Prome Aqui!

Compartilhe
avatar
OrionStar

Mensagens : 60
Pontos : 80
Reputação : 10
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 23.05.17 0:29

My existence

Quarto, 14:00

O que é uma crise? É justamente restringida ao sentido econômico da palavra? O que se sente quando está em crise? Todo esse tormento se deve a esse fardo que carrego nas minhas costas. Questiono meu papel neste esporte, aqui na vida em geral. Foi num momento desses na minha vida que eu precisei repensar muito sobre minha carreira e minha vida. A mais recente destas e, de fato, mais importante, foi quando recebi a proposta de voltar para os Estados Unidos e lutar pela NWR. Eu estava num cômodo em Lisboa junto de Zoey. Recebi a proposta numa terça-feira. Eu me sentei com Zoey no quarto e começamos a discutir a respeito. Disse a princípio que não estava interessado em voltar, que aquilo só me remetia a um tormento, uma agonia e que nada aquilo iria me fazer bem de novo. Então Zoey disse que era melhor repensar o que eu tinha dito, visto que nada que eu fiz nos últimos oito anos me trouxeram agonia, pelo contrário, trouxe ânimo, experiência e muitas alegrias. Eis que ela começa a falar do No Remorse de 2013, que ninguém imaginava que fosse eu o último a ficar de pé, que eu fosse reverter aquele Missile Spear num Terminal Velocity tão facilmente. Concordei com ela, afinal aquilo era fato, história. Disse que não estava servindo mais para aquilo, que apesar de ser jovem, estava velho. Zoey não hesitou em rir da minha cara ao ouvir um homem de 28 anos dizer que estava velho. Um pro-wrestler não passava dos cinquenta anos, seria muito castigo para o corpo e a mente. Zoey então complementou que se não fosse agora voltar para buscar meu sonho, nunca mais venceria e que eu iria me martirizar pelo resto da minha vida por ser um perdedor que não pensou em tentar, mesmo que já tenha tentado em ocasiões posteriores. Aquilo tocou me profundamente. Zoey estava ali para me ajudar e me amparar sempre. Senti medo me castigar pelo resto da minha vida, porém eu lembrei o porquê eu decidi seguir esta vida. Um dia prometi para mim que iria fazer o mundo se render a mim, que eu iria estar no topo, colocar o meu nome entre os grandes e provar para todos do que eu sou capaz. Passados três dias, antes do vencimento do contrato, decidi retornar para a América e seguir meu sonho. Zoey ficou feliz com a decisão, entretanto deixei claro que seria agora ou nunca.

Mas vamos voltar para o agora, já passamos muito tempo discutindo a respeito de uma crise de existência. Eu estava tocando meu violão sentado na minha cama enquanto assistia a televisão. Estavam falando da Elimination Chamber. Então, relacionavam as próximas lutas nos próximos shows. Eis que falaram a respeito da minha luta contra Bruno Jackson. E enquanto tocava Breaking The Habit do Linkin Park me perguntava: “Quem era o sujeito? ”. Me mostraram o vídeo dela e eu ria de tudo. Mas algo me chamava a atenção. Ainda que seja alguém como Bruno, eu me via nele. Via o jovem e ingênuo Devon Maverick dando seus primeiros passos no pro-wrestling em geral. Larguei meu violão na cama e montei o equipamento para mais um vídeo. Precisava dar um tempinho nos vídeos, estava ficando muito saturado ao meu gosto.

Vídeo postado em NWR.com/DevonMaverick

O vídeo começa com Devon surgindo em meio às sombras com seu taco de beisebol

- Ah que saudade eu estava de fazer meus vídeos com essa beleza! Bem, sem muita enrolação aqui. Na quarta-feira teremos mais um For Victory e meu adversário é ninguém menos que... que... quem é essa cara mesmo? Ah sim, é Bruno... Jackson? Meh, tanto faz.

- Sabe o que é engraçado nisso? Bruno, eu vejo um pouco de você em mim. Garoto jovem, iniciando sua carreira sem noção das coisas ao seu redor. Mas assim como uma vez eu fui, você ainda é muito ingênuo. Veja só, para alguém que se denomina “o projeto de Deus” ter um defeito como ingenuidade é crucial, não é mesmo? Deixe me ensinar uma coisa que eu aprendi ao longo desses anos: Você faz a sua força. Ou você amadurece, seja frio quando necessário e ser firme ou você continua sendo fraco, sem noção, ingênuo.

- Bruno, veja suas atitudes. Você acha que eu não dei risada no seu vídeo? “Não chame ela de idiota” – Disse Devon dando boas gargalhadas. – Ai, ai, não me aguento. – Devon então pausa para beber água. – Pois deixe de ser infantil e cresça! Aqui não é lugar pra ficar privando as pessoas de ofender as outras. AH SIFUDE VOCÊ RAPAZ!

- Aliás, falei aqui a respeito de tempo. Uma coisa que sempre ouvi era que tempo é precioso. E também não se deve perder tempo com futilidade ou com gente fútil. Há outras coisas cuja as quais devo me importar, há outros problemas que devem ser priorizados. Assim foi com Violetty semana passada, assim será com você. E como diria uma célebre frase do grande Jay-Z: “I got 99 problems but a bitch ain’t one, hit me! ”. Espero que você entenda a mensagem mais do que óbvia antes de querer “achar feio xingar os outros assim”.

Devon acerta a câmera com uma tacada de cima para baixo e se retira de cena. Pôde-se ouvir:

“If you're havin' girl problems I feel bad for you son. I got 99 problems but a bitch ain't one... achar feio ofender os outros, criança do caralho...”

--Fade-out--




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 63
Pontos : 70
Reputação : 9
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 23.05.17 2:44

Novamente estava treinando nessa semana teríamos a tão esperada luta pelo título Intercontinental da NWR, novamente treinando com Sudz, que veio me emprestando sua experiência e força para tentar imitar o máximo do que o King Armstrong é, mesmo sabendo que ele não tava na melhor fase ainda sim era uma grande ajuda, depois de algumas horas de treinos, fazemos uma pequena pausa, Sudz, se aproximou de mim e bastante preocupado perguntou

- O que você achou da estipulação que Armstrong escolheu?

- Eu acho que me favorece, posso vencer ele sem ter que dar o pinfall, e sou mais rápido que ele, assim poderei subir mais rápido e tirar o cinturão lá de cima

- Sim com certeza é uma vantagem, mas você não observou a vantagem dele

- Como assim?

- Ele poderá multiplicar a forças dos ataques dele, usando cadeira, mesa e utilizando inclusive a escada, fazendo mais fácil você ser nocauteada, ainda tem a questão da força, casos vocês estejam subindo a escada, um simples empurrão dele e você cai, então o cuidado com essas situações tem que ser redobrado.

Lady ouvia atentamente ao conselho de Sudz, ele tinha razão nesse aspecto, ela não havia pensado nesses pontos que seu colega levantou

- Obrigado pelo conselho Sudz, realmente não tinha pensado nesse ponto que você levantou

algumas horas depois Lady estava na sede da NWR em uma entrevista com Melissa

- Olá estamos aqui com Lady, sinceramente você acha que tem alguma chance contra o King Armstrong, a maioria das bolsas de aposta apontam ele como favorito

- Primeiro e bom ver você de novo Melissa, trabalhando após aquele ataque, acredito sim que posso vencer, venho na melhor fase da minha vida, e venho treinando muito para essa luta, com certeza não farei feio em frente a grande audiência que estará presente, e mostrarei, porque sou considerada a heroina da federação


- Você se acha melhor que os outros por causa disso?

- De jeito nenhum Melissa, sempre tento tratar igualmente as pessoas, claro que tem atitudes que incomodam muitas pessoas como foi o caso de Narkissa e apesar de respeitar ela como lutadora, temos modo de ser totalmente diferente, uma heroína é uma Mulher de grande coragem, dotada de sentimentos nobres, não sei me encaixo perfeitamente nisso,mas pelo que sinto do público sou uma verdadeira heroína, por isso que estou preste a lutar pelo título se não fosse o apoio de todos não teria chegado aqui.


- O Bé parece que ficou bastante afetado com a derrota

- E verdade Melissa, vi a entrevista que ele deu para você e ele parecia totalmente perdido, até pensei falar com ele, mas achei que não ajudaria muito, espero que a mudança dele seja positiva e que volte a ser o Bé que todos amavam e admiravam, de qualquer jeito desejo sorte na carreira dele, foi uma figura importante no meu começo aqui dentro me ajudou muito e com certeza não vou me esquecer disso Bé, mas siga o caminho certo que os fãs lhe apoiarão

- Você acha que isso tem influência da Gardeas?

- Sim, com certeza acho que elas influenciaram um pouco, falando dos deuses dela gostarem de Bé, enfim ele já ta na teia das irmãs Gardeas

- Qual a expectativa da luta?

- A melhor possível, vai ser um grande Main Event, farei de tudo para conseguir a vitória independente de como o meu corpo esteja, sempre levantarei para lutar

A entrevista tinha acabado Lady cumprimentou Melissa, elas conversaram durante alguns minutos e depois foram embora
avatar
VBB

Mensagens : 57
Pontos : 77
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/07/2014
Idade : 20

Re: Prome Aqui!

Mensagem por VBB em 23.05.17 5:23


*Uma filmagem se inicia, nela é mostrada os corredores de um hospital com pessoas passando e tudo mais, a câmera segue até entrar em um dos quartos aonde Krauser Daniels esta vasculhando em baixo do colchão de uma das camas. O loiro percebe a presença da câmera e então se assusta mas logo se levanta e acena para quem o filma e assiste.*

Krauser Daniels: Ah, olá! Eu não esperava vocês agora, oque estão fazendo aqui?

Rita Daniels: Oque você esta fazendo aqui?

Krauser Daniels: Hey, eu perguntei primeiro... Ah vai, okay, vocês estão aqui para me ver e ouvir oque tenho a dizer, Blá Blá Blá, mesmo de sempre. Bem, eu? Eu estava... Procurando uma coisa... Que disseram que está a por aqui... Mas bem, vamos começar a falar logo, afinal eu tenho uma luta, erh... Importante? Eu acredito que sim. Luta importante, adversário mais ou menos importante e o prêmio, bem, posso dizer que ele é muito importante, porque né! Tá difícil ganhar alguma coisa aqui!!

*Krauser vai andando pelos corredores enquanto a pessoa que o filma apenas caminha para trás.*

Krauser Daniels: Para minha próxima luta terei um adversário que é um cara que eu admiro, tanto pelas suas conquistas, feitos, brutalidade, e acho que talvez simpatia. Vocês acham ele simpático? Eu acho, porém ao mesmo tempo é um cara super irritante que não leva nem ele mesmo a sério e super difícil de lidar, sequestrador de bonecos, ladrão de cuecas e todos os adjetivos pútridos da sociedade moderna, sem dizer que ele curti um...

*Krauser dá uma fungada forte insinuando algo mas logo disfarça.*

Krauser Daniels: Nossa, acho que to ficando resfriado, bem ele curti uma invasão domiciliar. Oque acharam que era?

*Krauser sorria para a câmera como se estivesse rindo para o próprio Havoc ouvindo suas palavras.*

Krauser Daniels: Esse cara é um adversário que eu desejo enfrentar desde que entrou aqui, mas devo dizer que ele fez uma evolução tremenda. Entrou como um cara que eu queria dar umas porradas para aprender a deixar de ser trouxa, e agora é um trouxa incorrigível que em seu tempo que esta aqui mostrou ter valor o suficiente para me fazer querer enfrenta-lo como um adversário digno.

Bem, dignidade é uma palavra bem forte, porém Havoc nunca decepcionou ninguém como adversário então logo creio que não devo subestima-lo.

Havoc Havoc, você realmente tem tudo para ser o rei dos babacas, é um título que poxa é a sua cara, tem tudo haver contigo, mas devo confessar, você falou tão mal de mim em seu último vídeo e apresentou tantos erros em ninja carreira ou até mesmo burradas que cometi que eu já acredito que me garanto como ótimo substituto, não, um talvez até melhor.  Você me deu um conselho, quer que eu treine mais. Disse que eu devo treinar mais para poder ter uma chance contra o rei da "jobber division". São nessas horas que eu penso, puta que pariu, eu devo estar mal mesmo cara.

E eu vou me dar um conselho também, tenho que te vencer de qualquer forma, porque perder para o rei dos babacas vai ser foda hein.

Não sei se percebeu oque esta prestes a acontecer, eu ao menos apos assistir seu vídeo percebi. O combate que teremos no próximo For victory será nada mais nada menos que o confronto dos dois maiores fracassados da federação, não os mais fracassados, mas sim os maiores.

Havoc um babaca sem igual, um sujeito realmente digno de pena...


Rita Daniels: Eu gosto dele.

Krauser Daniels: Xiu! Câmera não fala!

...Digno de pena e perdeu para o Robert, no entanto tem prestação incrível em maioria de seus combates, tem a língua afiada e é só isso que sei da língua dele e também é o melhor de sua divisão.

Já eu, sou o Hall of fame mapa ativo que a empresa ainda possui, tenho um belo histórico como campeão, um nome ainda respeitado, detalhe ao ainda, nunca se sabe né, e também sou acho que o cara que trabalha aqui a mais tempo como lutador, no entanto, tenho sequencia de derrotas em shows e em PPVs, olha, eu só fui perder em um PPV nessa nova NWR acredita?

Por isso, somos os maiores fracassados e iremos nos enfrentar por uma chance de ser um pouco menos pior não acha?

Krauser de novo com um cinturão, Havoc vencendo um dos maiores nomes da empresa, essa próxima luta vale um pouco mais de brilho para nossos nomes, mas tá ligado que essa é a parte que não ligo não é?

É isso aí Havoc, como você disse, dois homens saindo na porrada ao estilo antigo, ao meu estilo, como você muito bem ressaltou. Essa é a parte que eu ligo, enfrentar você!! É o lutador mais Hardcore que temos na NWR e eu preciso te enfrentar para chegar até aonde esse jeito sem limites vai.


*Krauser sai do hospital e o vento bate em seus cabelos que refletem a luz do sol que brilha bem alto no céu ensolarado. O lutador segue falando.*

Krauser Daniels: Eu não serei como os outros! Não serei como nosso professor Xavier da floresta Robert, não serei apenas mais uma pedra no seu caminho. Serei o adversário que vai te fazer lembrar oque é lutar de verdade e que vai enfim te dar algum desafio aqui. Sem essa de ser pedra no caminho, porque alias você fumaria tudo.

Nada mais de te ignorar amigo, como você mesmo disse vou subir naquele ringue e olha-lo cara a cara, mas por favor, corta a parte da surra, afinal, olha-lo na cara já será um puta desafio... Tipo nada contra é só que...


*Krauser começa a fingir ânsias de vômito e então parece se recuperar.*

Krauser Daniels: Ai, viu só? Foi só imaginar sua cara, isso vai ser um combate difícil.

Você me perguntou oque eu quero na sua "Jobber Division" e eu até responderia, porém dizer eu diria que oque eu quero é você, e isso ficaria tipo, muito estranho, ainda mais com tudo que você anda espalhando por aí, isso é vacilo cara, cadê a confiança da relação?


*Krauser faz cara de bravo mas um sorriso cínico esta presente no seu rosto.*

Krauser Daniels: E por isso eu digo que oque eu quero "aqui em baixo" seria exatamente cumprir uma velha promessa feita por mim na sua primeira semana aqui. Aonde eu disse que se mexesse comigo criaria um grande problema para você mesmo, se mexesse comigo EU seria o seu problema. E espero que não pensem besteira sobre essa parte de mexer comigo... Rum.

Além da chance de acabar com essa sua folga comigo eu terei mais uma chance a título, eu pareço sim ter um tipo de fraqueza a campeões, mas oque tem de errado em perder para aqueles que são os melhores? Apenas um campeão da federação não foi meu adversário e assim que ele me enfrentar perderá tal posição, você Havoc, você será a  contra-prova de tudo oque disse quando se ver derrotado por mim.

Eu até que perdi  3 vezes para o Caio mas acho que esta longe de ser algo para comparar com você. 3 Caios não dão 1 de você Havoc.


*Krauser ri bastante e segue a falar.*

Krauser Daniels: Putz depois dessa eu vou até pedir desculpas, acho que posso ter pego um pouco pesado na ofensa e quem curti pegar pesado é o bruno saindo com a carrie.

Será sem sombra de dúvidas uma luta muito importante e empolgante. A estrela gigante que explodiu e irradiu sua luz pelo espaço, contra a bosta bem grande que explodiu e sujou tudo de merda...

Eu também sou seu fã Havoc, então vamos, vamos acertar algumas coisas.

Bordão não é coisa de velho okay? É deixar uma marca, e não espero que você veja a importância disso estando drogado como sempre.

Meu cabelo é mais bonito amigo, se isso fosse uma batalha de cabelo você seria o Krauser e eu seria o Caio... Espera falei merda.

Se minha calça colada não distrai posso lutar sem ela, seria uma grande distração, garanto, mas nada que não tenha visto de perto antes.

Outra coisa, troca de câmera-man cara, esse seu aí tá acabando com seus vídeos, poxa é foda quando nossa equipe não presta.

E por fim de tido dizer para você começar a se despedir de seu cinto. Não, não quero que tire as calças, calma lá, só quero que intenda que eu sou outro nível, nós somos outro nível, Você entendeu? Não foi eu que desci do pedestal, foi tu que subiu palherma e encontrou um adversário que assim como você curte ir além das opções na hora da luta.

Havoc Michels, esteja preparado para ir mais longe do que nunca foi e esteja também preparado para não ir muito mais além, eu serei seu limite e se você pensa em também se quebrar todo dessa vez acho melhor que faça antes isso em mim.

Havoc, o dia que tanto esperei esta chegando e antes que se sinta mais ignorado saiba.

O DEMÔNIO ESTA AQUI!!!

E tá cagando e andando se bordões estão fora de moda!!


*Fim de transmissão.*




Like the Phoenix I rise
From the ashes of life
I don't need fortune or fame
Just some peace of mind

avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 23.05.17 13:17

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo tem inicio no que parecia ser um hospital abandonado a câmera ia seguindo pelos corredores sujos e cheio de bichos haviam macas caídas no chão e as paredes tinham mofo a câmera seguiu para uma sala que havia apenas uma maca e uma luz que ficava piscando constantemente em cima da maca havia a bruxa deitada ela estava rindo passando os dedos tentando pegar a luz

– Já estive em um lugar assim antes eu os ouvia falar comigo eles queriam coisas de mim prometeram me dar o que eu precisava eu apenas tinha que aceita-los mas eu já havia feito isso a muito tempo atrás diziam que eu sou louca...sou mesmo? Ou as pessoas que se negam a enxergar as coisas com a realidade

Ela rolava naquela maca estava se sujando de pó e teias de aranha a mulher ia levantando lentamente e olhava para o impact que estava “amarrado” em uma cadeira e bruxa saiu da maca e caminhou pela sala

– Agora sim eu vou enfrentar o doutor...será que é capaz de me dizer se eu sou louca de verdade? Sempre gostei de médicos eles entram na sua cabeça como um choque que corrói seu cérebro eles me prometeram uma cura mas me deram o poder de os ver e ouvir com mais atenção..Robert você é  a cura para  aminha loucura ou eu sou seu pesadelo? Meus deuses ouviram e agora poderemos juntar pesadelos com insanidade fazer aquele ringue ser tingido de vermelho sabe a quanto tempo eu quero brutalidade? E nenhum desses maricas foi capaz de me dar isso

Ela caminhou até o impact e se sentou no braço da cadeira cruzando os braços o sorriso da bruxa cresceu a luz estava piscando menos deixando o ambiente mais escuro cada vez que demorava a ligar

– Poderíamos deixar as coisas mais interessantes que tal uma luta pelo impact? Uma luta sangrenta e brutal? Estou cansada de não lutar pelo meu filho e não existe nenhum homem com coragem aqui para me enfrentar gostem de me criticar mas nunca tentam tirar de mim e fazer melhor....então como parece ser o único aqui que está disposto a queimar a bruxa o que me diz? Eu luto a qualquer hora e em qualquer lugar apenas me divirta doutor eu tenho tantas problemas para você curar

Ela passou a mão no titulo e sorria a luz parava deixando tudo escuro a câmera ficou com a imagem tremida e barulhos eram ouvidos o tempo começou a correr e quando voltava estava silêncio a luz volta e a bruxa estava amarrada na cadeira que antes tinha o impact ela gargalhava

– Queimar a bruxa me parece muito antiquado que tal eletrocutar?  Ou ou torturar? Vocês pensam muito pequeno a tantas formas de tentar me fazer parar ninguém foi capaz de queimar e não vai ser agora que conseguiram eu sou a doença da cabeça de vocês eu os faço perderem o controle faço vocês desejarem que eu morra e a parte divertida é que isso não vai acontecer a doença continua os comendo vivos quando estão sozinhos e querem machucar alguém...Devi sabe do que estou falando

Ela arranhava os braços da cadeira e olhava para a maquina que estava um pouco afastada dela a mulher jogava a cabeça para trás e parecia contar os segundos olhando para um relógio velho e parado na parede

– Quantos de vocês bons homens salvadores querem ligar isso e acabar de uma vez por todas? Robert vai ter a chance de fazer bem mais que queimar a bruxa ele vai poder a destruir por completo a machucar de verdade vai realizar o desejo desses homens Robert? Ou vai ser mais um perdido na floresta maldita? Te deram o poder de fazer o que ninguém pode...me parar

A mulher ai seguindo alguma coisa com os olhos como se alguém estivesse ali com ela mas não aprecia ser uma pessoa e sim várias ela sorriu olhando para o “nada” a mulher abaixou a cabeça mexendo um pouco para os lados

– Robert dentro daquele ringue eu vou destruir você meus deuses o vão devorar seus pesadelos vem da força dos meus deuses  cada parte escure cada monstro debaixo da cama cada pesadelo que as pessoas tem o medo são meus deuses a sombra na escuridão a voz na sua cabeça aquela voz que te avisa que algo não está certo..meus deuses são os pesadelos em eu sempre gostei de sonhos sangrentos

Os cabelos da mulher estavam caídos no rosto dela a bruxa parecia ansiosa por alguma coisa pela forma como ela arranhava a cadeira mexia as pernas e o corpo a mulher estava esperando por alguma coisa o ambiente escuro parecia pesado tinha vultos e vozes baixas sussurrando sobre torturar a bruxa

– Quando eu era menor eu via coisas que as outras pessoas chamavam de monstros chamavam de pesadelos eu ouvia eles falando comigo aquelas criaturas queriam algo eles vinham até a mim eu mostrava eu falava mas isso fazia os outros julgarem...Robert o ponto é seus pesadelos andam comigo desde muito cedo eu sempre estive na companhia do que julgavam ser apenas pesadelos ou delírios eles vivem comigo estão dentro de mim

A mulher olhava para cima e sentia uma goteira caindo no rosto dela a água ia escorrendo e ela encarava aquilo mexendo a cabeça para o lado enquanto cerrava os olhos procurando de onde vinha aquilo

– Você não acredita nos meus deuses nunca os viu nunca os aceitou então agora vai ver e vai sentir na pele o castigo que eles causam a hereges sua loucura me agrada a forma como pensa mas não pode negar quem criou as torturas quem mostrou o caminho do medo tudo começou com os deuses eles mostraram a essa humanidade pobre como podemos ser destrutivos eles me mostraram o poder que isso causa a dor e como ela pode ser facilmente manipulada...seus pesadelos vão se chocar contra a bruxa senti falta dessa sensação então o doutor está pronto para ser levado ao limite? Eu não pretendo me render vou te mostrar o que é pesadelo

As gotas de água ia caindo na mulher a água era escura e nojenta mas a bruxa não parecia se importar a câmera tremia e parecia ter algo atrás da mulher alguma coisa que falava com ela algo na escuridão a sensação eram de várias pessoas encarando a mulher amarrada

– Está na hora de vermos se é capaz de suportar o que eu farei com você não vou te levar ao inferno isso é muito fácil...você vai entrar na minha cabeça o doutor vai ver como sua paciente enxerga o mundo  ver as coisas pelos meus olhos sentir o que eu sinto ouvir o que eu escuto entrar nos contos imundos da minha cabeça e então conhecer os verdadeiros pesadelos sentir na pele o que é cruel e frio conhecer o lugar onde cada sacrifício vai parar e pode começar a acreditar nisso Roby....vai doer muito

A câmera caia no chão quando a bruxa gargalhou e o barulho da maquina sendo ligada é ouvido faíscas voavam quando a eletricidade passava a bruxa gritava e ria e o barulho de choque dominava o ambiente que antes era calmo e silencioso a câmera acabava explodindo pela força do choque assim terminado o vídeo


Vídeo encerrado



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
☢ Troublemaker ☢

Mensagens : 34
Pontos : 110
Reputação : 76
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Troublelandia

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☢ Troublemaker ☢ em 23.05.17 14:42

Vídeo postado no site oficial da NWR

A transmissão tem início com o lutador xingando o câmera os dois pareciam discutir bastante sobre alguma coisa haver com o combate Havoc mostrava o dedo do meio para o câmera e olhava para a câmera ele arrumava os dois estavam sentados no capo de um carro parecia que estavam em alguma estrada o lutar ignorava totalmente o câmera que xingava e brigava

– Não tenho culpa se o dono do carro não colocou gasolina não sou obrigado...agora se vira ai para arranjar alguma coisa não posso perder a chance de bater no meu namorado

O cursed estava na cintura do lutador e dava de ombros para qualquer ofensa os carros passavam por eles o sol estava forte por isso o homem estava sem camisa ele se abanava

– Eu estava tendo problemas com meu carro e fui dar uma olhada por ai e vi que o Nugget enfim resolver falar alguma coisa o que devemos considerar um milagre porque ele tá pior que o ex campeão que sumiu...apesar que eu sei exatamente onde ele está o dia do lixeiro já foi e ele tava na rua pronto fim do problema e o mesmo vai acontecer com o Nugget se continuar falando coisas por ai sobre minha pessoa

Ele ia mais para trás encostando no vidro do carro se espreguiçou parecia que estava tomando sol

– Tá bom vamos lá eu tenho que me focar nesse loiro maravilhoso perdedor mas maravilhoso ele fez umas acusações muito sérias adoro quando provoco ele é tipo irritar um velhinho que curte bingo falando o número errado pra ele...não que eu faça isso

Piscou pra câmera ele passava a mão no queixo como se pensasse no que devia falar e como devia falar

– Seguinte...o combate não é importante eu sou um jobber e tu é um jobber com um nome legal pronto acabou eu apanho tu ganha é a lei aqui na NWR quando se é um jobber nós perdemos você é velho pra caralho aqui e não sabe dessa regra? Tenho que te ensinar também? Ok vamos lá...eu sou jobber você é consider5ado alguma coisa mesmo não provando isso desde que voltou então já que o fofão acha que você vale algo eu vou perder pronto cara eu vou subir vou lutar e ensinar para os meus colegas da Jobberdiviosn como funciona a gente perde...você não sabe como é isso porque é considero estrelinha mas foda-se perder é uma coisa agora querer descer pra pegar meu título ai temos um problema

Ele pareceu sério por alguns minutos mas logo caiu na gargalhada batendo a mão no joelho o homem levantou um pouco mais a câmera facilitando ver ele deitado no capo do carro

– Isso ai já é desespero que foi não consegue mandar o Té de volta pro circo veio aqui? Não conseguiu bater o gorila e nem quer enfrentar a Sabrina da federação veio encher pro meu lado? Entendo seu desespero pra mostrar que ainda tem algo ai que presta mas acho que lutar contra o babacão aqui não vai te render muito crédito não só vão falar “bateu num jobber parabéns velhinho” ...mas beleza como eu sou menos que você tenho que aceitar esses combates para alegrar os relevantes vocês tão boladinhos então pensam “vou lá bater num cara mais fracassado que eu” entendo

O homem ria dando de ombros parecia feliz ele olhava os carros que passavam por ele e balançava a cabeça negativamente o câmera havia sumido mas o homem nem se importava

– Eu sou simpático sim Nugget as pessoas que não compreendem minha simpatia sincera e gostam de julgar são um bando de imbecis...e não sei de nenhuma invasão não só a nossa ontem a noite se for dessa que está falando então sim eu curto mesmo

Ele mordeu o lábio como se insinuasse algo mas logo voltava a rir e se sentava estava um pouco inquieto

– E só porque você fez vários elogios pra mim eu vou te retribuir o favor..quando estiver afim porque não quero falar bem de você agora lide com isso

Ele dava de ombros como se não fosse obrigado a falar do loiro nem nada do tipo devia estar querendo provocar

– VOCÊ ESTÁ MAL....cara olha pra você acabado sem esposa a sua filha me ama..eu sei que ama...não tem titulo a décadas depende da boa vontade do Ké só entra lutas para promover briga alheia e é lembrado só porque perdeu pro Caio caralho cara realmente tu serve para me substituir mas temos um pequeno problema eu perdi pro Robert e estou aqui na jobberdiviosn ou seja sou pior que você eu sou mais babaca que você apenas admite isso e acabou nossa DR admito que sua carreira é de dar vergonha eu mesmo quase chorei quando vi aquele show de fracassos mas brother..Perdi pro Robert e fui ameaçado pelo Bruno e agora quem é pior? Isso ai eu mesmo o mais fracassado e inútil dessa federação então pode tirar o andador da chuva porque essa cargo é meu

Ele desceu do carro e começou a caminhar um pouco enquanto abria a capo e olhava em volta parecia que queria fazer alguma coisa ele olhou e sorriu de lado

– Isso é verdade se perder pra mim é o fim apenas volte pro coma e volte depois quando o fofão estiver sem grana e precisou uns cortes tirando uns inúteis como vou ser o primeiro da lista vai poder voltar do coma e apanhar pra outro cara menos fracassado..e nem vem com esse papo de macho não tudo mundo sabe que você conhece muito bem minha língua e está óbvio que eu sou o melhor da MINHA divisão só tem eu nela o restante meio que se nega a acreditar que são uns jobbers inúteis e sem talento nenhum para conquistar nada na vida..tipo você que veio pra cá querendo tirar titulo de um bando de merda quer dar descarga na privada mas eu não vou deixar isso acontecer Nugget

Ele tirava do bolso uma peça do carro parecia que tinha feito o carro parar de proposito ele viu que a câmera não estava ali então arrumou o carro e bateu o capo continuou a caminhar olhando a vista e o ambiente

– Não cara se ganhar vai provar que o pior esse é o detalhe da minha divisão não tem como melhorar nunca vejamos...você é toda essa palhaçada que falou ai vem aqui ganhar de mim por um titulo de merda que ninguém quer além dos jobbers buscando uma esperança de prestarem sacas? Mas se ganhar de mim...ganhou apenas de Havoc Michaels pronto isso não te torna não te torna apenas alguém com um titulo lixo acabou ai agora se ganhasse de alguém com relevância tipo p King ai sim seria sua chance de ser menos pior mas tu não consegue  então vem ser pior lutando comigo

Ele fazia uma expressão confusa parecia que algo havia o incomodado um pouco o lutador olhou para os lados e pareceu pegar o celular e olhar as lutas ele mostrava o Havoc vs Krauser

– Tô procurando o maior nome da empresa no meu combate ainda não achei o Nugget tu viu o card? É eu contra você não tem nome nenhum aqui apenas dois estepes lutando pra preencher o card acabou ai....você fala bem de mim? Você tem o mesmo problema do Bruno? Vê o vídeo do Devon eu concordo com ele..não estamos aqui falar bem um do outro não tá vendo? Novatos é foda vem do topo onde só tem falsidade e quer ser amiguinho aqui na jobber diviosn trabalhamos a sinceridade e falar que eu sou um dos mais hardcore é uma puta verdade e eu não aceito isso refaz esse vídeo falando mal de mim...ele está a tanto tempo na geladeira que esqueceu como se rivaliza com alguém deve ser o Alzheimer...gostaria de falar que seria uma grande perda mas eu estaria mentindo

Ele ligava o carro pelo vidro e sorria vitorioso logo o câmera apareceu e começou a falar um monte o lutador parou uns instantes

– Você disse que precisava andar um pouco...de nada

Voltava a atenção para a filmagem deixando o câmera falando sozinho era como se Havoc tivesse o desligado

– Olha só quer fazer piadinha tá vendo que ser lutador não é sua e quer virar comediante?...olha ai fãs quando ficamos sozinhos ele não age assim pra olhar na minha cara incrível né?...mas sabe também não vai ser fácil olhar pra sua por isso fumei as pedras do meu caminho por que assim eu vou poder te olhar sem ter refluxo vou estar tão louco que vou achar que é apenas um sonho ruim...não uso o termo pesadelo porque me lembra perdedores né Robert? Hahahaha não te esqueci não diferente de você eu sou esperto medo eu tenho do King sem banho de você eu tenho no máximo gastura

Ele encarava o câmera reclamando e falando um monte e apenas revirava os olhos não parecia querer ouvir então saiu andando largando o cara lá enquanto imitava ele feito uma criança birrenta

– Você me quer isso não é novidade pra ninguém e também não existe confiança numa relação que você nega então posso falar o que eu quiser até você assumir Krauser Daniels...eu mexi com você? Quando? Eu faço meus vídeos falando com os jobbers nem cito seu nome isso ai é pura calunia eu falo de fracassados e pessoas que fugiram da minha divisão...você se enquadra em algumas dessas categorias? Se a carapuça serviu não me culpe Nugget

Dava de ombros e arrumava o cursed na cintura ele fazia uma expressão falsa de medo e se abanava fingindo que ia chorar

– Ain ele me ameaçou adoro quando ele fica selvagem...hahahaha cara até admito que eu sou o cara mais bosta que você vai enfrentar ok isso ai é fácil mas querer falar que vai tirar meu título? Bem impossível eu vou ser a prova de que você já era não tem mais utilidade tem menos utilidade que eu pronto cara...me comparou com o Caio? Então é assim? Você quer jogar esse jogo comigo? Ok cara vamos lá se prepara....O Robert é melhor que você hahaha aguenta essa

Fazia uma expressão de “ganhei” e levantava as mãos como saísse vitorioso nesse história toda

– Você é uma estrela que explodiu e acabou tipo peido de velho silencioso e sempre vem com uma surpresa eu ao menos joguei merda em tudo mundo não tem um que não está sujo da merda por minha culpa agora você apenas sujou as calças

Ele arqueou a sobrancelha e cerrava os olhos analisando alguma coisa o homem parecia incomodado ele suspirou pesadamente

– Posso ser drogado mas não tenho um bordão você não deixa marca nenhuma escuta a nova geração....Ritinha minha ursinha polar fala pro Visconde de Sabugosa que bordão é coisa de velho ninguém mais fala essas merdas muda isso...hahahaha meu cabelo é melhor e acabou essa discussão e se for lutar sem calça sugiro que não filmem sabe como posso ficar sem controle quando me agarra sem calça né não bombom?

Ele voltava a caminhar e entrava no carro trancando tudo deixando o câmera para o lado de fora ligava o ar condicionado

– Preciso mesmo demitir ele mas faço isso de me der a sua câmera girl que tal? Uma troca justa...eu não subi nada não cara eu continua aqui na jobberdivion você desceu mais ainda está me negação beleza essa reação é normal quando percebemos onde nós encontramos onde fomos jogados depois de anos e anos MUITOS ANOS de dedicação ai vemos que vamos lutar com um jobber que que te quebrar inteiro eu vou te mostrar que sua época acabou você caiu na minha divisão no reino do babaca e aqui quem mando sou eu você não tem vez

Ele ligava o carro vendo o desespero do câmera que iria ficar ali o lutador encarou ele e abriu um sorriso se fazendo de cínico

– Nugget Daniels eu vou acabar com você igual fiz na nossa ultima noite juntos você vai entender que eu sou o seu problema não o contrário quando acabar igual todos os jobbers desse divisão e ver que desceu atoa porque perdeu na mesma você é bom em perder e eu sou bom em ganhar de alguns inúteis a gente se completa....é bom o demônio estar aqui e pronto para perder

Ele arrancava com o carro e jogava a câmera pela janela dando um fim a transmissão


Vídeo encerrado



♥ In the very depths of hell, do not demons love one another? ♥
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 23.05.17 15:50

De manha um dia antes do FV

A bruxa ia abrindo os olhos devagar não estava nem um pouco afim de acordar ela viu os fios louros perto de seu rosto e acabou por sorrir agarrando com força e enfiando a cara nos cabelos parecendo uma fã ela fazia carinho enquanto ficava com o rosto ali por alguns segundos até tomar coragem de se sentar na cama a bruxava dava um beijo no rosto do homem e saia da cama caminhando pelo lugar passando a mão nos cabelos a mulher abriu um armário pegando algumas torradas para comer até ouvir barulhos ela olhou e viu Krauser ainda com cara de sono a encarando

Krauser: -  Acordou cedo demais hoje amor

Violetty: - Pior que é verdade mas eles ficam falando comigo e não consigo dormir por muito tempo

Krauser: - Eu entendo percebi que se mexeu bastante e falou umas coisas que eu não entendi muito bem o que era

O loiro falava ainda parecia com sono ele se aproximou da bruxa que estava encostada na mesa comendo algumas torradas o loiro a abraçou por trás e encostou a cabeça na cabeça da bruxa fechando os olhos

Violetty: - Vai acabar dormindo ai Doce Krauser fica tão fofo com essa carinha de sono

Krauser: - Não me parece uma ideia ruim dormir aqui abraçado em você e não me zoa com sono você também está bem fofinha toda descabelada

Violetty: - Mas eu na-

Ela mal conseguiu terminar e o loiro começou a bagunçar todo o cabelo da bruxa a fazendo fugir enquanto ria a mulher levou a mão ao cabelo que agora parecia um ninho de passarinho

Violetty: - Ahh você vai me pagar por isso eu declaro guerra de bagunçar cabelo

A mulher correu na direção dele que tentou fugir pelo outro lado mas a bruxa agarrou ele e começou a bagunçar os cabelos do loiro que revidou bagunçando os da bruxa mais ainda

Krauser: - Vai desiste antes que de bruxa vire Medusa

Violetty: - Ahhh nunca vou desistir pode pedir arrego agora eu deixo

Os dois ficaram assim até o loiro abraçar a mulher a segurando com força em seus braços fazendo a mulher sorrir ela assoprou os cabelos que estavam no rosto dela na tentativa de conseguir olhar para ele até o loiro ajudar tirando os cabelos da visão da bruxa

Krauser: - Olha só achei uma mulher linda embaixo daquele monte de cabelo parece que sou um homem de sorte

Ele sorriu a fazendo ficar sem graça a bruxa fazia um biquinho e dava um selinho no loiro e o olhava sorrindo admirando a beleza do homem a bruxa parecia uma boba quando ficava perto dele totalmente hipnotizada pela beleza do lutador ficava uns segundos admirando cada detalhe dele enquanto sorria feito uma boba

Violetty: - Acho que eu sou a mulher de sorte afinal consegui você eu trouxe o demônio pra mim depois de muita luta e quase o perder

Krauser: - Acho que no fundo eu precisava daquilo para entender as coisas melhor ver o que eu estava fazendo de errado foi como um choque de realidade quando eu voltei

Ele encostava a testa na da bruxa e dava uma torrada para ele morder e depois dava um beijo nele o loiro soltava a bruxa e olhava o lugar que parecia mais vazio que o comum

Krauser: - Cadê meus filhos? Tá cedo demais para eles saírem assim do nada

A bruxa se fazia de surda e pegava alguma geleia pra por na torrada até o olhar e encarar cerrando os olhos esperando uma resposta

Violetty: - Eu não sei porque está me olhando assim? Eu não fiz nada

Krauser: - Eu duvido mesmo que saiba onde o Moises está..agora cadê a Rita? Vai fala cadê minha filha

Violetty: - Eu não sie já falei não é como se eu nem tivesse visto ela ontem direito

Krauser: - Como assim ela sumiu desde ontem a noite? Ela tava aqui antes Violetty Gardea me fala o que sabe

Ele cruzou os braços esperando a bruxa falar o homem encarava ela até a mulher bater o pé no chão como uma criança birrenta

Violetty: - Eu não sei eu ouvi uma moto e ela saiu pronto feliz? Apesar que já temos uma ideia de com quem ela pode restar.....

A bruxa não citou nomes mas olhou para o loiro que entendeu o recado ele levou as mãos até o rosto me negação balançando a  cabeça em negativo

Krauser: - Isso ainda vai me dar problemas depois vou falar com ela sobre essas fugidas

Violetty: - Tal pai tal filha

Krauser: - O que está querendo dizer com isso?

Violetty: - Ué certas pessoas também fugiam para encontrar certas bruxas

Ela olhou pra ele com certa malicia e o loiro deu risada puxando a bruxa para sentar no colo dele ela encostou a cabeça na dele e continuava comendo enquanto olhava o relógio

Krauser: - Vai voltar a dormir? Podemos fazer coisas mais divertidas

O homem deu uma mordida no pescoço da bruxa que a fez rir e dar um leve tapinha nele

Violetty: - Não eu tava pensando em ir treinar um pouco já que acordei e você vai comigo

Krauser: - Ahh é eu vou? Não sabia disso achei que eu tava liberado para dormir até tarde

Violetty: - Quase não ficamos juntos então acho uma boa oportunidade levando em conta que tem umas lojas legais perto da academia onde podemos ir vamos treinar por umas horas e depois saímos melhor que ficar aqui dormindo feito dois velhinhos

Krauser: - Meus planos não incluíam bem dormir mas aceito sua ideia parece mais legal...e não tem velho nenhum aqui retira isso

Ele começava a fazer cócegas na bruxa ela se encolhia numa tentativa de fugir enquanto ria

Violetty: - Cuidado velhinho não pode se esforçar tanto se não fica sem saúde para lutar hein

Krauser: - Ahh agora vai ver só bruxa não vai ter saída se não retirar essa calunia

Os dois estavam rindo ela conseguiu fugir e sair correndo e o loiro foi trás e puxou a bruxa pelo pulso a agarrando com força a mulher acabava pulando e fechando as pernas na cintura dele o loiro encostou as costas dela na parede

Krauser: - Suas últimas palavras bruxa

Ele dizia rindo estava brincando com ela os dois pareciam duas crianças ele dava vários selinhos na bruxa sendo o último mais demorado

Violetty: - Me queime com seu fogo

Ele sorriu com maldade e beijou a mulher com mais ferocidade a fazendo retribuir na mesma intensidade passando a mão pelo cabelo dele descendo pela costas dele os dois paravam quando ouviram baterem na porta a bruxa bufou irritada e o loiro revirou os olhos

Violetty: - Será que algum de seus filhos voltou?´

Krauser: - Só falta...se for eles devem ter um sinal para aparecer nas “piores” horas

A bruxa dava outros beijos no loiro até ele a soltar e ir até a porta quando abriu não era nada demais apenas um rapaz que trabalhava no hotel querendo saber se iam ficar mais tempo e também para avisar sobre o combate que teriam o loiro respondeu e quando se virou a bruxa não estava mais ali

Krauser: - Violetty?

Ele olhou em volta em busca da bruxa ele acabou vendo no chão a camisola dela o homem riu e pegou começou a andar até ouvir o chuveiro achou a calcinha da bruxa pendurada na porta ele entrava e fechava a porta a bruxa não pensou duas vezes e o puxou para dentro do chuveiro já agarrando o homem nem queria saber se ele estava com roupas ou não ela beijava ele com intensidade até ser pressionada contra a parede a mulher sorriu sabia que a manha ia começar bem animada



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
King

Mensagens : 72
Pontos : 82
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 47 - O NASCIMENTO DA FORÇA BÉLICA IRLANDESA

Mensagem por King em 23.05.17 16:18

VÍDEO POSTADO EM NWR.COM/KING

Surge a imagem de um sofá de couro marrom, uma pequena mesa de madeira a sua frente, uma garrafa de água mineral de 500 ml e King sentado, sem camisa, no sofá com uma toalha branca sobre a cabeça e hematomas em seus braços e corpo. Percebe-se que a toalha está manjada com sangue e o irlandês parece estar rindo. King tira a toalha da cabeça, passa pelo rosto e a coloca sobre a mesa; levanta a cabeça e olha fixamente para a câmera sem falar nada. Percebe-se em seu rosto vários machucados, hematomas e sangue escorrendo no supercilio direito.

- Olá meus súditos e fiéis seguidores. Chego na semana decisiva com sangue em meus olhos, literalmente, e ansioso por derrotar a única heroína da NWR. Percebem que estou ferido, certo? Este é o renascimento da besta fera! Não adianta ter sutileza nas palavras, habilidades acrobáticas, força bruta ou jogar sujo contra mim; tem que ser imortal para me destronar! Acabo de realizar meu último treino para o Main Event do For Victory e permaneço calmo para o duelo que mudará a história da NWR. Lady, vi sua entrevista e foram palavras bem amistosas, algo que me deixou pensativo: estaria a heroína sendo politicamente correta ou a força dos fãs já não é o suficiente? Lembre-se que na sua entrevista você se auto intitula como heroína da federação e na sequencia joga esta responsabilidade para os fãs, como assim? Se não fosse o apoio incondicional dos fãs você não estaria prestes a lutar contra mim? Bobagem, se não fosse a incompetência de Morrice, você não teria esta oportunidade. Os fãs te elegeram como a mocinha do bem, nada além disso, não tem nenhuma relação com coragem ou sentimentos nobres.

- Deixar algo claro para você, mais uma vez: Eu sou imortal, porque não houve nesta terra ser humano que me destruísse, não foi o público que me deu este adjetivo, eu conquistei na força e persistência, entende? A NWR não precisa de heróis, a NWR precisa de um rei e ele estará diante de você da pior maneira possível e imaginável, compreende isso? Espero que sim, pois os seus treinamentos acrobáticos não serão o suficiente para me deter, mesmo com a maior parte do público te apoiando. Eles não vão subir aquela escada! Eu sou rei, não por causa do meu nome, não por questões de Marketing, sou rei porque assumo riscos, aceito meus erros, me reinvento e governo a Intercontinental Division com braço forte; não veio do público este título e sim dos meus atos dentro e fora do ringue.

- Pode me considerar um falso rei, não me incomoda e sim me alegra porque é mais fácil negar a verdade do que aceita-la, certo? Aceite Lady que irá enfrentar um Dragão Indomável dentro daquele ringue. Algo ao qual nenhum DvD, conselho dos meus adversários, meditação, preses, rezas e orações irá te ajudar. O médico será deixado de lado e quem entrará no ringue será o monstro impiedoso. Não vou te enxergar como uma mulher e sim adversária que teve a audácia de adentrar meu reino, meu território, mas que será uma derrota bastante dolorida, repleta de mesas, cadeiras e escadas. Veja bem os machucados em meu corpo, este é o treinamento do rei que está disposto a manter sua coroa, consegue fazer melhor? No fim da noite, Lady, você permanecerá sendo a heroína do povo, mas o cinturão continuará sobre meus domínios impiedosamente; até o For Victory.


Fim do vídeo.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Horas antes da gravação, em algum local dos EUA.

Estava dentro do carro a alguns minutos, fui para o local sozinho e após sair da rodovia, segui por uns 10 minutos até uma pequena fazenda, afastada do centro da cidade. Estrada de terra bastante estreita, conduzi o carro com calma para evitar maiores estragos na lataria. Confiro no GPS e chego ao local. Muitos carros estavam ali e a maioria das pessoas eram da raça negra. Estaciono o carro e segurando uma pequena mochila caminho rumo ao quintal. Percebo um olhar de desprezo das pessoas e até mesmo indiferença, afinal um irlandês alto e mau encarado estava em seu território. Ouço o som de latidos e percebo a quantidade de pitbulls e rotweillers no local, música de rap e maconha pelo ar. Passo pelo meio de alguns homens que esbarram e em mim e falam alguns palavrões, nada que me intimidasse.

Chegando no quintal, vejo uma grande quantidade de pessoas e dois homens sem camisa lutando no chão; algo bem primitivo. Outro homem surge e separa os dois homens, fazendo com que fiquem de pé e lutem novamente. Olho ao redor e vejo Dada sorridente, bebendo champagne e cercado de duas mulheres negras. Ele ao me ver, deixa as mulheres de lado e caminha em direção, faço o mesmo. As pessoas ficam me encarando, aguardando um confronto entre dois gigantes, mas as decepcionei ao cumprimentar Dada:


- Como vai 5000, fazendo uma festinha?

- Nada King, só churrasco e garotas, não percebe? Quer uma dose de Chandon?

- Agora não, depois do treino com certeza.

Ele ri das próprias palavras e pede que o acompanhe para dentro da casa. Na casa haviam pessoas jogando dominó, pôquer, bebendo e fumando. Dada me conduz até um quarto, amplo com um sofá de couro marrom, uma mesinha de madeira, televisão, um frigobar, banheiro com ducha e um armário de madeira. Ele fecha a porta, bebe um pouco mais da garrafa, senta-se em uma cadeira e diz:

- Então o rei da NWR, veio treinar com meu campeão?

- Isso mesmo, Dada 5000.

- Para que se lá é tudo mentira?

- Quero testar meu limite físico e mental, não vou subir naquele ringue para perder.

- Entendo, mas aqui não tem aquelas regras e acho que você vai sofrer contra meu garoto.

- Sofrimento faz parte da minha vida.

- Então, boa sorte. Trouxe a grana e os equipamentos que irá usar?

- Sim.

Abro minha mochila e entrego a grana combinada para ele. Dada confere e diz que está tudo certo e guarda a grana no cofre que está dentro do armário. Ele fala para eu estar pronto que em 20 minutos seria meu treinamento. Nos cumprimentamos e ele sai do quarto. Após trocar de roupa, camiseta regata preta, bermuda da mesma cor, protetor bocal e luva de MMA fico de pé diante ao espelho, me preparando para o treino.

– Muito bem King Armstrong, hoje começa a metamorfose que tanto adiou, hora de chutar traseiros na NWR! E eu sei que você pode fazer isso, então, o faça com excelência e bastante sangue.

Ouço a voz dos meus pensamentos de forma sublime e suave, algo bastante amigável e sutil, enquanto olho meu rosto no espelho e sorrio sarcasticamente. Batem na porta e um jovem negro usando um boné entra no quarto me chamando. O acompanho para o quintal e percebo que as pessoas que estavam dentro da casa não estão lá, está vazia, mas em compensação o jardim está lotado. Parecia uma arena, pela quantidade de pessoas, os palavrões, as bebidas, os cães latindo e o clima hostil ao meu redor. Dada estava sentado em uma cadeira, com um cálice na mão esquerda e observa tudo; parecia um imperador, ele fica de pé e diz:

- Senhoras e senhores, trago uma carne nova para degustação do nosso campeão! E não me refiro a você King e sim ao nosso gladiador, Luther!

O povo começa a gritar pelo nome de Luther, como se fossem súditos dele. Por trás de Dada surge um negro alto, forte, musculoso, com parte dos seus dentes em ouro e um soco inglês na mão direita; em seu pescoço uma corrente que lembrava algemas entrelaçadas e um corte em se rosto do lado direito. Luther se coloca ao meu lado e não diz nada, apenas ergue seus braços para delírio dos expectadores. Dada senta-se e aparece um juiz entre eu e meu adversário. O juiz nos diz para ficarmos frente a frente, um copo de cerveja acerta minha cabeça, mas não olho para saber quem era, pois, minha prioridade era brigar.


- Senhores, regras de MMA, sem golpes baixos e não usem objetos para atacar o adversário, fui claro?

Concordamos com um simples gesto de cabeça e nos afastamos. Olho para Luther e ele apenas agita o público com seus braços no ar, tira a corrente do pescoço e joga em minha direção e vem para cima de mim com socos e chutes, me defendo dos golpes e me afasto do seu campo de ataque.
Levanto a guarda e caminho lentamente. As pessoas me xingam e me vaiam, procuro manter meu foco enquanto Luther encurta a distância e tenta um cruzado de direita que passou raspando meu ouvindo esquerdo. Após me esquivar, acerto dois socos na região abdominal dele e me afasto; ele ri.

- Seu covarde, vem me encarar como homem! Aqui não é luta de mentira, aqui é a vida real seu bosta.

Mantenho a guarda de pé e mantenho certa distância, as pessoas jogam alguns copos em minha direção, inclusive latinhas, fazendo com que me distraísse. Luther aproveita a brecha e me derruba no chão, começando a dar vários socos na minha barriga. Apesar de alto, ele tinha boa mobilidade e tentou aplicar a Kimura Lock em meu braço, mas girei o tronco para o lado oposto e me coloquei de pé, próximo de algumas pessoas. Estas começaram a me chutar:

- Eu paguei por uma briga e não por um teatro, volta para lá!

Ao meu colocar de pé, Luther me acerta um chute na minha costela, o que me fez cambalear e cair novamente no chão. Luther zomba da minha cara e acerta vários socos em meus braços e por pouco não acerta um ganho de esquerda no meu queixo, consegui escapar e acertar um Big Boot em seu peito, porém, só serviu para ganhar distância do monstro em minha frente. O juiz pergunta se vou continuar e lhe digo que sim, mesmo sentindo o chute recebendo. Luther caminha como se estivesse em um desfile de moda e fica se esquivando em minha frente com tamanha prepotência.


- Entregue-se a sua força primitiva, King. Quero sangue em suas mãos.

Aquele pensamento veio de súbito em minha mente, fazendo com que Luther acertasse vários socos em meu rosto, sem nenhuma reação minha: até aquele momento. Corro para longe de Luther, para ganhar espaço e tempo. Passo a mão sobre meu olho esquerdo e o sangue rolava sobre meu olho, limpo com a mão direita e cuspo no chão. Respiro um pouco e vou para cima de Luther, ele sorri e me chama para briga. Finjo que vou dar um soco na linha cintura dele e aplico um cruzado de esquerda, na sequencia um direto na ponta do queixo e um Big Boot no meio do seu peito; ele cai. O silencio toma conta do ambiente por alguns segundos e o juiz pede para me afastar. Novamente cuspo sangue tiro a camiseta regata e o espero levantar para continuar a briga.

Luther levanta e afasta o juiz de perto e vem para cima de mim com velocidade e agilidade. Começamos a trocar vários socos, até que ele obtém vantagem, me segura pela cintura e aplica um Suplex que faz o povo delirar em êxtase. Consigo me levantar com dificuldades, mas não o suficiente para ele aplicar outro Suplex e as pessoas gritarem:


- Mais uma vez! Mais uma vez! Mais uma vez!

Luther dá um berro e marcha em minha direção. Ele segura meu pescoço com a mão direita enquanto dá socos em meu rosto e na minha costela com a outra mão. Sinto minhas forças começarem a desfalecer, mas me livro dele acertando seu cotovelo, fazendo-o me soltar e sorrindo lhe digo:

- Agora é minha vez de brincar.

Luther mostra seus dentes de ouro e tenta novamente me segurar, mas sou mais ágil e lhe acerto uma joelhada na testa, o que o faz perder o equilíbrio e ficar apoiado no chão com o joelho direito. Me aproximo e coloco a cabeça dele entre minhas pernas, faço muito força e ergo seu corpo aplicando um Piledriver. Luther põe as duas mãos na cabeça e percebo o sangue lhe escorrendo, enquanto ouço:

- Only Shit! Only Shit! Only Shit!

Olho para frente e vejo Dada de pé, seu olhar é apreensivo e nervoso. Ele atira o cálice que estava em sua mão para longe, neste momento Luther fica em pé, mas está cambaleando. As pessoas o incentivam a continuar e ele tenta vir em minha direção, visivelmente abatido ele tenta acertar um soco, mas passa no vazio e eu sinto um ódio anormal tomar conta de mim impiedosamente. Acerto vários socos em sua cabeça e costelas, Luther estava exausto e não consiga se defender. O tiro do chão como se fosse um saco de batata e aplico um Gorilla Press Powerslam e dou um enorme berro que agitou os cães que ali estavam.

- Dada, obrigado pelo treino, estou pronto!

Retiro da mão direita de Luther o soco inglês e o jogo na direção de Dada. Olho fixamente para Luther e sorrio para ele. Os olhos do meu adversário estavam difusos, não conseguia fixar em um ponto fixo. O juiz me observa apreensivo e lhe digo:

- Vou amenizar o sofrimento dele.


Seguro o pescoço dele com minha mão esquerda, ergo-o do chão e executo um Hail King. Luther balança as pernas, mas não tem forças para reagir e adormece em meus braços. Solto Luther e caminho na direção de Dada, as pessoas ficam em silencio, parecia um funeral. Alguns homens sacam revolveres e me encaram enquanto ando em direção a Dada. Este apenas ergue sua mão esquerda, sinal suficiente para que aquelas ameaças acabassem. Fico de frente par ao anfitrião e digo:

- Fim do treinamento, vamos beber?

- Alguém liga o som e vamos beber, senhoras e senhores este é King Armstrong, meu convidado!

Dada me cumprimenta e sigo para o quarto aonde estava para limpar o sangue em meu rosto e beber um pouco, meu treinamento estava encerrado.

avatar
JuanPedro

Mensagens : 31
Pontos : 33
Reputação : 6
Data de inscrição : 16/09/2015

Re: Prome Aqui!

Mensagem por JuanPedro em 23.05.17 23:54

Vídeo postado no site oficial da NWR.

Estou caminhando pelos bastidores da Royal Farms Arena, está na véspera do Para a vitória, estão montando tudo para ficar um show memorável, uma equipe de Giverlok é um todo vapor tentando não deixar uma poeira se quer na arena, cumprimentando todos que estão na arena sempre Com um grande sorriso no rosto, conversando com algumas pessoas, mostrando sempre a minha educação, o caminho até uma pequena academia, mudo minhas roupas, antes eu estava com um terno branco agora com uma blusa regata branca, um curto preto e um verde ténis. Para começar o treinamento faço levantamento peso, fico neste exercício por alguns minutos para um exercício com como pernas.Após algumas horas exercitando meus braços e algumas coisas sob alguns olhos até ser interrompido por Watefall que educadamente pede desculpa, eu aceito elas Pergunto oque ele é,Ele diz que quer uma entrevista que eu respondo com um sim.Enquanto Watefall e sua equipe prepara todo o equipamento eu retiro como luvas de boxe e pego uma toalha branca e uma garrafa de água que um juntas em uma pequena escada.Me sento em uma Cadeira que faz parte do cenário produzida por Watefall e sua equipe, ela era bem confortável, agradeço pela comodidade e assim começou a entrevista:

Watefall: Olá NWR Universe,estamos hoje com Bruno Jackson.

Levanto as mãos acenando para camera principal que estava atrás de Watefall.

Watefall: Bruno,Devon postou um vídeo falando sobre o combate de vocês,então oque têm a falar sobre este trecho.

A imagem sofre um corte e surge o seguinte trecho:
"Vejo um pouco de mim em você".

Bruno: Bom Johnny,Devon diz que eu sou muito ingénuo e criticou muito isso mas ao contrário de muito no irei ofende-lo pelo contrário continuarei a elogia-lo como faço com todos.Eu vejo as qualidades ao contrário de muito que vem somente os defeitos assim como ele está fazendo comigo mas o fato é eu não sou ingénuo assim como você pensa,talvez eu seja até um pouco mas você precisa aprender a ver somente as qualidades assim como eu faço.

Watefall: Devon têm mais experiência que você, acha que ele pode usar isso ao seu favor ?

Desta vez Watefall demonstrou um pouco de sarcasmo porém eu pensei muito em minha resposta e quando a concluí sem excitação respondi.

Bruno: Caro Watefall a minha resposta é não.

Watefall se supreende com minha resposta enquanto eu abro um pequeno sorriso ao lado esquerdo da minha boca.

Bruno: Porquê eu responde isso, eu não sou vidente então o melhor é pensar no melhor que no pior sendo assim prefiro imaginar uma luta justa com equilíbrio que uma luta totalmente dominada por Devon graças a sua experiência.

Watefall: Bela resposta, agora me responde esta pergunta, Devon deve se preparar bem para o combate?

Bruno olha para Watefall como não houvesse entendido a pergunta e logo em seguida responde.

Bruno: Isso é sério? Você realmente me perguntou isso? Claro que sim, assim  como eu estou me preparando espero que ele também esteja.

Bruno:Agora com licença preciso terminar meu treino.

Watefall um pouco indignado com minha resposta se retira juntamente de sua equipe enquanto eu bebo um pouco de água,seco o suor em meu rosto e volto a prática socos e chutes.

Vídeo encerrado.
avatar
valugi

Mensagens : 64
Pontos : 85
Reputação : 25
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 24.05.17 3:56

Dessa vez Robert nadava em uma piscina, parecia tudo normal, mas quando ele começa a sair da piscina ele não estava molhado de água e sim da sangue por todo o corpo, a piscina agora estava totalmente vermelho, do corpo dele aparece a vinheta do Welcome to My Nightmare, ainda com o corpo cheio de sangue abriria o seu sorriso e se dirigia olhando para cima como se tivesse uma câmera

- Violetty você realmente quer que eu trate de sua doença? confia em mim para tratar de sua loucura? Não acho que seja uma boa ideia minha querida Bruxa, torturar uma mulher, uma coisa tão clichê de muitos serial Killers, já o fizeram, mas que tal uma dança em volta de sangue em um ringue



Enquanto a música tocava Robert ensanguentado dançava com uma boneca que era parecido com Violetty

- Mas acredito que toda aproximação comigo vira uma história de tragédia, sabe são ossos do ofício, nos médicos temos que nos manter distante para fazer uma boa analise ou mesmo para achar uma boa presa, encher ela de esperança e depois acabar com aquilo em poucas palavras, você sabe como isso funciona minha bruxa?

Robert novamente sorriria, ainda cheio de sangue

- Todos conhecem um pouco dos seus pesadelos e loucura Violetty, mas enquanto a mim, será que você conhece, sabe porque não acredito nos seus deuses, porque acredito que a humanidade em si já é capaz das maiores atrocidades do mundo, seja vindo das pessoas que você menos espera ou de grandes lideres, são guerras por todo o lado, a humanidade não precisa de deuses para mostrar que é cruel e do espirito das pessoas, por isso que não acredito em deuses, para mim é somente a pessoa querendo colocar a culpa de seus atos em outras pessoas, o Estado Islâmico faz isso, quantas pessoas não matam simplesmente por seus deuses, para mim isso é só uma máscara para esconder a verdadeira face da pessoa, que faz aquilo porque gosta, para mim esse é o propósito dos seus deuses esconder todos os seus erros e justificar atitudes, eu quando vi aqui foi para desmascarar muitas pessoas e mostrar a real face do ser humano que o pesadelo para qualquer um.

Ele continuava rindo se divertindo com tudo aquilo, dessa vez Robert vestiu seu jaleco, antes estava somente com sunga, o sangue ainda jorrava por todo o corpo.

- Mas venha vou lhe mostrar um pouco do meu pesadelos

Entraram em uma sala coberta de sangue, parte de corpos humanos em todos os lados e um sorriso de Robert que encarava aquilo com tranquilidade.

- Você mais do que ninguém dentro dessa federação admira uma cena como essa, e talvez até goste, eu quero enfrentar a verdadeira Bruxa, não aquela que fica agarrada a um bode e um projeto de demônio, esquece isso, quando estivemos em cima daquele ringue, e somente para um provar o sangue do outro, para que todos fiquem apavorados com o que verão.

A câmera se aproximou de Robert encerrando o vídeo no sorriso dele
avatar
VBB

Mensagens : 57
Pontos : 77
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/07/2014
Idade : 20

Re: Prome Aqui!

Mensagem por VBB em 24.05.17 16:12


*Uma filmagem se inicia e nela esta Krauser de pé em frente a um quadro branco, o homem parece estar dentro de algum tipo de escritório antigo. O homem caminha para um lado e para o outro com uma vara na mão até queara com uma postura seria ao lado do quadro. *

Krauser Daniels: Bom dia soldados da NWR! Ou boa noite caso eu me atrase mais ainda. Eu sou Krauser Daniels e estou aqui hoje para falar para vocês sobre um grupo meio merda. Mas que vem ganhando espaço, eles se chamam, se intitulam, a jobber division.

*Krauser faz uma cara séria e ao mesmo tempo cômica para a câmera.

Krauser Daniels: Agora vocês me perguntam "Mas Krauser, não são apenas Jobbers?"

Krauser Daniels: NÃO!!

Krauser Daniels: Eles estão cada dia num novo nível, alguns deles já até fazem vídeos ou ganham de outros jobbers. Eu devo ressaltar o PERIGO que eles representam para que a sociedade fique ciente e se proteja.


*Na tela é projetada a uma imagem escrito "Jobber Division e os males da nova era." a imagem esta em um estilo antigo mas não se pode saber se é um projetor antigo ou efeito de computador. Krauser aponta o quadro com a vara e então começa a falar.*

Krauser Daniels: Como eu disse o inimigo se intitula Jobber Division, ou divisão dos Jobbers para quem não tá familiarizado com a lingua inglesa. Ela é composta pelos mais terríveis tipos de criaturas e pessoas e devo dizer soldado, eu irei listar os principais membros e precisará ter muita coragem para olhar e não sentir pena, mas atenção não deixe se enganae pela cara de lixo que eles tem, eles são criaturas vindas do fundo do chorume e não se deve ter piedade com eles, afinal eles não terão com vocês.

*O projetor tem interferência e as palhetas mudam até que a imagem de Bruno entra na tela. Krauser Daniels: Krauser bate a vara com furia na tela e então fala. *

Krauser Daniels: Bruno! Bruno alguma coisa, esse jobber é a cria de Juan, o Jobber prodígio, o orgulho da jobber division após se aposentar deixou um aluno que esta seguindo perfeitamente seus paços. Não confundam esse Bruno com Bruno Radke, pois Bruno Radke é um jobber já abatido graças aos deuses. O atual Bruno cria de Juan é um cara frio e que tem uma cabeça perturbada, ele é um homem que realmente pega pesado, é só ver que, ele pede para namorar, o cara tem que ser muito doido. Logo ele é imprevisível sendo capaz das coisas mais repugnantes. Então, cuidado com esse aqui.


*Krauser faz uma cara séria para a câmera e então a imagem do projetor muda para Erick Morgan. Krauser aponta com a vara mais não consegue falar e começa a rir.*

Krauser Daniels: Não, pera aí. Sério que esse cara ainda conta? Tá de sacanagem com minha cara. Tira sa porra da tela o Caio tá contando mais que esse cara.

*Krauser da uma gorfada depois de dizer o nome de Caio.*

Krauser Daniels: Desculpem, traumas da guerra. Muda essa merda aí!!

*O projetor novamente muda e a imagem de Carrie aparece.*

Krauser Daniels: Esta é Carrie, e é um nome de peso dentro da Jobber divison, se é que me entendem. É Carrie o nome dela né? Porque eu não sei, eu vejo uma mina la Jobbando e juro que é a Carrie... Bem, via das dúvidas, vou chama-la de Jobber mulher 1, e o 1 é porque tenho quase certeza que existe outra jobber mulher, só que é tão ruim que ninguém vê. Bem temos que fechar a fabrica de Jobbers Mulheres, por algum motivo sobrenatural não param de aparecer mais delas.

*O projetor muda novamente e então a imagem de Robert vestido de palhaço aparece.*

Krauser Daniels: Esse! Esse é o mais maluco de todos, é o novo integrante da Jobber Division e já esta fazendo historia dentro dela perdendo até para os oponentes mais improváveis.  Senso inclusive capaz de conseguir um cinto só para perde-lo, ele que anda de cadeira de rodas já selva e se veste de palhaço quando tá afim de se encontrar. Robert bla bla bla segundo esta surpreendendo na Jobber division e mostramdo que nasceu para isso.

Krauser Daniels: Mas agora, porque falei sobre todos esses caras? Aonde euquero chegar? Bem, estamos em guerra, e graças a quem?


*A foto de Havoc aparece no quadro e Krauser aponta.*

Krauser Daniels: Havoc Michaels!! Esse é o mentor por trás de tudo, esse é O jobber!!

Krauser Daniels: Havoc lidera a Jobber Division e é um líder respeitado lá dentro. Porque? Simples, ele possui um cinto, e por isso todos os outros jobbers o tratam como uma especie messias, afinal é primeiro jobber com como que eles viram. Também pelo dom que ele tem de perder até mesmo para outros Jobbers e isso é impressionante, tem que ter muita vontade para conseguir fazer isso acontecer.


*Krauser caminha pela sala pensativo e anda de um lado para o outro enquanto fotos de Havoc.*

Krauser Daniels: Havoc é o meu adversário no próximo For Victory e devo dizer que isso me envergonha. Depois de tanta coisa que passei aqui nessa federação com certeza é o desafio maior a mim imposto, enfrentar um Jobber que sabe falar, e muita merda.

Krauser Daniels: Ele é o líder dos Jobbers e sabe que fará o seu melhor, que é perder no caso, logo ele tenta me destruir mentalmente, mas mal ele sabe que a vida já fez isso comigo a muito tempo. Eu me sinto envergonhado e ao mesmo tempo honrado de ter sido escolhido para acabar de vez com essa merda de Jobber division. Quando o cinto estiver na minhas mãos jobbers voltaram a ser só Jobbers, o reinado de babaquisses de Havoc terá terminado e ele volta a ser apenas mais um semelhante aos que o julgam líder.


*Krauser mostra um ar sério porém não parece estar falando serio em momento algum.*

Krauser Daniels: Eu fui escolhido para essa missão, uma missão difícil mas que deve ser cumprida, eu preferia estar lutando contra lutadores que prestam porém talvez ao ver que Robert é tao ruim que não foi capaz de manter o título após obte-lo eles perceberam que não seria outro Jobber que daria fim a Jobber division, e na minha opinião, Jobber division é mil vezes melhor que Nightmare Division, o único pesadelo quem teve foi o Robert perdendo o cinto mais rápido do que o Rah Fae perdeu o Rumble e mais rápido ainda do que Morrisse e Pato perderam credibilidade depois do mesmo. Acham que oque digo não é verdade? Acham que a gerência não esta planejando que eu de fim nessa farra sem lei e podre que virou a cursed division? Então me digam quem estava lá para tirar o titulo de Robert? Sim, eu mesmo, e porque não impedi Havoc de ter o título de volta? Porque permiti que Havoc voltasse a ser o maior babacão da federação? Porque?

Krauser Daniels: Porque a Jobber division precisa cair de onde ela começou! O maior jobber de todos precisa cair! E quando pensei que esse homem era Robert que nunca tinha ganho nada ele ganha quem? Havoc! Então ele é a maior vergonha da federação, Tipo assim, ufa, pensei que era eu, mas não, é o Havoc!

Krauser Daniels: Então eu irei acabar com você Havoc assim você perde para um nome que ainda tem alguma importância aqui e quem sabe esquecem que você perdeu para o Robert. Eu levarei o cursed para um grande e novo patamar na federação e então ACABOU Jobber division! Apenas 8s bons e velhos jobbers de sempre, perdendo para tapar buraco e sem nenhum tipo de pensamento revolucionário, sem mais opressão dos jobbers menores, sem mais babacas maiores que os outros, todos voltarão a ser tão babacas quanto qualquer outro.

Krauser Daniels: E eu vi o tanto de merda que Havoc disse de mim no seu último vídeo e vejo que ele esta realmente irritado por saber que pode perder seu cinto mais não se preocupe você jamais perderá seu lugar de jobber e irá jobbar para mim e para o próximo também assim como as coisas serão.


*Krauser para na frente do quadro e agora imagens de Krauser passam no projetor. *

Krauser Daniels: Havoc, pode me jogar no holofote, pode me cortar, quebrar meus ossos, pode até quebrar os seus ossos tentando quebrar os meus, você é bom nisso, mas saiba que o fim de nosso combate será comigo vencedor e você como perdedor.

Eu poderia tentar te humilhar, acabar com sua moral e ferir seu orgulho, porém, qual moral? Qual orgulho? E a única coisa que posso prometer é que irei acabar com você e então você volta a ser a escória que você sempre mereceu e amou ser.


*Krauser desliga o projetor e então vai até a porta.*

Krauser Daniels: Agora eu tenho que me retirar, por fim a esta bagunça, caso eu perca essa batalha meus amigos, infelizmente terei me juntado a eles, porém eu mostrarei que que ainda existe algum valor em mim e quando eu possuir o Cursed se preparem para ver o Cursed Champion como essa federação nunca viu!! Um cursed champion que não é um JOBBER!!! Ohhhh isso sim seria uma puta novidade.

Krauser Daniels: E sim o King conta como cursed champion jobber. Ele já jobbou para caralho, só Incarnam comigo porque tem inveja do meu cabelo.

Krauser Daniels: Desejem sorte para Havoc, ele precisa mais do que eu. Quem sabe assim ele sai dessa luta andando.

Krauser Daniels: Torçam por mim e não se arrependam! O demônio esta aqui e vai mostrar que ainda pode ser um campeão, mesmo que comece por baixo, mas como disse, COMEÇO, e é a partir daqui que podem dar adeus as piadas que fazem sobre mim.

Krauser Daniels: Havoc, último recado que daria para você, continue usando drogas, porque se você escutasse as vozes na sua cabeça acho que não seria tao babaca quanto é, e se não fosse tão babaca eu talvez não quisesse bater tanto em você.

Krauser Daniels: Enfim, vamos por um fim nesse causador de problemas.


*Krauser faz sinal de continência para a câmera e então se retira da sala.*

*Fim de transmissão. *



Like the Phoenix I rise
From the ashes of life
I don't need fortune or fame
Just some peace of mind

avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 24.05.17 20:59

Vídeo postado no site oficial da NWR


O Vídeo começa mostrando uma sala toda branca, o piso era branco feito de mármore coberto por um tapete da mesma cor, bem felpudo, a sala tinha grandes janelas e a noite podia ser vista lá fora, a lua brilhava linda, havia uma lareira em um canto e em cima da mesma algumas bebidas, quando a câmera se vira para cima um enorme lustre de cristal é visto, aqueles iguais de filmes. No chão havia uma cadeira ou um trono, dourado com acolchoado vermelho brilhante, havia uma mesinha ao lado com uma taça de martíni vazia com a marca de um batom vermelho em sua borda. A imagem é cortada e quando volta Narkissa está sentada naquele grande trono, seu cabelo preso em um coque, um lindo vestido branco curto, com detalhes em prateado, e um cachecol branco de pele em seus braços, ela estava de pernas cruzadas enquanto olhava para a taça de bebida em sua mão.


- Muitos falando de mim, e eu nem preciso falar de ninguém. É muito amor.

Ela falou sorrindo e colocou a taça novamente na mesinha e seu lado, apoiou as mãos sobre as pernas e olhou fixamente para a câmera.

- Uns tentam me atacar, enquanto outros tentam achar um relacionamento comigo, outros querem ser meus rivais. Pobres coitados, estou aqui agora, o que querem de mim?

Ao terminar a frase a Russa tombou a cabeça para o lado e arqueou a sobrancelha, ela descruzou as pernas e se acomodou na cadeira, ainda olhando para a tela.

- Mas isso pouco me importa na verdade, isso só mostra o quanto todos precisam de mim, pois meu nome não sai da boca de vocês, e o engraçado que nem é reciproco.

Narkissa deu de ombros enquanto soltou uma risada sarcástica.

- Eu saio por alguns dias e vocês cismam em chamar minha atenção, calma, diferente de vocês eu tenho império a governar.

Ela levantou as mãos mostrando a grande sala, aquilo era parte de seu império, uma sala cheia de coisas caras, e luxos, bem a cara da Russa. Quando a imagem volta a ela, Narkissa alisa seu cachecol.

- E impérios precisam crescer, caso contrário não seriam Impérios, seriam meros reinados, que se esvaem com muita facilidade, basta um empurrãozinho para o lado certo, e......Fim.

Quando ela terminou de falar, sua voz saiu seria e mais grossa, ela apertou o punho como se esmagasse algo nas mãos e depois abria novamente e assoprava, mas não tinha nada ali.

- Agora falando das pessoas que me citam, Lady! Como sempre você querendo minha atenção, creio que quer muito que nossa luta aconteça antes da hora, pois realmente está a me irritar.

A Russa pegou o martíni e tomou um gole, depois ficou brincando de passar o dedo sobre sua borda ouvindo o doce barulho que ele fazia conforme ela contornava a borda.

- Você escuta esse som? É doce e refinado, de fato um barulho irritante para uns mas para outros uma grande melodia, eu posso te comparar com essa taça de cristal, mas o seu barulho é irritante, não é uma grande melodia ou coisa do tipo, é apenas barulho chato.

Ela concordava com a cabeça conforme falava, Narkissa se levantou e colocou a taça em cima da lareira observando a delicadeza da mesma até ela a pegar novamente e a arremessar na parede estilhaçando a taça.

- E assim como uma taça não é nada demais! Uma hora ela vai quebrar, e adivinha? Eu sempre gostei de quebrar essas coisas quando era pequena. Vaga-lume.....Você mexeu com a Aranha errada.

Ela sorriu de forma maldosa enquanto mexia na madeira dentro da lareira e volta a caminhar pela sala, pensativa. Ela passou a mão em umas cristaleiras que tinham no canto elas faziam um doce barulho.

-  Veja só, até você entrou "na onda" de falar que eu e minha irmãzinha mudamos o Bé, deixa eu te contar uma coisinha que você parece ainda não ter entendido, na verdade ninguém nesse maldito lugar entendeu.

Narkissa olhou para cima como se buscasse ajuda divina ou algo assim, e depois virou a cabeça para o lado e concordou sozinha, alguém conversava com a loira, ela apertou os lábios e depois sorriu.

- Ele sempre teve isso dentro dele Lady, ele era o "herói" o "salvador" e mais um monte de eufemismos inúteis, ele se restringia a ser o herói, assim como você. Mas os Deuses mostram outro caminho, mostraram a verdade para ele, o que rasteja na escuridão é sempre mais divertido admita.

Ela dava de ombros e depois se jogava na cadeira novamente enquanto brincava com o vento, como se estivesse mexendo o grande lustre acima de sua cabeça.

- Eu e a minha irmãzinha apenas mostramos o caminho, ele entrou na floresta sozinho, ele diferente de muitos que entram em nosso caminho não se perdeu na floresta amaldiçoada, ele se achou lá! Ele entrou algo lá, e agora luta por isso.

Ela respirou fundo e se levantou novamente indo até a janela e a abrindo, deixando o vento entrar na sala e balançar os cristais ali fazendo um alto barulho até parar de forma repentina.

- Esse argumento de "vocês mudaram o Bé" já está velho, igual esse de você ser a heroína máscara do povo. Agora falando em mascaras....Eu descobri coisas legais sobre você Lady, claro não vai acreditar em mim.

Ela saiu na janela sentindo a suave brisa fria bater em seu rosto e nas partes a amostra de seu corpo, Narkissa se sentou na beirada da sacada sorrindo, estava mais feliz que o comum.

- Eu te farei acreditar, e veremos por quanto tempo mais você consegue manter essa sua pose de boazinha, ou ficar falando de sua honra, ou qualquer outra frase que leu em alguma revista. Honra pode ser vista de varias formas, um exemplo disso são as mulheres virgens, eles tem honra, ou mulheres guerreiras, qualquer um pode ter honra Lady.

Narkissa mordeu o lábio inferior enquanto pensava no que falaria a seguir, ela parecia um pouco perdida mas sua cabeça era assim então não era nenhuma novidade ela parecer perdida.

- Ultimamente eu pareço divagar pelas coisas, andar no meio de opostos tem seu preço. Você quer um Demônio, lhe darei um demônio para lutar, mas não entendo seu fascínio em querer me exorcizar, tanto eu quanto minha irmã devo dizer. Desde que chegamos fomos ameaçadas, queimadas, copiadas, e até mesmo cobiçadas.

A Russa balançou a cabeça para os lados enquanto falava, desde ela chegou muitas coisas aconteceram, e os Deuses mostravam que mais estava por vir, teriam de se preparar.

- Nós assustamos tanto vocês? Vocês temem tanto o poder das Bruxas que querem as exterminar? Ou temem o que podemos fazer por esse lugar quando as duas reinarem? Quando se vende a alma você nunca ganha, e você Lady, vendeu a sua. Você vendeu sua alma a partir do momento em que decidiu se juntar aos hereges daqui para tentar acabar com a gente.

Em um pulo ele sai da sacada e volta a caminhar pela sala lentamente até se sentar sobre o tapete e o alisar, era macio e fofinho. As coisas estavam diferentes de antes, talvez essa fosse a personalidade menos pior da Russa.

- Você anda melhorando muito Lady, mas o seu melhor não vai ser suficiente, na cela você sabe o que vai ter que fazer para vencer, e estará disposta a faze-lo? Não vai ter fãs, não vai ter ninguém. Apenas eu. Ou Ela, para ser sincera com você. As coisas mudam.....

A câmera sofria um corte e quando voltava as luzes estavam apagadas, o lugar tinha vidro para todo lado, e apenas a luz da lareira com a Russa em pé na frente dela, estava tudo revirado e o vento da noite faziam as cortinas balançarem, Narkissa estava rindo em pé ali sozinha. Encarando a lareira acesa como se fosse muito interessante o que tinha nela. A loira segurava uma cadeira em uma das mãos.

- Diga anjinha.....Você me chamou, você pediu por mim, e eu apareci! hahahaha! Gostou da surpresa? Eu sei que gostei. Foi bom divertido te bater daquele jeito!

Ela se virou para a câmera dando risada, ela pisava sobre o vidro no tapete branco que já estava com varias pegadas vermelhas. Ela tinha mudado novamente, para aquela da qual a loira odiava deixar sair, ela arrastava a cadeira junto.

- Eu estava presa, aquela vadia idiota me deixou presa, mas você querida anjinha, me fez sair para brincar um pouquinho, e olha só! Eu ainda consegui arranhar aquele....Rei, gostava mais dele quando estava Louco, eu quero a minha coroa, e você está com ela anjinha. E eu irei a pegar de você.

Ela falou com convicção enquanto olhava para a câmera que chiava e tremia a imagem, Narkissa levantou a cadeira que se mostrava amassada, era a mesma que usou para bater em Lady.

- A Vadia está brava porque machuquei o "Rei dela", a boneca quebrada está brava porque destruí o lugar dela, e eu não dou a minima! VOCÊ pediu por mim anjinha, agora aguente as consequências, não se mexe com coisas sobrenaturais sem ter total conhecimento se pode vencer.

As coisas estavam confusas, tanto as imagens quanto as falas da Russa, como sempre perdida e falando coisas que pareciam totalmente sem sentido, mas que depois se ligavam a outros assuntos já ditos antes.

- Junto da Bruxa eu consegui força o bastante para sair, força o bastante para tomar o controle, e foi assim que te fiz essa surpresa no show de hoje. Quando você estava lá toda contente e eu te bati com essa cadeira! Acabei com seus planos de comemorar sua vitória que será....Breve.

As paredes em volta da Russa pareciam rachar, barulho de coisas pisando nos cacos de vidro eram ouvidos, mas a mulher estava parada ali, imóvel, porém o barulho continua mas não tinha mais ninguém com ela, ou esse alguém não queria aparecer.

-  Você vai jogar comigo Anjinha? Ou quer mais cadeiradas? HAHAHAHAHA Admito que adorei ouvir o barulho do metal batendo nas suas costas! Sua expressão de dor seu sofrimento, eram tantas emoções estampadas em seu rosto, que minha vontade era de acabar com você lá mesmo!

Narkissa se sentou no chão, e começou a olhar para os lados, ela via as coisas que ninguém conseguia as ver, os vultos, as vozes em sua cabeça, sussurros começam a serem ouvidos no vídeo, ela começou a dar risada.

- Eu vou pegar vocês......Eu vou acabar com cada um de vocês.....Se entrar no meu caminho......CALA A BOCA SUA VADIA! AARHH! EU FAÇO O QUE QUISER!

Ela falava mas não era para a câmera ou para alguém, parecia ser para ela mesma, a mulher levou as mãos na cabeça enquanto gritava consigo mesma, as vozes estavam a deixando louca falando com Narkissa. Ela se arranhou machucando seus braços, pegou um dos cacos de vidro do chão e o apertou com força vendo o sangue escorrer pelo seu braço, enquanto sorria.

- Isso doí...Já entendi! Não quer que eu a machuque! Você gosta dessa....Vadia burra...

Depois daquele pequeno surto ela se acalmou de forma súbita, como se nem tivesse feito nada daquilo de antes, a imagem começou a chiar e tremer de forma continua enquanto apenas o sorriso macabro da mulher podia ser visto, algo estava segurando a mulher pelo pescoço, uma sombra escura, bem grande estava segurando Narkissa para ela ficasse quieta.

- Eu estou aqui agora.....E quero brincar.

A sombra desaparece da gravação, mas mesmo assim Narkissa se mantem na mesma posição, parecia uma boneca ali parada, outras sombras pareciam estar em volta da Russa, mas a imagem estava ruim demais para se ter certeza, quando de repetente a mulher olha para a imagem e sorri de forma cruel a gravação é encerrada.


Vídeo encerrado



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
♣ Kaoryy ♠

Mensagens : 77
Pontos : 59
Reputação : -16
Data de inscrição : 02/01/2017
Idade : 26
Localização : Hollywood

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♣ Kaoryy ♠ em 24.05.17 22:10



– Após o for Victory  –

Depois de uma tentativa fracassada de atacar Havoc por conta de ciúmes bobo de Bruno, a conseqüência foi claramente machucada no meu rosto! Eu deveria ter ouvido Edward, mas Bruno parecia não querer saber dos conselhos do Edward! Então fui ouvir a proposta de Bruno e acabei aceitando ate por que nada melhor que bater em alguém!  Então fomos nesta idéia estúpida de meu namorado. Alias-me nem havia visto o vídeo que o mesmo disse ter sido provocado pelo mesmo, enfim fomos atacar o Havoc e então a minha amada e infeliz amiga Daniele entra na meio como eu fui pega de surpresa não tive reação de defesa. Porém a conseqüência disso tudo foi ser atendida e levar alguns pontos, saímos então para o camarim sem falar um com o outro. Entramos no camarim onde dei de cara com Edward. Mandei Bruno ir se arrumar e julgar pela feição de Edward isso não ia prestar! Edward se retirou para que eu me retirasse sem falar nada, mas seu olhar já disse tudo. Lá vem a conversa chata que temos deste que viramos amigos. Arrumei-me e logo Edward entra com Bruno ambos calados.

Bruno: – Você esta brava? –

Olhei como eu geralmente olho para as crianças terroristas que destroem o meu gramado, com raiva e nenhum pouco afim de conversar! Respirei fundo e tentei ser a namorada mais gentil e doce do mundo.

Carrie: – Só um pouco meu amor! Isso vai passar não se preocupe! –

Forcei um sorriso assim como a delicadeza e a doçura, isso ficou tão claro no meu olhar que eu tinha certeza que não ia convencer!  Eu ainda o olhava com raiva eu estava muito feliz com a minha vitória! Eu ganhei, e fui dar ouvidos a um ciúme bobo! É relacionamentos são complicados quando a outra pessoa liga para qualquer provocação de quinta categoria!

Bruno: – Você esta muito irritada! Quer uma água? –

Dei outro sorriso forçado para assim responder Bruno, porém tudo que vinha pela cabeça era o mandarele tomar naquele lugar, isso não seria nada agradável mandar o seu namorado naquele lugar. Ainda estava nervosa estava sentindo dores no rosto e na região dos lábios ainda. E isso tudo para fazer um capricho?  Enquanto estávamos voltando para o hotel onde ficamos os três no mesmo hotel Em quartos diferentes, nenhum abriu a boca eu nem havia respondido Bruno naquela hora. O mesmo nem insistiu!


– No Hotel –

Ao chegar ao hotel Edward pagou o motorista do taxi eu me dirigi ao meu quarto logo em seguida, mas parece que Ed e Bruno tinham algo a falar, então entramos no meu quarto, decidi mexer no celular e o vídeo onde Havoc provocava Bruno já havia sido liberado! Dei uma pequena risada com aquilo Bruno havia caído feito um patinho, foi tão fácil!

Bruno: – Está com raiva? –

Olhei para Bruno com a mesma expressão anteriormente até Edward abrir a sua boca.

Edward: – O que você acha? Feliz ela não está! –

Falou Edward com um pouco de ignorância, estava irritado por ninguém ouvir seus conselhos ainda mais com o Bruno por ser um menino bom aos olhos dele. De certa forma Ed achou mesmo que Bruno iria me fazer mudar?

Bruno: – Ela poderia responder! –

Carrie: – Raiva? Claro que não estou com raiva! Estou feliz! Muito feliz... –

Um pingo de ironia saia no tom de minha voz então eu me sentei na cadeira e olhei para Ed!

Carrie: – Pode começar! –

Edward: – Eu avisei não avisei? Para não fazerem isso! E Bruno isso vindo justamente de você? –

Carrie: – E deste quando eu te ouço? –

Edward: – Você me ouve quando eu insisto, mas achei que Bruno usa-se mais a cabeça! –

Bruno: – Não foi da sua namorada que ele falou! Ele não disse que a sua namorada está com você por pena e... –

Carrie: – Como se eu ligasse para qualquer coisa que venha da boca dele? –

Edward: – Você ficou com raiva até entendo, mas você convenceu Carrie a atacar mesmo eu dizendo para não o fazer! Não vê o que ele quer? –

Bruno: – Pegar a Carrie para ele! –

Carrie: – Bruno não seja Burro! Ele quer me provocar, te provocar! –

Edward: – E você está caindo! –

Bruno: – Eu quis dar uma lição nele! Para não mexer com você Carrie! –

Carrie: – Bruno! Você é seguro de si? –

Bruno: – Sim! –

Carrie: – Então não leve a serio essas palavras do Havoc! Se você não tem confiança em si mesmo! Você vai perder! –

Bruno: – Quer dizer o que com isso? –

Não sei se era nervosismo pelo que aconteceu, preocupação ou inocência, mas o que eu enxergava nele era medo! Medo de perder me aproximei de Bruno ainda com raiva querendo lhe quebrar a cara, só para descontar a raiva dos machucados de sua idéia idiota! Mas não iria ser grossa com ele. Ele era doce por assim dizer. E ainda não merecia e agiu por ciúmes. Coloquei a mão em seu rosto e lhe dei um leve beijo, mesmo com a boca machucada e estando dolorida logo depois me aproximei de seu ouvido

Carrie: – Eu não quero que fique caindo em provocações baratas! Ou você tenha confiança em si mesmo ou vai perder mais que uma batalha! –

Afastei-me de Bruno com um leve sorriso esperando que o mesmo entendesse o que estava a falar.

Bruno: – Eu tenho confiança em mim mesmo! Por que você fala isso? –

Carrie: – Se tivesse mesmo, não tinha caído nessa provocação! –

Enquanto isso Ed ficava calado só ouvindo.

Carrie: – Eu estou com você por que eu quero! Não por pena eu não costumo fazer as coisas por pena! Pena? Para que ter pena? –

Carrie: – Se eu tivesse com você por pena teria regras no nosso relacionamento e eu não impus nenhum tipo de regra! –

Edward: – Da próxima vez vê se me ouve e não pensa nessas coisas! –

Bruno: – Eu sei que você esta comigo por que você quer! Eu amo você! –

Bruno me abraçou eu o retribui o seu abraço fazendo carinho em seu rosto. Dei um sorriso enquanto isso!

Carrie: – Eu gosto de você! –

De fato gostava dele mas não chegava a amar. Não ainda, mas segundo Ed gostar já e um começo. Então eu me afastei um pouco e olhei para os dois!

Carrie: – Estou cansada dolorida e cheia de dor se os dois,puderem me fazer o favor de me deixar descansar eu agradeceria! Amanhã conversaremos mais sobre isso ok? –

Bruno: – Não quer que eu fique com você? –

Carrie: – Não meu amor! Não aprece as coisas! Por favor! –

Bruno: – Está bem! Espero que melhore logo! Desculpa! –

Eu o abracei e depois lhe dei um selinho me despedi de Ed e os dois saíram do meu quarto enquanto eu trancava a porta! Arrumei-me para dormir e assim deite-me apagando a luz do abajur do quarto do hotel.



Os dias vão passando devagar e as coisas encontrando seu lugar tudo muda, menos o que eu sinto por você

avatar
OrionStar

Mensagens : 60
Pontos : 80
Reputação : 10
Data de inscrição : 04/11/2015
Idade : 18
Localização : Paulínia, SP

Re: Prome Aqui!

Mensagem por OrionStar em 24.05.17 22:55

Long road

Minutos após o combate

Havia acabado de entrar nos backstages, onde o povo ainda vibrava a minha vitória. Andava com a respiração ofegante, todo suado. Bruno tentou me dar trabalho mas não foi suficiente. Aquele garoto me fez mudar de opinião, ou pelo menos tentou, a seu respeito. Nada. Não demorou muito para capitalizar a vitória. Parei para beber água, recompor energias. Melissa Thereau se aproxima e começa a falar:

- Estamos aqui com Devon Maverick. Devon o que me diz a respeito de seu combate agora a pouco com...

Tiro o microfone de sua mão.

- Com sua licença, tenho umas palavrinhas sim. Não foi nada demais, eu disse que não seria preocupação bater em alguém como Bruno. Aprenda de uma vez moleque: Ou você é o atacante ou você é o atacado! Ou você é frio, ou será congelado. Aliás, foi interessante você falar de ver qualidades nas pessoas. Algo que, hoje à noite, provou que qualidade é o que te falta.

Pauso para respirar, afinal, eu tinha acabado de sair de uma luta.

- Além do mais, é lógico que a experiência falou mais alto garoto. Você ainda tem um longo caminho pela frente para melhorar... ou para continuar ingênuo. É bom você ter preparo, já que além da qualidade faltou o preparo nessa. Achou que eu era qualquer um? Achou errado, hermano.

Devolvo o microfone.

- O que você espera de agora em diante? - Disse Melissa.

- Aguardar. Aguardar a próxima luta até o PPV. Como eu venho dizendo, não dá para perder tempo. Todo o meu foco está direcionado na Elimination Chamber. Perdendo ou ganhando, eu estou focado naquela luta. Na qual eu farei tudo e mais um pouco para vencer Filipe Ribeiro.

Após isso eu me retiro e vou para o meu locker room. Tranco a porta e tomo um banho. Vou pensando no meu futuro, pensando na vida. Bruno estava longe de ser alguém talentoso e de ser alguém decente, ou melhor, a anos-luz de ser alguém que colocasse medo dentro desta federação. Já sabia que seria uma vitória fácil. Muito convincente, me imaginava pisando na Elimination Chamber enquanto a àgua caía sobre minha cabeça e escorria pela minha barba. Passava as mãos em meu rosto, impedindo qualquer forma de criar expectativa falsa. Uma coisa que eu era especialista era em ser verdadeiro. Então logo coloquei na minha cabeça que nada disso e daquilo seria tão fácil. Eu precisava me impor. Saí do banheiro, me sequei e me arrumei, terminando os trabalhos por esta noite. Vesti minha calça mostarda, tênis pretos e camisa de manga comprida cinza. Mais a velha jaqueta preta. Sentei-me no banco e voltei a acompanhar o resto do show. Já anunciavam que semana que vem seria eu contra Filipe. Seria uma excelente chance para mostrar o porquê eu voltei para a NWR. Esses dias que me separam da Chamber são como uma longa estrada. Um longo caminho para construir no qual eu almejaria o título.




"Lembre-se de toda a tristeza e frustração e deixe-a ir."
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

110º Promo

Mensagem por ★ Bé ★ em 25.05.17 6:12










 

 


Nwr/bélindo.com


Uma transmissão se inicia com Filipe Bé, ele está em uma sala, ao que parece ser um dojo antigo. Local, onde Moisés Bé (Falecido irmão de Filipe) treinava. Era localizado em Portugal. Filipe estava no centro, no local estão sentados e afastados, a familia do seu irmão, a mulher dele e os seus dois filhos, e ainda Dani, que era como se fosse.





Filipe Bé: Debbie:

Jigglypuff: Stryker: Daniela:


Todos pareciam bem calmos e um pouco em silencio. Filipe está no centro. Fazia algum tempo que ele não via eles, especialmente seus sobrinhos nos quais ele gosta bastante. Pareciam estar somente reunidos só por estar, sem grandes motivos. Apenas um treino em familia. Filipe está no centro e ele após uns aquecimentos fala.


Filipe Bé: Bem, quem quer treinar comigo?


Não falam muito, e olham um pouco entre si, até que Débora fala.


Debbie: Stryker querido, porque não começas tu?


Stryker: Aff, mas sou eu para tudo?


Debbie: Tu mais que ninguém precisas de treinar.


Stryker: É... Obrigado pelo elogio mama.


Stryker se levanta, e tira o seu casaco, ele parece um pouco débil, porem ainda em forma, se nota um pouco de seus obdominais defenidos e a tattoo no braço dele "Xingar o Krauser". Ele se aproxima e dá alguns saltinhos enquanto sacode um pouco o corpo se aquecendo. Ele mostra até alguma vontade e com força coloca suas mãos contra Bé e ambos começam a medir forças. Não demorou muito até as câmaras se afastarem e filmarem a reação da familia que estremece um pouco após um enorme tombo.


As câmaras voltam a focar neles e já está no chão Stryker, preso em uma Fujiwara Armbar enquanto bate com a outra mão dando o Tap Out. Bé solta o braço dele e se levanta, enquanto Stryker fica no chão ainda o sacudindo. Bé estende o braço e o ajuda a levantar.


Filipe Bé: Estás uma lastima... Queres retornar a Nwr um dia?


Stryker: Ahh, eu sei lah. Eu tentei retornar, mas não deu certo e acabei jobbando. E hoje em dia até os Jobbers virão champs e derrotam Hall of famer... Não creio que estou a altura.


Filipe Bé: Bem, se quiseres o teu emprego na zona de Merchandinse, ele ainda está lá disponivel. Tu és otimo nessa modalidade.


Stryker: Uhm, estou a gostar de minhas ferias. Mas tives-te alguma sorte... A melhor de 3?


Filipe Bé: Nah, melhor treinares com alguém mais ao teu nivel.


Stryker: Quem? O Keke também veio?


Bé se senta ao lado de Debbie, Dani se levanta e ofrece para treinar com Stryker. E ambos começam a trocar alguns golpes, com ela levando a melhor e o magoando varias vezes, enquanto isso Debbie fala com Bé.


Debbie: Nós temos visto os teus ultimos videos...


Filipe Bé: Os que posto no meu canal para os fãs?


Debbie: Sim...


A câmara se volta e foca só em Debbie e Bé falando, Jigglypuff perto deles com o seu capuz enorme e escuro. Enquanto isso se ouve alguns gritos do Stryker tipo: Aiai


Filipe Bé: Otimo, espero que tenhas deixado Likes.


Debbie: Não é uma boa altura para piadas...


Filipe Bé: Sempre é.


Debbie: Não. O que se passa? Estás diferente, não te estás a comportar como quem deverias ser.


Filipe Bé: Eu só queria ser adorado por todos, e todos me voltaram as costas. Pelo menos na escuridão me mostram alguma cumplicidade.


Debbie: Por mim tudo bem. Mas estás a ser tu proprio? Ou estás a tentar agradar alguém?


Ambos fazem algum silencio, que rapidamente é quebrado com gritos de Stryker após ser prendido em uma submissão da Dani. Embos continuam a falar, e Bé fala em um tom sério.


Filipe Bé: Qual foi a unica vez que eu não fiz isso?


Debbie: Que?


Filipe Bé: Eu sempre fiz isso. Eu sempre tentei agradar a todo o mundo. Mas sempre surgiu alguém, se colocando em minha frente. Sem motivo!


Debbie: Então, estás a ser tu próprio? Tão rezingão?


Filipe Bé: Mas eu sempre fui eu. Só cansei dessa gente inútil me querendo rebaixar, e ficarem a adorar outros heróis. Eu sou eu, nunca deixei de o ser.


Debbie: Não. Tu não és tu. Tu mudas-te.


Bé permanece um poco de novo em silencio, ele não tinha nada para dizer a ela nessa altura ele observa quando Dani e Stryker acabam de treinar. Stryker parece meio magoado nas costas.


Stryker: Aff, dizeram para eu vir treinar, não para servir como saco de boxe.


Daniela: Em vez de vir aqui apanhar, podes comçar a fazer umas flexões ou assim. Estás bastante fraco.


Stryker: Ah, obrigado pelo elogio Danoninho, bom ver que vocês me adoram tanto.


Stryker parece ter alguns vergões nas costas de algumas pancadas que levou, Debbie se aproxima dele com o casaco na mão.


Debbie: Olha só isso. Depois ainda queres entrar no palco grande. Ias fazer o que lá? Apanhar para o Denner?


Stryker: Já não era a primeira vez.


Debbie: Vamos.


Stryker abandona o local com a mãe, no entando Jigglypuff parece bem quieto, bem mais do que o custume. Bé está ao lado dele e repara nisso, Bé olha em volta. Ele sabia o quanto Jigglypuff sentia a falta do pai. Bé talvez não sirva para actuar como um, porem é o que Jigglypuff tem mais perto disso. Bé lhe dá uma pequena palmada amigável nas costas e começa a falar.


Filipe Bé: Junior, porque não vens tu treinar um pouco? Acredito que estejas em melhor forma. Porque não quises-te treinar com o teu irmão?


Jigglypuff: Uhm... Não estou muito motivado para isso.


Filipe Bé: Sabes, quando eras pequeno. Eu e o teu pai vinhamos aqui treinar.


Nota-se que Jigglypuff mexe um poco ouvindo ele, enquanto a Dani se senta também do outro lado de Bé ouvindo o que ele tem para falar.


Filipe Bé: Nós eramos bem novos, meio fracos também. A gente treinávamos aqui, junto com nosso mister e outros alunos. Eramos os mais fracos da classe.


Jigglypuff: Meu pai não me falava bem isso...


Filipe Bé: Claro, ele sempre gostou de se gavar, mas nem sempre foi bom. As coisas não era fáceis. Porem o nosso sonho era grande. Ele se virava para mim e falava. "Brow, eu um dia, quero ser um campeão mundial".


Daniela: E o que dizias tu?


Filipe Bé: "Eu também".


Jigglypuff: Acabou? Essa historia é meio merda.


Filipe Bé: Olha os palavrões...


Jigglypuff: Ahh, sorry.


Filipe Bé: Nós treinamos. Eu não tinha tanta inspiração, e eu lhe dizia. "Sabes, um dia, eu acredito que tu possas ser o melhor do mundo". E eu acreditava, de verdade. Mas ele não queria que acredita-se nele.


Daniela: E porque não? São irmãos, deveriam acreditar um no outro.


Filipe Bé: Ele queria que eu acredita-se em mim. Em mim mesmo, ao invés dele. Ele me motivou a fazer isso, e me deixou ganhar algumas vezes. Para que me motiva-se, e ele confiou em mim, para tornar realidade o nosso sonho. Estar no topo do mundo.


Jigglypuff: Bem, e tu chegas-te lá.


Filipe Bé: Eu cheguei, eu tive motivação, eu tive apoio. Tal como tu tives-te um dia.


Ambos voltam a ficar em silencio, está um bom dia lá fora. Bé se levanta e continua a falar.


Filipe Bé: Porque paras-te? Porque te afastas-te? Porque sequer usas esse capuz ridículo? Porque não voltas com nós para a Nwr?


Daniela: Sim, todos nós temos tidos combates difíceis Junior. O pessoal ainda te que ver voltar. Tem pessoas lá que te adoravam conhecer.


Jigglypuff: A mim? Porque a mim? Eu era praticamente um rufia perdido. Alguém que ninguém sequer dava atenção...


Filipe Bé: Acredita, tem lá pessoas que te adorariam conhecer. Inclusive a nossa bruxa.


Jigglypuff: Bruxa?


Filipe Bé: Tenho a certeza que tu e Violetty se tornariam rapidamente em bons amigos. E tem por ai gente que adora puxar tretas e armar barraco. Isso deve te soar tentador.


Jigglypuff: Ahh, eu não sei. Lembra do que o pessoal inventou a meu respeito? Duvido que alguém me valorize após aqueles escândalos.


Filipe Bé: Fazes o que fazes de melhor e soca a cara deles. Anda, vamos treinar. Quero ver se estás um passo a frente do teu irmão.


Jigglypuff: Daquilo? Estou uma maratona a frente dele.


Eles começam-se a rir. E Jigglypuff se levanta e aproxima de Bé. Ele tira o casaco com capuz finalmente revelando o seu aspecto. Ele joga o casaco para longe, e ele está fisicamente tão bom quanto o proprio Bé.





Jigglypuff: Bem, ainda estou em forma. Não?


Daniela: Ô o bodyBuilder ala.


Filipe Bé: Claro que estás, chega aqui, quero te dar uma surra.


Jigglypuff: Tudo bem. Eu mesmo ainda estou apto para apanhar umas porradas.


Jigglypuff começa a medir forças com Bé durante até alguns segundos, antes de o video parar e fica mostrando a imagem dos agarrados, e com Dani no fundo de braços cruzados a sorrir. O video para nessa imagem que mostra em câmara-lenta, e depois dá o fade out, porem com um tom branco.


Ligação se encerra.

 


 



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
King

Mensagens : 72
Pontos : 82
Reputação : 12
Data de inscrição : 12/01/2017

PROMO # 48 - BEM VINDA DOCE INSANIDADE

Mensagem por King em 25.05.17 17:06

VÍDEO POSTADO EM NWR.COM/KING

Surge a imagem de um trono de madeira e uma coroa de prata sobre ele. O ambiente é iluminado por várias velas, um taco de beisebol cheio de arames e cacos de vidro está ao lado do trono. Em uma visão ampla, percebe-se que é um local pequeno e cujas paredes estão cheias de riscos e gravuras sem nexo. Ouve-se o barulho de uma grade se movendo e aparece King, ele vai em direção ao trono, põe a coroa na cabeça e senta-se nele olhando para a câmera. Em seu rosto, pode se notar as cicatrizes e hematomas de sua última luta. O irlandês não expressa nenhuma reação até que inesperadamente ele diz sorridente:

- Acharam que eu iria chorar por ter perdido meu cinturão? Acharam que eu iria agredir alguém por não aceitar minha derrota? Vocês são fracos e tolos se pensaram dessa forma, eu agora estou na zona de conforto. Minha coroa não segue um cinturão e sim o cinturão que segue minha coroa. Perdi para a oponente mais fraca e a verei de camarote, na Hell in a Cell, sendo destronada mais rápido do que imagina pela minha Rainha! Não! Ela, não é minha rainha ou será um dia? Não importa esta questão no momento, o que interessa é que NWR tem uma fraca como campeão, como fiz isso? Simples, lutei nas condições dela e não nas minhas justamente para “agradar” o público, lição aprendida da pior forma possível caro irlandês.

- Lady, sabe por que da tua vitória? Pelo simples fato que fui soberbo, não por causa do teu talento sobrenatural, aliás: ele existe? Não, você não me derrotou, apenas subiu em uma escada primeiro do que eu luchadora. Se subir em uma escada faz alguém ser superior aos seus adversários, vou trabalhar na companhia de eletricidade e serei eternamente herói.

King faz uma pausa e começa a rir, aproveita para pegar o taco de beisebol com sua mão esquerda e esfrega seu topo em sua mão direita provocando pequenos cortes em sua pele, nota-se o surgimento de sangue em sua mão, mas isso não o incomoda.

- Enfim, aproveite seu curto reinado porque será humilhada na Hell in a Cell e vejam quem será a protagonista: Narkissa Gardea! A Rainha dos Condenados cansou de brincar de casinha com Bé e sua irmã e resolveu dar as graças na NWR, seja bem-vinda a programação atual boneca russa. Agora, lembre-se que em caso de vitória, terá um irlandês faminto em busca deste cinturão, então, cuide-se bem.

- Aproveitando o momento, quero mandar um abraço para o senhor Krauser Daniels, como vai o período de férias? O atual number one contender pelo principal título da NWR não aparece? Que confortável não acha? Um demônio, pseudo neste caso, que vive nas sombras de uma bruxa (é o que dizem nos corredores da NWR, eu não vi nada) e quer fazer parte do Clash of Evolution, acho que os próximos capítulos serão bem intensos para você meu taco de beisebol, mas calma não estou com pressa neste momento. Hoje sou o caçador e vou escolher com perspicácia minha próxima vítima, quem sabe você será o felizardo!

King mostra o taco de beisebol para câmera e dá uma piscada no olho direito, enquanto roda com o punho direito e diz:

- Ele está sedento por sangue, chega de ser bonzinho com quem não merece minha misericórdia. Por falar em misericórdia, o atual NWR Champion tem feito o que de produtivo? Pelo visto, sua zona de conforto te deixou tão ocioso quanto Krauser, mas lembre-se que este teu sonho pode terminar em ruinas na Elimination Chambers. Posso não entrar na jaula, posso aparecer do nada e acabar com a festa ou alguém pode tirar teu cinturão e fazê-lo passar vergonha, ouça bem Bé: você faz um reinado pior do que o Caio e falta pouco para entrar no Hall da fama dos piores de todos os tempos! Entregue esta responsabilidade para alguém que consegue e tire férias permanentes.

O irlandês começa a gargalhar e fica neste estado por alguns segundos até se recompor. Ele tira a coroa da cabeça com o semblante sério colocando-a em um dos encostos do trono e diz:

- Agora podem me chamar de falso rei! Não podem me chamar de falso, de rei devem continuar por um simples motivo: sou imortal! Perdi apenas um cinturão que valorizei durante 105 dias e agora não tem valor algum porque está nas mãos de alguém fraco, porém, ele pode voltar a ter seu brilho seja pelas mãos de Narkissa ou pelas minhas, sendo assim me respeitem porque conservará seus dentes intactos. Hoje começa a temporada oficial de caça de King Armstrong! Primeiro um pato caiu, depois um veado francês, quem será o próximo agraciado com minha brutalidade insaciável? Aqui se vai meu reinado, minha coroa e dou lugar a doce insanidade irlandesa! Enquanto não derramar rios de sangue na NWR, não vou sossegar meu desejo! James Carter, vou buscar o que é meu por direito, seja da maneira fácil ou da minha maneira; boa sorte caro amigo.

King se levanta, põe a coroa no trono e com o taco de beisebol começa a danificá-la. Após algumas pancadas, a coroa está toda desfeita, o irlandês pega o taco e o coloca sobre a coroa e sai de cena. Após alguns segundos, ouve-se novamente o som da grade se movendo e a voz de King cantando:

- “ Cavando fundo dentro de mim, passando além dessa agonia, eu não consigo ficar longe...”

A voz de King fica distante e o vídeo sofre um corte.
avatar
♛ GiihHime ♛

Mensagens : 90
Pontos : 270
Reputação : 184
Data de inscrição : 13/02/2017
Idade : 22
Localização : Sodoma/Gomorra

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ♛ GiihHime ♛ em 25.05.17 23:22

Quinta feira


Narkissa e Violetty estavam no quarto do hotel mexendo em suas coisas, e se preparando para ir para aonde seria o último For Victory antes da Chamber, até a Russa receber uma mensagem no celular, era de seu chefe James Carter, ele queria falar com as duas antes do For Victory. A mulher mostrou a mensagem para a irmã que deu de ombros. Então as duas resolveram ir logo atrás de James Carter. O hotel chamou um carro para as mulheres, que entraram e foram em direção a arena aonde seria o For Victory indo para o escritório do James Carte, elas bateram na porta e o homem as mandou entrar, ambas entraram e fecharam a porta.

James Carter: - Meninas, que bom vê-las, se sentem ai.

As duas se entre olharam mas acabaram se sentando em duas cadeiras, que haviam em frente a mesa dele.

Narkissa: - O que aconteceu?

James Carter: - Que bom que perguntou Narkissa, o problema aqui é: Vocês.

Violetty: - OI? A gente? Não fizemos nada!

Violetty já respondeu nada contente, e a Russa concordou com ela, logo o homem ficou serio as olhando, as fazendo pensar se aconteceu alguma coisa de grave, se elas fizeram algo de errado.

James Carter: - Fizeram sim! Isso aqui é uma empresa de wrestling, não um site de namoros!

Narkissa: - Mas nós...

James Carter: - Quieta! Vocês sabem o que fizeram sim, eu tenho muitos problemas e vocês duas estão em boa parte deles! Eu pago vocês para lutarem, e não dormirem com os meus lutadores. Isso é um absurdo! Eu tenho que ficar respondendo por vocês duas, acha certo Violetty você estragar um casamento e depois ficar de graça com o meu campeão?

Violetty: - Mas eu gosto do Krauser, e eu não destruí nada, apenas me aproximei dele e depois fiquei com o Bodinho e as coisas deram nisso.

James Carter: - Filipe Bé! O nome dele é Filipe Bé, sabe o quanto de noticias sobre você ser uma destruidora de lares, vadia, ladra de homens, dentre outras coisas horríveis eu tenho que abafar a seu respeito??? Estou cansado disso!

Violetty: - Ei calma, eu não tive culpa, eu gosto do Krauser e do Bé, nada demais, eu não sabia que as coisas estavam tão ruins assim.

Narkissa: - Não precisa ficar tão bravo, essas coisas acontecem o tempo todo, as pessoas gostam é de julgar mesmo.

James Carter: - Você é pior Narkissa, tem vídeo seu se pegando com o Sudz, as diretas que você dá no King, agora em cima do Robert, e até do meu filho você queria algo! Vocês são lutadoras ou desculpem o termo, prostitutas?!

Quando ele terminou de falar as duas ficaram chocadas o olhando, aquilo tinha as ofendidos. Narkissa se levantou a bateu na mão na mesa irritada com o que ele havia falado de sua irmã, a chamar de prostituta tudo bem, mas Violetty não era isso.

Narkissa: - Olha como fala! Eu tenho direito de dar para quem eu quiser, se eu quiser fazer uma suruba com o King, Robert e o Sudz eu faço! Ninguém tem nada com isso, e não ouse chamar minha irmã de prostituta!

James Carter: - EU CHAMO ELA DO QUE EU QUISER! POIS É ASSIM QUE ELA ESTÁ SE COMPORTANDO! Vocês estão se comportando assim!

Violetty: - Não precisa gritar! Nós somos putas, somos lutadoras, assim como as outras!

James Carter: - Não são não! Lutadoras lutam, apenas isso, elas não ficam de casos e de flertes com seus rivais! Elas não dormem com eles, e isso vira a droga de uma noticia!

James joga na mesa vários papeis imprimidos sobre o polemico caso de Violetty com Krauser, e agora com Bé, e também tinha varias coisas sobre Narkissa com King, e Sudz, elas olhavam aquelas "provas" e depois se entre olharam.

James Carter: - Toda maldita entrevista que o King dá envolve seu caso com ele Narkissa, vocês dois quiseram fazer a porcaria de um time, e agora cade esse grupo? Acabou? Está junto? King vai a entrevistas para falar do cinturão dele, do reinado dele, e dos combates dele, não do caso dele com você!

Narkissa: - Mas eu não tenho culpa nenhuma, ele que resolveu sair com outra mulher e foi filmado e fotografado, não eu. Eu e ele não somos casados, nem somos namorados, eu não tenho que me meter no que ele faz.

James Carter: - É porque você deu em cima de outros caras! E nem quero falar dos rumores envolvendo você e Havoc, vocês foram namorados no passado, tudo bem, mas esse passado me parece bem presente! Pra mim já deu dos joguinhos de vocês duas.

Violetty: - Isso é ridículo! Agora temos que fazer o que? Sermos freiras???

James Carter: -  Freiras não, mas decentes. Eu não me importo de vocês dormirem com o meu roster inteiro de lutadores, mas que fique entre quatro paredes, fora dela a imagem de vocês afeta minha empresa, afeta meu trabalho, e afeta o trabalho daqueles que se envolvem com vocês

Narkissa: - Eu não acredito nisso, agora vou ter que fazer o que? Apenas ficar aqui e lutar e ir embora, foi um caso, não vamos fazer disso um mártir, eu dormi com o Sudz e com o King e acabou, foi um caso de uma noite, porque ficar tão bravo com isso.

Violetty: - E o Krauser assumiu que estamos juntos, eu e o Bodinho, quer dizer Bé, somos muito chegados apenas isso, essas coisas não deveriam afetar tanto assim você Ursão....

As irmãs pareciam estar muito irritadas com a sua situação atual, aquilo não podia ser verdade, agora teriam de ser normais? Era isso mesmo que tinham entendido.

James Carter: - Foi o caso que me dá dor de cabeça! Violetty você não me engana com essa ok? Eu tenho certeza que você e o Filipe são bem mais que amigos. Você quando chegou eu tentei ignorar as indiretas para Krauser, mas agora foi a gota d'água, você destruiu um casamento, um casamento, não a porcaria de um namoro, e para que? Ficar com o Bé? Vocês não vão acabar com a imagem da minha empresa dessa forma, serão fieis a força!

Narkissa: - É o que? Eu vou ser fiel a quem? Não tenho ninguém!

James Carter: - King, vocês dois quiseram uma stable de Rei e Rainha não quiseram? Vocês gostam de darem indiretinhas pornográficas um para o outro nos vídeos? Já que nenhum de vocês veio me dizer que fim deu o caso de vocês, e claro nas entrevistas dele, nem ele mesmo responde se acabou ou não, é com ele que você vai ficar. Ao menos para manter a stable.

Ao ouvir aquilo Narkissa fechou a cara e encarou James Carter com uma cara nada amigável, ela se levantou e colocou as mãos na cintura.

Narkissa: - Como? Eu vou ter que ficar com o King? Acho que você não viu o ultimo For Victory e viu que eu arranhei ele, eu devo ser a última pessoa com ele vai querer ficar, e outra ele não é um objeto que você dá para alguém tipo "Ei, fica com o King ai".

Ela pegou uma caneta na mesa e entregou para Violetty para representar.

James Carter: - Eu vi sim, mas eu não me importo sinceramente, vocês dois aceitaram uma stable, e uma stable fica junta. Eu não vou ficar respondendo por vocês, chegou a hora de por limites nas duas, querem dormir com seus adversários? Façam isso, mas fora das redes sociais, vocês vão ficar com quem eu disser que vão.

Narkissa: - Isso é um absurdo, eu não quero fazer isso, você está impondo algo em mim, eu não tenho que andar grudada no King, e outra ele deveria estar aqui para opinar sobre isso também, Violetty me ajuda aqui.

James Carter: - Violetty se você abrir a boca, vai lutar contra o Caio e o Glock em uma handicap match com uma mão amarrada nas costas valendo o Impact. Não estou impondo nada, não falei para vocês dois se casarem ou começarem um relacionamento, eu disse que uma stable fica junta, e vocês dois são uma, e vão ficar juntos, você vai ser colocada no hotel aonde King vai estar hospedado.

Narkissa: - Ele nem vai lutar nesse For Victory! Eu não quero isso, e você nem sabe se o King quer, ele deveria estar aqui para falar algo pois isso envolve a vida dele também, por Lilith! Eu não acredito nisso.

Violetty: - James você está pegando pesado demais, forçar eles dois a ficarem perto um do outro sem o aval de um deles é pedir para dar errado, ok podemos ter errado mas não pode forçar uma coisa dessas. Eles dois tem vidas diferentes e....

James Carter: - Violetty já vou chegar em você, aguarde um tempo. Sim, então ele será alocado no hotel aonde você estará hospedada, afinal você vai lutar nesse For Victory, ele será avisado sobre a decisão tomada e se quiser falar algo, vai saber aonde me achar, e se você continuar reclamando eu coloco os dois no mesmo quarto do hotel, assim quero ver você levar alguém para lá, vocês dois vão ficar no mesmo hotel e no mesmo andar, e acabou, agora sente quietinha aqui.

Mesmo totalmente indignada com o que James havia dito Narkissa resolveu se sentar na cadeira e ficar em silêncio, ou isso daria muito errado ou muito certo, até porque ela não falava com King desde o incidente do parque, ela estava totalmente desgostosa com essa situação isso estava estampado em sua cara.

Violetty: - Isso não vai dar certo....

James Carter: - É bom fazer dar, ou acabam de vez com essa palhaçada de Rei e Rainha, que por acaso são casados, ou vai aprender como as coisas funcionam aqui.

Narkissa apenas virou o rosto irritada e respirou fundo cruzando os braços.

James Carter: - Agora você Violetty.....Te quero longe do Bé.

Violetty: - Nem fodendo! Eu adoro meu Bode não vou largar dele porra nenhuma!

James Carter: - Você destruiu um casamento para ficar com Krauser, para você pode não ser nada, mas para ele, Sarah, Rita e Moisés, foi! Eu não me interessa o que você pensa sobre isso, Krauser assumiu que vocês namoram, então vocês vão namorar! Eu não me importa se as escondidas você tem um caso com o Filipe, ou com qualquer outro, VOCÊ pediu por isso minha querida Bruxa.

Violetty: - Mas...Mas....Isso é injusto, eu gosto do Bode e você está pedindo para e me afastar dele! Naki....Ajuda aqui.

James Carter passou a mão sobre o rosto com a resposta da mulher, ele já esperava a irmã entrar na defesa dela quando a Russa simplesmente deu de ombros, deixando Violetty brava. Elas ainda não tinham entendido o ponto em que ele queria chegar.

James Carter: - Violetty, Narkissa, entendam de uma vez, as coisas que vocês fazem tem reações no publico, elas podem ser boas ou más e ultimamente as reações estão sendo más, Violetty você foi uma grande lutadora seria, e agora só vejo coisas sobre seu relacionamento com Bé e Krauser, e Narkissa você tem bastante potencial visto que conseguiu um grande combate no EC com Lady, mas suas ações ruins sufocam as poucas coisas boas que fez aqui, não estou obrigando nenhuma de vocês duas a casar, ou realmente serem as namoradas troféu, estou pedindo para pararem de tornar publico os seus casos de amor, estou cansado de ter que cuidar da imagem de vocês por causa dessas coisas.

As irmãs ficaram quietas olhando James falar, e tentando entender as coisas que fizeram para ele chegar a "esse ponto". As duas engoliram em seco enquanto o chefe continuava a falar.

James Carter: - Querem dormir com Bé, Sudz, Robert, o meu filho, podem ir, mas não deixem que isso se torne publico. Narkissa você aceitou fazer parte de uma stable, e ela durou um dia antes de você entrar na briga contra o King, isso aqui não é uma brincadeira aonde você aceita ter um namorado de mentira, isso aqui é serio, as pessoas nas entrevistas questionam o King sobre isso, sobre vocês dois, e nem ele tem uma resposta ou dá uma resposta tipo Sim ou Não, você também não diz nada, isso tem que parar, vocês fizeram uma stable e agora vão continuar com ela até os dois acharem melhor acabar. Violetty um casamento é algo serio, e você destruiu isso e depois simplesmente largou Krauser para ficar com Bé, isso é inadmissível.

Narkissa: - Eu entendo mas....Forçar uma coisa não vai fazer dar certo, eu não converso com o King a um tempão e não quero que do nada ele seja obrigado a ficar comigo, isso não é certo, ele tinha que estar aqui para falar sobre isso e aceitar isso, você não pode jogar isso em mim assim, do nada e querer que eu aceite.

Violetty: - É! Eu gosto do Bodinho e não quero ter que ficar com ele as escondidas por causa das pessoas, ele também não vai gostar disso e você vai ter problemas ainda maiores com ele. Nós duas erramos mas você está punindo eles também, a culpa é nossa e nós é que vamos nos ferrar depois com essa sua decisão.

James Carter: - Eu sei, se eles não gostarem eles vão vir até mim e eu irei falar a verdade a eles, afinal essa decisão é para ensinar a vocês duas como as coisas funcionam aqui, Bé e King creio que irão entender, é possível que não aceitem mas vão entender que a lição é para AS DUAS, e ninguém mais. Volto a dizer que nem eles nem vocês é obrigado a ficar juntos, vocês podem e devem agir separados, mas eu quero que vocês duas aprendam a serem fieis na marra, chega de bobagem publica ou namorico. Entenderam meninas?

Narkissa: - Já que não temos outra escolha....

Violetty: - Hum....Sei lá, pode ser, mas vai dar errado.

James Carter: - Bem vindas a federação, senhora Armstrong e senhora Daniels.

As duas olharam irritadas para James que deu risada da reação das mulheres enquanto as levava para fora de sua sala, afinal a bronca já havia sido dada, e ele torcia para que elas aprendesse a lição, só queria um pouco mais de sossego dessa coisa toda de relacionamento, e namoros, e casamentos, se desse jeito desse errado arrumaria outra coisa. Fora do escritória as mulheres se olharam enquanto saiam do lugar, por incrível que pareça elas ficaram em silêncio o caminho todo até o hotel aonde estavam.


Fim.


Não levem essa promo tão a serio, por favor, sem choro.



♥ É errado querer você. Mas eu sempre tive uma queda por erros. ♥
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 25.05.17 23:22

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa em uma sala de hospital aparentemente a mesma sala do último vídeo da bruxa o lugar estava totalmente destruído a cadeira elétrica se encontrava caída no chão com muita água espalhada pelo chão mostrando algumas faíscas a luz quebrava balançava a câmera estava rachada e mostrava alguns defeitos de filmagem barulho de coisas caindo e sendo quebradas eram ouvidos seguidos de gritos de ódio e muitos palavrões logo aparece a mulher ela estava cheia de curativos e segurava a clave com força os curativos da mulher estavam cheios de sangue conforme ela se movimentava para quebrar a sala o sangue escorria pelos braços e sujava a roupa da mulher ela olhou para a câmera a maquiam preta estava toda borrada e os cabelos bagunçados

– HAHAHAHAHAHAHAHAHA Acho que o doutor entendeu o que acontece com quem entra na cabeça da bruxa eu levei uma parte de sua alma comigo e meus deuses estão amando brincar com ela

A mulher rodou no meio dos destroços girando a clave e batendo em tudo derrubando as coisas ela parecia descontrolada a mulher levou as mãos até a cabeça

– EU SEI CARALHO CALEM A BOCA!

A bruxa dava um soco na própria cabeça com força fazendo até mesmo um barulho com a força que ela usou

– Robert não me deu uma resposta e como vejo uma excelente oportunidade vamos ver se tem coragem e eu posso roubar o que sobrou da sua vida...vamos lutar no EC pelo Impact eu quero lutar por essa merda mas os márcias daqui estão ocupados se comendo pra me deram alguma diversão

Ela falava com ódio na voz enquanto puxava alguns fios de cabelo a mulher tinha alguns tiques no olho batendo os dedos na cabeça

– EU QUERO COMPETIÇÃO EU QUERO LUTAS DE VERDADE EU VOU BATER EM TODOS DESSE ROSTER ATÉ UM DESSES MALDITOS ME DERAM O QUE EU QUERO!

Ela batia com a clave na parede várias vezes quebrando e rachando a mulher soltava a arma e começava a bater a cabeça na parede com violência

– Esses desgraçados estão me entediando eu quero uma luta pelo impact no EC e eu quero AGORA! eu ganhei do Robert eu mostrei que posso ser mais brutal do que antes e pelo visto ele é o único aqui com bolas para me enfrentar novamente ou ele aceita eu vou levar qualquer um desse roster para o inferno comigo NA MARRA!

Ela passava os dedos pelas paredes imundas arranhando com força parecia que as unhas da bruxa iam quebrar o sangue escorria pelo rosto da mulher

– Eu falei eu pedi e eu estou tentando ser educada mas o EC vem chegando e eu só vejo um bando de viados correndo feito gazelas no campo estão com medo do que? Eu não sou uma “diva”? COMO VOCÊS DESGRAÇADOS GOSTAM DE ME CHAMAR...agora me digam qual o medo? Se são tão melhores porque não lutar comigo? Eu quero uma competição eu quero uma luta brutal como a que eu tive com o meu amado doutor se nenhum de vocês fracotes aceita eu mesma vou atrás da minha vitima estejam preparados seus filhos de uma puta

A filmagem estava horrível mal dava para ver a bruxa mas parecia ter alguma coisa ali com ela na escuridão algo que apenas a deixava mais nervosa e fora de si ela apertava as mãos fazendo as unhas perfurarem a palma da mão e o sangue pingar no chão

– Eu venho provando todos os dias que sou a melhor eu venho aqui e derrubei cada um e agora estão com medo? Podem falar o que for mas sempre fogem quando o assunto sou eu e isso já esta me dando nos nervos quando cheguei todos estavam falando um monte todos estavam me desafiando me tratando como uma menininha no meio dos grandes homens..o que mudou? Descobriram que a menininha tem mais talento que todos juntos? Viram que a menininha pode acabar com todos de uma vez?....bem foda-se o que viram eu realmente não me importa eu quero sacrifícios eu quero almas e se nenhum de vocês aceitar o desafio no próximo For Victory eu irei buscar meu sacrifício eu mesma eu vou acabar com todos um por um até achar alguém que tenha talento o suficiente para subir no ringue comigo e lutar por essa porcaria de titulo

Ela pegava o impact que estava jogado no chão e levantava o titulo sujava com o sangue da bruxa que apertava com força mostrando a irritação que sentia naquele momento

– FIQUEM QUIETOS!!

A mulher gritou com toda a força que tinha na voz colocando a mão na cabeça ela caiu de joelhos no chão batendo na própria cabeça a câmera estava tremendo muito a imagem ficava distorcendo tudo parecia que alguma coisa estava dificultando a transmissão

– Vocês acham? O que devo fazer?...não....isso me parece divertido mas...o doutor me parece ocupado cuidando da cabeça depois da nossa última luta..eu sei..EU SEI!

Ela se mexia para frente e para trás várias vozes atrapalhavam ouvir a bruxa eram uma língua estranha que faziam a mulher se balançar com mais velocidade uma mão percorria os braços dela uma mão que vinha do escuro e parecia sussurrar para a mulher

– Ele não falou nada porque acha isso? Eu posso forçar eu posso bater em cada um os fazer sofrer e obrigar não irei decepcionar não irei ficar de fora você sabe disso....eu já entendi porque está tão bravo?

Ela olhou para trás enquanto falava mas não havia ninguém ali a câmera não deixava ver a mulher caia no chão e ia se arrastando naquele chão sujo parecia estar sentindo fortes dores pelo corpo ela se debatia machucando as pernas e os braços nos objetos quebrados

– Eu vou me provar forte eu vou me provar a melhor apenas acredite em mim você sabe que eu nunca o decepcionei não falto com a minha palavra nunca

Ela tinha dor na voz palavras que saiam doloridas e cheias de angustia ela arranhava o chão enquanto tentava se levantar mas parecia impossível ela ia se arrastando os machucados sangravam com mais intensidade a câmera ficou vermelha sangue e a imagem trepidou mostrando o que parecia ser pessoas deformadas que seguravam a bruxa e a machucavam apertando os ferimentos

– EU JÁ FALEI O QUE VOU FAZER O QUE MAIS QUER DE MIM!? EU VOU ACABAR COM TODOS EU VOU SACRIFICAR CADA UM DELES OS FAZER SOFRER!

O sangue ia escorrendo e se espalhando coma  sujeira que grudava no corpo da mulher ela ia engatinhando com os cabelos no rosto e tentava se manter em pé mexia a cabeça como se tentasse desviar das pessoas que gritavam nos ouvidos dela as vozes que falavam uma língua profana fazia a imagem trepidar e cortar mostrando trechos em que a bruxa era torturada sendo arranhada e até mesmo ameaçando a queimar viva nesse momento a filmagem trava a ficava parada após alguns segundos ela volta e a bruxa estava caída no chão rindo as faixas dos ferimentos estavam meio caídas mostrando os cortes e hematomas a bruxa ia se levantando lentamente

– Eles estão bravos....ele está bravo...eu preciso de sacrifícios eu preciso de almas

Conforma ela levantava as faixas iam caindo sobre o braço e rosto dela a mulher pegou a clave e caminhava lentamente para perto da câmera

– Eu preciso fazer sacrifícios eu preciso coletar as almas desses hereges imundos

Ela parava na frente da câmera com os cabelos no rosto e ria de forma cruel apontando a clave para a lente

–  Seus filhos de uma puta estejam preparados porque eu vou pegar cada um de vocês até achar um desafio achar alguém digno e se eu não achar.....hahahahahahahaha....

Ela começou a gargalhar de forma insana e abriu um sorriso psicótico a mulher segurou a clave com as duas mãos e bateu com força na câmera a jogando no chão a mulher olhou e se inclinou um pouco para baixo

– .....eu matarei todos

Ela começava a pisotear a câmera até a quebrar por completo encerrando o vídeo


Vídeo encerrado



♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

1

Mensagem por ★ Bé ★ em 26.05.17 3:51










 

 


Nwr/bélindo.com


Uma transmissão se inicia com Filipe Bé, ele está em seu escritorio, muito pouco iluminado. Está sentado em uma cadeira de rodas grande e fofa, atrás dele o seu cenário velho, rasgado e meio descolorado, apenas no tom Azul.





Filipe Bé: Bem-vindos. E olá para todos os meus caros fãs. Cá estou eu novamente. Para falar dos demais sucedidos na federação. E sobre o que se segue.


Bé se senta direito na cadeira, ele tem os dedos ao lado da testa fazendo um ar pensativo.


Filipe Bé: Ok, então vejamos o que aconteceu no ultimo show... Não lembro.. Ahh! É mesmo, eu não estava lá. Gostaram da minha ausência? Espero que sim crianças. Mas o que importa, pelo menos mais, o nosso maien event.


Filipe Bé: Estava meio previsto que em combate de Tlc Lady iria ganhar. Foi como se King quise-se perder o cinto ao escolher uma regra tão non-sense. Afinal combates de escadotes? Esse hipopotamo demora 2 dias para dar dois passos, imaginem subir um escadote.


Filipe Bé: Mas não importa, o que importa é que Lady ganhou...


Bé não mostra grande reação ele passa com a mão pelo rosto como se algo o tive-se a incomodar.


Filipe Bé: Como? Perguntam alguns de vocês. Bem, subiu num escadote e tirou o cinto. Simples. Eu mesmo custumo dizer, se não executas um pin ou uma submissão em alguém, então não o vences-te. Não de verdade.


Filipe Bé: Mas o que importa é que temos um novo campeão Intercontinental. Ou uma nova? Bem... Ahr...


Bé fala as proximas palavras com um ar meio incomodado, como se mostra-se alguma inveja, não relacionada ao cinto, mas sim ao suporte dos fãs em cima de Lady.


Filipe Bé: Parabéns pela vitoria Lady, tu mereceu. Blá blá.


Filipe Bé: No que toca ao nosso Teletubie XXL, tenho que admitir, não prestei bem atenção até que ele disse "Buahh ouça bem". E então eu decidi ouvir até que ele falou novamente que estou a fazer um reinado pior do que o do Caio.


Filipe Bé: Reinado de Caio esteve assim tão bom? Otimo, creio que até agora fui o unico que o conseguiu parar. E me digam só uma coisa, só uma. Quem é Caio? Sério? Acho que tu e Krauser são os unicos aqui que falam nesse nome.


Bé movimenta as mãos e para um pouco.


Filipe Bé: E Valugi? Porque deixar Valugi cair no esquecimento? Caio não foi nem metade do homem que Valugi é. Mas bem... Opnião pessoal, não que importe muito. Não para os outros. Cada um tem a sua opnião pessoal. E por mais que minhas sejam horriveis, as do King são piores ainda...


Filipe Bé: Bem, n que toca a ele. Sei lah. Já fartou de falar? Quer agir? Se não, não gaste seu tempo com palavras. Mas agora, quero falar sobre o meu oponente mais relevante da Chamber. E não crianças, não é Caio.


Bé coça um pouco a parte de trás da cabeça com a mão direita, fazendo um ar bem engraçado.


Filipe Bé: Mas agora, sobre o meu proximo oponente no proximo show e para a Chamber. Nosso bom e velho Old School com um cabelo fabuloso. Seria uma pena, se eu arranca-se parte dele...


Filipe Bé: Mas tenho algumas intenções de o fazer. Devon Maverick. Até agora tem vindo a ter grandes prestações e um bom foco. Espero que se foque no que importa visto que a minha sereia me vai acompanhar ao ringueside.


Filipe Bé: Relaxa, a gente não tem nenhum plano maléfico... Pelo menos eu não. Ela era para ficar fora do show, mas né, mais vale a pena me acompanhar que ficar fora.


Bé encolhe os ombros e continua a falar.


Filipe Bé: Espero que se divirta, porque o foco vai ser só um. Te derrotar no proximo show, e te desmoralizar para a Chamber. E te bater lá também. Como disse no passado, o respeito é grande, e eu inicialmente o teria por todos. Mas não conte muito com isso no proximo show.


Filipe Bé: Fãs vão aprender por bem ou por mal, quem é o melhor aqui.


Filipe Bé: E bem... Não temos passados por momentos faceis. Eu digo, eu não tenho, vocês não têem, Carter não tem. Ninguém tem. Estamos em uma epoca difícil. Pelo menos eu estou.


Filipe Bé: Montes de boatos soam por ai. Que eu não sou eu, e que estou a ser influenciado, e que isto, e aquilo. Boatos? Que são boatos? Lançados por quem não tem mais nada o que fazer da vida. Lançados por pessoas fracas nas quais as mais fracas ainda acreditam.


Bé se acomoda um pouco na cadeira, ele parece um pouco mais tenso do que o custume.


Filipe Bé: Eu vou voltar a repetir isso. Eu sou eu. Eu sou o Bé. Eu não mudei. Sabem quem aqui mudou?


Um pouco de silencio é feito. Bé meio furioso aponta o dedo indicativo para a câmara.


Filipe Bé: Vocês. Foram vocês que mudaram comigo. Eu sou o melhor, eu sou o campeão mundial. E preferem que? Acreditar em mentiras que outros invejosos falam por ai? Eu não estou zangado com os meus fãs... Apenas desapontado.


Filipe Bé: Vocês me deixaram ficar mal. Vocês que têem me deixado ficar mal todo este tempo. Queriam o que? Queriam apenas um campeão sorridente que passava a vida em merchandinses a assinar autografos? A tirar fotos? Mas e se essa pessoa está sem tempo? E se essa pessoa precisar de um tempo?


Filipe Bé: Vamos simplesmente esquecer ela e substituir o nosso herói preferido? Porque sério... Foi exactamente isso que fizeram e estão a fazer.


Bé se levanta da cadeira e se mexe um pouco para os lados enquanto fala.


Filipe Bé: Eu? Virar as costas para os fãs? Que disparate é esse? Serei eu que vos virei as costas a vocês? Ou foram vocês que me viraram para mim por acompanhar com bruxas? Por ter fé em mais que um Deus?


Filipe Bé: Eu não sou nenhum objecto, controlado para vocês, feito para agradar a tudo e a todos no qual tem que ter sempre um sorriso na cara. Julgam que sou o que? Um palhaço?


Filipe Bé: Nem sempre estou bem disposto para aturar isso. Nem sempre estou disposto a vos ouvir. Porque deveria? Eu sou um homem. Um Campeão, não um boneco.


Bé se coloca no centro da visão da câmara, ele empurra a cadeira que vai para longe da visão, ele fica no centro com um ar sério e falava enquanto tinha a mão direita no peito.


Filipe Bé: Eu tenho defeitos e qualidades. Eu sou um ser humano. E eu gostava de ser julgado por um erro que eu cometi. E isso não aconteceu. Eu nunca errei com ninguém, eu nunca fiz nada de mal a ninguém ainda. Depois de merecerem. É isso que este povo merece. Um inferno.


Filipe Bé: Eu tou farto de vir para aqui, e falar, e fazer de conta que tudo está bem... Não, nada está bem e nada vai ficar bem. Eu estou pronto. Eu não vou só derrotar os meus oponentes na Chamber. Eu vou destruir, e espezinhar cada um deles.


Bé se aproxima da parede onde está o grande cénario.


Filipe Bé: Porque todos, todos vocês me negaram. Ninguém para além de bruxas me deu a atenção que eu merecia, do jeito que eu merecia. Elas me mostraram um caminho, elas me fizeram bem. Sim, me fizeram bem. Elas... BRUXAS!


Bé se aproxima do cénario ele o arranha um poco com uma rapida bofetada, que fica ainda mais rasgado.


Filipe Bé: Sim. Eu me cedi a vocês. Uma vida inteira de trabalho e dedicação. Eu dediquei uma vida inteira para vocês. Para o meus fãs. Vocês eram a minha familia, vocês eram tudo aquilo que eu tinha. Eu consegui este cinturão... Alias, nós! NÓS conseguimos este cinturão!


Filipe Bé: Eu lutei durante anos para vocês, em vosso nome, pelos vossos proprios sonhos. Para vos motivar... Mas então e a mim? Negaram quem me motiva? Porque? Porque elas magoam os outros? Adivinhem. Isto é uma federação de wrestling. A intenção é exatamente essa.


Filipe Bé: Vocês fazem ideia quanto tempo e esforço eu tenho nesses vídeos? Este cénario, toda a produção, câmaras, a cadeira fofinha, tudo. Para que? Para terem tantos dislikes que nem os do Havoc?


Filipe Bé: Só.... Já chega.


Bé com um impulso rasga o resto do cénario de vez, ele rasga varias vezes e o joga no chão enquanto é mostrada a parede normal, porem com a marca do cenário lá.


Filipe Bé: Eu nunca tive um Denner Tv ou um Smart Tv, ou um Lady Tv, ou qualquer coisa que fosse requerer grande criativade. Mas eu faço estes videos, e eu os posto. E eu os tenho feito com o maximo de carinho e amor por todos vocês, e tudo que me dão é patadas? Indiretas?


Bé acerta um chute na cadeira que cai para trás e se ouve ela quebrar, ele joga também a secretaria que estava quase fora do alcance da câmara, virando ela tmb.


Filipe Bé: Eu sei o que vocês malditos, andaram a falar de mim e Violetty. Eu vejo todas as voças perguntazinhas e partilhas e isto e aquilo, inclusive esse problema foi levado até James. Muito bom meus "fãs", ficarem nos difamando vai vos fazer mais felizes?


Filipe Bé: Acham que me vão afastar dela? Boa tentativa. Mas eu não tenho nada que dizer quanto ao assunto.


Filipe Bé: Vocês em vez de me apoiar, até ao dia de hoje só têem feito exactamente o contrario. Então não. Não devo explicações a ninguém. Sou um homem libre. E agora?


Filipe Bé: Libre de vocês.


Bé se aproxima e ele desliga a câmara e quebra ela, e depois a joga para o chão e derrumba o tripé.


Ligação se encerra.

 


 


Última edição por ★ Filipe Bé ★ em 26.05.17 11:47, editado 3 vez(es)



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
Lady of wrestling

Mensagens : 63
Pontos : 70
Reputação : 9
Data de inscrição : 19/02/2017

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Lady of wrestling em 26.05.17 4:01

Lady acordava na enfermaria da NWR, será que tudo aquilo era um sonho, na cabeça dele começava a passar imagens da luta dela todas as porradas, que levou, quantas vezes ela tinha desmaiado e retornado do nada, somente os gritos dos fãs e sua própria força de vontade, fizeram enfrentar de frente a frente com um dos verdadeiros monstros da NWR,e no final tudo tinha valido a pena ela olhava para o lado e lá estava o Intercontinental Championship, sim ela era a atual campeã da divisão, contra todas as perspectivas e estatísticas, Ela segurava aquele título, ganhou sem interferências, foi somente ela e King e o público, claro esse também era grande responsável por tudo, de repente Johnny Waterfall bateu na porta e perguntou se podia entrar no quarto, Lady sorriu como se respondesse sim, quando entrou ela começou a falar

- Cascatinha você viu, eu agora sou a nova Intercontinental Champion

- Parabéns Lady pela grande luta, muitos não esperavam que você fosse campeão, mas pelo jeito você calou a boca de muita gente

- Sim Cascatinha, tenho que ser sincero que foi uma das lutas mais difíceis da minha vida, em vários momentos achei que estava derrotada, tudo que falam sobre a força de King, mas quantas vezes nessa luta todos pensavam que eu já estava perdida e sempre me levantava, tenho que agradecer aos fãs pelo apoio, os seus gritos me fizeram renascer cada vez que eu desmaiava ou estava derrotada. então esse título também e de vocês, porque se não fossem por vocês com certeza não teria ganhado essa luta.

- Momento mais importante na sua carreira?

- Sim, com toda certeza. quando eu cheguei aqui nunca imaginaria que chegaria a esse momento, ganhando um dos principais título da federação, contra um nome histórico do wrestling, como tinha falado antes do caso Melissa, tinha uma grande admiração pelo Armstrong e realmente ele é um monstro dentro daquele ringue, foi sim uma vitória histórica para minha carreira e para minha vida.

- Acredito que você tenha tido uma preparação especial para essa luta?

- Com certeza, nunca treinei tanto na minha vida, tenho que agradecer ao Sudz, que me ajudou muito nesse momento, com ele pode ter uma ideia do que seria lutar com um Powerhouse, ele me ajudou muito na preparação e também dando conselhos antes da luta, e fico feliz que agora ele está voltando a lutar, a carreira dele foi muito prejudicado por lesões, e digo se não fosse pelo esforço nos treinos, e ajuda de sudz e todo o apoio que recebi dos fãs com certeza não teria conseguido vencer essa luta e conquistar o título.

- Já temos o card do próximo show e você vai enfrentar o Krauser?

- Ainda não tinha visto o card, mas é um grande lutador, sei que agora a tendencia é enfrentar cada vez mais adversários grandes, sei que será uma luta muito difícil, estou enfrentando um lutador que já foi campeão mundial e que foi o ganhador do Royal Rumble, será uma honra está em cima do ringue junto com ele e quem sabe conseguir derrotar ele e manter essa boa sequencia que venho conseguido ter nos shows, e claro que possamos fazer uma grande luta.

- Para finalizar o retorno de Narkissa, como sua personalidade mais cruel, ela fez uma boa aparição e estragou um pouco da sua festa não é?

Lady fazia uma cara seria quando falava sobre sua rival

- Narkissa tentou estragar minha festa da vitória, mas pode ter certeza que no próximo show a festa será em dobro, e não será tão fácil assim me pegar succubos, eu melhorei muito desde do nosso último encontro e você me atacou de uma luta onde estava acabada, pode ter tido essa chance mais não acontecerá de novo em breve teremos o PPV e veremos quem sairá vivo de dentro daquela jaula.

Ela Segurava o título mostrando para câmera enquanto Johnny se despedia do público, quando estava saindo entra Melissa, abro um sorriso para repórter, que como sempre estava serio, o silencio reinou alguns minutos, só estava eu e ela na sala, do nada ela me dar uma abraço, agradecendo o que tinha feito e um pouco chorosa

- Obrigado Lady, sabe eu tento ser durona, mas sim, me sentir vingada com sua vitória aquele traste sabe que não está mexendo com  qualquer uma

A luchadora retribuía o abraço emocionado

- Melissa nunca deixe de acreditar no heróis, nos nunca deixaríamos isso passar em branco

Melissa concordava com ela e depois, de repente ela mudava o tom de voz e sua feição ficando quase ameaçador

- Eu agradeço, mas espero que você não conte desse nosso momento para ninguém, e não pense que facilitarei com você nas perguntas, boa sorte campeã

Lady fazia cara de assustada mexendo a cabeça como se concordasse em não contar aquele momento e quando Melissa saiu do quarto abriu um sorriso e olhava para o título, imaginando os novos desafios que teria pela frente.
avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 26.05.17 5:43





Um video se inicia com Daniela Ribeiro, com um fundo bem "vivo", com alguma cor e mariposas voando e mexendo pelo cénario, provavelmente com os efeitos da câmara, e está com roupa e cabelo cheio de brilhantes e fica linda no seu video promocional.

Daniela: Olá a todo o Nwr Universe! Tudo bem com vocês? Bem, creio que temos que falar sobre especialmente os ultimos shows... Bem, o ultimo foi um combate bem duro. Realmente Carrie combateu melhor do que aquilo que eu pensava. Mas não me dou por vencida! Não já.

Daniela: Naquele show no qual eu perdi culpa do meu parceiro... Bem, Carrie tem razão. O sentimento de perder por culpa de alguém é bem horrivel.

*Dani coloca ambas as mãos nas bochechas ficando com uma cara fofa e meio triste ao mesmo tempo.*

Daniela: Ainda bem que não voltará a acontecer novamente. Estou confiante que nesse tag vou ter uma prestação melhor. Algo que não se vai tornar como um Hardicap que nem o tag passado. Especialmente porque vou ter um bom parceiro.

*A espressão dela muda um pouco, para um pequeno sorriso.*

Daniela: Pois afinal vou ter agora um parceiro, no qual é impossivel perder culpa dele. O que diz a isso Carrie?

Daniela: Havoc é sem duvida o mais forte aqui na divisão em baixo, afinal se ele é o nosso campeão por algum motivo é. E participar de um combate ao lado dele é uma honra e acredito que com a ajuda dele posso fazer o que ainda não consegui fazer.

Daniela: Derrotar Bruno e Carrie. Aqueles que eu enfrentei e ainda não consegui vencer. Claro que as coisas parecem ter ficado meio pessoais, afinal, eu não gosto dela nem um poquinho.

*Dani cruza os braços e faz uma carinha parecida com choro/birra.*

Daniela: Ela é bem rude... O que será que o Bruno viu naquela menina convencida?

Daniela: Bem... As brigas normalmente sempre acontecem, grande parte por motivos meio bobos. Mas é assim a vida, eu só não podia ficar quieta enquanto ambos magoavam Havoc. Afinal ele sempre foi um bom campeão, e acredito que nada do que ele disse tenha sido para ofender.

*Dani mostra um sorriso e uma expressão bastante ingénua.*

Daniela: Claro que bati em Carrie bem de surpresa... Não foi uma atitude covarde, afinal ambos acabaram atacar Havoc, dois em um não se faz. E beem... E eu admito, foi bem satisfatório bater com a cabeça dela na parede.

Daniela: Mas enfim... Eu não sei o que se segue daqui para a frente. Nem sei se terei lugar sequer no PPV. Mas vou dar o meu melhor no proximo show, e vou finalmente provar a todos do que Dani é capaz.

Daniela: E mal posso esperar para chutar de novo a cara dessa "senhora da guerra", não vos vou desapontar dessa vez. E vou mostrar que também sou guerreira e também consigo vencer guerras!

*Ela tenta mostrar um ar meio intimidador, levantando uma sobrancelha, mas não faz mais que uma cara engraçada*

Daniela: Bem era só isso. Eu sei que não tenho colocados muitos videos por aqui, mas vou tentar falar mais com vocês! Até depois gente!

Ligação se encerra.



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
☢ Troublemaker ☢

Mensagens : 34
Pontos : 110
Reputação : 76
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Troublelandia

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☢ Troublemaker ☢ em 26.05.17 6:55

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo do lutador começa com o último vídeo de Krauser o vídeo mostrando cada parte em que o loiro falava derrotar o moreno e falando da JobberDivision  cada trecho era passado e quando o vídeo acabava era mostrado Havoc o lutador estava sentado em um sofá velho e estava com o cursed amarrado no rosto tampando a visão dele o homem balançava a cabeça parecia concordar com Krauser em tudo o que ele havia dito

– Porra Nugget concordo com cada palavra sua na boa acho que está certo você foi mandado pra essa missão mesmo e tenho certeza que fez seu papel com excelência ..parabéns

Ele batia palmas para o loiro enquanto o cinto continuava na cara do homem a câmera pegava bem de frente o rosto do lutador mostrando claramente o cinturão

–  Sabe eu estava pensando como falei antes acho que seu fraco por campeões não acabou não ´mesmo? Nem para o pior deles você foi capaz de ganhar e lá se vai mais uma derrota para seu currículo mas não é uma derrota comum você perdeu para um jobber O REI JOBBER como se sente? Falhou na sua missão assim como vem falhando desde que acordou...acontece..mas tem algo que quero ressaltar aqui

O vídeo mostrava novamente uma parte do vídeo de Krauser

“Krauser: - Caso eu perca essa batalha meus amigos, infelizmente terei me juntado a eles”

O moreno levantava um pouco o cursed do rosto mostrando um dos olhos e parecia pensar um pouco para falar

– Bem vindo...?

Logo o homem tirava o título do rosto e começava a dar risada se levantado a casa em que ele estava era muito grande e bonita havia vários quadros de outras pessoas nas paredes quadros que o homem ia derrubando enquanto andava

– Até acreditei mesmo que você era capaz disso derrotar o maior jobber veio com o papo motivacional todo que dev éter treinado na frente do espelho mas até pude sentir vontade de ganhar só que você não pensou uma coisa eu não sou apenas um jobber CLARO QUE NÃO eu sou o maior jobber e apenas jobbers de verdade podem me derrubar  ou tentarem o que foi o caso do menino Bruno e da poodle dele pelo visto ele não gostou de ouvir umas verdades então resolvi que ao invés de ficar falando do mega fracasso do Nugget coisa que acontece com bastante frequência eu resolvi falar do casal mais jobber que a NWR já teve eles só não perdem pra “Nuletty” porque a bruxa ainda tá meio útil..se dependesse do Nugget..hahahahaha tava fodida

Ele ficava mostrando o cursed pra câmera enquanto limpava os dentes com o dedo parecia querer provocar alguém fazendo isso jogando o titulo na cara de Krauser provavelmente

– Seguinte acho que não entendeu sua posição aqui amiguinho eu sou o rei babacão e você é o súdito iludido deixa um cara mais interessante e com mais poder aparecer que tu leva um pé na bunda eu posso tirar sua namorada de você quando eu quiser porque ela diferente de você não quer ser um fracasso pra sempre mas ela sabe que sozinha não tem capacidade para subir nem ser boa então ela vai grudar nos caras achando que talento é sexualmente transmissível...mas não é sacas? Ela ficando com você a torna menos lixo do que ela realmente é

Ele encolheu os ombros como se aquilo fosse um fato jogou o cursed no sofá como se não fosse nada e voltou a olhar para a câmera

– Acha que eu liguei pro ataque? Hahahahaha com certeza não é normal os inúteis querem acabar com a concorrência e acho até divertido  você tentar significar alguma coisa para proteger sua namoradinha inútil mas acho que não contava que minha namoradinha inútil iria dar um pau na sua não é mesmo? Vê a diferença? A namorada do rei babaca destruiu o rosto da namorada do súdito iludido...ela não gosta de você nem nunca vai gostar você é apenas um passa tempo afinal Carrie gosta de espalhar por ai que é a malvadona  da federação e que devemos a temer...então o que ela quer com você? Nada ela não quer nada porque você não tem porra nenhuma a oferecer pra ela e quando aparecer alguém que tem você já era

Ele caminhou pela casa olhando e pegando algumas coisas e jogando para o câmera e reclamava e aguardava em uma mochila

– Você e o Nugget tem alguma em comum ambos são uns merdas mas são tão merdas para me vencerem precisa ser muito bosta pra fazer esse feito pergunta pro Robert apesar que namorar uma interesseira com síndrome de abandono deve servir para ter alguma chance contra mim você teve uma crise de ciúmes mas é tão merda que arrastou a namorada junto pra se auto defender enquanto você supostamente tinha que defender ela...cara suas bolas vieram com você ou ficou com Deus?  Na hora que ele foi te proteger tirou seu saco? Se foi isso que aconteceu apenas lamento para a Poodle

Ele piscou para a câmera e saiu da casa indo para a piscina onde cruzou os braços olhando a linda vista do lugar

– Eu ganhei de um Hall of blábláblá falido e acha que não vou ganhar de você só porque é um jobber?  Ouviu o Krauser Enterrado? Nenhum jobber pode me parar porque EU criei a jobberdiviosn eu sou o rei e junto da minha rainha acabamos com vocês cara achou mesmo que aquele Nugget Congelado ia me cansar? Você buscou briga com o cara errado não não mentira você buscou briga com o cara certo mas você é o cara errado quer o cursed? VEM PEGAR só cuidado pra não levar uma facada porque todos sabemos que a Carrie a última vez que tentou teve um encontro eletrizante comigo

Ele mostrava uma parte da luta dele com Carrie onde ele batia com a raquete elétrica nela várias vezes

– Foi mal cara mas eu já “choquei” sua namorada e foi com tanta força que acho que o filho deve ser meu hahahahahaha

Ele começou a gargalhar e apontava para a câmera que se apontasse para Bruno  e andou um pouco olhando para a piscina

– Tá bom acho mancada eu só apontar seus erros que tal falarmos da Poodle? Apesar que a carreira dela já uma vergonha por si só podemos ver algo para falar tipo que ela só ganha combates de tag onde tem alguém para carregar ela e desde que chegou só teve uma vitória em cima da minha Dani o que é bem triste mas iremos mudar isso porque agora ela tem um puta jobber ao lado dela e esse jobber não perde para pessoas que não são jobbers o suficiente e mesmo a Poodle sendo um lixo sem direito a reciclagem ainda não é boa para me derrotar

Ele puxava o homem que filmava e jogava na piscina só segurando a câmara e virando de costas voltando para dentro da casa

– Viu meu combate? Viu como eu sou? Eu mandei a fênix direto para as cinzas e olha que antes do combate ele já era só pó ele fez aquele discurso de nazista anti jobbers com direito a fotos então aqui vai uma pra você Krauser

Aparecia a imagem dele sendo pinado por Havoc e depois o homem levando o cursed e Krauser no chão

– Uma imagem fala mais que mil palavras né não Nugget? Acha que eu me esqueci de você? Claro que não estava apenas falando com meus súditos mas você não vai ficar de fora

Ele limpou a garganta e se espreguiçou voltando ao sofá e pegando o cursed voltou a mostrar para a câmera

– Quem é o rei babaca? Quem vai manter a jobberdiviosn? Me responde eu amaria ouvir isso porque quando eu ouvi o três eu sabia que duas coisas tinham acontecido

Ele fazia o número um com o dedo do meio  

– Primeiro que você falhou miseravelmente a única missão que te deram desde que voltou e você conseguiu decepcionar a todos

Ele segurava o cursed com a boca mordendo o titulo e fazia o número dois com o outro dedo do meio logo jogava o cinto no ombro para falar enquanto mantinha a pose mostrando ambos os dedos do meio

– Seguindo: Você é um fracasso como eu vim falando a tempos os problemas não acabam porque você quer que eles acabem eu sou o pior tipo eu sou uma barata brother e eu nunca sou derrotado não por completo eu não sou o Rei Immortal que agora é um Rei sem cinto...eu sou o Rei Babaca o super Baratão e um Nugget de frango não vai me parar mais inútil que você só a Poodle e o Duende

Ele bateu no cursed e alisou sorrindo para a câmera com maldade  enquanto ficava passando no canto da tela quando ele pinou Krauser e foi declarado o vencedor

– Eu tentei te livrar da vergonha te colocando no banheiro mas tu cismou ne não? E olha no que deu a vergonha foi maior ainda me chamou de tudo o que era nome e perdeu pra mim provando que é um jobber mas não um jobber pior que eu deixando claro..eu falei que a regra entre nós jobbers é perdermos para pessoas relevantes coisa que você não é então porque perder? Falou que eu ia lá jobbar como meu trabalho ordena e é verdade mas eu só jobbo para relevantes pessoas no topo da cadeia alimentar dessa merda e você com certeza não é um desses....alías...Bem vindo a Jobberdiviosn

Ele sorriu e desligou  a câmera encerrando a transmissão


Vídeo encerrado



♥ In the very depths of hell, do not demons love one another? ♥
avatar
✡ MadameZombie ✡

Mensagens : 148
Pontos : 430
Reputação : 270
Data de inscrição : 31/12/2016
Idade : 21
Localização : Salém

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ✡ MadameZombie ✡ em 26.05.17 11:13

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começava e a bruxa ainda estava toda destruída do último vídeos mesmo horas terem se passado a clave estava encostada na mesa que a bruxa estava sentada a sala era toda quebrada e destruída com símbolos nas paredes e parecia ter algum cano quebrado porque muita água estava caindo inundando a sala a mulher arqueava a sobrancelha e batia os dedos na mesa fazendo o barulho ecoar

– Eu estava matando cada um de vocês em minha mente quando percebo que o card saiu eu não lutarei nesse show uma pena para vocês me terem andando pelos corredores pronta para acabar com a raça de vocês suas carniças podres

A mulher olhava com raiva e nojo para a câmera a bruxa apertava a boca e passava a mão na cabeça e dava risada

– Eu estarei ao lado do bode meus deuses gostaram da ideia ele vai lutar contra o inquisidor e eu sempre gostei de ver um bom massacre e será isso que meu bodinho fará Devi não vai chegar inteiro na EC como eu presumi as bruxas nunca erram e ao lado do meu bode as coisas ficam mais divertidas poderei ver em primeira mão ele sacrificar um herege para os deuses...um bom começo

Ela ia passando a mão pela mesa que parecia que quebraria a qualquer momento com a bruxa em cima ela passava a mão pela clave

– Ultimamente meu bodinho está a mostrar que é o melhor e pude ver pelos vídeos dele o ultimo para ser mais exata que ele enfim entendeu que nunca precisou de ninguém ele ganhou às lutas dele sozinho a admiração ele vai ter de quem merece enquanto os fracos e inúteis o invejam e criticam as pessoas que não foram capazes de fazer o que ele fez e ainda faz..ser o melhor

Ela olhava para a clave e para a água que era negra e tinha uma aparência nojenta ela sorriu de lado olhando para cima e fechando os olhos

– Oh....sim...então é isso que aconteceu

Ela começou a gargalhar e fazia um barulho na água que iam subindo a bruxa balançava os pés e mexia o corpo para os lados parecia uma criança inocente a água continuava a se agitar como se tivesse algo ali

– “As bruxas o mudaram”

Ela imitou uma voz fininha e irritante como se imitasse as pessoas que falavam isso sobre eles

– VÃO SE FODER!

Ela mostrou os dedos do meio para a câmera mostrando o ódio no olhar estava cansada ela inclinava a cabeça para o lado e mordia a boca com raiva tirando sangue de tanto força que fazia

– Ele entendeu a verdade ele viu o que é melhor pra ele os covardes não conseguem entrar na floresta e saírem com vida vocês são um bando de medrosos inúteis que ele vai lavar o ringue com o sangue de vocês! Meu bodinho não saiu correndo quando a oportunidade lhe foi dada meu bode é homem de verdade e viu que a força dele melhorou que ele podia ir além do queriam o herói das sombras o homem que pode fazer o mal buscando o bem o homem que cansou das humilhações e do tratamento de pura desvalorização e agora naquele combate o inquisidor vai ter a chance de entender que ele se meteu numa situação complicada pra ele

Ela pulava da mesa e caia na água parecia sangue velho na água tinham alguns bichos mortos como ratos e baratas a bruxa olhava e sorria gargalhando ela abria os braços olhando para o teto cheio de mofo e musgos

– Meus deuses escolheram e vocês bastardos hereges tem que aceitar não existe outra opção para meros lixos nós somos os melhores NÓS SOMOS A DESTRUIÇÃO DE VOCÊS!

A água mexia de forma frenética mesmo sem ter nada ali além da bruxa algo batia nas paredes como se quisesse as quebrar enquanto a água que caía ficava intensa respigando na mulher que ia dando passos para trás

– Não se foquem em mim não se foquem na minha irmã se foquem nele o perigo que vocês estão cutucando se foquem na verdadeira face da destruição ele não precisou de mim para destruir dois homens que vocês consideravam os melhores...Valugi sim era o melhor e pereceu perante ao bode quais seriam as chances de vocês?

Ela continuava caminhando para trás encarando as lentes da câmera parava perto da água que caia do cano a mulher começava a se melhor naquilo enquanto levava a mão na cabeça apertando os cabelos uma voz baixa parecia falar com a bruxa algo na água

– Eu mostrei o caminho e o bode foi homem o suficiente para seguir e aceitar os desafios ele pode fazer isso e não serão vocês que poderão nós separar podem falar o que quiserem podem correr podem se esconder porque essa é a única opção segura que deu a vocês e se ainda restar alguém com coragem..venha nós enfrentar lute tenta derrubar a floresta tenta dominar os mares....destrua Sodoma e Gomorra e se não for capaz disso caia perante o poder dos deuses se ajoelhem como os cães sarnentos que são

Havia muita raiva na voz da mulher nem parecia ela falando era como se outra pessoa estivesse ali e a bruxa fosse apenas uma porta voz de algo muito pior que ela

– Vocês desafiaram forças que não compreendem mexeram com o poder dos deuses e agora vão sofrer as consequências vocês são gado e estão prontos para o abate e quem ira servir a carne de vocês vai ser o bode começando por um ainda faltam mais nada melhor que usar o mais falante e pomposo para sofrer primeiro o desmoralizar e jogar numa vala qualquer junto com suas vontades e sonhos porque esse é o final de homens fracos eles caem eles são abatidos e eliminados e isso acontecera com vocês todos que entrarem no caminho errado no nosso caminho

A água batia contra o corpo da bruxa ela parecia não se importar e passava a mão no rosto se molhando outro cano estourava aquela sala iam virar uma prisão aquática em poucas horas

– Será que bruxas morrem afogadas? Hahahahaha podiam tentar acho que seria divertido os ver se contorcendo contra a água buscando o ar que não existe acho que veem nós como isso um afogamento vocês pularam em águas profundas e são incapazes de nadar nela então se debatem vocês gritam e berram mas ninguém está lá apenas uma pessoa está mas essa pessoa não quer ajudar...ela quer os ver sofrer quer ver até onde podem ir para destruir algo...vocês tem força pra isso? Porque eu gostaria de os ver tentar

Ela ficava totalmente em baixo daquela “cachoeira” de água aquilo tirava o sangue seco do corpo da bruxa que fechava os olhos a imagem tinha gotas de água e ficava embaçada por isso a agitação na água havia parado mas havia alguém ali com ela

– Sintam o poder sintam a destruição vejam seus impérios caírem seus sonhos serem roubados assistam seu fim enquanto nós saímos vitoriosos os deuses abençoam quem mostra serviço e não vejo nenhum sendo útil apenas peças a serem mexidas peças essas que meu bode vai eliminar um a um vocês vão ver os deuses de perto poderão olhar na cara do bode e falar as coisas que dizem por sites por lugares os bruxas apenas despertaram um poder que ele sempre teve e uma pouco desse poder será liberdade no combate contra o maior dos hereges que ousou queimar bruxas..eu prefiro o afogamento..é mais...torturante

Ela encarou a câmera com os cabelos molhados a roupa toda molhada e suja os cabelos grudavam no corpo enquanto a bruxa sorria em meio a sua loucura

– Se preparem para conhecer o poder dos deuses se curvem para o verdadeiro Rei e quem sabe eu o faça ter piedade

A água se agitou novamente e a mulher fechou os olhos se jogando para trás o barulho do corpo dela batendo na água encerrava o vídeo


Vídeo encerrado




♦ Un-break my heart
Don't leave me in all this pain
Come back and say you love me ♦

avatar
★ Bé ★
Admin
Admin

Mensagens : 340
Pontos : 853
Reputação : 452
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 21
Localização : Portugal

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ★ Bé ★ em 26.05.17 11:48









 

 


Nwr/Jigglyélindo.com





Uma transmissão se inicia com Jigglypuff. Ele está em um local cheios de efeitos visuais, ele está sozinho a olhar para a câmara, ele se movimenta um pouco e fecha os olhos enquanto filma um pouco ele em SlowMotion. Ele abre os braços para os lados enquanto respira fundo, ele quando abre os olhos e volta a baixar os braços, fala.


Jigglypuff: Olá.


Jigglypuff: Muitos de vós devem me conhecer... Outros talvez nem se lembrem de mim... Outros podem me ter visto acompanhar com Bé.... Bem, deixe me apresentar.


Jigglypuff: Meu nome é Jigglypuff, filho de Moisés Bé. Já estive aqui no passado, e já fui inclusive campeão mundial antes de sequer a maior parte de vocês estarem aqui.


Jigglypuff parece bem calmo a fazer a sua apresentação.


Jigglypuff: Eu me ausentei após uma derrota na Cursed divission... Porem agora eu voltei. Voltei com toda a minha força. E voltei para ficar. E para por os pontos nos Is. Sobre os campeões... Que historia é essa de divissão de Jobbers? E rei dos babacas?


Jigglypuff: 2 anos fora e já alguém assumiu o meu posto? Que triste. Do outro lado, temos Filipe Bé sendo campeão mundial. Tenho que admitir, ninguém esperava o ver tão em alta. E se manter lá. Sendo um Bé. Todos sabem que Bés são conhecidos por serem meio azarados... Mas whatever.


Jigglypuff pensa um pouco antes de falar dos outros 2 campeões.


Jigglypuff: Temos também o intercontinental, que foi recem ganho por uma Lady. Quando me dizeram eu ainda pensei no Sudz, eu sei. Tou meio atrasado, aquela historia de ele ser homem é meio estranha. Mas esta Lady é diferente, é mesmo uma Lady. E poxa... Eu desque sai até que voltei que King era campeão intercontinental.


Jigglypuff coloca as mãos na cabeça.


Jigglypuff: E puta que pariu. Isso já é tanto tempo que já ninguém lembrava de mim mais. Eu já tinha minhas duvidas se conseguia viver o suficiente para ver King sem o cinto intercontinental.


Jigglypuff: E por ultimo mas não menos importante, bruxinha Violetty... Uh... Titio me falou nela, "uma linda sereia blá blá", "coisinha mais fofa que eu já vi blá blá", "eu amo ela mas não conta pro Krauser blá blá". E vish, pelos videos que vi dela não me parece ser assim tão amigável não...


Jigglypuff: O que torna mais intressante. Quem sabe eu não tenho a honra de a conhecer um dia? Ô, se quer um desafiante a esse cinto eu alinho nessas parradas ai não tenho medo não, só não me mata já, acabei de chegar hein...


Ele mostra um ar bem curioso enquanto ri um pouco após o que disse, e mostra um ar bem sarcastico e recomeça a falar.


Jigglypuff: Bem de resto não me recordo muito e nem sequer ouvi falar. Talvez o Devon, a gente chegou a se cruzar por aqui no passado se não me engano. Dizem que ele é promissor. Deixou crescer o cabelo homi?


Jigglypuff: Tem também ai o Klauser esse. Lembra de mim vôvô? Ainda temos umas contas a ajustar do nosso passado. Aqueles treinos com o meu pai não te vão ajudar dessa vez... Só se ir treinar com o meu tio, ai fodeu...


Jigglypuff: O resto não lembro de mais ninguém não...


Jigglypuff: Mas é isso. Vim aqui mandar um oi para os nossos campeões da treta, e anunciar que estou de volta para tacar por ai o terror gente. Nós veremos em breve.


Ligação se encerra.




 


 



♥ Daniela Bé Gardea ♥                                                                ★ Júnior Jiggly Ribeiro ★

          
avatar
☢ Troublemaker ☢

Mensagens : 34
Pontos : 110
Reputação : 76
Data de inscrição : 02/04/2017
Idade : 21
Localização : Troublelandia

Re: Prome Aqui!

Mensagem por ☢ Troublemaker ☢ em 26.05.17 12:17

Vídeo postado no site oficial da NWR

O vídeo começa com o cenário de Daniela Ribeiro com os brilhos e as borboletas e logo aparecia Havoc olhando para as coisas o homem fazia uma cara de estranheza mas dava risada logo Dani aparecia sentada em um sofá branco ela batia a mão para Havoc se sentar o homem deu de ombros e se sentou ao lado do mulher ele se jogava no sofá ficando todo “largado”

Havoc:  – Porque eu tive que vir aqui na casa da Sininho? Caralho olha essas paradas conseguiu com o Xé? Paradinhas maneiras

Dani: - Bé....e bem eu tenho um lugar para gravar e você não então já que somos uma tag porque não podemos fazer algo aqui? Afinal vamos falar da mesma coisa...isso pessoal eu convidei meu parceiro para falarmos juntos do combate que teremos

Havoc:  – Isso ai contra a Poodle e o Duende o bagulho vai pegar fogo ainda mais quando o querosene do cabelo daquela lombriga anêmica colidir contra as luzes do chão

Dani: - Ei campeão mantenha a calma nós vamos tentar fazer uma luta limpa e justa

Havoc:  – Vamos?

Dani: - CLARO!

A morena olhou para o campeão com um olhar reprovador enquanto balançava a cabeça negativamente

Havoc:  – Você odeia a Poodle e ainda quer ser legal com ela? Qual o sentido ela é uma fracassada merece apanhar e ser jogada no lixo junto de uma certa pessoa....

Dani: - Sim eu posso não gostar dela porque odiar eu não odeia ninguém mas não quer dizer que vou roubar ou algo assim para ganhar do Bruno e da Poo...Carrie não precisamos disso meu último combate foi um hardicap mas com você tenho certeza que séra um sucesso a gente pode vencer eles

O homem olhava para a alegria e gentileza da morena e passava a mão no rosto seria um combate um tanto difícil

Havoc:  –  Eu não disse que ia roubar a gente só vai dar uma lição nele qual o problema nisso minha morena? Vamos detonar com eles eu sou o campeão o rei babaca e você vai ser minha rainha babaca ao menos nesse combate

Ele falava olhando pra ela e a mulher apenas dava risada das coisas que ele falava ela parecia um pouco acostumada com esse tipo de comportamento

Dani: - Isso ai somos os melhores jobbers dessa divisão o campeão está ao meu lado e eu sou uma guerreira serei a amazona que vai impedir vocês e os derrotar

Ela fechava a mão em um punho e batia na palma da outra mão afirmando com a cabeça enquanto Havoc tirava o titulo e jogava na morena

Havoc:  –  NÓS somos os campeões mesmo que por essa noite e vocês que são fracassados e inúteis em suas vidas e carreiras não poderão fazer nada porque nem sequer o cheiro do nosso título vão sentir Poodle saca só ela pode ter tido um parceiro ruim no última combate dela mas agora ela tem um parceiro de merda e isso já é motivo o bastante para ganharmos de você e do seu boneca de ventrículo

A morena parecia querer segurar o riso com as coisas que o lutador estava falando mas ela acabava empurrando ele um pouco para o lado e sorria

Dani: - Meus assuntos com a Carrie ficaram pessoais e eu não iria ficar assistindo a covardia que faziam com nosso campeão ele tem defendido nossa divisão e então eu ajudei ele e não importa o rumo que isso tome eu já obtive vitorias em solo coisa que a Carrie só conseguiu em cima de mim mas tudo bem foi falta de atenção da minha parte errei ao achar que ela era fraca mas esse erro não acontecer novamente no nosso combate estarei 100% focada e vamos resolver nossas diferenças

A morena falava de forma focada até o campeão levantar a mão dela os dois seguravam o cursed enquanto o homem parecia querer jogar isso na cara do casal que eles iam enfrentar

Dani: - Bruno pode cair nos seus jogos mais eu sou amis esperta que isso e vai precisar bem mais do que manipulação para levar esse combate  vai precisar de força e muito foco porque eu não pretendo facilitar seus atos não serão passados em branco os dois erraram ao mexerem com a gente

Havoc:  –  Isso que minha garota acabou de falar vocês podem ser os lixos inúteis que eu tenho aqui na minha jobberdiviosn mas isso não quer dizer que podem vir desrespeitar o rei dos babacas e o pior de tudo é que são tão tapados que nem tentarem tirar meu cinto...foi medo? Eu vou os expulsar da jobberdiviosn e fazer vocês dois caírem no esquecimento...mais né...porque ninguém liga pra vocês dois inúteis juntos deve dar em algo mais inútil ainda

O homem se jogou para trás batendo as costas no sofá ele se aproximou mais da morena ficando melhor na filmagem Dani arrumava o cabelo enquanto olhava para o cursed

Havoc:  –  Não tenta roubar essa merda não faz isso depois do combate esse cenário é show pra gente quebrar ele brigando

Dani: - Que? Eu não farei isso se for para ter esse cinto que seja em um combate frente a frente com você de maneira justa e como deve ser

Havoc:  –  Isso é burrice tá pegando dos nossos adversários?  Não tem que ser senhora certinha não pra ter esse título é questão de malandragem

Ele piscou para a morena que apenas revirou os olhos e empurrou-o de leve batendo o ombro no dele

Dani: - Tirando o cursed dos problemas que podemos ter nossos adversários podem tentar tirar esse cinto de você então acho uma boa ficarmos espertos

Dani falava mostrando certa preocupação enquanto o campeão olhava pra ela e caia na gargalhada levando a mão até a barriga fazendo a mulher ficar confusa

Havoc:  –  Saca só minha princesa a eles podem até tentar mas o problema vai ser conseguir eles não podem lutar contra a gente eles não conseguem os dois assinaram o enterro deles porque somos OS JOBBERS eles são apenas..blé joberzinhos que se uniram pra ver que tipo de mutante surgia simples assim nada a se preocupar a falta de habilidade deles surpreende até mesmo o Krauser em nível de ser ruim  

Dani: - Não vamos menosprezar nossos adversários mas também acho muito difícil eles conseguirem qualquer coisa nesse combate afinal somos os verdadeiros jobbers e podemos os bater facilmente com nossa força unida a gente conseguiu se sobressair dentro do backsatge então nada nós impede de sairmos vitoriosos desse combate que espero que seja bem animado e frenético gosto de agitação dentro do ringue

Havoc:  – Sério? Eu espero que no primeiro soco o Bruno caia e eu pine ele assim a Poodle passa vergonha e ela vai ver o que venho falando o Bruno é um saco de lixo que fala nada além disso e com aquele treinador dele já já ele tenta enfiar uma katana nela

Dani: - Nossa isso seria trágico realmente Juan teve problemas no passado e vamos torcer para o Bruno não se inspirar e querer brincar de samurai com a gente no ringue

Havoc:  – Se ele não tem habilidade dentro de um ringue duvido que saiba como manusear a espada

O homem falou e encarou a câmera deixando livre para interpretações a morena demorou para entender e dar um tapa no ombro do campeão enquanto ria

Dani: - Veremos se a Carrie se pronuncia sobre isso....

A mulher parecia ter entrado na onda da campeão ela balançou a cabeça em negativo parecia negar o que havia dito mas continuava rindo até o homem puxar ela para perto dando uma espécie de abraço em parceria

Havoc:  – O ponto é que eu e a Dani vamos detonar vocês como sempre fazemos como pessoas como vocês é o melhor disso é que eu vou poder chutar essa bunda magra de vocês dois mais uma vez enquanto a Dani tem sua vingança perfeito para ambos

Dani: - Isso ai nós dois vamos destruir vocês no próximo for victory torçam para terem sorte no amor de vocês porque no combate vocês não vão ter nenhuma

O campeão dava um toque na mão da morena em um ato de parceria com ela os dois levantam o cursed juntos novamente assim terminando o vídeo


Vídeo encerrado



♥ In the very depths of hell, do not demons love one another? ♥
avatar
valugi

Mensagens : 64
Pontos : 85
Reputação : 25
Data de inscrição : 19/01/2017
Idade : 27

Re: Prome Aqui!

Mensagem por valugi em 26.05.17 13:15

Começava o vídeo Robert estava ensanguentado, como se tivesse acabado de sair da luta com Violetty, vestia uma camisa de força que também estava coberta de sangue, ele andava por corredores escuros abandonados com sua risada característica

- Violetty, há muito tempo não me divertia tanto, aposto que você também amou a loucura que foi nossa luta, não você ainda não levou minha alma, mas me fez mais vontade de continuar nossas brigas e deliciar com o seu sangue

Robert começava a lamber o sangue que tinha perto do seu lábio e depois começava a rir de novo

- Não precisa se esforçar para procurar outra pessoa, quando estou aqui para você minha querida bruxa, venha se divertir novamente comigo, vamos brincar com o sangue, você despertou um pouco da minha loucura sabe, o médico aqui que novamente brincar com a bruxa.

Ele continuava a andar no local entrou em uma das salas e se percebia que era um manicômio, e a sala que ele estava, era um dos locais que pessoas loucas ficaram presas

- Você percebeu onde estou Violetty? Me falaram que esse é um local bastante presente em sua vida não é? Que você ficou muitos anos aqui dentro, provavelmente nesse local que você conheceu os seus deuses não é? Será que eu ficar desse jeito também vou conhecer eles? Ou será somente parte das minhas alucinações, das drogas que tomava, enfim não parecia muito divertido aqui dentro, sinto um vazio de pensamentos

Robert estava dentro do local onde pacientes ficava presos, a porta era fechada e pela janela víamos ele andando de um lado para o outro se batendo nas paredes, e se percebia que o local estava coberto por sangue, alguns minutos depois e tudo estava vermelho o sangue pingava de todo o lugar e Robert somente ria alto de tudo aquilo

- Agora entendo um pouco sobre você Bruxa, e cada vez mais fico vibrado com isso, fico mais interessado em entrar novamente no ringue, mas acho que para o PPV temos que ter algo especial não acha?

De repente o lutador se soltava da camisa de força e se aproximava da janela e falava para câmera

- Eu aceito o seu desafio Violetty, no próximo PPV, teremos o medico vs a bruxa, mas também tenho uma proposta para deixar isso mais interessante ainda, a nossa luta será em uma Asylum Match, nos dois conhecemos esse terreno não é, agora sim, veremos se consegue realmente roubar a minha alma.

Agora Robert abriria o jaleco branco, onde teria vários instrumentos de tortura

- Então minha queria Bruxa, eu aceito o desafio, mas você aceita o meu, no PPV, somente eu e você em uma Asylum match, sem interferências, somente os dois em um ambiente que pode ser bem mais que familiar, até lá minha querida amiga, a diversão só está começando, espero que você também goste disso tudo.

Robert ria, enquanto a vinheta do programa Welcome to My Nightmare, descia com letras em cor de sangue

Conteúdo patrocinado

Re: Prome Aqui!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 24.07.17 9:44