

Johnny – É uma pergunta que fica no ar, até o Talking Slam ou o For Victory.

Johnny – Falando sobre Vladimir, ele parece ter recebido uma renovação de contrato muito suspeita. Com algum tipo de favorecimento, isso não te preocupa?

Caio – Pra falar a verdade, não me incomoda nenhum pouco. Mesmo que nessa renovação o NWR Championship tivesse sido prometido a ele. Eu ia recuperar logo logo. Mas cá entre nós, acho que quem deve se preocupar é o Bé. Parecem estar tramando algo contra ele.

Johnny – Quando Luke apareceu fantasiado de Johnny Warterfall, qual foi sua reação.

Caio – Olha Johnny, eu ri. Eu ri bastante, foi engraçado ele apareceu fazendo um monte de perguntas randons para o Glock. Ele soube incorporar bem o personagem, se não der certo no Wrestling, Stand Up pode ser um caminho. Ele é um dos 4 que ainda estão no torneio pelo NWR Championship,e ele está cometendo um erro bem grande, alimentando sua rivalidade com Glock, ás vésperas de um combate tão importante. Ele vai ter muita sorte, se Glock não aparecer no dia e acabar com tudo.

Johnny – É uma boa observação. Nos fale um pouco mais sobre os motivos de seu quadro Talk to me não ter ido ao ar, no ultimo Saturday Slam como foi combinado. Você já postou um vídeo a respeito, mas seria bom se apresentasse uma explicação um pouco mais detalhada sobre o assunto.

Caio – Ele não foi ao ar, porque algumas questões técnicas não foram acertadas a tempo. E também o chefe de design, queria colocar alguns tipos de decorações no cenário, que eu não concordei. E até hoje ainda fazemos reuniões diárias para acertar a parte final.

Johnny – Nem começou e já ta sendo polêmico! O que achou de lutar com bé esta noite?

Caio - Foi bem legal, a gente já se encontrou outras vezes, principalmente na ladder match. Porem no 1 contra 1 foi a primeira vez, e pude ver melhor que nas outras vezes que ele é um cara de técnica super apurada, tem talento. É um cara que respeito aqui dentro. Com certeza se ele for o vencedor do torneio, vai dar trabalho.  

Johnny - Por fim fale um pouco sobre o ataque no fim do show de hoje.

Caio – É difícil falar sobre, porque ainda não sabemos quem foi o autor deste ataque. Nem o motivo que levou o ataque a acontecer. Pode ter sido um ataque contra mim e Bé por estar lá no ringue, acabou pagando o pato. Ou vice versa, o ataque era ao bé, e eu por estar lá acabei pagando o pato. Uma hora ele vai ser descoberto, e quando for. Eu não terei pena, receberá na mesma moeda. Ou, se for alguém especial receberá com juros.

Johnny – Bom, esse foi o NWR Champion Caio, em mais uma entrevista para o site NWR.com eu sou Johnny Waterfall, e em breve volto com mais uma entrevista.



avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 14.12.16 8:15

Vídeo postado em NWR.Com/Caio

O Vídeo se inicia com Caio em um lugar um pouco diferente do habitual, o ambiente estava todo escuro, com apenas um feixe de luz vindo de cima iluminando o corpo de Caio, que por sua vez estava com um taco de baseball na mão, e o NWR championship preso em sua cintura, até que o mesmo começa a falar.

Caio – Olá NWR Universe, estou aqui hoje para comentar sobre as novidades que foram ao ar hoje. Principalmente o card do próximo for victory que foi divulgado, e por sua vez com um bônus a mais no Main Event.

Caio – Vocês podem perceber que o cenário mudou um pouquinho, mais calma, que logo logo vocês vão entender os motivos.

Assim que Caio termina de falar, um telão se acende poucos metros atrás de onde ele estava posicionado, e no telão era possível ver o card de divulgação da primeira Luta da noite. Adam Cole VS Patrick

Caio – Hey, por essa vocês não esperavam hein?

Caio – Eu achei que precisava de algo um pouco mais legal para mim fazer esse vídeo, então com a ajuda da gerência da NWR alugamos esse espaço e agora as coisas ficarão um pouco mais interessantes.

Caio – Mas vamos lá, comentar sobre o card do próximo for Victory!

Caio – O Show vai se iniciar com a luta de Adam Cole e Patrick, que olha, sinceramente os dois poderiam entrar tropeçar antes de chegar ao ringue e o juiz declarar a luta como encerrada.

Caio – A questão não é que os dois sejam ruins, maaaas é que até o momento eles não fizeram por onde. Sabe, eles não conseguiram empolgar ninguém, não mostraram até o momento porque foram contratados pela NWR, provavelmente para ficar no Low Card.

Facepalm de Caio

Caio – Não que eu tenha algo contra os Wrestlers de Low Card, afinal eu já fui um. Mas ver esses caras de Low Card sem ambição nenhuma, sem querer melhorar dia após dia, e buscar ser pelo menos alguém digno de atenção, me dá nojo.  

Caio – Desejo sorte aos fãs que chegaram cedo na arena e assistirem a esse combate. Vai ser teeeenso.

Então Caio prepara seu taco de baseball e acerta ele e cheio na parte do telão onde a foto de Adam cole estava, fazendo com que a mesma se apague, deixando a mostra apenas a foto de Patrick, e Caio volta a dizer.

Caio – Esse é meu palpite para este combate, Patrick vence, Cole perde. Não me perguntem como, é apenas um palpite.

Após o término de sua fala, caio caminha alguns metros para a esquerda, onde era possível ver um novo telão posicionado, desta vez com o card promocional da luta entre Kevin e Denner.

Caio – Esta luta já tem um nível técnico um pouco mais elevado.

Caio – De um lado temos Kevin, que esta começando a demonstrar algum talento. Ainda falta alguma coisa, que se for bem trabalhada por ele, pode vim fazer com que ele venha a subir de patamar e deixar de enfrentar Denner.

Caio – Do outro lado temos Denner, o cara que sempre que aparece para falar em público, diz coisas bem randons e sem sentido.

Caio – E além de tudo é uma chair match! Chair Match são sempre incríveis, desse combate espero ver muita brutalidade e com certeza quero que alguém saia sangrando do ringue. Não que eu esteja desejando mal a algum deles, longe de mim fazer essas coisas. Mas isso é bom para os fãs, é bom para empresa, é bom para o show!

Caio – Vai ser um combate interessante de se assistir.

Então caio prepara seu taco de baseball, e acerta em cheio no lugar onde a imagem de Denner estava posicionada, deixando apenas a de Kevin acesa no telão.

Caio – Qual é, Kevin tem que levar essa. Esse é meu palpite.

Caio caminha mais alguns metros para a sua esquerda, onde é possível ver um novo telão posicionado, desta vem com a imagem promocional da luta entre Dan White e Sudz.

Caio – E o nível continua a subir! Com Certeza a grande atração deste combate, é o ser que não sabe se é homem ou mulher. #Descubra

Caio – Além de tudo é uma Tables Match! Eu particularmente não acho as Tables Matchs tão empolgantes quanto as Chairs Matchs, mas isso não tira o fato de que vai ser um grande combate. E que vai ser um bom aquecimento para as lutas das Semi Finais do torneio que virão a seguir.

Caio prepara o taco, e acerta na parte onde a imagem se Dan White se encontrava.

Caio – Vou dar essa moral pro Sudz, quem sabe essa tentativa de se manter como heterossexual faça bem a ele.

Agora Caio sai caminhando na diagonal a sua esquerda, como se estivesse indo para outra parede do lugar em que ele se encontrava gravando aquele vídeo. E foi possível ver a imagem promocional do próximo combate. Entre Krauser Daniels e Rober Lee

Caio – E finalmente chegamos as Semi Finais do torneio que vale o #1 Contender a este título aqui.

Caio aponta para o NWR Championship em sua cintura.

Caio – De um lado temos Krauser Daniels, que continua sua caminhada para tentar tomar este título de mim, e pro azar dele, enfrentará logo Rober Lee. Pobre Krauser...

Caio – Rober Lee! Um cara com uma técnica super apurada e com um talento incrível, eita que me dá arrepio só de falar! Pra falar a verdade eu tenho certo receio que Rober Lee vença o torneio, de todos os 4 restantes, ele é o cara mais duro de se enfrentar.

Caio diz isso em um tom irônico.

Caio – Eu apostaria em Rober Lee, se fossemos ter uma luta justa e que fosse apenas no 1x1. Mas olha como é difícil entender as coisas que acontecem por aqui. A gerência colocou logo quem num combate Last Man Standing? Krauser claro xD

Caio – Tá certo que em todos os outros a interferência de Rita também se faria presente, maaaaas, neste tipo de combate as coisas ficam um pouco mais fáceis para Krauser e sua filha. Quem quer apostar comigo que o canadense vai se classificar com aquele leve ajudinha de sempre?

Caio tira uma nota de de 10 doláres de seu bolso e mostra para a câmera.

Caio – Eu vou apostando 10 doláres com quem quiser hein!

Caio começa a rir e volta dizer.

Caio – Dessa vez eu não vou quebrar nenhuma parte do telão, em respeito ao bolso de James Carter, e a figura de Rober Lee. Já que somando todos os fatores, eu creio que Krauser classifica. Apesar de todos sabermos que em um combate 1x1 Krauser não agüentaria contra o mito

Caio anda mais alguns metro a sua esquerda, onde é possível ver a imagem promocional do combate entre Luke e Filipe Bé.

Caio – E olha só, chegamos naquele que possivelmente é o combate mais equilibrado da noite!

Caio – De um lado nós temos Luke, que chega surpreendendo a todos, sendo capaz de fazer frente a Bé. Eu já disse várias e várias vezes, o tanto talento deste carinha. Mas será que ele realmente vai conseguir fazer por onde e vencer Filipe?

Caio – Para a sorte de Luke, a luta dele é uma Steel Cage, assim fica mais difícil uma possível interferência de Glock, contra Luke. Mas é sempre bom ficar atento, sabemos quanto Luke perturbou a cabeça de Glock nessa última semana, ele pode querer dar o troco. Tirando as chances de título do Luke, mais uma vez.

Caio – Do outro lado temos Filipe Bé, que junto a mim sofreu um ataque covarde no último show. Assim como Luke, Bé é um cara que tem totais condições de sair vencedor deste torneio, só resta saber, se ele realmente quer isso. Se ele realmente se preparou para isso. Esse combate tem todas as condições para ser o melhor da noite, sério. Eu não vou perder esse combate por nada, e você fã de Wrestling?

Caio – Eu não vou arriscar um palpite nesse combate. Porque ta bem difícil escolher por quem torcer! Caso Bé vença eu estarei o aguardando com um balde de pipocas para comemorarmos!

Então caio volta andando por todos os outros telões onde os outros cards promocionais estavam sido emitidos. Até chegar ao centro da sala, onde era possível ver mais um telão. Dessa vez com o card promocional de seu combate contra Glock.

Caio – Olha só, eu ainda não tinha reparado bem mais eu fiquei bonitão hein? Ainda mais com o leve detalhe do NWR Championship ali, incrível!

Caio – De um lado temos Caio, o NWR Champion. E do outro Glock, motivados pela possível title shot ao novo title da companhia. O Impact Championship.

Caio – E isso que é o mais legal desse combate o bônus que o vencedor vai receber.

Caio – Glock já garantirá seu #1Contender ao novo título, e de quebra derrotará o NWR Champion, nada mal hein? Diz aí quem não gostaria de ter uma oportunidade como essa?

Caio – Já eu. Bom, lembro que alguns dias atrás eu disse a seguinte frase: “Você ganhador deste torneio, se arrependerá de ter ganho” Foi algo do tipo que eu disse. E olha só, essa frase vai ganhar mais sentido ainda, se eu conseguir me consagrar o vencedor desta luta.

Caio – E o mistério fica no ar! Qual será a estipulação que ele vai escolher se ganhar?

Caio – Surpresa! Não posso dizer agora se não perde a graça, poxa.

Caio – E além do mais eu ainda nem ganhei a luta, não é mesmo? Mas vamos lá, o grande dia se aproxima. E eu vou estar preparado como sempre!

O vídeo se encerra com Caio tirando o NWR Championship de sua cintura e o erguendo em direção a câmera.            



avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 14.12.16 13:36

Marianne e Bé estão reunidos para conversar.



Marianne: Então, como estás? Que raios aconteceu no ultimo show?

Bé: Eu não sei, tu não sabes, ninguém sabe.

Marianne: Simplesmente foste atacado sem motivo e interromperam um combate promissor?

Bé: Bem, na propria altura, eu ouvi Caio gritando e perguntando que raios se passava. É que eu estava tão confuso quanto ele. Mas um apagão assim nas luzes da arena, so pode aver um culpado!

Marianne: Denner?

Bé: Ok, dois culpados então!

Marianne: Quem?

Bé: James carter como é obdio. Ele deveria estar a fazer o seu trabalho, e se alguém teve o poder de mandar as luzes abaixo. É porque assim ele o permitiu. Se não descobrirem o culpado, ele será o responsabilizado por isso.

Marianne: Como podes culpar ele assim tão diretamente?

Bé: A culpa de tamanha asneira? Derepente ficarmos sem luz no show? Culpa dessas noobices é sempre da gêrencia. Como é obdio.

Marianne: Aposto que não foi ele quem te atingiu com a cadeira.

Bé: Mas permitiu que alguém o fize-se.

Marianne: Quem tu achas que foi?

Bé: Bem, em um show antes desse, eu fui atingido com uma cadeirada pelo Vladimir. Atingido de um modo covarde, que nem no ultimo show. Será coicidencia a mais? Não sei, provavelmente não podemos acusar ninguem sem provas.

Bé: Mas seja lá quem o tive-se feito, iremos descobrir mais cedo ou mais tarde. E quem o fez pagará por suas ações.

Marianne: Bem, vamos comentar sobre os combates marcados para o proximo show. Pelo menos alguns importantes.

Marianne: Temos Krauser vs Robeer Lee. Last man standing match. Caio apostou 10 dolares que Krauser vence.


*Bé tira a carteira do bolso e começa a remexer nela*

Bé: Aposto 20 no Robeer.

Marianne: Realmente achas que o Robeer vai ganhar de Krauser?

Bé: Não porque Robeer está a brilhar e tem mostrado grande talento...

Marianne: Então porque?

Bé: Krauser é bom, mas duvido que consiga derrotar assim Robeer Lee, alguém que está com tanto impacto e momentum. Eu suspeito que seja impáravel de momento. E esse vai até a final.

Marianne: Bem... Ok vamos apenas lembrar que é um Last Man standing match, todos sabemos que Krauser é muito bom nesse tipo de combate.

Bé: Mais, eu sou obrigado a falar.

Bé: Que esse krauser aqui está uma porra.


*Bé olha para Marianne ignorando a câmara a fazer um ar serio*



Marianne: Bem... Ahm, okay então. Deixa me ver o proximo.

Marianne: Co-Maien event, serás tu contra Luke Miller.


Bé: Incrível, como tem gente que eu enfrento que nem consigo decorar o nome. Esse foi quem?

Marianne: Acho que substimar o oponente não é a melhor opção.

Bé: Não estou a substimar ele, pelo menos não o irei fazer durante o combate provavelmente.

Bé: Mas tipo. Quem é esse miudo? De onde veio? Que ele faz da vida?


Marianne: É um wrestler?

Bé: Tu viu bem a fotografia dele no cart? Ele tem cara de quem trabalha em uma fabrica de bolachas. Juro.

Marianne: Como assim?

Bé: Olha isso.



Bé: Ele tem cara de para-quedista.

Marianne: Porque?

Bé: porque cai assim de para-quedas neste combate.



Marianne: Ele até agora tem se mostrado promissor.

Bé: Tem nada. É apenas mais um Rockie, que vai ser derrotado por mim. Posso garantir.

Marianne: Ele se mostrou bem forte e efectivo, até durante o combate de escadote pelo cinto!

Bé: Ué? Ele estava sequer nesse combate? Meu deus, como eu nem reparei nele?

Marianne: Talvez porque estavas ocupado a dormir lá no topo.

BURN!!

Bé: Bem, enfim. Talvez ele tenha opniões? Talvez ele poste videos? Talvez ele tenha algo para me dizer e so precise de um empurrão?

Bé: Que provavelmente vai levar montes deles durante o nosso combate, especialmente de cabeça contra a jaula.


Marianne: Não gostas dele pois não?

Bé: Eu sou um heroi do povo. E ter de lutar contra oponente tão fraquinhos, para não dizer merdinhas... Pera acabei de dizer? Bem isso me tia o merito que eu poderia estar a ter.

Marianne: E para final temos Glock e Caio.

Bé: Como eu disse, era eu que deveria estar nesse maien event.

Marianne: Mas não dizes-te que apenas querias estar no teu lugar a vender tuas t shirts?

Bé: Sim, mas após o ultimo combate que tive com Caio, aquilo deixou muito a desejar. O que faz o nigga por ai mesmo?

Bé: So por ser grande, musculoso e intimidador já pode participar em mais maien events que eu?


Marianne: yah. Quem achas que ganha desses?

Bé: Acredito que ele acerte umas boas poladas no campeão, mas como é obdio, não o irá conseguir vencer. Envora fosse importante para ele. Pois ele tem uma chance de ouro ai.

Marianne: Sim, pela primeira vez que o cinto segundario foi mencionado. Se ele vencer o campeão principal, poderá ser declarado o novo. Este era o push que sua carreira precisava.



Skull The Goat came back for one last dance. Skull
avatar
OrionStar

Mensagens : 62
Pontos : 78
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 15.12.16 1:12

Firmeza

Ruas de Nova Iorque, 12:00

Ali estava nas belas ruas de Big Apple andando com meu Zonda R com algumas bolsas de dinheiro mesmo tendo causado no último House of Hardcore. Kevin havia me atacado durante o show, justamente porque eu o ajudei ele contra Glock. Não entendi porque ele me atacou, mas fazer o quê. O clima estava ensolarado, estava com meus óculos escuros, regata azul e bermuda branca. Hoje tudo estava um pouco mais tranquilo, eu me sentia bem. Esperava a chegada da sexta, querendo logo saber quem eu lutaria no For Victory. Ao que tudo indicava valia pelo #1 Contender pelo título de Caio. Seguindo pela aquela mesma avenida havia um bar, de nome Barzil. Estacionei o carro, desci e adentrei ao bar. Vi na parede uma placa de parceria com uma tal E-Federation. Questionei a fama do lugar, mas por fim eu fiz meu pedido:

- Me vê um chopp aê companheiro!

O barman, um senhor até que simpático de cabelos brancos entregou-me o copo cheio, estava lá bem gelada e deliciosa. O homem pegou um controle e aumentou o volume da TV. Naquele horário estava passando o Sportcenter. Ao que indicava estavam falando do show de sexta.

- O General Manager James Carter anunciou agora à pouco os combates para o próximo For Victory. O mesmo foi enfático ao dizer sobre as chances que quatro lutadores têm de se tornar o desafiante número um ao NWR World Heavyweight Championship do brasileiro Caio.

Neste momento, enquanto virava o copo, comentei com o barman:

- Certeza que eu tô entre esses caras. Quem melhor do que eu, ora? – Disse com um sorriso.

- E quem és tu doido? – Perguntou.

- Luke Miller. – Disse erguendo os óculos. – Prazer.

Então voltei a minha atenção a TV.

- Entre eles, o jovem Luke Miller receberá uma chance contra Filipe Ribeiro numa Steel Cage Match na sexta.

- VIU SÓ? EU DISSE QUE ESTAVA NO MEIO, NÃO DISSE? – Exclamei.

E em meio a tanta bebedeira, risadas e contos, estava por ali rindo do ambiente. Um bando de quarentões e cinquentões aflitos com os jogos do Giants (isso porque ninguém se arriscava a aparecer com uma camisa verde e branca no bar). Mas a NFL podia ficar de lado, pois vi quem era meu adversário: Filipe Ribeiro. Um cara que se esnobava e pensava ser um campeão do povo. As palavras foram vindas aos poucos, bebi mais um copo. Não aparentava estado de embriaguez, mas estava com a mão no queixo pensando mais um pouco. Tudo foi surgindo de repente. Paguei o barman, adentrei ao meu carro e sai acelerado. O barulho foi ouvido por toda a avenida. Virando e seguindo mais um pouco cheguei ao hotel. Estacionei o carro, desci e segui até o meu quarto. Montei as coisas e fiz um vídeo.

Vídeo postado em NWR.com/LukeMiller

O vídeo mostra o trono de ferro com uma parede cinza ao fundo. Eis que Luke surge sentado e começa a falar.

- Bem, mais um For Victory está para chegar. Pelo jeito, eu recebi mais uma chance de lutar pelo #1 Contender pelo título principal dessa empresa. Antes de tudo: Por onde anda Donatello? Não procurou retrucar minhas declarações! Vai ver a missão que o mestre Splinter lhe deu foi mais importante do que buscar ser alguém dentro dessa federação. Bom que tenha abaixado a cabeça e ter aceitado tudo o que eu disse. Meu adversário na próxima sexta é ninguém menos do que Filipe "Bé" Ribéiro, que assim como o campeão andou falando de mim. Vamos ver o que ele falou de mim.

A câmera corta para o vídeo de Bé conversando com Marianne a respeito de Luke

- Co-Main event, serás tu contra Luke Miller.

- Incrível, como tem gente que eu enfrento que nem consigo decorar o nome. Esse foi quem?

- Acho que subestimar o oponente não é a melhor opção. - Não estou a subestimar ele, pelo menos não o irei fazer durante o combate provavelmente. Mas tipo. Quem é esse miúdo? De onde veio? Que ele faz da vida?

- É um wrestler?

- Tu viu bem a fotografia dele no card? Ele tem cara de quem trabalha em uma fabrica de bolachas. Juro.

(..)

- Ele até agora tem se mostrado promissor.

- Tem nada. É apenas mais um Rockie, que vai ser derrotado por mim. Posso garantir.

- Ele se mostrou bem forte e efetivo, até durante o combate de escadas pelo cinturão!

- Ele estava sequer nesse combate? Meu deus, como eu nem reparei nele?

- Talvez porque estavas ocupado a dormir lá no topo. escreveu:

- Bem, Filipe é o cara que fala demais em perfeição e vive dizendo que "BÉ É LINDO, COMPRE MINHA CAMISA!". Isso é ridículo! Mas para alguém que trabalhava no circo, falar um monte de palhaçada alegra esse povo estúpido. Você, que se considera um campeão do povo! É bom ver gente adotando esse status para si, porque elas sabem que um deslize, UM DESLIZE, é necessário para perder tudo, aceitar que você falhou na vida. E Filipe, você não é um campeão. Você não passa de um puro marketing. VOCÊ É A PIADA. Acredito que até eu trabalhando para uma fábrica de bolacha possa render mais lucros do que todas as suas camisas vendidas.

Miller pausa para se hidratar

- Além de Filipe, o campeão Caio falou de mim, a respeito da declaração que eu dei antes. Bom, sinto que devo aceitar seu conselho, já que meu combate na sexta não é nada fácil, apesar de ser contra Filipe. Contudo, diferente de tantos lutadores que viu eu sinto que eu tenho o fator surpresa ao meu favor. Como eu digo: Eu sou capaz de surpreender a todos, eu passarei por todos para ter a minha chance de vencer o seu título. Mas o que ME surpreendeu é que como um brasileiro não sabe que os índios tupiniquins foram uma de diversas tribos indígenas, como os xavante e os condá, que povoaram a sua terra antes da chegada dos portugueses? Pegou mal, hein?

- E vendo que no último House of Hardcore eu tirei a noite pra fazer piadas e escrachar umas, eu tava pensando aqui comigo que o stand up não é uma má opção não. Vendo que o meu adversário era um palhaço e o campeão é uma piada, acho que dá pra montar um bom número, mas esse número vai ficar pra depois vendo que a piada ainda vai ser melhorada depois que eu, futuramente, almejar o NWR World Heavyweight Championship!

- IT'S SHOWTIME!

--Fade-out--




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
Stupid Idiot's!!

Mensagens : 129
Pontos : 178
Reputação : 4
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 17
Localização : Brasil

3 - Crise

Mensagem por Stupid Idiot's!! em 15.12.16 17:09

Na tarde de quarta-feira (15/12) um vídeo é postado no site e na página do facebook da NWR.

O treinamento diário de Glock já tinha se encerrado, o mesmo já estava em seu quarto de hotel junto de sua esposa, Dana, ambos estão sentados em um sofá e Glock fica a observar sua esposa Dana com um olhar inquieto.

Dana: Algum problema, Donny?

Glock: Eu não sei, não estou me sentindo muito bem.

Dana: Da para perceber, você nem percebeu que eu lhe chamei de Donny.

Glock: Oi? ... Desculpe minha querida, eu não sei o que anda acontecendo comigo, eu não me sinto mais o mesmo já faz um tempinho.

Dana se levanta de seu lugar e se senta mais próxima a Glock

Dana: Pode desabafar comigo Donny, somos uma dupla, lembra?

Glock: Você esta certa ... É difícil para alguém como eu dizer isso, mas acho que pela primeira vez em minha vida, eu não tenho mais a minha autoconfiança ao meu lado. Humilhante, não? Eu, Glock, o homem mais seguro de si mesmo que você conheceu em sua vida estar dizendo isso. Glock coloca suas duas mãos atras de sua cabeça e suspira. Eu nunca pensei que isso aconteceria, principalmente nesse momento de minha vida, um momento de oportunidades. Desde aquela ladder match em que eu não fui o vencedor eu me sinto desta forma, é uma sensação horrível, é como se eu tivesse em minha frente tudo o que eu sempre sonhei, mas algo me limita a não conseguir, algo que eu nunca vi antes, eu não consigo contornar isso como eu sempre faço, é como se eu estivesse em frente ao muro das lamentações, e o meu elíseos logo após ele, ele esta lá, mas inalcançável para alguém como eu. Eu tento, tento e tento, mas eu não consigo.

Dana: Então tente mais, tente melhor, e se não der, faça novamente, e se não conseguir, continue. Você não pode desistir, esse é o momento em que esta em jogo tudo aqui que você sempre quis, de repente você começa a fraquejar quando esta quase lá, você não é assim Donatello. É humilhante? Sim, e muito, você sempre reclamou que nos lugares por onde passou não recebeu oportunidades, eu mesma escutei essa história dezenas de vezes, e eu concordo, você não recebia e merecia. Agora que esta aqui na NWR, recebendo INÚMERAS oportunidades você começar a agir como um fracassado? Essa empresa acredita em você Donatello, você vai ter mais uma chance novamente! Amanhã você enfrentará o campeão, e se vencer, poderá ser o PRIMEIRO Impact champiom. Essa é a sua vez Donatello! Sua hora chegou, as oportunidades estão ai, não existe NENHUM muro que esteja impedindo você de conseguir o que quer, isso é apenas desculpas que você da para si mesmo. Você se gaba pelo seu preparo, entretanto, desde que chegamos aqui, você não demonstrou nenhum preparo, ganhou a sua primeira luta, e se acomodou logo na sequencia. Você poderia ter sido o primeiro NWR World Heavyweght Champiom dessa nova era da empresa, mas parece que você simplesmente não quis. Amanhã é o For Victory, você estará no main event dele!!! Acha que as pessoas querem ver você se arrastando no ringue? Querem um espetáculo! Querem ver destruição! Um verdadeiro massacre! Assim como foi no seu primeiro combate contra Denner, eles gritavam pelo seu nome, queriam mais, assim como foi na Ladder match onde por muito pouco você não venceu. Um massacre Donatello, um massacre! Eu quero ver você amanhã entrando naquele ringue, e fazendo o que sabe fazer de melhor, destruir. Eu vou dizer uma coisa que você já sabe, o mundo não é um grande arco-íris, é um lugar sujo, é um lugar cruel que não quer saber o quanto você é durão, vai botar você de joelhos e você vai ficar de joelhos para sempre se você deixar. Ninguém vai bater tão duro como a vida, mas não se trata de bater duro se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando! É assim que se consegue vencer, agora se você sabe o seu valor vá atrás do que você merece, mas tem que ter disposição para apanhar e nada de apontar dedos dizendo que você não consegue por causa dele ou dela ou de quem seja, só covardes fazem isso e você não é covarde! Você é melhor do que isso.

Glock: Eu não sabia que você pensa assim ...

Dana: Eu sou sua esposa a mais de cinco anos, e nos conhecemos a dez. E não vou deixar que você perca a oportunidade da sua vida, Donatello, nesse momento o seu maior oponente é você mesmo. Você sempre tem que ser o melhor, você é o melhor,  seja melhor que você mesmo!

Glock: Definitivamente muito obrigado, eu não sei o que seria de mim sem você me apoiando, obrigado.

Glock tenta abraçar Dana, entretanto ela rejeita.

Glock: O que foi?

Dana: Não é um pedido de desculpas que eu quero de você, eu quero que você volte a ser o Donatello de sempre. Tem algo que você ainda não fez.

Glock: E o que seria, treinadora?

Dana: Sem idiotices. Donatello, você tem a chance de ser o primeiro Impact Champiom, basta vencer uma luta e estará com a mão na taça, mas tem alguém que esta nos incomodando e você sabe muito bem quem é. Luke Miller, esse cara resolver entrar em seu caminho desde o último For Victory, quando você o retirou do combate. O que acha que pode fazer com ele, Donny?

Glock se levanta do sofá com um olhar mais confiante.

Glock: Quantas vezes tenho que dizer para não me chamar de Donny? Sobre Luke Miller, deixamos para mais tarde.

Encerra-se o vídeo com Glock se retirando e Dana com um sorriso de satisfação.

Rober

Mensagens : 11
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/11/2016

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Rober em 15.12.16 18:51

Um vídeo foi postado no canal da NWR no YouTube...

O vídeo se inicia com uma musica:


Depois de uma INTRO Rober Lee aparece e se aproxima calmamente...



Rober Lee: Ola pra todo mundo,estou muito feliz com meu próximo combate contra Krauser ele é um bom wrestler a unica coisa que posso dizer é que vai ser combate epico e eu vou ir com tudo pra vencer seja por cintos ou não, eu vou mover montanhas se for necessário pra alcançar meus objetivos nada e ninguém vai ficar no meu caminho Eu vou provar a todos, que não precisam de ser os maiores, ou os mais fortes. Vocês só precisam de acreditar em vocês mesmos. Só precisam de uma determinação inabalável, e poderão mover montanhas.


Rober Lee: Ao longo do meu caminho já tive o prazer de fazer parceria com grandes nomes como Bé, até agora estou invicto mas mesmo assim não vou me acomodar, ainda vou chegar no topo da NWR esperem e verão...

Com isso o vídeo acaba.

avatar
VBB

Mensagens : 57
Pontos : 77
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/07/2014
Idade : 20

Promo 5: Das cinzas renasce a fênix

Mensagem por VBB em 16.12.16 15:57

*Começa uma filmagem, na imagem esta um espelho e nele refletido Krauser Daniels sentado em seu camarim com ar pensativo olhando para a câmera.*

Krauser Daniels: Mas um For victory...

Krauser Daniels: Mesmo depois de tantos, o último me marcou como se fosse o primeiro... E hoje? Temos mais um...


*Krauser respira fundo.*

Krauser Daniels: Obrigado pelo apoio que você me deram pelas redes sociais, eu realmente agradeço.

Krauser Daniels: E não, não vou largar o mundo do wrestling como muitos disseram.

Krauser Daniels: E que nesse tempo muitas coisas aconteceram. Eu estive hospitalizado, falei com Moisés Bé, e digamos que... Tirei um tempo para me encontrar... Ou devo dizer para me perder?


*Krauser olha para lente da câmera através do espelho.*

Krauser Daniels: Sim, isso mesmo. Vocês estão com saudade do velho campeão... Bem, eu também estava, mas não mais amigos...

*Krauser faz uma cara misteriosa.*

Krauser Daniels: Não tem mais nenhum campeão aqui...

*Krauser se levanta da cadeira e anda gesticulando pela sala como se estivesse confuso e em desespero. E fazendo uma voz diferente.*

Krauser Daniels: Krauser!!! Como assim?? Você é o campeão da NWR!! Você não quer vencer o título? Você desistiu??

*Krauser para subitamente e segura as costas da cadeira.*

Krauser Daniels: HEY!!!!

Krauser Daniels: Podemos perder sim as vezes, porém tentamos sempre e jamais desistimos!!!


*Corre até um armário e puxa um sinto de dentro.*

*Solta uma risada e o passa pela cintura.*

Krauser Daniels: Para ser um campeão!!! (Krauser grita em um tom de anúncio)

*Tira o cinto da cintura rapidamente o estalando no ar e arremessando a parede sem olhar.*

Krauser Daniels: Precisamos

Krauser Daniels: não

Krauser Daniels: ser

Krauser Daniels: UM

Krauser Daniels: CAMPEÃO!!

*Krauser ri alto e continua o seu discurso.*

Krauser Daniels: E então quando a chama extinguiu-se, apenas oque sobrou eram cinzas, surgiu um pequeno pássaro de fogo!! Com pequenas asas... Porém cheio de vontade de voar...

Krauser Daniels: E assim quando o campeão caiu, do que parecia um perdedor surgiu um homem!!


*Krauser aponta para o espelho/câmera.*

Krauser Daniels: E NÃO QUALQUER HOMEM!!!

Krauser Daniels: Um homem que esta disposto a lutar deus e o mundo para voltar a ser oque ele nasceu para ser!!! Um homem que vai lutar novamente consigo mesmo para vencer a si mesmo e se tornar mais forte do que já foi!!!

Krauser Daniels: Vocês querem um campeão? Parem de olhar para mim como se eu fosse um!!! Pois como eu disse, aqui não tem campeão nenhum!!!!


*Krauser arremessa a cadeira no espelho e esse se parte em mil pedaços.*

*Faz-se silêncio por um momento e pode-se ouvir passos pesados sobre cacos de vidro.*

Krauser Daniels: Mas não não não não não... Isso não é para sempre...

Krauser Daniels: Como nos velhos tempos... Eu vou buscar para valer o meu lugar... E quem vai ficar no meu caminho?


*A voz vem se aproximando da câmera que filma a parede aonde estava o espelho e agora uma sombra cresce.*

Krauser Daniels: Denner? Felipe? Glock? Luke?? Robber???

Krauser Daniels: EU MESMO???


*Uma mão bate forte aonde estava o espelho e ali permanece apoiada.*

Krauser Daniels: Para poder seguir... Eu fui o primeiro a cair... MINHA IMAGEM FOI A PRIMEIRA A SE DESPEDAÇAR!!!

*A mão sai rapidamente da parede e da um tapa na câmera que cai ao chão e fica filmar Krauser de baixo para cima andando pelo camarim com os braços abertos.*

Krauser Daniels: Apenas um pessoa se coloca entre mim e o meu objetivo! E eu vou provar que estrelas não só podem ser alcançadas como também podem ser DERRUBADAS DO CÉU!!!!

*Krauser chuta a câmera que vai para um canto.*

Krauser Daniels: As vozes nas cabeças de vocês já anunciam... The demon has returned...

*Estática *

*Fim de transmissão.*



Like the Phoenix I rise
From the ashes of life
I don't need fortune or fame
Just some peace of mind

avatar
OrionStar

Mensagens : 62
Pontos : 78
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 19.12.16 0:50

Dores de uma recompensa

Enfermaria, minutos após o combate.

Doía. Doía muito. Mal podia andar, precisei sair amparado pela equipe médica. Meu abdômen sentia o peso daqueu Twisted Béss de Filipe. Eu estava desnorteado, não conseguia pensar em nada. Chegara na enfermaria zonzo, deitado na cama, olhando para o teto. Só descobri que venci o combate minutos depois do main event ter iniciado. Sinto que vai haver mais castigo pela frente. Caio, Krauser e eu, buscando o título principal que ainda está em posse do tupiniquim. Minutos depois entra Filipe na sala, um pouco pior que eu. Nenhuma palavra foi dita naqueu momento, já havia acabado de derrotar Filipe no ringue, palavras não seriam necessárias. Tinha noção que uma provocação só servia como combustível para lutas futuras, deixaria que fizessem isso comigo.
Marianne estava do lado de Filipe, vendo os médicos dando todo o auxílio para meu oponente. Ela via tudo quieta. Enquanto isso assistia pelo monitor que havia na enfermaria, a outra luta da noite, Caio contra Donatello Glock. Glock tinha acabado de acertar Caio repetidamente e exibia sua força urrando dentro do ringue. Eu comecei a rir descontroladamente colocando minha mão sob meu abdômen, e mesmo com a dor que a luta trazia agora, era difícil de parar. Eis que Filipe olhando para mim estranhamente diz:

- Qual a graça cara de bolacha?

- A graça é o Glock, tentando chamar atenção, ser alguém. – Respondi.

Filipe olha para o monitor, vendo aquela cena.

- Compreendo. – Disse soltando uma risada seca. – Mas não pensa que me engana.

- Por que eu te enganaria? Só estou olhando. – Paro para tossir. Dor maldita! – Argh, eu só estou vendo futuros adversários que terei de lidar. Faria o mesmo se fosse você.

Filipe parecia dar de ombros. Então fez-se silêncio novamente entre os nós. Caio havia ganho a luta, eu agora sabia que ele viria com tudo pra cima de quem cruzasse seu caminho. Vi a patética cena de Caio dividindo uma cerveja com Glock. Mais uma vez que voltei a rir porque os dois eram patéticos: Um era uma comédia como campeão e outro não precisava de título para ser intitulado de piada. Eu, Luke Miller, tinha que ter noção desde já com quem estaria lidando dentro do rinque, afinal Caio ainda detém o NWR World Heavyweight Championship.

Depois de Filipe ter deixado a enfermaria, por mais que seu estado esteja pior do que o meu, o médico liberou-me e logo saí da sala. Com dificuldades, mas fui andando lentamente para o meu Locker Room. Um enfermeiro estava me acompanhando, só por cautela. No meio do caminho encontrei um Krauser sendo amparado por sua filha Rita Daniels até seu Locker Room. Eu parei por um momento e encarei Krauser. Assisti o combate dele e vi a surra que ele levou de Rober Lee, mas ainda assim ele sobressaiu sobre Rober. O canadense viu-me encarando-o e parou. Disse:

- Perdeu alguma coisa garoto? – Disse com um olhar sério.

Olhei para baixo com um sorriso irônico rindo levemente, apontei o dedo para cima balançando de um lado para o outro. Eis que digo:

- Vi a surra que você levou do Rober Lee hoje. Esse não chega nem perto do Krauser Daniels de quem eu tanto ouço falar.

- VOCÊ NÃO SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO GAROTO! – Exclamou.

- Tem razão, mas logo saberei. Vejo você nas finais diabinho. – Volto a andar com um leve sorriso.

Percebo que Krauser volta a andar mas Rita olha para mim. Houve poucas vezes em que a vi com seu pai pelos corredores. Era uma bela garota e jovem. Bem jovem. Deixei as distrações de lado. Consegui voltar a andar normalmente e adentrei meu Locker Room. Tomei um banho, com um pouco de dificuldades. Arrumado e mais sossegado, deitei no banco para relaxar. O enfermeiro me perguntou:

- Está bem?

- Melhor agora, a dor passou um pouco. – Respondi. – Até segunda eu melhoro, isso é verossímil.


Última edição por OrionStar em 19.12.16 16:48, editado 1 vez(es)




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 19.12.16 1:15

Mais eu tenho de contar essa historia.

De uma criança, com fome, nos braços da mãe, perguntou.

"Mamãe no céu tem pão?"

E morreu.



Skull The Goat came back for one last dance. Skull
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 22.12.16 22:01

*inicio de transmissão*



Bé: Olá! Então, já ah algum tempo que não falamos não é mesmo?

Marianne: Culpa tua, culpa é sempre tua.

Bé: Então estamos aqui especialmente para falar do ultimo show do For Victory.

Bé: Após um belo e emocionante combate contra o Luke Miller. Eu estava quase a alcançar a vitoria e me qualificar pro resto do torneio ai, quando aparece de novo esse Studz.


Marianne: Yep, fizes-te bons amigos já.

Bé: Mas eu fiz bons amigos, no final dos shows a gente sai junto pra ir jogar bilhar e tudo. Mas ao que parece Studz sempre se mostra muito renegado, a ponto de não gostar de mim. Quem não gosta de mim? Eu sou um Bé, todo o mundo gosta de Bés.

Bé: Quando estava prestes a sair da jaula ele aparece com uma cadeira acertando na pobre e indefesa parede dela. Não vi muita alternativa senão tentar o meu finisher do topo e seguir para pin, mas até isso ele interrompeu.


Marianne: E como se não basta-se, a Gm lhe deu uma ordem para terminar contigo.

Bé: E assim o fez. Alias, eu tinha razão quanto a coelha! Tal como tive quanto a Studz! Eu sempre tive razão de tudo! E ninguém me ligou nenhuma. Agora viram no que deu.

Marianne: Porque será que a Rita deu essa ordem? E porque será que Studz a seguiu?

Bé: Não está na cara? Ela é louca! Sempre foi! Sempre quis massacrar a vida Bés desde sempre! Agora comigo não iria ser diferente.

Bé: Studz, apenas me quis custar o cinto tal como eu supostamente custei a ele. Mas eu não tenho nada contra isso. Muito bem, agora que estamos quites, podemos ser todos amigos e esquecer isto tudo! <3

Marianne: Realmente acreditas nisso? Depois daquele...

Marianne *Imitando voz de Rita*: "ACABE COM ELE"!

Marianne: Ela deve julgar que isto é Mortal Kombat.


Bé: Sei lah, eles podem melhorar, ainda vão a tempo. So se desculparem pelas suas ações e seguimos em frente. Caso contrario não posso fazer grande coisas, como me custaram uma title shot o que eu posso fazer é dar uns tapas neles com minha luva e desafiar eles para um duelo.

Marianne: E quanto ao Talking smack especial? Tens algo a dizer?

Bé: Não muito, simplesmente é uma honra receber o troféu do meu irmão. Pois o mesmo não o pude receber, afinal. Vocês sabem.

:

Marianne: Um momento bem comovente não é?

Bé: Claro que sim, deixaria qualquer um emocionado. Pois, foi meu irmão mais velho que foi declarado oficialmente uma lenda.

Bé: Afinal a carreira dele foi extremamente preenchida, falando até fora da Nwr contando que ele teve montes de reinados como campeão principal, segundario, sabiam que ele já até foi campeão de equipes com Denner? Curiosidade engraçada ahm.


Marianne: Como podes falar de Denner tão naturalmente? Tem gente culpando ele da morte do teu irmão.

Bé: Ele já se encontrava doente e bem estável. Doutor chegou a dizer que ele tinha poucos dias de vida. O ataque de Denner foi apenas a gota de agua nele.

Marianne: Deves ter ficado revoltado com isso?

Bé: Pelo que sei os seus filhos na verdade até ajudaram ah festa, eu claro que fiquei incomodado mas já ultrapassei isso. E adorei o reconhecimento que a gerencia lhe deu.

Bé: Ele passava a vida a falar que sonhava em ser uma lenda famosa e um hall of famer, agora minha vez de tentar.

Bé: Talvez um dia seja eu quem sabe? Falam que eu tenho potencial para isso, especialmente por me destacar dos antriores Bés que passaram por aqui.


Marianne: Na verdade, acho que cada um se destacou. Todos foram otimos, porem não muito no comportamento. Por isso talvez.

Bé: Mas enfim. Tivemos também alguns nomes que pensavamos nem ver mais como Guiller. So os mais Old School que vão lembrar desse nome. A entrega dos premios e a reunião estava tudo simplesmente perfeito. Até que lá no finalzinho deu merda.

Marianne: É, justo quando Caio apresentou Krauser como parte do Hall, ao que parece passado algum tempo o mesmo não reagiu bem? O que achas que foi?

Bé: Claramente quando Caio disse "receber o prémio pelo homem que você foi um dia".

Bé: Meu deus que escolha de palavras horrivel e ele ainda tinha de as ler em um papel. Noobice da parte de Caio.

Bé: Krauser lhe acertou umas belas poladas e ainda lhe jogou com o cinto para cima, foi um pouco desrespeitador.


Marianne: Falas do facto de lhe atirar com o cinto?

Bé: Claro, afinal Caio é o campeão, mas também se reparares bem. Ele ainda não venceu ninguem no mano a mano para provar isso.

Bé: Alias se reparares bem, ele ah uns shows falhou em terminar comigo. Claro que fomos atacados o que vai deixar no ar a duvida de quem é melhor, Bé ou Caio.


Marianne: Bé?

Bé: Como se eu fosse dizer que não... E pelo outro lado da sala temos Krauser. Ele já combateu todos os Bés que entraram por aqui se não me engano, perdeu para uns, ganhou de outros. Ele é indiscutivelmente dos melhores no roster.

Marianne: Mas a estrada dele ainda não está libre, vai ter de derrotar Luke.

Bé: Como é obdio eu tinha receio de substimar esse Luke. E tinha razão de ter esse receio, pois realmente Luke é alguém com um potencial enorme. So precisa de mais treino e expriencia, o que decerteza ele está a trabalhar nisso.

Bé: Bom para ele seria começar a trabalhar ainda mais rapido nisso e ele pode até não estar pronto para combater Krauser em 10 anos. Ou pode já estar pronto e nos impressionar a todos. Quem sabe. Eu que não quero chegar perto desses eventos.


Marianne: Mas na altura ajudas-te a separar a briga contendo Krauser?

Bé: Como é obdio. Ele tem montes de oportunidades para confrontar Caio e deixar a sua marca. E não. Não será em uma reunião de Hall of fame onde eu esteja presente.

Marianne: Bem, por agora tamos a ficar sem tempo, nos veremos por ai!

*fim de transmissão*



Skull The Goat came back for one last dance. Skull
avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 23.12.16 0:25

Promo se passa após o For Victory

O clima era amigável, Caio bebia cerveja com os fãs presentes na arena, e conversas de todo tipo rolava por ali, desde futebol até política. Então em um determinado momento, um dos fãs que ainda se faziam presentes por ali bebendo com Caio deu a brilhante idéia.

??? – Vamos todos sair juntos nessa noite, curtir bastante, e descontrair um pouco.

Caio até hesitou em recusar, mais depois de tantos pedidos. Ele decidiu que poderia abrir uma exceção, afinal ele também merecia se divertir. Então Caio combinou com todos que se encontrariam na frente da Arena em 1 hora, pois tinha que ir nos Backstages buscar suas coisas, e, resolver algumas outras. Após tudo combinado, ele tomou posse de seu cinto e foi aos Backstages, ainda sentia um pouco de dor nas costas mas era suportável, ao entrar em seu Locker Room, Caio tomou um bom banho, organizou suas coisas e saiu. Já fazia certo tempo desde o término do show, então a movimentação nos Backstages já não era tão intensa. Ele já estava próximo da saída, quando Johnny Waterfall veio correndo ao seu encontro.

Johnny – Ufa, ainda bem que encontrei você a tempo.

Caio – Você não tem casa não homem?

Johnny – Tenho, mas também tenho que sustentar todos que lá estão. Por isso trabalho até tarde.

Zé, o câmera man – Wooooooooow, finish him!

Caio –(Risos) tá certo Johnny.

Johnny – Cale a boca Zé, quer ser demitido garoto? Ligue a câmera!

Zé – Ação!

Johnny – Olá NWR Universe, após o término de mais um For Victory estou aqui com o NWR Champion Caio! Para começo de conversa nos conte um pouco mais sobre a trolada que deu em todos no começo do Talk to me!

Caio – (Risos) Ah Johnny, ali foi uma idéia que eu tive bem em cima da hora mesmo. Eu queria fazer algo diferente do que simplesmente descer a rampa com o título em meus ombros e acenando para o público. É a estréia do Talk To Me, eu tinha que deixar uma boa impressão, afinal a continuidade desse quadro depende disso.

Johnny – Sobre o primeiro convidado do seu quadro, pelo que a gente pode entender era pra ser Filipe Bé, porém Krauser apareceu do nada, e acabou se tornando o entrevistado da noite. Naquele momento o que passava em sua cabeça?

Caio – Ah, eu só pensava o seguinte “Como esse cara pode ser tão chato?” Sério, mesmo eu querendo entrevistar meu amigo Filipe, eu não tinha nenhum problema quanto a Krauser estar ali. Mas poxa, precisava fazer aquela cena toda? Tipo, ele entrou com a cara fechada, todo sério, não deu um sorriso. Ah vai a merda. Pelo menos ele pegou uma cervejinha para relaxar.

Johnny – Logo após isso, vocês iniciaram um belo papo. O primeiro ponto tocado, foi a possível interferência da filha dele, seguindo pelo ataque ainda desconhecido no House of Hardcore, comente um pouco sobre isso.

Caio – Sobre a interferência da filha dele, eu acho que ninguém tem dúvidas quanto ao que realmente aconteceu. Tirando Krauser, que tenta a todo custo se fazer de inocente. Quanto ao ataque no House of hardcore, Krauser até que estava indo bem, falando que não tinha interesse nenhum de atacar. Foi então que: ele junto a palavra desonesta a frase. E puta merda, eu acho que nunca me segurei tanto para não rir como naquele momento.

Caio – E quando ele se levantou da cadeira, e enfatizou tudo isso? (Risos) Hilário! Será que Krauser vai mesmo conseguir cumprir tudo isso? Eu acho que não hein

Johnny – Ao término disso tudo, foi visto um aperto de mão bem formal de vocês dois. E também que os dois se seguraram bastante para não entrar em uma luta corporal ali mesmo. Porém o ponto que mais me chamou atenção, foi que após a saída de Krauser, parece que você ficou meio pensativo. No que exatamente você estava pensando naquele momento.

Caio – Eu estava pensando no quanto eu teria que ser mais cuidadoso a partir dali, e vigiar até minha sombra. Sabe... as palavras de Krauser não me transmitiram tanta segurança.

Johnny – Logo depois Krauser fez um combate de tirar o fôlego contra Rober Lee, e ao final disso tudo ele pegou um microfone e mandou um recadinho para você, o que tem a dizer sobre isso?

Caio – Bom, primeiro de tudo eu tenho que pegar meus 10 doláres da aposta com Bé. Afinal eu disse que Krauser ganharia, e Bé foi no Rober, estou 10 doláres mais rico. Quanto ao recado de Krauser eu nem liguei tanto, primeiro que eu no momento estava finalizando a minha preparação para meu combate contra Glock, e segundo isso foi mais uma forma de querer chamar atenção, do que para me provocar. Eu não sei se perceberam, mas desde um certo tempo, Krauser vem querendo chamar atenção para si a todo custo.

Johnny – Após isso tivemos o que foi para muitos o grande combate da noite, Luke VS Bé. E o que chocou a todos não foi só o Ataque de Sudz, mas sim a ordem que Rita deu a ele. Tem algo a dizer?

Caio – Johnny naquele momento eu já estava a roer as unhas, aquele Twissted Bés do topo da Cage me fez pular da cadeira. E eu estava a torcer bastante por meu amigo Filipe, quando aquele maldito Sudz apareceu e acabou com tudo. E aquela Rita? Onde ela estava com a cabeça mandando Sudz fazer aquele atrocidade a Filipe? Espero que James Carter não deixe isso barato.

Caio – E Luke Miller que não tem nada haver com isso, tirou proveito da situação e está na final. Ele é um cara digno disso, e espero que ele se prepare bastante para isso. Não vai ser nada fácil, mas se ele se esforçar um pouquinho ele consegue derrotar Krauser.

Johnny – E por fim mas não menos importante, teve seu combate contra Glock, e cá entre nós tomou uma pressão hein campeão? Hahahaha

Caio – É verdade Johnny, Glock mostrou do que é capaz e veio com tudo para este combate. Foi possível ver que ele é um cara que vai dar muito trabalho não só a mim, como a todos os outros Wrestlers do Roster.

Johnny – O que foi muito comentado no Twitter após o show, foi que se não fosse um combate No Count Out, você teria perdido, já que ficou mais de 10 segundos caído fora so ringue.

Caio – Olha Johnny, eu acredito que tenha sido aí que eu venci o combate, porque foi aí que a voz da experiência falou mais alto. Foi um golpe espetacular, e eu admito que realmente fiquei apagado ali por uns 5 ou 6 segundos, e assim que retomei a consciência eu pensei em voltar ao ringue da forma mais rápida possível. Aí lembrei que era um combate no Count Out, e então aproveitei pra ficar ali alguns minutinhos descansando e tomando algum fôlego para voltar e encerrar a luta.

Caio – Eu não sei o que deu em Glock, que ele não foi me pegar e me arremessou para dentro do ringue para finalizar a luta. A minha experiência e inteligência venceu Johnny.

Johnny – Após o término do combate foi possível ver você num clima super amigável com os fãs e com Glock. Alguns reprovam essa sua atitude, o que tem a dizer?

Caio – Primeiramente eu não poderia deixar de reconhecer o grande combate que Glock fez, e ficar com a Glória só para mim. E eu vi o quanto ele estava chateado por não ter vencido, eu entendo ele e sei o que é isso. Por isso ofereci uma cerveja como forma de tentar diminuir sua frustração. Afinal o que é melhor do que beber para esquecer os problemas?

Caio – E quanto as minhas atitudes, eu sempre demonstro estar muito feliz mesmo, porque é assim que eu sou. É assim que pessoas de bem com a vida são. Eu to de bem com a vida, sou o campeão, porra eu vou ficar igual um velho rabugento por aí? Claro que não xD A maioria dos comentários sobre minha pessoa, são frutos de inveja. Inveja de um trabalho bem feito. Inveja de um cara feliz.

Johnny – Obrigado Caio. Eu sou Johnny Waterfall e a qualquer momento voltamos com mais uma entrevista.

Zé – Câmera desligada.

Caio – Então, o que os senhores farão a partir desse momento. Topariam sair e curtir essa belíssima noite comigo e alguns fãs da NWR?

Zé – É claro!



Johnny – Ah não sei, tenho umas coisas a fazer.

Caio – Qual é Johnny, vamos logo, você sempre trabalha tanto, merece ter um pouco de diversão também.

Johnny continua hesitando  mas no fim acaba concordando, então os 3 saem caminhando em direção a saída da arena, onde chegando lá encontraram um grupo de 8 fãs da NWR, que sairiam junto deles. O ponto curioso foi que Zé havia levado sua câmera, e então teve a brilhante idéia de filmar tudo a partir daquele ponto.

Se inicia um vídeo        

No início foi possível ver o grupo pegando taxis para irem em direção a um local conhecido como Barzil. Local este que foi de escolha de Caio, por lhe trazer boas lembranças da falecida E-Fed, logo na entrada do Bar, era nítido que todo o grupo estava bem animado. Então Caio falou em alto e bom som.

Caio – A primeira rodada é por minha conta.

Então o Barman Pedro Henrique colocou uma dose de Jack Daniels para todos. A musica tocava e a pista de dança estava bem agitada, e todos estavam alternando entre a pista de dança, e uma dose. Até um momento em que os jogos alcoólicos começaram, durante a filmagem foi possível ver jogos como Bicho Bebe, Beer Pong, e a famosa Sueca. Johnny Waterfall era a grande sensação destes jogos, por ele ser bem ruim e na maioria das vezes acabar bebendo. E isso foi durando a noite toda.  Até um momento em que a gravação foi interrompida. E assim que ela foi retomada foi possível ver Caio com o cabelo pintado de vermelho, e Johnny Wartefall com o cabelo no melhor estilo Moicano. Bem ridículo. O relógio já marcava 4 horas da manhã, e a banda que fazia algumas apresentações no Barzil já ia se retirando. Quando Caio tem a seguinte idéia.

Caio – Hey que tal a gente fazer uma apresentação.

Johnny – Eu topo –Disse Johnny que estava super bêbado-

Zé – Eu também.

Os três então começaram a preparar a apresentação e a pensar em que música iriam tocar.  Alguns minutos depois após tudo estar quase pronto, eles perceberam que iam precisar de alguém para assumir a guitarra. Então uma das fãs que tinham acompanhado eles, se oferece para assumir a vaga. E então eles iniciaram um breve ensaio. O Barzil, ainda estava bem cheio, e todos estavam ansiosos para ver a graça que ia sair dali. Até que Caio toma posse do microfone e diz

Caio – Estão prontos. Conheçam a nossa banda da NWR!!!

Então a apresentação começa



Apesar de tudo era possível ver que eles tinham algum talento. E ao término da apresentação, Johnny Waterfall se jogou nos braços da galera. E com isso eles foram bem aplaudidos pelas pessoas presentes no barzil.

Quando o Sol já começava a aparecer, todos já estavam saindo do Barzil, todos estavam visivelmente cansados e exaustos devido aos acontecimentos da noite anterior. Mesmo assim, ainda deu tempo de Johnny Waterfall soltar mais uma pérola. Ele estava com um violão em mãos, e ninguém sabia de onde ele tinha tirado e começou a cantar.



Então após isso, Zé desliga sua câmera.


Última edição por caio08xp em 23.12.16 0:37, editado 1 vez(es) (Razão : acrescentar "Promo se passa após o For Victory)



avatar
OrionStar

Mensagens : 62
Pontos : 78
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 23.12.16 13:25

Bullsye

Hotel, 14:30

Estava a treinar a algum tempo junto com um amigo, tinha que me preparar para a luta de sábado, seria extremamente importante conseguir uma vitória nela, para então eu poder me focar numa futura oportunidade de enfrentar Caio. Sabendo disso eu venho me esforçando durante os meus treinamentos, pois eu tenho que estar a 100% para sair com a vitória, sem me desgastar muito, eu sei que meu adversário é difícil, mas isso não me intimida, eu já sei o que ele pode fazer, e eu tenho certeza que eu posso surpreendê-lo com alguma coisa nova, quem sabe alguns golpes novos que eu venho treinando a algum tempo, é tempo de eu começar a mostrar algo novo durante as minhas lutas, algo que possa demonstrar todo o meu potencial, e quem sabe, levar algo mais ao público, alguma coisa que eles queiram ver, algo que eles ficariam falando por semanas, algo que eles olhem e falem “Meu Deus! Isso é incrível”, eu quero que eles vão ver uma luta minha pensando “Essa luta será fantástica”, eu quero causar esse tipo de impacto nas pessoas, e para quando eu for campeão elas olharem para mim e falarem “ Esse cara merece isso”, eu poder sentir que eu realmente fiz o que eu queria fazer, e além disso saber que eu dei um belo show para todos.

Este era o pensamento que percorria a minha cabeça enquanto eu treinava, sabia que tinha que demonstrar evolução para a minha luta. Quem sabe eu podia me consolidar como Main Eventer, e além de tudo eu tinha que ganhar para mostrar para o Caio quem estava indo atrás dele, que eu ia ganhar de todos para poder derrotá-lo no PPV, sabia que não seria nada fácil, visto que ninguém tem o nível do Caio no For Victory, tirando talvez o Krauser e eu, mas isso só verei quando passar pelo canadense e lutar com ele no PPV, mas na hora de algo tão importante, eu tenho que ver como eu reagiria, e como eu suportaria a pressão, afinal eu nunca passei por nada como isso na minha vida, sei que venho me aprimorando sempre, mas só a experiência de viver algo assim me daria suporte para eu dizer como eu me sairia. Enquanto isso, eu estava com fones de ouvido ouvindo música. De tanto foco e treinamento intenso, me sentia tenso. Eis que começou Why'd You Only Call Me When You're High?, do Artic Monkeys. Nunca fui de ouvir essa banda mas a batida deu uma aliviada.

Enquanto ouvia o som, trocava alguns socos no saco de pancadas. Eis que Krauser surge indo treinar. Olha para mim e assiste meu treino. Parei por um momento e vi o canadense ali parado. Retiro os fones de ouvido e fito seu rosto. Começo a dizer:

- Você por aqui? - Pergunto com um tom desafiador. - Veio espionar um dos meus treinos?

- Pra que eu faria isso? Não preciso espiar um de seus treinos para saber qualquer um de seus movimentos.

- Então seja lá o quê você feio fazer aqui, poderia andar logo? Eu preciso treinar, e não quero que meu oponente observe meus próprios movimentos.

- Só quero te fazer uma pergunta. Está aproveitando sua vitória? – Diz Krauser.

- Que droga de pergunta é essa? Várias pessoas começaram a puxar o meu saco agora que eu tenho uma chance pelo título, mas você? Isso é simplesmente patético.

- Você não deixou eu terminar a minha pergunta, vou repetir. Está aproveitando sua vitória? Pois amanhã, quando eu te derrotar, o seu “status” vai sofrer um tombo tão grande, que você sequer vai conseguir se mover. Isto não é uma ameaça, isso é o que eu vou fazer com você. Isso é a realidade.

- Duvido muito de você. Ambos fomos oportunistas em nossos combates, mas você não merecia ter vencido Rober Lee. Era para ele ser meu adversário, mas agora isso não importa. Com ou sem interferência, eu vou te vencer.

Pego minhas coisas e me retiro da academia indo em direção ao meu quarto para tomar um banho e descansar.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
caio08xp

Mensagens : 96
Pontos : -78
Reputação : -172
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 18

Re: Prome Aqui!

Mensagem por caio08xp em 24.12.16 0:10


Vídeo postado em NWR.com/Caio

Caio – Vamos falar um pouco sobre Hall of Fame, e Krauser Daniels!

Caio diz isso com um tom bem sério

Caio – Dessa vez, eu vou deixar os agradecimentos de lado. Para irmos direto ao ponto.

Caio respira fundo

Caio – Muita gente me questionou sobre o porquê de eu estar ali, fazendo o anuncio do último homem ao Hall da fama da NWR.

Caio – Primeiramente eu quando soube que Krauser seria indicado ao Hall da Fama, não hesitei em ir até James Carter e conversar com ele, para que eu fizesse o anúncio de Krauser Daniels, até aí tudo bem. Foi uma conversa bem longa, e no final os termos que ficaram acertados forma que eu não faria nenhuma gracinha, e não entraria em nenhum tipo de luta corporal com Krauser.

Caio – Eu concordei com os termos, e então comecei a preparar um cartãozinho com minha fala. Olha eu até tentei decorar tudo, ou até mesmo pensei em improvisar. Mas era um momento de tanta emoção para mim, que eu sabia que não iria conseguir. E fazer o anuncio do Homem por quem eu tinha tanto respeito, e até mesmo admirava, era gratificante pra mim.

Caio – “Ah Caio mas você estava indo tão bem, até a parte em que disse: pelo homem que você foi um dia”

Caio diz isso em um tom irônico

Caio – Acreditem vocês ou não, mais eu tive que ler esse tipo de coisa após o Talking Slam, e o pior de tudo tive que engolir isso como a desculpa por Krauser Daniels ter perdido o controle totalmente.

Caio – Como eu disse antes, eu tinha um imenso respeito e admiração por Krauser. Sim eu tinha mesmo, e não me envergonho de falar isso apesar de tudo.

Caio faz uma pequena pausa

Caio – Mas PUTA QUE PARIU que homem B-U-R-R-O. Eu sinceramente acho que alguém que nem ao menos entende o conceito de Hall of Fame, merece ser indicado a tal prêmio.

Caio – Mas já que Krauser Daniels, e pelo visto algumas pessoas do NWR Universe não entendem o conceito de Hall of Fame, eu vou lhes dar uma breve e clara explicação.

Caio – Vamos lá, primeiro para que serve o Hall of Fame? Serve para homenagear, prestar agradecimentos a personalidades que foram importantes em determinada empresa, companhia e por aí vai. E de certa forma, ficarem imortalizadas na memória daquela empresa e das pessoas que a cercam.

Caio – Acho que até aí tudo bem, todos conseguiram entender bem. E agora eu pergunto, porque essas personalidades são homenageadas?

Caio – Pelo que fizeram pela empresa no passado, sendo ele distante ou não. Ou pelo que fazem no presente?

Caio – É óbvio que por causa de suas realizações em prol da empresa no passado. Tirando Krauser Daniels, todos os Wrestlers que ali foram introduzidos, já não fazem mais parte deste mundo do Wrestling. Um já está até morto, que Deus o tenha.

Caio levanta as mão pro céu no momento em que disse isto.

Caio – Todos foram introduzidos por suas realizações no passado. Inclusive Krauser Daniels! Ou ele ainda é Intercontinental Champion, ainda é NWR Champion? Claro que não!

Caio – E por isso que naquele momento, eu soltei a frase “Pelo homem que você foi um dia”. Pois era por isso que você estava sendo homenageado naquela noite. E se eu me arrependo de ter dito isto? Eu digo a todos vocês que não!

Caio – E eu lhes digo o porque! Porque daqui um tempo, tudo restará a Krauser Daniels, vai ser a alcunha de Primeiro Intercontinental Champion, e 2 vezes NWR Champion. Porque de resto, eu vou arrancar tudo dele. Como fiz na noite do 1° For Victory, quando me sagrei NWR Champion e iniciei a destruição de Krauser Daniels.

Caio – Daqui alguns tempos, eu serei o cara que deterá o recorde de maior defesas  do NWR championship. E consequentemente o maior tempo de reinado com o NWR Championship. E o que restará pra ele?

Caio – Apenas dizer que já conquistou por duas vezes, o título que hoje pertence a mim! Pois eu não perderei este título, não enquanto eu estiver vivo. E se vocês acham que nessa noite vocês viram quem é Krauser Daniels de verdade, vocês estão muito enganados. Esperem até cada coisa dessa ser arrancada dele, de uma forma lenta e dolorosa, aí vocês vão ver um homem em pânico.

Caio – E se tem uma coisa que eu aprendi em toda minha vida, que eu faço questão de passar adiante e compartilhar com todos vocês. É que o caráter de um homem não é julgado depois que ele celebra uma vitória. Mas sim pelo que ele faz quando está encurralado.

Caio – Enquanto Krauser Daniels, estava por cima, enquanto ele era o campeão e era tido por todos como imbatível. Ele era sorridente, tratava todos bem, era um herói para todos.

Caio – Aí do nada, chega um garoto cheio de sonhos e simplesmente tira tudo isso dele, sem nenhuma piedade. E quem ele demonstra que é? Um cara covarde! Capaz de atacar outro homem pelas costas, um homem que o respeitava, um homem que o admirava. E pega o microfone e começa a fazer um verdadeiro show. Dizendo coisas que eu na verdade nunca disse.

Caio – Primeiro me pergunta se acho que sou alguém digno de portar aquele título. Então eu lhe devolvo a pergunta, se eu não sou digno, quem nesta federação é? Você? SOMENTE VOCÊ? Tem certeza disso? Não é o que os fatos provam, tendo em vista de que eu vendo batendo desde que cheguei aqui no cara que se diz “ser digno”.

Caio faz o sinal de aspas com as mãos.

Caio – Eu em nenhum momento naquela noite disse que você não era mais o homem que você era. É você que vem demonstrando isso, dia após ida. Show após show. Acabou para você Krauser, sua mascara está caindo.

Caio – Você diz que foi e ainda é o melhor da NWR. Eu duvido muito disso. Quer que eu lhe diga uma verdade? Desde o dia em que eu coloquei os pés nesta federação, você perdeu seu posto de grande nome da companhia, perdeu seu posto de campeão, desde que eu coloquei os pés aqui, você vem perdendo tudo que sempre foi importante para você. E como se não bastasse agora você está perdendo até a dignidade.

Caio – Eu fico pensando no que a sua família pensa disso, será que elas aprovam tudo isso, será que hoje elas tem orgulho do homem que você é.  

Caio – Eu sinto em lhe dizer Krauser, mas você tem uma mente muito fraquinha. Se apenas com a minha presença o seu psicológico já está ficando abalado. Imagine quando o verdadeiro jogo começar.

Caio – Mesmo depois de todo o acontecido, eu estou torcendo por você no combate contra Luke. Afinal eu não gosto de deixar as coisas pela metade. E tenho que terminar o que eu comecei, mesmo que involuntariamente. Tenho que terminar de destruir você, e tudo que tem de mais precioso.

Caio – Quando olhamos para você, podemos perceber um homem em pânico, desesperado, em estado de agonia.

Caio faz uma pequena pausa, pega seu NWR Championship o ergue para o alto e diz em alto e bom som.

Caio – Desde em que eu coloquei os pés aqui, você não é mais o melhor.

Caio – Desde o momento em que pisei nessa federação.

Caio – O

Caio – Seu

Caio – Conto

Caio – De fadas

Caio – ACABOU
   
 




Rober

Mensagens : 11
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/11/2016

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Rober em 24.12.16 17:50

Rober Lee faz upload de um podcast em seu canal do YouTube.



Ola pra todos, é me deparei com minha primeira derrota na NWR, foi um bom show, mas não esperem que eu vá me acomodar nesse estado, Rober Lee ainda vai chegar ao topo...

Nos próximos eventos vocês verão a besta chamada ROBER LEE!!!


avatar
Stupid Idiot's!!

Mensagens : 129
Pontos : 178
Reputação : 4
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 17
Localização : Brasil

4 - Guiller e Glock

Mensagem por Stupid Idiot's!! em 25.12.16 6:45

O vídeo é postado no site e na página do facebook da NWR.

O Talking Smack se encerrava, e Johnny Waterfall aparece em uma sala diferente, o mesmo aparenta esperar alguém passar por ali, passe-se alguns segundos de espera e Glock acompanhado de sua esposa aparecem, Johnny se dirige até eles.

Johnny Waterfall: Com licença, Glock e Dana, poderiam me conceder uma entrevista?

Dana estende sua mão em frente a Johnny Waterfall o ordenando que parasse da falar, ao mesmo tempo ela olha para Glock.

Dana: Então Glock, deveríamos falar com ele um pouco?

Glock: Eu não sei Dana, será que ele não virá com perguntas suspeitas?

Johnny Waterfall: Eu garanto que não ...

Dana/Glock: SHIIIIIIII!!

Dana: Eu tenho certeza que ele virá com perguntas estranhas, afinal você conhece bem esse tipo de gente, ardilosa e sorrateira.

Glock: Se bem Dana, que esse é só o água, acho que não devemos nos preocupar com ele, você viu aquele vídeo dele cantando? HILARIANTE!

Dana da uma pequena risada.

Dana: É verdade, esse cara aqui estava acabado, acho que ele deve estar bêbado até agora.

Glock: Então vamos lá Dana, hoje estou de bom humor, podemos dar uma chance para ele, afinal ele precisa desse emprego, um deve ajudar o outro.

Dana abaixa a sua mão que estava perto do rosto de Johnny Waterfall.

Dana: Okay senhor Johnny, decidimos que concederemos uma entrevista para você, então, boa sorte!!

Johnny Waterfall: Oh sim ... Obrigado ... Até já me esqueci o que eu pretendia falar com vocês.

Dana coloca sua mão em sua testa.

Dana: Eu sabia que isso iria acontecer, é isso que acontece com esse tipo de pessoas quando se tem uma oportunidade dessas.

Glock: Haha, esse pequeno homem esta muito engraçado hoje, vamos lá Dana, deixe ele pensar um pouco, afinal, estou curioso para ver o que vai sair dele hoje.

Johnny Waterfall: ME DEIXEM FALAR!!

Dana e Glock se surpreendem com as palavras de Johnny Waterfall.

Glock: Veja só Dana, ele esta determinado hoje, vamos deixá-lo falar.

Johnny Waterfall: Pois bem, eu vou começar a entrevista. Hoje o Talking Smack teve uma edição muito especial, uma edição onde adicionou oficialmente cinco pessoal ao Hall da fama da NWR, qual sua opinião sobre a realização do Talking Smack de hoje?

Glock olha para Johnny Waterfall com desconfiança.

Glock: É muito importante a NWR criar seu próprio Hall da fama, os homenageados de hoje deixaram sua marca nessa empresa, e é muito bom a NWR dar a eles essa honraria, dando a eles o crédito por todo seu trabalho feito nessa empresa, foi uma honra estar presente no Talking Smack de hoje e prestigiar esse evento, quem sabe um dia não será eu que receberei esse prêmio.

Dana: Tenho certeza que esses homens que entraram para o Hall da Fama hoje são merecedores de tal honraria, acredito que sem eles a NWR não seria o que ela é hoje.

Johnny Waterfall: Sem dúvida nenhuma esses homens fazem parte da grande história que a NWR tem, e eu tive o prazer de falar com todos eles, definitivamente todos são grandes pessoas.

Johnny Waterfall parece um pouco emocionado.

Glock: O que foi?

Johnny Waterfall: Me desculpe, é que eu me lembrei do falecido Bé, e eu fico emocionado em lembrar dele, ele foi um grande homem.

Glock fica olhando para Johnny Waterfall com um pouco de desconfiança, mas em seguida da um abraço nele.

Glock: Não se desculpe, até mesmo o mais forte dos homens pode chorar por um amigo. Eu não posso falar muito sobre esse Bé, mas ele deixou a sua marca, e eu admiro quem faz isso.

Johnny Waterfall: Obrigado ... Continuando a comentar sobre o Talking Smack, no final foi visto você ajudando a conter Caio que queria partir para cima de Krauser Daniels, o que você achou daquele final?

Glock: Uma grande característica que eu admiro nas pessoas é a sua honra, e o que Krauser fez hoje foi de tamanha baixeza, que até mesmo eu me senti mau pelo o que ele causou, primeiramente eu presenciei um dos momentos mais idiotas da minha vida, onde Krauser estava falando com um boneco estúpido no momento em que ele recebia a honraria de ser um membro do Hall da Fama, isso já é patético. Logo após isso, ele atacou de maneira covarde Caio pelas COSTAS, isso para mim é algo que nenhum homem deveria fazer, eu tive a oportunidade de trabalhar com Krauser no mesmo ringue que ele, mas o que eu vi hoje, foi um decrépito sem honra alguma. Krauser deveria agir com superioridade, aquele era o momento dele, ele estava entrando para o Hall da Fama, mas não, ele aceitou as alfinetadas de Caio e fez aquilo que todos nós presenciamos. Hoje Krauser Daniels caiu no conceito de muitas pessoas.

Dana: E não é somente isso, aquele era o momento certo para se fazer aquilo? Eu não sei se puderam perceber, mas o estado em que a família de Bé saiu, toda aquela família estava emocionada por mais uma homenagem em que foi dada ao Bé líder. Emocionados, fortes lembranças vinham para suas cabeças, e de repente Krauser Daniels perde totalmente sua cabeça e ataca Caio. Eu não sabia que aquele homem era tão egoísta a ponto de fazer aquilo, acho que um campeão de verdade, que é o que ele se diz ser, não teria tal atitude.

Johnny Waterfall: Eu mesmo fiquei chocado com aquilo, nunca pensei que um evento tão bonito poderia acabar de tal forma.

???: Desprezível ... Desprezível ... Desprezível, assim eu posso definir aquele final.

A câmera vira-se para a direita e filma Guiller que chega na zona de entrevistas.

Johnny Waterfall: Senhoras e senhores, temos aqui o primeiro NWR champion e agora membro do Hall da Fama da NWR, Guiller!

Johnny Waterfall, Glock, Dana começam a aplaudir Guiller, pode-se ouvir que algumas outras pessoas também o estão aplaudindo.


Guiller: Mais! Mais! Mais! Eu sei que eu mereço isso hehehe.

Johnny Waterfall: É bom ver você aqui na NWR, Guiller.

Guiller: Meu amigo Mr. Waterfall, é bom ver você também, saudades de nossas entrevistas em minha casa.

Johnny Waterfall: É bom ouvir isso, o senhor planeja algo em relação a NWR?

Glock: Esperem ai um pouco, AMIGO?! Você Guiller, alguém de grande importância é "amigo" desse cara?


Guiller: Mr. Glitch não é?

Dana: É Glock! Donatello Crawford Glock!

Guiller da um olhar de desprezo para Dana, logo em seguida fica a encarar Glock.

Guiller: Okay, Mr. Turtle, qual é o problema em que o Mr. Waterfall seja meu amigo?

Glock: Meu nome é Glock! E esse cara ai ele não é dos mais espertos, acho que você não deveria se misturar com ele. Ele não esta no mesmo nível que você.

Guiller: Hehehe, o dia de hoje esta com muitas piadas, Mr. Waterfall é um homem de classe, ele sabe com quem se junta, eu sei que ele não esta no mesmo nível que eu, afinal, ninguém esta no mesmo nível que eu, Guiller. Você acha que ele não é dos mais espertos, mas porque? Por causa das perguntas dele?

Glock: É claro, ele não deveria ser o entrevistador dessa empresa, seu nível é baixo, esse pequenino ai.

Guiller: Eu ando acompanhando a NWR após esse novo retorno, e o que eu pude observar é que Johnny fez perguntas normais para você, perguntas que ele faria a um perdedor.

Glock: Como é que é? Com quem você pensa que esta falando? Um empregado seu? Eu posso te amassar em poucos segundos!

Dana: Calma!

Guiller: Hehehe, viu só Mr. Waterfall, mais um dos estressadinhos por aqui, me pergunto o que o Carter anda aprontando para que seus lutadores andem assim, mas Mr. Turtle, como um espectador eu vejo você como um perdedor, o que você fez até agora além de falar? Perder! Ganhou somente um combate contra Denner, e isso nem conta, pois aquele cara já esta aos pedaços! Mas você pode ser um vencedor, e sendo um vencedor, Johnny fará as perguntas que você quer. Assim foi comigo, eu sempre fui um vencedor, e eu ouvia sempre o que eu queria.

Glock esta nervoso e continua a encarar Guiller.

Guiller: Sinta-se honrado, você é o primeiro a receber um concelho do grande Guiller! Mas não se empolgue tanto achando que pode ser que nem eu pois ninguém pode realizar tal feito. Sabe porque ninguém pode realizar tal feito?

Glock: Eu não sei, porque?

Guiller: Ninguém tem o que eu tenho, My Money.

Guiller executa um Money muito próximo a cabeça de Glock que fica assustado e recua.

Guiller: Mais um concelho Mr, Turtle, e grátis, agora eu vou dar uma entrevista, você esta vendo aquelas cadeira ali próximo, pegue sua mulher e sente-se ali, você terá uma aula vip de como se comportar em uma entrevista. Já são dois concelhos, o próximo eu cobrarei.

Glock se dirigia em direção de Guiller com a intenção de atacá-lo, entretanto, Dana se aproxima de Glock e diz algo em seu ouvido, Glock continua a encarar Guiller e em seguida vai junto de Dana em direção as cadeiras.

Guiller: Me desculpe por esses problemas Mr. Waterfall, esse cara é bem problemático, e de presente para você, o concederei uma entrevista comigo, aposto que ganhará muitos pontos com aquele Carter.

Johnny Waterfall: Então vamos começar logo! Guiller, como pode ser visto no momento em que você recebeu seu prêmio, você sequer disse uma palavra, então me responda, qual a sensação de estar no Hall da Fama da NWR?

Guiller: O que eu deveria falar ali? As pessoas que estavam ali é quem deveria falar, todos deveriam dizer "Obrigado Guiller, por fazer da NWR o que ela é hoje.", minha presença ali bastou, e eu evidentemente fiquei muito contente de estar ali, o Hall da Fama era o local em que eu deveria estar desde o inicio.

Johnny Waterfall: E você não tem planos de retornar a NWR?

Guiller: É um pouco complicado falar sobre isso Mr. Waterfall, como sabe eu nunca foi dos mais queridos pelo Carter, sempre sofri com conspirações aqui, e a NWR nunca teve grande insistência em me trazer de volta. E eu também não teve um momento certo em minha vida para retornar, afinal agora minhas empresas cresceram muito, e eu sempre lutei por robi, até pai de família eu já sou hoje em dia.

Johnny Waterfall: Pai de família, já tens filhos senhor Guiller?

Guiller: Sim, eu e Miss. Lucy nos casamos, e hoje em dia temos um filho com treze anos, os dois estão me esperando lá fora me esperando nesse momento, hoje em dia esses dois são os meus títulos.

Johnny Waterfall: Meus parabéns Guiller, é bom saber que sua vida esta muito boa ultimamente. Uma outra pergunta o que você achou da cerimônia de hoje?

Guiller: Ela foi marcada por minha incrível presença, esse definidamente foi o grande ponto auto de hoje, logo após o momento em que eu recebi o prêmio, o segundo melhor momento foi a minha entrada, todas aquelas pessoas gritando por meu nome e aplaudindo, foi muito bom, o terceiro melhor momento, foi a minha saída, onde todos me ovacionaram e pediam para que eu ficasse mais um pouco, mas querer não é poder e eu tive de sair, e teve um outro momento lá, claro que não se compara aos já citados, foi do jovem Mr. Filipe que foi receber um prêmio em nome de seu pai. Eu sei que nunca quis comentar sobre isso, pois eu acho que não tocar no assunto eu ajudo mais, mas eu sinto muito pelo o que aconteceu com Mr. Moisés Bé, teve uma vez em que meu irmão, Mr. Aioria, me procurou pedindo ajuda financeira, eu ia recusar, mas ele disse que era para achar uma esfera dourada que poderia reviver Mr. Moisés Bé, eu sabia que era loucura, mas eu ajudei ele, afinal Mr. Aioria é da minha família, no fim achamos essa esfera, e eu nunca soube se Mr. Moisés Bé foi revivido. Peço desculpas pois isso pode parecer bobagem, mas é algo que realmente aconteceu.

Johnny Waterfall: Que história mais estranha ... seu irmão deveria ser um grande amigo de Moisés Bé.

Guiller: De fato, Mr. Moisés Bé e Mr. Aioria tinham uma certa proximidade, os dois eram bem compatíveis, mas como disse, não gosto muito de tocar nesses assuntos, voltamos a falar do evento de hoje.

Johnny Waterfall: Por mim tudo bem, já que você citou as melhores partes senhor, na sua opinião quais foram as piores partes de hoje?


Guiller: Eu queria que você me perguntasse isso. Esta vendo Mr. Trutle? É assim que se concede uma entrevista!!

Glock: [Pode se ouvir somente a voz] Pare de me provocar se não quiser uma briga! Encerre logo isso!

Guiller: Hehehe, na minha absoluta opinião, o evento hoje teve duas partes que quase estragaram o show, pois se não fosse por minha aparição seria um desastre, primeiramente, Mr. Denner estar no Hall da fama, a presença desse sujeito banaliza completamente o conceito de Hall da fama da empresa, esse homem é um bandido! Ele assassinou Mr. Moisés Bé! Ele roubou o meu cinturão na época em que eu era campeão, eu não sei porque ele não esta na cadeia pois eu o denunciei por crime de furto e por homicídio, mas nada aconteceu, isso me deixou indignado. Felizmente algo aconteceu com o carro dele, o que eu não tive nada haver com isso, e ele não pode estar aqui hoje. E por segundo aquele vexame de Mr. Krauser, que desprezível, aquele boneco causou a briga entre Mr. Caio e Mr. Krauser, aposto que aquele boneco tem alguma coisa haver com Carter, Carter quer ver seus lutadores se digladiando em todos os lugares, aquela briga tem que ter um dedo dele.

Johnny Waterfall: Bem Guiller, eu poderia falar com você o dia inteiro.

Guiller: Digo o mesmo, Mr. Waterfall.

Johnny Waterfall: Como sua família esta te esperando, tenho que deixar você ir, quer deixar algumas considerações finais?

Johnny Waterfall entrega o microfone para Guiller.

Guiller: Faz tempo que eu não faço isso, mas vou tentar hehehe. Quero dizer que a NWR agora tem a honra de ter o grande Guiller em seu Hall da Fama, essa empresa cresceu muito por minha causa, mesmo que com todas as conspirações que eu sofri aqui, quero dizer que eu desaprovo completamente a escolha de Miss. Coelha como gerente geral, vocês puderam ver que ela não tem capacidade para nada, é uma incompetente, mulheres não sabem comandar nada! E a NWR nos da grandes exemplos. EU DEVERIA TER SIDO O GERENTE GERAL DA NWR DESDE QUE ELA RETORNOU!!!!! Eu sou um gestor de sucesso, minhas empresas são a prova disso!! Mas não, vamos colocar uma coelha para comandar isso aqui, e eu gostei do show de stand up comedy que teve no final, onde Krauser disse que foi o maior da NWR e ainda é. Eu pude rir muito disso hehehehe. Isso é tudo! Mr. Turtle!! Venha até aqui.

Glock aparece e ainda aparenta estar irritado. Guiller entrega o microfone para Glock.

Guiller: Eu passo o bastão para você.

Guiller se retira e puxa Johnny Waterfall, ambos começam a ir embora.

Guiller: [Pode-se ouvir a voz de longe] Converse comigo até a saída Mr. Waterfall, podemos marcar uma reunião em minha casa ...

Johnny Waterfall: [Pode-se ouvir a voz de longe] Seria uma honra.

Glock: Hey Waterfall miserável!! Eu quero a minha entrevista!!

O vídeo se encerra com Glock furioso, Glock arremeça o microfone que segurava na câmera e se encerra o vídeo.
avatar
OrionStar

Mensagens : 62
Pontos : 78
Reputação : 6
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 27.12.16 2:07

Intruso

Domingo, Hospital, 10:00

- Você deu sorte garoto, não há nada de sério. – Disse o médico.

O doutor havia me mostrado o raio-X. Foi constatado que não havia nada com meu corpo, por sorte. O combate foi exaustivo, aquele maldito não desistia nunca. Toda vez, quando eu pensava que o combate ia acabar, ele dava nearfall! Não sei como resistiu aquele Phoenix Splash sob a mesa, mas aquilo... ah, aquilo foi incrível. Sábado foi o meu show, o meu dia. O povo todo falando de Caio vs Krauser, dando exclusividade a uma puta rivalidade dos dois. Quanto a mim? Nada. Era como se fosse um Peyton Manning vs Tom Brady e eu fosse o Jay Cutler. Parecia que enquanto houvesse Caio e Krauser Daniels, não haveria espaço para alguém nessa federação. Estaria eu fadado a ser a sombra dos dois nesta federação? Não era meu objetivo. O que Novak Djokovic, Ronaldo, Drew Brees, até mesmo John Cena têm em comum? Eles roubaram a cena. Em meio a exclusividade de uns dois nomes, eles surgiram, fazendo história, conquistando títulos e superando a todas as dúvidas. Eu quero ser igual a esses caras e só depende de mim, Luke Miller, a atrair os holofotes para mim. Sábado foi apenas o início, no PPV haverá mais de mim. Sou um intruso sim, com méritos. E com a vitória no PPV eu sairei. Não fiz muita coisa no domingo de Natal, fiquei em Nova Iorque me recuperando. Dormi já pensando em como iria me preparar

Segunda, 14:45

Estava fazendo uma caminhada nas ruas de Nova Iorque, enquanto pensava no For Victory de quarta. Mesmo tendo Krauser Daniels como meu parceiro nada tirava o meu foco, tudo voltava-se para o PPV, eu tinha a grande chance de provar para todos o meu valor, a minha capacidade, pois eu sabia que não podia fazer nenhuma besteira dentro daquele ringue, e que seria "fatal" qualquer falha minha. Essa semana não era para cometer erros. Vencer Caio e Daniels, desbancando grandes homens seria algo incrível e todos vão olhar para mim como um cara que fez história. Um sorriso bem falso se formou e, tinha que continuar me esforçando para ter, realmente, alguma chance. O clima de NYC estava acinzentado, um certo clima de tensão no ar. Eu via alguns cartazes, outdoors na rua falando sobre o PPV, sobre o Main Event. Parece que a cidade inteira parou, justamente por causa do show, desta luta. Três homens e um título. O foco, a atenção, a conquista, a história. Tudo isso se mostrava explícito e exaltado na minha mente.

Não ao certo o que vai ser em 2017. Não sei sobre meu destino aqui na NWR. Apenas sei que tenho que me dedicar de corpo e alma para vencer esse PPV. Podem falar que Caio tem a bola da vez, de Krauser querer vingança, não dou a mínima. Vou até o final. Meu corpo pode não resistir aos vários golpes que vou sofrer, posso não aguentar o impacto de cada um deles, mas eu não irei desistir tão fácil quanto todos pensam. Eu estou aqui para vencer, para ser o centro das atenções. Vou tomar tudo de assalto nessa porra e vou fazer história.

Enquanto voltava da caminhada voltei ao hotel. No meio do caminho a chuva caira dos céus com força. Gostava da chuva. Por muitas vezes ela me acalmava, ver toda a paisagem da chuva era interessante. E convenhamos, mesmo com todo o meu foco voltado para a luta, eu estava tenso. Mas a tensão podia aumentar, quando vi meu pai me esperando no meu quarto.

- Muito bom em te ver Matthew. – Disse.

- Faz um bom tempo que ninguém me chama de Matthew.

- Como você está meu filho? – Perguntou.

- Melhor da última vez.

- Ainda com essa história Matthew? – Disse meu pai levantando um pouco seu tom de voz.

- Como não lembrar pai? – Retruquei. – Foi você que disse que esse “mundo” não dava futuro e que me vestir de terno e gravata era o correto!

- Não foi bem assim.

- Mas relaxa pai, não foi a primeira vez que você me desmotiva das coisas, não é mesmo? – Respondi com sarcasmo.

- COMO NÃO LUKE? E aquela vez na final do campeonato da faculdade? Eu vi meu filho fazer o Touchdown da vitória!

- Isso porque não queria que eu fosse ao jogo e quando foi ficou me criticando o TEMPO INTEIRO.

- Você sabe que é mentira.

- CALE A BOCA! – Exclamei. Não foi a primeira vez que discuti com meu pai. Um silêncio tomou conta do cômodo. Fui até o frigobar, peguei uma cerveja e abri. Então eu dei um gole e fui até a janela do quarto.

- A verdade meu velho é que estou nervoso. – Disse agora com uma voz mais calma. – Veja-me, estou no Main Event contra outros dois caras pelo Main Title. Com toda essa concentração eu sinto que estou ficando louco. Sabe o quão gratificante é estar num evento desse? – Conclui olhando a chuva cair. Ofereci a cerveja pro velho mas este a recusou, alegando ter reunião de gabinete mais tarde.

- Sei que está nervoso, já passei por isso antes. – Ele disse com uma voz mais serena. – Mas espero que você se saia bem. Não poderei ver o evento mas mesmo assim, que saia com a vitória. Siga em frente.

Meu pai não era bom em motivar, mas gostava de aconselhar sempre que possível (antes de eu falar que seria wrestler). Sendo uma figura cativante, eu dei um abraço no coroa. Era um grande apesar dos problemas da vida política. Meu pai despediu-se de mim beijando minha testa e seguiu o seu caminho. Fechei a porta do meu quarto e me larguei na cama. Admirei mais uma vez a chuva de Nova Iorque enquanto pensava no que meu pai dizia e no futuro próximo.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."

Rober

Mensagens : 11
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/11/2016

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Rober em 27.12.16 2:25

PROMO FEITA POR Guiller e Rober Lee


Vídeo postado no canal de Rober Lee no youtube.


Inicia-se a transmissão mostrando um pequeno cenário com duas cadeiras e um pequeno televisor de tela plana, a música de abertura se inicia e Rober Lee aparece de surpresa correndo loucamente, após trinta segundos Rober Lee para de correr e da um salto mortal caindo sentado em uma das cadeiras.

Rober Lee: Eai seus merdas, Rober Lee Chegou Hahahahaha, hoje trazendo a primeira edição do talk show  mais podre de todos, meu podcast não deu muito certo, tive apenas cinco visualizações, as pessoas hoje em dia não sabem o que é bom. E quem tem a honra de ser meu primeiro convidado é um colega meu de trabalho. Eu lhes apresento meu amigo Glock.

Inicia-se uma música e Glock aparece vestido de terno e gravata, Glock esta extremamente sério, quando de repente Glock começa a dançar de forma completamente estranha (Que nem nesse vídeo), Glock dança por aproximadamente trinta segundos, ainda dançando, Glock começa a se dirigir a sua cadeira quando finalmente para.

Glock: É uma honra estar aqui em seu talk show Lee, agradeço por ser seu primeiro convidado.

Rober Lee: Que isso, você é uns dos caras mais fodas da NWR como não poderia lhe convidar.

Glock: Sério que você acha isso de mim? Eu sei que eu sou, mas assim fico envergonhado haha. Saiba você Lee, que você é uma das pessoas mais admiradas nos bastidores da NWR.

Rober Lee: Só faço o que tenho que fazer.

Glock: Esta certo ... Devo admitir que você é um cara que eu realmente admiro, assim como eu, você também gosta de treinar, eu gosto de quem pensa assim.

Rober Lee: O treino é necessário para o corpo alma e mente para que trabalhem em conjunto para alcançar o melhor resultado possível.

Glock: Sim Lee, é bom ter equilíbrio de tudo um pouco. Eu acho que o seu tipo de treinamento em um pouco mais diferente do meu, eu gosto mais de treinar em academias para que minha força melhore, nunca fui muito técnico. Você deveria treinar comigo qualquer dia desses.

Rober Lee: Sim, poderíamos treinar juntos qualquer dia desses... eu poderia te ensinar alguns golpes.

Glock: Eu não sei se eu me sairia bem, mas eu poderia tentar, gosto de desafios. Eu fiquei com algo me incomodando um pouco, porque você disse que esse é o talk show mais podre?

RoberLee: Só pra descontrair hahahhahahah

Glock: E isso aqui tem algum nome? Ou é só talk show Rober mesmo?

RoberLee: Por enquanto é so talk show do Rober mesmo hahahaha. Iniciando o nosso talk show e já mudando de assunto o que você espera da NWR pra 2017?

Glock: Eu ainda estou pensando em 2016, temos mais algumas coisas para fazer, contando o primeiro PPV. E nós dois temos a chance de ser o primeiro Impact Champiom.

Rober Lee: Pra min todos tem chances, vai ser épico.

Glock: Nós já nos enfrentamos algumas vezes, e tu és um wrestler muito técnico. se eu tiver que lutar contra você nessa novo caminho, é bom estar preparado, pois eu estou.

Rober Lee: Não vá perder pra min, por que eu não vou perder pra voce!

Glock olha para Rober Lee com um olhar pensativo,  passados cinco segundo Glock responde:

Glock: Deixa eu ver se entendi,  você disse que eu tenho que lutar com tudo?

Rober Lee: Sim todos tem que dar o máximo de si, as vezes desistir machuca mais que a própria derrota.

*Após as palavras de Rober Lee, Glock fica com um olhar mais triste*

Glock: Você tem razão Lee, desistir nunca mais!!  Devemos sempre ir com 150%. Mas agora eu gostaria de saber de ti, sem ficar em cima do muro, quem você acha que vai passar de fase no For Victory e chegar ao PPV lutando pelo impact champiom?

Rober Lee: Todos tem chances, uns mais já outros menos.

Glock fica em poker face.

Glock: Você por um acaso sabe o significado da expressão "Ficar em cima do muro"?

Rober Lee: Claro, eu estou sendo sincero todos tem chances. Apesar que para os low-cards é algo mais improvável.

Glock fica um pouco surpreso com as palavras de Rober Lee.

Glock: E para você Lee, quem seria os low card?

Rober Lee: Os que não tem tanto destaque.

Glock: Eu já entendi qual é a sua,  quer ser neutro heim? Que espertinho Lee.

Rober Lee: Prefiro não gerar intrigas desnecessárias eu faço o que tenho que fazer e pronto.

Glock: Uma hora você vai ter que escolher entre direita e esquerda, não da para ficar sempre no meio, como eu admiro você, espero que você escolha o lado certo.

Rober Lee: Eu não fico em lugar nenhum eu o que sou e sou.

Glock olha para Rober Lee com um olhar mais seco. Glock respira fundo e diz.

Glock: Certo Lee, certo. Respeito sua decisão.

Rober Lee: Dando continuidade a conversa, Luke Miller a um tempo atrás andou dizendo diversas coisas sobre você,  até mesmo o atacou em um combate, e você ficou calado para tudo isso, somente disse que iria falar sobre o assunto e até agora não falou merda nenhuma, porque ficou calado para ele?

Glock fica um pouco mais sério e se posiciona em sua cadeira.

Glock: Ei ei ei, não é que eu tenha ficado calado ou abaixado a cabeça para ele, eu estou esperando o momento certo agora, por mim eu já teria ido para cima dele a muito tempo, mas minha mulher me recomendou esperar, o que é dele esta guardado, temos muito tempo ainda para resolver nossas diferenças, e algum dia essa hora vai chegar. O momento certo, chegará.

Rober Lee: Está certo, é esperar pra ver.

Rober Lee coloca sua mão em seu ouvido esquerdo, aparentemente alguém se comunica com ele através de um ponto eletrônico.

Rober Lee: O que foi Stoya? Momento do bé o quê? Que bé mulher? O BÉ O QUE? Fala a língua dos humanos e não a dos bodes!! Bé ... Ha ... Entendi ...

Rober Lee olha para a câmera com um olhar estranho. (Como nessa imagem)

Rober Lee: Nosso diretor do programa acabou de nos avisar que agora é o momento de nosso patrocinador! Por favor todos, olhem para o nosso monitor.




Rober Lee: Camisetas do Bé apenas 19,99 compre ja a sua! Hoje na promoção compre uma leve duas!!!  Imperdível!! Eai Glock, você gostou da camisa?

Glock: Peço desculpas a você Lee, a direção do programa, mas essa camisa ai ta uma porra. Toda mal escrita e defeituosa, quer saber? Estou de saco cheio dela!

Glock se levanta de sua cadeira e desliga o monitor.

Rober Lee: Bom isso é tudo pessoal ate a próxima.

Encerra-se as filmagens, e os créditos começam a aparecer, uma mensagem esta em destaque "Agradecimento especial a José Carlos Lippi que nos cedeu esse local para as gravações do programa, sem ele, não seria possível a realização do mesmo. MESMO ESSE LOCAL SENDO UMA PORRA!!!".
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 362
Pontos : 916
Reputação : 493
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 22
Localização : Portugal

Promo especial de natal

Mensagem por ★ Bé ★ em 27.12.16 14:17

Promo especial de Natal.
(Lamento pelo atraso porem a Promo não foi feita antes porque eu estava doente)

Gravação do dia 24 / 12 / 2016

Filipe "Bé" Ribeiro & Marianne Krasivyy



Bé: Olá a todos fãs da Nwr Universe! Hoje é um dia especial, pois é natal! O dia mais feliz e alegre de todo o ano inteiro! A adivinhem quem está na lista dos bons meninos deste ano?

Bé: EU! E EU QUERO PRESENTES! TODOS PRA MIM!!


Marianne: Estamos completamente vestidos para este dia festivo e para melhorar a situação vamos finalmente aceitar a entrevista de Johnny Waterfall que nos pediu desque voltou a federação e ainda não demos atenção para isso!

Bé: Finalmente podemos entrevistar Johnny!

Marianne: Não pera, é suposto ser ele a te entrevistar a ti.

Bé: Porque? Ele não precisa fazer isso?

Marianne: É o emprego dele, ele é pago para isso. Logo, precisa sim.

Bé: E é bem pago?

Marianne: Isso não intressa.

Bé: A mim intresa!

Marianne: Não é tão bem pago quanto um lutador eu acredito...

Bé: Então a mim não me intresa!

Ambos continuam a caminhar pelos balnearios todos enfeitados e cheios de luzinhas cintilantes do dia festivo. E eles entram na sala de entrevistas de Johnny Waterfall também com varias luzinhas e uma arbore gigante e enfeitada com presentes.

Marianne: Olá Johnny!

Johnny: Marianne? É mesmo você? Meu deus quanto tempo!

Marianne: Já lá vão alguns anos...

Johnny: Então o que a tráz por cá?

Marianne: Viemos aceitar sua entrevista.

Johnny: Viemos? Quem?

Ambos olham pros lados e n vêem o Bé, ele esta debaixo da arbore de natal a rasgar os presentes e parece xangado.

Bé: Mas essa merda são apenas caixas vazias! Seus mentirosos!

Johnny: Mas... Isso é apenas para enfeitar...

Bé: Xiu ai! Não tem essa de presentes para enfeitar, ou são presentes ou não são!

Johnny: Mas apenas servem para o local ficar mais bonito e festivo para as câmaras.

Bé: Não fale comigo, seu mentiroso.

Johnny: Mas é impossivel fazer uma entrevista se não falar comigo!

Bé: Isso não é problema meu.

Marianne: E agora? Quem poderá nos ajudar?

Um pai natal salta de fora de um barril random.

Pai natal *Voz de chapolin colorado*: EUU!!

Johnny: Papai Noel!!!

Marianne: Pera, de onde que este saiu...

Pai Natal: Eu vim por este meio, ofrecer meu humilde presente a todos os meninos bem comportados deste ano!

Pai Natal: Para ti jovem Johnny, pelo teu comportamento excelente...

Pai Natal dá uma prenda a Johnny que a abre.

Johnny: Isto é... Um microfone sem fios!! Era tudo o que eu queria!!

Pai Natal: E tens aqui algo para ti!

Câmara-men: Quem? Eu?

O Câmara-men abre a prenda.

Câmara-men: Uau! Uma câmara profissional! Meu salario de 2$ por mês não dariam para tanto! Finalmente posso parar de gravar videos com a câmara amadora do telemóvel!

Pai Natal: Marianne...

Marianne: Bahh, poupe meu tempo, não acredito em contos de fadas. E não sou nenhuma criancinha.

Pai Natal: Otimo, então não vais querer a prenda de alto calibre que eu tenho aqui...

Marianne: Claro que não... Não pera, o que?

Marianne receve a sua prenda e abre, um hibrido de notebook/tablet.

Marianne: Que tecnologia e que prenda fantástica! Obrigado velhote estranho de barba!

Pai Natal se aproxima de Bé que estava a rasgar ainda presentes vazios.

Bé: Tu? Cade o caralho da minha prenda?

Pai Natal: Uhm... Rasgar prendas que não lhe pertecem... Falar palavrão... Recusar dar entrevistas ao pobre Johnny... Obriga o seu proprio amigo a trabalhar nas câmaras e lhe pagar apenas 2$ por mês...

Pai Natal: U JUST MADE THE LIST!

Pai Natal escreve o nome de Bé na lista dos mal comportados.

Pai Natal salta para um carro em forma de treno, mete o motor a trabalhar e conduz para fora do recinto ah alta velocidade ao som de sinos a tocar. E cães disfarçados de Renas a correr em frente dele.

Bé: Mas... Mas...

Bé começa a chorar e a ter uma crise emocional.

Uma voz divina se ouve do céu. (Na verdade era um radio ou assim)

Desconhecido: Não fiques triste meu irmão.

Bé: Quem disso isso?

Desconhecido: Eu disse irmão.

Bé: Quem tá a falar?

Uma bola de bowling cai em cima da cabeça de Bé.

Desconhecido: Queres voltar a fazer dessas perguntas estupidas depois de eu te ter chamado irmão duas vezes?

Bé:

Desconhecido: Otimo, então ouve me antes senão atiro-te com outra bola de bowling aos cornos.

Desconhecido: Tu não prescisas de presentes, tens tudo o que é de melhor ah tua volta! Volta... volta... olta...

O som começa a desaparecer e Bé se levanta e olha a sua volta, vê o Câmara men incrivelmente sorridente para ele, Johnny lhe acenando, e Marianne se aproxima e lhe dá um abraço.

Bé: É isso que eu sempre quis...

Bé: Está mesmo aqui a minha frente...

Bé: Uma bola de Bowling!!


Bé pega na bola e começa a correr feito loko e some do mapa.

Marianne e os restantes encolhem os ombros.¯\_(ツ)_/¯



Skull The Goat came back for one last dance. Skull

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 18.08.17 4:02